Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Uruguai - Montevideo, Colonia del Sacramento e Punta del Este em 10 dias. - Casal


Posts Recomendados

  • Membros

Como aproveitei muitas dicas recolhidas nos tópicos daqui resolvi descrever a minha viagem ao Uruguai. Foram 10 dias entre Montevideu, Colonia e Punta. Alguns valores estão aproximados pois como não anotei todos não me lembro exatamente. Se alguém tiver alguma dúvida é só perguntar.

 

1º dia – 12/11 – Rio / Montevideo

2º dia – 13/11 – Montevideo

3º dia – 14/11 – Montevideo

4º dia – 15/11 – Montevideo

5º dia – 16/11 – Montevideo/Colonia

6º dia – 17/11 – Colonia

7º dia – 18/11 – Colonia/ Montevideo/Punta

8º dia – 19/11 – Punta

9º dia – 20/11 – Punta/Montevideo

10º dia – 21/11 – Montevideo/Rio

 

1º dia - Montevideo

Saímos, eu e meu namorado, do Rio no dia 12/11 pela manhã com conexão em São Paulo e chegamos em Montevideo por volta das 14:00. Pegamos o ônibus que vai do Aeroporto até o Terminal Tres Cruces (Dica do mochileiros ::cool:::'> ) que custou $40,00 pesos os dois. Chegamos no terminal e resolvemos pegar um táxi ($140 pesos + ou -) até o nosso hotel no barrio Sur (fizemos reserva no Sur Hotel - Maldonado com Paraguay, diária de 1.180 pesos o quarto doble standart - pois não encontramos vaga nem no El Viajero hostel e nem no Pocitos hostel). Recomendo muito esse hotel, quarto limpo e confortável e atendimento muito bom. Quanto ao café não posso falar pq preferi tomá-lo na rua.

 

Como nossa conexão foi demorada chegamos mortos em MVD e abstraímos a ídeia de ir a Pocitos no dia 12 mesmo. Resolvemos dar só uma volta pelos arredores e comer algo. Fomos até a Rambla Sur, tiramos fotos e apreciamos a vista. Depois fomos até 18 de Julio e caminhamos um pouco...passamos pela Plaza Cagancha e seguimos até a Fuente de Los Candados. Paramos para jantar no Chivito del Oro, onde pedimos uma Zillertal (estúpidamente gelada) e um Chivito al Pan. Para fechar a noite parei no La Cigale e tomei meu primeiro sorvete de doce de leite da viagem. :)

 

DSCN0169.JPG.75cf9a1031426e8d78c3ed1ea6819d24.JPG

 

2º dia - Montevideo

Acordamos relativamente tarde e acabamos saindo por volta das 10:30. Fomos para a 18 de Julio procurar uma casa de câmbio (no dia anterior trocamos poucos dólares pois a taxa do aeroporto era péssima), um lugar para tomar café e uma cabine telefônica. Na rua Dr. Aquiles Lanza 1327,encontramos um lugar chamado Los dos Leones...é uma mistura de mercearia com padaria e vende várias coisinhas bacanas como suco, empanadas e sanduiches...foi ali mesmo que tomamos café (Saiu por $100 pesos os sanduiches + o suco)

 

Depois do café seguimos para o prédio da Intendência de Montevideu, onde fica o Mirador Panorâmico (lá se tem uma vista de toda a cidade) e o centro de informações onde vc pega a senha para subir até o Mirador. Depois do Mirador seguimos conhecendo os prédios históricos da 18 de Julio até chegar a Ciudad Vieja. Chegando na Plaza Independencia e fomos direto para o Theatro Solis pois haveria uma visita guiada ao meio-dia (As quartas feiras as visitas em espanhol são gratuitas e nos outros dias custam $20 pesos. Em inglês e Português custam $50,00). A visita ao Solis vale muito a pena...os guias são ótimos e o Theatro é lindo. De lá voltamos para a Plaza independencia para tirar fotos e visitar o Mausoléu do Gral. Artigas que fica sob a estátua.

