Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Felipe Cardoso

San Pedro do Atacama - Salar de Uyuni(Bolivia) - Santiago

Posts Recomendados

Santiago – San Pedro do Atacama – Salar de Uyuni - (18 dias)

 

Introdução

 

No dia 24 de Março de 2013, eu e minha amiga Sara. Fizemos esse mochilão, que já era um sonho antigo e mesmo não anotando todos os detalhes, consegui lembrar algumas informações importantes para ajudar. Como nossa viagem teve grande ajuda do mochileiros.com, resolvi colaborar da mesma forma, principalmente com detalhes que não lembro de ter lido em outros relatos.

 

Em alguns momentos, observei preços diferentes de alguns relatos que li. É bom tomar cuidado, e ver a data em que foram escritos, principalmente porque o Chile sofreu muitos reajustes de preços recentemente, não só na área de serviços. Portanto, fiquem atentos a isso, e pesquisem preços recentes.

Nosso roteiro, realmente ficou estranho, mas tínhamos que voltar para Santiago no final da viagem, pois iríamos ficar na casa de uma família Chilena, na qual o filho caçula é nosso amigo. Essa experiência foi muito válida, inclusive, para conhecermos os hábitos e costumes locais, fora o Espanhol que teve que ser praticado, da hora em que acordávamos até a hora de dormir.

 

Quase esqueci de escrever, assim como de levar. Lembrem-se da manteiga de cacau para os lábios, os meus ficaram bem feios, e a manteiga de cacau foi fundamental.

 

 

O roteiro então ficou:

Santiago – San Pedro – Salar de Uyuni – San Pedro – Santiago

 

1° Dia:

Chegamos no aeroporto de Santiago, por volta das 15h, pela TAM. E como queríamos ir para San Pedro já no próximo dia, fomos comprar a passagem de ônibus logo no aeroporto, mas como era um Domingo, as empresas estavam fechadas.

Logo que se saímos do aeroporto recebemos muitas ofertas para taxi. E como já devem ter lido em outros relatos: tomem muito cuidado com os taxistas de Santiago, eles têm péssima fama. E sempre estabelecem cobranças a mais, tente perguntar quanto costuma ser o preço até o destino desejado antes, para não ter surpresas no meio do caminho. Até a comuna La Florida, o taxi custou 18 mil pesos, acredito que para o centro o preço seja um pouco menor mas não muito.

Chegamos na casa de nosso amigo e logo percebemos que o Chile possui um povo extremamente agradável e receptivo, o que foi comprovado também em outra situações no decorrer da viagem.

Logo após o almoço, tivemos que comprar a passagem para San Pedro pela internet. A passagem custou 42mil pesos, pela TUR-BUS, a principal empresa de ônibus do Chile.

A empresa seguiu os horários perfeitamente e possui bons ônibus, mas o serviço com os passageiros poderia ser melhor, pois não avisavam quantos minutos iríamos ter em cada parada para comer ou esticar as pernas e os lanches prometidos pela empresa, foram bem precários.

Em seguida, fomos dormir cedo para a longa viagem do dia seguinte...

 

 

 

 

2° Dia:

O Segundo dia foi a longa viagem até San Pedro, 23 horas. É muito monótono mas da pra fazer sem maiores problemas, não esqueça de levar água e um mp3. Importante levar comida também, pois as paradas que o ônibus faz, são no maximo de 15 minutos , por isso, fica inviável fazer uma refeição decente neste tempo. Esse dia gastei: 1400 pesos com uma garrafa de água, 650 pesos do metro até a rodoviária e mais 3000 de salgados durante a viagem.

 

3° Dia:

Chegamos em San Pedro por volta das 9h da manhã, não foi difícil achar o albergue, já que a cidade é bem pequena. Ficamos no Albergue SONCHECK, que foi recomendado neste site e agora ganha mais um voto. Limpo, agradável, funcionários educados, boa localização, internet, banho quente e cumpriu sua promessa de preço e reserva. Além disso, tem um dos melhores preços da região.(É claro, faço esse elogios considerando que estávamos no deserto, a cidade não possui muitos recursos, a água é precária e as ruas da cidade são de terra...)

O albergue foi 8 500 pesos a diária, em quarto misto, para 4 pessoas.

Descansamos um pouco e saímos para explorar a cidade, almoçar e já comprar os passeios para os próximos dias. As refeições na cidade estão por volta de 2500 a 5000 pesos, todas elas bem servidas e com cardápios variados.

