Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Rick rj

Bolívia, Chile, Peru e Bolívia em 20 dias! (Julho 2013)

Posts Recomendados

Muito bom esse relato seu Rick! Vou em novembro, espero poder curtir tanto quanto e poder ler o final do seu relato até lá, pois está fantástico!

Abs

 

O rapaz, claro que tu vai curtir, e eu só tenho que ter tempo de acabar de escrever tudo ::lol3::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

5º dia da trip – SPA

 

Continuando depois de um bom tempo sem entrara aqui...saímos de Paso Cajón 11:30h da manhã com uma tristeza no corazon e uma euforia por estar a caminho do Atacama. A van era bem nova, o guia da van não sabia muito de português, era um senhor já com seus 60 anos. E o moto parecia bemmm bebum :lol: . Claro que fomos pro fundão da van, a galera todo começou a preencher os papéis da imigração ainda com a van parada, mas a caneta só chegou em mim na estrada. E que dificuldade para escrever, meu deus, por vezes era a trepidação, por outras, eu queria mais era admirar a paisagem 8) . Saímos 11:30 da fronteira, com todos os seus 4.500 metros de altitude, 12:20 já estávamos na aduana, que fica bem na entrada de San Pedro, nos seus 2.450m, os problemas com a altitude se foram, ae começavam os do calor ::mmm: .

 

598da89fe6fd5_pasoxspa.jpg.79bffec6b94a7c97b7f74de7e1d7f4a5.jpg

 

DSC01035.JPG.9892fa36caeb1924566cadf12a7b0ee8.JPG

 

Antes de chegarmos na aduana, o cara da van pediu o ticket do traslado da empresa, e cadê o meu???? Cadê o meu p#rr#???? Cadê, cadê... ::ahhhh:: o bagulho sumiu cara e não sabia onde, deve ter ficado na van, logo avisei o cara que o meu tinha sumido, ele só disse “dale, alla conversamos y le dijo lo precio!” Como assim cara? ::grr:: Preço de que??? Tá eu perdi eu sei, mas ter que pagar por isso...

 

Enfim, chegamos na aduana e falei com ele que de fato eu não tinha achado, ele abriu uma sonrisa e disse que não havia problemas. :)

Quando descemos, o motorista bebum veio nos informar dos trâmites...não poderíamos entrar com “nada” no Chile e ainda disse que lá não era a Bolívia (quase dei uma porrada nele ::grr:: ), nada de vegetal, ou de bebida, ou biscoito, nada vezes nada. E a gente cheio de biscoitos, uma garrafa de tequila pela metade, o cantil do Yago cheio de tequila e tal. Na mesma hora o Yago mostrou o cantil e o moto o guardou no bolso (to falando que aquele cara é bebum 8) ) ae blz. Falei com ele que estava com a garrafa na mochila, ele disse que era só jogar no lixo, passar pela aduana, voltar no lixo e pegar!!! E como assim não é a Bolívia bebum??? ::lol3::

 

basura.jpg.547a4f84bbf50a33a7932181bd1bf7cb.jpg

 

E assim o fiz, joguei a garrafa lá e os biscoitos também. E fomos pra fila, a argentina que tava na van com a gente foi toda revistada por causa de uma maçã na mochila...primeiro tu entra, entrega os papéis da imigração, depois tu sai pela mesma porta, forma uma outra fila, e entra de novo pra dar um carimbaço no passport, blz, to no Chile, ae tu vai passar a mochila no scanner. Joguei ela lá e fiquei conversando com o policial que fala o português muito bem, porque tinha morado muito tempo em POA. Mochila passada, blz mais uma vez ::cool:::'> ! Joguei a cargueira na van e fui no lixo pegar a tequila ::mmm::twisted::roll: , não há nenhum tipo de controle do lado de fora da parada, nem carabinero nem nada, nunca vi tanta desorganização...não sei se foi sorte ou não, mas pelo que vi tu entra no chile com o que tu quiser e vem o bebum fala pra mim que lá não é Bolívia...ok então!