 

Continuamos passeando pela Ciudad Vieja em direção ao Mercado del Puerto onde paramos para almoçar. Conhecemos toda a região menos o prédio do El cabildo pois o mesmo está em reforma :(. No mercado optamos por almoçar no famoso El Palenque, mais pelo fato de ter mesa disponível na área externa do que por qualquer outro motivo (dentro do mercado estava um calor absurdo). Pedi um medio y medio, meu namorado uma cerveja e para comer pedimos parilla (claro)...o preço é meio salgado mas vale a pena. Voltamos andando para o hotel terminando de ver o que ainda não tinhamos visto. A noite saímos para beslicar algo, já que a fome era pouca devido a parilla do almoço. Paramos num restaurante/bar chamado La Bienale (fica na Plaza Cagancha) e pedimos uma picada média e duas Patrícias...a picada estava ótima e a conta saiu por uns $600 pesos mais ou menos.

 

DSCN0189.JPG.ff4a510e505ce076bbfe6754398ad077.JPG

 

DSCN0239.JPG.7680bf589b0c7e33b04d09ca66a50aae.JPG

 

3º dia - Montevideo

Decidimos fazer o Barrio del Prado (onde ficam o Jardim Botânico, o Rosadal, o Jardim Japonês e o Museu Blanes), o Parque Rodó e Pocitos. Como o ônibus que nos deixaria no Prado passava próximo ao prédio da Intendência (Ejido com 18 de Julio) e no dia anterior vi que lá havia uma lanchonete, resolvemos ir direto e tomar o café lá. Seguimos para o Prado e fomos direto ao Jardim Botânico, depois fizemos o Rozedal, o Museu Blanes e por último o Jardim Japonês. O bairro é bem bonito e agradável, mas tirando o Jardim Botânico não vi nada demais lá...talvez estivesse esperando mais dos locais.

 

De lá seguimos para o Parque Rodó, outro parque bem agradável de Montevideo (na verdade o que não falta em MVD são áreas verdes - praças e parques - agradáveis). Caminhamos, tiramos fotos e descansamos um pouco. Como estava bem quente nesse dia (fazia 30º graus - me senti em pleno Rio de Janeiro) e ainda era cedo para irmos a Pocitos resolvemos voltar para o hotel.

 

No final da tarde fomos a Pocitos. Pocitos é um bairro bem agradável, com uma linda vista patra o Río de la Prata e uma "orla" bacana para a prática de esportes, passeos ou simplesmente para se descansar. Passeamos, vim o pôr do sol e decidimos jantar no Chivitos de lo Pepe (já tinha ouvido falar bem desse lugar aqui no site e em alguns outros sites de viagens também) e não nos arrependemos. Foi o melhor chivito da viagem ::otemo::. Pedimos o chivito al plato que deu para nós dois perfeitamente. Pra acompanhar fomos de Patricia. Tudo saiu por uns $600 pesos.

 

DSCN0289.JPG.f9ca03c49344be0f987a00a69da13fa7.JPG

 

DSCN0310.JPG.eacd03ace168166e0f29bb1f4f06ac2a.JPG

 

20131114_204723.jpg.d87ce66e2b93f9774e323ce7cc89bbd5.jpg

 

4º dia - Montevideo

A intenção inicial era fazermos o Estádio Centenário antes da Bodega Bouza (estavamos com reserva para às 16:00) porém como acordamos um pouco tarde achamos que o tempo ficaria apertado então resolvemos deixar o estádio para a volta de Punta. Assim fomos caminhar pela 18 de Julio, trocar mais um dinheiro e aproveitamos para olhar os mercados de artesanatos. Na parte da tarde partimos para a Bodega.

 

No site da Bouza eles explicam direitinho como chegar lá, seja de ônibus ou carro. Nós escolhemos ir de ônibus...pegamos um no centro (calle Mercedes) e saltamos na Plaza Colón, como havia sido indicado pelo site da Bouza. Porém o ônibus que leva até a bodega não passa extamente na praça e sim no Terminal Colón ::putz::, ou seja, tivemos que andar umas 3 quadras para chegar ao terminal...nada grave, eu sei, mas poderiamos ter ido direto até o terminal. Enfim, se vc decidir ir de ônibus para a Bouza, pegue um que vá direto ao terminal (tem vários que passam no centro). Na volta conseguimos um transfer por $500 pesos o casal...depois de algumas taças de vinho foi a melhor escolha. ::hahaha::

 

Na Bouza escolhemos a degustação Top ( degustação de 4 tipos de vinho acompanhados de uma tábua de frios + a visita guiada - $980,00 pesos por pessoa). Aconselho pois vale muito a pena. ::otemo:: Começamos visitando o parreiral, onde a guia (muito simpática) explicou como nasceu a bodega, os tipos de uvas utilizados e como funciona o processo de fabricação. Depois visitamos as dependências onde é processado e armazenado o vinho e por último conhecemos a coleção de carros antigos da família. Uma tarde muito agradável, num local muito bonito.

