Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Relato: Londres (set/2011) com fotos


Posts Recomendados

  • Membros

Pessoal, fiz uma série de posts sobre Londres no meu blog http://www.vanmachado.com com relato da viagem e fotos, então adaptarei o relato para o Mochileiros e colocarei aqui agora, porém com menos fotos, pois são muitas. Assim que der tempo farei o de Paris, que fui logo em seguida. No total, passei 5 dias em Londres e 4 em Paris.

O relato está longo, espero que tenham saco pra ler (rs).

 

Londres

 

Dia 1

Quem quiser o post do Dia 1 com todas as fotos no meu blog, clique aqui:

http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/05/londres-parte-1-chegando.html.

 

Era uma das cidades do mundo que eu mais queria conhecer, não apenas pela beleza e atrações, mas também por causa da música - muitas das minhas bandas e cantores favoritos são ingleses, então sempre tive grande atração pelo lugar. ;)

 

Sou muito organizada e já tinha preparado documentação, roteiros, mapas, checklist pra não esquecer nenhum item e tudo mais... por isso não esperava passar por uma preocupação já na Polícia Federal antes de embarcar: não tinha levado a certidão de nascimento da minha filha (na minha cabeça, apenas o passaporte seria suficiente, porém o passaporte novo não possui "filiação" para comprovar que somos pais dela). Sorte que eu tinha o documento digitalizado em meu e-mail e chequei ali na frente da oficial, além de termos nós 3 (eu, ela e meu marido), sobrenomes idênticos.

 

Aliás, aqui vai a primeira dica para quando se viaja pra fora do país: digitalizar todos os seus documentos e deixar numa pasta virtual (pode ser seu e-mail), pois caso algo aconteça fora do país, como perder o passaporte, essa medida te ajuda no consulado. Digitalizei todos os documentos necessários pra tirar o passaporte, mais o próprio passaporte, cópia das reservas e vouchers. Também enviei para meu e-mail todos os endereços úteis (embaixada, hotel, Seguro Saúde, Agência, CIA aérea, etc).

 

Outras dicas:

- colocar nome na bagagem, inclusive DENTRO da mala. Dentro da mala, coloco também o destino e número do vôo. Usar cadeado;

- na mala de mão, levar uma ou duas trocas de roupa caso a mala seja extraviada;

- eu sempre misturo nas malas roupas minhas, do meu marido e da minha filha... assim, se uma bagagem for extraviada, cada mala tem roupas de todos para ir "quebrando o galho" até que a mala seja encontrada ou alguma solução seja dada;

- não ir com muitos itens metálicos (cintos, pulseiras, etc) para facilitar o check-in;

- não é possível comprar remédios sem receita médica por lá, então é bom levar de casa os remédios que costuma tomar (dor de cabeça, cólica, relaxante muscular, xarope, etc), com uma receita junto. Eu pedi pro meu gastro e pro pediatra da minha filha fazer essa receita e levei tudo na bagagem que foi despachada;

- há restrição de quantidade de líquido que se pode levar na bagagem de mão: recipientes com até 100ml de capacidade. Outras dicas sobre limitações no site do aeroporto.

 

Escolhemos um vôo noturno da TAM, sem escalas, pois eu e meu marido achamos que seria o melhor para nossa filha de então 5 anos, a Helena. E realmente foi uma escolha acertada: pouco tempo depois de entrarmos no avião, o jantar foi servido, ela assistiu um filme e acabou dormindo até a manhã seguinte, quando o café da manhã foi servido. As 12 horas de vôo foram bem cansativas pra mim e para meu marido, pois a Helena muitas vezes deitava em nosso colo, então não foi nada confortável. rs Nos distraímos assistindo algumas séries e filmes para o tempo passar. :)

 

Ida+para+Londres+16-09-2011+047+chegada+em+Londres-2.jpg

Aeroporto de Heathrow: enorme!

 

Chegamos em Londres por volta da hora do almoço (mas ainda estávamos no fuso horário brasileiro, onde ainda era de manhã). Na fila da imigração, batia o medo de ser mandado de volta para o Brasil. :P Para quem não sabe, não é necessário visto antecipado para conhecer a Europa, porém há uma entrevista na imigração na entrada do país e, se desconfiarem que você esteja indo pra ficar, podem te mandar de volta. Levamos documentos que comprovavam nosso vínculo com o Brasil (cópia de documentos da casa, do trabalho do meu marido, etc). O agente da imigração fez apenas duas perguntas:

- Qual o motivo da sua viagem?

- Quantos dias ficará em Londres?

Respondidas, carimbou nosso passaporte e "Welcome to London". :)

Saímos dali aliviados, pois mesmo sabendo que estávamos a turismo, o medo sempre bate. :P

 

Decidimos ir de metrô para o nosso hotel, no bairro de Hounslow Central, pois há uma estação de metrô dentro do aeroporto e uma em frente ao nosso hotel, e também não estávamos carregando muitas malas - apenas 2, no total.

 

Na própria estação do aeroporto (Heathrow) compramos um "Oyster Card", um cartão que você carrega com o valor desejado e vai usando em suas viagens - como o "bilhete único", que usamos aqui em São Paulo. Compensa muuuito esse Oyster Card, pois as passagens avulsas são muito caras em Londres. Você paga um depósito de 3 libras pelo cartão, que é devolvido se você devolver seu cartão quando for embora de Londres.

AQUI você encontra encontra mais informações sobre o Oyster Card: http://www.londresparaprincipiantes.com/?p=457

 

Londres+16-09-2011+007+metr%25C3%25B4.jpg

Estação Heathrow

 

A estação do aeroporto (Heathrow) era um tanto feia, mas logo isso perdeu a importância quando lembrei de como o metrô londrino é eficiente e cobre tão bem a cidade com tantas linhas e estações [mapa aqui: https://lh6.googleusercontent.com/-1gWVoFg_Ado/T72bHV4XVdI/AAAAAAAAFIs/JHrgRDeY5fk/s1280/metro-londres.jpg].

Nosso hotel ficava perto, apenas 3 estações dali - porém, longe do centro, uns 35 minutos, mas falarei disso depois.

 

Londres+17-09-2011+037+Days+Hotel+Hounslow-2.jpg

Ficamos hospedados no "Days Hotel Hounslow" e simplesmente adorei!

Meu relato sobre o hotel no Trip Advisor: http://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g528813-d1159007-r139493191-Days_Hotel_Hounslow_Heathrow_East-Hounslow_Middlesex_England.html#CHECK_RATES_CONT

 

Quarto amplo, banheiro idem, tudo muito limpo e confortável, com funcionários simpáticos e eficientes, sempre dispostos a ajudar. Pelo hotel em si, super recomendo. Fica perto do metrô (100 metros da estação Hounslow Central) e perto dos principais pontos da região, embora o bairro não tenha muita coisas (ponto negativo, rs).

O restaurante onde era servido o café da manhã era muito agradável, com teto de vidro que deixava o ambiente claro e interessante.

 

Londres+17-09-2011+035+Days+Hotel+Hounslow.jpg

Área do bar

Ao lado do restaurante, um bar, com as mesmas paredes e teto de vidro, permitindo olhar o movimento da rua e trazendo iluminação natural para o ambiente. Bem aconchegante.

Falarei mais sobre o café da manhã no próximo post, com mais fotos.

 

Levei um adaptador de tomadas universal, mas não funcionou.

