Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

michel

Trekking W em TDP (Torres del Paine) - Patagônia - Chile

Posts Recomendados

galera!!!! eu fui e fiz o W em Abril!!!! sol todos os dias e céu azul que sorte!!!!!!!!!! eu escrevi um relato e esta como TORRES DEL PAINE ABRIL 2013!!!! foi muito bom, um super desafio mas não tem preço!!!!! se é o seu sonho vá!!!!

 

abração e obrigada a todos os relatos que me ajudaram muito!

::otemo::::otemo::::otemo::

 

kátia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Pessoal, vou passar o ano novo na Patagônia...11 dias no total...3 em ushuaia e o resto em el calafate..

Estou em dúvida entre um trekking de 4 dias em TDP + 2 dias el calafate..

Ou El Calafate (3 dias) + El chaten (3 dias)...

lembrando que o primeiro e ultimo dia é pra ir e voltar a SP..

Alguém recomenda algo?

 

Outro ponto..esse trekkking da vertice patagonia, vale a pena??

http://www.verticepatagonia.com/package ... s-trekking

Ele é um pedaço do circuito w, fica em refúgio e é mais barato..

eu não quero acampar, quero ficar em refúgio...mas fica mto caro..e achei esse pacote um bom custo benefício...

O que acham??

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Pessoal, vou passar o ano novo na Patagônia...11 dias no total...3 em ushuaia e o resto em el calafate..

Estou em dúvida entre um trekking de 4 dias em TDP + 2 dias el calafate..

Ou El Calafate (3 dias) + El chaten (3 dias)...

lembrando que o primeiro e ultimo dia é pra ir e voltar a SP..

Alguém recomenda algo?

 

Outro ponto..esse trekkking da vertice patagonia, vale a pena??

http://www.verticepatagonia.com/package ... s-trekking

Ele é um pedaço do circuito w, fica em refúgio e é mais barato..

eu não quero acampar, quero ficar em refúgio...mas fica mto caro..e achei esse pacote um bom custo benefício...

O que acham??

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezados,

Alguém sabe me informar porque o circuito W vendido pela VerticePatagonia ou FantasticoSur são tão mais caros que reservar os refúgios e o transporte individualmente?

Considerando que tenho idéia do roteiro e refúgios, posso reservar tudo independente?

E o transporte de Laguna Amarga até Hotel Las Torres é tranquilo ou tenho que agendar ou alguma coisa assim? O mesmo do catamarã.

Abç a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, você pode reservar refúgios de forma independente. E o transporte entre Laguna Amarga e Las Torres é feito por vans que não é necessário reservar.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Prezados,

Alguém sabe me informar porque o circuito W vendido pela VerticePatagonia ou FantasticoSur são tão mais caros que reservar os refúgios e o transporte individualmente?

Considerando que tenho idéia do roteiro e refúgios, posso reservar tudo independente?

E o transporte de Laguna Amarga até Hotel Las Torres é tranquilo ou tenho que agendar ou alguma coisa assim? O mesmo do catamarã.

Abç a todos!

 

Acho que é mais caro pelo simples fato de você pagar pela comodidade de um pacote no qual a empresa se preocupa com todos os detalhes. E sim, você pode reservar tudo independente (eu fiz reserva de apenas refúgios por exemplo)

Quanto ao transporte, também pode ficar tranquilo que isso é algo que não precisa de reserva... sempre tem vaga =)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Buenas pessoal! Acabei de voltar de TDP, estou separando as fotos mas já rola um pequeno resumo do que rolou.

 

Chegamos em Punta Arenas no dia 04/janeiro e ainda no aeroporto acabamos fechando um transfer até o Parque. Assim, a van acabou nos levando para trocar pesos e fazer as compras de comida que precisávamos no dia seguinte.

 

No dia 05/01 saímos cedo e seguimos até Pudeto, mas perdemos o catamarã do meio dia (estávamos em 7 pessoas e isso às vezes dificultava as coisas, quase sempre demoravamos mais que o necessário para fazer qualquer coisa, como trocar dinheiro ou compras, o que fizemos pela manhã antes de seguir para o Parque), acabamos pegando o catamarã que saiu apenas às 16:30h.

 

Subimos do Paine Grande até o acampamento Grey com as cargueiras (o plano era dormir depois do Grey, mas como perdemos o catamarã, acabamos chegando no Grey quase às 22h, e não rolou continuar... me parece também que não existe mais esse acampamento depois do Grey – se não me engano era o Los Guardas –, só o Paso, mais 5 horas de caminhada, já bem dentro do “O”).