 

A noite decidimos passar no mercado e comprar algumas coisas para beliscar já que a fome não era muita e aproveitarmos para domir cedo já que no dia seguinte iriamos pela manhã para Colonia.

 

DSCN0316.JPG.4f4ba3e8cf84d863ec1c6b7f626da786.JPG

 

DSCN0392.JPG.a8d56eba121a25c1fb4df6ea765d9f24.JPG

 

DSCN0352.JPG.d78914c5fae80ad13163c06e817db15f.JPG

 

5º dia - Montevideo/Colonia del Sacramento

Acordamos, arrumamos tudo e partimos para o Terminal Tres Cruces para pegarmos o ônibus para Colonia. Como não vimos horários antes tivemos que esperar um pouco no terminal. Fomos pela Turil (http://www.turil.com.uy/), a passagem custou $460 pesos (+ ou -) os dois, o ônibus era confortável, limpo e tinha wi-fi :).

 

Chegamos em Colonia por volta das 14:00 e fomos para o Che Lagarto (tinhamos feito reserva pelo site, 1º pq já conhecemos outros da rede e 2º pq não tinha vaga no El Viajero). Lá tivemos uma péssima surpresa ao darmos de cara com o nosso quarto privado... pelo que percebi existem 3 quartos privados...um é o que aparece no site, os outros são o que nos foi oferecido: um quarto minúsculo, sem ventilador (ar-condicionado nem pensar), com o teto rebaixado com isopor e com a única janela existente virada para a área de convivência. O que aparece no site também não é tão bom assim, pois não tem ventilação já que a janela fica voltada para a área de convivência, assim como os outros. Além disso o atendente, mesmo percebendo o nosso descontentamento, não foi nem um pouco prestativo. Enfim, fomos embora depois de pagarmos uma diária. ::grr::::bruuu::

 

Depois de procurarmos um tempinho (chegamos em Colonia no sábado e a cidade estava cheia) encontramos vaga no Hotel Royal (Av. Gral Flores 340, esq. Int. Suarez - $1484 pesos a diária) ::mmm: . A diária não foi das mais em conta, mas foi condizente com as instalações que eram bem bacanas (a cama era extremamente confortável e a localização do hotel excelente) e com as circunstâncias em que estavamos.

 

Depois de instalados, fomos almoçar...escolhemos o La Pasiva (essa rede de restaurantes existe em todo o Uruguai e é bem bacana), pedimos uma pizza + 2 cervejas e tudo saiu por $600 pesos. Após o almoço fomos conhecer um pouco de Colonia. A cidade é uma graça, como eu já previa...ruazinhas de pedras, floridas e com aquele clima bucólico que eu particularmente adoro. Os pontos turísticos são quase todos próximos (exceto a plaza de toros, o museu del ferrocarril e o paleontológico) e os museus bem pequenos, assim vc consegue fazer tudo em um dia se quiser, mas o clima da cidade é muito gostoso e eu acho que ela merece ser curtida com calma (fique pelo menos um dia inteiro e uma noite). Pra fechar esse dia fomos apreciar o por do sol...uma das melhores coisas pra se fazer em Colonia. ::otemo::

 

20131116_172930.jpg.ade571a61ed7ccc77a353b0f3b7ff355.jpg

 

DSCN0397.JPG.66c0101badd42f820148f34aa19e4bed.JPG

 

DSCN0430.JPG.fc53be13561cba0fc6fe2a688e9ebbc1.JPG

 

6º dia - Colonia del Sacramento

Acordamos, tomamos café e fomos rodar por Colonia. Em Colonia existe o “Sistema de Museos de Colonia” que incloba 8 museus (7 localizados no centro histórico e mais 1 a cerca de 5 km do centro) e através dele você compra um passe que te dá acesso a todos os museus. O passe custa $50 pesos e está à venda no Museu Municipal General. Por conta disso, antes de começarmos a fazer o roteiro dos pontos turísticos indicado no mapa da cidade, fomos direto ao Museu Municipal comprar nosso passe, pois assim, conforme iamos passando pelos museus já iamos entando e conhecendo. Depois de fazer toda a parte à esquerda da Av. Gral Flores (a principal de Colonia), olhar todas as lojinhas e comprar alguns souvenirs, paramos para almoçar.

