Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Ljubliana - Eslovênia

 

Queríamos ir da Austria para a Croácia, então pensamos, por que não passar em Ljubliana??? É a capital da Eslovênia, ouvimos dizer que é uma cidade interessante.

Então vamos lá. Em Salzburg resolvemos pegar um trem até Ljubliana, compramos a passagem, para embarque na plataforma 2 na estação central. A postos na plataforma, trem anunciado no painel,e nada, trem atrasado, segundo o painel 15 minutos. Sumiu do painel, chegou outro, não era o de Ljubliana, foi embora. Voltou para o painel, ok, chegou outro, no trem dizia Villach. Vamos perguntar, sim vai para Ljubliana, embarcamos. La pela metade da viagem chega o funcionário pedindo as passagens, entrego e ele me olha e diz: - Quando chegar em Villach, desce do trem e entra num dos quatro últimos vagões, só eles vão para Ljubliana. Foi aí que descobri que um mesmo trem pode ir para vários lugares (é bom sempre ver em que vagão está escrito o nome do destino). Chegando em Villach, pegamos as malas, e corremos para chegar nos últimos vagões enquanto os funcionários desengatavam a composição para colocar outro locomotiva, e olha que o trem era grande. Entramos e nos acomodamos rumo ao nosso destino. Depois de algum tempo o trem parou numa estação, era bem pequena, não consegui ver direito e nome e também não escutei ninguém anunciar, mas, por via das dúvidas, vamos perguntar. A moça ao lado diz: -Sim aqui é Ljubliana. Corre pegar as malas e sair do trem. Realmente, a estação é bem pequena, ainda mais para uma capital.

Bem, tínhamos reservado um apart e eu já tinha feito o trajeto pelo Google e anotado os nomes das ruas que deveríamos seguir até chegar no hotel, que ficava a 1.200 metros. Vamos lá, anotações na mão, mochila nas costas, afinal, pra que gastar com táxi?? E começamos: siga para o sul na Miclosiceva Cesta em direção à Cufarjeva Ulica. Hã?????Vamos procurar as placas. E não é que achamos??? Facinho, daí para a Hubarjevo Nobrezje até chegar na Breg foi moleza. O pior é que o dito apart não aparecia. A cidade é linda mesmo, nós na beira do rio Ljublianica, verdinho, a cidade cheia de bares e restaurantes, o hotel era bem ali, mas cadê??? Perguntamos, ninguém conhecia, e a rua, a tal da Berg, era só uma quadra com esse nome, depois mudava. Fomos olhando de porta em porta. E não é que tava ali??? Uma daquelas portas enormes, bem antiga, tipo de armazém, tinha uma plaquinha com o nome do apart. Tocamos o interfone e a porta já se abriu. – Fica no terceiro andar, podem subir. Quando entramos, nos deparamos com um patio coberto, super antigo, cheio de bicicletas e uma escada daquelas bem largas, bem gastas, com degraus acabados em madeira meio irregular de tanto uso. Chegamos a pensar em fazer meia volta e procurar outro lugar, mas estávamos cansados, aí recebi aquele olhar tipo. – Onde é que você achou isso??? Bom, enfim subimos. Lá no terceiro andar, num cantinho daquele hall com paredes descascadas e sem um móvel, tinha uma porta um pouco mais moderninha. Quando abrimos a mudança foi espantosa. Tudo branco, muito bem decorado, a recepcionista super simpática, já nos indicou o apartamento, que por sinal era ótimo, com duas janelas com vista para o rio, um banheiro enorme, uma cama muito confortável, adoramos. Foi ali que resolvemos que no resto da viagem daríamos preferência para esse tipo de acomodação ao invés de hotéis tradicionais, pois além de ser muito mais em conta, a maioria conta com uma cozinha, o que ajuda bastante nos custos de quem vai ficar mais tempo.

Mas, voltando à Ljubliana, é uma cidade relativamente pequena, são 400 mil habitantes mas é bem movimentada, principalmente no centro histórico que fica junto ao rio. A margem, dos dois lados do rio é cheia de bares, cafés e restaurantes, e pra arrematar, tem um castelo lindo no alto da colina. Ficamos dois dias lá, o bom mesmo é ficar passeando a pé pelas ruas centrais, tem uma feirinha de rua bem interessante, com muito artesanato, frutas, verduras e comida, vale a pena comer por lá. A moeda é o euro, e os preços não são muito diferentes do resto dos países europeus. Para quem estiver por perto vale muito a pena e acho que dois dias são suficientes para conhecer as principais atrações. Os eslovenos são muito simpáticos e a maioria fala inglês.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Se estiver em Ljubliana e com carro disponível, não perca a oportunidade de conhecer a região dos lagos Bled e Bohinj, e os castelos próximos.

Vale a pena!

Foi a melhor parte da minha trip pela Europa.

 

A capital em si é meio fraquinha, gostei mais de Praga, Salzburgo, Bruxelas...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...