Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Facas... Qual comprar?


Posts Recomendados


  • Respostas 4k
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Rmcolpani,   Pronto, com esta "inocente" dúvida ele tocou fogo no fruteiro!   Brincadeirinha!   Na verdade você está entre duas excelentes opções!   O Mestre VdM tem uma triflex e eu t

Rmcolpani,   Não tenho uma triflex, mas tenho uma classic que se aproxima da 2080 em termos de geometria. Como não fiz battoning ou chopping com nenhuma das duas, não posso lhe dar uma opinião sólid

caro Rmcolpani,   como o velho cabral disse, a bushcraft 2010 tem a enorme vantagem de ser inox.... e a triflex enferruja ! para o preparo de alimentos isso é um grande diferencial. a única vantagem

Posted Images

  • Membros

Voltemos as facas, ou melhor aos novos carrões do Guimarães, estranho que coincidentemente as duas top tem fio convexo, lógico que que não é coincidência!!! mas podem falar maravilhas desse fio, acontece que eu prefiro um plano de 15 a 20º, se a lâmina for espessa com desbaste de alívio. Então, fica a pergunta, Alguém do fórum prefere o fio convexo? me parece que ele tem uma maior resistência ao desgaste/dobramento, assim a faca ficaria afiada por mais tempo? não acho que vale a pena... para reafiar a campo é pior... para fatiar é pior....

 

inté...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Voltemos as facas, ou melhor aos novos carrões do Guimarães, estranho que coincidentemente as duas top tem fio convexo, lógico que que não é coincidência!!! mas podem falar maravilhas desse fio, acontece que eu prefiro um plano de 15 a 20º, se a lâmina for espessa com desbaste de alívio. Então, fica a pergunta, Alguém do fórum prefere o fio convexo? me parece que ele tem uma maior resistência ao desgaste/dobramento, assim a faca ficaria afiada por mais tempo? não acho que vale a pena... para reafiar a campo é pior... para fatiar é pior....

 

inté...

 

Acho que o pessoal valoriza muito a capacidade de clivagem de uma faca (rachar lenha, p.ex.) nos testes e para isso esse tipo de fio é o mais apropriado. Quanto a reafiar em campo, eu entendi que elas são feitas de super-ligas de aço e não seria necessário para curtos períodos (10 dias) em campo, reafia-las. Em tempo, eu prefiro flat para lâminas delgadas, tipo sabre pras grandes em geral e algo parecido com a mora pras intermediarias curtas nem delgadas nem espessas

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pessoal, obrigado pelos elogios às facas que comprei.

De fato, concordo com tudo que foi dito.

Na minha mocidade, que já vai tempo, usava uma faca tramontina e um pedaço de lima velha para afiar, até que me foi presentaeada uma Imbel do Exército. Essa faca fazia tudo, desde limpar merda de boi da bota até tratar perdiz abatida no campo.

A perdi em uma caçada, então vieram as facas de cabo oco do Rambo e a coleção foi aumentando.

Como minha mulher diz, eu sou um "acumulador", um desvio compartamental passível de tratamento psíquico heheheheheh.

Há tres anos atrás, comprei uma espingarda de ar, CBC. Comecei a brincar com ela, relembrando os meus tempos de Rossi. Um ano depois eu estava assim:

 

p2050001p.jpg

 

Depois vendi tudo, hoje só tenho uma Cometa Fênix.

 

Então sou assim, já coloquei um bocado de facas pra vender no ML, e a tendência vai ser ficar com duas ou tres no final... até que pareça outra coisa pra "acumular" ::putz::::putz::

 

MAS NÃO GASTO UM CENTAVO NEM COM TERAPIA NEM COM ANÁLISE!!!!!! ::hein:::hein:::hein:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Guimarães: você já assistiu uns vídeos no youtube dos "snipers" de pragas? Tem uns americanos que se dedicam a abater pardais, starlings e pombas de praça nos seus sítios com carabinas de ar e filmam o que a luneta vê. Outros, mais malucos, usam equipamento de visão noturna para eliminar ratazanas dos paiois. Volta e meia eu tenho vontade de adquirir uma carabina dessas para matar a saudade, ainda mais que parece que liberaram o calibre 5,5 mm.

