Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Feriadão na Floresta Amazônica - Manaus e Iranduba


Posts Recomendados

  • Membros

A Amazônia é a região do Brasil menos conhecida pelos Brasileiros. As duas portas de entrada para a maior floresta do mundo são Manaus e Belém e a maioria dos turistas que encontramos lá são americanos e europeus.

 

Viajamos São Paulo/ Manaus em um vôo diurno da Gol que levou 5h. Saímos de São Paulo às 10h e chegamos no aeroporto Eduardo Gomes às 13h30. Em Manaus há fuso horário de menos 2h em relação a São Paulo.

 

Aproveitamos o feriado de Corpus Christie (4 dias) e foi o tempo ideal para curtir a natureza e todos os passeios que há por lá.

 

O ponto principal a ser considerado em uma viagem à floresta é a epoca do ano em que se vai. Como no Amazonas faz muito calor, não há 4 estações como no Sudeste. Há duas estações: a da cheia e a da seca. A da seca é a alta temporada e vai de Agosto a Dezembro. O calor é bem forte, na faixa dos 42 graus ::mmm: e os passeios são mais lotados. Nós fomos em Junho que é o final da época de cheias, o calor é mais amenos (cerca de 30 graus), e o nível do rio está bem alto. Nós adoramos! Saímos de SP de baixo de chuva e frio e chegamos lá com o céu super aberto e um calor delicioso. Pegamos a segunda maior cheia da história e foi muito bom.

 

Nossa idéia era passar todos os dias em um Hotel de Selva e no último dia passear em Manaus. Fechamos tudo de São Paulo com o Tariri Amazon Lodge http://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g793795-d1755022-Reviews-Tariri_Amazon_Lodge-Amazon_River_State_of_Amazonas.html com a Mabel - [email protected]

 

Fechamos a estadia (com pensão completa), os passeios e o transfer e depois que chegamos foi só comer e relaxar. Assim que chegamos no aeroporto, o motorista Allan nos levou até o pier onde se pega o barco para o Hotel de Selva. São 1h30min de carro e mais 2h de barco. O passeio de barco é maravilhoso e até então não imaginava que a Amazônia era tão linda. O hotel fica no município de Iranduba.

 

20120708190912.jpg

 

20120708191337.jpg

 

Assim que chegamos às 16h, conhecemos a Fabíola, que junto com o marido Germano, construíram e cuidam do hotel. Eles são muito atenciosos e simpáticos e fazem de tudo para agradar. Na recepção é oferecido suco de cupuaçu feito pela própria Fabíola. Aliás é ela mesma que faz, junto com a sogra todas as refeições do hotel e a comida delas é simplesmente deliciosa. Típica da região com peixes amazônicos fresquinhos, sucos de frutas típicas, tapioca, castanhas da amazônias, uma infinidade de delícias...

 

20120708195050.jpg

 

20120708210706.jpg

 

20120708195328.jpg

 

Ficamos o resto do dia descansando na rede do nosso bangalô, jantamos Tambaqui assado na folha de bananeira e ficamos conversando com o Germano e ouvindo suas histórias. Ele foi guia de um grande hotel da região por 10 anos e com as dicas dos turistas construiu exatamente o que eles buscavam: um hotel rústico, a beira do Rio Negro (que devido ao alto PH da água espanta os mosquitos), familiar, com poucos hóspedes e comida típica. Todos os passeios são feitos com o Germano que além de conhecer muito bem a região, faz parcerias com a comunidade e os passeios se tornam ainda mais autêncticos.

 

Os passeios que podem ser feitos por lá são:

 

1- Encontro das Águas (deve ser fechado com antecedência, pois faz-se no dia da ida ou da volta do Hotel) - este passeio é extra e não está incluído no pacote como os outros. Achei o valor alto R$250,00 por pessoa e então decidimos não fazer.

2- Caminhada na Selva

3- Pescaria de Piranhas

4- focagem de Jacaré

5- Nado com os botos cor de rosa (este passeio também é opcional - R$100,00 por pessoas, mas vale cada centavo)

6- Tree Climbing (este também é extra, mas não tenho valor - verificar com a Mabel ou diretamente no Ariaú)

 

O valor de tudo: passagem aérea + transfer hotel selva (ida e volta) + hospedagem + passeios (inclusive o extra - boto rosa) + pensão completa + bebidas extras e lembranças saiu +/- R$1.500,00 por pessoa.

 

Na manhã seguinte, após um farto café, começamos o dia com uma caminhada na mata. Germano nos ensinou como sobreviver na selva, como tirar vitaminas das raízes das árvores, onde encontrar as larvas dos coquinhos, a se comunicar através da samauma, a voar de cipó, experimentamos a goma do chiclete direto da árvore entre outros.

 

20120708201912.jpg

 

À tarde fomos pescar piranhas nos Igarapós. A pesca é feita de canoa, com varas de bambu e como isca, pedaços de frango. O Germano pescou uma piranha vermelha, uma das mais perigosas.

 

20120708201417.jpg

 

Em seguida partimos para a focagem de jacarés. Saímos bem à noite somente sob a luz de um farolete bem forte. Os olhos dos jacarés brilham com a projeção de luz. Chiquinho, o caçador de jacarés, ao avistar o filhote, atira-se na água e o traz a bordo. Germano explica a anatomia do animal e conta curiosidades sobre o bicho. Depois que ele se acalma é possível segurá-lo e tirar fotos com ele.

 

20120708201242.jpg

 

No terceiro dia fizemos o nado com os golfinhos. Imperdível!

 

20120708203503.jpg

 

Depois disso ficamos descansando no nosso bagalô até a hora do barco nos levar para Manaus (16h). Assim que partimos, o casal que conhecemos lá, foi fazer o Tree Climbing no Ariaú. O Germano agenda o passeio, leva e vai buscar. Eles adoraram, mas disseram que é necessário ter preparo físico.

 

20120708204422.jpg

 

Em Manaus conhecemos o Teatro Amazonas e experimentamos o Tacacá da Gisela. Outros lugares legais para quem tiver mais tempo é o Mercado Municipal, o Shopping Manauara e o restaurante 'O Banzeiro'. Não deixe de experimetar os sorvetes da Glacial - tem no Shopping Manaura e no Aeroporto. São deliciosos e o sabores são de frutas típicas da região.

 

20120708205316.jpg

 

20120708205730.jpg

 

20120708205830.jpg

Link para o post
  • Colaboradores

Um dos poucos destinos nacionais que considero prioridade para conhecer. Na verdade é meio que uma obrigação moral, afinal a floresta amazônica é algo tão icônico do Brasil e como vc disse, um destino turístico pouco valorizado pelos brasileiros.

 

As fotos estão bem bacanas. Parabéns!

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...