Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Mahpa

Nova York, Atlanta e Chicago - 9 dias

Posts Recomendados

Pois é ... eu estive lá em abril/2011 e passei muuuuuito frio.

Agora resolvi ir em maio na esperança de pegar um clima mais ameno, mas acho que vou ter que me preparar igual e levar as mesmas roupas ... rsrsrs

Chego à conclusão que é tudo uma questão de sorte, pois na mesma semana pode chover, fazer sol, ventar, esfriar.

Valeu pela atenção. Fico no aguardo do término deste relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Disponha.

 

A parte sobre Nova Iorque já encerrou. O final do roteiro será o dia de volta, onde faço uma escala de 12 horas com passeio em Chicago.

 

Abraço.

 

Pois é ... eu estive lá em abril/2011 e passei muuuuuito frio.

Agora resolvi ir em maio na esperança de pegar um clima mais ameno, mas acho que vou ter que me preparar igual e levar as mesmas roupas ... rsrsrs

Chego à conclusão que é tudo uma questão de sorte, pois na mesma semana pode chover, fazer sol, ventar, esfriar.

Valeu pela atenção. Fico no aguardo do término deste relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Início da viagem de retorno, Atlanta - 27/05/2013

 

Depois de muito tempo enrolando, finalmente vou finalizar este roteiro, pois já tem outros para colocar aqui, rs.

 

Acordei cedo e fechei minha conta no hotel pois meu voo saía onze horas para Atlanta. Peguei um táxi para o aeroporto de La Guardia por aproximadamente US$ 30,00 mais gorjeta. Dava pra ir de metrô e ônibus, mas por ser feriado do Memorial Day e por conta das malas que estava carregando, sem chance.

 

A primeira impressão ruim do aeroporto de La Guardia se desfez no embarque. Muito mais organizado e com salas de espera de voos bem confortáveis, com tablets com wi-fi à vontade para os usuários. Nem sempre a primeira impressão é a que fica. O voo para Atlanta transcorreu normalmente e novamente me hospedei no Atlanta Marriot Airport, que conforme já tinha colocado em outra postagem (http://queviajada.blogspot.com/2013/06/atlanta-21052013.html) eu reservei pelo Priceline.

 

Como não houve atrasos na minha programação, fui para o Piedmont Park para presenciar o festival de Jazz que estava tendo por lá. O parque é bem grande e muitas famílias estavam por lá apreciando o dia ensolarado. Aproveitei para caminhar por uma feira gigantesca, com muitas coisas interessantes e comidas das mais variadas. Resolvi experimentar o tal do Turkey Leg (coxa de peru) por US 8,00 e uma limonada tradicional (excelente) tamanho família por outros US$ 4,00. Quase não dou conta de tudo, mas encarei.

 

9812_455155534574439_1994272411_n.jpg

 

460154_455153561241303_847460366_o.jpg

 

460083_455153454574647_1307708264_o.jpg

 

O festival tinha atrações até o final da noite, mas o cansaço e o calor me venceram neste dia e voltei cedo para o hotel para descansar, afinal de contas no dia seguinte teria outra maratona para enfrentar.

 

Essa parada em Atlanta na volta foi necessária, pois como falei no inícios das postagens, na promoção que comprei o voo de volta disponível era à 07:40hs e eu não quis arriscar de perder o voo, motivo pelo qual preferi me hospedar na região do aeroporto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chicago, uma grata surpresa, e novamente em casa - 28/05/2013

 

Madruguei no hotel e lá estava o transfer no horário certo para levar ao aeroporto. O que mais gostei nesta região do aeroporto de Atlanta foi a regularidade desse serviço, sendo a cada meia hora durante o dia e a cada uma hora entre a meia noite e as seis da manhã. Se você se programar certinho, não tem erro.

 

Check-in realizado sem problemas, voo no horário e em pouco mais de uma hora já estava desembarcando no belíssimo aeroporto de Chicago. Dos que estive até hoje esse é sem dúvida o mais bonito. Como eu teria um intervalo de quase doze horas nessa conexão, resolvi aproveitar para visitar a cidade. Assim como em Atlanta, comprei um passe de transporte de um dia e o metrô me levou até a área central da cidade em cerca de 30 minutos.

