Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Córdoba - Perguntas e Resposta


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Córdoba. Esta antiga cidade, classificada Património Mundial da UNESCO, foi no passado a capital de uma das províncias romanas e, posteriormente, capital de um Califado árabe. Uma caminhada nas suas ruas estreitas e labirínticas, cujas casas caiadas de branco possuem pátios floridos, da para sentir que pouco mudou desde o século X. A Catedral-Mesquita foi originalmente um templo árabe, no séc. VIII. Mais tarde, foi construída uma Catedral cristã gótica, no interior da própria mesquita. A antiga Judiaria, cujas ruas partem desde a mesquita, é o coração da cidade e conserva a antiga Sinagoga.

 

O povoado que viria a dar origem à cidade de Córdova começou por ter importância no ano de 206 a. C., quando foi conquistado pelos romanos.

Desta época subsiste a ponte romana, com 16 arcos, que liga a parte central da cidade ao Campo de La Verdad, no outro lado do Rio Guadalquivir, e que foi reconstruída pelos mouros.

No início do século VIII, quando começou a conquista de Espanha pelos árabes, Córdova foi o primeiro califado e Abd-ar-Rahman III o primeiro califa. Durante o domínio muçulmano foram construídos vários palácios, entre os quais o Ciudad-Palacio de Madinat al-Zahr - Medina Al-Azhara, no ano de 936, que foi destruído e saqueado no século XI, mas que foi posteriormente restaurado. Existem também várias mesquitas, destacando-se a que se encontra no quarteirão mouro de Córdova, que tem cerca de 24 000 m², é sustentada por colunas e arcos e possui inscrições em ouro nos seus mosaicos. Foram ainda construídos outros edifícios públicos, no intuito de tornar Córdova uma cidade semelhante a Constantinopla, Damasco, Cairo e Bagdad.

A partir do século XI, como consequência da Guerra Civil (1009-1031), o domínio mouro é perdido e ocorre uma série de alterações. No século XIII, em 1236, o maior mosteiro tornou-se numa catedral e foram construídas estruturas defensivas, como a Torre Fortaleza de la Calahorra e o Alcazar de los Reyes Cristianos, que serviu, depois da Reconquista, como edifício do Tribunal da Santa Inquisição.

Na cidade, as paredes conservam-se pintadas de branco, as ruas são estreitas e os pátios são coloridos, mantendo-se uma morfologia tipicamente mourisca. Como tal, o centro histórico de Córdova é um dos contemplados pelo estatuto de Património Mundial, atribuído pela UNESCO, tendo sido pela primeira vez inscrito em 1984, e tendo dez anos mais tarde, englobada a extensão da Mesquita de Córdova.

Estrutura urbana

É uma cidade média, com um núcleo antigo que foi declarado Património da Humanidade pela Unesco. A cidade viveu uma grande transformação urbana com o enterramento dos caminhos de ferro e a integração do rio Guadalquivir na vida da cidade, uma construção longamente desejada.

Economia

A cidade é um centro de comércio, muito ligado a produtos agrícolas, nomeadamente à azeitona e aos citrinos, mas também a produtos industriais, como a cerveja, a maquinaria e os têxteis.

Curiosidades

Em meados do século IX era a cidade mais povoada do mundo, e uma das primeiras a ter iluminação pública

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 meses depois...
  • 3 anos depois...
  • 3 semanas depois...
  • 7 meses depois...
  • Membros de Honra

Estive em Córdoba em março com meus pais e adorei (adoramos!) a cidade. Concordo totalmente com o MauroBR, Córdoba é um brinco de linda! Tinha marcado apenas uma noite de hotel, mas me arrependi, devia ter marcado duas. Não tivemos tempo de visitar tudo, de qualquer maneira gostamos muito do que vimos:

- Catedral - Optamos por fazer uma visita noturna, comprei o ingresso com antecedência online: http://www.elalmadecordoba.com/. Adorei essa visita, foi totalmente mágica e superou minhas expectativas

- Centro histórico - um encantador labirinto de ruas e passagens, tem que ser conhecido a pé. Visitamos a antiga sinagoga, é bem pequena mesmo - e isso porque era uma sinagoga particular (e por ser particular e desconhecida das autoridades, foi poupada de ser destruída na época da expulsão dos judeus).

