Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Campo Grande --> Bonito/MS - 665KM - FOTOS


Posts Recomendados

  • Membros

hola, pueblo!

 

Fiquei meses planejando uma cicloviagem de Campo Grande/MS até Corumbá/MS, passando pela Estrada Parque, mas uns 3 dias antes de executar, precisei ir até Bonito e então resolvi mudar o rumo da cicloviagem...de Campo Grande para Bonito, Mato Grosso do Sul.

 

Como é uma região que conheço bem, resolvi que iria pousar em hotéis ou pousadas, sem necessidade de levar o "kit acampamento" (barraca, saco de dormir, colchonete, lona, lampião, lanteras, fogareiro, etc e etc) o que faria o peso total da bagagem ser uns 5kg menor.

 

Na segunda feira, dia 19, arrumei toda a bagagem e fui dormir cedo, às 23:00h, pois a idéia era sair cedo no outro dia, o que de certa forma deu certo, pois parti exatamente às 06:00h.

 

O percurso pré definido seria (e foi):

1º dia: Campo Grande/MS --> Aquidauana/MS

2º dia: Aquidauana/MS --> Jardim/MS

3º dia: Jardim/MS --> Bonito/MS

4º dia: descanço e negócios em Bonito/MS

5º dia: Bonito/MS --> Nioaque/MS

6º dia: Nioaque/MS --> Sidrolândia/MS

7º dia: --> Sidrolândia --> Campo Grande/MS

 

1º dia

Até às 09:00h a temperatura era agradável, com tempo nublado e tinha chovido na noite anterior, mas depois disso, abriu e o sol veio com toda a força e só quem já esteve aqui no verão sabe do que estou falando.

seriema+041.jpg

seriema+068.jpg

seriema+070.jpg

seriema+085.jpg

seriema+093.jpg

seriema+102.jpg

seriema+112.jpg

Com algumas paradas, sendo a maior de 01:30h com 95km rodados, acabei chegando em Aquidauana exatamente às 16:00h e fui direto a um hotel que eu já conhecia. Fechei a diária por R$50,00, quarto com ar, ventilador, cama de casal e café da manhã.

Fechei o dia com 143km e média de 20,8km/h

 

- - - - - -

 

2º dia

Por depender de café da manhã do hotel, só consegui sair às 06:40h, e com o sol já ‘dizendo’ que o dia seria infernal.

No percurso eu passaria pela cidade de Nioaque e Guia Lopes da Laguna, chegando em Jardim, onde eu pretendia dormir (Guia Lopes e Jardim são separados apenas pelo rio Miranda).

De Aquidauana à Nioaque são 100km, pela BR 419 e neste trecho o único apoio é um boteco. Só tinha pinga, coca-cola e tubaína. Nada para comer. É um trecho de vários assentamentos. Movimento fraco na rodovia sem acostamento. Cheguei me Nioaque pouco antes das 12:00h e já na BR 060, parei numa lanchonete(zinha) que servia almoço. Fiz um PF e tomei uma tubaína, por R$ 9,00.

 

seriema+123.jpg

seriema+151.jpg

seriema+157.jpg

seriema+187.jpg

Bonito+135.jpg

Bonito+138.jpg

seriema+197.jpg

seriema+204.jpg

 

Descansei um pouco e parti para Jardim, passando pela cidade de Guia Lopes da Laguna, por onde sai a rodovia que segue para Bonito.

Em Jardim, às 16:00h eu já estava de banho tomado e descansei um pouco antes de dar uma volta pela cidade, que conheço bem. Muito quente o dia todo, e ao anoitecer não mudou muito.

Fechei o dia com 142km e média de 21,1km/h

 

- - - - - -

 

3º dia

Saí tarde de Jardim (07:20h) e passei pela ponte velha para tirar umas chapas e retornar para Guia Lopes da Laguna e de lá seguir para Bonito/MS.

seriema+224.jpg

seriema+241.jpg

 

 

Como eu não tinha comido nada, fui contando os quilômetros para chegar numa lanchonete que fica a quase 10km da cidade, já na rodovia. Sempre que passo lá vejo as propagandas ao longo do trecho, falando do pão de queijo e da água de coco.

Chegando lá, não tinha pão de queijo, pois à dois dias a dona não encontrava queijo para fazer o pão...putz...e como eu precisava comer, ‘aceitei’ comer dois salgados que ela tirou da geladeira e colocou no microondas...imagina...tomei duas águas para ajudar descer o salgado...ruim, sem gosto, borrachudo e etc...