 

Pegamos muito vento (90km/h) e alguma chuva. A tocada levou cerca de 4 horas, mais que a média, paramos muito para fotografar ao longo do caminho. Detalhe importante: banho quente no Grey apenas até às 21h (se soubessemos disso não tinhamos parado tanto no caminho e teríamos apertado o passo para não perder a ducha quente depois de um dia de chuva e frio). Pagamos por uma estrutura que acabamos não utilizando muito (pelo menos deu para fazer nosso rango dentro da parte abrigada).

 

No dia seguinte, a idéia inicial era pegar a trilha que passa ao lado do Glaciar, rumo ao Los Guardas, mas preferimos ir apenas até o Mirador próximo do Grey e curtir o Glaciar dali mesmo. O tempo estava muito fechado e achamos que não valeria a pena seguir na trilha sem ter um visual mais adiante.

 

Depois de andar bastante pelas trilhas do mirador do Glaciar descemos até o Paine Grande debaixo de muita chuva e vento, fez bastante frio. Já que não rolou dormir depois do Grey como planejado e nem subir mais na trilha rumo à geleira, foi canseira ter subido e descido com as cargueiras, talvez fosse mais negócio ter feito a base no Paine Grande e subido leve.

 

Paramos no Paine Grande, fizemos um lanche rápido e seguimos até o Italiano. Quando estávamos saindo o guardaparque perguntou para onde estávamos indo e já alertou: cuidado com os ventos... não deu outra, ventos de até 80km/h durante parte do caminho.

 

O trajeto do Paine Grande até Italiano foi bem bacana, a chuva deu um tempo (o vento continuou) e o sol até quis aparecer, grande visual, nos deu novo animo.

 

O Italiano é um acampamento básico, sem grande infra (ao contrário do Paine Grande / Los Cuernos / Chileno, que tem boa estrutura, como banheiros, ducha, água quente, etc). Ao menos o Italiano é gratuito. :-) Sobre a preocupação que vi aqui no fórum, de deixar as coisas lá e fazer o Vale Francês, acho que é sussa... é só não deixar nada de bobeira (tipo dinheiro ou um passaporte serelepe exposto na porta da barraca), mas acho que é tranquilo deixar as coisas lá para fazer as trilhas.

 

No dia 07 fomos para o Valle del Francés, rolê muito bacana, o tempo abriu, chegamos até o Mirador Britânico, a trilha depois dele estava fechada pois houve um desmoronamento e a trilha se perdeu. Alguns seguiram adiante mesmo sem trilha, subindo mais 30 minutos, o que eu particularmente não recomendo, pois os guardaparques ficam rodando pelas trilhas o tempo todo para fiscalizar. No caminho cairam até alguns poucos flocos de neve - pena, queriamos ter pego mais frio ali! =) e deu para ver algumas avalanches =D

 

Voltamos para o Italiano e dormimos mais uma noite por lá (uma opção seria ter seguido até Los Cuernos, são só 2 horas e lá tem uma estrutura bem legal – paga, claro... como parte do nosso grupo seguiu a trilha que estava fechada depois do Britânico eles acabaram voltando mais tarde e por isso preferimos pernoitar no Italiano mesmo).

 

No dia seguinte tocamos direto do Italiano até o Chileno, acho que foram 19km, com bastante sol a maior parte do tempo. Fomos pelo “atalho” pois não passamos no Las Torres e o caminho é muito bonito. Esse atalho está sinalizado na trilha e consta no mapa, não tem erro. A parte final, quase na chegada no Chileno, foi o ponto alto do dia... a trilha sobe pra caramba na sua parte final e depois tem um visual fabuloso para descer até o acampamento.

 

Acampamento (pago) com boa infra, banheiros, ducha, área para refeições, coisa fina... tarde/noite de cerveja, vinho e um merecido banho quente!!!

 

No dia seguinte (09) subimos até a base das Torres, a trilha é sussa, tem até bastante movimento (é engraçado ver a galera subindo de calça jeans, bolsa, tênis de passear no shopping, etc, ali tem muita gente que está no hotel Las Torres e vai fazer o rolê até a base... o dia estava lindão, muito sol, mas se o tempo virar, já era, metade se ferra bonito).

 

Nossa idéia era ir também até o Valle Ascêncio/Acampamento Japonês, mas precisa de autorização especial e o guardaparque que estava nas Torres disse que não seria permitido (falei que os guardaparques ficam de rolê pelas trilhas)

 

Voltamos das Torres, desmontamos acampamento e descemos para o Hotel Las Torres. Descida chata pra caramba (odeio descida). Chegamos por volta de 19h, a idéia seria acampar por lá, porém tinha um busão para Puerto Natales em 30 minutos, e no dia seguinte o ônibus seria apenas às 14:00h... se dormíssemos lá teriamos que ficar de bobeira até esse horário e por isso decidimos aproveitar o ônibus e seguir pra PN.

