Ir para conteúdo

Los Angeles 4 dias e meio SEM CARRO !!!


Posts Recomendados

  • Membros

Olá mochileiros!

 

Antes de ir a LA li muitos posts aqui e resolvi novamente ajudar com as minhas experiências. A primeira delas é uma das perguntas mais frequentes nos posts de LA:

 

- Dá para se locomover em LA sem carro? SIM DÁ. E não é nada de outro mundo. Li muitos dizendo que o transito é caotico (nada pior que SP ou RJ), que o sistema publico de transporte não funciona, e bla bla bla. Digo que fiquei quase 5 dias totalmente sem carro e andando somente de onibus, metro e trem. E foi muito numa boa, sem estresse, atrasos ou contra tempos.

 

Essa trip ocorrreu em Novembro'13.

 

Fiquei todos os dias no hostel banana bungalow, fiz as reservas por email com cartão de crédito. Foi super tranquilo, cheguei la o meu quarto já estava pronto. Viajei sozinho e nao curto dividir quanto portanto escolhi um privado com banheiro. Muito bom por sinal, otimo custo beneficio, acho que paguei 70 USD por noite, com um pequeno cafe da manha, que se resume a maçã, cereal e leite. Nao va esperando que seja continental, mesmo pq é um hostel. O staff é razoavel, nada muito friendly mas tb nao eram mal humorados. O quarto nao foi limpo todos os dias, mas como estava sozinho nao me importei muito. acho que so 1 dia que nao teve arrumacao. Tinha tv a cabo, lockers, toalhas, free wifi e estacionamento. Muitissimo bem localizado fica na propria Holly boulevard, ou seja na propria rua da calcada da fama, teatro chines, etc. Fica a uns 15 min andando ou uma estacao de metro da calçada. Muito facil mesmo, é bem localizado caso o centro das atividades seja esse. Fica do lado de uma estacao de metro, a Vine. Para quem quer atividades com os hospedes eles tem todas as noites, e a galera vai em peso, a principal é sexta a noite, tem um open bar, transfer ate uma balada (de limosine) e entrada vip na balada, tudo isso por por por 10 USD! Show de bola. Eles fazem jogos, barbecues, e eventos no outro hostel da mesma cadeia que fica em West holly. Bom, super recomendo, um ótimo custo x beneficio e no centro de holly. Ah, a região é super tranquila, bom pelo menos foi o que disseram e o que vi, chegava a noite depois das 22h, pegando metro, andando com camera, e nao me senti nenhum momento ameaçado, isso pq moro em SP e sei bem o que é andar olhando para tras e lados. Li muita gente que escreveu que é um lugar supre inseguro e tals.. mas qual grande cidade que não é? Sempre tem batedores de carteiras e ladrões de galinhas, mas quem ficar ligado a chance é bem menor mesmo pq eles sabem quem tá ligado e quem anda com a bolsa aberta virada para trás, contando dinheiro na rua..

 

1º dia - cheguei em LA vindo de SP por MIA. Cheguei por volta das 14h e o meu quarto já estava pronto. Deixei as malas, tomei um banho e já fui logo ir conhecer a tal calçada da fama. Com um mapinha na mão, sai do hotel virei a esquerda na propria holly blvd e após 10 min quando percebi ja tinha passado por varias estrelas no chão, ou seja, não e nada demais, não tem placas indicando "você chegou na calcada da fama". Ou seja, se voce estiver andando e olhando para cima nem percebe que já esta nas estrelas. Quando me dei conta já tinha passado por um quarteirao inteiro. Depois de mais 5-10 min cheguei no teatro chines, kodak e museu de cera, os tres ficam lado a lado. Entrei no shopping que tem dentro do kodak e sinceramente nao achei nada de mais mesmo. Shopping normal, sem mais nem menos. Tem varias loja de souvenirs por todos os lados vendendo as mesmas coisas, sugestao: se for comprar algo compre nas lojas da holly blvd mais longes do teatro sao bem mais baratas. Para que quer farmacia tem CVS enorme no quarteirao do lado do teatro, preços excelentes. Fiquei nesse quarteirao até as 17h pois tinha comprado ingresso para ver os Lakers no Staple as 19h. Peguei um metro de la mesmo (tem uma estacao embaixo do teatro kodak), e apos umas 4-5 estações na mesma linha cheguei na estacao ao lado do estadio Staples, um espetaculo a parte, um show de organização, dá baile em qualquer evento esportivo no brasil, da gosto de pagar, isso pq achei barato USD 45, era um assento longe mas vi o que queria ter visto. Obviamente se estivesse nas primeiras fileiras seria muuuito mais legal mas nao tava nem um pouco a fim de pagar mais de USD 500 para isso. Voltei de metro, e novamente super tranquilo, todo mundo saindo ao mesmo tempo, e pasmem, sem estresse nenhum, todo mundo no metro, sem empurra empurra ou qualquer transtorno. Isso é um pais desenvolvido.

