Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Dicas e valores – 2014 – Roma / Nápoles / Pompeia / Veneza / Milão


Posts Recomendados

  • Membros

Pessoal, viajei no início de março para a Itália. Vou deixar aqui algumas dicas, impressões e preços atualizados que acredito poder auxiliar vocês.

 

Qualquer dúvida, me disponho a ajudar.

 

TREM

- Compre as passagens com antecedência. Os valores são bem inferiores.

 

- Quando for comprar no site, precisa fazer antes um cadastro, o qual só é concluído, colocando o endereço completo. Sendo que eles só aceitam endereços da Itália. Eu coloquei o endereço do hotel para resolver isso. Tente comprar todos os trechos de uma so vez. Dessa forma, só precisa de uma autorização do cartão de crédito. Eu tive que fazer várias tentativas, pois tem o tempo máximo para concluir a compra, e nessa de selecionar o horário, os assentos, colocar os nomes dos passageiros, acaba demorando. Imprimi em casa os vouchers, e apresentei ao fiscal dentro do trem durante as viagens. Eu acho que com o número da reserva, é possível imprimir os bilhetes lá na hora nos guichês eletrônicos.

 

- Existem vários tipos de trem. O Freccia é o mais sofisticado, o famoso trem bala, e por isso é mais rápido e também mais caro. O Intercity é meio feio por fora, mas é otimo, a maior diferença é que ele é tipo parador, com viagens mais longas. Fujam dos Regionales, podem pegar um trem bem lixoso.

 

- É melhor comprar as passagens de trem depois de reservar os hoteis. Isso porque na maioria das cidades existem mais de uma estação, então faz mais sentido pegar o trem próximo do seu hotel.

 

- Estações de Veneza: existem duas, Mestre e S. Lucia. Mestre fica no "seco", fora da ilha, onde os hoteis são mais baratos, mas você gastara mais tempo e dinheiro com transporte para ir e voltar de Veneza mesmo. S. Lucia fica no "molhado", na parte que é turística como um todo, e você vai dormir com todo o charme e glamour do local.

 

Site: http://www.trenitalia.com/trenitalia.html

 

TAXA DE TURISMO

Acho que em todas as cidades da Itália você precisa pagar por noite uma taxa de turismo que custa 2 euros ( valor pago no hotel). Em Veneza custou 3 euros.

 

OS ITALIANOS

 

Poxa, sempre ouvi dizer que eram grosseiros, mas a minha impressão foi bem diferente. Foram todos educados e solícitos. Para ter uma ideia; assim que chegamos, ficamos perdidos procurando a rua do hotel, de noite, em meio a uma chuva torrencial. Perguntamos a um cara na rua que também não conhecia a rua e nem falava inglês, mas fez questão de pegar o gps do celular e ir junto com a gente até o local ( detalhe que era direção oposta que ele estava seguindo). Outra vez estávamos perdidos, e uma italiana pegou uma folha de papel, fez um mapa do percurso que deveríamos fazer, e escreveu em italiano num papel o que deveríamos falar quando chegássemos no ponto de ônibus. Só mais uma história: peguei o trem às 6h da manhã para Nápoles, já pensando em dormir a viagem inteira, mas sentou bem na minha frente um casal de italianos que não paravam de puxar assunto a viagem inteira. Detalhe que eles só falavam italiano, então a coisa era meio por mímica. Mas eles insistiam em perguntar tudo, contar da vida deles, eu tava vendo a hora que eles iam nos convidar a jantar na casa deles.

 

VISITAS GUIADAS E AUDIO GUIDES

 

A maioria das grandes atrações possuem a opção de vista com guia (uns 12 euros, exceto o museu do Vaticano, que parecia ser mais caro, já que eles se aproveitam disso para furar a fila), e audio guides (uns 6 euros).

 

Particularmente, eu acho um saco isso. Uma vez ou outra, até vai. Mas ficar amarrado nisso a todo tempo é meio desesperador. Fora que chega um momento que você se distrai, nem presta mais tanta atenção. Eu gosto de me sentir livre, de fazer, ver, sentir as coisas no meu tempo. E, além de tudo, você vai ter um gasto adicional bem elevado se fizer tudo com guia.

