Ir para conteúdo
sergiofoz

De Foz do Iguaçu-PR a cordilheira branca-Peru - Ago/2014

Posts Recomendados

Amigos...

::otemo:: Dou inicio aqui mais uma aventura. ::otemo::

 

Pretendo sair no mes de Agosto/2014 de Foz do Iguaçu-PR, seguir até o Acre, cruzar para o Peru, até chegar a Cordilheira Branca, retornar pelo litoral do Peru, cruzar a Bolivia e entrar no Brasil pelo Mato Grosso do Sul, chegando a Voz do Iguaçu após 30 dias de viagem. ::mmm:::mmm:

Segue em anexo arquivo do Google Earth com o trajeto:

As linhas verdes sao trecho em asfalto;

As linhas vermelhas sao trecho em terra;

As linhas laranjas sao trechos que irei fazer caminhada

Em cada trecho tem a Km e alguma observação

 

Estradas.kmz (arquivo atualizado na pagina 2)

 

Alguem disponivel para essa aventura ou parte dela?

Aceito sugestoes ::quilpish:: , comentarios :roll: , criticas ::prestessao:: , alteração de trajeto ::vapapu:: , etc.

Aos pouco vou adicionando maiores informações ::sos::::sos::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dando continuidade aos preparativos segue arquivo com os locais onde devo parar para registrar o local.

São locais onde pretendo passar, parar e registrar devido a sua visão panoramica ou singular.

 

Fotos.kmz (arquivo atualizado na pagina 2)

 

 

.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Segue a localização de alguns hoteis previsto para hospedagem.

A relação de hoteis aqui disponiveis vai aumentando com o passar do tempo.

 

 

Arquivo atualizado em 29-01-2014

Hoteis 01-2014.kmz (arquivo atualizado na pagina 2)

 

 

Lembrando que esses arquivos aqui postados sao do Google Earth

e que assim que estiverem completos serao convertido para um GPS

 

 

ps. mensagem editada pelo anexo atualizado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sergio.

 

Em 2011 fiz boa parte do seu trajeto no Peru. Entre Abancay e Huancayo o governo peruano está asfaltando bastante. Acho que mais da metade já deve estar pronta. Pode acontecer de a estrada estar interrompida e só liberarem algumas horas por dia. Apesar de não estar bem atualizado, o site do Ministério dos Transportes peruano serve como base.

 

www.mtc.gob.pe/estadisticas/ESTADISTICA ... s_pdf.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Konai

 

Muito obrigado pelo site. Possui mapas excelentes. com certeza vai servir como base sim.

Entre Abancay e Huancayo eu ja esperava uma parte asfaltada. é o que mostra imagens do google earth.

 

Konai vc sabe me informar maiores detalhes sobre o trajeto 2-12dia do arquivo acima. ou seja, alguma informação sobre a regiao mais ao norte da cordilheira branca, a parte que passa por Yanac, Sicsibamba, pomabamba.

Outras informações sempre sao bem vindas.

 

Muitissimo obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre esse trecho do Callejon de Conchucos não posso informar, pois o meu roteiro nessa parte foi o seguinte: vim do norte, entrei no Canion do Pato e, após Yuracmarca, segui pelo Callejon de Huaylas até Yungay, de onde entrei no acesso norte do Parque Huáscaran. Passei pelo Lago LLanganuco, Yanama, chegando em San Luis, onde fiquei sabendo que a estrada de acesso sul do Parque Huáscaran só abria à noite, pois durante o dia ficava fechada para obras. Por isso, continuei em direção a Chavin de Huantar, donde fui para Huánuco via Mina Antamina.

 

Como sua viagem é em agosto, não deve haver problemas.

 

Indo de moto, é importante se programar para não cruzar os "pasos" depois das 16.00 hs. A região de Cerro de Pasco também é muito alta e há possibilidade de pegar neve.

 

Estou à disposição para qualquer outra informação.

 

abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito obrigado pelas informações Konai

 

no momento estou analisando os mapas do site que vc indicou......caso surge alguma duvida postarei aqui,

no mais muito obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estive na Cordilheira Branca em Setembro, aluguei um carro em Lima, fiz a ida pro norte, parei em Caral e fui me hospedar em Huaraz, vale muito a pena !