 

Em Puerto Natales deu algum trabalho conseguir hostel para 7 pessoas sem reserva, já era quase 23h quando chegamos lá.

 

Dica: se for ficar em PN uma noite, ao chegar na rodoviária vindo do Parque já compre a passagem para Punta Arenas para o dia seguinte, pois os ônibus lotam rapidinho... nossa idéia era sair de PN até a hora do almoço mas tivemos que esperar até às 17h, acabamos ficando um dia de bobeira por lá (sem muita coisa pra fazer, chovendo à beça) pois quando fomos comprar a passagem (no dia seguinte) o único horário ainda livre era esse.

 

Ficamos um dia em Punta Arenas, rolezinho pelo centro e pela costanera (descobrimos uma cafeteriazinha show de bola lá, um lugar bem estiloso onde aluga bikes e servem uns cafés/chás super bacanas, rolando MPB!) , e no centro hípico ainda estava rolando um festival de cerveja (tipo uma quermesse gigante, com barraquinhas, etc) e deu para divertir um pouco.

 

Rolou de deixar as mochilas o dia todo no hostel onde pernoitamos e a proprietária ainda liberou uma ducha quando fomos buscar as coisas antes de ir para o aeroporto, já à noite. Voamos para Santiago, e o resto é história... Assim que separar as fotos posto o link aqui!

 

abs!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eae, Samuel! Passaram uns perrengues, né? E o duro de grupo é isso. Fica tudo mais complicado (salvo para fechar passeios em grupo...). E vcs ficaram só em barraca ou pegaram refúgios tb?

 

 

Buenas pessoal! Acabei de voltar de TDP, estou separando as fotos mas já rola um pequeno resumo do que rolou.

 

Chegamos em Punta Arenas no dia 04/janeiro e ainda no aeroporto acabamos fechando um transfer até o Parque. Assim, a van acabou nos levando para trocar pesos e fazer as compras de comida que precisávamos no dia seguinte.

 

No dia 05/01 saímos cedo e seguimos até Pudeto, mas perdemos o catamarã do meio dia (estávamos em 7 pessoas e isso às vezes dificultava as coisas, quase sempre demoravamos mais que o necessário para fazer qualquer coisa, como trocar dinheiro ou compras, o que fizemos pela manhã antes de seguir para o Parque), acabamos pegando o catamarã que saiu apenas às 16:30h.

 

Subimos do Paine Grande até o acampamento Grey com as cargueiras (o plano era dormir depois do Grey, mas como perdemos o catamarã, acabamos chegando no Grey quase às 22h, e não rolou continuar... me parece também que não existe mais esse acampamento depois do Grey – se não me engano era o Los Guardas –, só o Paso, mais 5 horas de caminhada, já bem dentro do “O”).

 

Pegamos muito vento (90km/h) e alguma chuva. A tocada levou cerca de 4 horas, mais que a média, paramos muito para fotografar ao longo do caminho. Detalhe importante: banho quente no Grey apenas até às 21h (se soubessemos disso não tinhamos parado tanto no caminho e teríamos apertado o passo para não perder a ducha quente depois de um dia de chuva e frio). Pagamos por uma estrutura que acabamos não utilizando muito (pelo menos deu para fazer nosso rango dentro da parte abrigada).

 

No dia seguinte, a idéia inicial era pegar a trilha que passa ao lado do Glaciar, rumo ao Los Guardas, mas preferimos ir apenas até o Mirador próximo do Grey e curtir o Glaciar dali mesmo. O tempo estava muito fechado e achamos que não valeria a pena seguir na trilha sem ter um visual mais adiante.

 

Depois de andar bastante pelas trilhas do mirador do Glaciar descemos até o Paine Grande debaixo de muita chuva e vento, fez bastante frio. Já que não rolou dormir depois do Grey como planejado e nem subir mais na trilha rumo à geleira, foi canseira ter subido e descido com as cargueiras, talvez fosse mais negócio ter feito a base no Paine Grande e subido leve.

 

Paramos no Paine Grande, fizemos um lanche rápido e seguimos até o Italiano. Quando estávamos saindo o guardaparque perguntou para onde estávamos indo e já alertou: cuidado com os ventos... não deu outra, ventos de até 80km/h durante parte do caminho.

 

O trajeto do Paine Grande até Italiano foi bem bacana, a chuva deu um tempo (o vento continuou) e o sol até quis aparecer, grande visual, nos deu novo animo.

 

O Italiano é um acampamento básico, sem grande infra (ao contrário do Paine Grande / Los Cuernos / Chileno, que tem boa estrutura, como banheiros, ducha, água quente, etc). Ao menos o Italiano é gratuito. :-) Sobre a preocupação que vi aqui no fórum, de deixar as coisas lá e fazer o Vale Francês, acho que é sussa... é só não deixar nada de bobeira (tipo dinheiro ou um passaporte serelepe exposto na porta da barraca), mas acho que é tranquilo deixar as coisas lá para fazer as trilhas.