 

Se for possível, o melhor é ler, pesquisar e descobrir um pouco mais da história do seu destino de viagem antes de viajar. Compre um bom guia, ou procure na internet, e vai estudando as coisas, e descobrindo o que realmente te interessa. Eu comprei o guia ilustrado da Folha da Itália. Ele é bom. Quando algo me interessava, eu ia no Wikipedia e lia mais sobre o assunto. Sei lá, acho que tudo que o guia vai te falar você pode ficar sabendo lendo antes.

 

ROMA

 

Traslado aeroporto X Centro

 

- Taxi: 48 (Se for do Ciampino é 30)

- Trem: 14, leva uns 30 minutos (pode consultar o horário no site http://www.trenitalia.com/trenitalia.html )

- Ônibus: varia de 4, 5 ou 6 euros. Tem varias empresas que fazem. É possível comprar antes pela internet, com um pequeno desconto. Eu comprei lá na hora mesmo, paguei 5 euros pela empresa TAM. Os ônibus são de viagem, então tem aquele bagageiro grande lá embaixo, onde você mesmo coloca a sua mala. Não tem limite de bagagens para levar. O ponto negativo é que pode demorar um pouco a seguir viagem. No meu caso, o ônibus parecia estar esperando encher para partir, nos deixando uns 20 minutos esperando la dentro. Outro problema é o engarrafamento, que pode deixar a sua viagem mais longa. Eu cheguei as 7h da noite, e o percurso levou uns 40 minutos até o Termini. No retorno, era um domingo, também comprei na hora, e foi super tranquilo.

 

 

Passagem de metro ou de ônibus: 1,5 euros

 

Roma Pass: 34 euros

 

Eu comprei no aeroporto, na hora que cheguei. A loja fica aberta até as 7:30PM.

Foi bom para furar a enorme fila do Coliseu. E para evitar de ficar catando moedinhas para pagar a passagem do metro ( a maquina so aceita moedas). Mas, a minha segunda atracao utilizada com o Roma Pass foi o Castel de Sant Angelo, e nesse nao da para furar a fila, tem que enfrentar a fila como todos.

 

Preço da comida

 

É impressionante o quanto varia de um local para o outro, e isso não esta exatamente relacionado com o glamour do local. Por exemplo, eu entrei numa cafeteria (nada requintada) em frente ao Teatro di Marcelo que cobrava 6 euros ( vulgo 21 reais) por um copo de chocolate quente! No Bistrot atrás do Vittorio Emanuelle (perto do elevador), com uma vista linda custava 3 o mesmo chocolate.

 

Se sentar no local para comer ou beber o preço é mais caro, às vezes o dobro.

 

Algumas médias de preço para terem noção:

Sorvete – 2 euros (pequeno com 2 sabores)

Menu do dia – 10 euros (pasta + bebida)

Pizza al taglio (pedaço) – uns 5 euros um pedaço farto

Água – 2 euros (garrafa de 500 ml – eu acho muito caro pagar mais de 6 reais numa garrafinha, melhor nem converter! Mas, é só andar com uma garrafa vazia, e ficar de olho, porque sempre tem fontes de água potável para beber água. Na verdade, pelo o que eu entendi, a água da bica deles é potável. )

Kebab - 5 euros

Big Mac – 6,5 (o trio)

 

 

Vaticano

 

Museu do Vaticano: 16 euros. Comprando antecipado pela internet: 20 euros (Vale a pena! A fila assusta)

 

Visita a Cúpula:

De escada (550 degraus): 5 euros

Elevador + 320 degraus: 7 euros

 

Scavi: 13 euros. Mandar e-mail para [email protected] , informando: 1) o número de pessoas; 2) datas disponíveis; 3) idioma desejado. Eu escrevi tudo em português mesmo, e pedi o idioma em português também. Foi aceito sem problemas. Já tinha lido alguns relatos, e acho que tem um padre brasileiro “fixo”, que sempre faz as visitas guiadas em português. Esse padre curitibano realmente é ótimo, a visita foi muito enriquecedora.

 

Vittorio Emanuelle

 

Subida de elevador: 7 euros. Você sobe uma parte de escada, de graça, e depois, se quiser ir até o topo, tem que pegar o elevador. Mas só a parte que você sobe pela escada já da uma visão muito boa, já vale a pena. Eu não peguei o elevador.