Depois de comer, achamos e compramos pelo melhor preço, na agencia Colque Tours, os 4 principais passeios: Vale de la Luna, Lagunas (feitas em dois passeios) e Geyser Del Tatio. O pacote com todos foi 45 000 pesos.

O primeiro passeio, já saia as 16h, Vale de La Luna.

Muito interessante este passeio, com paisagens muito bonitas e diferentes do deserto, passa-se também pelo Vale de La Muerte e cavernas que não me recordo o nome. A entrada no parque é 2000 pesos, e 1500 para estudante. Lembrando para quem for estudante, leve a carteirinha. Pois conseguirá desconto em alguns dos Parques Nacionais.

O Tour acaba ao anoitecer, pois faz parte do passeio acompanhar o por do sol, com direito a aplausos até, não tão calorosos quanto os aplausos do nascer do sol em Ipanema, mas teve também teve seu charme.

Fizemos um tradicional e barato macarrão com salsicha no albergue e fomos dormir cedo...

 

Atacama.jpg.e3b02b0056919ea27077f0414285070b.jpg

 

 

 

4º Dia:

Acordamos cedo para visitar as Lagunas Altiplanicas que também oferecem fotos incríveis, mas na minha opinião, perde para as lagunas da Bolívia. Essas lagunas estão em altitude elevada, portanto é legal levar agasalho, pois venta muito e faz frio, mesmo com o sol forte na cabeça.

Obs: Compramos o Tour para o Salar de Uyuni neste dia, já que nos foi recomendado comprar com antecedência, pois as vagas poderiam acabar. O Tour foi agendado para o 6º dia, lá contarei com mais detalhes.

Voltamos 13h mais ou menos, descansamos um pouco, almoçamos e fomos para a agencia as 16h Para o outro tour, lagunas Cejas. Nessa você pode nadar, o que recomendo, pois é uma experiência muito nova, principalmente para mim que não sei boiar em piscinas ou praias. Lá você boia mesmo que não queira, já que é uma das águas mais salgadas do mundo, logo atrás do Mar Morto.

Depois da laguna visita-se o Salar do Atacama, muito pequeno, comparado a Uyuni. O guia preparou um pequeno lanche com direito a Caipi Pisco ou Caipirinha de Pisco. E ficamos por la até o anoitecer.

Chegamos em San Pedro por volta das 20h, jantamos e fomos dormir. Pois o Tour para o Geyser Del Tatio começava muito cedo... muito cedo mesmo!

 

5º Dia:

Acordamos 3:30 da manhã , pois o guia iria nos buscar no albergue as 4:00, ele chegou 4:10 e fomos direto para o Geyser Del Tatio, uma hora e meia de viagem, que não percebi passar, pois dormi muito.

Chegamos por volta das 5:30, a entrada deste parque era 3000 pesos, paguei 2000, graças a carteira de estudante (que eles mal olham). Em seguida, comemos o “desayuno” no frio. Lembrando que esse tour faz um frio beem chato, a temperatura chegou a -8°, segundo o guia. Então, não custa colocar duas calças, dois pares de meias, luvas etc.

Foi interessante conhecer os Geysers, algo muito diferente, você pode também entrar em uma das piscinas térmicas.

 

Em seguida, conhecemos mais uma laguna, paramos em um vilarejo, onde é possível comer churrasquinho de lhama e empanadas de queijo de lhama, que por sinal, são muito bons.

Voltamos para San Pedro no começo da tarde, almoçamos e fomos resolver as pendências da nossa viagem para Bolívia, compramos biscoitos, garrafa de água (6L), papel higiênico e trocamos os pesos Bolivianos.

Troquei 40 Dólares para peso boliviano e foi mais do que o suficiente. Mas quem quiser comprar algo além do essencial, sugiro levar um pouco mais.

Não fomos dormir muito tarde, para enfrentarmos a jornada na Bolivia descansados.

Lembrando que San Pedro, ao meu ver. Não é uma cidade com vida noturna muito ativa, ao contrario do que li em uma reportagem no jornal. Apesar de ter alguns bares legais, os turistas estão lá para fazer os passeios tradicionais, no qual, a maior parte requer que acordemos cedo e com disposição. Alem disso, San Pedro não é uma cidade barata.