 

1090905_489043371185655_1964555468_o.jpg

 

O tempo estava um pouco nublado e frio, mas nada insuportável ou que atrapalhasse o passeio. A cidade é muito bonita e organizada, com vários edifícios muito altos, lembrando Nova York, mas sem toda a correria e a barulheira que se ouve lá. Andei um pouco pelas ruas sem um rumo certo apenas para conhecer e sentir um pouco o ritmo da cidade. Depois peguei um ônibus até o United Center, onde jogam o Chicago Bulls (NBA) e o Chicago Blackhawcks (NHL), esperando fazer uma visita. Infelizmente não deu pra visitar nada, nem o museu, pois teria um show do Rolling Stones lá naquele mesmo dia e estava tudo fechado. Se tivesse me atentado a isso antes teria até tentado ficar mais um dia só pelo show. Mas fica pra próxima.

 

965260_455945191162140_437516797_o.jpg

 

963877_455945157828810_1449958100_o.jpg

 

Retornei para a parte central e resolvi subir no Skydeck, na Willis Tower, que fica no 103º andar. Vista fantástica, onde podemos apreciar de cima a beleza de Chicago. O observatório de vidro é fantástico e dizem ser muito seguro, apesar das rachaduras apresentadas recentemente (http://extra.globo.com/noticias/mundo/vidro-de-atracao-turistica-estilhaca-visitantes-se-assustam-nos-eua-12650054.html). Ainda bem que não aconteceu na minha vez, rs.

 

977106_455945104495482_1476564979_o.jpg

 

964583_455212594568733_1581304682_o.jpg

 

467275_455212571235402_1783951557_o.jpg

 

Na sequência fui até o Millenium Park que é um parque bem bonito e onde acontecem várias atrações culturais. Neles estão localizadas diversas esculturas interessantes, como a Cloud Gate (ou "The Bean", pois tem mesmo a forma de um feijão, que é uma escultura surreal e bem interessante) e a Crown Fountain (que são duas torres de LED onde rostos diversos ficam fazendo caretas e sorrindo, e de vez em quando "cospem" água nas pessoas. Divertido e as crianças fazem a festa, mesmo no frio).

 

467316_455945057828820_419508819_o.jpg

 

979818_455944904495502_1865182276_o.jpg

 

977653_455944974495495_141823782_o.jpg

 

468858_455944837828842_368915472_o.jpg

 

469237_455944681162191_580364225_o.jpg

 

Começou uma garoa meio chata, mas mesmo assim resolvi caminhar até o Navy Pier, que é um cais revitalizado e onde estão concentradas diversas atrações gastronômicas e de diversão em geral, que atende todas as idades. É uma ideia excelente para recuperar pontos sem graça e decadentes de nossas cidades.

 

976897_455944294495563_1279101338_o.jpg

 

477757_455944544495538_759264666_o.jpg

 

Dali peguei um boat bus por US$ 9,00 e contornei a praia do Lago Michigan até o final do Grant Park, onde estão concentrados o Shedd Aquarium, o Field Museum e o Soldier Field (onde joga o Chicago Bears da NFL). A vista do skyline de Chicago a partir daquele passeio e do Grant Park são fantásticas. Como meu tempo era curto até o retorno para o aeroporto, acabei não visitando nenhuma das três atrações localizadas ali, fazendo apenas um passeio pelos arredores, que já é um excelente programa. Durante este passeio, parei num trailer para comer o típico hot-dog de Chicago, por pouco mais de US$ 3,00. Achei interessante que eles colocam um monte de coisa nele, como um pedaço cortado de pepino e também um "pickles" inteiro no meio. Mas só ao morder o lanche foi que percebi que o "pickles" na verdade se tratava de uma bela de uma jalapeña, que ferveu até a alma, rs. Ainda bem que a Coca-Cola ajudou a amenizar a situação, rs. Mas depois que dá aquela amortecida na boca, o sabor fica melhor. Depois disso que entendi o slogan que dizia que era "The Original Hot", kkkk.

 

1116223_489042944519031_1176139208_o.jpg

 

1077435_489043031185689_1739711811_o.jpg

 

Como estava se aproximando o horário do rush e eu fiquei com um certo receio de atrasar minha chegada no aeroporto por causa do movimento, mesmo meu voo sendo somente às 21hs, resolvi retornar para lá e aguardar o embarque com calma. Definitivamente foi um passeio que foi incluído no roteiro somente por causa da conexão, mas que foi uma das mais gratas surpresas. A cidade é muito bonita, com muita coisa para se fazer e que pode ser incluída em qualquer roteiro turístico sem medo. Não deve ser muito agradável no inverno, mas no verão é uma excelente opção.

 

E a viagem de volta para casa transcorreu sem maiores problemas, passando direto pela alfândega. Agora é esperar o próximo relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...