No hotel eles emprestam um, mediante pagamento de um depósito, que é devolvido quando você devolve o adaptador. O primeiro que peguei não funcionou. rs

Como logo em seguida fui conhecer o bairro e passei por uma "loja de 1 libra" (a "Poundland", maravilhosa, já contarei sobre isso), preferi comprar um adaptador lá e devolver o do hotel.

 

Londres+16-09-2011+016+Hounslow.jpg

High Street

 

O passeio pelo bairro foi básico, não fomos para muitos lugares, mas direto à "High Street", o calçadão de lá, com várias lojas e alguns lugares para comer. Impossível não reparar como no bairro praticamente só há indianos e turcos. Os funcionários do nosso hotel também eram indianos.

No caminho, ainda não habituados à mão esquerda para os carros, estranhávamos muito... a impressão que dá é que vem carro da esquerda, da direita, de cima e de baixo. kkkk Exageros à parte, é muito esquisito e dá uma certa insegurança ao atravessar a rua - e foi assim até o dia de ir embora.

Minha filha bateu o olho no Mc Donald's e quis experimentar (queria o brinquedo do Mc Lanche Feliz de lá, rs), então decidimos ir, até porque os restaurantes propriamente ditos no bairro não nos agradaram muito (o que pressenti que seria um problema para os próximos dias, rs).

 

Meu marido pediu o de sempre (Big Mac, rs), minha filha também (Mc Lanche Feliz) e eu, como sempre, querendo experimentar. Pedi um wrap, que era grande, ao contrário do que imaginei, e matou minha fome.

Como grande viciada em batatas, quis experimentar uma diferente também, então pedi "wedges", fritas mais grossas e com um molhinho que adorei. :)

 

Continuamos nossa caminhada pela High Street, observando que havia ali algumas lojas que me interessariam bastante pra visitar um outro dia: Primark (conhecida por ter roupas com preços bem em conta), Superdrugs, Boots (perfumarias enormes, com lojas espalhadas por toda a cidade), TK Maxx, um shopping pequeno com lojas como a Claire's, mercados... o que eu não sabia é que não teríamos tempo de visitar essa rua novamente em outro dia, pois nessa época do ano (setembro) tudo fecha cedo por lá: por volta das 18h. Em todos os dias seguintes íamos pro centro e sempre voltávamos depois desse horário. :( Apenas no penúltimo dia em Londres que chegamos perto das 18h e ainda conseguimos entrar na Primark, onde comprei jaquetas bem quentinhas e boas pra minha filha (e que custaram super baratas). A loja fechou e ainda estávamos lá dentro, porém já foram avisando quem ainda estava por lá que fechariam, então tivemos que nos apressar e não vimos nem metade da loja. :(

 

Uma das lojas que fomos no primeiro dia foi a Poundland, onde tudo custa uma libra e tinha muitas coisas legais. É muito amor! ♥ Comprei muitas coisas lá e parece que não comprei o suficiente. rs

 

Peguei adaptador de tomada, cachecol (super bonitinho!) pra minha filha, muitos doces e guloseimas, artigos básicos de higiene como shampoo e pasta de dente pra usar na viagem (acaba saindo mais barato que no Brasil, e sempre de marcas conceituadas, nada de "genéricos"), fôrmas de silicone para cupcakes, cortadores fofos de biscoitos, artigos de papelaria pra distrair minha filha (livros de pintura, lápis de cor e outros), etc. Me arrependi depois de não ter comprado mais coisas, rs. Até um pacotão de Kit Kat custava uma libra lá (em nenhum lugar encontrei por esse preço depois!).

 

Londres+17-09-2011+051+Hounslow-2.jpg

Estação do metrô "Hounslow Central"

 

Voltamos para o hotel e nos preparamos para ir para o centro. No primeiro dia, os 35 minutos de metrô do hotel ao centro não incomodaram, ainda mais pra quem está acostumado a andar de metrô em São Paulo... nos dias seguintes, essa distância se tornou cansativa e, talvez apenas por isso, não me hospedaria no Days Hotel novamente quando voltar a Londres. O custo benefício é excelente: um hotel do mesmo nível no centro sairia bem mais caro, então achei que valia a pena ficar um pouco mais longe, mas com fácil acesso ao metrô, mas realmente cansou um pouco nos dias seguintes. Talvez sem criança esse percurso seja mais tranquilo, mas não era nosso caso.

 

Londres+17-09-2011+058+Hounslow.jpg

 

O metrô em Londres não é dos mais baratos, dependendo do horário que você pega (há diferenças nas tarifas de acordo com o horário) e da zona que você visita. No próprio aeroporto, quando chegamos, pedimos um cartão no metrô, que você recarrega com o valor desejado.

Brinco dizendo que as catracas (foto ao lado) são "violentas"... elas abrem quando você encosta seu cartão e você tem que passar rapidinho, pois elas fecham em cima de você com força. rs Pense bem antes de passar com suas malas por ali. :D

 

Chegamos no centro já à noite, pois eu queria fotografar alguns lugares iluminados e não sabia se teria essa oportunidade nos próximos dias: pela distância do hotel, nossa intenção era irmos de manhã pro centro, visitarmos tudo o que quiséssemos e voltarmos no final da tarde/início da noite.

 

No metrô (lá chamado de "underground" ou "the tube"), todos os dias era aquela mistura de nacionalidades: você vira pra esquerda, estão falando italiano (e quantos italianos!); pra direita, japonês; pra frente, alemão... era sempre assim.

Para quem está acostumado ao metrô de São Paulo, o de Londres não tem aparência tão moderna, mas é preciso respeitar sua história e lembrar que foi um dos primeiros sistemas de metrô do mundo, além da pontualidade excepcional (em algumas estações, há indicação de horário de chegada do próximo trem, sempre com minutos exatos). O número de linhas e o quanto o metrô abrange a cidade é algo notável também!

A cidade é dividida em zonas de 1 a 6, sendo 1 a zona central e 6 a mais afastada do centro. Passagens entre as zonas mais centrais (1 e 2), onde se concentra a maior parte dos pontos turísticos, são mais caras.

 

Dica: no metrô de Londres, é preciso passar seu bilhete tanto na entrada da estação, quanto na saída, para que seja calculada a distância que você percorreu (e as zonas). Se você não passar na saída, será cobrado o valor máximo!

 

Londres+16-09-2011+034+Piccadilly+Circus.jpg

Piccadilly Circus

 

Descemos na estação "Piccadilly Circus", um dos pontos mais conhecidos de Londres, onde o pessoal jovem se reúne pra bater papo e sair pra balada.

É uma "esquina", que é ponto de partida pra muitos outros lugares... é uma delícia "se perder" naquela direção e caminhar sem destino.

 

O encanto vinha em cada esquina, em cada pub que víamos, no charme das construções antigas, na primeira cabine telefonica vermelha vista (pode parecer algo besta, mas é algo que você, estando pela primeira vez em Londres, quer ver, rs). Em cada esquina, eu pensava "Não acredito que estou aqui!".

 

Londres+17-09-2011+581+St+Paul%2527s+Churchyard.jpg

Tradicional "black cab"

 

Taxi não é a melhor opção pra passear pela cidade, não pela qualidade, mas pelo preço - eles não são baratos (pode-se estimar o valor de sua corrida nesse site: http://www.worldtaximeter.com/london). Uma corrida, por exemplo, do aeroporto ao centro da cidade, fica em quase 100 libras. Os famosos taxis pretos são excelentes, seguros e com os motoristas mais treinados do mundo - eles conhecem a cidade como a palma da mão e passam por um árduo treinamento, que dura de 2 a 4 anos! Nesse treinamento, eles aprendem sobre todas as ruas, local de todos os teatros e atrações turísticas, numeração das casas, ordem dos prédios, rotas alternativas, além do treinamento como motorista propriamente dito. É uma profissão muito respeitada e concorrida por lá. E não pense que, pelo preço, é fácil pegar um taxi: eles são bem concorridos e vivem cheios. Os motoristas são cautelosos quanto a quem vão levar (não abrem a porta sem que você diga antes seu destino e, se ele não puder ou quiser dirigir naquela direção, não te aceitará como passageiro!).

