Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Natal e Pipa - RN - Brasil - Outubro 2012 - Seis Dias


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Olá pessoal, demorei a deixar meu relato sobre Natal e Pipa, mas estou aqui.

Então, realmente vale muito a pena conhecer estes dois locais. Mesmo sendo de Fortaleza, Ceará, onde possui belas praias, Natal e Pipa são muito aconchegantes e cativam quem por lá passa. Foram seis dias muito bem aproveitados e com gosto de quero mais, rsrsrsrs, e espero que seja o mais breve possível a minha volta, principalmente à Pipa.

Nessa viagem, foi eu e um amigo do trabalho, o Valclecio. Gastamos, os dois juntos, ao todo com passagem aérea (promo da TAM por R$ 201,00, cada um, ida e volta e taxas embarque), hospedagem, aluguel de carro e gastos (incluídas as lembranças) em Natal e Pipa, cerca de R$ 2.000,00. Ao longo do relato, irei informando os preços de acordo com os locais visitados.

 

Dia 22/10/2012

 

Chegamos as 05:40 da manhã no Aeroporto de Natal, na cidade de Ipaumirim, cidade vizinha à Natal, ligadas pela BR 101, diga-se de passagem, em excelente estado.

 

20121201153010.JPG

Vista do Nascer do Sol, na chegada no Aeroporto, em Parnamirim.

 

A título de informação, no guichê de informações turísticas da EMBRATUR possui uma lista com a maioria dos hotéis, pousadas e hostels de Natal. Optamos por nos aventurar em ir para Pousada de ônibus, pois o taxi era em torno de R$ 60,00 e a passagem Ipaumirim – Natal, R$ 2,60 e R$ 2,20. No próprio Aeroporto tem uma parada de ônibus. Pedimos informações no guichê da EMBRATUR qual ônibus pegar. São duas empresas, mas prefira a que tem o nome do trajeto de Linha “A”, vai direto do Aeroporto até o NATAL SHOPPING, que também fica na BR 101. Você pede para descer neste Shopping, só que a parada é um pouco antes. Daí você anda cerca de cinco minutos até uma passarela, passa para o outro lado da via, que fica em frente ao NATAL SHOPPING. Lá, se for para Ponta Negra, você pega a linha 46 ou 54. Falo somente estas duas, pois foram as mais indicadas e que iam até o Morro do Careca. Esta passagem custa R$ 2,20. Dá para ir de transporte alternativo também, inclusive, utilizamo-nos quando voltamos de Pipa para Ponta Negra e foi tranquilo. Bem, ao todo, gastamos R$ 2,60x2 + R$ 2,20x2 = R$ 9,60. Caso você chegue à noite, acredito que não seja muito bom ir de ônibus, pois ficar esperando na BR, mesmo estando em um local movimentado, acho perigoso. Demoramos 1h 30min, mais ou menos, para chegar na Pousada, mas pelo horário, havia congestionamento na BR. Achamos que valeu muito a pena ir de ônibus. Ficamos hospedados na Pousada Nautilus em detrimento da Pousada Maria Bonita, Hostel Lua Cheia e Hostel Verdes Mares, pois a diária para quarto duplo estava R$ 78,00, com ar e frigobar, chuveiro elétrico entre outras coisas, a cinco minutos do Morro do Careca, com banco 24h e farmácia a um quarteirão, relativamente perto do agito ali da rua do Hostel Lua Cheia, ou seja, muito bem localizado e o preço compensou e muito. O atendimento, a estrutura e limpeza dos quartos foram excelentes. O café da manhã achei ótimo, variado. A vista da pousada é muito bonita.

 

20121201152601.JPG

Entrada da Pousada.

 

20121201135013.JPG

Vista de cima da Pousada Nautilus

 

Deixamos nossos pertences na recepção, pois o check in era somente as 13h. Fomos tomar café da manhã próximo de lá, em uma rua, ao todo, gastamos R$ 10,00 para dois mistos, 1L de suco industrializado e 1,5L de água mineral. Depois, fomos na Locadora de Carro Mano a Mano (tels 84 3219-5515 / 9481-5880, Claro). Pegamos inicialmente, duas diárias ao preço diário de R$ 70,00 com km livre e carro completo.

