Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Santiago, Viña, Valpo, Atacama, Pucón, Pt. Varas e Frutillar


Posts Recomendados

  • Membros

Em abril fiz meu primeiro mochilão DE VERDADE. Tá, tudo bem que ainda não sou adepta da tão sonhada mochila, mas um dia chego lá!

 

Passei 18 dias viajando pelo Chile com meu namorado e já de cara adianto que adoramos o país. Como de costume, fizemos todas as reservas de hotéis/hostels pelo booking, hostelworld e hostelbookers, e não tivemos nenhum problema. Passamos por Santiago, San Pedro de Atacama, Pucón, Puerto Varas e Frutillar (com direito à volta ao lago Llanquihue).

Compramos a passagem com dois meses de antecedência pela Tam/Lan e fizemos Rio – Santiago, Santiago-Calama, Calama-Santiago e Puerto Montt – Rio de avião. Os outros trechos foram feitos de ônibus.

Em relação ao câmbio, ficamos em um grande dilema sobre qual moeda levar. Acompanhei sites de casas de câmbio um pouco antes de viajar. Iria levar real, pois por incrível que pareça, o câmbio estava mais favorável, porém umas três semanas antes de viajar o real teve uma queda enorme nas casas de Santiago e o dólar aqui estava entre R$2,04 e R$2,08, ou seja, troquei tudo pra dólar e foi a melhor coisa que fiz! O real por lá estava super desvalorizado! Também utilizamos o cartão de crédito para gastos extras.

Site que pode ser utilizado como pesquisa de para câmbio: http://www.cambiosantiago.cl/

 

Mais uma vez, volto a esse fórum para compartilhar e retribuir todas as dicas e informações que peguei aqui.

OBS: os preços descritos são para UMA pessoa.

 

Dia 07/04 – DOMINGO

 

Embarcamos às 18:20 em um voo da Lan para Santiago. O voo foi tranquilo e o atendimento foi excelente. O conforto que ficou um pouco a desejar. Nunca havia viajado de Lan, e antes de ir várias pessoas me falaram que os aviões eram mais confortáveis (dentro do possível, né?), mas acho que dei um azar do cacete, pois nunca vi avião tão apertado! Juro! E olha que não tenho nem 1,60m de altura! Vi várias outras pessoas incomodadas também. E esse fato não se repetiu em outros voos. Tudo bem que é óbvio que os outros aviões também não eram tão espaçosos, mas o da ida se superou mesmo! Vai entender... Chegamos às 23 horas em Santiago e fomos procurar o balcão da Transvip para pegar um transfer. Estava fechado (?), então acabamos pegando o Taxi Oficial, que nos custou 17000 pesos até o Centro, onde ficava nosso hotel. Vale ressaltar que eles NÃO aceitam dólares, como foi me informado por e-mail. Tivemos que usar o cartão.

Ficamos hospedados no Santiago Centro Rent Apart Hotel e fizemos a reserva pelo booking.

Apart hotel bem localizado e aconchegante, totalmente equipado, no centro, próximo a estação de metrô Bellas Artes, praticamente em cima de um supermercado Líder Express, próximo ao Cerro Santa Lucia, a restaurantes e etc. Os responsáveis pelo apart foram extremamente gentis e deixavam coisas para tomarmos café da manhã toda tarde, então quando chegamos já havia coisinhas na geladeira para comermos. O Apart contava com piscina e academia, mas nem usamos!

 

08/04 – SEGUNDA

 

Acordamos cedo e fomos trocar dinheiro. Existem inúmeras casas de câmbio na Rua Augustina. O lance é ter paciência para procurar o melhor câmbio. Fizemos o câmbio do dólar a 475 pesos. Logo em seguida pegamos o metrô até o Terminal Alameda para já deixar as passagens para Valparaíso/Viña del Mal, Pucon e Puerto Varas compradas. Para chegar ao terminal basta pegar o metrô para Universidade de Santiago e pegar a saída Sul. O metrô é bem fácil e tranquilo de usar. Vale a pena comprar a Tarjeta Bip do metrô e carregá-la nas maquinas eletrônicas dispostas por todo metrô. Não é necessário comprar mais de uma tarjeta, pois uma serve para mais de uma pessoa. O preço do metrô varia de acordo com o horário do dia. Mais informações sobre linhas de metrô, preços, horários de funcionamento e Tarjeta Bip nos seguintes sites: http://www.transantiago.cl/TARJETABIP/ e http://www.metro.cl/ .

