Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

gisa.mar

EGITO, JORDANIA e ISRAEL com Cruzeiro no Nilo - 24 dias (com fotos)

Posts Recomendados

Amigos,

Em forma de agradecimento de todas as vezes que sempre acho respostas às minhas dúvidas por aqui, montei um simples relato sobre minha viagem que aconteceu em Outubro/2010. Eu e mais uma amiga nesta trip fantática que durou no total 26 dias. Espero que as informações possam ajudar... e se puder ajudar com outras dúvidas, farei com certeza (Neste caso, por favor, envie via MP... pois, às vezes passo muitos dias sem entrar no site e via MP receberei um alerta no meu e-mail :) )

 

ROTEIRO: EGITO - JORDANIA - ISRAEL (finalizando em Amsterdam com mais 2 dias).

 

EGITO

 

Cairo

Cidade louca, barulhenta, por muitas vezes suja.. porém encantadora. Voltaria ao Cairo dezenas de vezes.

 

Mulheres Sozinhas: Tranquilo desde que vestidas com decoro. Usei muito bata de manga longa e calças pantalona (tipo indiana). Isso não evitou o assédio, mas com certeza reduziu, e muito! Em meu caso, não estava sozinha, pois, uma outra amiga viaja comigo, mas sempre somente nós duas.

 

Metrô: Meninas, não pensem duas vezes... Usem! Porém utilizem o vagão dedicado especialmente para mulheres. Super tranqüilo, sem perturbação alguma.

 

Hostel: A entrada do hostel, bem como o elevador, assustam (e muito!), mas ao chegar ao hostel a surpresa é ótima. Ambiente aconchegante, limpo e staff super atencioso. Ficamos em quarto privado e valeu muito a pena. (Meramees Hostel - 32 Sabri Abou Alam Street, Cairo, Egypt )

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Meramees-Hostel/Cairo/2332

Ponto Negativo do Hostel: Ao lado de uma mesquita, portanto, prepare-se para despertar por volta das 5:00 da manhã com o primeiro chamado do dia.

Aproveite para fechar o passeio às pirâmides no hostel mesmo. Se possível, com o taxista Mohamed. O cara é 10! Super gente boa e nos respeitou o tempo todo.

 

Museu do Cairo: Parada obrigatória. Não pode entrar com câmera.. Nem perca o seu tempo tentando, pois, você vai passar por Raio X. Tem que deixar a câmera em uma espécie de guarda-volume do lado de fora.

O assédio de guias dentro e fora do museu é grande. Tenha em conta que: é impossível conhecer o museu em um só dia. Como eu dispunha só de ½ dia, acabei contratando um senhorzinho que falava espanhol. Ele tinha pilha Duracell..rsrs.. Por Deus! Era difícil acompanhá-lo. No começo achei meio furada, mas depois achei que valeu, pois, ele levou nos principais pontos e nos alertou para pontos que eu jamais prestaria atenção se tivesse andando sozinha. Geralmente você contrata o serviço por 2 horas ou mais. Algo em torno de EGP 200. Dentro do museu, para visitar a sala das múmias é necessário pagar uma taxa à parte (EGP 100). Recomendadíssimo!!!! Não deixe de ir. Tem uma coleção enorme de múmias. A sala de tesouros do Tutankamon é um deslumbre aos olhos. Gostei muito.

 

Comida: Muita atenção para comida. Evitem peixe, pois, é um lugar muito quente e as condições de higiene são péssimas. Minha amiga pegou uma mega infecção intestinal e tivemos que fazer uma consulta por fone aqui com o Brasil. Depois de uns 3 dias ela melhorou, mas foi bem punk! Eu não voltaria ao Egito sem um bom antibiótico para esse tipo de infecção. O médico daqui disse que é muito comum em viajantes, pela mudança de clima, comida, água,etc. Sendo assim, cautela no quesito comida. Tive muita sorte, pois, não tive nada,masssss.. melhor não vacilar.

 

Sufi Dancing: Esta foi a melhor surpresa que tive no Cairo. Uma apresentação gratuita acontece às Segundas, quartas e sábados (confirme no albergue se continuam esses dias). A apresentação é por volta das 20:00h, mas chegue as 18:00h, caso contrário não encontrará vaga. Foi a apresentação local mais surpreendente e emocionante que já vi até hoje. Acontece no Wikalet al-Ghouri pertinho do Mercado de Khan-el-Khalili.

 

Mercado de Khan el-Khalili: Imperdível! Fui simplesmente todos os dias neste mercado... quer seja durante ou dia, ou à noite. Adorei. São dezenas de quarteirões e ruelas que formam verdadeiros labirintos. Pechinche muito (sempre!). Aproveite para conhecer o restaurante Khan Khalili Restaurant/Naguib Mahfouz Café (recomendado no Lonely Planet e perfeito!) http://www.nileguide.com/destination/cairo/restaurants/naguib-mahfouz-cafe/509830

 

Visita às mesquitas: Mohamed Ali, King Hassan..etc... Fomos por conta própria ao bairro Cristão e depois às mesquitas. Sinceramente, acho que seria melhor ter pago uma espécie de tour. Sei que sairia infinitamente mais caro, mas ainda assim, barato, já que para nós daqui do Brasil o custo do Egito é baixo. Caminhamos muito em um sol a pino e muitas vezes, por estarmos sozinhas, preferimos pegar um táxi. Então, acredito que o melhor seria de fato ter fechado lá no albergue um taxista para “rodar”com a gente pela cidade.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225311.JPG 500 375 Giza] Giza[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225632.JPG 500 375 Cairo]Cairo - Imediações do Khan-el-Khalili[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225903.JPG 500 375Sufi Dance]Sufi Dance[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230546.JPG 500 375 Cairo]Cairo[/picturethis]

 

 

De Cairo a Aswan

 

Trem (sleeping train - http://www.sleepingtrains.com ) Cerca de USD 60 em cabine dupla ou USD 80 sozinho. Viaja a noite toda e chega lá pela hora do almoço.

Detalhe: Se estiver com fome ao embarcar, nem conte com a janta do trem porque é péssima. Recomendo levar algo para comer. O café da manhã é até que razoável. Reserve sua passagem assim que chegar, pois, nem sempre tem vaga para última hora. Levando-se em consideração a quantidade de horas no trem, pagar a cabine em minha opinião é a melhor opção, pois, poderá ir dormindo durante o caminho e a cabine (dentro do possível) é confortável.

 

Cruzeiro: Para aqueles que podem incluir o cruzeiro no orçamento eu recomendo. Contratei uma agência chamada ATB Holidays (http://www.atbholidays.com) para fazer o cruzeiro e o passeio para Abu Simbel. Foi o dinheiro mais bem gasto na viagem.

O cruzeiro inclui além de todas as refeições os passeios a todos os principais pontos entre Aswan e Luxor. Existe a opção de Aswan a Luxor e o inverso. Escolhi partindo de Aswan porque depois de Luxor eu continuaria a viagem para Dahab. Com relação à ATB: Encontrei essa agencia no Google e comecei a manter contato com eles questionando o passeio, preços, etc. O atendimento era muito bom. Sempre respondiam aos meus e-mails muito rapidamente. O pagamento foi efetuado por Cartão de crédito via Internet (site seguro). Sem problema algum.

