Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

[Update] 60 dias: Argentina, Chile, Peru e Bolívia, sozinho!


Posts Recomendados

  • Membros

Dickens,

desculpe a pergunta indiscreta (ou não em se tratando de mochileiros rs) mas quanto vc gastou (mais ou menos) no total? Farei praticamente o mesmo roteiro mas ao contrário chegarei via Lima e termino em Buenos Aires... Abraço Obrigada

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 46
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

24 de Janeiro de 2009

 

UYUNI (Bolívia)

 

Entao, esclarecendo: no meu roteiro original eu tinha, como ponto de parada entre Santiago e San Pedro de Atacama, a cidade costeira de La Serena, que fica no meio do caminho. Cortei do roteiro, com o objetivo de ganhar mais tempo no norte do Chile, Peru e Bolívia, que sempre foram os lugares onde eu realmente queria chegar.

 

Depois de 22 horas de viagem em um onibus que passava Buffy, Charmed e The Nanny, cheguei a San Pedro de Atacama no domingo, dia 18 de janeiro. Contudo, assim que cheguei, comprei o passeio para o Salar de Uyuni, na Bolívia, que fica mais perto daqui porque La Paz (San Pedro fica a uma hora da fronteira com o sudoeste da Bolívia). Depois voltei para San Pedro, onde ainda estou. Do deserto do Atacama eu falo no próximo post, entao. Hoje eu falo dos 4 dias viajando até Uyuni.

 

Um toyota 4x4 antigo, muitos solavancos pelo meio caminho, 5 aventureiros, quatro dias de Cumbia Boliviana (um estilo musical que voces nao querem ouvir), neve, frio em pleno verao, altitudes desumanas e muitas paisagens maravilhosas. Sao esses os ingredientes do passeio até o salar de Uyuni (e de volta a San Pedro). Vamos contar dia por dia.

 

No primeiro dia, eu e o Matt, um ingles de Liverpool que estava no mesmo hostel que eu, acordamos cedinho e fomos para a porta da agencia aonde tinhamos comprado o pacote. La ja conhecemos a Alicia (EUA), o Martín e o Sebastián (Argentina), que dividiriam os próximos quatro dias conosco. Pegamos o transfer até a fronteira com a Bolívia, carimbanos nosso passaporte e a primeira surpresa já veio: neve e frio de -5 graus.

 

fotos%20tiago%20406.jpg

 

Essas botas já pisaram em tudo quanto é coisa...

 

Em seguida, começamos a saculejar no Toyota antigo para chegarmos à Laguna Verde, uma lagoa rasade cor incomparável que fica a 4.000m de altura. Ah, e logo atrás dela tá o vulcao Licancabur. Só para voces entenderem a foto, do lado de lá do vulcao está San Pedro de Atacama.

 

DSCN0532.jpg

 

A Laguna Verde, com vista para o vulcao Licancábur.

 

Em seguida, para vencer a temperatura bem mais quente de 6 graus celcius, tomamos um banho nas águas termais. A agua brota do solo a uma temperatura de 35 graus. E foi nela que eu dancei: esqueci o protetor solar e, apesar do frio, fiquei queimado igual a gringo no Rio.

 

DSCN0558.jpg

 

E isso tudo a 6 graus...

 

Subimos mais, mais, mais e mais e chegamos em um "hotel" no meio do nada no altiplano boliviano às 4 da tarde. Quarto compartilhado por nós 5, nada de banho ou água quente. Engolimos o almoço mais ou menos e ficamos nos perguntando o por quê de estarmos lá tao cedo. Logo entendemos: estávamos a 4.300m de altitude, 200m a mais que Potosí, a cidade mais alta do mundo. Eu comecei a ter uma dor de cabeça forte, e logo depois de comer um espaguete meia-boca na janta, quis vomitar tudo. Fiquei tonto e nao conseguia andar em linha reta. Só com chá de coca mesmo para melhorar. Funciona, viu. Na hora de dormir, todos tivemos problemas. O Martín teve delírios, o Matt nao tinha energia para se mover na cama, eu podia ouvir o meu coraçao do meu travesseiro. Punk. Mas sobrevivemos e fomos para o segundo dia. Sem banho.

