Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Dicas: O que fazer em Roma


Posts Recomendados

  • Membros

Voltei a pouco tempo de Roma e fiquei 3 dias em uma viagem que fiz na Europa! Além de Colisseu, Fórum Romano, Fontana de Trevi entre outros pontos famoso, vale ouvir a oração do Angelus, 11h de domingo, na praça São Pedro. Independente da religião, ir a Roma sem ver o Papa não dá né :) É bacama, gente! Tem gente do mundo todoooo!!

 

Visitar o museu do vaticano também é muito legal! Tem bastante coisa da Grécia, Egito..Cada corredor mais lindo que o outro. É muito fácil andar em Roma, que tem duas linhas de metrô. Com um mapa na mão e o Roma Pass é o melhor a se fazer para quem vai ficar pouco tempo. Relatei em 4 posts bacanas no meu novo blog como foram as experiências. Abaixo, os links :) Quem quiser perguntar qualquer coisa, só deixar um comentário lá, aqui ou me mandar e-mail :)

 

Peregrinando no primeiro dia em Roma http://otournossodecadadia.wordpress.com/2012/06/09/peregrinando-no-primeiro-dia-em-roma/

História e arte: Roma inspira e o turista respira http://otournossodecadadia.wordpress.com/2012/06/10/historia-e-arte-roma-inspira-e-o-turista-respira/

Amém http://otournossodecadadia.wordpress.com/2012/06/11/437/

Se chorei ou se sorri http://otournossodecadadia.wordpress.com/2012/06/11/se-chorei-ou-se-sorri/

Link para o post

  • Respostas 45
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Gente, ngm curte uma "prainha"?

 

Pegue seu mapa do metrô e veja como chegar a "Piramide". Desça nesta estação e pegue o trem em direção a Lido di Ostia. Vá até o final da estação. Desça e do outro lado da rua estarão os bares e o mar mediterraneo. A praia eh privativa, vc paga a entrada (paguei 6 euros), a cadeira e o guarda-sol, caso vc faça questao. A terra eh preta e mtooo quente. A agua eh bem azul e friazinha, uma delicia! Nao tem ondas, logo, mta gente em pedalinhos e caiaques. E, por todo lado, italianos torrando ao sol. Vale a pena! Eu A D O R E I!!!!

Link para o post
  • 5 semanas depois...
  • 4 meses depois...
  • Membros

Aconselho passar uma manhã caminhando pelos jardins de Villa Borghese, deixar pro meio ou fim da estadia em Roma.. Quebra totalmente o clima de "caos" do centro, lá tem um zoologico bem legal de se visitar, se tiver com tempo sobrando é uma boa.

 

Com tempo sobrando tambem aconselho atravessar o rio e subir até a Piazzale Giuseppe Garibaldi, tem uma vista alternativa da cidade de Roma la de cima.

 

20121231202714.jpg

Link para o post
  • 3 meses depois...
  • Membros

Uma basílica que nao é muito freqüentada mas vale a pena é a basílica de são Paulo, onde se encontra enterrado o mesmo. Há uma estação de metro quase em frente. O lado da cidade onde fica a basílica parece um pouco estranho a primeira vista, mas minha visita foi super tranqüila.

Link para o post
  • 4 semanas depois...
  • Membros

Ai gente, eu adoro Trastevere cheia de bares e restaurantes... e de la podem subir a pe mesmo pela via Giuseppe Garibaldi e ir no Gianicolo ver toda Roma de la! Alem de ter o monumento de Garibaldi e um pouco mais pra frente de Anita Garibaldi.

Uma coisa bem interessante è atravessar a Ilha Tiberina (onde na primavera o pessoal ate pega um sol por ali) e passar pelo quarteirao judeu (se tiver voltando de Trastevere pro centro) que tem varios restaurantes e comida gostosa!

Adoro tambem o Jardim das Laranjeiras... de la da pra ver toda Roma tambem!!! um pouco mais pra frente, na praça dos Cavaleiros de Malta tem uma porta... olha pelo buraco da fechadura e voce terà uma bela surpresa! :)

Depois claro q vao passar pela Praca Navona onde esta a embaixada brasileira!!! Indo atras da embaixada, procure a Rua do Governo Vecchio... è cheio de restaurantes, bares, lojinhas super legais!!! e entrem tambem nas ruazinhas que a cortam... tem sempre um bar, uma galeria ou brechò escondidos! :)

Arrivederci!!!!

Link para o post
  • 1 mês depois...
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Roma é um museu a céu aberto, aconselhada para quem gosta de fazer turismo histórico. Assim como em toda Itália, a arquitetura e urbanismo é antiga, preservando seu caráter histórico. Associe a isto um monumento histórico em cada bairro e uma cidade repleta de novas escavações sendo feitas. De todos os monumentos, o mais imperdível, sem dúvida, é a Fontana di Trevi. Além de sua representatividade histórica com a figura de Netuno ao centro, seja de dia ou de noite, é magnífico ficar observando a junção da arquitetura com o efeito da água “jorrando” na fonte. Acreditem: as fotos não conseguem captar o tamanho real da escultura. De perto, tem-se a impressão que ela lhe engolirá. Na sequência de prioridades, aconselharia uma visita ao Coliseu, local que poderá visualizar como terminava a perseguição aos cristãos e que possui em seu interior um pequeno museu que explica como isto ocorria e como funcionava cada parte do Coliseu. Mas, prepare-se para uma fila de 1h a 1h 30min, sem a menor organização e onde os idosos não tem preferência. Ao lado do Coliseu, está o arco Constantino, o Palatino e o Fórum Romano. O primeiro é basicamente uma escultura em homenagem a este imperador que terminou com a perseguição aos cristãos e os dois próximos se tratam de uma visita às ruínas dos espaços onde ficava o Parlamento Romano. Para estes, evite horário próximo ao meio dia, pois a caminhada dura em torno de 1 hora, no mínimo, sob o sol.