 

Aswan

Fiquei no hostel Hathor. Gostei. Piscina no terraço com umas cadeiras para ficar simplesmente assando naquele sol absurdo! A localização do hostel é boa e a limpeza também. Staff super simpático. Tem um micro gratuito para os hóspedes que usei para baixar fotos para meu pen drive. Aswan, ao contrário do que eu pensava é uma cidadezinha super agradável.

http://www.hathorhotel.com/requests.aspx

 

Às margens do Nilo, o fim de tarde nas felucas é um passeio obrigatório. Como minha amiga não estava bem (lembram que falei que ela teve infecção??), fui passear sozinha pela cidade e almocei no MC Donalds. (e viva o Fast Food!!!). Ali mesmo, perto do MC contratei um senhorzinho para passear comigo de feluca.... Fui sozinha bem no finzinho de tarde para ver o pôr-do-sol. Doce lembrança!

Como eu já havia informado a agência do cruzeiro onde eu estaria hospedada, eles ligaram na recepção avisando sobre o horário que nos pegariam no Hostel para irmos para Abu Simbel.

Como meu tempo estava muito apertado, contratei a mesma agência (ATB) para fazer o passeio para Abu Simbel. Não achava uma boa fazer com eles, pois, era muito caro (USD 135), porém, como eu tinha que fazer o check-in no navio naquele mesmo dia depois de Abu Simbel, acabei optando pela agência, pois, se chegasse após o check-in com eles eu não teria problemas...diferentemente se estivesse por minha conta.

Enfim, nos pegaram no hostel as 02:45h da madruga para iniciarmos o passeio. Chegamos a Abu Simbel as 06:00h e as 08:00h já estávamos finalizando o tour a caminho do ônibus. A esta altura comecei a entender melhor o motivo de ir tão cedo... não é só pela distancia, mas também pelo calor que é quase insuportável. Neste dia o termômetro do ônibus bateu os 42 graus por volta das 12:00h, mas a sensação térmica era muito pior que isso. Lembre que Abu Simbel é a 40 km do Sudão.... sendo assim, muito mais calor!

Após retorno de Abu Simbel, fizemos o check-in no navio, almoçamos e depois partimos para o passeio da tarde em Aswan. O cruzeiro no Nilo é algo fabuloso. O navio não balança praticamente nada.. muito calmo.

 

O navio que ficamos era o MISS EGYPT e minha nota para ele é 10! Padrão 5 estrelas. Já fiz alguns cruzeiros e posso afirmar que o padrão deles é de Transatlântico, sem dúvida. Os passeios a todos os pontos era com serviço de guia e carro com ar condicionado. Detalhe: serviço VIP. Sim!!! Um guia somente para nós... sem o esquema CVC que estamos acostumados a ver. O guia falava um espanhol muito bom e era um arqueólogo formado pela Universidade do Cairo. Um crânio em história! O difícil era guardar tudo o que ele falava..rsrs. Para os interessados, o cruzeiro custou USD 345 (preço final com todos os passeios + traslados hotel/cruzeiro/hotel ). Além disso, você vai gastar com bebidas (assim como na maioria dos cruzeiros) e é claro com as gorjetas que é uma praxe em cruzeiros.

Achei que tudo o que economizei em Hostels valeu gastar no cruzeiro, pois, uns diazinhos de conforto foram muito bem-vindos. Terminar um dia, após fritar o cérebro no calor escaldante de Luxor, na Jacuzzi do terraço olhando o pôr-do-sol, foi algo inesquecível. Portanto, caso seu Budget permita uma regalia como essa, eu recomendo.

Terminando o cruzeiro em Luxor, pudemos fazer um late check-out, saindo da cabine somente às 13:00h e deixando o navio somente as 15:00h. Como o pacote inclui tranfers, um guia chegou para nos levar até a estação rodoviária para pegar o ônibus da East Delta para Dahab.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230234.JPG 500 375 Aswan]Aswan[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230429.JPG 500 375 Aswan]Aswan[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230708.JPG 500 375 Abu Simbel]Abu Simbel[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230856.JPG 500 375 Abu Simbel]Abu Simbel[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233733.JPG 500 375 Miss Egypt]Miss Egypt - Cruzeiro no Nilo - Vale muito a pena[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231457.JPG 500 375 Luxor]Luxor[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231630.JPG 375 500 Luxor]Luxor[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915235728.JPG 500 375 Hatshepsut Temple]Hatshepsut Temple[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120916000136.JPG 500 375 Templo de Karnak]Templo de Karnak[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120916000332.JPG 500 375 Edfu - Templo de Horus]Edfu - Templo de Horus[/picturethis]

 

 

De Luxor a Dahab

O caos! Pois é, saí da mordomia do cruzeiro para enfrentar o caos nesta travessia. Mas essa é a graça de se viajar por conta própria de mochilão! rs. Bom, pesquisei muuuuito em como ir de Luxor a Dahab... Lonely, fóruns, aqui no Mochileiros.com.. enfim, acabei chegando à conclusão de que de ônibus direto era a melhor opção ...e de fato seria!!! (Seria se o busão não tivesse quebrado e se não tivesse parado uma centena de vezes). Em nenhum momento fomos importunadas... talvez porque nossas caras não eram de “boas amigas”... rsrs... Enfim, resumindo... enfrentamos centenas de check points, a quebra do busão no Deserto (ficamos parados por 2 horas até um filho de Deus parar e conseguir ajudar). Depois de umas 12 horas trocamos de busão em uma estação rodoviária que nem lembro mais onde era. Enfim... Dahab... 25 horas depois. SIM! 25 horas. O estimado por todos os guias era de 14 a 16h.... acho que foi castigo pela mordomia no cruzeiro...kkkkkkk... Portanto, NÃO RECOMENDO IR DE BUSÃO. Não economize e vá de avião mesmo.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232936.JPG 500 375 Ônibus de Luxor a Dahab] Ônibus de Luxor a Dahab - 25 horas a bordo!!! Caos![/picturethis]

 

DAHAB

Paraíso para os mochileiros. Fiquei somente 2 noites, mas adoraria ficar um mês naquele lugar.

Hospegadem: O Penguim Village é fantástico. A área do Restaurante é fantástica... extremamente confortável, comida boa e barata. A vilinha tem algumas lojas e um pequeno agito à noite. (Penguin Village -Mashraba Street, Dahab Sinai, Dahab, Egypt )

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Penguin-Village/Dahab/15355

Se gosta de mergulho ou quer experimentar um mergulho inicial faça sem hesitar! Na média de USD 38. Já mergulhei em outros pontos, mas nada se compara ao Mar Vermelho! Um encanto.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233405.JPG 500 375 Dahab]Dahab - Penguin Village - Água salgada no chuveiro, mas o lugar é encantador[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234239.JPG 500 375 Dahab]Dahab - Excelente ponto de mergulho em pleno Mar Vermelho[/picturethis]

 

Travessia DAHAB – JORDANIA

Pesquisei muito em como fazer essa travessia e acredito que minha escolha foi a melhor, ainda que não fosse a mais econômica. A maioria do pessoal vai por Nuweiba para Aqaba, que é uma tragédia pelo que amigos falaram. Tudo atrasa (e muito!) e o tratamento é péssimo.