 

Segundo dia. Logo após o amanhecer, fomos à Laguna Colorada. Emocionante: uma lagoa rosa e azul lotada de flamingos e cheia de llamas em volta. Nunca mais vou me esquecer daquela paisagem. Mais tarde, um almoço à beira de outro vulcao (pure de batatas com arroz) e, depois, hotel de sal. É um hotel feito à beira do salar, com blocos de sal. Com banho. Mas sem energia eletrica. Ficamos ate a meia-noite compartilhando jogos de baralho dos nossos paises e bebendo vinho à luz de velas. Bacaníssimo.

 

DSCN0579.jpg

 

Os flamingos, aves mais do que majestosas, na Laguna Colorada.

 

DSCN0590.jpg

 

A Laguna Colorada. Reparem nas llamas cruzando ao fundo...

 

RSCN0666.jpg

 

Da esquerda para direita: Sebastián e Martín (Arg), eu, Matt (Inglaterra) e Alicia (EUA) no hotel de sal, bebendo vinho boliviano e jogando cartas.

 

Terceiro dia. Direto do hotel para o Salar de Uyuni, uma planície de sal de 12.000km2 no meio do altiplano boliviano. O salar é emocionante: alguns dizem que ele existe porque ali, há muitos milênios, já houve um lago salgado que evaporou. Outros dizem que o sal vem por vias subterraneas. Nao importa, ele está lá e é lindo. No meio do salar existe uma ilha (Ilha do Pescado), com cactus de 6 metros de altura e uma vista deslumbrante. Depois do Salar, fomos para Uyuni, cidade da Bolívia que nao comporta muita coisa além das agencias de turismo que nos levam ao salar e um cemitério de trens completamente desolado. Nos despedimos dos dois argentinos,que escolheram ficar por lá, e começamos o caminho de volta para San Pedro. Dormimos em uma cidadezinha chamada Villa Mar. Sopa de vegetais rala e pure de batatas de jantar. Banho, sim, mas o frio de 0 grau nao encorajava. Dormimos.

 

DSCN0681.jpg

 

Na Isla del Pescado, dentro do salar.

 

DSCN0701.jpg

 

O salar de Uyuni. Sem palavras.

 

DSCN0722.jpg

 

Eu e Matt. A gente aproveitou para fazer fotos divertidas...

 

DSCN0723.jpg

 

Alicia comigo e com o Matt nas maos...

 

DSCN0726.jpg

 

Mesmo sem banho a gente teve estilo...

 

DSCN0740.jpg

 

No cemitério de trens em Uyuni. Desolado.

 

Quarto dia. Horrível: acordamos às 4 da manha (-15 graus) para sair para a fronteira. No caminho, dois pneus furados ("ah, deve ser por isso que a gente acordou cedo"). Cerca de meio-dia eu estava de volta a San Pedro. E aqui eu estou, desde entao. Ou por enquanto...

 

Resumo da ópera: o cenário da viagem mudou. Por 4 dias, vi paisagens absolutamente surreais, desoladas, de uma beleza gritante. Os quatro dias de passeio foram como uma imersaoem um universo quase de Dalí. Inesquecível.

 

Mais notícias assim que sair do deserto de Atacama, o lugar mais árido do mundo... Beijos a todos! Saudades enormes do Brasil!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Olá!!

Estou adorando seus depoimentos, entrei aqui procurando exatamento isso, pois estou planejando de fazer este caminho com 02 amigas no ano que vem, e acessei o site procurando dicas de alguém que fez isso, e o mais importante... vc coloca emoção em cada palavra! é isso q estou procurando.