 

seriema+252.jpg

seriema+253.jpg

seriema+267.jpg

Bonito+144.jpg

Bonito+148.jpg

 

 

Cheguei na entrada de Bonito perto das 11:00h e passei no Balneário Municipal, que fica ao lado da rodovia que dá acesso à cidade. Conversei um pouco com o pessoal da portaria e segui para a cidade, onde cheguei em torno do meio dia. Fui a uma pousada conhecida, no centro e que eu achava que ainda era de um amigo de infância, porém ele tinha vendido, mas acabei ficando lá mesmo, por R$50,00 a diária.

 

 

Bonito+156.jpg

Bonito+157.jpg

Bonito+162.jpg

Bonito+172.jpg

Bonito+175.jpg

 

 

Banho tomado parti para o almoço e fui ver uns negócios na cidade e no final da tarde estava livre para passear na avenida, onde está é “muvuca” da cidade. Acabei matando minha vontade de tomar caldo de cana...tomei só 800ml kkkkk

Fechei o dia com 70km e média de 18km/h

 

- - - - - -

 

4º dia

Acordei sem pressa, fui a uma lan hause para resolver uns problemas profissionais e depois fui até o Balneário Municipal, que é o mais próximo da cidade (uns6km). Fiquei na portaria conversando com o responsável (func. Municipal) e com o Guarda Municipal, aliás duas pessoas ótimas para bater papo, além de muito experientes. Quando deu fome, entrei e tomei um banho de quase uma hora e provei um pintado frito, acompanhado de mandioca frita, salada e arroz.

 

Bonito+178.jpg

Bonito+182.jpg

Bonito+183.jpg

Bonito+187.jpg

 

Às 15:00h eu tinha compromisso na cidade e depois das 17:00h, novamente fiquei vagando pela cidade. Fui dormir em torno de 22:30h, não sem antes definir o trajeto do meu retorno para casa. Existiam 4 opções, mas acabei optando pela citada acima.

Não pedalei neste dia.

 

- - - - -

 

5º dia

 

Acordei às 05:45h e após o café da manhã parti rumo a Guia Lopes da Laguna e depois Nioaque. Choveu bastante à noite e a minha partida foi numa temperatura agradável mas só por uns 50km, depois o tempo abriu e esquentou como sempre, nesta época do ano.

 

 

Bonito+193.jpg

Bonito+195.jpg

 

 

Almocei em Guia Lopes, onde descansei um pouco e parti para Nioaque. Cheguei cedo e andando pela cidade só achei 3 hotéis, ficando onde tinham me indicado ser o melhor. R$35,00 a diária.

 

 

Bonito+209.jpg

Bonito+215.jpg

 

OBS: contei os bichos encontrados mortos pelas estradas (aproximado)

10 tamanduás

10 tatus

03 cobras

03 seriemas

03 aves diversas

02 capivaras

20 esqueletos ou quase, de animais que não reconheci

todos encontrados no lado direito da estrada e certamente outra quantia próxima a esta do outro lado que não vi.

 

 

Depois de descançar um pouco, logo que escureceu parti para comer uma pizza. Encarei uma tamanho médio, com 6 pedaços. Só comi tudo por causa da ‘necessidade’ e pela fome causada pela pedalada.

Fechei o dia com 120km, média de 20,8km/h

 

- - - - -

 

6º dia

 

 

Parti exatamente às 06:30h rumo à Sidrolândia. Sabia que depois de 30km, subiria a Serra de Nioaque, uma das maiores aqui do MS. De ônibus, carro e moto, já tinha subido mais de uma centena de vezes, mas seria a primeira vez de bike...e carregada.

 

 

Bonito+222.jpg

seriema+280.jpg

 

 

Do início ao final, a Serra tem aproximadamente uns 6km. Impossível fazer sem parar algumas vezes para respirar e hidratar, já que o calor era grande, com o tempo muito abafado.

 

 

seriema+295.jpg

seriema+313.jpg

seriema+317.jpg

seriema+327.jpg

seriema+333.jpg

seriema+342.jpg

seriema+344.jpg

seriema+364.jpg

 

 

Uns 10km após a subida da serra tem um boteco bem boteco...só tinha pinga e coca-cola em lata. A outra opção no trecho era na metade do caminho, mas era outro boteco que estava fechado...e eu com fome. 2/3 realizados, aparece outro boteco, num antigo posto fiscal abandonado. Só tinha dois tipos de salgados fritos, de frango e de carne. Comi um de cada e peguei um refrigerante de 2 litros, que não consegui tomar tudo...sobrou uns 150ml. (arrrrrrrrout) Ainda comi um pacote de bolacha de chocolate que eu levava.