 

Escolhemos o restaurante Mercosur http://www.restaurantemercosur.com/e foi a melhor coisa que fizemos! ::otemo:: Pedimos a linguiça parillena...simplesmente maravilhosa, tanto que depois pedimos outra. A conta toda deu $900 pesos. Descansamos um pouco e fomos conhecer a parte à direita da Av. Gral Flores. Quando estava voltando para o hotel me lembrei de uma dica que foi dada aqui no site, o Café Ganache, simplesmente perfeito...ambiente super bonitinho, comidinhas deliciosas e preço justo.

 

À noite, na verdade quando estava anoitecendo, fomos novamente ver o pôr do sol (esse é o tipo de coisa que vc não se cansa de fazer em Colonia). Quando estavamos indo procurar um lugar para jantar vimos uma turma de músicos e dançarinos fazendo uma apresentação de Candombe pelas ruas de Colonia. Fomos seguindo-os até que encontramos o pub Barbot, uma cervejaria artesanal, e como bons cervejeiros que somos, resolvemos parar para jantar por ali mesmo.

 

Para finalizar nossa estadia em Colonia, depois do jantar, demos a última volta pela cidade e fomos para o hotel dormir já que no dia seguinte saíriamos cedo para Punta.

 

DSCN0451.JPG.15a6df36d133d634c0ea9a0a570bdcd1.JPG

 

DSC_0477.JPG.5ec44d08a96fc782e2f8839edb0ed4ec.JPG

 

DSC_0526.JPG.dd1e922510af1e36b6c9ba98a088e594.JPG

 

DSC_0539.JPG.6f6fc629f7b0a2259f4fae53d65fbf12.JPG

 

DSC_0575.JPG.5d602ed41d181eb08b9af6013cf2c1cf.JPG

 

DSCN0530.JPG.7bbc1c7c06bb5494fb811d797f03a6f8.JPG

 

7º dia - Colônia/ Punta del Este

 

Acordamos, arrumamos tudo e partimos para Punta. Como não existe ônibus direto de Colonia para Punta tivemos que passar novamente pelo terminal Tres Cruces em Montevideo. Por conta dessa baldeação chegamos em Punta por volta das 14:30. Punta foi a única cidade onde conseguimos vaga na rede de hostels El Viajero http://www.elviajerohostels.com/pt-br/. Super indico! ::otemo:: Ficamos no quarto privado...quarto ótimo, com ar, tv, chuveiro quente e cama confortável.

 

Assim que chegamos no Hostel, o rapaz da recepção (muito prestativo por sinal) nos ofereceu o passeio guiado até Casapueblo, mas como estávamos desde cedo na estrada, preferímos tomar um banho, descansar e sair para caminhar um pouco ao invés de fazermos o passeio...foi a pior ideia que poderíamos ter tido ::putz:: mas só ficaríamos sabendo disso no dia seguinte.

 

Depois de um belo banho, fomos andar por Punta. Começamos pelo monumento La Manos e seguimos pelo centro do balneário. Passamos pelas lojinhas (tudo com o dobro do preço de Montevideo e Colonia) e paramos para comer no Subway. Por não ser alta temporada e por ser segunda - feira, várias lojas e restaurantes estavam fechados, então não nos sobrou muitas opções em se tratando do horário. Dica muito importante: assim como Colonia, Punta ferve nos finais de semana (a não ser que seja alta temporada) portanto, vá para lá entre sexta e domingo).

 

Depois desse primeiro contato com a cidade, voltamos para o Hostel e ficamos bebendo umas cervejas na varanda e curtindo a brisa. Ainda passamos em uma lojinha de empanadas, muito boas, chamada Las Tucumanitas para fazer mais uma boquinha. ::cool:::'> :wink: Fomos dormir cedo na intenção de aproveitarmos bem o dia seguinte.

 

20131118_171205.jpg.a686e912174ec6f5910cf1338b854772.jpg

 

DSCN0551.JPG.e52fd3c5bd461224b83cbefd174269d3.JPG

 

continua...

Link para o post

  • 2 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...