Compramos as passagens para Valparaíso e Vinã de Mal pela Turbus por 3500 pesos (ônibus clássico), e para Pucón, também pela mesma empresa por 7900 pesos (semi-cama). Não achamos a passagem para Puerto Varas na empresa Jac e nos aconselharam a comprar quando estivéssemos em Pucón.

Voltamos para o Centro para começar o roteiro turístico a pé pela cidade. Fomos ao Palacio La Moneda, que não estava aberto a visitações. Depois entramos no Centro Cultural La Moneda, que não tinha nenhuma exposição interessante. Atravessamos algumas ruas e fomos até o Bairro Paris-Londres. Que é todo bonitinho, cheio de cafeterias e onde fica a Iglesia San Francisco, que se não me engano é a mais antiga da cidade, porém também se encontrava fechada. Andamos até o Paseo Ahumada, que é uma rua só de pedestres e paramos para almoçar no Burger King. Ok, não é a melhor refeição para começar a viagem, mas estávamos morrendo de fome e paramos no primeiro lugar que vimos. Andamos até a Plaza de Armas, que estava lotaaada de gente! Entramos na Catedral Metropolitana, onde a arquitetura interna segue a mesma linha da Catedral de Buenos Aires, do Rio, e por aí vai. Pra quem admira, vale a visita!

 

598da7e5e2cd8_Chile2013011.JPG.884c9ea33ff4cbcdda063a75c7e13127.JPG

 

598da7e636d71_Chile2013029.JPG.d19cc8f1913e1f5b7d7dd37d991f9202.JPG

 

598da7e778d9a_Chile2013042.JPG.900ccf67f078240ffe55dee9f7f0388f.JPG

 

598da7e7d1398_Chile2013049.JPG.14d1bf41c34c8c8c0b79cda4ab3b218f.JPG

 

 

Pegamos o metrô sentido Santa Lucia e fomos conhecer o Cerro Santa Lucia. Lugar lindo, todo arborizado, com várias pessoas deitadas na grama lendo livros, namorando ou lanchando. Pegamos um tempo bom e deu pra ver tranquilamente as cordilheiras com um pouquiiiinho de neve no cume. Aproveitei para provar a famosa bebida típica deles: Mote com Huesillos. É bem doce e bem gelada, mas fiquei com receio de comer as sementinhas do fundo. Rs

Passamos no Líder Express e compramos as coisas para jantarmos no apart. O mercado vende vários pratos prontos congelados e até mesmo saladas prontas, e na hora do almoço vende comida que você paga por peso. Como não somos de ferro, compramos alguns vinhos também.

 

598da7e843777_Chile2013067.JPG.66257c3396763019139763d07f02295d.JPG

 

598da7e858e19_Chile2013070.jpg.fb1e4bf988e64c46d774e9368f8be05a.jpg

 

598da7e8669aa_Chile2013091.jpg.c29bdff2ad319e66dea2895fb5692a3d.jpg

 

598da7e8710e4_Chile2013097.jpg.35fedfd0ce638e24cf7059757084e8c8.jpg

 

598da7e87e033_Chile2013108.jpg.5344ae8ea5988dee06a2e8d5a7b86f41.jpg

 

598da7e88b768_Chile2013109.jpg.1244a2fb14ab94f4e89b091a37fcbad5.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 32
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

09/04 – TERÇA

 

Acordamos cedo e pegamos e metrô para o Terminal Alameda. Nosso ônibus da Turbus saía às 8:20 para Valparaíso. Sei que isso já foi dito em vários relatos, mas acho que vale a pena reiterar. As rodoviárias no Chile são bem diferentes do que costumamos ver aqui no Brasil. Lá, cada empresa de ônibus tem seu próprio terminal. No caso de Santiago, que é uma cidade grande, os terminais se encontravam dentro de um complexo rodoviário, nesse caso, o Terminal Alameda (também tem outro terminal lá, mas nem chegamos a precisar usá-lo), mas nas outras cidades os terminais das empresas encontravam-se a uma distância um do outro. Então, para todo caso, se você vai fazer viagens de ônibus entre cidades, procure certinho onde é o terminal da sua empresa. Chegamos no Terminal Alameda, nos encaminhamos para o terminal da Turbus e no horário certinho nosso ônibus saiu. Viagem tranquila até Valparaído.

