Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Janela da Conceição - Trilha da Conceição e Picada do Cristóvão


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Esse lance de óbito por mordida de cobra é muuito relativo. Varia muito da peçonhenta em questao e da condição da pessoa, fatores q podem potencializar (ou nao) o encontro derradeiro com o tinhoso. O Divanei e o finado (e hipertenso) Minuim são bons exemplos desses casos extremos. Mas no geral, picadas em trilhas sao raras, senao inexistentes. Óbitos são mais comuns em comunidades rurais e com quem trabalha diaria e diretamente na roça, onde o socorro demora e fica longe padedéu. Em trilhas a cobra costuma vazar ou ficar na moita, esperando o caminhante passar. O problema é se vc pisa nela inadvertidamente, mas se pressume q andando numa picada vc observe atentamente por onde anda. Logo, se vc vê uma cobra basta contorna-la. Ja varar mato são outros quinhentos. Resumindo: mordida em trilha é raro, mas nao impossivel. Idem pra assalto.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 20
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

MUito bom jorge, mas em questão de um encontro com o tinhoso, prevalece o bom senso, e o caldo de galinha ...

Mas um bichinho deste, garrar na perna, se você precisar andar, esta literalmente no colo do Medonho, pois sabe-se locomoção vai fazer a peçonha agir mais rápido.

Lembrando que o tamanho neste caso faz diferença - maior mais veneno, eu sendo magrelo vixe....é sentar e rezar... hauhauaha

Mas meu tio, certa vez foi pescar e uma bicha destas ( pequena) ai deu-lhe uma no dedão do pé.

Meu pai contava as gargalhadas que o dedão ficou da grossura dum salame....hauahuahuaha, detalhe ele continuou pescando e tomando pinga até o outro dia. Não deu em nada, então depende do organismo do cabra, saúde e etc...

 

abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Blz Getúlio.

 

Sobre o enorme potencial de caminhadas naquela região, tem uma que seria uma mega pernada.

Começa na Fazenda do Bolinha, subindo o Ciririca para depois seguir para Itapiroca, Paraná e na volta passando pelo Caratuva e de lá seguindo para o Ferraria e descendo para encontrar a Trilha do Cristóvão e de lá terminando em Bairro Alto.

O circuito completo do Ibitiraque muita gente já fez, mas se sinalizarem o trecho que encontra com a do Cristóvão, nem precisaria ter de passar pelo Dilson para sair dali.

Tenho planos de voltar lá na região e essa seria uma boa opção.

Quem sabe. [...]

 

Salve Augusto!

 

Essa mega pernada que você sugeriu já tem nome: Travessia "Bolinha-Bairro Alto via Ciririca". Realmente uma baita travessia, programa para uns 4 dias bem puxados, isso andando rápido. Atualmente vários têm feito parte desta proeza, que é o trecho "Bolinha-Ciririca-Dilson", uma versão vitaminada da tradicional "Bolinha-Dilson" e que consiste em partir da Fazenda Bolinha passando pelos cumes do Ciririca, Sirizinhos, Luar, Cerro Verde e Itapiroca (alguns esticam do Itapiroca pro Caratuva antes de descer) e concluem no Dilson, mais pela questão da logística facilitada pelo planalto.

Em junho, no feriadão de corpus christi fiz uma outra "variante" neste trecho, mas que não passa pelo Ciririca... É a Travessia "7C" (7 Cumes), que sai da Fazenda Bolinha e sobe a serra, passando pelos cumes do Camapuã, Tucum, Cerro Verde, Itapiroca, Caratuva, Taipabuçu, Ferraria e depois descamba serra abaixo pela crista leste do Ferraria (variante relativamente nova), encontrando a Trilha da Conceição perto da ponte quebrada do Rio Cotia. O ponto em que as trilhas se cruzam (crista leste do Ferraria x Trilha da Conceição) é marcado por um pequeno poste de madeira com um pneu enfiado nele, num pequeno barranco. Não tem erro. No trecho final desta travessia, ao rumar para o Monte Ferraria, encontramos o Divanei e o Dema e daí concluímos juntos a pernada. Vide relato dele AQUI. Em breve devo publicar o meu.

 

Lembro que a variante antiga de ligação entre o Monte Ferraria e o Caminho do Cristóvão, que descia pela encosta norte, via Rio Ferraria, está praticamente fechada, mas ainda praticável por quem conhece o caminho.