 

2º dia - Universal Studios - comprei o ingresso na porta mesmo. Fui de metro, 3 estacoes, menos de 20 min. Mais tranquilo que isso só se me teletransportasse. Você sai do metro é tem um shuttle bus de graça que te leve ate o parque, da menos de 5 min. O parque acho que abriu as 10h, cheguei por volta das 9h comprei e esperei abrir. sem nada de fila na bilheteria. Em termos gerais nao peguei fila, em muitas atracoes como a nova do transformers, mumia e simpsons eu saia e entrava de novo sem nenhuma fila. A atracao mais concorrida é o tour, como foi minha primeira atracao logo que entrei, tambem cheguei e entrei no primeiro carrinho. Vale a pena, é interessante, eles contam algumas historias interessantes dos bastidores dos filmes e series. Leva uns 45-50min. Fiquei no parque até umas 15h, já tinha repetido tanto todos que resolvi sair e conhecer a Universal citywalk que fica ao lado. Varias lojas e opções para comer, bem interessante, deve ser melhor a noite. Voltei de metro novamente. Resolvi descer uma estacao antes do hostel que é a do teatro, assim andei novamente por lá, agora com mais calma e vendo o que passou batido.

 

3º dia - Santa Monica/Venice Beach - A minha maior duvida seria se conseguiria fazer isso em um dia e sem carro. E digo novamente, muito tranquilo. Peguei 2 onibus, o primeiro parava na frente do hostel e o segundo tinha como ponto final quase em cima do pier de santa monica. Ou seja, perfeito. O pessoal do hostel da uma folha com as principais atrações e como vc faz para chegar, com os numeros dos onibus, nomes das estacoes, etc. E outra, quem sabe ingles é so perguntar, geralmente os locais de LA informam certinho. Dentro dos onibus tem um folheto da própria linha com todos os pontos que ele para e os horarios, uma mao na roda, vc nao precisa ir para o ponto e esperar muito, e so chegar prox do horario da folha. Nos horarios que planejei pegar os onibus, eles passaram muito proximo do que estava no folheto. As viagens de ida e volta levaram cada uma menos de 90min (claro, de carro talvez se faça em 45-50min). Bom chegando ao famoso pier, por volta das 9:30h achei legal e tals mas tambem nada que me tirasse o folego, talvez seja bem bonito a noite. Um visual legal para quem gosta de fotografia como eu. Tem a famosa placa de final da rota 66, a roda gigante, montanha russa e algumas lojinhas. Fiquei não mais do que uma hora, mesmo pq o sol estava de matar. Perguntei por la se dava para ir andando a venice e a pessoa disse que sim e que era so seguir a ciclovia. E lá fui eu, bom no meio do caminho claro me arrependi. Daria uns 45 min andando, mas embaixo de um sol do Senegal não rolaria. Assim peguei um onibus na primeira rua depois da ciclovia que iria para lá, e em menos de 5 min cheguei. Ah, essa ciclovia é bem legal, da para alugar bike, mas achei um assaltado o valor do aluguel, USD 10 por hora! Se fosse mais barato com certeza alugaria. Cheguei em venice e ja vi que seria muito legal. Foi o lugar mais doido que conheci até hora, e olha que já rodei por lugares doidos na europa. É um zoologico a ceu aberto, tem gente de tudo quanto é tipo, gente fumando maconha numa boa, vendendo artesanato, andando de skate, patins e bike, tomando sol, gente morando na rua, acampando. Realmente um lugar impar. No começo achei que seria um roubada mas depois me senti super seguro. Claro não sei como é a noite, me pergunto isso ate hoje. Os artesanatos na minha opiniao sao de um pessimo gosto, mas se estao la é porque tem gente que compra. Tem muitas lojinhas no decorrer da calçada e algumas delas tentando te vender a carteirinha que te permite comprar legalmente a maconha, deveras interessante esse sistema. Que é burlado. Tem uma pista de skate no meio da extensão da praia que é super famosa, dizem que varios skatistas famosos vao la. Um bom lugar para tirar umas fotos bacanas. Em um certo momento você chega na muscle beach, que é parte onde tem uma academia a ceu aberto que o arnold schwarzenegger frequentava. É no minimo engracado ver uns americanos super bombados de micro shorts malhando e fazendo poses hahahaha. Na volta peguei novamente 2 onibus vazios e sem muito transito.

