Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Diego G Cardoso

Norte Argentino, Atacama, Salar de Uyuni, Paso Jama e San Francisco

Posts Recomendados


Eae Diego, tudo tranquilo? Já definiu a próxima trip? hehe

 

Estou quase fechando um retorno ao atacama indo pelo Paso de Jama e retornando pelo Paso San francisco, aí lembrei da tua viagem e estou relendo o relato para anotar as dicas ::otemo:: Estou pensando em ir pelo Py até Assunção e de lá ir pela Ruta 81 por Formosa até o Chile para conhecer essa estrada, dizem que é nova e está em excelente condições, mas tem menos infraestrutura de apoia que a Rua 16. Na volta fazer o mesmo trajeto seu, pelo Paso San Francisco voltando por Salta e Ruta 16 via Chaco. De Belen até Cafayate há trechos de ripio? Estavam em boas condições?

 

abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo relato, obrigado por compartilhar. Já havia lido um outro relato seu aqui no site.

 

Uma pergunta: qual lente usou na câmera reflex? As fotos ficaram muito boas, parece que com a minha não consigo fotos desse nível :D

 

Um abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eae Diego, tudo tranquilo? Já definiu a próxima trip? hehe

 

Estou quase fechando um retorno ao atacama indo pelo Paso de Jama e retornando pelo Paso San francisco, aí lembrei da tua viagem e estou relendo o relato para anotar as dicas ::otemo:: Estou pensando em ir pelo Py até Assunção e de lá ir pela Ruta 81 por Formosa até o Chile para conhecer essa estrada, dizem que é nova e está em excelente condições, mas tem menos infraestrutura de apoia que a Rua 16. Na volta fazer o mesmo trajeto seu, pelo Paso San Francisco voltando por Salta e Ruta 16 via Chaco. De Belen até Cafayate há trechos de ripio? Estavam em boas condições?

 

abs

 

Daew Hlira

 

Desculpe a demora em responder, estava de férias e viajando. Fui para Bonito MS, fiz as fronteiras com o Paraguai e conheci as ruinas de San Ignácio das Missões, logo relato.

Já tive muita vontade de passar pelo Paraguai como você esta planejando, depois me conte como é, principalmente com a Polícia Paraguaia.

Sobre o trecho de Belen até Cafayate, quando passei havia um pequeno trecho de uns 10km de rípio, mas que estavam em obras para pavimentação, então já deve ser bem menor este trecho, mesmo em ripio estavam em boas condições.

Vale muito a pena a viagem pelo Paso San Francisco e a visita a Cafayate.

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ótimo relato, obrigado por compartilhar. Já havia lido um outro relato seu aqui no site.

 

Uma pergunta: qual lente usou na câmera reflex? As fotos ficaram muito boas, parece que com a minha não consigo fotos desse nível :D

 

Um abraço

 

Daew Diógenes

 

Uso a lente que veio com a máquina, é uma Canon 18-135mm.

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Diego parabéns pelo relato! Show de bola as fotos!

 

Moro aqui na argentina

Em agosto vamos com meu carro a San Juan passar 1 mês!

Vou aproveitar pra dar uma esticada mais ao norte que ainda não conheço. Purmamarca, Salta, Jujuy e quem sabe o salar de Uyuni.

 

É um Ford Fiesta 1.6, você acha que dá pra encarar o Salar de Uyuni com ele?

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Diego parabéns pelo relato! Show de bola as fotos!

 

Moro aqui na argentina

Em agosto vamos com meu carro a San Juan passar 1 mês!

Vou aproveitar pra dar uma esticada mais ao norte que ainda não conheço. Purmamarca, Salta, Jujuy e quem sabe o salar de Uyuni.

 

É um Ford Fiesta 1.6, você acha que dá pra encarar o Salar de Uyuni com ele?

 

Abraços

 

Olá Lucas

 

Com certeza o norte Argentino tem muito lugar legal para visitar. Dê uma atenção especial para Iruya, Tilcara e Pumamarca.

 

Caso queira ir com seu Fiesta até o Salar de Uyuni aconselho ir pela Ruta 09 Argentina até La Quiaca, depois seguir até Potosi e retornar até Uyuni, mas não entre com seu carro no Salar, será fatal. Esta rota é asfaltada e em boas condições, para maiores informações sobre esta rota veja o relato do casal gaúcho no site http://viajandodecarro.com.br/.