Logo teremos novidades naquela área pois há planos de abrir uma variante nova pela encosta noroeste do Guaricana, aí as opções de saída serão duas, uma por cima, pelo planalto, perto da Represa do Capivari e outra por baixo, via planície litorãnea, pelo Bairro Alto, via Trilha da Conceição.

 

 

[...] Acho que o importante é a COPEL não abrir mais aquela trilha, depois que se cruza o Rio Cotia.

Dali em diante, mantendo a trilha do jeito que está, seria o ideal. [...]

 

No que tange à COPEL, acho difícil que eles interfiram muito na trilha. As intervenções deles se limitam ao trecho de estrada, até a ponte quebrada.

 

 

[...] Atualmente eu também não vou p/ uma trilha sem a perneira.

Já abusei demais e dei sorte em muitos momentos.

O problema nessa trilha é se for picado lá perto das Janelas, o trecho até Antonina é longo e isso pode complicar.

 

Se alguém for picado por uma cobra perto da Janela da Conceição, por exemplo, mais fácil tentar sair pelo planalto e conseguir transporte via BR-116, muito mais fácil e rápido do que enfrentar o caminho de retorno até o Bairro Alto, de onde ainda haverá um longo trecho de estrada até chegar na civilização. Em Campina Grande do Sul, por exemplo, há hospital de emergência bem equipado e sempre dotado de todos os tipos de soros.

Já na área da Janela da Cotia e Discoporto, a saída mais rápida é pelo Bairro Alto mesmo, mas ali não existe atendimento de urgência. O socorro terá que ser feito em Cacatu ou em Antonina, a 11 ou 33 Km pela rodovia, respectivamente.

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Uma dúvida paira no ar.... ::hein:

Olhando num mapa que achei na net ....tem mais janelas e tem uma espécie de duto de ventilação , ou seja essa parada ai tem mais "janelas", passagens e aberturas...

Alguém mais se habilita ? Há de fato mais passagens ???? Tenho um amigo na Copel, vou pedir mais fatos, dessa obra ai .... ::essa::

 

olhem aqui :

http://penhascoaventura.blogspot.com.br/2010/11/janela-da-cotia-caminho-da-conceicao.html

 

rapaiz, isso ai dá um livro.... ::hahaha::::tchann::::otemo::

 

Olá Pespis!

 

 

As "janelas" visitáveis ("abandonadas" - por assim dizer) são apenas duas mesmo e ficam localizadas em pontos distantes da Usina. No diagrama do blog do Mau Mau, que você citou, seriam as de número 5 e 6, que correspondem às Janelas da Conceição e da Cotia. As demais marcações ditas como "janelas" (9, 10 e 11) na verdade são estruturas que ficam dentro das dependências da Usina, área restrita, só sendo acessíveis com acompanhamento ou autorização de pessoal da COPEL.

 

Para que conheçam um pouco mais da história desta bela obra: https://picasaweb.google.com/108376997874146729974/USINAPARIGOTDESOUZA#

(Álbum do Élcio Douglas, com fotos históricas da Usina)

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
MUito bom jorge, mas em questão de um encontro com o tinhoso, prevalece o bom senso, e o caldo de galinha ...

Mas um bichinho deste, garrar na perna, se você precisar andar, esta literalmente no colo do Medonho, pois sabe-se locomoção vai fazer a peçonha agir mais rápido.

Lembrando que o tamanho neste caso faz diferença - maior mais veneno, eu sendo magrelo vixe....é sentar e rezar... hauhauaha

Mas meu tio, certa vez foi pescar e uma bicha destas ( pequena) ai deu-lhe uma no dedão do pé.

Meu pai contava as gargalhadas que o dedão ficou da grossura dum salame....hauahuahuaha, detalhe ele continuou pescando e tomando pinga até o outro dia. Não deu em nada, então depende do organismo do cabra, saúde e etc...

 

abraços

 

Perneira é apenas alivio psicologico. é sabido q filhotes de jararacas por serem menores e vulneraveis, optam por "escalar" os mato e ficar de moita, pendendo nos galhos... e a incidencia de suas mordidas é maior em mãos e antebraço, locais inatingiveis pelas perneiras. Proteção total nao existe, a menos q va pernar com armadura. Nao conheco nehum relato de caminhante de trilha em década q haja sido picado (fora o Divanei e Minduim), e eu mesmo varo-mato td final de semana de bermuda e so tive encontros esporadicos com peçonhentas. Resumindo, o bom senso deve prevalecer apenas atentando bem ao caminho percorrido, pq ser picado por cobra numa trilha batida ta na mesma proporção q ser fulminado por um raio.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Amigos, mais detalhes que recebi....