 

Como opção mais barata, há os mini-cabs: são carros normais, de qualquer marca e modelo, sem taximetro (o valor é combinado antes), cujos motoristas são registrados, mas só não podem pegar passageiros na rua... apenas com pré-reserva em local combinado. Porém, cuidado com quem irá contratar. Seu hotel provavalmente tem uma lista de telefones de mini-cabs confiáveis pra te passar.

 

Pedindo informações, víamos que encontrávamos poucos londrinos e muitos turistas. De modo geral, as pessoas mais idosas adoram dar informações, são super educadas e explicam detalhadamente, além de geralmente conhecerem bem a cidade.

 

Londres+16-09-2011+097+Admiralty+Arch.jpg

Admiralty Arch à noite

 

As pessoas em Londres andam muito rápido (e olha que sou paulistana e apressada! rs), por isso passam o dia pedindo licença e se desculpando por eventuais esbarrões. A palavra que mais ouvi em meus dias em Londres foi "Sorry!",. No metrô, nem ouse ficar à esquerda ao subir escadas rolantes, a não ser que queira levar uma bronca. rs

 

Caminhamos por alguns pontos conhecidos como Admiralty Arch, Trafalgar Square, ouvimos as badaladas do Big Ben - que vimos de longe, até chegarmos à beira do Rio Tâmisa, de onde tivemos uma vista lindíssima da London Eye iluminada (que era um dos lugares que eu queria muito fotografar à noite). Não levei meu tripé, mas consegui tirar umas fotos que gostei muito.

 

Londres+16-09-2011+117+London+Eye+%25C3%25A0+noite-2.jpg

London Eye/Rio Tâmisa

 

A vista era simplesmente linda e ficamos um tempinho ali, apenas contemplando aquele visual.

Caminhamos um pouco mais até uma estação de metrô, comemos no caminho e partimos de volta para o nosso bairro, cansados, mas felizes.

 

Londres+16-09-2011+190+Hounslow+-+mercado+ASDA+24+horas.jpg

 

Chegando no hotel, resolvemos passar ali perto (2 quadras) no mercado Asda, que é do grupo Walmart e é 24 horas. "Abastecemos" com guloseimas, salgadinhos, sucos de caixinha... essas coisas que sempre gostamos de ter no hotel pra "beliscar" à noite. E quem tem criança sabe que é algo necessário, até pra ter na bolsa quando se sai para passeios. :D

 

Finalmente descansamos para enfrentar a "maratona" de passeios do próximo dia. :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Dia 2

O post do Dia 2 com todas as fotos no meu blog: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/05/londres-parte-2-passeio-pelos.html

 

Segundo dia em Londres. Acordamos dispostos após uma noite bem dormida (minha preocupação era com o barulho, já que, no bairro, há muitos aviões

voando "baixo", devido à proximidade do aeroporto - porém foi bem tranquilo, silencioso e com a cama muito confortável).

 

Londres+17-09-2011+001+caf%25C3%25A9+da+manh%25C3%25A3+no+Days+Hotel+Hounslow.jpg

Minha filha tomando café da manhã

 

Tomamos café da manhã no hotel, que possuia boas opções de chá, suco, leite, cereais, queijos, salada de frutas, iogurtes, geléias, pães, muffins... o básico, mas tudo bem satisfatório e gostoso.

Pra quem curte, há a opção do "English Breakfast", com pratos quentes (linguiça, feijão, bacon, etc). Logo de manhã... eca, não é pra mim. rs

 

Londres+17-09-2011+023+caf%25C3%25A9+da+manh%25C3%25A3+no+Days+Hotel+Hounslow.jpg

Opções do English Breakfast

 

Andamos até o metrô tirando mais algumas fotos do bairro pelo curto caminho.

 

Londres+17-09-2011+048+Hounslow-2.jpg

Construção típica de Hounslow

 

Novamente seguimos até a estação Piccadilly Circus para, de lá, seguir com nosso roteiro.

 

Londres+17-09-2011+079+Piccadilly+Circus.jpg

Piccadilly Circus durante o dia

 

Londres+17-09-2011+095+Piccadilly+Circus-2.jpg

Uma das entradas do metrô, estação Piccadilly Circus

 

Originalmente, eu tinha feito um roteiro para o dia, que incluía bastante caminhada e metrô, porém uma amiga que estava morando em Londres na época e também tem filhos, me recomendou pegar um dos ônibus de turismo sobe-e-desce (hop-on, hop-off), pois as estações de metrô em Londres são gigantescas e demora-se demais pra fazer baldeação de uma linha pra outra. Foi o melhor conselho que recebi para a viagem (obrigada, Lalisa!), pois realmente teria sido muito cansativo, especialmente para minha filha.

 

Entramos na Cool Britannia, loja de souvenirs (não comprei nenhum aqui... por ser bem central, é também uma loja cara) para comprar nosso ticket para um desses ônibus. Eles passam por vários pontos turísticos e você sobe/desce onde quer, quantas vezes quiser durante 24 horas. Eles passam a cada 15 ou 20 minutos, então você fica quanto tempo quiser em cada ponto turístico e depois vai para um dos pontos de parada, onde logo vem um ônibus. Note que há algumas rotas diferentes mesmo dentro da mesma empresa, elas geralmente se diferenciam pela cor que consta na frente do ônibus.

Há o Big Bus Tours e o The Original Tour, ambos são ótimos.

 

Começamos nosso passeio com um vento danado (como venta nessa cidade! O frio de 10º não incomodava, mas o vento sim!)... mas pelo menos não chovia. Ainda. :)

Alguns lugares nós já tínhamos visto no dia anterior à noite, por isso não descemos, mas faríamos isso mais tarde se sobrasse tempo e desse vontade.

 

Londres+17-09-2011+118+Trafalgar+Square.jpg

Trafalgar Square, que abriga também a Galeria Nacional

 

Londres+17-09-2011+120+Trafalgar+Square.jpg

Admiralty Arch

 

Londres+17-09-2011+137+Big+Ben-2.jpg

Estátua na Westminster Bridge

 

Nesse momento, olhei pra minha direita e vi o Parlamento Britânico/Palácio de Westminster... foi a primeira vez que fiquei com os olhos marejados na viagem Ele é muito mais lindo do que nas fotos que eu já tinha visto de lá, muito maior e detalhado do que eu imaginava. Não desci lá, pois queria ir em outra hora com mais calma.

 

Londres+17-09-2011+138+Big+Ben.jpg

Parlamento (Palácio de Westminster)

 

Descemos próximo à Tower of London, tão famosa em Londres e de onde se tem uma bonita vista da cidade e do Rio Tâmisa. Quem quiser ir de metrô pra lá ao invés desses ônibus de turismo, a estação mais próxima é "Tower Hill".

 

Tirei foto de todos os ângulos possíveis... a vista é mesmo muito bonita.