 

Aproveitandoq ue falo de malucos e voltando ao tema das facas, ontem eu salguei uma baciada de carne para fazer charque e aproveitei para por, junto com a carne, algumas facas. Alguns minutos atras eu removi as facas da meleca e só três apresentaram manchas de ferrugem: aquela skinner 440, a Mora Sandvik e a D-2 do tahar. As demais passaram ilesas. Agora vou passar uma buchinha daquelas que não remove teflon e acredito que mesmo as corroídas vão ficar impecáveis novamente. Daqui a pouco posto as fotos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Trauco

 

Na rua aqui de casa não tem 1 pomba sequer! Hehehehe Ano passado comprei uma Hatsan HT95 5.5mm e as pombas morreram de intoxicação por chumbo pesado =)

Falta comprar uma luneta e um tripé.. Mas a luneta só depois dos 1000 tiros porque ela é muito forte vai acabar quebrando o retículo agora..

Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Agora as fotos do teste de aços imersos em sal grosso e salmora resultante da desidratação da carne e em contato com a mesma. Alguém pode perguntar a validade do teste, mas é uma situação comum quando se prepara charque a faca ficar totalmente embebida nas gamela por períodos longos e, em outra situação comum, quando eu pescava em água salgada (mar ou estuário) o fundo do leveforte ir acumulando agua salgada e cobrindo facas e ferramentas que escorregavam pra lá. Enfim, é um teste mais real para mim que cortar corda de cânhamo para testar persistência do fio. AbaIxo a foto do recipiente 24 horas depois das facas terem sido colocadas nele

 

20120318154649.JPG

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Bela coleção Guimarães ::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'>

 

Gosto muito de armas também. Ainda não comprei uma 5.5, pois aqui onde vivo custa o preço de uma boa 12GA de repetição, como uma Maverick 88 ou Hatsan.

 

Um dia me empolgo e pego uma pra poder atirar sem perturbar a vida dos vizinhos e de toda a cidade ::mmm:

 

Se o Brasil não fosse tão bunda, a gente até abriria um tópico direcionado a armas aqui. Mas além do povo assustado, temos essas ongs aproveitadoras e governantes medíocres ::grr::

 

Abraço e parabéns pela linda coleção,

Leo

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Depois de muita luta, consegui fazer o upload da foto das facas que foram testadas:

20120318185849.JPG

da esquerda para a direita

 

1- mini-hunter aço 440c;

2-canivete S&W extreme ops 440c;

3-canivete de camelô com cabo pakkawood e lâmina inox genérica que será substituido pelo S&W;

4-mini-faca 440c esmaltada;

5-skinner chinesa 440c, cabo pakkwood;

6-faca Coqueiro supostamente aço 420, cabo de madeira de lei e guarda/guarnição de alumínio;

7-faca do tahar em aço D-2 e cabo de nó de madeira;

8-faca Mora Sandvik 12c27 e cabo de polímero injetado com borracha;

 

A foto mostra o estado das facas assim que tiradas do "molho".

 

Resumidamente:

Fora a skinner, a d-2 e a sandvik, nenhuma lâmina foi atacada pelo "molho". Os cabos de madeira de lei e pakkawood do canivete se mostraram imunes ao meio mas o da skinner ficou opaco (um lado apenas).

Uma boa surpresa:o canivete S&W resistiu à corrosão em todos os seus componentes, inclusive os parafusos torx de aço oxidação preta.

 

As lâminas atacadas:

 

A Mora sofreu corrosão na região do logotipo, como a Mora fileteira já havia sofrido, e de forma permanente, irreversível, restou uma mancha escura após lava-la, esfrega-la com a bucha e seca-la.

 

A skinner apresentou pontos de corrosão ao longo do fio, paralelos às estrias da máquia que a afiou, e um ou outro ponto na face lâmina que podem ser removidos com bombril.

 

A D-2 apresentou corrosão na lâmina em pontos definidos onde ela foi usada para cortes, na face da lâmina e na região de contato do aço coma guarda/guarniçao de latão. As manchas amarelas de óxido sairam com a lavagem mas restaram manchas escuras permanentes, na guarnição, continua o tom de ferrugem na lâmina.

 

Alguns comentários:

 

Aparentemente, os três aços inox atacados são vulneráveis a um molho de cloreto de sódio por possuirem um alto teor de carbono em relação aos demais, daí eu suspeito que a skinner pode ser 440HC e não 440c;

 

Nos três casos, a corrosão ocorreu em região de stress: a estampa do logo na Mora, a região da ferramenta de afiação da skinner e o fio da D-2 onde ele foi requisitado.

 

A pakkawood chinesa não é homogênea em qualiade como a polywood brazuca

 

Conclusão

Se você for pescar na praia, deixe a 'prataria" em casa e leve a sua 420 ou empreste a do cunhado, senão, arrisque a 440.

 

 

Se o flash deixar, eu subo as fotos que ilustram o texto acima

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...