Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Maceió - Maragogi 5 dias, dez 2013 com fotos


Posts Recomendados

  • Membros

A viagem a capital alagoana, inicia-se ao partir da rodoviária de Recife, fui de ônibus da Real Alagoas, com saída as 11:30 da manhã. Estrada esburacada em vários pontos, pista simples, vários caminhões, e plantações de cana por todo o trajeto (via interior). Cheguei na rodoviária de Maceió já eram 16h. Como estava próximo a anoitecer, preferi ir de táxi (o taxista não conhecia o a rua, Desportista Humberto Guimarães,quase se confundiu com outra rua no GPS, mas como já havia estudado o mapa da cidade, dei como referência o Iate Clube de Alagoas e ficou mais fácil, ao longo do caminho fui pegando mais umas dicas sobre a cidade.) 20 reais até o hotel Coqueiros Express, em Ponta Verde a 50m da praia. Gostei do hotel e recomendo, funcionários prestativos, ótimas instalações, serviço de quarto bom, café da manhã muito bom também, com uma grande variedade, com frutas, comidas regionais, etc. Subi até o quarto, deixei minhas coisas, tomei um banho rápido e fui à praia, pois estava ansioso para conhecer as praias da Ponta Verde e Pajuçara. Fui até a praia, avenida larga e de sentido único, ciclovia, calçada para pedestres, canteiro bem arborizado, achei muito bonito, e pude contemplar um lindo por do sol. Para minha surpresa a praia é um pouco suja, restos de plásticos, sacolas, embalagens, fiquei um pouco surpreso, uma praia tão bonita com lixo na areia. A noite fui ao outro lado da Ponta Verde, sentido Jatiúca, parei comer uma tapioca na beira da praia que foi meu jantar. Andei depois para o sentido sul Pajuçara, e chegando nas proximidades da feirinha de artesanato, vi várias vans de operadoras turísticas vendendo passeios ao litoral norte e sul, parei em uma delas, conversei com o senhor que me apresentou os passeios, explicou como funcionava, me interessei pelo passeio a Praia do Gunga, fechei com ele R$ 25,00, empresa Passeios das Alagoas (havia pego um folder da Maceió Turismo no hotel, mas nem cheguei a ligar lá), ficou de passar na manhã do dia seguinte no hotel me pegar, voltei ao hotel, mega cansado capotei.

 

SAM_0804.JPG.c0dba43d196cc895df475a603ed375b4.JPG

 

 

SAM_0819.JPG.1c8ef43dc0099294d995a196d2f0c77b.JPG

 

 

SAM_1246.JPG.ab301f69e08ad75c733f19cda71ce1ab.JPG

 

 