 

Londres+17-09-2011+319+Tower+Bridge.jpg

Tower Bridge

 

Queria ter tirado também fotos noturnas de lá, pois fica muito bonita iluminada à noite, mas não foi possível. :(

 

Junto à Tower Bridge, há a Tower of London, castelo construído em 1066, primeiro usado como residência real, depois usado como prisão para pessoas consideradas infiéis. Pode-se visitar por dentro (18 libras adulto, criança paga meia), se quiser.

 

Londres+17-09-2011+152+Tower+of+London.jpg

Tower of London

 

Depois de passarmos um tempo curtindo o lugar, pegamos novamente nosso ônibus para continuar o passeio.

A próxima parada foi na London Eye. Quando descemos do ônibus, começou a chover e entramos rapidamente na primeira lanchonete que encontramos, bem próxima à roda gigante.

 

Como a fome já estava batendo, aproveitamos pra comer um lanche ali mesmo, pois não sabíamos que horas pararia a chuva e teríamos a chance de procurar outro lugar pra comer.

Eu comi algum lanche em baguete que agora não lembro qual era, minha filha também, meu marido pediu um hot dog, que era basicamente pão, salsicha e ketchup. Achei muito sem graça e não curti o gosto da salsicha. Meu marido e minha filha gostaram.

Minha filha é apaixonada por frutas e quis uma sobremesa que era morango no fundo, chantilly e um bastão de chocolate. Era boazinha, nada de outro mundo. (fotos no blog)

 

Fiquei na janela tirando algumas fotos pelo vidro (na verdade, torci para chover pelo menos uma vez em Londres, eu queria ver o charme da cidade sob a chuva e fotografar um pouco), enquanto esperávamos a chuva passar, o que não demorou.

 

As pessoas em Londres não deixam de fazer nada por causa da chuva, Londres não pára nunca. A chuva lá é algo tranquilo e geralmente vai embora rapidinho.

 

Londres+17-09-2011+435+esperando+a+chuva+passar+na+lanchonete.jpg

O charme de Londres continua mesmo sob chuva

 

Londres+17-09-2011+468+Big+Ben_.jpg

O Parlamento depois que a chuva parou

 

Após o fim da chuva, decidimos fazer o passeio na London Eye. Compramos o ticket combinado (combo) para o museu de cera, que visitaríamos no dia seguinte.

 

Antes de pegar a fila para a roda-gigante, nos informaram que tínhamos direito à "Experiência 4D": você fica em pé numa sala, com óculos 3D e passam um filme na tela com diversos lugares de Londres (especialmente a London Eye), com diversos efeitos... respingos, simulação de flocos de neve, imagens em 3D realmente incríveis. Lindo e emocionante, parece que você está fazendo um passeio de helicóptero por Londres.

 

Londres+17-09-2011+523+London+Eye.jpg

 

A fila para a London Eye estava grande, mas andava rapidamente. Para quem não sabe, a roda-gigante não para nunca... ela apenas se move bem devagar e, mesmo pra você entrar nela, tudo é feito com ela em movimento. Uma turma fica em frente a uma das cabines e, quando ela passa na sua frente, os funcionários te mandam entrar rapidinho. A capacidade de cada cabine é de até 25 pessoas. Ela é bem ampla e tem um banquinho no meio, para quem quiser descansar durante a meia hora que dura a volta completa.

Lá do alto, é possível ter uma linda vista da cidade. É melhor num dia de sol, mas mesmo tendo chovido pouco antes (e ainda estar chuviscando um pouco), foi possível ter uma bela visão de tudo.

 

É possível reservar a cabine para passeios particulares (como para celebrar seu casamento lá, por exemplo), basta consultar o site deles.

 

Londres+17-09-2011+528+London+Eye.jpg

Vista da London Eye

 

Terminado o lindo passeio, pegamos novamente nosso ônibus e descemos na St. Paul's Cathedral.

Ela é linda por dentro, porém, não é permitido fotografar.

 

Londres+17-09-2011+591+St+Paul%2527s+Churchyard.jpg

Mais fotos no blog

 

Já cansados, voltamos para o hotel, com a intenção de jantar no Yates do nosso bairro, Hounslow. O "Yates" é um pub que funciona também como restaurante e, em Hounslow, foi a única opção de restaurante que me atraiu.

 

Londres+16-09-2011+025+Hounslow-2.jpg

Lateral do Yates e aviões sempre sobrevoando Hounslow

 

Porém, chegando lá, uma decepção: minha filha não podia entrar, por ser lá um pub. Pensei que, por ser mais cedo, por lá servir também como restaurante e ela estar acompanhada pelos pais, não seria um problema... mas dois seguranças "guarda-roupa" interromperam educadamente nossa entrada logo na porta de entrada.

Rodamos um pouco o bairro (com um certo receio, confesso, pois estava tudo muito deserto!) por ruas que ainda não tínhamos ido, tentando encontrar um bom restaurante, porém nada nos chamou a atenção. :(

Passamos por um carro policial andando devagar pela High Street (calçadão) e pedimos indicações para eles, que nos informaram que por ali seria difícil... que o ideal seria pegar o metrô e descer depois de umas duas estações, se não me engano, na Osterley.

Resolvemos voltar para o hotel e experimentar o restaurante de lá. Se eu soubesse que a comida seria tão boa, nem teria rodado tanto em busca de um restaurante. :)

 

Londres+17-09-2011+608+Jantar+no+Days+Hotel+Hounslow.jpg

Restaurante do Days Hotel Hounslow

 

Fomos super bem atendidos e nossos pratos vieram bem caprichados, bem como as bebidas. Acabamos comendo lá em quase todas as noites. rs

 

A tristeza do dia foi perceber, apenas quando fui tirar tudo da minha bolsa e ajeitar para o dia seguinte, que eu havia perdido minha bolsinha com 350 libras (eu tinha levado pois pretendia fazer umas comprinhas nesse dia) e um dos meus cartões de crédito. :(

Falamos via Skype com a American Express e foi fácil o cancelamento, e também nos informaram que não constava nenhum gasto com ele durante o dia (na época, bastava assinatura para usar, ele não tinha chip, nem senha... hoje tem). Fiquei bem chateada por perder dinheiro (equivalente a uns mil reais), mas me consolei pensando que poderia ter sido um documento mais importante. :/

Não sei se realmente perdi ou fui furtada (pois marquei bobeira com minha bolsa - aberta nas laterais - na lanchonete perto da London Eye, quando estava fotografando a chuva), mas eu ainda acredito que eu tenha realmente perdido, pois eu toda hora abria e fechava a bolsa para guardar a câmera, pegar mapa do ônibus e tudo mais. Numa dessas horas em que fui pegar algo, minha bolsinha deve ter caído. Enfim, nos próximos dias fiquei mais esperta e passei a usar uma bolsa mais fechada. :(

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 3

O post do Dia 3 com todas as fotos no meu blog: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/06/londres-parte-03-varios-passeios-num-so.html

 

Terceiro dia em Londres. Após o café da manhã, saímos animados pois hoje faríamos muitas coisas legais.

 

O primeiro destino era a Abbey Road (rua eternizada pelos Beatles, após posarem atravessando essa rua para a capa de seu álbum - que leva o nome da rua, em 1969) e, para isso, fomos de metrô para o charmoso bairro de St. John's Wood (descemos na estação de mesmo nome).

 

Assim que saímos para a rua, fui pedir informações sobre a direção da famosa rua, mas nem precisei terminar a frase: o simpático senhor logo perguntou "Querem ir para a Abbey Road, não é?" Ri respondendo que sim e ele me apontou a direção, dizendo que estávamos perto (apenas 3 quarteirões de lá).

