Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Pois é, porém volto a reforçar que a viagem ao estilo "mochileiro" muitas vezes é sem qualquer reserva de local, tendo que rolar uma pesquisa antecipada de opções e saber ter jogo de cintura para se virar na hora.

De maneira nenhuma estou defendendo um host que calcela, até porque tenho meu status de cancelamento impecável e estou quase a ganhar o status de superhost pelo airbnb, porém, faz parte da vida de mochilão, e consequentemente de quem quer salvar alguns putos com hospedagens mais em conta, alguns contra tempos.

É necessário ter um plano B, como o Adriano comentou, ter pesquisado alguns hostels da cidade, em caso de cancelamento.

Já aconteceu comigo de um host cancelar um dia antes, em key west, destino caríssimo. Eu e meu marido passamos a noite no carro estacionado num posto de combustível. O anfitrião nunca me retornou para informar o que houve, porém, considero um vacilo meu. Era um anfitrião novo, sem nenhum comentário, e o preço dele estava 50% mais barato que os demais. Eu corri o risco e paguei por isso. Fui chorar para o site? não. fui reembolsada e me virei.

Assim como já aconteceu de eu reservar pelo booking e chegar lá, o hostel totalmente desorganizado não encontrar minha reserva. ::bad::

Assim como aconteceu de eu reservar (e pagar) a reserva de um carro no texas, e os caras lá falarem que a reserva não estava paga e que eu teria que pagar novamente. Resultado: fiquei sem o carro e procurei outra locadora. :evil:

 

Minha conclusão é: Há riscos? com certeza! Porém por um preço muito mais acessível, as pessoas esperavam o que?

Cadê o espírito "MOCHILEIRO" da galera? ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 93
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Não é confiavel. Já viajei, usei e deu certo. O problema é quando você viaja e não dá certo. Ai você fica na mão. Reservei, paguei em Maio de 2016 uma pequena casa em Scottsdale, AZ. Tinha um e-mail

Airbnb é sensacional, uso muito (tanto no Brasil como no exterior)... aliás nos últimos 03 anos, mais de 90% das minhas reservas são airbnb. O importante, assim como fazer uma compra no mercado l

  • Membros de Honra

Exatamente, erros acontecem em qualquer local, eu também já tive problemas com reservas numa rede de hotel grande e super conceituada (mais de 10 hotéis no brasil e 300 no mundo e diária mínima de R$ 600). Cheguei no hotel as 23:30 e simplesmente "não acharam" a minha reserva, como tinha feira em SP naquele final de semana, todos os hotéis estavam lotados, era tarde da noite, super cansado, só tinha "estagiários" e novatos na recepção, me obriguei a sacar o cartão de crédito e pagar R$ 1.500 numa diária lá na hora ::ahhhh:: , por que não ia achar nada naquela hora!!!! Depois no dia seguinte fui brigar com a gerência, acharam a minha reserva já paga, tinham cortado o meu sobrenome, ficou só o primeiro e o nome do meio no controle deles, pedi o dinheiro de volta e ainda ganhei duas diária free de cortesia para usar em outra ocasião como compensação pela incompetência deles...

 

Resumindo, você sempre tem que estar preparado para imprevistos e ter jogo de cintura, nunca viajar com dinheiro muito curto e contadinho centavo a centavo, pois se tiver um imprevisto, estará em apuros.

 

Viajando em couchsurfing, airbnb, etc você tem que ter um pouco mais de jogo de cintura e estar um pouco mais preparado para imprevistos de última hora, atrasos, não gostar do local ou anfitrião, etc, isto faz parte do pacote quando você opta por couchsurfing ou hospedagem privada. Mas na grande maioria absoluta dos casos, dá tudo super certo e todo mundo fica super feliz

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Colaboradores

Galera,

 

o AirBnb é muito confiável sim. Realmente a dica é ler as avaliações das pessoas que já se hospedaram com o anfitrião e se foram todas positivas, ou ao menos a grande maioria, vá tranquilo!

Quem quiser fazer o cadastro no site e ganhar R$ 80,00 na primeira hospedagem é só realizar o cadastro a partir desse link http://www.airbnb.com.br/c/rpn2?s=8 . Depois de cadastrado você pode enviar convites para seus amigos e se eles se cadastrarem e usarem o airbnb você recebe créditos e pode economizar bastante em suas viagens.

Vale a dica! Já economizei muito assim.

Então cadastrem-se através desse link http://www.airbnb.com.br/c/rpn2?s=8 .

