Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

michel

Oriente Médio - Roteiros e Meios de Transporte

Posts Recomendados

Entendi... obrigada, Mauro!

 

Você acha que dá para fazer de taxi mesmo as distâncias maiores? Mais de 300km? Não fica muito caro? Pensei no carro pela possibilidade de ir parando. Isso, de ir de taxi, vale pera todos os paises? Tranquilo de arranjar motoristas que façam?

 

E a tal fronteira, mencionada em um tópico anterior, "Alambi Bridge", entre a Jordania e Israel, onde dá para entrar em Israel sem carimbar o passaporte? Sabe alguma coisa sobre ela? Onde fica, por exemplo?

 

Valeu, Mauro!

Abraço forte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entre cidades acho melhor o transporte convencional. Quanto a não carimbar o passaporte eu não arriscaria num a região comturbada, ariscando a ir presa por falta de documentação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá pessoal,

 

eu já entrei em Israel com vistos de países oponentes no passaporte. Vai ter um interrogatório longo, bem longo, mas tudo bem. Fica calmo, diz a verdade, como sempre devemos fazer, e pronto. Na saída outro interrogatório pesado (pior que na entrada), mas tudo bem.

 

O contrário é impossível, quero dizer, nem pensar de ir à país muçulmano (com a excessão da Jordânia e do Egito, como você disse) com carimbo de Israel no passaporte.

 

 

 

Agora, sobre usar dois passaportes. Tem dois casos. Caso 1: na mesma viagem. Olha, quando a gente vinha das castanhas, esse pessoal já vinha dos cajús! Eles seguem o teu trajeto. Vão ver num passaporte o carimbo de saída da Jordânia, por exemplo (digamos que você foi da J à Israel, depois, passando pela Jordânia, tentou entrar na Siria. Vão ver o buraco: o carimbo de saída da Jordânia no dia, digamos 5, e depois um carimbo de entrada no dia, digamos 10. E um "buraco" entre o 5 e o 10.

 

Não subestime o controlador: eles vão ver em segundos que tem um problema.

 

Caso 2: em viagens diferentes. Aí, não tem problema. Se for à Israel com um passaporte, depois voltar para o Brasil, ou outro país "neutro" aonde morar, depois for para a Síria, digamos, com o outro passaporte. Eles não saberão de nada. Pode ir tranqüilo.

 

Saiba também que os israelenses sabem do problema, e que, se você pedir que carimbem outro papel, ao invés das páginas do teu passaporte, eles farão. Assim pode usar o mesmo passaporte, mas, de novo, cuidado se isso significar um "buraco" entre datas da mesma viagem (meu "caso 1").

 

___________----

Uma pergunta para você: já entrou no Brasil com o passaporte espanhol? Um policial (P federal) me disse que se uma pessoa fizer isso, perde a nacionalidade brasileira, pois o Brasil não reconhece "dupla nacionalidade". Não sei se é verdade...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ramadan Mubarak! Com a proximidade do mês sagrado muçulmano, esta é uma boa hora para aprender como se diz “Feliz Ramadã!” em árabe – principalmente se você planeja viajar por algum país muçulmano neste mês de agosto. Então, se você tem alguma viagem planejada para o Egito, Marrocos, Indonésia ou Turquia (e muitos outros países!), veja abaixo algumas dicas que irão te ajudar a aproveitar essa experiência única de viajar no Ramadã (ou Ramadan, se você preferir).

 

Aprenda o básico. O Ramadã é um mês lunar – o nono do calendário islâmico – dedicado ao swam (o jejum sagrado), um dos cinco pilares do islamismo. Do nascer ao por do sol, os fiéis devem abster da comida, bebida, do tabaco e do sexo, se concentrando no desenvolvimento e na renovação espiritual. Após o por do sol, ocorre uma eufórica refeição (iftar), marcando o fim do jejum diário. Um pouco antes do amanhecer, há outro grande banquete, chamado sahur, que serve de preparação para o novo dia de jejum. Mas o Ramadã não se resume apenas ao jejum diurno e banquetes noturnos. Outra forte característica do período é a caridade, ou zakat, outro importante pilar da religião islâmica.