 

Foro Romano e Palatino

 

A entrada do Coliseu também vale para o Foro, é tipo venda casada.

Na boa, da uma lida, pesquisada antes de ir, porque não é nada muito intuitivo. São muitas ruinas, que não são nada interessantes se você não conhecer a historia daquilo.

Eu achei meio chato. Achei mais interessante, e mais fácil de entender, vendo por cima, lá do alto do Monte Campidoglio.

 

 

NAPOLES / POMPEIA

 

Coitada de Nápoles, leva uma fama tão bizarra que chega a dar pena. Ok, para os padrões nórdicos aquilo pode ser considerado lixoso, mas brasileiro ficar dando chilique é palhaçada. É uma cidade bem grande, que possui áreas modernas e antigas, com muita historia e cultura. Tem muitos imigrantes nas proximidades da estação, acho que o olhar preconceituoso induz a pensar que eles são inferiores e perigosos. Pode e deve haver pickpockets sim, mas sem generalizações perigosas, por favor. Devemos tomar cuidado com a bolsa até na Champs Elysees.

 

Eu fiz um bate volta de 1 dia. Peguei o trem às 6h da manhã e retornei às 19h. Foi bem produtivo, deu para ver bastante coisa.

 

Trem Napoles X Pompeia: 2,90 euros. Pode checar os horários nesse site: http://www.eavcampania.it/web/

 

Visita as escavações: 11 euros

 

Transporte ao Vesúvio: Eu vi uma placa escrito 12 euros o transporte. Mas não entendi se era ida e volta esse valor. No dia que eu fui a Pompeia estava bem nublado e chuvoso, então, exclui o Vesuvio do cronograma.

 

Comida: a essa altura você já deve estar sabendo que a pizza deles é a mais famosa do mundo. É muito boa, e as coisas, em geral, são baratas lá. Mas, sobre a pizza, a massa e o molho são perfeitos, mas como eu sou tarada por queijo, achei que ficou faltando aquele queijo que "estica", mas isso, de forma alguma, desmerece a pizza. A pizzaria mais famosa é a da Michelle (joga no Google, mas fica próximo da estação), não comi lá porque estava com a maior fila. Ah, eles já incluem na conta os 15% de taxa de serviço.

 

Compras: se der uma pesquisada, acharás coisas bem baratas. Bem perto da estação de Nápoles tem umas lojinhas muito baratas. Comprei bota cano alto, tênis e sapato scarpin por 5 euros. Assim, não dá para escolher muito não, e é o número que tiver sobrado. Não é de “primeira” qualidade, mas, mesmo assim, vale a pena. Também comprei blusas de lã e casaquinhos por 5 euros.

 

VENEZA

 

Eu estava meio de saco de cheio dos meus cronogramas de serviço militar, com tudo muito conteudista, foi muita historia e informação em Roma. Eis que me deu a louca, e eu decidi jogar tudo pro alto. Deixei o guia dentro da mala, e sai andando desembestada pela cidade. No primeiro dia, nem mapa eu levei. E foi incrível, deixei meus olhos livres para sentir e encontrar o que quisessem. Mal ou bem, eu já havia lido muito sobre Veneza, e o mapa da cidade estava internalizado. Isso somado ao meu bom senso de direção e as inúmeras placas que as vielas possuem, não permitiu que eu me "perdesse" efetivamente. Mas eu pouco parava pra pensar onde eu estava ou para onde ia. Quando o cansaço vinha, era só sentar em qualquer lugar, com um belo sorvetinho. Eu andei por praticamente toda a ilha, inclusive os lugares não indicados no guia. Nessa do meu senso de direção, eu não passei nenhuma vez por ruas repetidas.

 

PREÇOS: tirando os transportes, os preços são bem na média do resto da Italia. Tem restaurante caro e barato, é só pesquisar.

Subir na Piazza: 8 euros o elevador. Não achei ele tão "alto". Fiquei com a impressão de que nem teria uma vista assim tão ampla, então acabei não subindo.