No meu caso eu fiz:

Dahab – Eilat – Aqaba – Wadi Rum

No Penguim contratei um carro para nos levar até a fronteira com Eilat (EGP 300). O valor é pelo carro, portanto, se tiver mais gente para dividir, esse valor sai uma pechincha. Fechei no próprio Penguim que arrumou o carro (no caso foi uma VAN!). No caminho para Eilat fizemos umas 2 paradas para fotos em uma paisagem incrível. Existe uma Van mais econômica (coletiva) que vai para Eilat, porem só saia as 10:00h e eu queria sair mais cedo, para ver se pegava as coisas mais tranqüilas nas fronteiras. E Bingo! Acertei.

 

Eilat- Aqaba: Claro que rola muita pergunta em Israel.. Aquele stress que todo mundo comenta que geralmente passa... No meu caso, pegaram no meu pé, revistaram tudo, tudinho, abriram mala, bolsa, tudo.. enfim... aquele questionário.. mas em 1 hora já tinha finalizado tudo. Detalhe: Cheguei cedo em Eilat... acredito que por 9:00h da manhã. Atravessando a fronteira, logo na saída peguei um táxi para ir até Aqaba. Paguei USD 20 pelo taxi, mas tem ônibus que vai até Aqaba para quem quiser economizar um pouco mais. Lembre que para sair de Israel, ainda que em trânsito para a Jordânia, tem que pagar a taxa de saída que foi de NIS 98, que pode ser pago no cartão de crédito.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231302.JPG 500 375 Caminho de Dahab à Aqaba]Caminho de Dahab à Eilat/Aqaba[/picturethis]

 

Aqaba-Wadi Rum: Taxi novamente. Paguei USD 35 para nos levar até Wadi Rum, onde o beduíno já nos esperava para levar para o acampamento.

Resumindo: Sei que saímos as 08:00h de Dahab e as 15:00h já estava no vilarejo de Wadi Rum. Como ouvi muita gente falando de atrasos de até 5/ 7horas só em Nuweiba, achei que valeu a pena.

 

JORDANIA

Iniciei por Wadi Rum, que confesso, não esperava tanto e foi para minha surpresa um dos lugares que mais gostei de toda a trip. Acho imperdível. A experiência de passar uma noite em acapamento beduíno é inigualável. Ficamos com o AYESH (http://www.wadirumdiscovery.com/site/About%20Us.html ), que foi um achado na Jordânia. Extremamente educado e atencioso, ele nos respondeu a todos os e-mails sempre muito rápido e fechamos tudo por e-mail, pagando lá na hora quando chegamos. O acampamento dele é ótimo, bem estruturado com um banheiro decente bem no meio do deserto (e eu imaginando que teria que ir atrás da moita...rsrs). Perfeito! O pacote dele inclui tudo... transfer, noite em acampamento, refeições, água, passeio de 4x4 e passeio de camelo. Tenho o contato dele e terei o maior prazer em compartilhar com quem queira.

 

Wadi Rum – Petra: O próprio Ayesh nos arrumou um taxista para levar até Petra. JOD 35 para o trajeto, porém sei que tem ônibus que sai de Wadi Rum para Wadi Musa. Vale se tiver tempo, pois, vai economizar bem.

 

Petra: Fiquei no Cleopetra. Muito bom! O dono, Mosleh, é mega atencioso, responde a todos os e-mails e o hostel é muito limpo e confortável. Parece um hotelzinho mesmo. O único incoveniente é que não é muito perto de onde ficam os restaurantes, lojinhas, etc.. para sair à noite, mas nada que JOD 6 (ida/volta) não resolvam para pegar um táxi e economizar as pernas para andar em Petra.

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Cleopetra-Hostel/Petra/16194

 

Petra: Minhas dicas aqui são:

1) Vá cedo

2) Vá até o mosteiro

3) Suba a montanha para ver a Treasury por cima

4) Leve Lanchinho

 

Justifico:

1)Vá cedo.

Tem uma quantidade infinita de turistas lá. Os portões abrem as 06:00h. As 06:15 eu estava no portão. Petra foi a razão da minha viagem para aquela região, portanto, eu não queria ter que apreciar aquele lugar com centenas de pessoas. Não num primeiro impacto. Enfim, foi muito bom, e muito emocionante andar pelo SIQ sem ninguém muito perto da gente.. no silencio.. só ounvindo nossos passos e respiração... e foi muito mais emocionante, ao terminar o Siq ver a Treasury com uma meia dúzia de pessoas somente. Foi um momento Mastercad... “Não tem preço”.rs

 

2)Vá até o monastério

A subida até lá não é tão hard, mas para quem está sedentário vai cansar bem.. imagina isso com o sol a pino. Por isso, chegando cedo, poderá subir enquanto o sol não está escaldante. Chegando aqui, pode ter certeza que o lanchinho cairá bem! RS

PS: Vi várias pessoas reclamando da contratação dos burricos como táxi, pois, eles não vão até o topo... deixam em determinado ponto.

 

3)Suba a montanha para ver a Treasury por cima

Outro momento “impagável”. É bem cansativo e leva cerca de 45min a 1hora para subir os mais de 600 degraus. Mas vale cada esforço ver a Treasury lá de cima no silencio absurdo da montanha. Os meninos com os Táxis “burricos”, ficarão insistindo para contratá-los, mas acho furada.

 

4) Leve Lanchinho

Bem melhor do que ficar comendo por lá, embora eu tenha almoçado no restaurante self-service mais econômico que tem lá... (se não me engano tem dois). A comida não é lá essas coisas, mas é "comível" e confesso que com a fome que estava até achei boa!

 

Recomendo mais 03 lugares em Petra:

- The Cave Bar – bacana para tomar algo, mas bem carinho. Vale para conhecer

- Pizzaria Oriental Restaurant: fica na mesma calcada do hotel Movenpic – Excelente pizza e barata.

- Hostel Petra Gate – A refeição servida por eles é bem simples, mas é muuuito boa. Jantei por JOD 5 e valeu muito a pena. Mesmo não sendo hospede vc pode ir jantar lá.. fica a poucos metros do Cleopetra (que tb serve janta a preço similar).

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231954.JPG 500 375 Petra]Petra[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232108.JPG 375 500 Petra]Petra[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233153.JPG 500 375Petra - Monastério]Petra - Monastério[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232320.JPG 500 375 Wadi Rum - Acampamento Beduíno]Wadi Rum - Jordania - Acampamento Beduíno[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232748.JPG 500 375 Wadi Rum] Wadi Rum - Jordania[/picturethis]

 

 

Travessia Jordânia – Jerusalém

Contratei um taxi, pois, queria passar por alguns lugares na King’s Highway. O Taxi ficou em JOD 90 (o carro) e nos pegou no hostel e depois parou em: Shobak Castle, Mount Nebo, Mar Morto, um outro lugar que não lembro o nome, rsrs.. e enfim na fronteira com Israel. O táxi foi organizado pelo próprio Mosleh do Cleopetra.