Depois fomos conhecer a orla marítima, em direção ao Morro do Careca. Ficamos o mais próximo do Morro, você paga R$ 5,00 para se sentar, pois é, o que não gostei, mas é a mesma coisa aqui em Fortaleza, indiretamente você paga pela infraestrutura das barracas de praia.

 

20121201135554.JPG

 

Ficamos lá até 11:30 e gastamos com duas cervejas o preço de R$ 10,00. Até achei o preço normal. Almoçamos um PF delicioso em frente à Pousada, valor de R$ 7,00 com direito a um copo de suco, adoramos a comida e o suco, ambiente ventilado e limpo, a atendente bem atenciosa.

 

20121201135859.JPG

 

Aliás, o que achei diferente em Natal comparado com Fortaleza foi o atendimento. Os potiguares atendem infinitamente melhor dos que os fortalezenses. Até parece que recebem treinamento, pois aqui, você sofre para ser atendido e ainda é obrigado a pagar os 10%, mesmo sem ser bem atendido. Fizemos o check in, banho e alugar o carro. Combinamos de ir a tarde conhecer o maior cajueiro do mundo. Como demoramos um pouco a sair de Ponta Negra, praticamente só conseguimos visitar o Cajueiro e a Barreira do Inferno, que fica no caminho. Tínhamos marcado para as 16:00 o passeio de jangada que vai por trás do Morro do Careca ver os golfinhos e o pôr do sol. De Ponta Negra para Pirangi do Sul, onde fica o Cajueiro é fácil de ir de carro, não sei como é indo de ônibus, mas dá uns 20km a 30km de distância. Daria pra conhecer todas as praias de Ponta Negra até Búzios, mas por conta do pouco tempo, acabamos só conhecendo o Cajueiro. Achamos legal, você paga R$ 4,00 a inteira, é aceito meia estudantil. Pode ir com ou sem guia. Fomos sem guia, não achamos necessário. O tamanho do Cajueiro realmente impressiona e você tem a sensação de que são vários cajueiros de tão grande que é.

 

20121201140304.JPG

 

Em duas horas, conseguimos conhecer o cajueiro e a Barreira do Inferno, que nada mais é do que um Museu de objetos usados no lançamento de foguetes e afins. Mas como fica na passagem, vale a pena conhecer. Não paga nada.

 

20121201140735.JPG

 

O melhor é procurar ir de manhã cedo e aproveitar para conhecer todas as praias da região e andar de jangada que sai da barraca em frente ao Cajueiro. Voltamos para Ponta Negra e fomos para o passeio de jangada que saía as 16h, último horário, custa R$ 15,00 por pessoa e dura cerca de 1h. Vale a pena, mas só se for para ver o pôr do sol. Não conseguimos ver os golfinhos, mas dizem que a melhor hora é de manhã.

 

20121201141402.JPG

 

20121201141534.JPG

 

Depois, demos uma caminhada na calçada da praia e fomos comprar uma merenda para comer no quarto até dá a hora de sair para jantar. Jantamos no Restaurante Camarões, como foi comentado por muitos ou todos que visitaram Natal. Tem dois restaurantes com o nome Camarões, só que o outro é Camarões Country, se não me engano. Ficamos no que deve ser mais famoso, o que fica mesmo na avenida. O lugar é chique, bem requintado, ficamos esperando cerca de 20 minutos por uma mesa. Pedimos um Camarão Internacional ao preço R$ 64,00 + dois sucos R$ 4,00x2 = R$ 79,90. Pelo tanto que ouvi falar desse restaurante, saí meio decepcionado, pois não vi nada interessante na comida ou local. Talvez, por morar em Fortaleza e possuir aqui as mesmas coisas, não seja novidade. Tamanho dos camarões, achei normal. Bem, com certeza, acho que só vale a pena se for um jantar de casal ou família, mas para quem quer economizar, não vai sentir falta de comer lá. Depois, fomos para O Taverna Pub, que fica ao lado do Hostel Lua Cheia (o Hostel em forma de Castelo).