Continue escrevendo,,,

 

Abraços

 

Tati

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oiii

Sou de SP tb mas só tenho 30 dias,

queria fazer o seguinte roteiro, indo e voltando de avião, veja se é possivel

Meu email é [email protected]

01/05 SP - BsAs (avião)

02 BsAs

03 BsAs (pretendo viajar para Salta de madrugada)

04 Salta (pretendo viajar à noite para San Pedro do Atacama)

05 Salta

06 S. Pedro do Atacama

07 Salar

08 Salar

09 Salar

10 Uyuni

11 p/ Sucre

12 Sucre

13 Copacabana

14 Titicaca (Isla do Sol)

15 Titicaca

16 Puno (p/ Cuzco)

17 Cuzco

18 Vale Sagrado

19 Cuzco

20 Trilha Inca

21 Trilha Inca

22 Trilha Inca

23 Machu Pichu

24 Aguas Calientes

25 Aguas Calientes

26 Cuzco - BsAs (não sei se de avião ou onibus)

27

28

29

30

31

01/06BsAs- SP

Dias vagos para imprevistos

bjs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

To adorando as tuas histórias, e não vendo a hora de ter idade o suficiente pra fazer a mesma coisa. E sozinha :D

È incrivel como tu conseguiu conhecer tantas pessoas e se divertir, mesmo indo sozinho.

No final, faz as contas de quanto tu gasto num total, pra gente ter uma noção.

beijos, aproveita o resto da viagem que parece ta sendo ótima.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oiii

Sou de SP tb mas só tenho 30 dias,

queria fazer o seguinte roteiro, indo e voltando de avião, veja se é possivel

Meu email é [email protected]

01/05 SP - BsAs (avião)

02 BsAs

03 BsAs (pretendo viajar para Salta de madrugada)

04 Salta (pretendo viajar à noite para San Pedro do Atacama)

05 Salta

06 S. Pedro do Atacama

07 Salar

08 Salar

09 Salar

10 Uyuni

11 p/ Sucre

12 Sucre

13 Copacabana

14 Titicaca (Isla do Sol)

15 Titicaca

16 Puno (p/ Cuzco)

17 Cuzco

18 Vale Sagrado

19 Cuzco

20 Trilha Inca

21 Trilha Inca

22 Trilha Inca

23 Machu Pichu

24 Aguas Calientes

25 Aguas Calientes

26 Cuzco - BsAs (não sei se de avião ou onibus)

27

28

29

30

31

01/06BsAs- SP

Dias vagos para imprevistos

bjs

 

Graces, no seu lugar eu reduziria o número de lugares. Tipo, acho que Buenos Aires não se encaixaria nessa viagem, já que seu tempo está meio reduzido. Porque você não fica só com a Bolívia, Perú e norte do Chile?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Com o perdão pelo atraso, seguindo com o relato:

 

26 de Janeiro de 2009

 

SAN PEDRO DE ATACAMA

 

Antes de qualquer coisa: fiz a barba. Mas deixei um cavanhaque.

 

Como já havia dito antes, peguei o ônibus em Santiago às 12h do sábado, dia 17 de janeiro. A paisagem da janela lateral que era do ônibus, e nao do quarto de dormir, impressionou. O Chile vai ficando mais árido e mais pobre a cada quilômetro que se sobe rumo ao norte. E depois de 22 horas, cheguei ao deserto mais árido do mundo, na mimosa cidade de San Pedro de Atacama.

 

DSCN0493.jpg

 

San Pedro se parece com um lugarejo mineiro. Sao como 4 por 4 ruas, mas o lugar é uma verdadeira meca de turistas de todo o mundo. É realmente difícil conhecer um verdadeiro atacameño aqui, ainda que o lugar seja cheio de chilenos hippies e gente de todo mundo em busca de uma vida diferente.

 

Assim que cheguei, encontrei um hostel que tinha uma caminha em um dormitório para mim. Incrível: dormi na cama de cima de um trelixe (a mais ou menos 3 metros de altura). Tudo aqui é muito rústico, as casas sao de adobe, o telhado é de palha, os banheiros tem pouca água e os banhos sao de, no maximo, 3 minutos. Contudo, a atmosfera é incrível. Música viajante por todos os lados e uma energia muito bacana (que acabou me segurando aqui por quase uma semana). Na tarde do primeiro dia, uma surpresa: chuva. O céu armou, começou a pingar e, dois minutos depois... parou. E é essa a chuva que se tem aqui 10 vezes por ano. Faltam 9.