 

4º dia - Beverly Hills + Farmers market + The groove shop : Fui a Beverly hills também de onibus, são 2. Uns 40 min do hostel. É uma rua interessante, legal para conhecer e saber que tem gente que compra lá haha. É uma rua curta que parece muito com a Oscar Freire aqui em SP, lojas de todas as principais grifes do mundo. Foi la que vi pela primeira e ultima vez na vida um Bugatti veyron, que custa por volta de USD 1 milhão. Detalhe que ele estava parado na rua. meu deus. Dita como vista, peguei um onibus e fui para o farmers market e o the groove que ficam um ao lado do outro. O Farmers é uma grande feira com lugares legais para se comer. O the groove é um shopping a ceu aberto com boas lojas como a da Apple e Nike por exemplo. Resolvi voltar andando para o hostel o que daria uns 45 min no pé, assim daria para passar em uma Best Buy.

 

5º dia - Six Flags (parque de diversão) : o tão esperado dia. Six Flags é considerado o parque mais radical dos EUA, com varias unidades, sendo a principal segundo os americanos, a que fica prox a LA. O preço é bem mais barato do que Universal ou Disney, pela internet não paguei nem 45 USD com desconto online. O unico problema é que você nao consegue ir de metro, trem ou onibus. Na verdade consegue mas gasta em torno de 3h, ai nao rola. O parque fica mais afastado e de carro pela highway levamos menos de 1 hora. O pessoal do hostel indicou uma empresa que faz shuttles para as principais atracoes. O valor foi salgado USD 40 ida e volta, mas nao tem paradas no caminho para pegar mais gente, geralmente sao em pequenas vans. O nome da empresa é The hostel hopper, foi uma motorista na ida e outra na volta, ambas foram muuuuito gente boa, é uma empresa formada por pessoas jovens, geralmente universitarios, que nasceram em LA e fazem os transfers nas horas vagas, sempre tem gente disponivel. Bom o six flags é um caso a parte, para quem curte montana russa esse é o lugar e é imperdivel. As melhores, maiores, mais rapidas, mais longas, mais isso, mais aquilo, estão lá! É um parque feito para americanos, não tem aquele encanto dos parques de Orlando que é tudo bonitinho, limpinho e fazendo sentido. Esse parque é para sentir a adrenalina da montanha russa, só. E para mim já é mais do que suficiente. Tem muitas muitas muitas montanhas russas, consegui com muito sufoco ir em todas e repetir umas 2-3. Tem muuuita fila, ao contrario dos outros parques onde tem pessoas arrumando filas, filas organizadas e tals, nesse parque o que impera é a desorganização, por isso grande parte se perde na fila. Por exemplo, saem muitos carrinhos com assentos vazios, o que não ocorre na disney, eles sempre colocam o prox ou um single rider. Tambem achei muuuito sujo, devia ter papel e sujeira que estavam la fazendo aniversario já. A manutenção é bem precaria, muita parte pintada descascando, voce nota a nitida falta de manuntencao diaria. A falta de opção de comida é de irritar. Bom como so fui almocar as 16h qualquer coisa tava boa, mas pagar 15 USD por um hamburguer simples, batata frita e coca é de matar. Voltaria inumeras vezes mais. As atracoes da Disney, Universal e até mesmo do Bush Gardens, coitados, viraram brinquedos de shopping centers.