 

Caminhamos lentamente, tentando prolongar aquela sensação maravilhosa de estarmos tão perto desse lugar tão "mágico". Observamos o bairro tão calmo e charmoso, as pessoas andando por lá, os bonitos carros estacionados, as casas...

 

Londres+18-09-2011+023+Abbey+Road.jpg

 

Viramos a esquina devagar, emocionados com a história daquele lugar, com a energia gostosa que ela carrega. Quem esteve lá e é fã dos Beatles, sabe do que estou falando. Olhei para meu marido e ele estava emocionado.

 

A faixa de pedrestes se mantém como na época e, apesar de hoje em dia o trânsito ser beeem mais intenso no local, não foi colocado nenhum semáforo para preservar o lugar como era na época.

 

Londres+18-09-2011+073+Abbey+Road.jpg

 

É engraçado observar os motoristas que passam por ali: uns passam devagar e esperam, pois sabem que sempre têm pessoas tirando fotos no local, alguns até brincam com os 'beetlemaníacos', outros ficam bravos com a demora...

 

Londres+18-09-2011+074+Abbey+Road.jpg

 

Quando chegamos, a rua estava repleta de turistas italianos fãs dos Beatles, fazendo uma "festa" danada e sessões de fotos para guardar de recordação. Eram animados, divertidos, foi muito legal estar ali com eles.

 

Londres+18-09-2011+027+Abbey+Road.jpg

Foto como se manda: o segundo homem sempre descalço, como Paul McCartney na capa do disco

 

Quando eles foram embora, a rua ficou mais tranquila e pudemos tirar nossas próprias fotos. rs

 

Londres+-+Abbey+18-09-2011.jpg

Eu, a filhota e o marido atravessando

 

Londres+18-09-2011+055+Abbey+Road.jpg

Eu atravessando, rs

 

[ Matéria interessante: Foto com Beatles atravessando a rua na direção oposta é leiloada: http://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/2012/05/foto-com-beatles-cruzando-abbey-road-na-direcao-oposta-e-leiloada.html ]

 

Londres+18-09-2011+078+Abbey+Road+Studios.jpg

 

Ao lado da faixa, há o Abbey Road Studios, onde os Beatles gravavam (e também outras bandas importantes). O estúdio está na ativa até hoje e não permite visitas.

Seu muro branco é o único lugar em Londres onde é permitido pichar, pois os fãs dos Beatles deixam recados por lá sempre. De tempos em tempos, o muro é pintado novamente de branco e os recados recomeçam.

 

Londres+18-09-2011+085+Abbey+Road+Studios.jpg

 

Saímos de lá com uma sensação gostosa, de conhecer de perto uma parte da história musical. :)

 

Pegamos o metrô para a estação "Baker Street". Se você, saindo do metrô, caminha para o lado direito, vai em direção à famosa Baker Street do Sherlock Holmes. :) Se caminhar para a esquerda, irá para o Madame Tussaud's (museu de cera).

 

Londres+18-09-2011+108+Baker+Street.jpg

 

Fomos primeiro em direção à Baker Street, onde há algumas lojas legais, especialmente a "It´s Only Rock'n'Roll", com vários artigos de rock e a loja dos Beatles, que é grande e vende apenas artigos da banda... tem de tudo: desde jogos (banco imobiliário e outros) até malas de viagem, fotos, discos e MUITO, muito mais!

 

Londres+18-09-2011+123+Baker+Street.jpg

 

É uma delícia para um fã ficar um tempão observando e levar uma lembrança desse dia para casa. :)

 

Londres+18-09-2011+124+Baker+Street.jpg

Loja com tudo sobre os Beatles

 

Passamos em frente ao Museu do Sherlock Holmes (que fica do outro lado da rua da loja dos Beatles), mas não entramos.

 

Londres+18-09-2011+106+Baker+Street+%2528Sherlock+Holmes+Museum%2529.jpg

 

Apesar da entrada ser barata, eu tinha visto umas fotos por dentro pela internet e não me interessei muito. Porém, para quem é fã, imagino que seja um passeio obrigatório. :)

 

Londres+18-09-2011+157+Baker+Street+%2528almo%25C3%25A7o+Croque+Mounsier%2529.jpg

 

Como sabíamos que o próximo passeio seria demorado (o museu de cera), resolvemos antes parar para o almoço. Almoçamos ali mesmo na Baker Street, no "Croque Monsieur".

Meu marido e minha filha comeram lasanha, eu quis experimentar o famoso "fish'n'chips" inglês (peixe e fritas) e estava gostoso. :)

 

Terminando o almoço, fomos em direção ao Madame Tussauds, passando novamente em frente ao metrô Baker Street e a estátua de Sherlock Holmes. :)

 

Ali na mesma rua, há várias lojas de lembrancinhas... entrei em uma delas e comprei algumas.

Chegando ao museu de cera, tínhamos já a entrada que foi comprada no dia anterior, junto com o ingresso da London Eye, por isso não precisamos pegar fila de bilheteria, apenas a de entrada (que, por ser setembro, não estava grande). Na fila, uma mímica do museu ficou um tempão brincando com minha filha. :)

 

Londres+18-09-2011+161+Madame+Tussauds.jpg

 

Londres+18-09-2011+162+Madame+Tussauds.jpg

 

Claro que é um passeio bem de turista (e estava lotado lá dentro, imagino em alta temporada!), mas não poderíamos deixar de fazer. :) Minha filha adorou.

 

Londres+18-09-2011+280+Madame+Tussauds.jpg

 

As estátuas são super bem feitas (algumas saem melhores nas fotos do que outras, e alguns flashes não ajudam) e o legal é que você pode posar na foto junto com eles, abraçar, tampar a cara da Victoria-Beckham-exibida-abraçando-o-marido-lindo (tá essa pose acho que apenas eu fiz por lá) e o que a imaginação mandar. :)

 

Londres+18-09-2011+222+Madame+Tussauds.jpg

 

O museu é dividido em alas (atores, políticos, esportistas, etc) e alguns personagens possuem um espaço especial, como Jack Sparrow (Johnny Deep em "Piratas do Caribe"), que parecia ser o mais concorrido pra se tirar fotos; Alfred Hitchcock, que tem sua própria representação do "Bates Motel" descendo as escadas e alguns outros.

 

Londres+18-09-2011+381+Madame+Tussauds.jpg

 

Há a ala "Chambers of Horrors", mas não é recomendada para menores de 12 anos, então não fomos com nossa filha.

 

Após andar bastante, o final do passeio, onde você vai sentado num tipo de trenzinho, chega em boa hora. :)

 

Saindo de lá, caminhamos alguns quarteirões até o bonito Regent's Park, onde pudemos parar para descansar um pouco, minha filha pôde correr e brincar (ela adora parques) e tirar algumas fotos.

 

Londres+18-09-2011+437+Regent%2527s+Park.jpg

Parques em Londres sempre com cadeiras "de praia" para as pessoas usarem :)

 

Londres+18-09-2011+497+Regent%2527s+Park-2.jpg

Portões dos parques sempre lindos!

 

O tempo estava estranho, começava a cair uma chuva fina e resolvemos sair logo de lá, pois a estação de metrô estava longe (de tanto que andamos dentro do parque). A chuva foi apertando e tiramos nossas capas de chuva da bolsa e finalmente encontramos uma estação, mas não foi fácil. rs

 

Ainda queríamos ir a Camden Town, mas estávamos com medo de ainda estar chovendo (e eu não gosto de caminhar com chuva), mas arriscamos mesmo assim. Chegando lá, tudo sequinho, ainda bem.