 

Saltamos no terminal de Valparaíso e nos encaminhamos para a Av. Argentina para pegar o trolleybus até a Plaza Sotomayor, onde começa a parte turística da cidade. O trolleybus custou 100 pesos. Chegando à Plaza passamos pelo prédio da Armada Chilena e pelo Monumento a Los Héroes de Iquique. Fomos até a região portuária e procuramos um ascensor para subir até a parte alta da cidade.

 

598da7e899123_Chile2013131.jpg.c1de2e09a97a4d65ba4b371acc30389a.jpg

 

598da7e8b3079_Chile2013132.jpg.6c1565d1021139990bc3d93226cf7067.jpg

 

598da7e8c1da7_Chile2013149.jpg.e30fd7f31a8e4410d5d0464db0ce1d9c.jpg

 

598da7e8d982a_Chile2013152.jpg.6a825ed3db2eba6c35d13438e1bca2cf.jpg

 

598da7e8e3bdd_Chile2013144.jpg.f99d6f32edd504fa5e94758be5397cd9.jpg

 

 

Pegamos o ascensor El Peral (100 pesos) que é um dos mais antigos da cidade. O tempo estava bastante nublado, estava bastante frio, então a vista não foi uma das melhores. Sinceramente, nos decepcionamos um pouco. Esperávamos mais de Valparaíso. Sei que tem gente que vai querer me matar por falar isso. Não é que não tenhamos gostado, mas esperávamos mais. Talvez o tempo não tenha ajudado tanto. Não dá pra não notar toda arquitetura do local. Realmente é muito bonita. Passamos pelo Paseo Yugoslavo, pelo Palacio Baburizza, pelo Paseo Gervasoni. Resolvemos descer, desistimos de ir até a casa de Pablo Neruda, e pegamos o ascensor Victoria (200 pesos). Fomos até a estação de metrô Bellavista e pegamos o metrô de superfície para Viña del Mar. É necessário comprar o metrôval e carrega-lo, que é um cartão estilo o tarjeta bip utilizado em Santiago.

Mais informações em http://www.metro-valparaiso.cl/

 

598da7e9071b9_Chile2013153.jpg.e3fc78a82235ca369596da57a40768d5.jpg

 

598da7e914d8b_Chile2013162.jpg.84e2eac5a769416b730d01fcc27c28f4.jpg

 

598da7e924a85_Chile2013166.jpg.93236266e409319b56cd20377531b2b8.jpg

 

Saltamos na primeira ou segunda estação de Viña del Mar, não me lembro exatamente. E agora posso dizer pra vocês que andamos muito em Viña del Mar. Andamos até o Cassino de Viña del Mar, mas não entramos. Fomos até o restaurante e sorveteria Bravissimo e paramos para almoçar. Pagamos 7000 pesos em um menu completo. Depois fomos andar pela cidade. Andamos até a orla da cidade e resolvemos seguir por ela. Fomos até o Castelo Wullf, mas suas dependências estavam fechadas. Seguimos pela orla e paramos para ver um lobo marinho!! Seguimos caminhando até a praia, onde resolvemos parar e eu fui molhar os meus pés na água gelada do Pacífico! Rs... Andamos até o relógio de flores e continuamos até o centro novamente. Fomos até o Museu Fonck, vimos suas exposições e paramos pra tirar foto com a escultura Rapa Nui.

Andamos em direção a rodoviária, demos um pulinho no shopping de Viña del Mar, que não tem nada demais, para lanchar e pegamos o ônibus de volta a Santiago. Jantamos no apart hotel.

 

598da7e931202_Chile2013186.jpg.3067b8809f503b1386ca1b58bb15c9fe.jpg

 

598da7e9462f5_Chile2013191.jpg.8d12c725ebe61e83d70999ce6311a2df.jpg

 

IMG-20130410-WA0004.jpg.6c62e90b8455b0467a44a1477f379440.jpg

 

598da7ea4707d_Chile2013196.jpg.49efadd7fa385da989040ce5c129130e.jpg

 

598da7ea539a0_Chile2013210.jpg.7a119a561bb2a035615be008c33621c0.jpg

 

598da7ea5eb66_Chile2013212.jpg.0be5938ce0895e50505b826b0d56db99.jpg

 

598da7ea6ba6a_Chile2013268.jpg.5465604a60f7efde07e80002feec0240.jpg

 

598da7ea7b52c_Chile2013270.jpg.a85a11d63ae51bdf82593690c2038600.jpg

598da7e8ee2f4_Chile2013158.jpg.e2b5aec94af991fba4501c4bfc131920.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

10/04 – QUARTA

 

Esse dia era reservado para fazer o passeio até a Vinícola Concha y Toro.