 

 

seriema+380.jpg

seriema+384.jpg

seriema+390.jpg

(conhecem árvore comestível?? Taí acima…a boiada come até o limite onde a boca alcança, deixando alinhada a árvore)

 

Cheguei em Sidrolândia também próximo das 16:00h e parti para achar hotel. Acabei ficando em um que me indicaram ser o melhor da cidade. Hotel Piana, R$55,00, quarto com ar e duas camas de solteiro.

Um breve descanço após o banho, e parti para jantar. Escolhi comer um Yakisoba, que não foi dos melhores que já provei, mas eu precisava encher a pança.

Como era domingo, dei uma volta na praça central, mas não consegui ficar muito tempo, pois estava ‘abarrotada’ de agrobóis com pick ups com som no último volume e estilo de gosto extremamente duvidoso (tuc-tuc – bate-estaca, etc). Voltei para o hotel e assisti um pouco de TV antes de dormir.

Fechei o dia com 120km pedalados e média de 18,8km/h (muito bom, considerando a subida da serra)

 

- - - - -

 

7º dia

 

 

Novamente, em função de esperar o café da manhã do hotel, saí mais tarde que gostaria...em torno de 06:40h. A última ‘pernada’ até chegar em casa não seria longa, mas como conheço o trecho, tinha certeza que pegaria vento contra. A única vantagem foi que o tempo ficou fechado, com muitas nuvens, por mais de 50km, só aparecendo o sol (e bem forte), já próximo à capital Morena (Campo Grande).

 

Acabei chegando em Casa pouco antes das 11:00h.

Fechei o dia com 70km e média de 18km/h.

Quem quiser ver mais fotos, pode acessar meu facebook: Elton Xamã...postei dois álbuns de fotos.

 

 

Resumo:

6 dias pedalados: 665km

Diárias pagas: 5, totalizando 240,00

Comida: não somei

Mecânica: 2 pneus furados

 

Meu protesto:

665KM PEDALADOS E FUREI 02 (DOIS) PNEUS!! AMBOS NA CICLOVIA DE CAMPO GRANDE, SENDO UM NA SAÍDA DA CIDADE E OUTRO QUANDO CHEGUEI!!!

Sempre falei que as ciclovias de Campo Grande são pura enganação! Pedalo muito por aí, além desse 665km e os furos acontecem na ciclovia, pois SEMPRE tem cacos de vidros e outras sujeiras espalhadas.

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

Conhecendo as cidades por onde passei

(fonte Wikipédia)

 

Nioaque/MS

Município que inicialmente foi explorado pelos espanhóis procedentes do Paraguai. Seu topônimo deriva da palavra tupi-guarani "Anhuac" que traduzida para o Português significa "Clavícula quebrada". Anhuac, era a designação do rio, hoje Nioaque, que banha a cidade. Sua grafia antiga era "Nioac".

Nioaque ganhou o curioso apelido de cidade das vogais, pois em seu nome consta todas as vogais do alfabeto (Nioaque).

 

Aquidauana/MS

O nome Aquidauana é de origem indígena (idioma Guaicuru) e significa "Rio Estreito".A cidade de Aquidauana é o Portal do Pantanal, maior planície de inundação contínua do mundo.

 

Jardim/MS

Jardim/MS, possui um grande potencial no segmento do Turismo Histórico-Cultural, pois detém vários monumentos relacionados à Retirada da Laguna, um dos episódios da Guerra do Paraguai.

A história de Jardim está diretamente ligada à Guerra da Tríplice Aliança, palco do capítulo da Retirada da Laguna. Ao chegar ao sul do Mato Grosso, José Francisco Lopes fundou, às margens do rio Miranda, uma fazenda de nome Jardim. Com o início dos conflitos da Guerra do Paraguai, Lopes tornou-se peça fundamental aos soldados brasileiros por ser grande conhecedor da região, guiando os soldados até Bela Vista. Após a Batalha do Nhandipá, Carlos de Morais Camisão ordenou a retirada das tropas, futuramente conhecida como A retirada da Laguna. José Francisco Lopes, o guia Lopes, novamente guiou os soldados na retirada. Na margem esquerda do rio Miranda, guia Lopes faleceu. Enterrado no meio do acampamento junto com coronéis e soldados mortos pela cólera. Hoje esse local é chamado de Cemitério dos Heróis.