2º DIA

Acordei por volta as 4:50 da manhã, e fui contemplar o nascer do sol na Praia da Jatiúca, caminhei bastante, voltei ao hotel as 7:00, tomei um banho, desci tomar café da manhã, e aguardar o rapaz da van, as 8:15 em ponto, conforme combinado ele passou me buscar. Embarquei na van já lotada, vários casais, famílias, e apenas eu sozinho rs, ao lado do motorista lá na frente 2 moças, que jajá entrarão na história. Motorista super gente fina e atencioso, nos explicou, deu dicas sobre Maceió e explicou como seria o passeio: Parada na Praia do Francês de 20 min para tirar fotos, e apreciar a praia e o comércio local, parada na praia de Barra de São Miguel, quem quisesse poderia seguir de lancha até a Praia do Gunga, quem não quisesse poderia seguir de van mesmo até o destino final que era a Praia do Gunga. Na Praia do Francês, já município de Marechal Deodoro, desci tirei algumas fotos, e pedi para uma das 2 moças que estavam lá na frente da van tirar fotos minhas, que eu também tiraria delas. Silvana e Fabíola, que eram de Salvador e estavam em Maceió a trabalho e estavam de folga na ocasião. Dali seguimos para Barra de São Miguel, chegando lá, todos da van toparam ir de lancha para o Gunga, o motorista estaria na "barraca da Véinha" nos esperando. Pagamos R$ 30,00 reais o passeio, há um quiosque onde você paga e aceita-se cartão, ali já conversando com as meninas fomos na mesma lancha, sendo que cada lancha levava 3, 4 pessoas, uma breve parada de uns 30min numa piscina natural formada na maré baixa, onde se vê muito peixinhos coloridos, seguimos para a Praia do Gunga, mais alguns minutos de lancha até lá. Praia ainda mais bonita, várias barracas, ficamos na barraca que o motorista havia indicado, atendimento ruim e comida que deixa a desejar, almoço e uma cerveja de cada, saiu R$ 30,00 por pessoa, pegamos um prato para duas pessoas, mas que deu para nós 3 tranquilamente, pelo movimento e fama da praia, esperava uma infraestrutura melhor. Recomendado pelo motorista, pegamos o passeio de Bug até as falésias, R$ 35,00 por pessoa, o passeio é rápido, porém achei que valeu a pena. Na saída um fotografo tira foto sua, e depois faz aquela montagem capa de revista, a R$ 5,00. Fomos os 3 no bug, o piloto dá umas derrapadas na areia que parece que ira tombar, muito legal sentir aquele vento no rosto, na praia deserta apreciando as lindas e coloridas falésias, parada para fotos, e seguimos até um rio que encontra-se com o mar, a água amarela pela areia das falésias e morna é um chamariz para um banho, o rio estava raso e podia-se atravessar andando até a outro lado, onde com a argila colorida todos pintam o rosto e se divertem, ficamos mais uns 25min por lá e voltamos para o nosso ponto de partida. Gostamos muito da foto e compramos, que para nós 3 foi um dia inesquecível e o ínicio de uma grande amizade. Por volta das 15:30 embarcamos na van de volta para Maceió, fizemos o pagamento do passeio (os R$ 25,00). Combinei com as meninas de irmos jantar mais tarde, fomos a uma barraca ao lado da feira de artesanato da Pajuçara, jantar, cerveja e refri R$ 27,00 por pessoa, comida boa e atendimento bom, não me recordo o nome da barraca, mas é a primeira saindo da feira sentido Ponta Verde, na beira da praia. A orla de Maceió conta com inúmeras barracas com música ao vivo, e todas bem movimentadas, gostei bastante.

 

SAM_0831.JPG.beaa0fd94db30af5f29ee37624930604.JPG

 

598dac447109e_SAM_0855-Copia.JPG.b862c322298bb65a741fc77c5e1906eb.JPG

 

SAM_0879.JPG.d0ac34801f221ac077856fc783356b3b.JPG

 

SAM_0932-001.JPG.e82b31597ce055376caaae9f6d4b821e.JPG

 

598dac44bb312_gunga(2).jpg.6221e9ea34588fe96b72b6f0168ba52e.jpg

 

Amanhã prossigo com o relato da viagem...

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

3º DIA

 