 

A capa de chuva de joaninha da minha filha (comprada em São Paulo mesmo, na região da Rua 25 de março) fez sucesso por lá... várias pessoas me perguntaram onde comprei (e faziam cara de decepção quando eu dizia que tinha sido no Brasil, rs)

 

Londres+18-09-2011+506+Camden+Town-2.jpg

Filhota e sua capa de chuva

 

Andamos por Camden admirando o estilo super diferente das lojas e de muitas pessoas.

 

Londres+18-09-2011+498+Camden+Town.jpg

 

Londres+18-09-2011+505+Camden+Town.jpg

 

(mais fotos no blog)

 

Foi por lá que encontramos lojas de lembrancinhas com preços melhores e resolvemos comprar várias coisinhas.

Quando saímos das lojas em que fizemos compras, já tinha anoitecido e a rua continuava diferente e linda, porém com algumas lojas já fechando.

 

Londres+18-09-2011+509+Camden+Town-2.jpg

 

A fome bateu e íamos comer no Pret-a-Manger, uma rede enorme de Londres, conhecida por seus alimentos naturais, que evitam aditivos e conservantes. Porém, quando chegamos lá, nos informaram que logo fechariam. :( Compramos algumas coisas para levar... minha filha, que ama frutas, foi logo escolhendo algumas. rs

 

Londres+18-09-2011+535+Camden+Town.jpg

 

Acabamos comendo ali perto, no KFC. Vi o lanche "The Goodfather" (O Poderoso Chefão :P) e ele me chamou a atenção, foi esse mesmo!

Veio com uma porção de feijão (olhando a foto de longe, sem ler, parecia milho, e pensei "que bom, a Helena gosta de milho!", que decepção, kkkkk) e eu não entendo como alguém pode comer aquilo puro daquele jeito, kkkk Eu provei e detestei. O lanche era bom.

 

Londres+18-09-2011+536+KFC.jpg

 

Fomos para nosso hotel, chegamos tarde e já super cansados.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 4

Quem quiser ler o post completo com todas as fotos sobre o Dia 4, fiz em duas partes no meu blog...

Parte 1: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/08/londres-parte-4-mais-e-mais-passeios.html

Parte 2: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/09/londres-parte-5-neals-yard-m-world-e.html

 

Quarto dia em Londres. Após um café da manhã reforçado no hotel, partimos para a estação Green Park, onde primeiro conhecemos o parque com mesmo nome.

 

O parque é bonito e bem cuidado, mas de todos que

visitei em Londres, foi o que menos chamou minha atenção.

 

Londres+19-09-2011+002+Green+Park.jpg

 

Como no Regents Park, havia cadeiras espalhadas pelo parque, para que as pessoas possam tomar um solzinho. :)

 

Londres+19-09-2011+024+Green+Park-2.jpg

 

Londres+19-09-2011+034+Green+Park.jpg

Os portões dos parques londrinos são sempre lindos!

 

Caminhamos pelo parque lentamente até chegar no Palácio de Buckingham:

 

Londres+19-09-2011+043+Buckingham+Palace.jpg

 

Londres+19-09-2011+085+Buckingham+Palace.jpg

 

Na minha opinião, não é dos lugares mais bonitos em Londres, mas vale a visita pela importância do local. Havia muitos turistas lá e muitos deles eram brasileiros (foi o único lugar em Londres em que vimos tantos brasileiros!)

Ficamos um pouco, tiramos algumas fotos e continuamos o passeio pelo parque que fica em frente, o fofo St. James Park, que atrai muita gente por causa da grande quantidade de esquilos. :)

 

Londres+19-09-2011+133+St+James+Park-2.jpg

Coisa mais fofa! *.*

 

Londres+19-09-2011+139+St+James+Park-2.jpg

Esquilos ficam por perto dos turistas quando alimentados

 

Londres+19-09-2011+140+St+James+Park-2.jpg

Filhota feliz no parque

 

Minha filha sempre fica feliz em parque, gosta muito de brincar com folhas, então ficamos um tempinho por lá curtindo o local, depois caminhamos pela rua em direção à região de Westminster.

 

Londres+19-09-2011+256+Big+Ben-2.jpg

O caminho em si já é bonito, com o Big Ben ao fundo

 

Londres+19-09-2011+207+a+caminho+de+Westminster+Abbey-2.jpg

Eu e minha mania de tirar fotos de placas. :D Amo!

 

Chegamos na região, onde ficamos admirados com a beleza das construções da Catedral de Westminster, Abadia, Parlamento... tudo muito lindo. Para quem sempre teve muita vontade de conhecer Londres, como nós, é um lugar emocionante de se estar, pela importância histórica e também beleza do lugar.

 

Londres+19-09-2011+225+Westminster+Abbey-2.jpg

 

Londres+19-09-2011+346+Westminster+II-2_997x1495.jpg

 

Londres+19-09-2011+336+Pal%25C3%25A1cio+Westminster-2_1495x997.jpg

 

Partimos dali pois ainda havia muito para ver, mas a vontade é ficar mais tempo curtindo a linda região.

 

Pegamos o metrô na estação Westminster e fomos até Covent Garden.

 

Chegamos na região liiiinda de Covent Garden. Mas já falarei mais dela, vamos primeiro ao ponto "principal" de lá, que é o mercado, que pra mim é passeio obrigatório em Londres. Muito legal a feira de antiguidades, onde quem gosta pode-se comprar peças vintage muito legais, de uso pessoal e também para a casa, e há muita coisa legal para colecionadores de todos os tipos. A arquitetura é linda, minha vontade era de ficar ali só fotografando o dia todo. Muitas lojas legais (não vi nem a metade delas!) e lugares interessantes pra se comer, é até difícil escolher.

 

Londres+19-09-2011+428+Covent+Garden_1495x997.jpg

 

Londres+19-09-2011+439+Covent+Garden_1495x997.jpg

Minha filha ficou doidinha na "Candy Cakes", uma loja super lindinha que vende doces. Ela não é de comer muitos doces, mas não resistiu à tentação e levamos pirulito, pipoca, algodão doce...

 

Uma dica é comer no James's Italian (há em outros lugares em Londres também), restaurante com pratos italianos do famoso chef Jamie Oliver. Os preços são ótimos e a comida saborosa.

 

Londres+19-09-2011+443+Covent+Garden-2_1495x997.jpg

 

Londres+19-09-2011+450+Covent+Garden_1495x997.jpg

 

Uma outra boa pedida é comer uma paella no próprio Covent Garden. Ela é super disputada e, na falta de mesas, as pessoas comem com o prato na mão por ali mesmo, ou sentados num cantinho qualquer. :)

 

Quem quiser conhecer o Museu de Transportes, ele também fica por ali (logo em frente ao mercado) e é bem legal, segundo uma amiga que me indicou o passeio. Infelizmente não tivemos tempo para visitar, mas ela me garantiu que vale muito a pena, especialmente para quem tem crianças.