 

DSCN0845.jpg

 

No dia seguinte, comprei o passeio para Uyuni, e essa parte voces já sabem. Cheguei de volta a San Pedro na quinta-feira, e conheci quatro brasileiros bacaníssimos que me fizeram ótima companhia por dois dias. E foi na quinta que eu tive uma das noites mais fantásticas da minha vida: comprei o tour de observaçao astronomica à meia-noite. Para quem nao sabe, o deserto mais árido do mundo tem também o céu mais nítido do mundo. E o céu mais maravilhoso que eu já vi. No tour, vamos até a casa de um casal de franceses que sao astrônomos. Com um super raio laser, eles apontam todas as constelaçoes, galáxias e nebulosas. Depois, nos telescópios, vemos Saturno, nebulosas "comilonas" e estrelas super-brilhantes. Para terminar o tour, tomamos um chocolate quente na sala de estar dos franceses. Uma fogueira no centro (para combater o firo de 0 grau) e um teto com uma clarabóia enorme. Cheguei ao hostel quase às 5 da manha.

 

DSCN0759.jpg

(Sim, é Saturno!)

 

Na sexta, mais um tour louco: Laguna Cejar. Essa lagoa tem 3 vezes mais sal que o Mar Morto. Adivinha o que acontece: a gente flutua. É impossível afundar. Sensaçao única na vida! Ninguém pode morrer sem passar por uma dessas. O passeio termina com a visita aos Ojos del Salar, dois buracos cheios d'água com 300m de profundidade no meio do deserto, e com o por do sol no Salar de Atacama: mais modesto que o de Uyuni, mas com uma vista igualmente surreal.

 

DSCN0762.jpg

Os Ojos del Salar.

 

Tiago%20007.jpg

No Salar de Atacama.

 

DSCN0796.jpg

O por-do-sol, agressivamente bonito.

 

No sábado conheci dois irlandeses sensacionais, o Jonnathan e a Claire, e nós combinamos de visitar o Valle de la Luna juntos. Realmente, sao paisagens lunares. O por do sol no Valle de la Luna é mais uma visao surreal (incrível como nessa semana o surreal se tornou trivial). A única desvantagem é o foco excessivamente turístico em tudo no deserto. Depois dos quatro dias quase crus de Uyuni, isso foi um certo banho de água fria. A gente acaba tomando uma certa aversao por turistas com chapeu de palha, garrafa d'àgua na mao e camera fotografica em riste depois de um mes mochilando. Ossos do ofício.

 

DSCN0812.jpg

Eu, com o vulcao Licancábur ao fundo.

 

DSCN0816.jpg

Eu e Jonnathan (Irlanda)

 

DSCN0818.jpg

Eu e Claire (Irlanda)

 

Agora tao importantes quanto as paisagens lunares, os cenarios surreais e as visoes embasbacantes foram as pessoas: aqui tive mais uma porçao de dias em companhias inesqueciveis - do staff do hostel aos hóspedes deles, do moço da padaria à Carmen, fabricante da melhor empanada da regiao. Ontem à noite, tive festa de despedida e tudo mais. Foi uma piada: dois outros suecos tambem estavam indo embora, e a gente organizou uma festa em que tocasse muito Abba. Acho que nunca ri tanto na minha vida.

 

Tiago%20013.jpg

Festa de despedida no Hostel em San Pedro. Tem francês, sueco, neozelandesas, ingleses, holandesas, chilenos e irlandeses. De brasileiro, só eu.

 

DSCN0843.jpg

Com a Francisca e o Temuco, que trabalham no hostel.

 

Hoje à noite, seguindo para Arica. Um banho no Pacífico deve coroar meus últimos dias de Chile - esse país inesquecível.

 

DSCN0836.jpg

 

Beijo enorme a todos!

 

Tiago

 

PS: Em uma dessas camas da Bolívia, peguei percevejos. Acho que tenho umas 30 picadas em cada mao. Da próxima vez, me hospedo no Ritz.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...