Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Itália - Hospedagem


Posts Recomendados


  • Respostas 276
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Eu fiquei em Mestre, ao lado de Veneza, pois lá tinha hospedagem mais em conta. Reservei pelo Booking mesmo. Chegou a olhar para Mestre? Fica a uma estação de trem de Veneza, super fácil!

  • Membros

Caro ,

Estive na Itália no ano passado , já adianto que em 4 noites você conhece toda Florença .

Não deixe de subir no topo da catedral Duomo ( 423 degraus) , pois a vista da cidade é a recompensa.

Os outros 3 dias visite Verona capital do Gnochi (Enhoc) , dependendo da época você pode assistir show de musica clássica dentro da Arena di Verona (pt.wikipedia.org/wiki/Arena_de_Verona)

Enfim , segue os Hoteis que fiquei na Itália

Roma - Hotel Terminal (www.hotelterminalrome.com)

Florença- Adler Cavalieri (www.hoteladlercavalieri.com)

Verona - Hotel Milano (www.hotelmilano-vr.it)

Veneza - Hotel Continental (www.hotelcontinentalvenice.com)

Para cada dia de hospedagem você tem que pagar uma taxa para a cidade , varia de 2 a 15 euros depende da cidade.

Meus deslocamentos foram todos de trem pois é rápido e barato .

Arrivederci !!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Uma boa opção é o Airbnb, eu não sei porque, mas vejo que brasileiro tem muita relutância em ficar nesse tipo de hospedagem. Acabei de voltar da Europa e novamente só fiquei em hospedagens pelo Airbnb. No meu blog tem um post contando as experiências que tive no ano passado. Para quem ainda tem medo ou pé atrás, sugiro dá uma olhada nos relatos de quem se hospeda assim. Só tive felicidade até agora, tirando uma casa em Dresden que o anfitrião estava meio preocupado escrevendo um artigo. rssr

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Uma boa opção é o Airbnb, eu não sei porque, mas vejo que brasileiro tem muita relutância em ficar nesse tipo de hospedagem. Acabei de voltar da Europa e novamente só fiquei em hospedagens pelo Airbnb. No meu blog tem um post contando as experiências que tive no ano passado. Para quem ainda tem medo ou pé atrás, sugiro dá uma olhada nos relatos de quem se hospeda assim. Só tive felicidade até agora, tirando uma casa em Dresden que o anfitrião estava meio preocupado escrevendo um artigo. rssr

 

 

Eu tinha pesquisado o airbnb mas não tive sucesso onde as pessoas eram legais, a localização era péssima aí não rolava. Fiz até amizade com algumas pessoas, mas a localização era péssima queria chegar com facilidade e sair também sem ter que ficar pegando ônibus,tram,metrô etc.

 

Os lugares bem localizados era uma frescurada danada, um lugar que gostei em roma a mulher era atriz cheia de nhenhenhem aí optei pelo B&B mesmo.

 

O airbnb pelo menos na itália não achei barato queria algo no máximo por R$ 100 não achei nada bem localizado e decente por este preço.

 

Aí no meu caso achei melhor hotel 4* e B&B que ficou na faixa dos R$ 200 a diária sem aporrinhação nenhuma.

 

Abcs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Acho que o segredo do Airbnb é você pesquisar bem no site. Por exemplo, em Roma eu fiquei a 10 minutos caminhando do Coliseu e paguei 33 euros, em Florença paguei 34 numa casa a 200 metros da estação central. Claro que na Itália, achar algo com menos de 100 reais é difícil porque os hoteis lá são muito caros. Mas eu sempre consegui ficar próximo de estações centrais ou de metrô. Mas realmente tem que ter tempo de olhar bem e, principalmente, com um pouco de antecedência.

 

 

Em Viena, eu fui reservar em cima da hora e perdi uma casa boa que cobrava 15 euros, aí acabei achando uma que custava 32 , mas dei uma chorada com o anfitrião e ele me fez por 25 euros no centro. Impossível um hostel nessa região cobrar só isso. Acho que vale a pena olhar sempre.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Acho que o segredo do Airbnb é você pesquisar bem no site. Por exemplo, em Roma eu fiquei a 10 minutos caminhando do Coliseu e paguei 33 euros, em Florença paguei 34 numa casa a 200 metros da estação central. Claro que na Itália, achar algo com menos de 100 reais é difícil porque os hoteis lá são muito caros. Mas eu sempre consegui ficar próximo de estações centrais ou de metrô. Mas realmente tem que ter tempo de olhar bem e, principalmente, com um pouco de antecedência.

 

 

Em Viena, eu fui reservar em cima da hora e perdi uma casa boa que cobrava 15 euros, aí acabei achando uma que custava 32 , mas dei uma chorada com o anfitrião e ele me fez por 25 euros no centro. Impossível um hostel nessa região cobrar só isso. Acho que vale a pena olhar sempre.

