Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Hendrik

Você é "Spock" ou "Homer"?

Quem é você?  

56 votos

  1. 1. Quem é você?

    • Spock
      45
    • Homer
      11


Posts Recomendados

"Viajantes podem ser do tipo 'Spock' ou 'Homer', diz especialista

 

Spock e Homer Simpson

 

Em qual dos dois perfis você se encaixa?

 

Um cientista especializado no estudo do comportamento associado ao transporte diz ter chegado à conclusão de que as pessoas que viajam podem ser classificadas em dois tipos que têm semelhanças com personagens conhecidos de séries de TV: o vulcano Spock, de Jornada nas Estrelas, e Homer Simpson, do desenho animado Os Simpsons.

 

Segundo Glenn Lyons, professor da University of the West of England, em Bristol (oeste da Inglaterra), “os dois personagens ilustram os tipos de comportamentos individuais” na hora de tomar decisões relacionadas às viagens.

 

“Pesquisas mostram que as escolhas individuais são ligadas a inúmeros fatores, incluindo sua personalidade, seus hábitos, sua estrutura familiar e a sua rede social”, disse o cientista ao jornal Evening Post, de Bristol.

 

“Spock é o arquétipo da lógica – ele quer saber todos os fatos para ser capaz de tomar a melhor decisão possível quando está fazendo uma viagem.”

 

O "viajante Spock" seria aquele que navega na internet procurando informações sobre a viagem e procura fazer o possível para evitar congestionamentos.

 

“Homer Simpson, por outro lado, acha que fazer viagens não é complicado. Enquanto as coisas funcionarem, ele pode pensar em muitas outras coisas (e não em como ‘melhorar’ sua viagem).”

 

Esse tipo de viajante, por exemplo, tende a considerar os congestionamentos uma coisa normal e procura se conformar.

 

Em seus estudos, Lyons, diretor da Sociedade de Pesquisa em Transporte da University of the West of England, concluiu que o setor do transporte já trabalha pensando nesses dois tipos de viajantes.

 

Há pessoas trabalhando para fornecer aos “viajantes Spock” conselhos e informações para tornar a viagem mais agradável, e outras que desenvolvem serviços e produtos cada vez mais sofisticados para uso dentro do veículo, a fim de ajudar o “viajante Homer” a passar o tempo."

 

http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/12/081220_viajantes_spockhomerrg.shtml

Compartilhar este post


Link para o post

Vixe sou Spock demais da conta :mrgreen::mrgreen::mrgreen:

 

Tento ser Homer, mas não consigo :shock::shock::shock:

Compartilhar este post


Link para o post

Ai depende do destino

 

Eu aprendi a mochilar nos Estados Unidos quando trabalhava por lá. Em certos paises como Estados Unidos, alemanha, Inglaterra, suiça, aonde a infraestrutura do pais e em particular a do turismo é bem desenvolvida, é facil ser hommer. A gente brincava com uma mapa na parede, atirava um dardo, via o nome da cidade e com raras excessões como vale da morte ou miolo do pais, em geral é so chegar no guiche da greyhound e na amtrak e voce chega em qualquer buraco e chegando la sempre tem um escritorio local de turismo ou comercio que te da as dicas do local e sempre tem pousadinha ou motel de estrada por perto. Foi assim que fiz parte da route 66 na região de Chicago sem dor de cabeça. Mochilei em Yellowstone, Yosemite, Grand Canyon, Zion, Sequoia, Redwood, Key west etc... numa boa sem dor de cabeça nenhuma. Sempre tem folhetos, dicas, pousadas, transporte nunca fiquei na mão. eu sempre tinha em casa um guia rodoviariario Rand McNally e guias como o da Fodors ou Lonely planet de alguns destinos

 

Mas ai o destino me manda a trabalho na venezuela, colombia, panamá, republica dominicana, peru, equador, bolivia e depois de muitas roubadas e esfoladas a gente vira spock para não ser sucker/looser (mané/perdedor). Abaixo do mexico a infraestrutura de turismo fica precaria, com honrosas excessões como argentina e chile. Ser hommer por ai é ser esfolada com certeza.

 

Ai para ir em destino de paises na america latina viro um spock, para evitar entrar em roubadas e esfoladas, mas mesmo assim sempre tem uma roubada desconhecida na qual caimos. Foi por isso que comecei a frequentar aqui nos Mochileiros que tem dicas valiosas para a gente não entrar em roubadas.

 

So volto a ser hommer quando vou para os Estados Unidos ou alguns paises da europa pois ai a gente sabe que as coisas em geral funcionam bem.

Compartilhar este post


Link para o post

eu sou um spock militante.

 

atuo na militância pela diminuição do uso do carro nas sociedades contemporâneas, e isso por razões ecológicas e também de mobilidade urbana (e também rural).

 

sou totalmente a favor de pedágios urbanos, da construção de ciclovias e de metrô e etc. e não se trata de uma escolha emocional, mas racional. adoro mecância, acho um porsche 550 uma preciosidade, mas não vejo esse caminho como algo de futuro.

 

ah, esse é um texto da minha leva:

http://ecourbana.wordpress.com/2008/06/13/o-carro-e-o-amor/

o blog milita contra a sociedade do automóvel.

Compartilhar este post


Link para o post

sou spock (pelo menos tento ser)antes da viagem , planejamento da coisa, etcc.... mas na hora da viagem sou homer com certezaaaa..

Compartilhar este post


Link para o post

Procuro organizar meu roteiro de viagem com antecedência e em detalhes, isso quanto aos lugares e atrativos que pretendo visitar. Onde vou comer ou dormir isso vejo na hora, quando chego na cidade.

Durante a viagem procuro informações locais (centro de informações turísticas, dicas de moradores locais, etc), comparo com meu roteiro e faço as adaptações que achar interessante. E qualquer imprevisto que acontecer, atrasos, lugares fechados, roubadas, etc., encaro com bom humor, afinal tudo o que acontece numa viagem (coisas boas ou ruins) acabam se tornando mais uma experiência de vida e mais uma história para contar...

Compartilhar este post


Link para o post

Sou um Spock por falta de dinheiro e tempo, mesmo. Afinal, quanto mais informação você tem, mais barata fica sua viagem e melhor você aproveita o seu tempo. Porém gostaria de poder me dar ao luxo de ser Homer um dia, sair easy rider por aí (não como os hippies daquele filme, mas sim sem itinerário), poder me surpreender com as coisas, etc. A internet é uma verdadeira mão-na-roda, inegável, mas ela tira boa parte do encantamento de viajar. Você está indeciso entre cidade A e cidade B, não adianta procurar opinião alheia pois irá encontrar gente que ama e detesta ambas, aí resolve ver fotos, videos, mapas, depoimentos detalhados, etc. para te ajudar a decidir. Só nisso já foi boa parte da empolgação que o lugar te proporcionaria. Lógico que ver ao vivo é diferente, sempre tem aquelas coisas das quais ninguém tira foto, e tudo mais, mas que joga um pouco de água no chopp, joga.

Compartilhar este post


Link para o post

Visitante
Este post está impedido de receber novas mensagens


×
×
  • Criar Novo...