Resolvemos ir por conta própria. Pegamos o metrô até a estação La Merceds (linha azul) e depois pegamos o ônibus até a vinícola (linhas que passam na Concha y Toro: 71, 73, 83, 84).

Para fazer o tour é necessário fazer a reserva de horário no site da vinícola. Existem três tipos de tour: Tour Tradicional, com visita guiada pelos jardins, casa, vinhedos, cave do Casillero del Diablo, degustação de dois tipos de vinho e uma tacinha de lembrança (8600 pesos); Tour Marques de Casa Concha, com as mesmas visitas, degustação de quatro vinhos e uma cestinha de pães e alguns queijos, e a taça de lembrança (18000 pesos); Tour Experiencia Don Melchor, que tem inúmeras coisas que nem cheguei a ver pelo simples fato de custar 67000 pesos.

Saiba mais aqui http://www.conchaytoro.com/web/tour/?lang=es

 

Escolhemos o tour Tradicional mesmo. Já havíamos feito um super tour com várias degustações quando estivemos em Gramado, então não achamos interessante pagar mais caro. O tour começa pelos jardins, passa pela casa, vai até os parreirais onde é possível provas os diferentes tipos de uvas. Há uma parada para a primeira degustação de um vinho branco. Depois o guia nos leva até a cave do Casillero del Diablo, onde a história do famoso e mítico vinho é contada e finalmente acontece a degustação do mesmo.

Na vinícola há um Wine Bar, e após o tour resolvemos almoçar por lá, mesmo sabendo que era um pouquinho caro. Não nos arrependemos. Comi um fettuccine com camarão equatoriano e meu namorado comeu um salmão, ambos acompanhados de vinho. A conta deu em torno de 18000 pesos.

Passamos o restante do dia andando pela cidade e jantamos no Apart Hotel. No dia seguinte seguiríamos viagem para Calama e então, o tão sonhado Deserto de Atacama!

 

598da7ea942ed_Chile2013347.jpg.6de1a015aadb01f2c3d6dca0c22c7995.jpg

 

598da7eaa0e51_Chile2013273.jpg.95d891d20a7e8744a0b2447a52839862.jpg

 

598da7eab16cd_Chile2013274.jpg.6b02da9a30efe4ac42b146b764259f79.jpg

 

598da7eabe6fd_Chile2013286.jpg.edaa8abd5bd6909c0173cb40f41ec824.jpg

 

598da7eaca6ca_Chile2013291.jpg.e63e9a564981a5694c7ab365ff717b72.jpg

 

598da7ead83e7_Chile2013304.jpg.f93b17b6ebef9bd8f06d357aa1fa2ed9.jpg

 

598da7eae6766_Chile2013309.jpg.6d11c6f6833298f1fd00b8cc8f58da25.jpg

 

598da7eb0449b_Chile2013311.jpg.031fcc27c3c30605469df47d6fd31ec5.jpg

 

598da7eb10adf_Chile2013315.jpg.839a862706f90c9d67ec0875a01c7607.jpg

 

598da7eb1b775_Chile2013318.jpg.579615a235812652011c0db748978eaf.jpg

 

598da7eb26fdd_Chile2013328.jpg.b7ec8758c8e911f1048e78bd406f51b4.jpg

 

598da7eb3d9a1_Chile2013331.jpg.e271bebf60903de6afd00a88b0698e47.jpg

 

598da7eb47fef_Chile2013334.jpg.1c370970da33c5c5f1785dfcf9f30814.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

11/04 – QUINTA

 

A dona do apart hotel já havia reservado um táxi para nos levar ao aeroporto (15000 pesos). Nosso voo saía para Calama às 7:30 da manhã. O táxi nos pegou às 5:40 e nos deixou no aeroporto antes das 6:30. Fizemos o check-in e embarcamos. Não preciso nem dizer como eu estava ansiosa para esse dia chegar. E ao decolar, já comecei a me emocionar. Ver o sol nascendo acima das Cordilheiras não tem explicação. Como nosso voo para Santiago foi feito a noite, sequer havíamos visto os Andes de cima. E o que todos falam se comprovou! O visual é impressionante. Fiquei hipnotizada pela cadeia montanhosa e não conseguia para de olhar pela janelinha do avião (e de tirar fotos, claro!). Conforme o voo vai se aproximando da região desértica, o visual vai mudando, mas continua a impressionar. É possível ver os pequenos rastros de estradas no meio do deserto. E quando finalmente o avião pousa no aeroporto de Calama, às 9:50 da manhã, no meio do nada, no meio do deserto, eu realmente me emocionei!