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Interessante o que Adriano e Atalpelomundo comentam ser necessário para usar airbnb: senso de aventura, espírito mochileiro, plano B e mais jogo de cintura que o normal. Questão da confiabilidade do airbnb respondida.

 

Atalpelomundo, na europa tem airbnb para todos os bolsos - airbnb não é necessariamente a opção mais econômica. Mas de qualquer forma, como anfitriã no airbnb, como vc explica essa sua posição "precinho acessível, as pessoas esperam o quê"? Seria uma estratégia para anfitriões justificarem o preço elevado? Ou uma tentativa de baixar a expectativa dos hóspedes... eles que não esperem grande coisa mesmo já que estariam pagando "um precinho baratinho"?

 

Tendo em vista que airbnb é um serviço pago, não entendi a comparação que fizeram com couchsurfing... Ou será couchsurfing deixou de ser uma plataforma de hospitalidade gratuita e passou a cobrar também?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Atalpelomundo: que bom que vc teve experiências positivas até agora.

 

Achei curioso que tanto nesse tópico como naquele outro, bastou eu comentar problemas para vc imediatamente questionar o "espírito mochileiro" ou "senso de aventura". Não entendi, o que meu "espírito mochileiro/aventureiro" teria a ver com tudo isso? Aluguel via airbnb (ou qualquer outro site de acomodação) para mim pode ser resumido assim: como consumidora eu só tenho que entrar com o preço combinado (e seguir as regras do lugar, obviamente) e a outra parte só tem que apresentar o combinado. Parece bem simples, mas a experiência demonstra que estou sempre pagando o preço combinado e nem sempre recebendo o que foi prometido, independente do meu espírito aventureiro. Ou seja, o meu "espírito mochileiro" não serve de escudo contra anfitriões desonestos que não apresentam o combinado, também não serve para fazer valer as "garantias do airbnb"... Mas talvez eu não tenha entendido o seu ponto, poderia por gentileza me explicar como é que o meu "espírito mochileiro" entra na equação do airbnb?

 

Parei de recomendar airbnb depois que percebi dois grandes problemas: 1) anfitriões prometendo coisas que não pretendem cumprir e 2) airbnb não faz muita questão de resolver disputas. Aliás para o tópico não ficar muito longo resolvi listar minhas experiências aqui neste outro: minhas-experiencias-positivas-e-negativas-com-airbnb-t125695.html

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Interessante o que Adriano e Atalpelomundo comentam ser necessário para usar airbnb: senso de aventura, espírito mochileiro, plano B e mais jogo de cintura que o normal. Questão da confiabilidade do airbnb respondida.

 

Atalpelomundo, na europa tem airbnb para todos os bolsos - airbnb não é necessariamente a opção mais econômica. Mas de qualquer forma, como anfitriã no airbnb, como vc explica essa sua posição "precinho acessível, as pessoas esperam o quê"? Seria uma estratégia para anfitriões justificarem o preço elevado? Ou uma tentativa de baixar a expectativa dos hóspedes... eles que não esperem grande coisa mesmo já que estariam pagando "um precinho baratinho"?

 

Tendo em vista que airbnb é um serviço pago, não entendi a comparação que fizeram com couchsurfing... Ou será couchsurfing deixou de ser uma plataforma de hospitalidade gratuita e passou a cobrar também?

 

 

Adriana, sinto muito que suas experiências não tenham sido tão boas quanto as minhas. Mas como não sou a dona do site, não consigo fazer nada para melhorar a plataforma dele.

Uma das coisas que eu AMO no site é exatamente isso, ele está sempre aberto a ouvir suas considerações e sugestões de melhorias, tanto que a cada hóspede que recebo, quando vou deixar o comentário pra ele, existe um espaço onde eu posso "contar algo que aconteceu direto pro airbnb", de maneira que o airbnb possa ficar sabendo das situações enfrentadas pelos anfitriões e pelos hóspedes e analisar se existe alguma forma de melhorar o serviço oferecido!

Quando era nova no site, a cada reserva recebida, o site me ligava para avisar que amanhã chegaria um hóspede, e me perguntava se minha casa já estava limpa, se eu tinha separado lençóis e toalhas, etc, acredita? acho até um pouco invasivo, porém é uma forma de se preocupar.

