Ir para conteúdo

[Arquivo: 2006 - 2012] Barracas: Qual comprar?


sonhador

Posts Recomendados

  • Membros

Fala galera!

 

Li todas as postagens mas me restou uma dúvida ainda. Posso investir agora no máximo 170,00 reais e estou planejando uma viagem pro feriado de 12 de outubro pra São Tomé das Letras (sul de MG)... Além dele, algumas outras viagens que culminaram na inda a Cusco (Peru) no final do que vem.

 

Preciso comprar minha primeira barraca já nesta primeira viagem e todas elas vão ser no mesmo ritmo: muita caminhada, mochilão nas costas e condições variadas de camping (inclusive chuva).

 

::sos::

 

Dentro desses cenários e das explanações dos amigos, separei as 3 opções iniciais:

 

Hummer Fine Field

http://www.magazineluiza.com.br/produto/index_Produto.asp?Produto=1650206&linha=ES&Setor=BARR

 

Hummer Cherokee Dome 3

http://www.magazineluiza.com.br/produto/index_Produto.asp?Produto=1650045&linha=ES&Setor=BARR

 

Nautika Falcon 2

http://www.submarino.com.br/produto/28/166948/?franq=102414&utm_source=buscape&utm_medium=cpc&utm_campaign=bp

 

 

Alguma delas aguentaria esses cenários? Alguém indica outra dentro dessa faxa de preços?

Ou, pelo que eu quero, o investimento teria que ser melhor...? Aí, no caso, a alternativa seria comprar uma xing ling de 60 reais e depois juntar pra uma melhor...

 

 

Valeu, galera! :wink:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 937
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Victor,

A noite mais mal dormida da minha vida foi dentro de uma Nautika.

Estavamos em 5 pessoas + cargueiras (aprox. 15kg cada), com duas barracas Nautika para 4 lugares. Em uma ficou um amigo e eu, mais todo o equipamento da galera, na outra, os outros 3.

Começou a chover e o pessoal da barraca ao lado relatou que começou a entrar água na barraca deles... em 10 minutos eles estavam jogando o pouco equipamento que estava na barraca e logo em seguida eles "se mudaram" para nossa barraca.

 

Em resumo, 5 marmanjos + 5 cargueiras, tudo molhado, em uma barraca para 4 pessoas.

Perdemos o dia seguinte tentando secar tudo e remendar as barracas. Essas costumam passar água pela costura... e não é pouca água!

 

 

Mas como você disse que não quer investir muito $$ em barraca, entre essas 3, iria de Falcon pelo peso e sobreteto até o chão.

 

EU preferi juntar alguns trocados por alguns meses e ter como primeira barraca uma Manaslu Discovery Mountain. Não me arrependo nem um pouco disso!

Ter uma boa noite de sono depois de um dia todo caminhando, sem preocupação com chuva ou vento, é outra vida! ::otemo::

 

 

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Victor, pra quem nao pode investir numa barraca melhor, entre as tres opções eu iria de Nautica mesmo. Eu conheco quem tem a Fine Fild da Hummer e ama a barraquinha de paixão, só que o unico problema da Hummer é que se der problema com quebra de varetas, esquece... nao tem como achar peça de reposição em lugar nenhum, ai é na base da gambiarra mesmo - eu tenho uma Invicta mais batida que nota de um real e tive que apelar pra gambiarra pra arrumar o jogo de varetas do avanço.

 

Outra opção da Nautica na mesma faixa de preço e perfil é a Kapta2 da Nautica tambem, se voce der uma olhada algumas paginas antes nesse mesmo topico vai achar uma foto que o Fabio Borges postou e um pouco de discussão sobre ela. É pouca coisa mais pesada que a Falcon (1,7kg x 2,0 kg), mas esse avancinho que ela tem quebra um galho bem melhor que a Falcon.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Danilo Dassi tudo em ordem irmão?

 

discordo em partes de sua opinião, mas deixo claro que jamais vou comparar uma Barraca da Nautika com a sua Manaslu. Mas acho que todo equipamento deve ser investido de acordo com a finalidade que a pessoa pretende usar. Se é para fazer trekking no Brasil acho totalmente desnecessário investir tanto dinheiro em uma barraca dessas para a nossas condições climáticas. Se a barraca da nautika entra água pela costura com qualquer chuvinha, um spray impermiabilizante deve resolver (se eu estiver errado me corrija). Mas se cair um mundo d'água como essa semana em SP e na região sul, vai ser complicado segurar mesmo. Outra coisa que li no manual de instruções da minha Kapta que pode causar infiltração d'água, é esticar demais o sobre teto, por isso que ao monta-lo não se deve estica-lo muito, pois as costurar se abrirão e a água poderá entrar com mais facilidade.

 

Se a pessoa esta querendo um camping fixo e sembre irá de carro, acho que não tem melhor opção que uma canadense. Quero ver entrar água nela. Eu tenho uma, quando vou acampar em um lugar fixo sempre vou com ela.

