Ir para conteúdo

Europa em junho: Roma, Londres e Paris


Posts Recomendados

  • Membros

Obrigado pela ajuda.

 

Em relação a permanecer mais tempo na França, acho que seria mesmo a melhor opção. Detesto deslocamentos, mas às vezes são necessários. Meu roteiro mudou muitas vezes. Ia fazer só Roma (meu sonho de infância) e Lisboa (minha noiva adora comida portuguesa). Gosto de metrópoles, de andar pelas ruas e ver gente diferente, antigo e moderno lado a lado, parques, etc. Não curto cidades pequenas, tranquilas, pacatas, exceto se forem construções medievais, imperdíveis sob o ponto de vista histórico. Por isso, concentrei minha viagem nas três maiores, acho eu, cidades europeias.

Em relação a Lisboa, penso o mesmo que você, porém vi 3 grandes vantagens:

1 - Satisfazer o desejo de minha noiva de comer comida portuguesa na fonte;

2 - não precisaria acordar tão cedo para tomar o avião de volta (o voo de retorno sai de Paris às 6h15; de Lisboa, sai às 9h30)

3 - economizaria um trecho, pois isso já está incluído na passagem da TAP.

 

Em relação a Roma, a minha preferência é mesmo ficar na cidade. Mas como eu li de alguns, se não me engano, inclusive você, que 3 dias seriam suficientes, pensei em fazer um bate-e-volta. Li sobre Pompeia, mas achei muito cansativo o deslocamento. Florença me pareceu mais próxima, de mais fácil acesso.

 

Em Paris, só pensei em Versalhes mesmo. Em Londres, meu foco é Windsor, mas as agências que pesquisei só oferecem o pacote de 3 lugares em um dia. Pelas distâncias, acho que fica corrido. Não sou místico, então, Stonehenge não me apetece. Seria apenas porque está no pacote.

 

De qualquer forma, obrigado pelas dicas. Sinceramente, eu me arrependi de ter comprado tão cedo as passagens. Deveria ter definido o roteiro antes com mais convicção. Na verdade, eu achei que estava certo, mas quando você começa a contar da viagem e todo mundo começa a dar sugestões, parece que dá vontade de conhecer todos aqueles lugares. Se fosse hoje, ficaria mais uma semana, colocaria mais um dia em Paris e dois em Londres e na volta faria uma parada de umas duas ou três noites em Lisboa.

 

Uma pergunta: Florença dá para conhecer bem em um bate-e-volta? Acham que vale a pena. Se for pra me deslocar, pagar trem caro só pra dizer que fui não vale a pena. Queria visitar somente se desse para sentir que conheci realmente, mas como não tenho a menor ideia do tamanho da cidade e de suas atrações fica difícil.

 

De qualquer forma, agradeço a ajuda.

Link para o comentário
  • Respostas 26
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Tudo que citei tem relevância histórica, embora nem tudo seja medieval. O Vale do Loire por exemplo tem castelos do Renascimento. Algo mais agitado, grande metrópole, desconheço além de Paris.

 

Concordo com a inclusão de Lisboa pelos motivos citados. Foi exatamente o que fizemos e não nos arrependemos. Vale a pena aproveitar o stopover grátis da TAP, até mesmo porque no fim da viagem vocês estarão meio cansados, é bem melhor já estar na cidade de partida e não precisa de conexões.

 

Nesse caso, não sei se vale a pena incluir uma nova cidade na França. Eu jogaria os dois dias completos para Londres, faz mais o perfil que você descreveu e é uma cidade que tem muito a oferecer.

 

Sobre Florença, nós não fizemos bate e volta. Mas conhecemos tudo que quisemos em um dia bem cheio, desde manhã até de noite. Portanto, acho que pode rolar um bate e volta, sim, feito da forma que falei. A cidade é muito compacta e você vê muita coisa em um dia. Fizemos tudo a pé, só o trecho da Piazzale Michelângelo até a estação de trem (ficamos hospedados em frente) fizemos de ônibus, pois fica lá no alto e tem que descer um ladeirão, um pouco afastado do centro. Sabendo disso, faça a ida também de ônibus. Nós subimos a pé e foi tenso pra caramba.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Esqueci de falar sobre o tempo em Roma. Pra nós, 3 dias inteiros seriam suficientes. Fizemos em praticamente dois, pois perdemos um por atrasos, imprevistos e cansaço. Vimos muita coisa, mas num ritmo frenético. Só que Roma foi meio decepcionante. Nunca tive exatamente um sonho de criança de conhecer o lugar, mas era uma das cidades que mais tinha curiosidade de conhecer no mundo, por ser o berço do Império Romano e, consequentemente, da civilização ocidental. Mas vimos uma cidade suja, caótica e com ruínas, digamos, arruinadas demais, hehe. Pode parecer meio bizarro dizer isso. É que vimos ruínas mais inteiras, como em Pompeia. No Fórum Romano tem muita coisa que não passa de 1/3 de uma coluna em pé, o resto parece entulho. Outras, estão inteiras, mas sem um bom guia você não sabe como foi aquilo no contexto do império, a menos que você seja uma enciclopédia ambulante. Isso tudo aliado ao fato de que você esbarra em turista o tempo todo, lida com gente estressada, seja no trânsito, seja a pé, nos fez achar que 3 dias são suficientes. Basicamente, pro Vaticano, que é mesmo imperdível, o belíssimo Coliseu, + Foro + Palatino, algumas praças legais e monumentos realmente especiais, como a Fontana di Trevi. Masss, tem muita gente que discorda de mim e te recomendaria ficar os 4 dias completos, talvez até mais. Acho que é mais provável de você pensar como eles e gostar do local.