O aeroporto de Calama é minúsculo! Apenas uma pista e você desembarca e embarca na pista mesmo! O vento era extremamente forte e estávamos sentindo frio em pleno deserto! Hahaha... Fui até o balcão de transfer da empresa Licancabur até San Pedro de Atacama e fechamos ida e volta por 20000 pesos.

http://www.translicancabur.cl/

 

598da7ec1a2f5_Chile2013351.jpg.5f60993560c75142d8368e6317bda851.jpg

 

598da7ec23218_Chile2013360.jpg.897a9dc516819d943544d873ca75ab5d.jpg

 

598da7ec2d2cf_Chile2013367.jpg.5834c3accb1837756e83961a765905a0.jpg

 

598da7ec38360_Chile2013372.jpg.39820bf785e3dac9db11cbd827fa747e.jpg

 

598da7ec451e1_Chile2013375.jpg.4dace30e1c3706bd50ee3c8107050aa4.jpg

 

Já durante o caminho fiquei impressionada com tudo o que via. Deserto com picos nevados ao fundo. Não esperava que fosse ver algo assim tão cedo. E saí tirando fotos igual a uma louca! Rs. O Transfer nos deixou no Hostel Lickana, também reservado pelo booking. E já adianto que hospedagem em San Pedro é uma coisa cara! Pagamos 700 reais em quatro noites (não lembro o preço em pesos) em um quarto duplo, privativo, com café da manhã. O hostel era bem localizado, na Caracoles, que é a principal rua da cidade, mas não vale o preço. Se bem que, os poucos dias que passamos em San Pedro nos fez ver que poucas coisas valem o preço por lá. A cidade inteira é cara. Mas, se me perguntarem se vale a pena conhecer, eu digo com toda certeza que VALE MUITO!

 

598da7ec4f5d8_Chile2013378.jpg.69234dd922ff9fce6ceed703eb21f059.jpg

 

Saíamos para conhecer a cidade e já fechar os passeios. Queríamos fechá-los com a Grado 10, mas não conseguimos fechar todos eles. Fechamos Valle de la Luna e Valle de la Muerte, Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama e Geisers del tatio com eles por 60000 pesos, e fechamos Lagunas Cejar com a Desert Adventure, por 12000 pesos. Conselho: deixem para fechar os passeios por lá! Conseguimos um desconto enorme da Grado 10. Vale lembrar que as entradas dos parques não estão incluídas. Mas nenhuma delas passou de 5000 pesos. E leve sua carteirinha de estudante aqui do Brasil, pois você consegue pagar bem mais barato.

Passamos em um mercadinho para comprar lanches, água e etc. Não fique sem água em San Pedro. O deserto é o mais árido do mundo, portanto, é necessário tomar alguns cuidados. Eu tinha um kit mulherzinha que andava comigo em todos os passeios. Chamo de mulherzinha porque além de protetor solar, água, protetor labial, colírio para as lentes/olhos, soro fisiológico, boné, óculos de sol e remédios para dor de cabeça e tal, eu levava sempre um prendedor de cabelo e uma escova. Essa dica é mais paras as meninas. Venta muuuito e alguns passeios, como as lagunas cejar, é bom estar com o cabelo preso!

Fomos procurar um lugar para almoçar e encontramos na Caracoles mesmo, no fim dela, o pátio de comidas El Toconar. Gastamos 5000 pesos no menu do dia. Comida gostosa, simples e bem servida!

 

Às 16:00 fomos até a Desert Adventure e saímos para o passeio para as Lagunas Cejar (onde a concentração de sal é tão grande que você não afunda), Ojos del Salar e Laguna Tebinquinche. Curtimo um pôr do sol comendo uns snacks e tomando Pisco Sour.

Fomos primeiros às Lagunas Cejar. Água MUITO gelada! Mas não poderia sair de lá sem entrar, né? Para aqueles que querem trocar de roupa, eles tem um vestiário pequeno na entrada, mas não sei como é, pois não o usei. Ah, uma coisa importante a se informar é se a empresa que vocês vão contratar para esse passeio leva água doce para tirar o sal. No caso, a Desert leva água e, mesmo sabendo que dali iríamos para o Ojos del salar, que é água doce e você também pode entrar, achei melhor tirar o sal por ali mesmo do que arriscar mais uma a´gua gelada! Rs

Fomos para os Ojos del salar e como estava ventando bastante, poucas pessoas se aventuraram a entrar na água.