Fui feliz com a tequila na mochila e os biscoitos de volta ::hãã2::

 

598da89fe6fd5_pasoxspa.jpg.79bffec6b94a7c97b7f74de7e1d7f4a5.jpg

 

A Van nos deixou bem na esquina da Licancabur com a Tocopilla, cara, e quando vc pisa naquela rua e vê o Licancabur ao fundo, gigante, com aquele céu azul que estava no dia, eu não acreditei que ha menos de 2 horas eu estava lá, bem no pé daquele volcano. É uma sensação indescritível :o .

 

Na mesma hora apareceu um cara oferecendo o Hostel Corvatsch por 8.000 pesos a diária.

Vale lembrar que era quinta-feira, a cidade já estava bem movimentada, e nenhum de nós tinha o roteiro, muitos dos lugares que fomos, foi que lembrávamos, as vezes, dos relatos lidos aqui no mochileiros. Mas também sempre que podíamos, entrávamos no site, via celular ou o que fosse. Não sei porque ninguém imprimiu o roteiro no Atacama, acho que foi a euforia ::lol3::

 

Yago foi procurar um no fim da Tocopilla, pois achávamos que lá tinha um hostel bom já relatado por alguém...voltou sem nada.

Então fomos para esse Corvatsch, fica na esquina da Antofagasta com a Domingo, sendo que no meio do caminho, Antofagasta com Calama, fica a agência de turismo dos caras, paramos ali pra ver os passeios para o Vale de Luna e o de La Muerte. Não lembro do preço agora, mas não estava caro não. Quando chegamos no hostel, que bem rústico porém sensacional, a atendente que estava com sua filha de uns 10 anos lá e a menina não parava de rir, disse que a diária era 10.000 mil, choramos um pouco e ela fez por 8 mil, só por aquele dia que era uma quinta-feira, na sexta, teríamos que pagar 10 mil.

 

Ok então, fechamos um quarto de 6 pessoas, mas ficamos 5 apenas no quarto, Laura e Talita, como não caberiam lá, fora pra outro que ficava na parte externa, ou melhor, no portão, do hostel. Largamos as coisas, e fomos comer. Bem na praça, na Calle Toconao, em frente a lanhouse da praça, tem uma lanchonete bem pequena, e ali paramos devido a fome. Pedimos um cachorro-quente, e todos eles tem palta, todos, tudo tem que pedir sem porque não a melhor combinação do mundo.

Saindo de lá fomos fechar o passeio com a Corvatsch. Deve ter sido 6 mil pesos para cada.

Às 15h estava lá a van no hotel buscando a gente (Bianca, Cristian, David, Yago y Yo). Logo entraram mais pessoas na van e umas 3 chilenas lindas cara :twisted: que estavam com um argentino estranho :lol: .

 

Fomos direto ao Valle de La Muerte, a guia CAROL, uma gordinha simpática d+, era toda dos brasileiros, ou seja, da gente, não tinha mais brazucas nesse tour. Até a abracei :twisted: . Ela disse que um turista brasileiro subiu em uma das 3 Marias e a quebrou, e todo mundo que tava lá ficou bolado com a gente, mas logo a Carol desmentiu, disse q ninguém sabe ao certo quem foi a anta que quebrou, mas bem provável que seja um chileno bêbado, segundo a Carol.

 

DSC_0714.jpg.14b84a233726bd44dcceea78d8c57c1a.jpg

 

De lá fomos para o Vale de La Luna explorar uma caverna. Cara, a Bianca deu 5 passos dentro do bagulho e vazou, é apertado d+ aquilo lá, mas nem tanto, dá pra andar de boa agachando algumas vezes. Umas das chilenas ficou apavorada também e saiu com uma amiga junto. Carol pediu para que elas esperassem na entrada. Demos continuidade e quando saímos, Carol foi atrás delas.Bianca estava lá mas as chilenas tinham sumido. A 3ª chilena estava desesperada atrás das amigas :shock: mas logo as acharam perdidas por lá! Nisso a gente já tava conversando de boas com elas e até marquei com uma delas de ir no hotel delas de noite para sairmos e tal, mas isso é outra história :twisted: !