 

Fronteira – Lado Jordaniano: A demora aqui acontece porque eles esperam lotar um ônibus para levar todo mundo para a fronteira de Israel (acho que é cerca de uns 2km no máximo, mas pelo que entendi só pode ser com o ônibus deles). Detalhe: eles cobram pelas bagagens aqui... portanto, deixem alguns JOD para pagar o busão. Se não me engano foi algo em torno de JOD 1,25 por peça.

 

Fronteira – Lado Israel: Bem... como muitos já relataram aqui é o CAOS! Muita pergunta, muita desconfiança e se der azar, chá de cadeira. No meu caso, entre chegada na Jordania e saída definitiva da imigração israelense demorou 5 horas. Um absurdo para um trajeto tão curto.. Mas enfim, faz parte!

A dica IMPORTANTÍSSIMA daqui é a seguinte:

Quando desembarcar do ônibus, terá que passar por um guichê e depois pelo Raio-X. Pois bem, na ocasião era necessário deixar toda a bagagem (exceto a de mão) para retirá-la depois que passar por toda a imigração. O sistema para deixar a mala é a de colar um ticket numerado na sua mala e te dar a outra parte. Com isso, pensei que quando fosse retirar a mala teria alguém checando se a numeração batia. Náo tinha um “infeliz” checando isso e pior... a criatura iluminada que pegou nossa bagagem, colou uma numeração na mala diferente do comprovante que nos deu, ou seja, trocou com a mochila de outra pessoa. Por sorte, ninguém havia levado a nossa mala, mas foi um belo susto quando chegamos ao pátio onde as malas estavam e vimos que faltava uma delas. Fiquei uma fera na hora e esbravejei todos os palavrões que eu conhecia ::grr:: . O cara responsável por colocar as malas veio perguntando se podia me ajudar (o único filho de Deus que em Israel se propôs a ajudar! Acho que foi porque viu que eu estava a ponto de matar alguém...rsrsrs!). Explicamos o caso e ele foi buscar lá dentro. Minutos depois, voltou com a mala. Ufaaa.. foi um alívio.

 

Outro ponto importante é: Independente de qual fronteira você irá cruzar, tenha em mente que deverá checar os horários de funcionamento de cada uma delas, levando-se em consideração os dias da semana também.

 

ISRAEL

 

Fronteira Israel – Old City (Jerusalém)Faça o câmbio antes de sair pelo menos para a passagem e compre o ticket para o microônibus que leva até a cidade velha. Em torno de NIS 38. A viagem dura cerca de 45 minutos a 1 hora e deixa em um dos portões da cidade velha. Como achei que estava longe do portão onde eu ficaria, acabei rachando um táxi com um casal, mas 2 meninas que foram a pé, chegaram poucos minutos depois da gente, por conta do trânsito local.

 

Old-City: Acho que o tour gratuito vale à pena se tiver um tempinho na cidade. Como eu não tinha, paguei o Holy City (NIS 70 por pessoa) e achei que valeu, pois, foi um passeio um pouco mais completo visitando diversos lugares inclusive entrando em grande parte deles. (http://www.newjerusalemtours.com/ ) (http://www.indie-travelers.com/ ). O segredo em Jerusalém (assim como outros lugares) é caminhar e muito. Pegue um mapa e veja que grande parte das atrações fará sozinho, seguindo o mapa. Santo Sepulcro, Monte das Oliveiras e outros, são facilmente visitados com a ajuda de um mapinha para não se perder nas ruelas.

 

Hospedagem: Hostel Citadel. Perto do Jaffa Gate, que por sinal é a melhor localização na minha opinião. O hostel é péssimo em questões de higiene. Achei bem sujo, mas porque peguei a parte ruim dele. A parte superior, perto do telhado parece ser melhor. O staff era ótimo e tem uma rotatividade absurda de hóspedes. Reserve antes, pois, vi que muita gente que chegava tentando na hora não conseguia vaga.

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Citadel-Youth-Hostel/Jerusalem/13019

 

Belém, Nazareth, Cafarnaum, Rio Jordão, Massada e Mar Morto: Fiz com a mesma agência que oferece o tour gratuito e com a United Tours (http://www.unitedtours.co.il/ ). Achei que valeu a pena, pois, não compensava alugar um carro para poucos dias. Ficaria mais caro do que pagar os tours. Gostei de todos os passeios e achei que todos valeram muito a pena. Com atenção especial à Massada que foi meu preferido.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234509.JPG 500 407.831646244 Duomo da Rocha - Old Jerusalem]Duomo da Rocha - Old Jerusalem[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234722.JPG 500 375 Rio Jordão - Israel]Rio Jordão - Israel[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234842.JPG 500 375 Ruelas na Old Jerusalem]Ruelas na Old Jerusalem[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915235051.JPG 500 375 Vista da OId Jerusalem]Vista da OId Jerusalem[/picturethis]

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Gisele, tudo bem?

 

Eu irei agora no final de Setembro fazer uma viagem exatamente igual a sua e minha maior dúvida é em como ir de Petra até a região do Mar Morto sem ter que voltar para Eilat. Você poderia falar até que cidade você foi para poder cruzar a fronteira com Israel? Pois eu queria ficar na região do Mar Morto para ir para Massada e depois ir para Jerusalem.

 

Obrigado,

Felipe Olsen

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Muito bacana seu relato!!! ::cool:::'>

 

Querendo fazer roteiro parecido em 2013!

 

Oi Carlinhabh, Obrigada!

 

Espero que este relato possa ajudar em algo ::otemo::

 

Se puder fazer esta trip, faça!!!! Com certeza, vale muito a pena. Quando for, se eu puder ajudar em algo, é só falar!

 

Abraço,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi Gisele, tudo bem?

 

Eu irei agora no final de Setembro fazer uma viagem exatamente igual a sua e minha maior dúvida é em como ir de Petra até a região do Mar Morto sem ter que voltar para Eilat. Você poderia falar até que cidade você foi para poder cruzar a fronteira com Israel? Pois eu queria ficar na região do Mar Morto para ir para Massada e depois ir para Jerusalem.

 

Obrigado,

Felipe Olsen

 

 

 

Oi Felipe, td certo? Já te respondi via MP, mas vou postar aqui, pois, pode ajudar outros mochileiros :)

 

 

Olha só, meu trajeto foi do Egito para Jordania, cruzando por Eilat (tudo no mesmo dia)... e depois da Jordania para Israel indo direto para Jerusalem.

Por Eilat eu só passei para ir do egito (Taba) para Aqaba na Jordania e desde aí, seguir para Wadi Rum.

 

Mas me explica uma coisa... vc quer curtir o mar morto na Jordania ou Israel?

Pergunto porque qdo eu fui, eu tinha programado passar uma noite no Mar Morto na Jordania em um lugar lindo, mas nao deu certo porque perdi muito tempo na travessia no Egito e matou meu dia livre.

 

A partir de Petra eu contratei um taxista que nos levou direto para a fronteira com Israel (fronteira mais facil para ir para Jerusalem que era meu maior objetivo, pois, queria ficar hospedada lá). Na verdade ele foi fazendo uma especie de tour.. fomos parando em uma série de lugares e no fim, ficamos na fronteira.