Quinta feira... era o grande dia de ir conhecer a tão famosa Maragogi e suas Galés. Ao fim do passeio do dia anterior, havia combinado com o motorista que faria o passeio a Maragogi. Após tomar café da manhã no hotel, ás 8:00 a van passou me buscar no hotel, seguimos por uma estrada estreita, com plantações de cana pelo caminho, e bastante tráfego de caminhões, pelo caminho em alguns lugares, alguns assentamentos de sem-terras com casinhas de pau-a-pique, com pessoas morando, algo que eu nunca tinha visto. O valor do passeio R$ 80,00 já estava incluso o catamarã que leva até as piscinas naturais, chegando lá, o motorista nos levou em um restaurante, ao qual possui o catamarã, ou tem parceria naõ sei ao certo, mas pelo que me pareceu cada restaurante tem um catamarã. Efetuamos o pagamento ao motorista, e cada um recebeu um crachá com o nome do restaurante, isso já eram umas 10:00h. Em frente do restaurante um menino me parou e perguntou se poderia mostrar o seu trabalho (pintura com o dedo no azulejo), fiquei fascinado com a rapidez e prática dele fazer, perguntei o preço ele disse que era pra eu pagar o que eu achasse justo. Dei R$ 10,00, e ele fez mais um de presente, naquele tempo fiz algumas perguntas a ele, com quem ele vivia, se estudava, se gostava de futebol, ao final quando terminou o segundo azulejo, tirei uma camisa do Paraná que eu tinha na mochila e dei de presente à ele. Logo já fomos chamados para o embarque ao catamarã, o tempo estava bom, a maré para o dia era de 0.2 por volta das 11:00h, justamente no horário que estaríamos lá. Devolvemos os crachás no momento do embarque, subimos no catamarã, aproximadamente uns 25 minutos até as Galés, no percurso os tripulantes da embarcação ofereceram aluguel de snorkel, mergulho com cilindro a R$ 80,00 período de 20 minutos, e fotos à R$ 50,00 para até 3 pessoas. Ao meu lado, estava um casal que havia feito o passeio no dia anterior na mesma van comigo, conversamos e resolvemos não pegar as fotos, até porque nem eu nem eles sabiam nadar. Chegando lá, lugar é encantador, como eles dizem "Caribe brasileiro", parecido com Coroa Alta em Santa Cruz Cabrália/BA onde havia ido já ano passado, porém bem maior, e com bem mais peixinhos. Descendo lá na água, estava junto com o casal que havia feito amizade, um fotógrafo que lá estava nos ofereceu fotos, negociamos com ele, por R$ 40,00 tirar fotos minhas e do casal, ai cada um pagava metade. Pela primeira vez mergulhei, e em grande estilo juntamente com os peixinhos e corais, e realizei o sonho de tirar uma foto mergulhando rs. Retornamos ao restaurante já eram umas 13:45, almoçamos, meu prato saiu R$ 29,90 prato caprichado, não me recordo o nome do restaurante, mas era o primeiro da esquerda para a direita na praia de onde partem os catamarãs. As 15:00 embarcamos para retornar a Maceió. A noite fui jantar com as meninas de Salvador, dessa vez fomos ao restaurante Parmegiano, em frente a feirinha da Pajuçara, ótima variedade no cardápio e preço justo, recomendo vale muito a pena.

 

SAM_0980.JPG.b5b19f2a5317e9fe0d5822054f897c4d.JPG

 

SAM_1046.JPG.c2c0e5e05d71c6dee4ded625567299aa.JPG

 

SAM_1002.JPG.84da8f5d75947a9f62d66d98e40f8ed6.JPG

 

SAM_1017.JPG.8e72d444d4758c29537db8fd0fb77311.JPG

 

SAM_1022.JPG.e982164fa87079d76ec8daf9fac7b5a2.JPG

 

DSC09016.JPG.2544134e0c88496ffcc4c5a64d15a798.JPG

 

DSC08994.JPG.51ea7b2c77afc40af3464e01a50a1abb.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

4º DIA

 

Estava na dúvida de fazer o passeio das Dunas de Marapé ou o passeio de jangada ás piscinas naturais da Pajuçara, decidi ficar e fazer o passeio de jangada, não podia ir embora de Maceió sem fazer esse passeio e como iria embora no dia seguinte, resolvi ficar. Sai do hotel após o café, lá pelas 8:30 da manhã, fui até a praia da Pajuçara, conversei com um jangadeiro e aguardei aparecer mais gente para que a jangada saísse (R$ 25,00 o passeio), sentei numa cadeira a beira mar tomar uma cerveja enquanto aguardada. Mas um belo dia de sol e calor, logo o jangadeiro me chamou, embarquei, por precaução eles pedem para que a gente use o colete salva vidas, cada jangada leva 4 pessoas além dos 2 jangadeiros, 15 minutos no mar, chegamos as piscinas naturais, a maré estava bem baixa, algumas partes mais rasas e outras mais fundas, ideais para crianças brincarem, bastante peixinhos também, fotógrafos também, já haviam varias jangadas, uma delas sendo uma espécie de jangada-bar que oferece bebidas, drinks e porções, literalmente vida de patrão, você comer um camarãozinho e tomar uma gelada no meio do mar, com os peixinhos passando em volta. Ficamos lá em torno de uma hora e meia e retornamos a praia, na volta entra bastante água na jangada, muito legal. Como havia acabado meu protetor solar procurei um supermercado, tem um Bom Preço na Pajuçara na rua paralela a beira-mar atrás do Parmegiano, comprei algo para comer, voltei ao hotel tomar um banho. Logo saí novamente aproveitar um pouco mais a praia da Ponta Verde, e fui a feirinha da Pajuçara comprar lembrancinhas. Na feira você encontra muita coisa, em todas as lojinhas que parei os vendedores muito atenciosos. Andei mais um bocado na praia antes de retornar ao hotel. A noite jantar no Parmegiano novamente com as meninas de Salvador e mais uns colegas de trabalho delas.