 

Amigo meu mandou o mail abaixo, detalhes pelo cinismo do AMIGO ......heheheheh

 

Eu conheço a usina (barragem e captação) que alimenta o túnel até a usina Parigot de Souza, fica na BR 101 uns 40 km depois de Curitiba, sentido SP, mas os demais pontos não sei onde fica. Também não sei se é aberto a visitação, mas, aparentemente sim.

Quando trabalhava em Curitiba, equipamos um veículo (da Copel) com uns 40 faróis auxiliares, que iria percorrer o túnel para inspeção, mas foi o contato mais próximo que tive com esses buracos.

 

De qualquer forma, você não tem mais idade para essas aventuras, a não ser que contrate um grupo de logística e resgate para te acompanhar (carregar)....rárararara.

 

mede seis metros de diâmetro e 18 km de extensão. O Lago é lá na BR que vai pra SP e a usina lá em Antonina.

 

Já esses outros, abandonados, não sei para que servem, devem ser para a obra na época. ( essas são as janelas)

 

 

então amigos já sabemos....quem sabe a copel, não autoriza uma visita ????

Tem alguém ai que conheça alguém influente, gerente, amigo e etc ????

 

abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Olá Pespis!

 

 

Cínico mesmo esse teu amigo. ::xiu::

 

Há alguns anos um amigo nosso aqui de Curitiba (que é engenheiro da Copel) teve oportunidade de entrar no duto principal de adução por onde desce a água que alimenta as turbinas. A usina havia sido totalmente paralisada para manutenção geral e troca de alguns equipamentos dos geradores e, para aproveitar o momento de parada total (que só ocorre a cada vários anos) montaram uma expedição para percorrer o túnel todo (entraram de jipe e de moto) e fazer uma inspeção geral em seu interior, até perto da comporta da barragem. Encontraram muita lama acumulada nas paredes. É um baita túnel. Realmente as informações dão conta de que tem 6m de diâmetro mas sobre a extensão existem controvérsias. Algumas fontes afirmam que possui 16 km, outras 18 e outras ainda 22 km (isso dentro da própria Copel).

 

Sobre as visitas, não é tão simples de conseguir. Por redução de despesas a Copel reduziu o número de funcionários nas Usinas e não há pessoal, segundo eles, disponível para ficar acompanhando visitantes.

 

De qualquer forma uma visita não levaria até as janelas "perdidas", tão somente às estruturas ativas da usina, como a subestação, a vila e as salas de operação e controle, que ficam subterrâneas, em 3 salas escavadas dentro da rocha do maciço Ibiteruçu, onde estão as turbinas e estruturas de comando e controle dos equipamentos, distantes cerca de 1,7 km da entrada da usina (pela rodovia PR-340).

 

Como já devo ter dito antes, as "janelas" da Cotia e da Conceição foram túneis auxiliares escavados com o propósito de facilitar o escoamento dos detritos removidos durante a escavação do túnel principal de adução. Concluídas as obras estes túneis tiveram seus fundos lacrados com uma grande comporta de aço e suas entradas fechadas com grades.

 

Não sei se viu nos links que postei junto com o relato, mas há um álbum online de um companheiro daqui com muitas fotos históricas, da época da construção da usina: veja AQUI.

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Putz....

 

esse getúlio é complicado....... ::bruuu:: o cara desencava coisa do arco da velha.....assim não vale ..... ::essa::

 

Valeu pela explicação..é que o troço é ir desencavando mesmo.

É que eu faço história e alguns ( eu mesmo até esses dias atras) nunca havíamos ouvido falar destas janelas.

Pessoal trazendo historia para a luz atual é legal mesmo.

 

Abraços.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 meses depois...
  • Membros de Honra

Só atualizando o tópico...

Editei meu post anterior e atualizei as informações quanto à visitação da Usina Parigot de Souza, que está suspensa por tempo indeterminado em razão da redução de despesas com pessoal da Copel.

 

Saudações,

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • Silnei featured this tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...