 

Sem dúvida uzi, mas também olhava a ficha do anfitrião e não gostei sabe poucas recomendações então o seguro morreu de velho, por mais R$ 100 tive tranquilidade não compartilhei nada, mas estou sempre de olho no airbnb. E no meu caso parcelei alguns hotéis pelo site hotel, aí no airbnb tudo no cash ficou mais difícil. E também queria café da manhã incluído isso é muito raro no airbnb, a maioria deixa por sua conta então pode colocar mais uns 5-10 euros aí no colazione.

 

Abcs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
É verdade. Sempre falo isso, que o Airbnb exige do hóspede um outro tipo de postura. Não é realmente como chegar num hotel . Embora âs vezes, seja melhor. Tem uma parcela de surpresa na jogada. rsrs.

 

Tinha uns que até falavam que eu poderia tomar café od colazione con lui ma sabe não passou firmeza.

 

E fora que vc é responsável pela arrumação,limpeza, recolher lixo etc e tal não é um hotel. Chegava podrão no hotel tipo em veneza mestre cheguei quase 2 da mattina imagina arrumar cama etc kkkkkkkkkk.

 

E quando só tem 1 banheiro tb é dose vai saber o hábito de cada um, por estas e outras morri com mais R$ 100 em cada diária e evitei de ter dissabores. Tinha visto um airbnb em milão bem localizado, o cara chama-se francesco gente finissima, já morou no brasil, e agora estava em paris, e alugou o seu quarto. Só que eu teria que conviver com sua mãe e irmãozinho e me falou se deixasse qualquer coisa na geladeira para avisar a mãe dele para o bambini não comer tudo, vc acha que iria criar caso se o bambini mangiasse tutto kkk. Por estas e outras desisti do airbnb nesta viagem que fiz em maio passado, mas futuramente mantenho o olho nele.

 

Eu viajei por 13 cidades da itália e fiquei em 4 hotéis e em 1 B&B sem ter problemas então valeu a pena, se fico num Airbnb e já começo a me estressar mica a viagem também.

 

Como falei por R$ 100 no máximo com aquela limpeza e conservação 10 valia a pena, mas não achei nada disso na itália e tinha que gastar gastar ainda com café da manhã ficava caro.

 

E fora que nos hotéis que eu ficava além do café da manhã tinha uns mimos como sucos e refrigerantes no frigobar, croissant e café no lobby sem gastar nada deram de cortesia. E em roma no B&B ganhei até um champagne.

 

Abcs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

kkkkkkkkkkkk. Eu nunca arrumei cama e nem nada. Só fico um pouco menos bagunceiro. Mas acho que também é porque o airbnb ultimamente tem se aproximado mais do conceito de hotel do que hospedagem em quarto de família. Virou definitivamente um negócio. Tem muitas opções com banheiro privado.

 

Acho que numa viagem sozinho e dependendo do lugar, é muito bom. Quando estiver difícil encontrar um hotel ou hostel, recomendo passar pelo site. Minha questão é que eu sempre acho hotel caro e hostel desconfortável, então o Airbnb fica no meio. rsrsr. Embora eu tenha ficado numa casa há duas estações de Amsterdam Central, que era melhor que um hotel 3/4 estrelas e paguei 21 euros.

 

Ah, e sobre o assunto do tópico, acho que de Florença e Milão é possível fazer Veneza como bate-volta, isto é, se você só quiser conhecer de uma maneira mais superficial mesmo. Eu fiz isso saindo de Milão e achei tranquilo. E olha que andei a cidade toda. Só não dá pra ficar entrando em museus e parando o tempo todo para comer ou comprar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
kkkkkkkkkkkk. Eu nunca arrumei cama e nem nada. Só fico um pouco menos bagunceiro. Mas acho que também é porque o airbnb ultimamente tem se aproximado mais do conceito de hotel do que hospedagem em quarto de família. Virou definitivamente um negócio. Tem muitas opções com banheiro privado.

 

Acho que numa viagem sozinho e dependendo do lugar, é muito bom. Quando estiver difícil encontrar um hotel ou hostel, recomendo passar pelo site. Minha questão é que eu sempre acho hotel caro e hostel desconfortável, então o Airbnb fica no meio. rsrsr. Embora eu tenha ficado numa casa há duas estações de Amsterdam Central, que era melhor que um hotel 3/4 estrelas e paguei 21 euros.

 

Ah, e sobre o assunto do tópico, acho que de Florença e Milão é possível fazer Veneza como bate-volta, isto é, se você só quiser conhecer de uma maneira mais superficial mesmo. Eu fiz isso saindo de Milão e achei tranquilo. E olha que andei a cidade toda. Só não dá pra ficar entrando em museus e parando o tempo todo para comer ou comprar.

 

Hostel é furada só se pegar um quarto privado senão já viu todo mundo chia que some desde agasalho,boné,dinheiro e etc já o barato sai caro sempre.

 

Florença não gostei e milão tb achei a cara de são paulo, eu já preferia ir direto a venezia bate-volta nela acho desperdício tem que ficar uns 2 ou 3 dias para sentir o clima adorei venezia.

 

 

Abcs.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...