PS: Posso olhar o nome da fronteira pra vc.. faz um tempinho e nao me lembro o nome agora.. rs

 

Saindo de Dahab, vc pode ir até Nuweiba e de lá para Aqaba na Jordania via ferry (até onde eu sei), mas isso não é rápido. Nunca ouvi falar deste "fastcat" (sorry!).

Eu não quis fazer esse caminho por Nuweiba porque muita gente reclamou que demorava muito, por isso, passei por Eilat para cruzar até Aqaba.. Sai mais caro, mas achei que foi mais sussa.

Vc estará em Dahab??? Se sim, vc tem essas duas possibilidades até onde eu pesquisei na ocasião.

 

Quanto aos dias:

Fiquei 2 dias em Wadi Rum (chegamos à tarde, almoçamos e passamos a noite com os beduinos e fui embora no seguinte à tarde rumo à Petra).

Em Petra, fiquei 2 dias tb (ou melhor 1 dia e meio, porque já cheguei no fim da tarde vindo de Wadi Rum... dormimos e acordamos bem cedo para ir à Petra... passamos mais uma noite e no dia seguinte saímos bem cedo rumo à fronteira com Israel com destino à Old City de Jerusalem). Importante, é ter um dia inteiro em Petra.. pelo menos!

Minha maior recomendação é de que acorde muito cedo e esteja nos portões de Petra quando eles abrirem.. vc vai ganhar o dia todinho e o comecinho do dia sem multidões de turistas!

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Gi, tudo bem?

 

Muito interessante o seu relato. Estou querendo fazer um roteiro muito parecido com o seu...

Quantos dias você ficou no Egito?

Meu inglês está meio fraco, será que vou ter problemas nas fronteiras se Jordânia e Israel?

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, você foi para Jerusalem de Wadi Musa ou Amã? Qual dos dois você recomenda?

 

Amigos,

Em forma de agradecimento de todas as vezes que sempre acho respostas às minhas dúvidas por aqui, montei um simples relato sobre minha viagem que aconteceu em Outubro/2010. Eu e mais uma amiga nesta trip fantática que durou no total 26 dias. Espero que as informações possam ajudar... e se puder ajudar com outras dúvidas, farei com certeza (Neste caso, por favor, envie via MP... pois, às vezes passo muitos dias sem entrar no site e via MP receberei um alerta no meu e-mail :) )

 

ROTEIRO: EGITO - JORDANIA - ISRAEL (finalizando em Amsterdam com mais 2 dias).

 

EGITO

 

Cairo

Cidade louca, barulhenta, por muitas vezes suja.. porém encantadora. Voltaria ao Cairo dezenas de vezes.

 

Mulheres Sozinhas: Tranquilo desde que vestidas com decoro. Usei muito bata de manga longa e calças pantalona (tipo indiana). Isso não evitou o assédio, mas com certeza reduziu, e muito! Em meu caso, não estava sozinha, pois, uma outra amiga viaja comigo, mas sempre somente nós duas.

 

Metrô: Meninas, não pensem duas vezes... Usem! Porém utilizem o vagão dedicado especialmente para mulheres. Super tranqüilo, sem perturbação alguma.

 

Hostel: A entrada do hostel, bem como o elevador, assustam (e muito!), mas ao chegar ao hostel a surpresa é ótima. Ambiente aconchegante, limpo e staff super atencioso. Ficamos em quarto privado e valeu muito a pena. (Meramees Hostel - 32 Sabri Abou Alam Street, Cairo, Egypt )

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Meramees-Hostel/Cairo/2332" onclick="window.open(this.href);return false;

Ponto Negativo do Hostel: Ao lado de uma mesquita, portanto, prepare-se para despertar por volta das 5:00 da manhã com o primeiro chamado do dia.

Aproveite para fechar o passeio às pirâmides no hostel mesmo. Se possível, com o taxista Mohamed. O cara é 10! Super gente boa e nos respeitou o tempo todo.

 

Museu do Cairo: Parada obrigatória. Não pode entrar com câmera.. Nem perca o seu tempo tentando, pois, você vai passar por Raio X. Tem que deixar a câmera em uma espécie de guarda-volume do lado de fora.

O assédio de guias dentro e fora do museu é grande. Tenha em conta que: é impossível conhecer o museu em um só dia. Como eu dispunha só de ½ dia, acabei contratando um senhorzinho que falava espanhol. Ele tinha pilha Duracell..rsrs.. Por Deus! Era difícil acompanhá-lo. No começo achei meio furada, mas depois achei que valeu, pois, ele levou nos principais pontos e nos alertou para pontos que eu jamais prestaria atenção se tivesse andando sozinha. Geralmente você contrata o serviço por 2 horas ou mais. Algo em torno de EGP 200. Dentro do museu, para visitar a sala das múmias é necessário pagar uma taxa à parte (EGP 100). Recomendadíssimo!!!! Não deixe de ir. Tem uma coleção enorme de múmias. A sala de tesouros do Tutankamon é um deslumbre aos olhos. Gostei muito.

 

Comida: Muita atenção para comida. Evitem peixe, pois, é um lugar muito quente e as condições de higiene são péssimas. Minha amiga pegou uma mega infecção intestinal e tivemos que fazer uma consulta por fone aqui com o Brasil. Depois de uns 3 dias ela melhorou, mas foi bem punk! Eu não voltaria ao Egito sem um bom antibiótico para esse tipo de infecção. O médico daqui disse que é muito comum em viajantes, pela mudança de clima, comida, água,etc. Sendo assim, cautela no quesito comida. Tive muita sorte, pois, não tive nada,masssss.. melhor não vacilar.

 

Sufi Dancing: Esta foi a melhor surpresa que tive no Cairo. Uma apresentação gratuita acontece às Segundas, quartas e sábados (confirme no albergue se continuam esses dias). A apresentação é por volta das 20:00h, mas chegue as 18:00h, caso contrário não encontrará vaga. Foi a apresentação local mais surpreendente e emocionante que já vi até hoje. Acontece no Wikalet al-Ghouri pertinho do Mercado de Khan-el-Khalili.

 

Mercado de Khan el-Khalili: Imperdível! Fui simplesmente todos os dias neste mercado... quer seja durante ou dia, ou à noite. Adorei. São dezenas de quarteirões e ruelas que formam verdadeiros labirintos. Pechinche muito (sempre!). Aproveite para conhecer o restaurante Khan Khalili Restaurant/Naguib Mahfouz Café (recomendado no Lonely Planet e perfeito!) http://www.nileguide.com/destination/cairo/restaurants/naguib-mahfouz-cafe/509830" onclick="window.open(this.href);return false;

 

Visita às mesquitas: Mohamed Ali, King Hassan..etc... Fomos por conta própria ao bairro Cristão e depois às mesquitas. Sinceramente, acho que seria melhor ter pago uma espécie de tour. Sei que sairia infinitamente mais caro, mas ainda assim, barato, já que para nós daqui do Brasil o custo do Egito é baixo. Caminhamos muito em um sol a pino e muitas vezes, por estarmos sozinhas, preferimos pegar um táxi. Então, acredito que o melhor seria de fato ter fechado lá no albergue um taxista para “rodar”com a gente pela cidade.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225311.JPG 500 375 Giza] Giza[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225632.JPG 500 375 Cairo]Cairo - Imediações do Khan-el-Khalili[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915225903.JPG 500 375Sufi Dance]Sufi Dance[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230546.JPG 500 375 Cairo]Cairo[/picturethis]

 

 

De Cairo a Aswan

 

Trem (sleeping train - http://www.sleepingtrains.com" onclick="window.open(this.href);return false; ) Cerca de USD 60 em cabine dupla ou USD 80 sozinho. Viaja a noite toda e chega lá pela hora do almoço.