 

20121201141023.JPG

 

Pagamos cada um R$ 30,00 pela entrada, a long neck mais barata custa R$ 5,50. O local é muito bonito. Vale a pena ir. O repertório musical foi de rock e reggae nacional ao internacional. O público estava bem variado, mas com gente bonita. Quando for pagar, peça para tirar os 10%, pois você não é servido. Atente para isso, se estiver consciente ainda, rsrsrsrsrsrs. AH, pagamos R$ 5,00 pelo estacionamento. Depois, fomos dormir.

 

Dia 23/10/2012

 

Pegamos indicação de uma agência de turismo na Locadora em que alugamos o carro para fazer o passeio para o Litoral Norte até Jacumã. O nome da pessoa é Tales alguma coisa. Guardem este nome, pois NUNCA façam passeio com alguém desta empresa.Tínhamos marcado pra nos pegarem as 9h da manhã. Acabou que o cara chegando as 8h 30min e nem deu para tomarmos café da manhã direito. Já começou errando por aí. Fomos em direção à primeira atração, o Aquário, teve uma blitz e o buggy foi notificado. Já começamos a nos arrepender de contratar essa empresa. Estávamos eu, meu amigo e um casal de senhores super legais, de Maringá. Quando chegamos na primeira duna, achamos estranho o bugueiro ter sido vaiado. Mas o motivo é que contratamos por R$ 60,00 por pessoa o passeio. Pelo que conseguimos saber, o pessoal cobra no mínimo R$ 65,00. Só sei que na hora de descer a primeira duna, o pneu do buggy estava furado, o cara não tinha step, nem ferramentas para trocar pneu. Um bugueiro que estava do lado foi tentar ajudar, mas não tinha condições, descobrimos ainda que o carro não podia desligar, pois só estava pegando no tranco. Acabou que o bugueiro que nos ajudou, disse que estaria livre em trinta minutos, voltamos para o asfalto e constatamos que o outro pneu de trás também estava furado. Final das contas, esperamos o outro bugueiro e fomos com ele por mais R$ 25,00. Literalmente saímos do inferno para o CÉU, rsrsrsrsrs, pois o bugueiro era divertido, comunicativo, experiente, o buggy muito bem conservado, tinha capa até para quem estava atrás, se não quisesse pegar sol. O nome dele é Paulo, fica na Praia da Redinha, mas pega o pessoal em Ponta Negra, Tel 84 8805-6289 / 9408-4032.

 

20121201142621.JPG

 

 

 

Ele tira fotos bem legais do pessoal, nos levou em locais que vimos poucos bugueiros, principalmente um chamado Cachoeirinha do Pitangui, já perto de Jacumã.

 

20121201145616.JPG

 

Fomos também ao esquibunda e tiroleza. Cada um, paga-se R$ 10,00 por pessoa. Dos dois, não compensa o esquibunda, a duna é muito pequena e não tem adrenalina nenhuma, pagar R$ 10,00 é caro por demais. Já a Tiroleza, é bem mais legal.

 

20121201150133.JPG

Esquibunda, muito pequeno a distância e não tem adrenalina nenhuma.

 

20121201151406.JPG

Tirolesa. Quem souber nadar e tiver condicionamento, pode voltar pra terra nadando, foi o meu caso.

 

Resumindo, achamos tão bom o trabalho do Bugueiro Paulo que pagamos R$ 300,00 o passeio para os quatro passageiros. E vale realmente a pena ir com ele.

 

20121201151755.JPG

 

Lá em Jacumã, almoçamos na barraca de praia que fica mais na ponta. Pagamos R$ 33,00 (aceita cartão de crédito) por pessoa para self service a vontade, com muitas opções de comida e algumas sobremesas. Valeu a pena. Depois, voltamos para Ponta Negra, visita básica ao Morro do Careca, não sei porque, mas adorei aquele canto do Morro do Careca.