 

Qualquer duvida me manda MP que eu ajudo se precisar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Chico

 

Com certeza preciso de ajuda sim, qualquer ajuda sempre eh bem vinda.

As minhas maiores duvidas sao em relação a condições das estradas, hospedagem e gasolina no trecho ao norte da cordilheira.

Esse trecho ao norte da cordilheira irei fazer na seguinte sequencia: Huaraz - Canon del pato - Huallanca -Yuracmarca - Yanac - Sihuas - Sicsibamba - Pomabamba - Piscobamba - Yanama - Huaraz

Minha falta de informação eh após Yuracmarca ate Yanama, isso eh, parte norte da cordilheira.

 

 

Qualquer ajuda eh bem vinda

 

ps. essa mensagem foi enviada por MP tbm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sergio, e não fiz a parte norte, vou te dizer o meu trajeto e as condições.

 

Eu sou motociclista, mas raramente viajei de moto, tinha alguns trajetos que eu sempre sonhei em fazer, mas por vários motivos fiz todos eles de carro.

 

Saindo de Lima com um Toyota Yaris 1.3 a gente foi ao norte pela Panamericana, um pouco antes de BArranca eu tomei uma rota de piso de saibro (ripio consolidado) para o leste, uns 25 km já estava em Caral que vale uma visita !!

 

Depois seguimos pro norte, entramos na 16 em Paramonga, dali a subida pela cordilheira é fantástica, coisa linda mesmo, mas gasolina é complicado ! Só achamos um posto na subida da montanha, e mesmo assim não tinha gasolina 95 ou 97, a gente usou a 85 que nao é muito recomendada, ainda mais por causa do ar rarefeito.

 

Na bifurcação da 16 com a 3N nós fomos para o norte sentido Huaraz, ali é excepcionalmente lindo, e a estrada um tapete, na verdade todo o trecho que fizemos foi excelente, estradas sem acostamento mas com o asfalto impecável. Nos hospedamos em Huaraz e fomos até Yungay e Caraz, vale a pena ir na lagoa LLanganuco, na volta a gente fez o mesmo caminho, mas fizemos o trajeto até o Glaciar Pastoruri, uns 40 km de chão, todo estrada em boas condições, foi o lugar mais alto que já estive, 5 mil metros !

 

Eu rodei o Peru pela Panamericana, descemos até Lima e fomos até Paracas, Huacacchina e Nazca, sempre em estradas boas, tem transito intenso, mas nada de anormal.

 

Polícia tem por toda parte, param a gente e fazem o trabalho deles, pedem os papéis, examinam, fazem umas perguntas e mandam embora, como eu falo bem espanhol foi mais fácil.

 

Acho que não posso te ajudar exatamente no que você quer, mas pelo que eu vi, de Caraz para o Norte a estrada segue do mesmo jeito, a mesma coisa foi na 16, contornando o parque nacional, quando eu cheguei ali a estrada que vai pro leste dava pra ver que era muito boa, toda asfaltada.

 

Hospedagem é tranquilo, tinha por toda a parte, claro que fora Huaraz o resto é tudo hotel de beira de estrada, custos baixos mas serviço sofrível, como não são trechos altamente turisticos é facil conseguir lugar, como as pessoas que vão ali são locais ou escaladores, eles não exploram muito nos valores.

 

Eu fiquei surpreso com a viagem, foi mais tranquilo do que eu esperava.

 

Bom é isso, espero que te ajude.

 

Abraços

 

Francisco

 

Ola Chico

 

Com certeza preciso de ajuda sim, qualquer ajuda sempre eh bem vinda.

As minhas maiores duvidas sao em relação a condições das estradas, hospedagem e gasolina no trecho ao norte da cordilheira.

Esse trecho ao norte da cordilheira irei fazer na seguinte sequencia: Huaraz - Canon del pato - Huallanca -Yuracmarca - Yanac - Sihuas - Sicsibamba - Pomabamba - Piscobamba - Yanama - Huaraz

Minha falta de informação eh após Yuracmarca ate Yanama, isso eh, parte norte da cordilheira.