 

SAM_1048.JPG.7f578e2f151869bb015bd9370189cbc3.JPG

 

SAM_1052.JPG.51396e4157c68345400b98fd3e4926ab.JPG

 

SAM_1061.JPG.c272509171047e3d44dd8b5163786ab2.JPG

 

SAM_1067.JPG.9b6be0293543147c0fbac2a03f2841d2.JPG

 

SAM_1075.JPG.6e403fdd3517fb651c7ebeb00b8f7837.JPG

 

5º DIA

 

Ultimo dia em Maceió, com o voo marcado para as 14:25, não tinha muito tempo para aproveitar, levantei bem cedo, fui caminhar na praia, voltei tomar café no hotel e voltei a praia, dessa vez fui ao outro lado da Ponta Verde, sentido Jatiúca, R$ 5,00 o aluguel do guarda sol + cadeira, fiquei na praia até as 10:00, como já havia arrumado cedo a mochila, cheguei tomei um banho, fiz o check out no hotel, me despedi do pessoal da recepção, resolvi ir de ônibus para o aeroporto, havia visto em uma das caminhadas, um ônibus com o nome aeroporto passando no ponto próximo ao hotel, e era ele mesmo que iria pegar, tirei algumas dúvidas com o pessoal do hotel, e por já ter lido na internet que esse ônibus era demorado resolvi ir cedo para o ponto, cheguei no ponto, logo o ônibus já apareceu, R$ 2,50 a passagem (de taxi daria uns 50, 60 reais), levei exatamente 1:30h até o aeroporto, pegamos muito transito no caminho, e a linha de ônibus que peguei (Aeroporto/Ponta Verde) entra num bairro próximo ao aeroporto, antes do destino final, para num ponto dentro do aeroporto não tem erro, e também passa pela rodoviária pelo caminho. Com antecedência ainda aguardei um pouco no aeroporto até o embarque, na conexão em Brasília, alguns voos da Gol atrasados, muita gente reclamando, mais de 8h de atraso em seus voos, sala de embarque lotada, um caos, ainda bem que o meu que era da Avianca não atrasou, e retornei para Curitiba, chegando na capital paranaense, mais uma viajem atravessando a cidade de ônibus até em casa, meia noite já estava em casa, e já começando a pensar no próximo mochilão!

 

SAM_1087.JPG.460957c61b9903722fd09e49a94f789a.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 meses depois...
  • Membros

Parabéns pelo relato cara...

 

Estou pesquisando um destino para mês que vem e queria ir pra Argentina,... Infelizmente por motivos de tempo($$$$) não vou conseguir, então comecei a pesquisar uma segunda opção e depois do seu relato encontrei... Agora é só me programar legal e a ideia é passar apenas 4 dias... Você acha que da pra fazer o que você fez nesse prazo?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Maceió é muito linda! Mas sou até suspeita para falar, conterrâneo pode babar pela terra né? Rs... você fez passeios ótimos, só faltou conhecer as outras praias do litoral norte (Patacho, São Miguel dos Milagres, Porto da Rua, etc). Da próxima já sabe!

 

Ps: os passeios do Rio São Francisco são belíssimos (passeio para os Cânions em Piranhas; ou para a Foz em Penedo).

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...