 

DSC_0726.jpg.9a236c0cc68a7a126143d080f31e6552.jpg

 

Para entrar no Vale de la Luna tem que pagar 1.500 pesos (estudante).

De lá fomos para a Piedra Del Coyote, fenomenal o lugar cara, massa mesmo.

Depois fomos ver o pôr do sol no Vale, e que coisa linda, não dá para explicar, deixo as fotos dizerem a vocês...

 

DSC_0694.jpg.953ac71b2db1c77a3548e5312ce847e0.jpg

 

IMG082.jpg.52c00048f5aa8bb903b14c3abbde91b3.jpg

 

DSC_0770.jpg.b847977ea0f1174866359dce71408e30.jpg

 

editadakdj.jpg.09e1dffef4fab47cdbffcbe1af61122a.jpg

 

Voltamos ao hostel, acessamos a internet, pesquisamos aqui no mochileiros outro hostel, porque no dia seguinte a diária no Corvatsch estaria 2 mil mais cara. Nisso a Talita e a Laura já tinham feito amizade com uma chilena lá, doida de tudo. Os computadores ficam na sala, e tinha uma avó com seus dois netos lá e a gente contando coisas sobre o Brasil a eles, muito massa, eles realmente conhecem pouco sobe nós, e ficaram impressionados com as fotos do Rio.

 

Não achamos hostel nenhum, nos arrumamos e fomos para a rua. Fomos ao El Toconar, que fica bem na esquina da Toconao com Caracoles.

A hora do banho lá é punk cara, todo o calor que estava durante o dia já tinha sumido, isso era umas 7 da noite. O bom do chuveiro lá (gás) é que é muito quente, mas a água só dura 5 minutos, 5 MINUTOS CARA, quem é q toma banho em 5 minutos???? ::putz:: Enfim, quando passa os 5 minutos, o gás é cortado e a água acaba, mas ae, vc desliga o chuveiro, espera 1 minuto, e liga de novo 8) show! Tomei um banho e partiu!

David ficou no hostel dormindo, afinal acordamos muito cedo naquele dia, tínhamos feito um milhão de coisas na Bolívia mais um monte delas já no Chile. Laura, Talita e Cristian foram para o Tour Astronômico com a chilena doida (gente boa).

 

Comemos muito bem nesse restaurante, que mais parece uma garagem, chão de brita, sem teto, bem rústico, mas muito manero lá, comida bem requintada e tal. Tinha até música ao vivo, e era boa. Bebi pisco pela primeira vez, e cara, que parada forte aquilo!!!

Estávamos muito cansados e voltamos pro hostel. Chegando lá, a Laura e a Talita estavam conversando com o Cristian e o com Davi no nosso quarto. Como a gente já tava um pouco chapados, pegamos a garrafa de tequila, fui no quarto delas chamar a chilena doida, era umas meia-noite já, o quarto dela era no segundo andar, eu lembro que falei festa e apareceu um chileno doido no corredor e perguntou onde era, eu disse o quarto e q era pra ele levar mais gente.

Eis que do nada tinha umas 15 pessoas no quarto da gente, mas ninguém fazendo algazarra danada e risada pra todos os lados ::tchann:: . Foi uma noite muito maneira.

 

Ainda ficamos um bom tempo depois conversando com a Monalisa, Michele, do lado de fora do quarto, as brasileiras que estavam com o Grupo de BH lá na Bolívia e que tiraram fotos da gente na Colorada, e com a chilena doida que não lembro o nome.

Umas 3 da manhã fui dormir, acordei umas 8 e o Yago já tinha saído pra ver hostel, voltou disse q viu alguns e saímos os 3 originais (David, Yago e eu) para ver os hostel e comprar as passagens, ou para Calama ou para Arica para o dia seguinte.