 

Planeje com antecedência. Como qualquer outro feriado, o Ramadã afeta o funcionamento dos estabelecimentos comerciais e o turismo em geral. Muitos locais operam com horários reduzidos, e grande parte dos restaurantes fecha durante o dia. Portanto, não se esqueça de preparar um lanche para levar durante o dia, evitando passar fome! E é também uma boa idéia reservar hotéis com antecedência, evitando, assim, alguma surpresa desagradável. O mesmo vale para as atrações turísticas e os transportes, que podem ser afetados nesse período.

 

Adapte seus horários. Se você costuma acordar cedo para conhecer as atrações locais e logo após o pôr-do-sol já está retornando ao hotel para descansar, vale a pena rever o seus horários nesse período sagrado. O povo local costuma ficar em casa ao longo do dia, e as ruas ficam bem mais vazias, já que trabalhar ou passear durante o jejum não é fácil! Por outro lado, assim que termina o dia, as ruas ficam cheias de vida e as festas seguem até o amanhecer! Então, tente se adaptar à rotina local. Assim, você aproveitará muito mais e viverá de perto a magia do Ramadã!

 

Entre no espírito do Ramadã! Não se preocupe. O povo local não espera que você jejue durante o dia. De acordo com a tradição islâmica, até mesmo os viajantes muçulmanos estão liberados do jejum! Mas para mostrar respeito às tradições alheias, evite comer e beber em locais públicos ao longo do dia e respeite os momentos de oração.

 

Aceite a hospitalidade. Quando um muçulmano lhe oferecer doces ou te convidar para um banquete familiar, uma recusa soará bastante indelicada. Você não é obrigado a retornar o favor ou a comer os doces que te forem oferecidos. Apenas o fato de você ter aceitado será uma honra para seus novos amigos. Mas, se quiser, pratique o zakat, e faça uma doação a alguma instituição local.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Visitei essas cidades, mais Tiberíades, em 10 dias. Se tivesse tempo, ficaria mais, para ver algumas coisas com calma, mas dá para conhecer bem. As cidades são relativamente próximas, então você não perde muito tempo com deslocamento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola pessoal!

 

Nao precisamos de visto para ir a Israel, nao e cobrado nada na entrada mas e cobrado na SAIDA!!!

 

A saida de Israel pode custar ate USD110. A saida mais barata e na fronteira do sul com a Jordania, uma cidade chamada Eilat!

 

Em Eilat e cobrado USD55, e a entrada a Jordania e de Graca por essa fronteira tambem! (Normalmente custa 20 dollares)

 

Se voce tem planos de visitar algum pais islamico como Saudi Arabia, Iran, Pakistan, Iraq, Somalia, Ethiopia, ou Malasia, pede para o oficial NAO carimbar seu pasaporte!

 

Isso facilita sua entrada nesses paises mais nao e 100% seguro porque se voce sair para Jordonia ou Israel por terra, voce tera um carimbo de entrada desses paises isso siguinifica que vc passou por Israel! Tenho um amigo que nao tinha a estampa de Israel mais tinha a estampa de entrade em Aquaba, Jordania. Ele foi deportado do Libano!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por favor, li bastante sobre a entrada no Egito por Eilat (cidade em Israel), mas alguém sabe me dizer se consigo obter um visto para entrada no Egito através do consulado que eles tem em Eilat? Pois estarei em Israel e quero ir para o Egito, sei que no aeroporto é super barato, 15 dólares pelo que li, mas se em Eilat eu não conseguir essa "promoção", será triste ter que pagar aqui no Brasil mais de R$ 400,00 só por um visto.

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...