Detalhe: Se estiver com fome ao embarcar, nem conte com a janta do trem porque é péssima. Recomendo levar algo para comer. O café da manhã é até que razoável. Reserve sua passagem assim que chegar, pois, nem sempre tem vaga para última hora. Levando-se em consideração a quantidade de horas no trem, pagar a cabine em minha opinião é a melhor opção, pois, poderá ir dormindo durante o caminho e a cabine (dentro do possível) é confortável.

 

Cruzeiro: Para aqueles que podem incluir o cruzeiro no orçamento eu recomendo. Contratei uma agência chamada ATB Holidays (http://www.atbholidays.com" onclick="window.open(this.href);return false;) para fazer o cruzeiro e o passeio para Abu Simbel. Foi o dinheiro mais bem gasto na viagem.

O cruzeiro inclui além de todas as refeições os passeios a todos os principais pontos entre Aswan e Luxor. Existe a opção de Aswan a Luxor e o inverso. Escolhi partindo de Aswan porque depois de Luxor eu continuaria a viagem para Dahab. Com relação à ATB: Encontrei essa agencia no Google e comecei a manter contato com eles questionando o passeio, preços, etc. O atendimento era muito bom. Sempre respondiam aos meus e-mails muito rapidamente. O pagamento foi efetuado por Cartão de crédito via Internet (site seguro). Sem problema algum.

 

Aswan

Fiquei no hostel Hathor. Gostei. Piscina no terraço com umas cadeiras para ficar simplesmente assando naquele sol absurdo! A localização do hostel é boa e a limpeza também. Staff super simpático. Tem um micro gratuito para os hóspedes que usei para baixar fotos para meu pen drive. Aswan, ao contrário do que eu pensava é uma cidadezinha super agradável.

http://www.hathorhotel.com/requests.aspx" onclick="window.open(this.href);return false;

 

Às margens do Nilo, o fim de tarde nas felucas é um passeio obrigatório. Como minha amiga não estava bem (lembram que falei que ela teve infecção??), fui passear sozinha pela cidade e almocei no MC Donalds. (e viva o Fast Food!!!). Ali mesmo, perto do MC contratei um senhorzinho para passear comigo de feluca.... Fui sozinha bem no finzinho de tarde para ver o pôr-do-sol. Doce lembrança!

Como eu já havia informado a agência do cruzeiro onde eu estaria hospedada, eles ligaram na recepção avisando sobre o horário que nos pegariam no Hostel para irmos para Abu Simbel.

Como meu tempo estava muito apertado, contratei a mesma agência (ATB) para fazer o passeio para Abu Simbel. Não achava uma boa fazer com eles, pois, era muito caro (USD 135), porém, como eu tinha que fazer o check-in no navio naquele mesmo dia depois de Abu Simbel, acabei optando pela agência, pois, se chegasse após o check-in com eles eu não teria problemas...diferentemente se estivesse por minha conta.

Enfim, nos pegaram no hostel as 02:45h da madruga para iniciarmos o passeio. Chegamos a Abu Simbel as 06:00h e as 08:00h já estávamos finalizando o tour a caminho do ônibus. A esta altura comecei a entender melhor o motivo de ir tão cedo... não é só pela distancia, mas também pelo calor que é quase insuportável. Neste dia o termômetro do ônibus bateu os 42 graus por volta das 12:00h, mas a sensação térmica era muito pior que isso. Lembre que Abu Simbel é a 40 km do Sudão.... sendo assim, muito mais calor!

Após retorno de Abu Simbel, fizemos o check-in no navio, almoçamos e depois partimos para o passeio da tarde em Aswan. O cruzeiro no Nilo é algo fabuloso. O navio não balança praticamente nada.. muito calmo.

 

O navio que ficamos era o MISS EGYPT e minha nota para ele é 10! Padrão 5 estrelas. Já fiz alguns cruzeiros e posso afirmar que o padrão deles é de Transatlântico, sem dúvida. Os passeios a todos os pontos era com serviço de guia e carro com ar condicionado. Detalhe: serviço VIP. Sim!!! Um guia somente para nós... sem o esquema CVC que estamos acostumados a ver. O guia falava um espanhol muito bom e era um arqueólogo formado pela Universidade do Cairo. Um crânio em história! O difícil era guardar tudo o que ele falava..rsrs. Para os interessados, o cruzeiro custou USD 345 (preço final com todos os passeios + traslados hotel/cruzeiro/hotel ). Além disso, você vai gastar com bebidas (assim como na maioria dos cruzeiros) e é claro com as gorjetas que é uma praxe em cruzeiros.

Achei que tudo o que economizei em Hostels valeu gastar no cruzeiro, pois, uns diazinhos de conforto foram muito bem-vindos. Terminar um dia, após fritar o cérebro no calor escaldante de Luxor, na Jacuzzi do terraço olhando o pôr-do-sol, foi algo inesquecível. Portanto, caso seu Budget permita uma regalia como essa, eu recomendo.

Terminando o cruzeiro em Luxor, pudemos fazer um late check-out, saindo da cabine somente às 13:00h e deixando o navio somente as 15:00h. Como o pacote inclui tranfers, um guia chegou para nos levar até a estação rodoviária para pegar o ônibus da East Delta para Dahab.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230234.JPG 500 375 Aswan]Aswan[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230429.JPG 500 375 Aswan]Aswan[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230708.JPG 500 375 Abu Simbel]Abu Simbel[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915230856.JPG 500 375 Abu Simbel]Abu Simbel[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233733.JPG 500 375 Miss Egypt]Miss Egypt - Cruzeiro no Nilo - Vale muito a pena[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231457.JPG 500 375 Luxor]Luxor[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231630.JPG 375 500 Luxor]Luxor[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915235728.JPG 500 375 Hatshepsut Temple]Hatshepsut Temple[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120916000136.JPG 500 375 Templo de Karnak]Templo de Karnak[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120916000332.JPG 500 375 Edfu - Templo de Horus]Edfu - Templo de Horus[/picturethis]

 

 

De Luxor a Dahab

O caos! Pois é, saí da mordomia do cruzeiro para enfrentar o caos nesta travessia. Mas essa é a graça de se viajar por conta própria de mochilão! rs. Bom, pesquisei muuuuito em como ir de Luxor a Dahab... Lonely, fóruns, aqui no Mochileiros.com.. enfim, acabei chegando à conclusão de que de ônibus direto era a melhor opção ...e de fato seria!!! (Seria se o busão não tivesse quebrado e se não tivesse parado uma centena de vezes). Em nenhum momento fomos importunadas... talvez porque nossas caras não eram de “boas amigas”... rsrs... Enfim, resumindo... enfrentamos centenas de check points, a quebra do busão no Deserto (ficamos parados por 2 horas até um filho de Deus parar e conseguir ajudar). Depois de umas 12 horas trocamos de busão em uma estação rodoviária que nem lembro mais onde era. Enfim... Dahab... 25 horas depois. SIM! 25 horas. O estimado por todos os guias era de 14 a 16h.... acho que foi castigo pela mordomia no cruzeiro...kkkkkkk... Portanto, NÃO RECOMENDO IR DE BUSÃO. Não economize e vá de avião mesmo.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232936.JPG 500 375 Ônibus de Luxor a Dahab] Ônibus de Luxor a Dahab - 25 horas a bordo!!! Caos![/picturethis]

 

DAHAB

Paraíso para os mochileiros. Fiquei somente 2 noites, mas adoraria ficar um mês naquele lugar.