- Palácio Viana: http://www.palaciodeviana.com/. Não visitamos o interior do palácio, nosso objetivo era simplesmente passear pelos lindos jardins

 

Acomodação: como estava viajando com meus pais, marquei um hotel bem central e confortável "Hacienda Posada de Vallina". Gostamos muito do hotel, super agradável e bem localizado: próximo da linda ponte romana sobre o Rio Guadalquivir (marquei hotel pelo booking.com)

 

Espero voltar algum dia e visitar outras atraçoes, incluindo o Alcazar... aliás bom seria visitar Cordoba em maio para conferir o Festival dos Pátios de Córdoba: http://www.turismodecordoba.org/patiosdecordoba.cfm

 

Pela janela do trem que nos levou a Cordoba (vindos de Málaga), avistamos no topo de uma colina o castelo de Almodóval del Rio - parece um lugar bem bonito de se conhecer e não fica muito longe de Córdoba.

 

Fiquei também com vontade de visitar Medina Al-Zahara: ruinas da capital do califado, fica a 7km de Córdoba: http://pt.wikipedia.org/wiki/Medina_al-Azhara

 

Pensando no futuro, comprei um livro "rutas por el interior de Andalucia en Coche", e na província de Córdoba fiquei com vontade de visitar o Parque Natural de las Sierra Subbéticas e povoados em torno: Priego de Cordoba, Zuheros, Luque etc.. Futuramente espero retornar ao tópico e adicionar outras dicas ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 anos depois...
  • Membros de Honra

Agora em 2016 voltei a Córdoba para o festival dos pátios de Córdoba... sinceramente esperava mais desse festival, acho que a visita aos pátios do Palácio Viana foi mais interessante. Os pátios que participam do festival dos pátios são meio repetitivos, a primeira parede cheia de gerânios que a gente vê já é meio entendiante, a sétima então nem se fala. Claro que nem tudo é parede de gerânios, tem plantas e pátios mais interessantes, mas ainda assim achei meio fraquinho.

 

Em maio também acontece "Cruz de Maio" ou algo assim, na verdade não é algo típico de Córdoba mas algo que acontece em toda a Andalucia: é uma festa bem de bairro, cruzes são enfeitadas com flores e expostas em praças, e tem música, dança e comilanças pela volta.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 anos depois...
  • Membros
Em 25/04/2009 em 14:14, MauroBrandão disse:

Córdoba. Esta antiga cidade, classificada Património Mundial da UNESCO, foi no passado a capital de uma das províncias romanas e, posteriormente, capital de um Califado árabe. Uma caminhada nas suas ruas estreitas e labirínticas, cujas casas caiadas de branco possuem pátios floridos, da para sentir que pouco mudou desde o século X. A Catedral-Mesquita foi originalmente um templo árabe, no séc. VIII. Mais tarde, foi construída uma Catedral cristã gótica, no interior da própria mesquita. A antiga Judiaria, cujas ruas partem desde a mesquita, é o coração da cidade e conserva a antiga Sinagoga.

 

O povoado que viria a dar origem à cidade de Córdova começou por ter importância no ano de 206 a. C., quando foi conquistado pelos romanos.

Desta época subsiste a ponte romana, com 16 arcos, que liga a parte central da cidade ao Campo de La Verdad, no outro lado do Rio Guadalquivir, e que foi reconstruída pelos mouros.

No início do século VIII, quando começou a conquista de Espanha pelos árabes, Córdova foi o primeiro califado e Abd-ar-Rahman III o primeiro califa. Durante o domínio muçulmano foram construídos vários palácios, entre os quais o Ciudad-Palacio de Madinat al-Zahr - Medina Al-Azhara, no ano de 936, que foi destruído e saqueado no século XI, mas que foi posteriormente restaurado. Existem também várias mesquitas, destacando-se a que se encontra no quarteirão mouro de Córdova, que tem cerca de 24 000 m², é sustentada por colunas e arcos e possui inscrições em ouro nos seus mosaicos. Foram ainda construídos outros edifícios públicos, no intuito de tornar Córdova uma cidade semelhante a Constantinopla, Damasco, Cairo e Bagdad.

A partir do século XI, como consequência da Guerra Civil (1009-1031), o domínio mouro é perdido e ocorre uma série de alterações. No século XIII, em 1236, o maior mosteiro tornou-se numa catedral e foram construídas estruturas defensivas, como a Torre Fortaleza de la Calahorra e o Alcazar de los Reyes Cristianos, que serviu, depois da Reconquista, como edifício do Tribunal da Santa Inquisição.

Na cidade, as paredes conservam-se pintadas de branco, as ruas são estreitas e os pátios são coloridos, mantendo-se uma morfologia tipicamente mourisca. Como tal, o centro histórico de Córdova é um dos contemplados pelo estatuto de Património Mundial, atribuído pela UNESCO, tendo sido pela primeira vez inscrito em 1984, e tendo dez anos mais tarde, englobada a extensão da Mesquita de Córdova.