 

No meu caso, o precinho baratinho que você citou, era visível, uma vez que um destino como keywest, onde até os campings cobram $50 dolares o casal, eu encontrei um quarto com todas as regalias pelo mesmo preço (um achado!) mas acabei me fodendo! =)

 

E o jogo de cintura citado, e o espírito mochileiro pra mim é: "mochilar pra mim é viajar com a mochila nas costas, se permitir viajar sem reservas, sem datas fixas, sem programação definida e itinerário certo!" isso muitas vezes significa primeiro chegar ao local e só depois procurar um lugar para ficar! eu já vou com a mente preparada pra isso, pois existem as vantagens de ter flexibilidade para escolher onde quer ficar naquele dia, e eu acho que vale a pena! Então, se eu já estou preparada psicologicamente para procurar acomodação na hora, se o host cancela comigo, volto ao meu plano inicial, que é procurar acomodação na hora!!!! isso pra mim é ter jogo de cintura e espírito aventureiro!

 

Pois é, porém volto a reforçar que a viagem ao estilo "mochileiro" muitas vezes é sem qualquer reserva de local, tendo que rolar uma pesquisa antecipada de opções e saber ter jogo de cintura para se virar na hora.

De maneira nenhuma estou defendendo um host que calcela, até porque tenho meu status de cancelamento impecável e estou quase a ganhar o status de superhost pelo airbnb, porém, faz parte da vida de mochilão, e consequentemente de quem quer salvar alguns putos com hospedagens mais em conta, alguns contra tempos.

É necessário ter um plano B, como o Adriano comentou, ter pesquisado alguns hostels da cidade, em caso de cancelamento.

Já aconteceu comigo de um host cancelar um dia antes, em key west, destino caríssimo. Eu e meu marido passamos a noite no carro estacionado num posto de combustível. O anfitrião nunca me retornou para informar o que houve, porém, considero um vacilo meu. Era um anfitrião novo, sem nenhum comentário, e o preço dele estava 50% mais barato que os demais. Eu corri o risco e paguei por isso. Fui chorar para o site? não. fui reembolsada e me virei.

Assim como já aconteceu de eu reservar pelo booking e chegar lá, o hostel totalmente desorganizado não encontrar minha reserva. ::bad::

Assim como aconteceu de eu reservar (e pagar) a reserva de um carro no texas, e os caras lá falarem que a reserva não estava paga e que eu teria que pagar novamente. Resultado: fiquei sem o carro e procurei outra locadora. :evil:

 

Minha conclusão é: Há riscos? com certeza! Porém por um preço muito mais acessível, as pessoas esperavam o que?

Cadê o espírito "MOCHILEIRO" da galera? ::otemo::

 

E quanto a ter apartamentos de todos os preços e nem sempre ser a opção mais acessível, acredito que ter variedades de preços não quer dizer que ele não é a opção mais barata!

Um exemplo: Se você olhar um apartamento top em camburiu e o mesmo padrão de apartamento diretamente em uma imobiliária, o site costuma apresentar preços mais acessíveis, mesmo levando em consideração o padrão alto do apartamento!

 

Mas novamente, não sou dona do site, e não tenho culpa das cagadas que ele faz =) então não adianta brigar comigo! Merdas acontecem, como eu já havia citado acima, com o decolar, com o booking, com qualquer plataforma. Merdas simplesmente acontecem! Mas cobro do site apenas aquilo que ele se dispõe a fazer: intermediar o aluguel entre uma pessoa que tem um imóvel vago com uma pessoa que procura um imóvel. Quanto a questão da qualidade do imóvel, e disponibilidade do mesmo, isso é particular de cada anfitrião.

 

E vou citar novamente algo que já disse:

 

E o problema ao se utilizar um serviço que é baseado nas pessoas, não é a plataforma (site), e sim as pessoas. Você pode ter experiências maravilhosas, fazer ótimos amigos, que poderão durar a vida toda, como também pode encontrar pessoas ruins, que vão tratar você mal...

 

Ufa! é isso!

Continuo sendo uma fã! e juro que não ganho nada pela propaganda! iusahdsaiudhaiushdiusa

acho que vou mandar um email pro site me propondo a defender eles publicamente por uma renda, se eles me contratarem, posso trabalhar enquanto estiver viajando o mundo, pensa só xD

 

Beijo a todos

nos vemos na estrada

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Olá, discordar da sua opinião e/ou questionar o que vc escreve não é brigar com vc, ok? ::Ksimno:: Estamos num fórum onde todas as opiniões são bem vindas. Já recomendei muito airbnb no passado (aqui mesmo no mochileiros) mas a experiência me mostrou que não é assim tão confiável, então me sinto na obrigação de compartilhar minha experiências com os demais viajantes. Então não, não estou escrevendo para "brigar com vc" (que idéia :roll: ), estou escrevendo para fazer minha parte e contribuir com a comunidade mochileira.

