Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

ivaozim

Facas... Qual comprar?

Posts Recomendados

Ola amigos Cabraljr, Guaxinim Amigo, Guimarães e Trauco...

Muito obrigado mesmo pelos elogios! De fato esse movel caiu como uma luva. Havia muito tempo que eu queria algo parecido pra poder expor as facas. Esse movel tem uma porta de vidro, com moldura em mardeira, pra deixar ver mesmo as facas e ainda mante-las protegidas de curiosidades infantis, pois tem cadeado tb, uma tranca. Bati a foto com a porta aberta pra não dar reflexo do flash no vidro e poder mostrar melhor as facas.

Sobre postar fotos das facas, não sei como poderei fazer, pois são 50 facas. Se eu for postar uma foto de cada uma detalhadamente, vixi, vai umas boas paginas do post aqui heim...rsssssss.. Então não sei, o que preferem, tipo, ponho fotos das principais, ou tiro uma foto unica de todas juntas abertas? O que sujerem???

Aliaz, que tal a galerinha daqui que gosta de cutelaria postar uma foto de suas facas? Seria legal postarmos pra mostrar os estilos que gostamos, o que costumamos usar, etc.

Grande abraço a todos. ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que com relação ao número de páginas, o céu é o limite... :roll::mrgreen:

 

Faça como lhe convier: individuais, grupamentos de 3 a 5, por estilo, etc... se possível, poste detalhizinhos como marca, tipo de aço ( se souber ), comprimento e espessura da lâmina! :roll:

 

O Cabral está aqui igual vira-latas na frente de "televisão de cachorro" ::hahaha::::love:: ; o osso que você jogar ele apanha!!! :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leandro,

Parabéns pela coleção, quando ao armário ele me servirá de inspiração para fazer um semelhante na minha humilde oficina.

 

 

 

inté...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Cabraljr...

Farei o seguinte, como nem tudo em minha coleção é algo que valha a pena compartilhar, porque realmente eu tb compro bugigangas, claro, mostrarei algo que seja mais significativo...kkkkkkkkkkkkkkk... E outra, o que ganho não da pra encher um armarinho desses só com coisas TOP, então, claro que algo que vale a pena mostrar são basicamente metade do que tenho. Postarei fotos detalhadas dessas. Ja tenho as fotos prontas, mostram elas na bainha, fora da bainha e vista de cima. Ai acima de cada foto eu descrevo os dados que vc pediu, e se alguem quiser saber mais sobre alguma faca, basta me perguntar sobre a faca em questão e eu tento responder as duvidas. Começarei a fazer isso essa semana ja.

 

Ola Véiu do Matu...

Cara, se vc tem como fazer um movel desses ai em sua oficina, faça um mais reforçado que aguente o peso das facas somadas e ainda assim possa ser pendurado na parede. Queria pendurar o meu na parede, mas sei la, acho que o total aqui ficou com mais ou menos uns 25 kilos e o fundo desse armarinho é duratex, não suportaria ser pendurado, então apoiei ele em um criado mudo. Eu queria pendurar, mas, não deu... ::Ksimno::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leandro-Blah:

 

Tenho uma sugestão. Eu uso esta idéia para colocar livros na parede, ok?

 

Que tal uma pequena prateleira apoiada com mão francesa na parede? Você pode fazer a prateleira sob medida da cor do móvel, não é difícil. A mão francesa pode ser anodizada na cor preta, fica legal.

 

Assim você poderá apoiar o armário na prateleira. Caso necessário faça um pequeno furo no fundo do armário, mais em cima, na parte de dentro e coloque um parafuso para estabilizar o móvel. Basta furar a parede com uma furadeira e colocar uma bucha para fixar o parafuso.

 

Deste modo o armário vai ficar firme na vertical (parafusado na parede) e na horizontal (apoiado na prateleira).

 

Pense nisto. O armário na altura dos olhos, além de ficar longe do alcance dos pequenos, fica mais bonito para mostrar para as visitas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leandro-Blah:

 

Tenho uma sugestão. Eu uso esta idéia para colocar livros na parede, ok?

 

Que tal uma pequena prateleira apoiada com mão francesa na parede? Você pode fazer a prateleira sob medida da cor do móvel, não é difícil. A mão francesa pode ser anodizada na cor preta, fica legal.

 

Assim você poderá apoiar o armário na prateleira. Caso necessário faça um pequeno furo no fundo do armário, mais em cima, na parte de dentro e coloque um parafuso para estabilizar o móvel. Basta furar a parede com uma furadeira e colocar uma bucha para fixar o parafuso.

 

Deste modo o armário vai ficar firme na vertical (parafusado na parede) e na horizontal (apoiado na prateleira).

 

Pense nisto. O armário na altura dos olhos, além de ficar longe do alcance dos pequenos, fica mais bonito para mostrar para as visitas.

 

Realmente Guaxinim Amigo, uma otima ideia. Vai ficar com bem mais buracos na parede do que eu gostaria, mas vo desenvolver a ideia, é uma boa e realmente fica muito mais bonito pra expor. Vo amadurecer isso...

Muito obrigado pela dica meu amigo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leandro-blah,

Faça um calendário pirellii com as 12 mais sex

Depois, com as 12 seguintes :) Em quatro calendários você fecha o book :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A bear Grylls que eu postei na pagina anterior foi comprada na aliexpress, boa qualidade, frete free e rapidez (42 dias, sendo que 25 foram no Brasil pelo rastreamento).

 

inté...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá a todos!