 

No dia 07 fomos para o Valle del Francés, rolê muito bacana, o tempo abriu, chegamos até o Mirador Britânico, a trilha depois dele estava fechada pois houve um desmoronamento e a trilha se perdeu. Alguns seguiram adiante mesmo sem trilha, subindo mais 30 minutos, o que eu particularmente não recomendo, pois os guardaparques ficam rodando pelas trilhas o tempo todo para fiscalizar. No caminho cairam até alguns poucos flocos de neve - pena, queriamos ter pego mais frio ali! =) e deu para ver algumas avalanches =D

 

Voltamos para o Italiano e dormimos mais uma noite por lá (uma opção seria ter seguido até Los Cuernos, são só 2 horas e lá tem uma estrutura bem legal – paga, claro... como parte do nosso grupo seguiu a trilha que estava fechada depois do Britânico eles acabaram voltando mais tarde e por isso preferimos pernoitar no Italiano mesmo).

 

No dia seguinte tocamos direto do Italiano até o Chileno, acho que foram 19km, com bastante sol a maior parte do tempo. Fomos pelo “atalho” pois não passamos no Las Torres e o caminho é muito bonito. Esse atalho está sinalizado na trilha e consta no mapa, não tem erro. A parte final, quase na chegada no Chileno, foi o ponto alto do dia... a trilha sobe pra caramba na sua parte final e depois tem um visual fabuloso para descer até o acampamento.

 

Acampamento (pago) com boa infra, banheiros, ducha, área para refeições, coisa fina... tarde/noite de cerveja, vinho e um merecido banho quente!!!

 

No dia seguinte (09) subimos até a base das Torres, a trilha é sussa, tem até bastante movimento (é engraçado ver a galera subindo de calça jeans, bolsa, tênis de passear no shopping, etc, ali tem muita gente que está no hotel Las Torres e vai fazer o rolê até a base... o dia estava lindão, muito sol, mas se o tempo virar, já era, metade se ferra bonito).

 

Nossa idéia era ir também até o Valle Ascêncio/Acampamento Japonês, mas precisa de autorização especial e o guardaparque que estava nas Torres disse que não seria permitido (falei que os guardaparques ficam de rolê pelas trilhas)

 

Voltamos das Torres, desmontamos acampamento e descemos para o Hotel Las Torres. Descida chata pra caramba (odeio descida). Chegamos por volta de 19h, a idéia seria acampar por lá, porém tinha um busão para Puerto Natales em 30 minutos, e no dia seguinte o ônibus seria apenas às 14:00h... se dormíssemos lá teriamos que ficar de bobeira até esse horário e por isso decidimos aproveitar o ônibus e seguir pra PN.

 

Em Puerto Natales deu algum trabalho conseguir hostel para 7 pessoas sem reserva, já era quase 23h quando chegamos lá.

 

Dica: se for ficar em PN uma noite, ao chegar na rodoviária vindo do Parque já compre a passagem para Punta Arenas para o dia seguinte, pois os ônibus lotam rapidinho... nossa idéia era sair de PN até a hora do almoço mas tivemos que esperar até às 17h, acabamos ficando um dia de bobeira por lá (sem muita coisa pra fazer, chovendo à beça) pois quando fomos comprar a passagem (no dia seguinte) o único horário ainda livre era esse.

 

Ficamos um dia em Punta Arenas, rolezinho pelo centro e pela costanera (descobrimos uma cafeteriazinha show de bola lá, um lugar bem estiloso onde aluga bikes e servem uns cafés/chás super bacanas, rolando MPB!) , e no centro hípico ainda estava rolando um festival de cerveja (tipo uma quermesse gigante, com barraquinhas, etc) e deu para divertir um pouco.

 

Rolou de deixar as mochilas o dia todo no hostel onde pernoitamos e a proprietária ainda liberou uma ducha quando fomos buscar as coisas antes de ir para o aeroporto, já à noite. Voamos para Santiago, e o resto é história... Assim que separar as fotos posto o link aqui!

 

abs!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eae, Samuel! Passaram uns perrengues, né? E o duro de grupo é isso. Fica tudo mais complicado (salvo para fechar passeios em grupo...). E vcs ficaram só em barraca ou pegaram refúgios tb?

 

Perrengue de leve, faz parte! :-)

 

Nós ficamos apenas nos campings, com nossas barracas (aí entra a vantagem de um grupo grande, levamos mais coisas mas pudemos dividir toda a comida e equipamento entre mais pessoas).

 

abs!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...