Link para o comentário
  • Membros

Windsor é facílimo de fazer a partir de Londres por conta própria, e você não perderia seu dia inteiro, como aconteceria caso fizesse uma excursão.

 

Entre no site da National Rail, a companhia de trens inglesa, e simule horários de Londres para Windsor, o custo é baixo, se não estou enganada são cerca de 40 minutos de Londres e você pode fazer no seu ritmo, sem precisar se preocupar com os horários da excursão. Se gostar pode ficar o dia todo, se não achar muita coisa pode subir no trem e voltar para Londres e terminar de aproveitar o dia por lá.

 

Bath também é uma cidade pérola para se conhecer a partir de Londres, tem muita coisa interessante e você pode fazer de trem também. Salisbury com Stonehege também dá pra fazer tranquilamente de trem. Cotswolds a logística é um pouquinho mais complicada para fazer por conta. Oxford dá tranquilo. Pesquise o que te atrai mais, mas como seu tempo em Londres é curto, eu ficaria com Windsor por ser próximo e você conseguir fazer em 'meio dia', assim te sobraria tempo em Londres ainda.

Link para o comentário
  • Membros

Obrigado a todos pelas dicas.

 

Em Londres, estamos inclinados a fazer só Windsor mesmo. Teremos 4 dias completos e mais metade do dia da ida para Paris, ou seja, 4,5 dias. Sei que é pouco, mas acho que é o máximo que dá para fazer. Separo meio dia para Windsor, vamos de trem mesmo, fazemos o castelo de acordo com o nosso gosto e depois voltamos para Londres, para aproveitar a tarde, ou fazemos o contrário, deixamos a tarde para visitar Windsor, pois já li que as excursões de dia inteiro que partem de Londres e fazem também Stonehenge e Bath ou Oxford visitam Windsor pela manhã, então, esse período é sempre mais cheio. Eu até achei uma excursão em uma agência de Londres que buscava no hotel onde ficarei hospedado, mas depois eu vi a lista de hotéis e fiquei assustado. Eles passam em mais de 20 hotéis. Lembrei-me de uma experiência que tive em Buenos Aires no carnaval. Comprei um passeio de dia inteiro para o Temaikén, uma mistura de zoológico com parque temático na grande BsAs. Saí do hotel às 8h da manhã e fiquei mais de duas horas no ônibus recolhendo turistas pela cidade inteira. O trânsito estava ruim e chegamos ao Temaikén quase às 13h. A saída seria às 16h. Resultado: aproveitei apenas 3 horas de um passeio que deveria durar o dia inteiro. Depois disso, passei a fugir de armadilhas do gênero.

 

Em Paris, também estamos propensos a fazer somente Versalhes. Também vamos por conta própria. As excursões estão cobrando cerca de 200 reais por pessoa para passeios de meio dia ou 450 para passeios de dia inteiro. Achei um roubo. A excursão de metade do dia sequer tem visita guiada, os caras só levam e trazem os turistas.

 

O bate-e-volta a partir de Roma vai ficar em stand by. Vamos organizar o dia-a-dia em Roma e depois decidimos se queremos ou não fazer uma day trip para Florença (indo por conta própria) ou Pompeia (por excursão). Li sobre Pompeia e achei complicado fazer sem excursão. Achei o deslocamento complicado e demorado. E temo achar tudo um monte de entulho, sem um guia para informar tudo direitinho nem que seja em espanhol.

 

Estou pensando em contratar um guia em Roma. Será muito caro? Alguém tem noção de preços ou pode indicar uma agência que preste tal serviço? Eu recebi uma proposta, certa vez, de uma agência que só trabalhava com brasileiros, mas o valor pedido era imoral.