 

20121201153602.JPG

 

20121201153741.JPG

 

20121201153928.JPG

 

20121201154243.JPG

 

A noite, fomos visitar uma amiga do meu amigo e depois, tentamos achar algum agito próximo à Ponta Negra, mas numa terça-feira, acabamos não achando nada. Comemos um sanduíche em frente à Pousada e fomos dormir, até porque o dia todo debaixo do sol, deixa a pessoa estafada. Ah, quem for pra esse passeio é bom usar bloqueador solar de pelo menos 50 FPS, pois o Sol não perdoa. É praticamente o dia todo debaixo do Sol.

 

Dia 24/10/2012

 

Deixamos a manhã deste dia para ir ao Forte dos Reis Magos. Fomos no carro alugado. Antes, visitamos a Praia dos Artistas, do Meio e do Fortes, mas só paramos nas duas primeiras. De fato, não vimos nada de interessante nessas praias. Pelo menos pra gente, não achamos valer a pena passar o dia ali.

O ingresso para entrar no Forte custa R$ 6,00 inteira e aceita meia, acompanha o guia. Quem for visitar o Forte é bom ir um pouco mais tarde, por volta de 10h ou 11h ou ir à tarde, pois no dia que fomos, teve passeio escolar, chegamos lá por volta de 9h, ou seja, muito barulho, bagunça, não dava para aproveitar bastante as informações do guia, achamos rápido as explicações do guia, não sei se por conta da quantidade enorme de gente dentro do Forte e do nosso grupo, mas quando dá umas 10:30, praticamente não tem mais ninguém e fica bem melhor para tirar todas as informações dos guias e para tirar fotos limpas. Ah, muuuuuuuuuuuuito legal o Forte dos Reis Magos.

 

20121201154652.JPG

 

Vale a pena ir lá. Depois, fomos almoçar no Tábua de Carne. Esse sim, vale a pena pagar. A gente havia comprado em compra coletiva um desconto no rodízio, então, saiu bem mais barato. O rodízio lá custa R$ 34,00 e tem muitos tipos de carne e outros pratos como também sobremesas e frutas, atendimento ótimo. Fomos na unidade que fica na Avenida Engenheiro Roberto Freire. Não deixem de ir. Depois, partimos para Pipa. Ficamos na parada do Natal Shopping novamente. Logo na parada, conhecemos um morador de Pipa que vende rede nesta praia, chamado Chico da Rede, uma pessoa super legal e prestativa, passou a viagem até Pipa nos falando, respondendo nossas perguntas e dando dicas, ainda o encontramos depois vendendo as redes na praia do madeiro.

 

20121201155234.JPG

 

Fomos de transporte alternativo para Pipa, preço da passagem custa R$ 10,00 e, ao contrário do que falaram que é perigoso, não vimos nada disso. A viagem foi bem tranquila e chegou em mais ou menos 1h 30min. E pessoal, vou dizer, é indescritível a imagem da chegada em Pipa. É de deixar arrepiado. Muuuuuuuuuuuuuito linda, linda mesmo. Ainda não encontrei uma vista daquela aqui nas praias do Ceará.

 

20121201155626.JPG

 

20121201160018.JPG

Rua Principal

 

E quando se entra de fato na rua principal, você já sente o clima tranquilo e contagiante de Pipa, a rua é cheio de lojas, algumas delas estão até em Shoppings Centers, o povo andando pra lá e pra cá, muitos estrangeiros, percebemos. Pipa é tudo que o povo fala nos comentários e que recomendam ficar pelo menos, três dias. Ficamos na Pousada da Vovó. O preço da diária foi a seguinte, compramos duas diárias no Hotel Urbano por R$ 164,00 e a terceira, ela nos fez por R$ 100,00. O quarto é limpo, assim como o banheiro, com ar cond e frigobar, camas confortáveis, atendimento foi ótimo, o que achamos diferente foi que não fica gente direto na recepção, eles ficam na casa, no primeiro andar, mas é só bater o sino que eles descem pra te atender, nos sentimos como se estivéssemos em casa. Achamos o café da manhã delicioso, variado, com tapioca e o bolo mesclado, huuuuuuuuuuum, só de pensar nele já dá vontade de comer, boas frutas também tinha. Fica muito bem localizada, na rua do OZ Bar, distante uns 300m da rua principal.