 

DSC00904.JPG.c35e9c4b9fef869fee9d7f30d3b026bd.JPG

 

 

6º Dia:

Acordamos cedo e fomos para a agência, carregado com as mochilas e água. Recomendo para esse tour levar uma mochila pequena, para ficar dentro do carro com os objetos de maior uso, já que a bagagem grande fica na parte de cima do carro, e só podemos pegá-la no final do dia.

Acertamos esse Tour com a CordilleraTraveler, pois tínhamos lido boas recomendações aqui. A própria vendedora da agencia conhecia o site.

Esta agencia é uma das mais caras, 110 000 pesos. Mas ela possui alojamentos diferentes das demais, uma noite em um hotel de sal, carro em boas condições e ao sair da Bolívia não é preciso pagar a taxa de saída.

Lembrando que esse preço é para quem deseja voltar para San Pedro. Pois é possível ficar na cidade de Uyuni, por um preço menor.

Enfim, uma van da agencia nos levou até a Aduana chilena e em seguida para a fronteira boliviana, para carimbarem o passaporte. NÃO pediram o comprovante da vacina contra febre amarela.

Tomamos café da manhã, servido pela agencia, lembrando que todas as refeições principais já estão incluídas no pacote.

Depois as 18 pessoas que estavam na van, foram divididas em 3 carros, 4x4. Cada um com seu guia, os guias eram atenciosos e boas pessoas, mas como já havia lido aqui, o povo boliviano é muito tímido e geralmente só fala quando são questionados, eu ainda tentei conversar um pouco, já que sentei na frente os 3 dias, mas as respostas eram muito objetivas e curtas.

 

Um aspecto que vale muito nesse tour, é contar com a sorte, e viajar com outros turistas legais e que não causem problemas. Principalmente os que estão no seu carro. No nosso caso, foi um casal de australianos e um casal de alemães. Muito simpáticos e divertidos. Nos outros carros tinham chilenos, um brasileiro, ingleses e australianos. Não sei se sou uma pessoa fácil de lidar, mas todos me foram atenciosos e agradáveis. Creio que esse foi um dos motivos de nossa passagem pela Bolívia ter dado muito certo.

Nesse dia visitamos algumas lagunas, o geyser bolivino, que perdem para os do Atacama e a mais bonita, pra mim, a laguna roja. Inexplicável a paisagem, a mistura de cores e elementos como, flamingos, água, sal, terra, montanha e o céu azul límpido. Nos fez parecer que aterrisamos em outro planeta.

 

No final da tarde fomos para o alojamento, mesmo percebendo que o alojamento da Cordillera era superior aos outros. Ele não tinha muito conforto, como banho por exemplo. Mas a comida estava ótima. Li em muitos relatos problemas com as roupas de cama, não sei se estavam limpas ou não, sei que tentei abstrair o que tinha lido e pronto. Contudo, nessa noite dormi mal e tive uma leve dor de cabeça, sintomas normal da altitude.

 

DSC00975.JPG.bd4a92daa2c09ba1a842d41141eb4a4d.JPG

 

 

 

7º Dia:

Lembrando que na Bolívia, parece que não inventaram o papel higiênico ainda, por isso leve sempre um na mochila. E todos os banheiros são pagos, então esteja sempre com alguns trocados no bolso, os banheiro custavam de 2 a 5 pesos bolivianos, e raramente chegavam perto de estar limpos. O pior deles foi no museu de sal, que mereceu até uma foto, mas fiquem tranquilos, não postarei.

O segundo dia de Tour é o mais sem graça, comparado aos outros, acordamos cedo e passamos por uns vulcões, visitamos as Lagoas Altiplanas, o Deserto de Dali, a Árvore de Pedra, no final da tarde fomos em um bar todo feito de sal, muito simpático o lugar. Além de limpo, organizado tocavam boas musicas. Bebemos umas cervejas e fomos para o hotel de sal, a melhor hospedagem do tour e ainda tinha 1 banheiro com banho quente, puro luxo. Logo, formou-se uma fila para quem ia tomar banho primeiro, fui o quinto. E foi um dos melhores banhos da vida, mesmo sendo em 10 minutos. Depois jantamos, conversamos sobre futebol com os ingleses e fomos dormir.