 

No balanço final:

- Dá para ir muitissimo bem em LA sem carro e sem estresse, atrasos, e complicações. A não ser que se tenha 1-2 dias, ai fica humanamente impossivel andar a pe e conhecer grande parte das atrações de LA e região, mas a partir de 3 dias já fica tranquilo sem. E outra, é interessante saber como funciona a cidade, como as pessoas vivem, e melhor fazer isso andando nos transportes que elas usam.

- LA é legal, mas não voltaria. As atrações são essas, tem mais mas não me interessei, como o observatorio, o parque, o letreiro..

- Tirando a calçada da fama, o teatro chines e o kodak, todas as outras atracoes ficam distantes, nao da para ir a pe, mas com uma programação bem feita da para fazer facil.

- Ficar em um hotel/hostel bem localizado é fundamental para nao alugar carro, se ficar em algum perto do aeroporto ou qualquer outro lugar vai complicar muito.

- Não deixar de comer em uma rede de lanchonete que so tem em LA, chama-se In'n'out burguer. Além de delicioso, é barato, e bem a cara de americano rs

 

É isso ai, se lembrar de mais alguma coisa, volto e posto.

 

Abs

Mauricio

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

LA sem carro é realmente um desafio, as distâncias são enormes! Eu não gostei muito da cidade em si, mas Santa Monica e Venice são muito legais, recomendo ficar lá. Eu estava com um amigo e a irmã dele, que mora em Santa Monica. Tínhamos carro todos os dias, mas mesmo assim me cansei de rodar por tanto tempo naquela cidade que não acaba nunca.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
LA sem carro é realmente um desafio, as distâncias são enormes! Eu não gostei muito da cidade em si, mas Santa Monica e Venice são muito legais, recomendo ficar lá. Eu estava com um amigo e a irmã dele, que mora em Santa Monica. Tínhamos carro todos os dias, mas mesmo assim me cansei de rodar por tanto tempo naquela cidade que não acaba nunca.

 

Concordo, as distancias são grandes, mas nada que uma boa programação de horários não resolva, o transporte publico não é como na Alemanha, UK ou NY mas da para se virar bem. Como moro em SP que o sistema é uma merd#%*, dá tranquilo para chegar nas principais atracoes. Carro sempre é uma facilidade, mais pratico. Mas nem sempre é o mais divertido ou a melhor forma de se interagir com a cidade.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 11 meses depois...
  • 2 meses depois...
  • 2 semanas depois...
  • Membros
Mauricio

Vou ficar 6 dias em LA sem carro também. Vou topar o desafio. Ficarei em West Hollywood, acho que é bem acessível aos pontos principais.

Você acha que dá para ir nas letras de Hollywood de ônibus? Ou pelo menos lá perto?

 

Para chegar às letras tem que atravessa um bairro residencial e não há transporte para isso. Mas de algumas ruas de Hollywood voce tira fotos até mais próximas do que indo no Griffith Observatory. Se for alugar um carro, pode ir dirigindo até o local mais próximo. Dizem que há uma trilha que dá para ir de carro para as letras. Mas acho que perto demais não adianta pq não sairiam na foto. Das ruas de Hollywood seriam suficientes.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • 4 anos depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...