 

Bonito/MS

Pólo do ecoturismo em nível mundial, suas principais atrações são as paisagens naturais, o smergulhos em rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas, cavernas e dolinas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 3 meses depois...
  • Membros

Adorei o relato, fotos bonitas.. gostaria de ter feito algo assim quando morava no MS! Aliás essa região é linda!

Fico com pena dos animais nessa estrada.. eu por exemplo já estive num acidente assim =/ estavamos voltando de carro de Dourados a Fátima do Sul, de madrugada, quando um animal atravessou na frente, não deu nem pra frear ou desviar, batemos na capirava e o carro saiu da estrada e deu perda total. Fiquei com muita pena da capivara e do meu amigo que perdeu o carro, mas ninguém se machucou.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Meus parabéns Elton!

 

Vivo em Campo Grande e estou tentado a fazer um percurso como esse, estou treinando para ter capacidade de fazê-lo até final do ano. Atualmente ainda pedalo na média de 45km por dia, então preciso melhorar muito e ainda estou terminando de equipar a bike, mas é muito bom ver seu relato para ter como base!

 

Obrigado!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 10 meses depois...
  • Membros

Uau, que bacana o seu relato!!! Quero fazer algo assim também, um dia!!! Tenho que treinar bastante ainda!!! Rapaz, só tome cuidado com a alimentação! Pedalando desse jeito, tem que comer bem!!! Lembre dos pequenos lanchinhos que pode carregar e não pesam nada (barrinhas de cereal, bolachas, frutas secas, etc)! Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros
bom relato e excelentes fotos. Parabens!
Valeu, Marcos! ::otemo::

 

-------

 

Adorei o relato, as fotos estão D + + +

 

Parabéns.

 

::otemo::::otemo::

 

Maria Emília

MariaEmilia, minha máquina fotográfica já estava 'meio arriada', as fotos saíram sem cor, mas acho que consegui mostrar bem o trecho. Abraços 8)

 

------

 

de bike não é pra qq um não

parabéns!!!

JonJon, concordo em partes rs rs ... treino é tudo! abraços

 

 

--------

 

Adorei o relato, fotos bonitas.. gostaria de ter feito algo assim quando morava no MS! Aliás essa região é linda!

Fico com pena dos animais nessa estrada.. eu por exemplo já estive num acidente assim =/ estavamos voltando de carro de Dourados a Fátima do Sul, de madrugada, quando um animal atravessou na frente, não deu nem pra frear ou desviar, batemos na capirava e o carro saiu da estrada e deu perda total. Fiquei com muita pena da capivara e do meu amigo que perdeu o carro, mas ninguém se machucou.

Valeu, Be_diniz! Se você não mora mais no MS, é só se programar...e treinar um pouco 8) Animais atropelados tenho visto quase todo dia pelas nossas estradas do interior do MS. Lamentável.
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Meus parabéns Elton!

 

Vivo em Campo Grande e estou tentado a fazer um percurso como esse, estou treinando para ter capacidade de fazê-lo até final do ano. Atualmente ainda pedalo na média de 45km por dia, então preciso melhorar muito e ainda estou terminando de equipar a bike, mas é muito bom ver seu relato para ter como base!

e aí, Julio? O magnata do sobrevivencialismo rsrs.

Já fez o percurso? treinou suficiente? O segredo é tirar um dia na semana e fazer distâncias longas. Qualquer coisa estamos ai para colaborar. Abraços

 

---

 

Muito legal o relato, sou de Campo Grande também, estou planejando uma ciclo viagem para agosto, de Campo Grande à Corumbá, passando pelas estradas parques Piraputanga e Pantanal, se der passa mais detalhes sobre seu equipamento.

Grato.

Recomendo as duas estradas parques! Show!

Nesta cicloviagem, eu planejei para só dormir em hotel/pousada, então não levei nada relacionado a acampamento, o que me livrou de uns 7kg de bagagem. Recomendo fazer viagens curtas inicialmente, que pode ser de dois dias e aos poucos aumentando...vc vai "aprendendo" o que é necessário e o que é descartável. abraços e boa sorte 8)

 

---

 

Uau, que bacana o seu relato!!! Quero fazer algo assim também, um dia!!! Tenho que treinar bastante ainda!!! Rapaz, só tome cuidado com a alimentação! Pedalando desse jeito, tem que comer bem!!! ...
valeu! vai treinando! não é tão difícil,,,abraços ::otemo::
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...