 

DSC01027.JPG.718b3e40c5e691e44dc27d78fafd5fb0.JPG

 

 

8º Dia:

Levantamos cedo, para chegar ao tão esperado Salar de Uyuni, depois de 2 horas em turbulentas estradas de terra, chegamos e novamente parecíamos estar em outro planeta. Como ainda era Março, tinha um pouco de água no salar, andamos mais um pouco e paramos na imensidão de sal, essa parte já estava seca. Quase 1 hora e 30 minutos tirando fotos, sem parar, todos os tipos de saltos e efeitos de ilusão da para se fazer.

Em seguida, fomos no museu de sal, o antigo hotel de sal, o museu de sal é bem sem graça. É mais válido tirar fotos no lado de fora onde tem diversas bandeiras em um altar feito de sal. Almoçamos, um frango assado gelado, feito pelos guias, mas até que dava para comer.

 

Seguimos para o cemitério de trens e a cidade de Uyuni, ficamos um pouco na cidade, nos despedimos de quem iria ficar e partimos para outra cidade, que não lembro o nome e onde seria a ultima e a pior hospedagem. Já com um novo guia, velocista e com péssimo gosto musical, porém, muito simpático.

Como disse, era a pior hospedagem, muito fria, não muito limpa, o chão de madeira do quarto fazia tanto barulho que acordei a todos, quando levantei para ir ao banheiro no meio da noite. Ahhh o banheiro, era feito de tijolos, somente de tijolos e a porta não fechava... Isso mesmo, a porta do banheiro não fechava, ela tinha que ficar quase metade aberta. Apesar de ter banho quente, por 10 pesos bolivianos, o vento gelado acompanhando o meu banho foi inesquecível.

 

 

903205_362939433824130_555609192_o.jpg.e1d7208f8ece8208e986f3501c68d278.jpg

 

 

9º Dia:

Dormimos cedo, e acordarmos as 4:00 da manhã, com mais ou menos 5°C, para enfrentarmos mais 4 horas de viagem e mais 4h de musicas bolivianas ::ahhhh:: , até a fronteira boliviana. Chegando lá, carimbamos a saída e pegamos mais 2 horas de estrada até a migração chilena, muito mais rigorosa que a boliviana. Mais uma hora na fila e chegamos a San Pedro novamente.

Depois do almoço compramos a passagem na TurBus para as 15:00, ela custou 33900 pesos, direto para Santiago. Mais 23 horas de ônibus, esse foi o pior momento da viagem, pois já estávamos cansados do tour na Bolivia e da viagem de volta para San Pedro. Pra piorar, o serviço da TurBus foi ainda pior que o da ida, apesar de terem respeitado os horários.

Então, teria sido melhor ficar mais uma noite em San Pedro, e pegar o ônibus logo pela manhã.

 

10° Dia:

Foi a viagem cansativa e monótona, mesmo conseguindo dormir, a viagem foi muito ruim.

Gastei mais 3000 pesos de salgados e mais 1000 com banheiros. Lembrando que no Chile é como na Europa, muitos dos banheiros são pagos.

Enfim, chegamos em Santiago, por volta das 15:00, almoçamos na rodoviária. Pegamos o metrô para a casa de nosso amigo.

 

 

DSC01171.JPG.31004d74dfcaa2a31ace74297d6da0ca.JPG

 

 

11° Dia:

Dia de descanso, dormimos muito e fomos comer pelas redondezas.

Lembrando, que o metro de Santiago é muito usual, te leva para quase todos os cantos. O preço variava pelo horário, mas custa entre 650 a 1000 pesos.

 

12° Dia:

Aproveitamos que tínhamos um amigo em Santiago e arrumamos umas bicicletas emprestadas, fomos explorar um pouco a cidade de bicicleta. Aliás, eu costumo sempre fazer isso em minhas viagens, acho um meio muito interessante de conhecer os lugares, mais descontraído. Mas tome cuidado para não se perder, apesar de ser difícil eu recomendar isso, pois eu sempre me perco...

 

13º Dia:

Conhecemos o centro histórico de Santiago, La Moneda, Praça de armas, Cerro Santa Lucía, Mercado de peixe e o Mercado de artesanatos (Ideal para comprar lembranças para os amigos e familia)

Todos esses pontos, são clássicos de Santiago, e é preciso conhecer.

 

14º Dia:

Fomos conhecer o Cerro San Cristóbal na comuna de Bella Vista, este morro é muito tradicional para quem vai a Santiago. Esqueci de anotar quanto gastei para subir de bondinho, mas não passou de 2000 pesos.