 

20121201160500.JPG

 

Na rua da pousada me chamou a atenção uma loja bem peculiar, que nunca vi em outro local, uma livraria que aluga os livros, mas o que mais me chamou a atenção é a beleza do lugar, é bem cativante, não sei dizer exatamente o sentimento, mas achei a loja mais linda, interessante e charmosa de Pipa. Além de alugar livros, você pode ficar lá lendo, jogando jogos de tábua entre outros e aproveitar para tomar uma bebida. Infelizmente, não pude desfrutar do local, pois era muita coisa para conhecer em Pipa, só fiz tirar a foto. Um pouco mais a frente, tomei um açaí super delicioso, aliás, o melhor que já tomei, grande custa R$ 8,00 e menor R$ 6,00, possui sanduíches entre outros. A dona de lá é uma paulista, chamada Raquel e como a maioria dos moradores de Pipa, foi conhecer e acabou gostando e passou a morar. Moça super simpática e atenciosa, até nos deu ótimas dicas. Só tomamos o Açaí na quinta e na sexta.

 

20121201160909.JPG

 

20121201161123.JPG

 

Jantamos um crepe que comemos na rua mais acima, não lembro a altura, mas o crepe não tinha nada de diferente. Quanto ao agito, tivemos sorte neste dia, pois no período em que fomos, só vi mais casal e pessoas de mais idade, então, a noite, rolou um samba e pagode no OZ Bar, foi o único agito que vi lá que estava mais animado. Teve uma apresentação de uma banda que tocava samba-rock entre outras n o mesmo estilo, mas estava muito parado, um pessoal mais velho, o local fica lá na praia do centro.

 

Dia 25/10/2012

 

Após o café da manhã, fomos em direção à praia do centro para procurar o que fazer no dia, antes de chegar lá, nos abordaram se queríamos ir no passeio de lancha / barco para ir ver os golfinhos. O valor é de R$ 30,00 por pessoa, disseram que dura cerca de 1h todo o passeio, mas por conta que uma das mulheres que estavam no grupo ficou enjoada, o passeio durou menos. Bem, achei o valor caro para esse passeio, praticamente você vai para ver os golfinhos e dá um mergulho no local. Para quem nunca andou de lancha, vale a pena para sentir a sensação. É um passeio para ser feito apenas uma vez mesmo. Talvez dê para ver os golfinhos da própria praia da baía dos golfinhos, tinha gente lá perto deles, a dica que dou é que não vá logo nesse passeio, vá caminhando para a baía dos golfinhos e dê um tempo por lá para ver se consegue avistá-los, caso contrário, no outro dia, você vai no passeio.

 

20121201161614.JPG

Praia do Centro, Pipa.

 

20121201161746.JPG

 

Depois da lancha, fomos andando pela praia em direção à praia do amor. A praia em si, não tem muita coisa, só umas barracas de pequeno porte e um cenário bem tranquilo, bom para quem quer relaxar. O preço da cerveja achei relativamente normal para uma praia como Pipa, comparado com os preços das praias aqui no Ceará. A porção da batata frita também não estava cara pelo mesmo motivo da cerveja e é até uma quantidade boa. Ficamos lá por algumas horas. Não sei como é o mar lá, mas no dia que estivemos na Praia do Amor, o mar estava bem revolto, bem diferente das outras partes das praias de Pipa.

 

20121201162128.JPG

 

20121201162411.JPG

 

De lá, resolvemos ir a pé até o Chapadão. A caminhada dura cerca de 20 a 30 minutos, no máximo. Bem, quanto ao cenário, não vou dizer que não gostei, mas também não achei nada empolgante. E aqui, digo isso porque achei que tivesse uma trilha, caminhos entre falésias que fizessem chegar até a parte de cima, não cheguei a ver isso. Sempre vi o pessoal chegando e partindo pelo mesmo local. Quem já foi na Praia de Morro Branco, no Ceará, talvez entenda o que estou dizendo, mas valeu a pena pela caminhada e a vista do mar lá de cima.

 

20121201162754.JPG

 

20121201163335.JPG

Para quem quer ir de CVC, é nesse Trenzinho da Alegria que você vai para o Chapadão!!!