 

Caminhamos pelo lindo bairro... Essa região é pra andar sem rumo, admirando a arquitetura, as lojas maravilhosas e resistindo (ou não! :D) à tentação em cada esquina. Claro que fiz umas comprinhas básicas por ali, não dá pra resistir. hehe

 

Londres+19-09-2011+381+regi%25C3%25A3o+de+Covent+Garden-2_1495x997.jpg

 

Londres+19-09-2011+403+regi%25C3%25A3o+de+Covent+Garden_997x1495.jpg

As famosas cabines vermelhas não são tão glamourosas por dentro, rs

 

Londres+19-09-2011+422+regi%25C3%25A3o+de+Covent+Garden_1495x997.jpg

 

Eu queria muuuito conhecer um "beco" que pouca gente acaba conhecendo em Londres, mas que eu já tinha visto fotos e não queria ir embora de Londres sem visitar: o Neal's Yard. Mesmo com o mapa em mãos, estava meio complicadinho de encontrar o local e, quando pedi informações, muita gente não conhecia (eu já estava começando a duvidar da existência dele, kkkk), porém uma senhora muito simpática (as pessoas idosas em geral são maravilhosas pra dar informações em Londres, eles são muito interessados e solícitos, fiquei encantada!) me ensinou o caminho e chegamos lá! *_*

 

Londres+19-09-2011+478+Neal%2527s+Yard-2_997x1495.jpg

 

Ainda bem que fui persistente até encontrar esse lugar lindo!

 

Londres+19-09-2011+476+Neal%2527s+Yard-2_1495x997.jpg

Cada detalhe é fofo em Neal's Yard

 

Neal's Yard é a coisa mais fofa e valeu muito a pena o "esforço" pra chegar lá. Apesar de pequeno, o "beco" encanta com suas cores vibrantes. Fiquei um tempão só fotografando. :)

 

Era hora de continuar o passeio, caminhamos com o mapinha em mãos e foi fácil chegar até Soho (que inclui também o bairro chinês, "Chinatown").

 

Londres+19-09-2011+506+Soho-2_1495x997.jpg

Muitos teatros e espetáculos legais em Londres

 

Londres+19-09-2011+511+Soho-2_1495x997.jpg

Chinatown

 

Andamos pela região até chegarmos na loja (que foi inaugurada no mês anterior, em agosto de 2011, se não me engano) "M&M World"

 

Londres+19-09-2011+519+M%2526M%2527s+World-2_997x1495.jpg

 

Ela é considerada a maior loja de doces do mundo! São 4 andares onde você encontra não apenas doces, mas também todos os tipos de produto que imaginar (roupas, malas, acessórios para a casa, brinquedos, etc) com o tema M&M.

 

Londres+19-09-2011+532+M%2526M%2527s+World_997x1495.jpg

 

Londres+19-09-2011+570+M%2526M%2527s+World_1495x997.jpg

 

Londres+19-09-2011+588+M%2526M%2527s+World_1495x997.jpg

 

Londres+19-09-2011+612+M%2526M%2527s+World_1495x997.jpg

M&M atravessando a Abbey Road *.*

 

Mais fotos de lá no meu blog: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/09/londres-parte-5-neals-yard-m-world-e.html

 

É uma loja cara, infelizmente, mas é impossível sair de mãos abanando, principalmente se você vai com crianças. rs

 

Londres+19-09-2011+655+Helena+e+seus+brinquedos_997x1495.jpg

Uma das minhas comprinhas na M&M World

 

Saímos de lá rumo à Oxford Street. Minha intenção era visitar também a famosa Regent Street, mas infelizmente já era tarde e não deu tempo. Nessa época do ano (setembro) as lojas fecham cedo em Londres de modo geral (por volta das 18:00 nos bairros, e um pouquinho só mais tarde na Oxford St.) e eu tinha que escolher bem as lojas que visitaria, pois não daria tempo de ir em todas que planejei.

 

A rua é linda e pra quem vai visitar com tempo, recomendo conhecer o site da rua: http://www.oxfordstreet.co.uk/, onde há informações sobre todas as lojas e restaurantes de lá. Super útil.

Se você tiver tempo de visitar a Regent Street também, a rua tem um site que vale a pena conhecer também: http://www.regentstreetonline.com/.

 

Acabei visitando apenas a H&M (onde fiz umas comprinhas maravilhosas, amei!), a Boots (paraísoooo pra quem gosta de perfumaria!) a Disney Store (pois tinha prometido pra filhota que passaríamos lá) e peguei a Forever XXI e a Claire's já fechando. =/

 

Londres+19-09-2011+636+Disney+Store_1495x997.jpg

Disney Store é super fofa também, minha filha amou!

 

Após jantarmos na Oxford Street, pegamos o metrô de volta para o hotel.

 

Londres+19-09-2011+623+metr%25C3%25B4_1495x997.jpg

A frase "Mind the Gap" fica na lembrança de quem usa o metrô londrino ;)

 

Chegamos no hotel cansados, mas com a certeza de que aproveitamos muito o dia.

 

Quem vai com criança tem que ir preparado pra ter que cortar alguns passeios do roteiro (especialmente se seu roteiro incluir muita coisa num dia só, como eu costumo fazer! rs), pois é cansativo e o tempo rende menos. Minha filha é muito boazinha e colabora muito em viagens, não é de reclamar e fica bem, desde que esteja comendo algo. rs Por isso, sempre andava com algo para ela comer/beber e estava tudo certo. :) Também procuro montar meus roteiros intercalando no mesmo dia passeios que agradem os adultos com passeios que ela pode curtir (como parques, que ela ama!). Quero que a experiência de viajar seja agradável também para ela. :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 5

Post do meu blog com mais fotos do Dia 5: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/09/londres-parte-6-museus-e-hyde-park.html

 

Após o café da manhã bem reforçado, pegamos o metrô em direção à estação "South Kensington", região muito agradável onde há vários museus.

 

Antes que eu me esqueça, na região (menos de 15 minutos caminhando) fica a famosíssima e linda loja Harrod's, que eu choro até hoje por não ter tido tempo para visitar (mais um motivo pra voltar a Londres! hehe). Então fica aí a dica pra quem quiser aproveitar melhor a região.

 

Nossa primeira parada foi o Museu de História Natural, que já impressiona por sua linda arquitetura, tanto externa quanto interna:

 

Londres+20-09-2011+006+Museu+de+Hist%25C3%25B3ria+Natural.jpg

 

Londres+20-09-2011+018+Museu+de+Hist%25C3%25B3ria+Natural.jpg

Esqueleto do dinossauro Diplodocus logo na entrada

 

Londres+20-09-2011+033+Museu+de+Hist%25C3%25B3ria+Natural-2.jpg

É impossível não ficar admirado com sua grandiosidade logo ao entrar!

 

O museu tem entrada gratuita e possui a maior coleção de história natural do mundo!

 

A parte que mais encantou minha filha foram os dinossauros... muitos deles são mecânicos, com sons e movimentos.

Fotos no meu blog: http://blogvanmachado.blogspot.com.br/2012/09/londres-parte-6-museus-e-hyde-park.html

 

Londres+20-09-2011+141+Science+Museum.jpg

 

Após o passeio, fomos conhecer o Museu de Ciências, também com entrada gratuita (você pode fazer uma pequena doação voluntária, apenas se desejar). Ele é quase ao lado do Museu do História Natural, na Exhibition Road, o coração cultural da cidade! A rua tem um site que mostra todas as atrações culturais do local.

 

O Museu de Ciências mostra a história da química, da ciência e tecnologia e também dos transportes.

 

A parte que eu mais gostei e que me emocionou, foi poder estar ao lado da Apollo 10 original, que foi lançada ao espaço em 1968.

 

Londres+20-09-2011+174+Science+Museum.jpg

Apollo 10

 

Há uma coleção de aviões civis e militares bem interessante também, disposta no teto do museu.

 

Paramos para um almoço no bonito restaurante dentro do próprio museu. A iluminação do lugar é o charme e a comida é bem saborosa. Fomos atendidos por um garçom brasileiro.