Hospegadem: O Penguim Village é fantástico. A área do Restaurante é fantástica... extremamente confortável, comida boa e barata. A vilinha tem algumas lojas e um pequeno agito à noite. (Penguin Village -Mashraba Street, Dahab Sinai, Dahab, Egypt )

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Penguin-Village/Dahab/15355" onclick="window.open(this.href);return false;

Se gosta de mergulho ou quer experimentar um mergulho inicial faça sem hesitar! Na média de USD 38. Já mergulhei em outros pontos, mas nada se compara ao Mar Vermelho! Um encanto.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233405.JPG 500 375 Dahab]Dahab - Penguin Village - Água salgada no chuveiro, mas o lugar é encantador[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234239.JPG 500 375 Dahab]Dahab - Excelente ponto de mergulho em pleno Mar Vermelho[/picturethis]

 

Travessia DAHAB – JORDANIA

Pesquisei muito em como fazer essa travessia e acredito que minha escolha foi a melhor, ainda que não fosse a mais econômica. A maioria do pessoal vai por Nuweiba para Aqaba, que é uma tragédia pelo que amigos falaram. Tudo atrasa (e muito!) e o tratamento é péssimo.

No meu caso eu fiz:

Dahab – Eilat – Aqaba – Wadi Rum

No Penguim contratei um carro para nos levar até a fronteira com Eilat (EGP 300). O valor é pelo carro, portanto, se tiver mais gente para dividir, esse valor sai uma pechincha. Fechei no próprio Penguim que arrumou o carro (no caso foi uma VAN!). No caminho para Eilat fizemos umas 2 paradas para fotos em uma paisagem incrível. Existe uma Van mais econômica (coletiva) que vai para Eilat, porem só saia as 10:00h e eu queria sair mais cedo, para ver se pegava as coisas mais tranqüilas nas fronteiras. E Bingo! Acertei.

 

Eilat- Aqaba: Claro que rola muita pergunta em Israel.. Aquele stress que todo mundo comenta que geralmente passa... No meu caso, pegaram no meu pé, revistaram tudo, tudinho, abriram mala, bolsa, tudo.. enfim... aquele questionário.. mas em 1 hora já tinha finalizado tudo. Detalhe: Cheguei cedo em Eilat... acredito que por 9:00h da manhã. Atravessando a fronteira, logo na saída peguei um táxi para ir até Aqaba. Paguei USD 20 pelo taxi, mas tem ônibus que vai até Aqaba para quem quiser economizar um pouco mais. Lembre que para sair de Israel, ainda que em trânsito para a Jordânia, tem que pagar a taxa de saída que foi de NIS 98, que pode ser pago no cartão de crédito.

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231302.JPG 500 375 Caminho de Dahab à Aqaba]Caminho de Dahab à Eilat/Aqaba[/picturethis]

 

Aqaba-Wadi Rum: Taxi novamente. Paguei USD 35 para nos levar até Wadi Rum, onde o beduíno já nos esperava para levar para o acampamento.

Resumindo: Sei que saímos as 08:00h de Dahab e as 15:00h já estava no vilarejo de Wadi Rum. Como ouvi muita gente falando de atrasos de até 5/ 7horas só em Nuweiba, achei que valeu a pena.

 

JORDANIA

Iniciei por Wadi Rum, que confesso, não esperava tanto e foi para minha surpresa um dos lugares que mais gostei de toda a trip. Acho imperdível. A experiência de passar uma noite em acapamento beduíno é inigualável. Ficamos com o AYESH (http://www.wadirumdiscovery.com/site/About%20Us.html" onclick="window.open(this.href);return false; ), que foi um achado na Jordânia. Extremamente educado e atencioso, ele nos respondeu a todos os e-mails sempre muito rápido e fechamos tudo por e-mail, pagando lá na hora quando chegamos. O acampamento dele é ótimo, bem estruturado com um banheiro decente bem no meio do deserto (e eu imaginando que teria que ir atrás da moita...rsrs). Perfeito! O pacote dele inclui tudo... transfer, noite em acampamento, refeições, água, passeio de 4x4 e passeio de camelo. Tenho o contato dele e terei o maior prazer em compartilhar com quem queira.

 

Wadi Rum – Petra: O próprio Ayesh nos arrumou um taxista para levar até Petra. JOD 35 para o trajeto, porém sei que tem ônibus que sai de Wadi Rum para Wadi Musa. Vale se tiver tempo, pois, vai economizar bem.

 

Petra: Fiquei no Cleopetra. Muito bom! O dono, Mosleh, é mega atencioso, responde a todos os e-mails e o hostel é muito limpo e confortável. Parece um hotelzinho mesmo. O único incoveniente é que não é muito perto de onde ficam os restaurantes, lojinhas, etc.. para sair à noite, mas nada que JOD 6 (ida/volta) não resolvam para pegar um táxi e economizar as pernas para andar em Petra.

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Cleopetra-Hostel/Petra/16194" onclick="window.open(this.href);return false;

 

Petra: Minhas dicas aqui são:

1) Vá cedo

2) Vá até o mosteiro

3) Suba a montanha para ver a Treasury por cima

4) Leve Lanchinho

 

Justifico:

1)Vá cedo.

Tem uma quantidade infinita de turistas lá. Os portões abrem as 06:00h. As 06:15 eu estava no portão. Petra foi a razão da minha viagem para aquela região, portanto, eu não queria ter que apreciar aquele lugar com centenas de pessoas. Não num primeiro impacto. Enfim, foi muito bom, e muito emocionante andar pelo SIQ sem ninguém muito perto da gente.. no silencio.. só ounvindo nossos passos e respiração... e foi muito mais emocionante, ao terminar o Siq ver a Treasury com uma meia dúzia de pessoas somente. Foi um momento Mastercad... “Não tem preço”.rs

 

2)Vá até o monastério

A subida até lá não é tão hard, mas para quem está sedentário vai cansar bem.. imagina isso com o sol a pino. Por isso, chegando cedo, poderá subir enquanto o sol não está escaldante. Chegando aqui, pode ter certeza que o lanchinho cairá bem! RS

PS: Vi várias pessoas reclamando da contratação dos burricos como táxi, pois, eles não vão até o topo... deixam em determinado ponto.

 

3)Suba a montanha para ver a Treasury por cima

Outro momento “impagável”. É bem cansativo e leva cerca de 45min a 1hora para subir os mais de 600 degraus. Mas vale cada esforço ver a Treasury lá de cima no silencio absurdo da montanha. Os meninos com os Táxis “burricos”, ficarão insistindo para contratá-los, mas acho furada.