 

Vimos os hostels e estavam todos na mesma faixa, então o plano era aproveitar a cidade como desse e ir embora de noite, fomos comprar as passagens para Calama na TUR-BUS, pagamos 2.900,00 até Calama, e chegaríamos lá umas 9 da noite desse mesmo dia. Dá 1:30 de viagem.

Voltamos pro hostel, comentamos dos planos com a Bianca, já que a Talita e a Laura iriam ficar mais um dia em San Pedro. Todo muito meio triste com isso e tal, mas fazer o que. Lá pelas 11 da manhã encontramos com a Michele e a Monalisa, e elas disseram que tinham comprado na CIKTUR, ao lado do campo de futebol, na Licancabur), para o dia seguinte (sábado) saindo de tarde por um valor bem em conta.

Pensamos um pouco e fomos correndo lá. Tinham poucos lugares no buzão deles (CIKTUR) de Calama para Arica no sábado de noite, o buzão sairia 7 da noite e tava 10.000 pesos.

 

Logo decidimos ficar mais um dia em San Pedro ::otemo:: e fomos correndo na TUR-BUS tentar trocar as passagens, entrei sozinho na parada falando que um amigo do grupo estava no hospital passando mal por causa da PALCA, e o cara acreditou e trocou as passagens para o sábado às 14:51h.

Inventei isso pq tava todo mundo dizendo que eles não trocam passagens, só vendem novas. Mas o cara acreditou e trocou! :roll:

Beleza, poderíamos curtir a sexta em San Pedro numa boa.

 

A gente queria muito fazer o sandbording nas dunas. Fomos direto à K-2 ver o preço, Yago e eu queríamos alugar uma bike e ir sozinhos, sem guia sem nada e o Davi queria um tour e disse q ia fechar depois. Veio um cara muito “loco” nos atender, o Benjamin, nos alugou a bike por 3 mil e a prancha por 3 mil também, era 4, mas choramos. Só teríamos que devolver as bikes às 18h.

Almoçamos, pegamos a bike, a prancha, água, um mapa e partimos e cara, foi um dos pontos altos da viagem, sem sombra de dúvidas!!!

 

Ficamos um pouco perdidos na estrada, mas tinha dois chilenos fazendo o mesmo, e nos indicaram o caminho certo, não dá nem 40 minutos até as dunas, chegamos lá mortos. Descansamos um pouco e as dunas estavam vazias, tinha somente um chileno com seus dois filhos pequenos, e que já visitou o Brasil 20 vezes ::ahhhh:: , uma guia que estava com uma VALENCIANA (de Valença na Espanha, não a do Rio :) e explicamos a histórias dos nomes das nossas cidades) e logo os dois chilenos chegaram, ou seja, era aquela duna toda só para 9 pessoas, sendo que logo o pai e seus filhos foram embora, então ficamos em 6, e foi top cara, mas é claro que como eu nuca andei de skate, caí todas as vezes, e foram muitas ::essa::::mmm:::hahaha:: . Sei que quando deu 4 horas o tour que o David estava chegou, e depois mais um e mais um, ficou impossível cara e fomos embora, mas já tínhamos aproveitado tudo e mortos também.

 

E só deixamos a bike nos levar, era só descida mesmo, foi uma das melhores sensações da minha vida, aquele dia foi realmente muito bom cara!!! ::cool:::'>

E ainda era cedo, chegamos 5h na praça e fomos tomar el PITCHER no La Plaza. E que coisa boa cara, era o fim de tarde perfeito, as bikes e as pranchas jogadas na parede e a gente tomando uma pra relaxar em San Pedro, não queria vida melhor :wink: . Logo o português (André) que encontramos na Bolívia nos avistou na praça e foi lá tomar uma com a gente. O cara tava indo embora para Lima para pegar um voo pra Londres e depois pra Edimburgo. Bateu um papo com a gente. Pedi um senhor da mesa ao lado para sacar uma foto de nosotros e ele assim: “claro que tiro valenciano!” Eu dei uma risada e ele disse que me ouviu falar de Valença com o Yago. Era mais um brasileiro andando por lá. Sentou na mesa com a gente, mas já tava dando 6 horas e fomos devolver as bikes e as pranchas. E o Benjamin perguntando como foi e tal, o cara é loco, mas era maneiro.