Estrutura urbana

É uma cidade média, com um núcleo antigo que foi declarado Património da Humanidade pela Unesco. A cidade viveu uma grande transformação urbana com o enterramento dos caminhos de ferro e a integração do rio Guadalquivir na vida da cidade, uma construção longamente desejada.

Economia

A cidade é um centro de comércio, muito ligado a produtos agrícolas, nomeadamente à azeitona e aos citrinos, mas também a produtos industriais, como a cerveja, a maquinaria e os têxteis.

Curiosidades

Em meados do século IX era a cidade mais povoada do mundo, e uma das primeiras a ter iluminação pública

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Agora, Nárrima Lima disse:

 

Mauro Brandão, bom dia! Estou planejando ir em setembro/21 com o seguinte roteiro

SALVADOR – MADRI

Saída de Salvador: 02/09/2021

Companhia TAP: 1473,00

MADRI: (9 DIAS, 8 NOITES)

Chegada em Madri: 03/09

Hospedagem em Madri (8 noites): entre 150 a 200 euros

 Tour Madri: 04, 05, e 06

Tour Segóvia: 07/09

Tour Toledo: 08/09

Tour ÁVILA: 09/09

Tour ARANJUEZ: 10/09

Saída de Madri: 11/09 (em direção a Córdoba)

Deslocamento: Trem Rápido

_______________________________________________________

CORDOBA E GRANADA (3 dias, 2 noites)

Chegada em Córdoba: 11/09

Hospedagem em Córdoba (2 noites): entre 40 e 60 euros

Tour Cordoba :11/09

Tour Granada: 12/09

Tour Cordoba: 13/09

Saída de Córdoba: 13/09 (em direção a Sevilha)

Deslocamento: Trem ou ônibus

__________________________________________________

SEVILHA (4 DIAS, 3 NOITES)

Chegada em Sevilha: 13/09

Hospedagem em Sevilha (3 noites): entre 50 e 120 euros

Tour Sevilha: 14 e 15

Saída de Sevilha: 16/09 (em direção a Porto – Portugal)

Deslocamento: Avião

_________________________________________________

PORTO (6 DIAS, 5 NOITEs)

Chegada em Porto: 16/09

Tour Porto: 17, 18

Tour Braga: 19/09

Tour Aveiro: 20/09

Tour Guimaraes 21/09

Saída de Porto: 22/09 (em direção a Lisboa)

Deslocamento: Trem

LISBOA (6 DIAS, 5 NOITES)

Chegada em Lisboa: 22/09

Hospedagem em Lisboa (5 noites): entre 100 e 180 euros

Tour em Lisboa: 23, 24

Tour CASCAIS: 25

Tour SINTRA: 26

Tour Fátima: 27

RETORNO AO BRASIL 28/09/2021 

O  q vc acha? É melhor ficar 2 noites  em Córdoba ou em Granada? Quero muito visitar Alhambra e sei q lá é um dia inteiro. Então talvez seja melhor tirar Ávila. Será a minha primeira viagem ao continente europeu...desde já grata pela ajuda. E se tiverem dicas de hostels/ hostals por favor...aceito dicas

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

@Nárrima LimaIsso é programação de agência? Sai dessa,é muito corrido e não vai a lugar nenhum direito. Sem eles é muito mais barato e guia,em Portugal e Espanha não precisa.Há um áudio guia que te alugam na entrada das atrações. Aqui o tópico é de Cordoba,então a Catedral Mesquita paga-se 10 euros de entrada, mais 3 euros pelo áudio guia. Com 13 euros visita tudo, muito bem explicado, pelo tempo que quiser.Em frente há o Alcazar dos Reis que achei riquíssimo em história com o mesmo sistema. Só aí vai 1 dia,eu fiquei 3,tem gente que fica mais. 

Tem que pensar também se estará aberto para brasileiros em setembro, acredito que não, pois não vacinarão a maioria da população até lá e sem vacina não há como o vírus deixar de circular por aqui.

Alhambra é Granada,lá é o único lugar que há de comprar ingresso antecipadamente, pois não vende na hora. Os outros vendia,não sei agora, nem ninguém aqui saberá te informar, pois estamos proibidos de ir,veja nos respectivos sites.Por não comprar nada antecipadamente não visitei, mas a cidade tem outros pontos e dar uma volta nela como em Cordoba de trem turístico é fundamental para conhecer e custa baratinho.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...