 

Me ausentei do fórum por um tempo para me concentrar em alguns testes na gravura indireta em aço. Afinal, o trabalho de gravura na cutelaria é um tanto diferente da gravura em metal que realizo nas artes plásticas. Para quem não é familiarizado com este tipo de prática tentarei, com todo prazer, esclarecer as dúvidas quando postar o progresso ao aplicá-la às facas que estou fazendo.

 

Como estou longe do atelier de gravura que eu costumava frequentar, tive que preparar o material necessário, desde o verniz (onde testei até agora três fórmulas para tentar encontrar a melhor para esta situação) até o mordente para fazer a corrosão no metal, entre tudo, as ferramentas para se desenhar no verniz. Também decidi eu mesmo fazer estas simples ferramentas de madeira com pontas de metal aproveitando para testar alguns diferentes tratamentos nas madeiras visando os cabos das facas. Uma maneira simples e rápida de comparar resultados sem precisar esperar por todo o processo de fazer uma nova faca.

 

Postarei, o que for de interesse do fórum, junto, quando mostrar os tratamentos das madeiras das facas. Assim, ficará melhor organizado e poderei separar as fotos e detalhes com mais atenção. E claro, para trocaremos idéias e experiências a cada passo.

 

...

 

Pois, então, onde parei: após limar e lixar, deixando as facas o mais próximo possível do resultado final, fiz a têmpera seletiva em parafina nas duas lâminas. Estava bem apreensivo, me preparando para ouvir algum 'crack' ou tirar as facas todas tortas da parafina, contudo, para minha alegria, as duas passaram intactas! ::mmm:::mmm: Testando com a lima se haviam temperado corretamente, ainda perto da forja, por algumas dúvidas, refiz as têmperas das duas algumas vezes. Deixando claro, que até onde sei, múltiplas têmperas não acrescentam em nada a qualidade ou dureza da lâmina. A questão é fazer uma corretamente, e foi o que procurei.

 

Logo após a têmpera, fiz um duplo revenimento no forno a gás, a mais ou menos 200º, por uma hora e meia cada. Infelizmente uma das faca, a maior, deu uma leve empenada na ponta que só percebi quando estava lixando para tirar a carepa dela.

 

Como as fotos delas depois de temperadas e revenidas são muito parecidas, postarei apenas uma para ilustrar o texto.

 

20120326131146.jpg

 

 

Algumas observações que achei relevante postar sobre este momento:

 

Como são as minhas primeiras facas e há sempre muitos erros de empolgação, pressa e falta de experiência, resolvi não colocar esta duas facas nos limites dos testes de resistência. Acho justo, pois não espero que sejam além de que um começo para outras lâminas que exigirei uma ótima qualidade ou prefiro que elas se quebrem em minhas próprias mãos nos testes. E somando todo o trabalho de gravura e bolster trabalhado que colocarei nestas peças, esta decisão não me incomoda nem um pouco.

 

Apesar disto, pelo fato de uma delas ter entortado um pouco usei a morsa para tentar desempená-la. Esqueci de tirar foto dela prensada, acho que este rabisco dará uma idéia do que estou descrevendo:

 

20120326134421.jpg

 

Após o revenimento é possível tentar assim. Para minha surpresa, a cada tentativa eu aumentava a pressão até o aço ficasse bem encurvado para o outro lado, o deixei preso até de um dia para o outro, mas ele sempre voltava para a mesma maneira do ponto inicial na hora que eu o soltava da morsa. Bom, por um lado, me agradou saber que a faca ficou bem resistente (mais do que eu saberia sobre ela se não tivesse que tentar desentortá-la, certo? :D:wink::wink: ). Eu tinha feito coisas semelhantes com o aço recozido antes para endireitá-lo e era como uma manteiga. E se fizesse isto com ele somente temperado, teria o partido com certeza.

 

Como não deu nenhum resultado com a morsa, parti para a martelada a frio. É um método bem simples, mas que envolve bastante paciência e prática (por isto deixei como segunda opção): se encosta a 'barriga' de onde está empenado na lâmina em algum lugar rígido e plano, e com um martelinho (usei um com ponta redonda) vai batendo levemente, deslocando a massa mal distribuída na lâmina até que ela tome a forma desejada. É um trabalho de ritmo e cuidado, pois não se usa força para se obter resultado. O importante é perceber onde se está batendo pela vibração do metal e não pelo som. Se alguém tiver interesse sobre este assunto podemos estendê-lo mais sem problemas; para o propósito do relato, consegui deixá-la retinha! ::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'>

 

Outra cosia, aproveitando o forno para a têmpera, recozi mais duas barras só que maiores que estas primeiras. Estas, sim, colocarei para cortar tudo na porrada. :D:D

 

Alguns aprendizados foram importantes para as facas seguintes, como no caso de eu ter que lixar MUITO uma das facas, que apenas após todo o tratamento térmico percebi que eu não a tinha deixado direito para o encabamento. Não poupei esforço, a lixei bem, mas demorou, e demorou, e me detonou bem as mão. ::putz::::vapapu::::vapapu:: O lado positivo é que desenvolvi (e/ou adaptei) melhores métodos para o futuro. ::cool:::'> ::cool:::'>

 

...

 

Me desculpem se escrevi demais, e obrigado pela paciência de quem leu tudo. Tentei deixar o texto o mais curto e interessante possível, qualquer falta minha, por favor perguntem.

 

Abraços e logo postarei outros estágios que já estão prontos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...