Em seguida pegamos o metro para conhecer o maior Shopping de Santiago, Parque Arauco, e é excelente, com um andar para cada tipo de cliente.

 

15º Dia:

Acordamos cedo para irmos a Vina Del Mar e Val Paraíso. Muito válido conhecer, fizemos os principais pontos turístico andando e pegando ônibus mesmo. Os tours oferecidos na saída na rodoviária são até interessantes, mas para quem está sem dinheiro, como eu estava. Dá para se virar por conta própria.

Falam que Vina del Mar tem vida noturna muito boa, com boates e bares conhecidos. Infelizmente, não tive a oportunidade de conhecer.

A passagem para Vina Del Mar custa de 1500 a 5000 pesos, dependendo do horário. Pagamos 1500 na ida e 2500 na volta, pela querida TurBus novamente. Então, acho que foi bom.

As refeições continuam sendo na mesma faixa, de 2500 a 5000 pesos. Você consegue almoçar bem.

 

DSC01247.JPG.0158760c7cc00ccbd7a1ae3e0e3274b2.JPG

 

 

16º Dia:

Joguei uma pelada com meu amigo chileno durante o dia, os caras não fazem feio e jogavam bem!

A noite fomos conhecer a boemia de Santiago, no bairro BellaVista. Com muitos bares e boates, é um excelente lugar para sair e conhecer pessoas.

Fomos em uma boate, que não me recordo o nome. Mas bem legal, muito valido sair por la.

 

 

17° Dia:

Fomos conhecer outro shopping e fazer compras. Nada de muito relevante para ser relatado.

 

18° Dia:

Volta.

Marcamos com uma empresa de táxi, e não tivemos problema. Foram 18 000 pesos novamente. E voltamos de Lan Chile, também sem problema algum.

Chegamos ao Rio de Janeiro em paz e já planejando as próximas...

 

Agradeço ao meus amigos Fernando, Ignácio e sua família por nos receberem muito bem e nos mostrarem o quanto o Chile é maravilhoso. ::otemo::

 

Me sigam no Instagram: felipecard4

 

De: Felipe Cardoso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo achar relato com preços atualizados!

 

Irá servir pro meu mochilão em Julho.

 

Lindas fotos......

 

[]s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal o relato agora uma pergunta você pagou 11000 pesos para o roteiro completo do salar? 3 dias e 2 noites ? e os outros turs ficaram em quanto

porque to indo pra la em outubro e queria preços recentes

 

 

Abraços

 

 

Jaques

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá... eu estou montando o meu roteiro para Agosto e vou subir de Santiago tbm.

Sobre o hostel que vc indicou em SPA, como vc fez a reserva? Não encontrei ele no booking.com e nem site tbm.

 

Obrigada pelo relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Jacques,

 

na verdade, o preço foi 110 mil pesos chilenos. Para 4 dias e 3 noites de tour. Pois voltei a San Pedro

E a que outros passeios você se refere? Aos do Atacama mesmo?

 

Obrigado e qualquer pergunta, pode mandar..

 

Felipe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelo retorno felipe muito top a trip muito bom mesmo 110 mil pesos daria uns 500 reais né pq fiquei sabendo que subiu muito o preço lá sim e os demais no atacama mesmo caros ? so que dizem que fica mais caro fazer ele do chile pra bolivia eu vou fazer o contrario bolivia chile é verdade?

 

 

 

abração

 

 

Jaques

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho 10 dias para fazer o mesmo roteiro que você (porém passarei bem menos tempo em Santiago, os voos para Calama sairão de lá). Vc acha que é tempo suficiente?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Jacques,

Isso mesmo, e os 4 principais passeios do Atacama foram 45 mil pesos.

Não sei se pela Bolívia é mais barato mas da para fazer. Sei que se você não retornar para o local de partida, fica mais barato!

 

---------------------------------------------------------------------------------------------

 

Olá IRM.

 

Realmente não é preciso ficar todo esse tempo em Santiago.

Já que seu tempo está apertado, creio que dê pra ficar 2 dias em Santiago, 2 dias em San Pedro e 4 na Bolivia.

 

Pelo que vi, da para fazer. Vai ser bem corrido, mas dá!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigada!

Queria saber outra coisa: você chegou a pesquisar os preços das passagens de avião de Santiago à Calama? Li em outros relatos que comprar no la sai mais barato, queria ter uma ideia de valores e da facilidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...