 

Voltamos também a pé até a rua principal e fomos almoçar no Restaurante Dona Branca, onde tem um self service a vontade ao preço de R$ 8,00. Você serve um prato de cada coisa, se quiser. O final da tarde, acabamos por ir caminhar na beira da praia em direção à baía dos golfinhos para vero pôr do sol, mas ficou meio difícil, pois estava com muitas nuvens. No entanto, o banho de mar na tranquilidade, sem barulho de gente, só o som do mar e do vento, não tem igua, ainda deu para curtir um pouco o Pôr do Sol.

 

20121201163719.JPG

 

A noite, fomos tomar o Açaí da Raquel, o qual falei mais acima, delicioso. Conversando com ela, soubemos informações do passeio de caiaque lá em Tibau do Sul e o telefone para contato e descobrimos que o povo só sai pro agito da noite lá pelas 23h ou 00h. Foi nosso erro, pois não descansamos muito no período da noite, aí saíamos umas 20h pra rua já para ficar pro agito, o cansaço bateu cedo e ficamos meio morgados e, pra completar, teve o apagão no nordeste. Aguentamos até meia noite, como não voltou a energia e o movimento estava fraco na rua, acabamos indo embora dormir e descansar mais.

 

Dia 26/10/2012

 

Como nossa grana estava pouca e tinha alguns locais para conhecer a pé, resolvemos não ir para a Barra do Cunhaú. Depois do café da manhã, fomos tirar dinheiro no caixa do BB e do Santander, lá possui da Caixa e do Bradesco, fica do lado de uma padaria, perto do estacionamento dos transportes alternativos e dos ônibus. Só na sexta tive problema com o caixa do BB, talvez por conta da falta de energia do dia anterior. Seguimos em direção ao Santuário Ecológico a pé. Demora cerca de vinte a trinta minutos de caminhada ou, se quiser, pode ir de alternativo, custa acho que R$ 1,50. Esse Santuário Ecológico é de propriedade particular de um inglês, lá possui uma grande área verde e de preservação ambiental, cuida-se das tartarugas marinhas com o Projeto Tamar, se não me engano. Os contatos são: (84) 3201-2007 / 9601-2970 [Adm] / 9982-8044 [Gerente]. Paga-se para entrar o valor de R$ 10,00 por pessoa.

 

20121201164122.JPG

 

20121201164439.JPG

 

20121201164630.JPG

 

É bem simples lá, o que chama a atenção são os mirantes que deixa a vista muito bonita para fotos e ainda dá para avistar os golfinhos do alto, mas não sei se foi o dia ou a hora, não conseguimos avistar nenhum, até mesmo porque também não vimos nenhum barco de passeio no local para avistar também. Depois, descemos para praia do madeiro, local bom para surf, pelo menos vimos muitos surfistas lá e locais ensinando a surfar. A praia é tranquila, com algumas barracas pequenas, algumas oferecem cerveja de 600ml. Ficamos numa dessas, de cor azul e branco, se não me engano. Passamos pouco tempo lá, pois íamos para Tibau do Sul.

Quando deu umas 11h, partimos para Tibau do Sul, de transporte alternativo, R$ 3,00 por pessoa. Em Tibau, fomos almoçar em um local com self service ao preço de R$ 8,00 + R$ 1,00 do suco. Almoço delicioso, pelo menos o peixe que comi estava. Vale a pena comer lá, fica ao lado esquerdo da igreja, estando você de frente para o golfinho na frente da igreja.

AH, ligamos para o cara do caiaque logo na noite da quinta-feira pra marcar os lugares no caiaque. Na sexta de manhã, ligamos para confirmar, mas por vontade própria e não dá viagem perdida, caso houvesse algum imprevisto la, pois o passeio depende da maré. Chegando à praia, achei o local muito bonito, se tivesse mais tempo, teria dormido um dia em Tibau do Sul. O Telefone é (84) 9928-1087 ou o e-mail: [email protected]. É bom ligar uns dois dias antes, pois o passeio depende da maré. Tem dia que não tem passeio ou é feito bem mais cedo e, na minha opinião, só vai ter graça se for para pegar o pôr do sol no final. O passeio de caiaque custa R$ 30,00 por pessoa, tanto faz se for em caiaque de uma ou duas pessoas. Eles cobram R$ 10,00 pelas fotos que tiram de você durante o passeio, e acho que vale a pena, mesmo você tendo uma máquina a prova d’água, pois não aconselho a levar sua câmera se não for a prova d’água. São fotos muito legais que tiram e ainda vem outras fotos do local. O passeio de caiaque é uma diversão só, para mim, compensou pagar os R$ 30,00. Bem divertido, uma aventura bem legal. Dura cerca de duas horas esse passeio.