 

4) Leve Lanchinho

Bem melhor do que ficar comendo por lá, embora eu tenha almoçado no restaurante self-service mais econômico que tem lá... (se não me engano tem dois). A comida não é lá essas coisas, mas é "comível" e confesso que com a fome que estava até achei boa!

 

Recomendo mais 03 lugares em Petra:

- The Cave Bar – bacana para tomar algo, mas bem carinho. Vale para conhecer

- Pizzaria Oriental Restaurant: fica na mesma calcada do hotel Movenpic – Excelente pizza e barata.

- Hostel Petra Gate – A refeição servida por eles é bem simples, mas é muuuito boa. Jantei por JOD 5 e valeu muito a pena. Mesmo não sendo hospede vc pode ir jantar lá.. fica a poucos metros do Cleopetra (que tb serve janta a preço similar).

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915231954.JPG 500 375 Petra]Petra[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232108.JPG 375 500 Petra]Petra[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915233153.JPG 500 375Petra - Monastério]Petra - Monastério[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232320.JPG 500 375 Wadi Rum - Acampamento Beduíno]Wadi Rum - Jordania - Acampamento Beduíno[/picturethis]

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915232748.JPG 500 375 Wadi Rum] Wadi Rum - Jordania[/picturethis]

 

 

Travessia Jordânia – Jerusalém

Contratei um taxi, pois, queria passar por alguns lugares na King’s Highway. O Taxi ficou em JOD 90 (o carro) e nos pegou no hostel e depois parou em: Shobak Castle, Mount Nebo, Mar Morto, um outro lugar que não lembro o nome, rsrs.. e enfim na fronteira com Israel. O táxi foi organizado pelo próprio Mosleh do Cleopetra.

 

Fronteira – Lado Jordaniano: A demora aqui acontece porque eles esperam lotar um ônibus para levar todo mundo para a fronteira de Israel (acho que é cerca de uns 2km no máximo, mas pelo que entendi só pode ser com o ônibus deles). Detalhe: eles cobram pelas bagagens aqui... portanto, deixem alguns JOD para pagar o busão. Se não me engano foi algo em torno de JOD 1,25 por peça.

 

Fronteira – Lado Israel: Bem... como muitos já relataram aqui é o CAOS! Muita pergunta, muita desconfiança e se der azar, chá de cadeira. No meu caso, entre chegada na Jordania e saída definitiva da imigração israelense demorou 5 horas. Um absurdo para um trajeto tão curto.. Mas enfim, faz parte!

A dica IMPORTANTÍSSIMA daqui é a seguinte:

Quando desembarcar do ônibus, terá que passar por um guichê e depois pelo Raio-X. Pois bem, na ocasião era necessário deixar toda a bagagem (exceto a de mão) para retirá-la depois que passar por toda a imigração. O sistema para deixar a mala é a de colar um ticket numerado na sua mala e te dar a outra parte. Com isso, pensei que quando fosse retirar a mala teria alguém checando se a numeração batia. Náo tinha um “infeliz” checando isso e pior... a criatura iluminada que pegou nossa bagagem, colou uma numeração na mala diferente do comprovante que nos deu, ou seja, trocou com a mochila de outra pessoa. Por sorte, ninguém havia levado a nossa mala, mas foi um belo susto quando chegamos ao pátio onde as malas estavam e vimos que faltava uma delas. Fiquei uma fera na hora e esbravejei todos os palavrões que eu conhecia ::grr:: . O cara responsável por colocar as malas veio perguntando se podia me ajudar (o único filho de Deus que em Israel se propôs a ajudar! Acho que foi porque viu que eu estava a ponto de matar alguém...rsrsrs!). Explicamos o caso e ele foi buscar lá dentro. Minutos depois, voltou com a mala. Ufaaa.. foi um alívio.

 

Outro ponto importante é: Independente de qual fronteira você irá cruzar, tenha em mente que deverá checar os horários de funcionamento de cada uma delas, levando-se em consideração os dias da semana também.

 

ISRAEL

 

Fronteira Israel – Old City (Jerusalém)Faça o câmbio antes de sair pelo menos para a passagem e compre o ticket para o microônibus que leva até a cidade velha. Em torno de NIS 38. A viagem dura cerca de 45 minutos a 1 hora e deixa em um dos portões da cidade velha. Como achei que estava longe do portão onde eu ficaria, acabei rachando um táxi com um casal, mas 2 meninas que foram a pé, chegaram poucos minutos depois da gente, por conta do trânsito local.

 

Old-City: Acho que o tour gratuito vale à pena se tiver um tempinho na cidade. Como eu não tinha, paguei o Holy City (NIS 70 por pessoa) e achei que valeu, pois, foi um passeio um pouco mais completo visitando diversos lugares inclusive entrando em grande parte deles. (http://www.newjerusalemtours.com/" onclick="window.open(this.href);return false; ) (http://www.indie-travelers.com/" onclick="window.open(this.href);return false; ). O segredo em Jerusalém (assim como outros lugares) é caminhar e muito. Pegue um mapa e veja que grande parte das atrações fará sozinho, seguindo o mapa. Santo Sepulcro, Monte das Oliveiras e outros, são facilmente visitados com a ajuda de um mapinha para não se perder nas ruelas.

 

Hospedagem: Hostel Citadel. Perto do Jaffa Gate, que por sinal é a melhor localização na minha opinião. O hostel é péssimo em questões de higiene. Achei bem sujo, mas porque peguei a parte ruim dele. A parte superior, perto do telhado parece ser melhor. O staff era ótimo e tem uma rotatividade absurda de hóspedes. Reserve antes, pois, vi que muita gente que chegava tentando na hora não conseguia vaga.

http://www.hostelworld.com/hosteldetails.php/Citadel-Youth-Hostel/Jerusalem/13019" onclick="window.open(this.href);return false;

 

Belém, Nazareth, Cafarnaum, Rio Jordão, Massada e Mar Morto: Fiz com a mesma agência que oferece o tour gratuito e com a United Tours (http://www.unitedtours.co.il/" onclick="window.open(this.href);return false; ). Achei que valeu a pena, pois, não compensava alugar um carro para poucos dias. Ficaria mais caro do que pagar os tours. Gostei de todos os passeios e achei que todos valeram muito a pena. Com atenção especial à Massada que foi meu preferido.

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234509.JPG 500 407.831646244 Duomo da Rocha - Old Jerusalem]Duomo da Rocha - Old Jerusalem[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234722.JPG 500 375 Rio Jordão - Israel]Rio Jordão - Israel[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915234842.JPG 500 375 Ruelas na Old Jerusalem]Ruelas na Old Jerusalem[/picturethis]

 

 

[picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120915235051.JPG 500 375 Vista da OId Jerusalem]Vista da OId Jerusalem[/picturethis]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia, seu relato foi muito esclarecedor. Estou querendo ir em novembro com um amigo e consegui sanar várias das nossas dúvidas.

Se puder fazer contato ficarei muito agradecida.

Meu whats (11) 99897-7327    Regina

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...