Passeio de Gondola: Valor padrão é de 80 euros, mas para casal eles sempre acabam fazendo por 60 euros, 30 minutos de passeio. Se for um passeio noturno de Gondola, o valor de tabela é 100 euros.

 

Meio de transporte: O transporte em Veneza é caro. Cada viagem de vaporeto ( o bus aquático deles) custa 8 euros. Existe um ticket mais caro que da direito a ilimitadas viagens de vaporeto, que é indicado para quem não quer andar e nem ir a falência. Mas, sinceramente, a graça de Veneza é andar e se perder.

 

Cheiro da água: já tinha ouvido dizer que o cheiro da agua era ruim. Quem disse isso, teria uma crise respiratória se caminhasse em volta da Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio. Definitivamente, não há mal cheiro algum. Pelo contrario, achei a agua tão clara. Há 2 mil anos esgoto é lançado ali, não entendo como poder ser limpo, mas é.

 

MILÃO

 

Outra cidade que, muitas vezes, é "diminuída" em termo turísticos. Achei Milão ótimo. Muito diferente do resto da Itália. Se tivesse que escolher uma cidade para morar na Itália, seria essa. Cidade muito limpa, bonita e organizada. E possui muita história e diversos atrativos turísticos. Infra estrutura excelente: 3 aeroportos, 3 estações de trem, 4 linhas de metro, tram (tipo um bonde) pela cidade inteira. Voltamos da noitada de madrugada e todos utilizavam transporte público para ir embora.

 

Transporte: por 5 euros você compra um ticket que da direito a utilizar todos os transportes públicos por 24 horas.

 

Noite: eu achava que os italianos tiravam a noite para rezar. Tô brincando! Mas eu não tinha visto fartas aglomerações bohemias. Isso eu fui ver em Milão. Achei fantástico a galera meio que "esparramada" no chão, conversando e brincando. E na área região do "Naviglio" tem muitos bares interessante, parece que no verão aquilo fica abarrotado de gente.

Eu não usufrui disso, mas a minha amiga que mora em Milão me contou que em muitos bares rola um esquema de "aperitivos". Funciona assim: você pode um drink (custa, sei lá, uns 6 euros) e você tem direito a comer os aperitivos de graça, a vontade. Nesses aperitivos inclui-se, muitas vezes, um spaguetti, por exemplo. Ou seja, você sai de lá "jantado".

 

HOTEIS

 

Fiz a avaliação dos hotéis no TripAdvisor. Vou colocar abaixo o link para consultar.

 

Roma: http://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g187791-d259309-r197294140-Mercure_Roma_Corso_Trieste-Rome_Lazio.html

Veneza: http://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g187870-d202687-r197373328-Arlecchino_Hotel-Venice_Veneto.html

  • Gostei! 1
Link para o post

  • Respostas 30
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Pessoal, viajei no início de março para a Itália. Vou deixar aqui algumas dicas, impressões e preços atualizados que acredito poder auxiliar vocês.   Qualquer dúvida, me disponho a ajudar.

Posted Images

  • 2 semanas depois...
  • Membros

O Passeio de gôndola foi o meu fiasco da viagem. Eu não fiz, e me arrependo muito. Vou ter que voltar lá para fazer!

Para casal, o preço padrão é 80 euros, mas eles sempre acabam te oferecendo por 60 euros, o passeio de 30 minutos. Menos do que isso, não rola, até porque existe um monopólio da coisa. De noite o passeio é um pouco mais caro.

Não precisa pagar isso com antecedência não, tem gôndola em todos os cantos.

Link para o post
  • Membros

Humm entendi Carola, legal!!! Então, achei um passeio de Gôndola por 29 euros p/ pessoa nesse site http://www.tours-venice-italy.com/venice-events/venice-boat-tours

mas acho q é para o Grande Canal...e não é "privado" (dividiremos a gôndola com outras pessoas, não sei se isso tbm é um complicador)...será q o preço q vc falou de 80 euros por pessoa é gôndola "privada" nos canais mais estreitos?? Onde será q "pego" essa gôndola para os canais mais estreitos? Estou tentada a comprar esse pela net pq achei o preço bom..mas tô com medo de ser furada! rs

Muito obrigada pela atenção!!!

Jaqueline

Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...