 

Fomos para o hostel e cara, que banho que eu tomei, tinha areia em tudo quanto é parte, meu celular nem tava mais funcionando direito coitado. Entrei no face e os brazucas que iniciara a viagem pouco antes de nós estavam on, o Paulo Andrade, Gabriel e turma e tal, e disseram que estavam indo no Barro’s! eu disse que ia com o David em algum bar que ele não sabia o nome, só onde ficava, já que a Tânia, uma cantora que fez o tour com ele (e de bike, já que a van os saiu lotada e os deixou pra trás) ia cantar num bar e estava chamando a gente. No fim era o mesmo bar.

 

Chegamos no Barro’s, o mais rústico de todos os bares de San Pedro, porém muito bom também, a Tânia já estava cantando, nos cumprimentou e cantou Daniela Mercury, a Luz Dessa Cidade, creo yo qué sea el nombre de la canción. Ali rolou uma treta entre mim e uma pessoa do grupo e fui pra rua, pq eu não tava afim de estragar a minha noite nem a dos outros, mas ninguém viu e tal.

Logo o Paulo Andrade chegou com os outros, trocamos mó ideia e o Yago foi me chamar na rua pois tinha percebido que tinha algo errado, o cara é parceiro! Mas não falei nada, fingi que nada tinha acontecido e quando voltei todos já tinha cenado e tal, meu prato tava lá mas eu só queria beber e a Tânia sentada lá com a gente querendo aprender português e tal, foi massa! Mas ali a viajem pra mim já não seria mais a mesma, pelo menos não na afinidade com certo integrante do grupo, mas quer saber, que se foda ::vapapu:: !

 

Bebi bem e fiquei de boa. Logo fomos para o hostel por uma parada ae :shock: e perdemos a festa no deserto, mas enfim, tava de boa!

No dia seguinte todo mundo acordou tarde, meio chapados, tomamos café na rua, num bar chamado La Estaka, na calle Tocopilla, muito foda o lugar!

Compramos alguns regalo, arrumamos correndo nossas coisas e vimos que parecia que tinha passado um vendaval (como diz minha mãe) no quarto, tinha areia para todos os lados, meias podres de areia ::lol3:: , papéis e assim deixamos, pois já eram 12h, hora do check-out. Vazamos e fomos embora, saímos todos, mas a Talita e a Laura iam pegar um buzão direto à Arica às 4 da tarde. Deixamos nossas coisas lá, comemos, tomamos uma e logo voltamos para dizer solo um tchao a San Pedro.

Embarcamos, o buzão tava lotado de gringo de todas as partes, e só a gente de brasileiros.

 

SPA.jpg.277e66c17a5d35a43e3ee55d18d92218.jpg

 

SÁBADO É DIA DE CASSINO – CALAMA

 

De San Pedro a Calama são 95 km, fizemos em 1:30 e as 16:30 já estávamos na rodo de Calama. Como iríamos de CIKTUR para a Arica, e a CIK não sai da rodoviária, mas sim de seu terminal próprio, Calle Balmaceda. O avistamos de dentro do buzão no caminho pra rodo, vimos também um cassino.

Não era longe da rodo até a CIKTUR, decidimos ir apé. Calama é uma cidade bem organizada e limpa, vimos no caminho um posto da PETROBRAS numa esquina, e a gasolina era mais cara que aqui no Brasil, quando chegamos na frente do CASSINO EL SOL, avistamos um shopping também, Bainca, Cristian e Davi foram lá comer, e claro q Yago e eu fomos fazer uma fezinha, só tinha velho jogando cara, as velhinhas todas felizes, gastei uns 3 ou 4 mil pesos lá, só pra brincar mesmo, e descobrimos que o banco do cassino é o ITAÚ!!! Por isso que eu gosto desse banco :wink:

Logo fomos ao shopping comer, e o Davi tava loco para comer comida normal :D

 

A gente com cargueiras de 70 litros nas costas, mochila de ataque na mão ou na frente, tava todo mundo olhando como se a gente fosse de outro mundo, e olha que Calama nem é pequena!