Logo depois seguimos para a Laguna Tebinquinche, onde você tira fotos lindíssimas e aprecia o pôr do sol com um pisco na mão! rs

 

598da7ec5e982_Chile2013405.jpg.18c3aa0ea9cd6b9b196bfedf6d62eb52.jpg

 

598da7ec6afae_Chile2013412.jpg.b0a4ee80c0b27dbf7d1b027ef983eb75.jpg

 

598da7ec74fef_Chile2013419.jpg.9d469bcb915fc6821c8f43fbebca3478.jpg

 

598da7ec7eaa0_Chile2013439.jpg.83988b7e444db8698f017080de22bf15.jpg

 

598da7ec8857a_Chile2013454.jpg.95199a13a38a09de07cb2fbed7fe057d.jpg

 

598da7ec922bf_Chile2013474.jpg.53626ac8ee5d544fdbc768deb92d6c6c.jpg

 

598da7ec9bd57_Chile2013475.jpg.5d1d6b817db6766f491727766ddb70d7.jpg

 

598da7eca55bc_Chile2013483.jpg.cdca227ccc28fe936f200080af57c2b3.jpg

 

598da7ecb020e_Chile2013491.jpg.a220b9e3f6ba89ce7caa51297632628e.jpg

 

598da7ecba166_Chile2013511.jpg.78200aa6d5f696f843b039d8f0571e11.jpg

 

IMG-20130411-WA0000.jpg.04836df06ad0a587a36b4ef8366b935b.jpg

 

Chegamos do passeio já tarde da noite. Fomos tomar banho com calma, descansar um pouco e demos a bobeira de sair para comer tarde. Encontramos apenas os restaurantes mais famosos (e mais caros) abertos. Bem, o que não tem remédio, remediado está né? Entramos no La Estaka, na Caracoles, e jantamos decentemente. Comemos risoto de camarão equatoriano. Maravilhoso. Mas a conta deu 23000 pesos. Ok. Deixa pra lá.

 

598da7ecca63d_Chile2013513.jpg.f09a34c22b028dc9df13c8e19f912a63.jpg

 

598da7ecd59e7_Chile2013515.jpg.46607e17614b14017e0fd1a0d45f53ca.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

12/04 – SEXTA

 

Pela manhã fomos passear pelas ruas da cidade. Tem cachorros (bonitos) por toda a parte e parece que os moradores os alimentam, fazem carinho e tratam sempre bem. Aliás, isso ocorreu em todas as cidades que passamos. Fomos até a Plaza San Pedro, entramos na Iglesia de San Pedro, que por sinal, estava passando por reformas. Fomos até o Museu Arqueológico, onde tem o famoso SOLMÁFORO, que mede os índices dos raios ultravioletas. Estava vermelho, mas quando passamos por ali novamente um pouco mais tarde estava roxo. Achamos um restaurante barato na calle Gustavo Le Plaige chamado El Huerto. Menu do dia barato e comida boa. Pagamos 4000 pesos no menu + bebidas. Às 16:00 estavámos em frente a Grado 10 para fazer o passeio para o Valle de La Luna e Valle de La Muerte.

 

598da8013f0ad_Chile2013517.jpg.6b59e143fb6211160d4f11242d3d916d.jpg

 

598da802254a8_Chile2013526.jpg.ba1f1d4fd765110372500b615e620760.jpg

 

598da80231983_Chile2013536.jpg.1c5dfaf844088c7e501486b425f1dfab.jpg

 

O passeio passa pelas Cordilheiras de Sal, depois vamos para o Valle de La Luna, vemos as Três Marias e seguimos para o Vale de La Muerte. Depois assistimos o sol se pondo atrás da pedra do coiote. Mais uma vez, lugares sensacionais...

 

598da8023fd74_Chile2013585.jpg.b07c8a3548d979c05aaa667f786f1f27.jpg

 

598da8024c345_Chile2013632.jpg.73f81bd048aff72b06ea971d4ecfb0c8.jpg

 

598da802584d6_Chile2013662.jpg.793d0af4bb63faf8e2ee0882272bd2df.jpg

 

598da80265f2d_Chile2013670.jpg.441f537eebcef9b374799392bdb6f03b.jpg

 

598da802722d0_Chile2013698.jpg.d3ce0e2ed7d3796def574af5c28b82d0.jpg

 

598da8027d2ab_Chile2013711.jpg.bbaeb2a6e3f095785fc405a7b2e0ac38.jpg

 

598da80286f44_Chile2013715.jpg.d45f9b6f4756502af9030242569f6051.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Parabens pelo relato Dhebora.