 

Londres+20-09-2011+208+Science+Museum+%2528almo%25C3%25A7o%2529.jpg

 

Londres+20-09-2011+211+Science+Museum+%2528almo%25C3%25A7o%2529.jpg

 

Saindo do museu, fomos caminhando pela Exhibition Road em direção ao Hyde Park.

 

Logo próximo à entrada do Hyde Park, há uma vista muito bonita do "Royal Albert Hall", inaugurado em 1871, e que deixou meu marido encantando, não apenas pela beleza, como pela história musical do lugar, que foi palco para grandes e clássicas apresentações.

 

Londres+20-09-2011+249+Hyde+Park-2.jpg

Royal Albert Hall

 

No dia seguinte à nossa visita, Adele gravou seu primeiro DVD (http://papelpop.com/2011/10/adele-lanca-primeiro-dvd-ao-vivo-live-at-the-royal-albert-hall-chega-ao-brasil-dia-29-de-novembro) ao vivo nesse local. Uma pena não termos tido a oportunidade de ver esse show estando tão perto!

 

Visitamos então o Hyde Park, o mais bonito de Londres na minha opinião!

 

Londres+20-09-2011+250+Hyde+Park-2.jpg

 

Londres+20-09-2011+273+Hyde+Park-2_1495x997.jpg

 

Londres+20-09-2011+300+Hyde+Park-2.jpg

Minha filha no parque

 

Caminhamos pelo parque até chegar num playgroud construído em memória à Princesa Diana. O playground é o mais fofo que já vi num parque e minha filha simplesmente AMOU, não queria mais ir embora!

 

Londres+20-09-2011+331+Diana+Memorial+Playground+%2528Hyde+Park%2529.jpg

 

Londres+20-09-2011+332+Diana+Memorial+Playground+%2528Hyde+Park%2529.jpg

 

Ele é fechado, apesar de ficar dentro do Hyde Park. O playground é muito bem cuidado e realmente vale a visita para quem está com crianças!

Estava frio no dia e fiquei surpresa com a quantidade de crianças com roupas super à vontade, inclusive bebê apenas com body... realmente a resistência ao frio dos europeus surpreende. rs

 

Saindo de lá, tínhamos intenção de ir ao charmoso bairro de Notting Hill (famoso por causa do filme), eu já tinha até um roteirinho traçado dos lugares que queria visitar por lá, mas infelizmente estávamos muito cansados pra isso e já estava ficando tarde. Amanhã teríamos uma viagem de trem para Paris e ainda tínhamos que arrumar as malas. =/

Pra quem tiver tempo, vale a pena aproveitar que está por perto e dar um pulinho por lá, especialmente se for sábado, quando há o mercado da Portobello Road. Aqui há uma matéria sobre o local: http://www.londresparaprincipiantes.com/?p=16

 

Pegamos o metrô (há uma estação em uma saída bem perto do playground) de volta para nosso bairro. Antes de irmos para o hotel, fomos novamente na rua principal de Hounslow, a High Street, e pegamos a loja Primark aberta. Olha, se eu soubesse que ela era tão barata, teria ido antes, pois só deu tempo de ver a seção infantil (onde compramos roupas ótimas e baratas para a filhota) e a masculina muito correndo, nem deu tempo de passar no setor feminino e eu quase chorei de tanta raiva, pois só de passar ali rapidamente me interessei por muitas coisas, mas a loja já havia fechado com a gente dentro e tínhamos que passar logo no caixa. =/

 

Chegamos no hotel e arrumamos nossas malas, tristes pois os dias em Londres já estavam deixando saudade mesmo antes de partirmos, mas também animados para chegarmos em Paris, onde mais aventuras nos aguardavam.

 

Dia 6

Após o café da manhã, pegamos o metrô até a estação St. Pancras para pegar o trem (Eurostar) para Paris.

Em breve farei relato de Paris também.

 

Espero que tenham gostado e que meu relato possa ajudar a construir o roteiro de alguém. :)

Abraço a todos os amigos do Mochileiros!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Vanessa,

 

Muito bom seu relato ! Estou pesquisando sobre hoteis em Londres e gostei bastante do relato do hotel que você ficou ! Não achei assim tão distante do centro ,afinal com metrô funcionando bem , conseguimos chegar em qualquer lugar não é mesmo?

 

Vou ficar aguardando o relato de Paris ! abs ! ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá, fico feliz que tenha gostado!

 

Olha, a relação custo x benefício do Days Hotel Hounslow é muito boa. Realmente o hotel em si é ótimo e não deixou nada a desejar.

Sobre a distância, eu também pensei assim (afinal, quando se está aqui na zona norte de SP onde moro e quero ir por exemplo pra região da Av. Paulista, gasto esse tempo no metrô, então imaginei que seria tranquilo lá também), mas o cansaço de ter que fazer isso diariamente pesou um pouco, especialmente na volta, quando estávamos cansados de tanto passear. Mas acho que para quem vai sem crianças deve ser beeeem mais tranquilo nesse aspecto... minha filha aparentava estar bem cansada na volta (apesar de ser boazinha e aguentar bem, rs) e muitas vezes voltava dormindo no metrô. Fiquei pensando que o tempo que "perdi" no metrô (embora tenha sido uma experiência legal e eu já esteja "expert" sobre as linhas e estações, de tanto estudá-las, rs), poderia ter sido aproveitado em passeios. Mas também teria saído mais cara a hospedagem. ::lol3::

Falando em "caro", o problema das longas viagens de metrô é também pelo preço (quanto mais longe, mais caro).

 

Se fosse apenas a distância, tudo bem, mas o fato da região ficar bem deserta à noite (pelo menos em setembro, não sei em outras épocas) também desanimou um pouco, bem como a falta de lugares para comer à noite (e eu nem sou tão chata assim pra comer! Mas, como disse no relato, o restaurante do hotel quebrou demais o galho, a comida era muito boa, embora não tão barata). Para quem está sem crianças o pub Yates me parece ser legal para comer ali e é MUITO perto do hotel, então é outra opção, acho que já elimina essa preocupação de se hospedar na região.

O site do Yates: http://www.weareyates.co.uk/hounslow

e o cardápio deles em pdf: http://www.weareyates.co.uk/resource/binary//4ed0f1c9d1282e83c70266e265167b16/Yates-FoodMenu-B4.pdf

 

Sem criança acho que me hospedaria lá novamente, pois não se encontra um hotel bom como o Days, pelo mesmo preço, numa região mais central.

O quarto é bem amplo, quando cheguei em Paris (onde fiquei num apertado quarto da rede Tim Hotel, tentarei fazer o relato na semana que vem!), vi como o hotel de Londres fazia falta. rs

 

É como você falou: com metrô perto chegamos a qualquer lugar. Se você tiver disposição e paciência para as viagens de metrô, o hotel vale a diária! :)

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Esse não conheço, mas sempre antes de viajar leio os comentários no Trip Advisor e hoteis.com, sempre foram bem precisos e acho bom ler pra ir já conhecendo os (possíveis) problemas dos hotéis (como falta de espaço, localização, limpeza, etc) e não ter surpresas. Tomara que você faça uma ótima escolha. :) O importante é mesmo pesquisar bem.

 

Abraço,

Vanessa

 

nessy76 ,

 

Boas informações....estou pensando seriamente em ficar no "EasyHotel London Victoria", pois vou somente para dormir e fica bem próximo ao centro , poderei fazer tudo andando !

 

Mas ainda tenho tempo ! para muitas pesquisas !

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...