Demoramos demais no shopping e saímos correndo, literalmente, para o terminal da CIKTUR. Chegamos 18:50 lá, e o buzão era às 19h, mas felizmente atrasou e muito, saindo só 20:00h.

 

Encontamos com os mlks brazucas lá e um deles sofreu tentativa de furto num bar perto dali, encontramos também com as irmãs Michele o Monaliza lá, foi maneiro!

Na hora de entrar no buzão era tanta gente que era até difícil cara, pqp. Eu estava no fundão com o pessoal todo, mas uma mãe tinha comprado as passagens por último para ela e seu filho pequeno, o lugar da criança era ao meu lado e o dela mais pra frente, ela pediu para cambiar e não tinha como falar não :roll: , bom, fui eu lá pra frente do lado de uma peruana até bonitinha, mas dormi feito pedra ::dãã2::ãã2::'> .

 

Era 5 da manhã e a gente tava chegando no terminal de buses de Arica, com um frio do cão e lá não era um bom lugar para ficar. Arica tem dois terminais, o nacional, onde chegamos, e o internacional, na quadra ao lado. Fomos pra lá esperar um taxi para atravessar a fronteira, toda hora tem um monte de taxi. Mas queríamos esperar amanhecer para irmos no Pacífico. Ficamos conversando com uma senhora de La Paz que trabalha em um hotel em San Pedro e estava indo para La Paz. Logo amanheceu e pegamos um taxi, não lembro o valor agora, mas dever ter dado uns 4 mil pesos para cara um, já que o moto cobrou um pouco a mais para nos levar na praia.

Sacamos algumas fotos e fomos embora. O motorista a todo o tempo conversando com a gente, falando coisas sobre a cidade e sobre a faixa e areia q existe na fronteira, onde é proibido andar, já que existem muitas minas colocadas por Pinochet, segundo ele.

 

Como o peso chileno é muito doido, tudo é na casa do milhar, tu até acha que é rico :lol: por isso vai a canção abaixo!

 

 

 

Próximo destino: Perú!!!

 

 

Obs.:

 

Minha cabeça ficou em uma confusão monetária sem precedentes!

As estradas do Chile são muito boas, e os ônibus, melhores ainda!

Muito cuidado em Calama, um dos brasileiros teve a mochila de ataque surrupiada no ônibus da CIKTUR, ainda em Calama!

Muito cuidado em Arica também, principalmente se chegar de madrugada.

Faça o Sandboarding e vá de bicicleta!

Pra gente não teria graça ir visitar as lagunas e o salar no Atacama, na Bolívia já foi TOP d+!

Prepare 150 dólares por dia en San Pedro!!!

Uma TV de LED de 42 polegadas custa mais de 1 milhão de pesos ::lol3:: !!!

Se encontrarem com a Tânia, a cantora do Bar, NÃO CONFIEM nela, e nem mesmo sabemos se esse é o nome verdadeiro. Disse ela que é de Santiago.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dizem que SPA eh uma cidade cara mesmo... poxa 150 obamas por dia? Para um mochileiro fudido como eu fora de cogitação... vou passar apenas uma noite em SPA p pegar um bus p santiago no outro dia!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já é. Vou postar daqui uns dias meu roteiro. Ainda faltam uns detalhes. Se precisar de alguma coisa tamo aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E aí Leo blz! Esqueceu da gente?

 

Estou ansioso pela continuação, teu relato está mt massa!

 

Hã? Eu?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E aí Leo blz! Esqueceu da gente?

 

Estou ansioso pela continuação, teu relato está mt massa!

 

Hã? Eu?

 

Isso ae Léo, continua ae cara! ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...