 

Agora se a intenção é ir para patagônia ou lugares similares, acho que vale a pena investir em uma barraca como a sua mesmo...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Opa galera!

Rola então comprar um impermeabilizante também?

 

Bom... A princípio, dentro dessa faixa de $$, acho que teria de rolar a Nautika mesmo né, até pela facilidade de consertos como a negrabela falou...

Em relação a Kapta2, como a única diferença seria o 'adiantamento' externo, acredito que não faça tanta diferença pra mim... E acabaria sendo algo a mais pra somar peso e volume. Estou querendo algo que seja o menor possível quando fechado pra não ter dificuldades pra carregar em caminhadas longas.

 

Hoje mais cedo quando estava negociando preço da Falcon 2 (consegui baixar o preço aqui no interior de MG de R$149,00 pra R$120,00), o vendedor me indicou a a Nautika Fit Dome 3, que seria um pouco mais resistente (embora um pouco mais pesada também) e ficaria algo em torno de R$50,00 mais cara.

 

O que vocês acham? A Falcon 2 já supre essa necessidade de trekking Brasil e Peru?

E essa Fit Dome 3... É tão melhor assim? Vale a pena a diferença $$ e de peso pra essas finalidades?

 

 

Valeu pelas ajudas, galera!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Victor. Entre a Falcon e a Kapta, eu iria na última, justamente em função do avanço. O peso agregado é pouco, e se vc precisar cozinhar sob chuva, vai agradecer ter carregado 300 gramas a mais.

Sobre usar barracas "não técnicas" em ambiente de montanha, seja no BR, Argentina, Peru... até dá. Um amigo usou uma Super Esquilo na Patagônia. O user Gutante, aqui do Mochileiros, usou uma Falcon2 no PP, ambos sem complicações. Mas souberam onde e como colocar suas barracas. Buscaram pontos naturalmente abrigados, prenderam bem as tendas...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Victor. Entre a Falcon e a Kapta, eu iria na última, justamente em função do avanço. O peso agregado é pouco, e se vc precisar cozinhar sob chuva, vai agradecer ter carregado 300 gramas a mais.

Sobre usar barracas "não técnicas" em ambiente de montanha, seja no BR, Argentina, Peru... até dá. Um amigo usou uma Super Esquilo na Patagônia. O user Gutante, aqui do Mochileiros, usou uma Falcon2 no PP, ambos sem complicações. Mas souberam onde e como colocar suas barracas. Buscaram pontos naturalmente abrigados, prenderam bem as tendas...

 

Muito bem lembrado Cassio, o avanço além servir para cozinhar de baixo de uma chuva, serve para você deixar sua bota e meia e não ter aguentar aquele chulé dentro da barraca ::lol4::::lol4::

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Fábio,

Concordo totalmente com o que disse sobre finalidade! Tanto que tenho uma Nautika para camping estruturados, onde vou com a patroa e queremos ficar sentados dentro da barraca, etc etc etc.

Olha ai a bichinha (que tem 8 anos) no cume do Caratuva (1855mts).

20090929162348.jpg20090929163729.jpg20090929163806.jpg

 

Estou apenas alertando sobre algo que aconteceu comigo.

 

Vou mostrar outro fato, este aconteceu com uma pessoa que tenho grande admiração, Mikael Arnemann:

[picturethis2=http://altamontanha.com/blog/mikael/Images/Articles/Entry17_5640.jpg 451 337 Foto]Quando o último terminou de cozinhar seu Miojo, começou um chuvisco, acompanhado de vento forte. Nada de assustar.

Em pouco tempo a chuvinha virou chuva de verdade, e foi a deixa para nos recolhermos. Na barraca do Helton, ele e a Ju tiravam sarro da barraquinha do Carlos, dizendo que ela não agüentaria nem cinco minutos. Rapidamente a chuva forte virou temporal, com ventos que faziam minha barraca dobrar ao meio. Incrivelmente o Cláudio, que estava na minha barraca, dormia calmamente... De certo ele estava pensando que aquilo era normal num acampamento! Mas o vento acalmou e ficou apenas uma chuva comum. “Beleza” pensei “se continuar assim, vai ser uma noite ótima”. Virei pro lado e dormi.

Uma meia hora depois acordo com uma rajada fenomenal, e com gritos de “Socorro” vindos da barraca do Helton. A catástrofe havia começado!!! Meio sem saber o que fazer, se olhava pra fora pra ver o que acontecia ou se ficava segurando minha própria barraca que ameaçava se desmontar, acabei ficando dentro, até diminuir um pouco o vento. Então eu saí e vi uma cena saída do filme Twister: uma barraca com duas pessoas com mochilas cargueiras dentro foi arrancada do chão e deu umas duas cambalhotas, só sendo freada no seu caminho rumo ao abismo porque ficou enganchada nas caratuvas!!!