 

20121201165448.JPG

 

20121201165640.JPG

 

20121201170658.JPG

 

20121201170919.JPG

 

20121201171142.JPG

 

Depois do caiaque, o povo fala que é bonito ver o pôr do sol numa creperia famosa lá que esqueci o nome, mas sinceramente, o melhor local foi em uma casa que estava em construção e acabei entrando nela, pois o Sol ficava mesmo de frente para você, com a água refletindo o Sol, não foi um espetáculo de pôr do sol porque as nuvens não deixaram, mas mesmo assim, foi lindo. Tem a outra creperia, depois da famosa, que dá para ver o pôr do sol e acho bem melhor também.

 

20121201165123.JPG

 

Depois, voltamos para Pipa, tomamos outro açaí, banho e saímos para comer uma pizza. Não lembro o nome da Pizzaria, mas o gosto achei normal, gostosa, mas o preço foi o normal também. Talvez tenha outras pizzas melhores em Pipa. O que recomendo é o Dali Bar e Restaurante. Local ótimo para tomar uma bebida e jogar conversa fora. O dono é o Paulo Luna, pessoa super bacana que conhecemos. Infelizmente, não tivemos a oportunidade de experimentar seus pratos, mas dá próxima, com certeza iremos. Depois disso, ficamos na rua para o agito. A rua estava bem mais lotada do que os outros dias, mas o povo muito disperso, o OZ Bar e o que fica em frente a ele foram os melhores locais de agito que vi por lá. Depois de 1h da manhã, só restou ir para a Boate Calangos, só sei que na sexta tocou um forró pé de serra e depois, botaram uma banda com aqueles caras que tocam teclado e cantam e se acham a última coca do deserto e ainda tocando um tal de eletroforró. Achei fraquíssimo. Podiam ao menos, colocar umas bandas boas de forró. Depois disso, fomos para casa.

 

Dia 27/10/2012

 

Tomamos o café da manhã e partimos de volta para Natal, pois fomos nos encontrar com a amiga do meu amigo e irmos conhecer a Praia de Búzios e Cotovelo. Voltamos de ônibus dessa vez. Achei a mesma coisa indo de transporte alternativo como de ônibus e é o mesmo preço. Acabamos por alugar novamente o carro, na mesma locadora. Como nosso voo estava marcado para as 23:30, ficamos com o carro até as 20h e por mais R$ 30,00, a locadora foi nos deixar no aeroporto, mas só pagamos o valor de R$ 30,00 porque era após as 18:00. Caso fosse de dia, teria deixado sem nenhum custo. Nosso tempo ficou curto, mas conseguimos conhecer a Praia de Búzios e de Nísia Floresta. Adoramos, vale a pena passar o dia por lá, belas paisagens e o que mais gostei foi a árvore quase dentro da água na praia de Nísia Floresta.

 

20121201171734.JPG

 

20121201171855.JPG

 

20121201172106.JPG

 

Voltamos para jantar no Restaurante O Profeta, fica quase em frente ao Camarões Country. Pagamos R$ 20,00 cada por self service a vontade. Tinha muitas opções de comida, camarão com casca. Vale a pena comer lá, caso esteja com pouca grana para ir comer em algo mais caro e queira comer muito. Fizemos compras no Shopping do Artesanato, os preços, achei normal, comparado com o Mercado Central aqui em Fortaleza. Depois, partimos para o Aeroporto e rumo de volta à Fortaleza.