 

 

Qualquer ajuda eh bem vinda

 

ps. essa mensagem foi enviada por MP tbm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chico Parana

 

Obrigado pelas dicas, mesmo nao sendo da regiao que eu mais preciso, elas serao de grande valia.

Em relação a policia, concordo com vc, elas tem que fazer o papel delas. Nesse quesito nao tenho medo, pois existem policiais bom e ruim em qualquer lugar.

 

obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sérgio.

 

Acho difícil conseguir informações sobre a região entre Yuracmarca e Yanama. Passei em regiões bem isoladas um pouco mais ao norte e fui sem ter muitas informações também, principalmente seguindo de Huamachuco para Santiago de Chuco, Mollepata, Palasca, Cabana até o Canyon del Pato. Não sei qual a autonomia da sua moto, mas no Peru não há falta de combustível (apesar de cara) e nos lugarejos maiores haverá algum lugar para dormir. A alimentação poderá se resumir no "menu" do dia. Várias vezes o gps não reconheceu a estrada e tive que perguntar aos habitantes locais qual caminho seguir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Konai

 

Mesmo analisando os mapas do peru (link informado por vc acima) nao tenho certeza sobre as condições das estradas, cidades, hoteis, gasolina, etc.

Por isso concordo com vc que as informações nao esta sendo facil conseguir e terei que improvisar no local.

Ja tenho alguma experiencia (mas nem sempre eh suficiente) sobre localização por isso alem do GPS levarei mapas em papel e principalmente irei usar o mais antigo metodo de localização. (A BOCA, quem tem boca vai a roma)

 

Em relação a autonomia da moto, no momento estou trocando de moto saindo de uma 600cc para uma de 1000cc. porem, por experiencia quando fui a Ushuaia, levarei um galao com gasolina reserva.

 

Mas enfim.

a principio ja fechei o trajeto, conforme for aparecendo informação vou alterando ou acrescentando informação.

No momento estou calculando os custo aproximado da viagem.

 

assim que concluir postarei aqui..

 

 

.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabio

Desculpe o atraso.

O meu atraso eh em relaçao a sua segunda pergunta.

Eu tinha um xt600 2003, vendi ela esses dias e estou tentando fechar negocio na Super Tenere 1200 da Yamaha,

Alem de pesquisar acessorios que esta me tomando um certo tempo, tenho que viajar a serviços por isso acabei deixando a elaboração da viagem um pouco atrasada. Porem ja tenho uma previa dos custos, irei fazer uma revisao e postarei aqui nos proximos dias. (promessa eh divida..rsrsrs)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem pessoal, vamos a algumas informações...

 

 

:arrow: Data de inicio da viagem: 02/08/2014Data alterado para o dia 22-08-2014

:arrow: Data de retorno: 30/08/2014

:arrow: Km a ser percorrida: 12.500 km aproximadamente

:arrow: Itinerário: Saída do estado do Paraná, passar por MS, MT, RO até chegar ao estado do Acre, cruzar o Peru pelo altiplano dos Andes até a Cordilheira Branca, retornar pelo litoral do Peru, cruzar pela Bolívia e entrar no Brasil por Mato Grosso do Sul e retornar ao estado do Paraná.

:arrow: Veiculo: moto Yamaha Super Tenere XT1200Z

:arrow: Custo: 3.000,00 dólares aproximado

 

Caso alguém queira participar desta aventura totalmente ou parcialmente gosto de avisar que não sou uma pessoa que procura luxo.

Irei com uma moto Super Tenere 1200, uma moto cara e isso pode passar a impressão que sou rico e gasto dinheiro com bons hotéis e restaurantes, etc. Porem isso não acontece, suei muito para compra-la e minha educação de família pobre e batalhadora, aprendi a dormir em hostel, hotéis simples e ate mesmo acampar. Nada de restaurante luxuosos, preferencia por restaurantes populares, ou apenas um lanche no almoço e um sanduiche na janta.

 

Enfim....vamos ao inicio dessa aventura.....

 

 

 

.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×