 

Foi aí que eu percebi o que estava acontecendo: o temporal havia se transformado num ciclone, num furacão, sei lá... Minha barraca parecia que ia decolar com as rajadas incessantes, o Fabrício e o Cláudio dentro segurando ela para não quebrar e eu fora, inutilmente pregando os grampos especiais, com quase 30 cm, que eram arrancados pelo ciclone e arremessados longe como palitinhos!!!

O Helton conseguiu desmontar a barraca dele, e a Ju veio pra minha. Mas por pouco tempo, o vento estava cada vez mais forte, e não tinha como manter a barraquinha em pé por muito tempo. Por sorte tinha parado de chover. Então optamos pelo óbvio, e desmontamos a barraca antes que ela saísse voando.[/picturethis2]

 

[picturethis2=http://altamontanha.com/blog/mikael/Images/Articles/Entry14_2475.jpg 401 300 Foto2]Estranhamente, assim que a barraca caiu vazia, senti uma sensação de paz... O vento estava mesmo forte, mas agora sem o toldo panejando a situação estava mais calma, dava até pra pensar melhor.

O melhor de tudo é que a barraquinha do Carlos, que foi alvo de gozações no começo da noite, estava de pé como se nada acontecesse! E pra lá rumou dona Ju e o Cláudio, não sei como conseguiram dormir entre três numa barraca pra meia pessoa...

Apesar do vento e do frio, e de estarmos molhados, eu, Helton e Fabrício resolvemos fazer um bivaque de emergência. Para piorar a situação, o Fabrício estava sem isolante e teve que dormir direto na grama molhada. Como meu saco de dormir estava encharcado e minhas roupas já quase secas, fiquei com a capa de chuva e botas e entrei assim mesmo no saco. Alguns minutos tiritando de frio e logo começava a sentir um calorzinho gostoso. Não demorei para pegar no sono...[/picturethis2]

... e por ai vai.

 

Concordo que não devemos comprar uma Ferrari para dar voltas no quarteirão. Tudo vai depender do seu uso.

Como gosto de trekking, não vou arriscar um perrengue no meio do "nada" por causa de R$400.

Já me arrependi de muitos equipamentos que comprei, tanto que troquei quase tudo. Desde saco de dormir até barraca...

 

 

Agora, se a idéia é ficar sempre em camping estruturado, vá feliz com qualquer coisa. Qualquer perrengue é só correr para o banheiro do camping ou pro carro. :mrgreen:

 

 

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Nossa Danilo, pegar um ciclone deve ser um perrengue do caracas!! Bem, como eu ainda pretendo ficar nas caminhadas pelo Brasil, optei por comprar uma Kapta mesmo. Mas quando surgir oportunidade para ir para um lugar que necessite de um equipamento mais técnico, não pensarei duas vezes em investir dinheiro numa bela barraca. Mas por ora meus objetivos são modestos e não tenho muito gosto para lugares com neve e gelo rs. Um dia quem sabe posso encarar uma aventura com esse clima, mas agora não. Quero conhecer o Brasil primeiro.

 

A única coisa que eu me arrependo de ter comprado foi o meu saco de dormir. Tenho um S10 da Quechua. Fui para o Marins com ele esse ano e este saco não aguenta nada, tive que dormir com várias blusas e nem estava tão frio. Segundo suas especificações a temperatura conforto está em entre 9ºC e 6ºC. Limite entre 6ºC e - 2ºC. Extremo entre - 2ºC e - 9ºC. Ou seja, gastei grana a toa. Por isso deixo a dica aqui (um pouco fora do lugar, mas pode ser válido), se o objetivo for montanhas compre logo um saco para temperaturas mais baixas, não economize neste intem. Além de ter um volume menor, não passaras frio. rs

 

Agora uma pergunta de leigo para você Danilo, uma barraca igual a sua consegueria aguentar as condições que seu amigo pegou? Estou questionando, não por ser chato, mas fiquei pensando aqui, se um ciclone derruba até telhado com estrutura de ferro (como uma escola em São Paulo) o que não faria com uma barraca.

 

abraços

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Boa noite galera!

 

Bom, esse é meu primeiro post no forum ::otemo::

 

Bom, vou acampar pela primeira vez... Feriadão do dia 12 vou pra carrancas com minha namorada. Posso gastar 140 a 160 reais no maximo.

Eu tenho 1,70 de altura e ela é um pouco menor que eu, sera que uma barraca pra 2 pessoas da pra agt dormir bem e guardar as mochilas? ou seria melhor uma de 3?

Ah e me falaram que seria uma boa comprar uma que tenha uma "proteção" pra em caso de chuva, p/ nao entrar agua na barraca, ai me indicaram a Fênix 3 Nautika, mas eu nao acho essa barraca em lugar nenhum.

 

Alguem podeira me recomendar uma barraca boa para esse orçamento? E uma loja boa pra comprar tb =D

 

Grande abraço!

 

Mora em qual cidade?

 

Sou do Rio de Janeiro

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...