 

Bem pessoal, tentei resumir ao máximo as informações, mas com todas elas bem precisas quanto a contatos, locais e preços. Natal e Pipa realmente são locais que valem a pena ir, percebi muitos casais, principalmente Pipa, talvez tenha sido os dias da semana e a época. Quem vai para procurar agito, azaração, pelo menos nos dias em que fomos, não parece ser o melhor. Acho que nas férias o público desses locais deve ter bem mais solteiros. Tivemos a falta de sorte de não pegarmos uma semana começando na quarta e terminando na segunda, para aproveitar os agitos de Natal. Qualquer coisa, estarei sempre por aqui para tirar dúvida que precisarem e, claro, que eu souber. Espero ter enriquecido o Fórum dos Mochileiros com meu relato.

 

Emmanuel

Fortaleza, Ceará, Brasil.

Link para o post

  • 1 mês depois...
  • 1 mês depois...
  • 1 mês depois...
  • Membros

Olá Emmanuel,

Parabéns pelo relato! Irá me ajudar no planejamento da minha viagem para Natal por cinco dias.

Tenho interesse em dormir pelo menos uma noite em Pipa, mas teria só a opção de ir domingo a tarde e voltar na segunda a noite. E como estarei em Ponta Negra e meu colega estará chegando no aeroporto para ir até Pipa e voltaremos de lá para Ponta Negra, achei meio enrolado para ir de ônibus. E vi q vc colocou que foi de transporte alternativo.

Asssim, te pergunto: vc acha q vale a pena ir até Pipa só nesse tempo que tenho livre ou devo fazer um bate e volta? e como funciona esse transporte coletivo?

Desde já obrigada!

Link para o post
  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores
Olá Emmanuel,

Parabéns pelo relato! Irá me ajudar no planejamento da minha viagem para Natal por cinco dias.

Tenho interesse em dormir pelo menos uma noite em Pipa, mas teria só a opção de ir domingo a tarde e voltar na segunda a noite. E como estarei em Ponta Negra e meu colega estará chegando no aeroporto para ir até Pipa e voltaremos de lá para Ponta Negra, achei meio enrolado para ir de ônibus. E vi q vc colocou que foi de transporte alternativo.

Asssim, te pergunto: vc acha q vale a pena ir até Pipa só nesse tempo que tenho livre ou devo fazer um bate e volta? e como funciona esse transporte coletivo?

Desde já obrigada!

 

Elaine, espero que ainda dê tempo pra te responder.

 

Olha, Pipa é um lugar maravilhoso. Agora, passar só um dia lá, acho difícil você querer, vai ter vontade de ficar mais de um dia lá. Não sei o que planeja em Natal, como é seu gosto. Sou da Capital com estilo Natal, mas quando fui em Pipa, adorei demais. Se você só tem mesmo um dia pra ir, vá.

 

Se for de transporte alternativo ou de ônibus, todos dois você tem que pegar na parada do Natal Shopping. É de lá que se parte pra Pipa, estando em Natal, pelo menos é o local mais movimentado que escutei falar. A viagem é tranquila, demora cerca de 1h 30min, fui no parte da tarde, cheguei por volta de 17h 30m em Pipa.

 

Não tem erro. Chega no Natal Shopping e o transporte que chegar primeiro, você pega. Na ida, fui de alternativo, na volta, de ônibus. Tanto um quanto o outro, achei a mesma coisa.

 

Mas se fosse você, se gosta de locais mais tranquilos, deveria ficar pelo menos um fim de semana em Pipa. Como eu tinha seis dias completos, resolvi conhecer uma parte dos dois.

Link para o post
  • 3 meses depois...
  • Membros

::dãã2::ãã2::'> Estou ficando maluca com tanta informação mas vamos lá. depois de muito ler os relatos, ainda tenho algumas dúvidas e quem puder me ajudar agradeço. Afinal, em Natal é melhor alugar um carro para conhecer os lugares ou pagar os passeios por agências? por exemplo, se eu alugar um carro vou com ele para o litoral norte, mas quando chegar lá para fazer o passeio de bugg tem lugar para deixá-lo ou não é recomendado?

para PIPA e todo o litoral Sul faço a mesma pergunta. Já vi nos relatos e indo pelas praias só de bugg novamente. Onde deixar o carro?

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...