Na sequência, não pode ficar fora a lista uma visita ao Pantheon, templo romano de glorificação aos deuses (gratuito) e ao Museu dos Capucinos (na subida da Via Veneto à direita) que nada mais é que uma capela de frades franciscanos feita de ossos.

Também são aconselháveis passagens pelo monumento de Emanuelle Vitoriano (pela sua grandiosidade) e de preferência à noite, quando o mesmo recebe iluminação especial e pela Vila Borghese, que nada mais é que um imenso parque, o qual só é possível de se conhecer em sua integralidade alugando-se um rick shaw sob rodas elétrico e que custa 10 euros a hora.

Conhecemos o Castelo de Santo Ângelo e o bairro de Trastevere, mas, como não conseguimos descobrir nenhum diferencial, não os indicamos.

À parte, é obrigatório uma visita ao Vaticano (há uma parada de metrô próxima) com visita à Basílica, cuja fila dura no mínimo 40 min, sob forte sol. É obrigatório estar com ombros e pernas cobertas e a entrada é gratuita. Confesso que ficamos decepcionados, porque apesar de entendermos que a arquitetura de seu interior é barroca, a Basílica é extremamente escura e mistura tons de ouro, marrom e tons puxados para o preto ao lado de muitas esculturas e pinturas. Ou seja, juntou-se tudo em um local que recebe pouquíssima iluminação. Não é agradável visualmente. Atenção especial merece à escultura La Pietá de Michelangelo, que comove até os que não entendem de arte. Aproveite, também, para entrar em uma outra fila e conhecer o Museu do Vaticano que apresenta obras de arte e esculturas e termina na famosa Capela Sistina pintada por Michelângelo que é inacreditavelmente linda e impossível de se entender como foi pintada.

Um passeio imperdível e que poucos divulgam é a visita à Necrópolis do Vaticano. Guiada em português (13 euros por pessoa), você conhecerá a história do Vaticano e onde os cristãos eram enterrados com direito a passar pelo local onde se encontram os restos mortais de São Pedro. Se fizer este passeio, a visita às Catacumbas é dispensável, pois será apenas uma amostra do que é a Necrópolis. Para fazer este passeio, deve-se fazer uma solicitação por e-mail ao endereço Ufficio Scavi [[email protected]], informando quantas pessoas são, o idioma, a data e o motivo. Para quem fizer esta visita, não há necessidade de ficar na fila para ver a Basílica, pois o término do passeio à Necrópolis é dentro desta.

Ao lado do Vaticano, há um antigo bairro chamado Borgo Pio, imperdível de se conhecer. Além de ser bonito é bastante barato para se alimentar, é onde se encontra o sapateiro que faz os tradicionais sapatos vermelhos do Papa.

Roma não é uma cidade cara, contudo não espere fazer grandes refeições. A pizza tradicional romana tem a massa fina, pouco recheio e é consumida uma por pessoa. Como as tradicionais, como marguerita, que é basicamente mussarela, porque se pedir qualquer outra, como 4 queijos, terá dificuldade em encontrar os demais queijos. O mesmo ocorre com as massas tradicionais como tagliarine e lasanha. O molho de tomate é bom, mas as porções alimentam apenas uma pessoa com pouca fome e no caso da lazanha, a mesma tem apenas molho a bolonhesa (pouco) e sem recheio. Aconselhamos jantar na Pizzaria II Leoncino (uma das mais antigas e tradicionais de Roma e que fica na Via de Leoncino, próximo à Piazza de Spagna), Osteria Nerone (tradicional Cantina que fica na Via delle Terme Tito, próximo ao Coliseu) e no Restaurante Nonna Beta de comida judaica (Via del Portico d’Ottavia).

Para conhecer Roma, sugerimos 5 dias.

Link para o post
  • 7 meses depois...
  • Membros

Amigos, uma dica rapidinha para vocês:

 

Para aqueles que estiverem chegando no Aeroporto Fiumicino e desejem ir ao centro, não peguem o Leonardo Express!!! O ticket para esse passe de trem custa muito caro, em torno de uns 14 euros, e existem muitas opções alternativas. São várias as companhias de ônibus que têm o guichê dentro do próprio aeroporto e vendem o ticket de ônibus para Termini por 5 ou 6 euros.

 

No meu caso, fui por uma empresa chamada Terravision, parece que é uma das mais famosas. É um ônibus normal, daqueles de viagem, e demora em torno de uns 40 minutos!

 

Para aqueles que compraram os passes do Eurorail, é possível também ir até a Termini de trem. Só que nesse caso, em vez de pegar o Leonardo Express (que está incluso somente no passe que dá acesso à primeira classe), vocês terão que fazem uma baldeação. Mas é coisa bem simples! Só não pode esquecer de validar o Eurorail antes, na própria estação!

 

Abraços!

Link para o post
  • 1 mês depois...
  • Membros

Para quem não tem muita noção da história de cada monumento, recomendo pegar os sightseeings. Voc~e paga 11 euros, mas economiza muito em áudio-guia em alguns pontos turísticos.

 

Um exemplo disso é na Termas Caracalas. O áudio-guia não é muito rico, e ainda custa 4 euros. No Ara Pacis também. Já são 8 euros economizados e ainda com uma baita noção geográfica de Roma.

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...