 

Uma das coisas que eu AMO no site é exatamente isso, ele está sempre aberto a ouvir suas considerações e sugestões de melhorias

 

Já tive que dar meia volta numa propriedade que dizia pets welcome, mas não aceitaram meus pets. Quando liguei para o airbnb para reclamar, me disseram 'culpa sua, devia ter procurado melhor'. Sendo que eu procurei e marquei uma propriedade pets welcome. Anfitrioes prometem coisas que não tem a menor intenção de cumprir e Airbnb o que faz? Prefere não se meter. Essa propriedade que não aceitou meu pets se anuncia como "pets welcome" até hoje.

 

...eu já estou preparada psicologicamente para procurar acomodação na hora, se o host cancela comigo, volto ao meu plano inicial, que é procurar acomodação na hora!!!! isso pra mim é ter jogo de cintura e espírito aventureiro!

 

Obrigada por explicar o espírito aventureiro, não estava entendendo.

 

Meu espírito aventureiro se manifesta de outra forma. Levo uma vida semi nomade, passando em torno de 7 meses por ano viajando (com meus pets), trabalhando de lugares remotos e tranquilos. Nas horas de folga gosto de fazer pedaladas e trilhas nas montanhas - adoro montanhas. Para mim espírito mochileiro é isso: curtir a natureza, fazer trilhas nos campos, explorar as montanhas. Então eu gosto de marcar acomodação por longa temporada, ficar bastante tempo num lugar para explorar tudo com calma. Se tenho problemas com a acomodação que marquei lá onde o vento faz a curva não é assim tão facil sair procurando acomodação, sabe? Claro não é impossível, mas não é essa coisa banal de "não deu certo com airbnb, tudo bem, deixa eu pegar meu smartphone e ver todos os albergues e hoteis baratinhos disponíveis num raio de xxx metros".

 

Ao invés de julgar todo mundo pelas experiências mochileiras padrão, vamos lembrar que há outras maneiras de viajar. Há outras pessoas (de outras idades, com outras necessidades) que também viajam. Primeira vez que viajei com airbnb foi com meus pais idosos, com seus problemas de saúde e mobilidade. Por sorte deu tudo certo - hoje eu sei que foi pura sorte. Se hoje eu recomendaria airbnb para idosos? NÃO, PORQUE AirBNB NAO É CONFIÁVEL!!

 

Os meus problemas até agora não foram com cancelamento, e sim anfitriões que anunciam coisas que não tem a menor intenção de providenciar. Então é um que diz que aceita pets e não aceita, outro confirma por escrito que tem internet, chega na hora não tem... Outro anuncia "casa inteira", dirijo até o lugar para descobrir que não é bem assim... etc. E Airbnb está cobrando taxas por todas essas transações, sem se preocupar com a veracidade dos anúncios.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

É, realmente Adriana, as vezes é problema do perfil do viajante mesmo =)

 

Mas volto a reforçar que também já tive problemas com o decolar e com o booking.

Nenhuma plataforma é livre de erros, e todas elas visam lucro ;D

 

Minhas experiências foram ótimas e eu gosto muito da interação, de ter uma pessoa pra dar umas dicas, com paciência para nossas milhões de perguntas! E principalmente, pra me contar um pouco de como ela enxerga a vida morando naquele lugar! Tudibão! ::love::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Tem mais um detalhe contra o airbnb, o modelo de negócio deles está sendo questionado judicialmente em vários países e cidades, sob a acusação de fomentar a sonegação de impostos.

 

O local onde o processo está mais adiantado é New York, onde o Airbnb teve que fazer uma "limpa" nos imóveis anunciados a pedido da justiça, foram removidos todos os imóveis de locadores profissionais, ou seja, aqueles que anunciam 2 ou mais imóveis, e aqueles imóveis que estão disponíveis para locação o tempo integral ou que foram alugados em tempo integral, foram mantidos somente os imóveis realmente privados... Houve inclusive uma onda de cancelamentos em cima da hora por parte do Airbnb...

 

Acabei de ver no noticiário da TV alemã, que Berlin e Paris também estão pensando em abrir um processo semelhante contra o Airbnb...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Silnei changed the title to AirBnB é confiável?

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...