Estou retornando depois de uma aventura pela america do sul, de onibus...rsss

Estive na Patagonia, subi pelo sul do Chile e fui ate San Pedro de Atacama, depois Salta no norte da Argentina e desci novamente ate Cordoba.

Gostei muito da Patagonia, dos Glaciares e depois do deserto do Atacama, regioes totalmente diferentes e belissimos. Infelizmente tive uma intoxicacao alimentar, "mal do viajante", mas faz parte.

Na primeira oportunidade posto por aqui as aventuras e as fotos. Obrigado por suas dicas sobre o Chile.

Um abraco.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Parabens pelo relato Dhebora.

Estou retornando depois de uma aventura pela america do sul, de onibus...rsss

Estive na Patagonia, subi pelo sul do Chile e fui ate San Pedro de Atacama, depois Salta no norte da Argentina e desci novamente ate Cordoba.

Gostei muito da Patagonia, dos Glaciares e depois do deserto do Atacama, regioes totalmente diferentes e belissimos. Infelizmente tive uma intoxicacao alimentar, "mal do viajante", mas faz parte.

Na primeira oportunidade posto por aqui as aventuras e as fotos. Obrigado por suas dicas sobre o Chile.

Um abraco.

 

Fiquei com vontade de ir até a Patagônia, mas não havia tempo disponível na minha viagen e os voos diretos estavam bem caros na época... ficou para a próxima rs...

Aos poucos vou terminando o meu relato também... assim que puder coloque o seu... =)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

13/04 – SÁBADO

 

Às 5:30 da manhã já estávamos de pé nos arrumando para esperar o caminhão da Grado 10 e por volta das 6:15 eles passaram para nos buscar para o passeio às Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama. Estava bastante frio e tinha um ventinho que insistia em bater. Em relação a roupas de frio para o deserto, todas as dicas que já foram dadas aqui no fórum me serviram. É bom sim se vestir em camadas, pois de manhã faz frio e a temperatura vai subindo conforme as horas do dia vão passando. Basicamente, usei calça térmica, jeans, legging, casaco tipo segunda pele, corta-vento, um casaco um pouco mais pesado (que eu não sei o nome do tipo de material), boas meias e tênis.

 

A ida até às Lagunas leva em torno de 1:30 – 2:00, e a maioria das pessoas vai dormindo dentro do caminhão. Ao chegar, o dia já amanheceu, mas o frio e o vento continuavam firmes e fortes. Mas o que mais impressiona mesmo é todo aquele visual que, assim como todo o Atacama, não tem como descrever. A guia logo nos aconselhou a evitar correr ou andar muito acelerado, pois por já estarmos em uma altitude maior que 4000m poderíamos sentir efeitos desagradáveis. Algumas pessoas, talvez pela euforia, resolveram fazer o trajeto entre as duas lagunas, que é feito caminhando, andando um pouco mais rápido e realmente alguns no grupo se sentiram mal.

Logo eles colocaram a mesa para o café da manhã. E gente, sensacional o café oferecido pela empresa. Tivemos café, chá, leite, panquecas, ovos mexidos, queijo, presunto, pão e “dulche de leche”.

 

598da884b360d_Chile2013769.jpg.f450670395cb49ea682843b97d8b00a0.jpg

 

598da884ba411_Chile2013749.jpg.3445503dd97a9956ee379556bda6cfe0.jpg

 

598da884c5af2_Chile2013804.jpg.156d7a418637ebd555a6ff2dc4196dad.jpg

 

598da884cd01b_Chile2013787.jpg.c28465c4a04b97f036a54041823e2b22.jpg

 

O passeio então seguiu em direção ao Salar de Atacama, onde existe também a Reserva Nacional los Flamencos e lá podemos fazer a observação dos flamencos e algumas outras aves.

Depois seguimos para uma rápida passagem pelo povoado de Toconao, onde as empresas param estrategicamente em uma lojinha que vende souvenir e empanadas. Estava morrendo de fome e, assim como a maioria, encarei uma empanada de queijo que me fez super mal mais tarde.