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Cara, Versalhes vocÊ não precisa de excursão. Eu não cheguei a ir porque ficou apertado no meu roteiro (isso em 7 dias e meio !), mas leia, é muito tranquilo. Chegamos a comprar o ticket sem problemas, bem baratinho, mas no dia não deu tempo.

 

Pompeia é moleza sem excursão, basta pesquisar e se programar. Pega o trem de alta velocidade para Nápoles. Desceu, anda até a estação da Circumvesuviana, que é ali pertinho, e pega o trem para Sorrento, saltando em Pompeii Scavii. Veja só o mapa das linhas:

 

http://luademochila.files.wordpress.com/2011/11/sorrento-dia-1-herculano-011.jpg

 

Um monte de turistas faz isso todos os dias, coroas, até deficiente eu vi.

 

Pompeia eu achei com cara de cidade. Tem fotos e vídeos lá no meu blog, veja só:

 

http://luademochila.com/2011/11/05/sul-da-italia-dia-4-as-ruinas-de-pompeia/

 

Mas é claro que um guia ajuda. Já na entrada tem vários. Não sei dizer se são bons. Talvez perguntando na bilheteria você consiga algum credenciado.

 

Acho que um guia para o Fórum pode ser interessante. Como te falei, lá eu achei que tem muita coisa destruída. O Coliseu está bem preservado. Há uma seção dele onde ficavam os gladiadores que pode ser visitada com passeio guiado. Pesquise a respeito, agora não me lembro como faz. Jogue no Google "coliseum dungeons" que você deve achar. Pro resto de Roma, um passeio guiado até poderia ser interessante, só acho que deve sair meio caro pegar um guia exclusivo. Deve haver free tours por lá, esses no esquema "grátis, mas pague a gorjeta".

 

Liberte-se disso de excursão, é perda de grana e tempo, pois sempre nivelam pelo mais lerdo do grupo. Sempre tem um. Mas é claro que tudo tem um preço. Seu preço será o tempo que você investirá procurando saber como faz as coisas sozinho.

Link para o comentário
  • Membros

Resolvi a questão. Fiz a alteração das passagens. Eu e minha noiva conversamos muito e ela sugeriu (impôs) algumas condições. Quis voltar dois dias antes do término das férias para descansar (e visitar parentes, entregar lembranças, mostrar fotos, fazer fofocas, etc) antes de ir trabalhar e não abriu mão de pelo menos dois dias inteiros em Lisboa. Diante disso, meu novo roteiro ficou assim:

 

30/05 - Brasília-Roma - TAP

31/05 - Chegada a Roma às 11h

01/06 a 04/06 - 4 dias completos em Roma

05/06 - Roma-Londres - British Airways

06 a 09/06 - 4 dias completos em Londres

10/06 - Londres-Paris de trem (ainda não comprei passagens)

11/06 a 17/06 - 7 dias completos em Paris

18/06 - Paris-Lisboa - TAP

19 e 20/06 - 2 dias completos em Lisboa

21/06 - Lisboa-Brasília - TAP

 

Achei que esses 5 dias a mais não seriam suficientes para conhecer duas cidades, pois, tirando dois dias de deslocamento, ficariam 2 dias inteiros em uma cidade e 1 dia inteiro em outra. Acho complicado conhecer qualquer capital em um dia. Por isso, optei por diminuir os deslocamentos e ficar mais tempo em Paris. Espero não ficar de saco cheio da cidade. Mas pelo que tenho lido aqui, acho que será impossível.

 

Estou com dúvida em relação à bagagem. Nos voos da TAP, tanto de ida quanto de volta, temos a franquia de bagagem de duas malas de 32kg por pessoa. Já no voo Roma-Londres, da British, a franquia é de uma mala de 23kg. O que fazer neste caso? Devo pagar uma mala extra? Vale a pena? Ou o melhor é tentar enfiar toda a bagagem em uma mala só?

No Eurostar também há limite de peso de bagagem?

Link para o comentário
  • Membros

Pensei em tirar um dia de Paris e pôr em Londres, já que não comprei o bilhete de trem entre as duas cidades. O problema é que minha reserva em Paris para o período de 10 a 16/06 não admite cancelamento. O valor já foi pago e debitado em meu cartão de crédito, ou seja, se fizer a troca, perco uma diária em Paris. Espero conseguir ver bastante coisa de Londres nesses 4 dias completos.

Link para o comentário
  • Membros

Fiquei impressionado com a hospedagem em Paris. Já havia feito a reserva para seis noites no Ibis Opera La Fayette por 89 euros a diária. Resolvi acrescentar duas noites e o preço me deixou espantado: 135 euros a primeira noite e 150 euros a segunda. Se eu fosse fazer, hoje, a reserva de todo o período, pagaria uns 300 euros a mais. Pelo menos essa economia compensou a taxa de mudança da passagem aérea, que foi de 300 dólares para o casal.

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...