Chegamos um pouco depois de meio dia em San Pedro e almoçamos novamente no Huerto. Mais uma vez, pagamos 4000 pesos no menu+bebidas. Fomos para o hotel e não demorou muito para eu começar a passar mal do estômago. =(

 

598da884d3dcb_Chile2013821.jpg.ea24b344c491083030244ef11d838647.jpg

 

598da884d9e96_Chile2013840.jpg.80b0a085065f2f52ed8226372a5b41bb.jpg

 

598da884def31_Chile2013857.jpg.f5c7be3acf23ffac44e8e77f43aec402.jpg

 

598da884e4aaf_Chile2013867.jpg.ee42d2a0ebe50e32ad0c3ad8f17d372e.jpg

 

Comemos à noite em um retaurantezinho na Caracoles mesmo, chamado O2 Salon de Te. O cardápio é pequeno e na sua maioria são refeições simples. Eles têm saladas, omeletes e sanduíches. Comi um sanduíche e tomei refrigerante, e estava uma delícia. Preço bom também. Não me lembro exatamente o preço, mas não passou de 5000 pesos. Logo em seguida voltamos para o hotel, pois às 4 da manhã a Grado 10 estaria passando para nos buscar e levar ao passeio dos Geysers del Tatio.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 14/07 – DOMINGO

 

Como previsto, às 4:30 da manhã o caminhão da Grado 10 apareceu para nos buscar. Em San Pedro já estava um frio absurdo, fiquei imaginando como estaria nos Geysers.

Ao chegarmos fomos avisados do frio absurdo que fazia. Sensação térmica de -14°. Tenso. Muitas pessoas descem com o cobertor que nos é dado no caminhão.

A paisagem é deslumbrante! A quantidade de geyseres é enorme! A água sai fervilhando e congela minutos depois por causa do frio.

É possível entrar nas águas termais, mas eu deixei passar. Embora haja uma boa estrutura para trocar de roupa, estava frio demais para isso. Apenas meu namorado entrou e tirou as fotos para lembrança.

Logo após foi servido o café da manhã que novamente foi excelente.

 

598da884eac53_Chile2013882.jpg.9b600348a17d943825c5e0c026e4a147.jpg

 

598da884efc76_Chile2013891.jpg.ae3e6a03a95381ad9fe910163845bea8.jpg

 

598da8851c46e_Chile2013903.jpg.27201a7853b7408811630dd4d4dfa996.jpg

 

598da88522b20_Chile2013915.jpg.85af472d139df05d6a8466aad419a975.jpg

 

598da8852948f_Chile2013930.jpg.d0900efebf19d0ec1b92ab85f8f948d7.jpg

 

598da8852f8fc_Chile2013954.jpg.242cb8585081311907507f3a13df5453.jpg

 

IMG-20130415-WA0002.jpg.f99f27de7e25ba91e9523fb4a48149e4.jpg

 

O passeio segue para o Lago Putana, onde podemos ver algumas vegetações e pássaros típicos do local.

Em seguida seguimos para o vilarejo de pouquíssimos habitantes Pueblo de Machuca, que atualmente vive do turismo. Lá tem o famoso espetinho de lhama, mas não quis arriscar não. Rs. Logo após seguimos para a região dos cactos, para tirar fotos. É incrível ver a paisagem desértica com as montanhas com picos nevados ao fundo!

 

598da8860b971_Chile2013982.jpg.ed817cb343dc906475a5a76f69b926aa.jpg

 

598da886116ce_Chile2013986.jpg.f0c00e4db8144c6c661382e3afcef448.jpg

 

598da88617100_Chile2013997.jpg.031a303e558083d485568b862b8a7c2e.jpg

 

598da8861c6da_Chile20131001.jpg.179431b525ba51f0756e6124790c9d0b.jpg

 

598da886224d0_Chile20131013.jpg.869b711257cf8b86decb0c0070713bab.jpg

 

598da8862af5f_Chile20131026.jpg.dfdd6149aba0b2706db4605cccdf5c60.jpg

 

Um pouco após o horário do almoço já estávamos de volta à cidade. Almoçamos em uma pizzaria que não me lembro do nome, mas fica na Tocopilla, próxima a Desert Adventure. Pizza à lenha maravilhosa e com um preço muito bom! A grande serve perfeitamente duas pessoas. Andamos mais um pouco pela cidade e fomos para o hotel descansar. Pagamos 8000 pesos na conta. Pizza+refrigentes.

Demos algumas voltas pela cidade, compramos lembrancinhas e fomos para o hostel descansar. À noite jantamos em um restaurante. Estávamos tão cansados que não me recordei de anotar o nome. Comemos o prato do dia e pagamos cerca de 15000 para o casal.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...