 

Não se arrisque tentando ir com seu carro através do Chile para a Bolívia, no trajeto que fiz na minha viagem, este caminho só da para encarar se for com uma camionete.

 

Caso queira explorar mais o norte Argentino veja no mesmo site que coloquei ali que este mesmo casal andou por alguns lugares pouco turísticos mas muito interessantes, como Antofagasta de la Sierra, Antofalla e outros.

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 º Dia 17/04/2014

Copiapó - Belén – 679 km

 

Acordamos antes das 7h, tomamos café no hotel e iniciamos a viagem, rodamos uns 5 quilômetros até sair da cidade, até chegarmos ao local do último posto de combustível onde na frente deste posto há uma placa dizendo “Próximo Abastecimiento Combustibeles Fiambala 477km” , bateu um friozinho na barriga.

 

Em Copiapó estamos em torno de 300 metros de altitude, a estrada para o Paso é uma leve subida e sem muitas curvas fechadas até uns 150 km da cidade aonde se chega até 3.500 metros de altitude, depois disso há um trecho de serra, ou Cuesta, aonde se vai até uns 4.200 metros, depois a estrada volta a ser uma leve subida até chegarmos à aduana Chilena, realizados os tramites que não levaram mais que 20 minutos, seguimos viagem.

 

Até a aduana Chilena a estrada é de rípio bem consolidado, o que possibilitou andarmos a 80 km/h em quase todo o trecho, com exceção das Cuestas. As condições do rípio eram tão boas que poderíamos tranquilamente andar a 100 ou 110 km/h, mas para economizar combustível optei pelos 80. Este trecho também não possui muito pontos turísticos.

 

[attachment=15]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2159.JPG[/attachment]

 

[attachment=14]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2166.JPG[/attachment]

 

A partir da Aduana há um trecho de asfalto de uns 25 km e depois estão em obra de asfaltamento até a fronteira com a Argentina, mas as condições ainda permanecem boas.

 

Somente após a aduana Chilena que este Paso possui pontos turísticos, vulcões, montanhas nevadas e até uma pequena cachoeira, mas somente bem próximo da fronteira que chegamos à paisagem mais espetacular deste Paso, a Laguna Verde com as montanhas nevadas ao fundo e também o vulcão Ojos Del Salado que é o mais alto vulcão do mundo com 6.893m.s.n.m. e a segunda maior montanha da América do Sul, abaixo somente do Aconcágua.

 

[attachment=13]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2182.JPG[/attachment]

 

[attachment=12]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2192.JPG[/attachment]

 

[attachment=11]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2201.JPG[/attachment]

 

Logo após a Laguna Verde chegamos à fronteira entre Chile e Argentina, a 4.726 m.s.n.m, exatamente neste ponto inicia o asfalto e também tem o Refugio número 6 do lado Argentino, de Fiambala até a fronteira o lado Argentino possui seis refúgios para emergências, onde possui uma pequena estrutura para se alojar e se comunicar com a Aduana Argentina.

 

Notamos que os frequentadores destes refúgios deixam no local tudo que julgam não mais necessários a eles e que possam ajudar os futuros refugiados, até sacolas de frutas havia no local, que devido à baixa temperatura não estavam estragadas, ficamos imaginando em que situações extremas os frequentadores destes locais ficam expostos.

 

[attachment=10]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2212.JPG[/attachment]

 

[attachment=9]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2214.JPG[/attachment]

 

[attachment=8]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2218.JPG[/attachment]

 

[attachment=7]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2219.JPG[/attachment]

 

[attachment=6]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2217.JPG[/attachment]

 

É incrível como é só cruzar a fronteira para a paisagem mudar completamente, o deserto sem vegetação alguma do lado Chileno dá espaço a uma vegetação rasteira amarelada que junto com as montanhas nevadas e um Salar formam uma bela paisagem, do lado Argentino também avistamos o Nevado San Francisco (6.016m.s.n.m.) e o Vulcão Incahuasi (6.638m.s.n.m.).

 

[attachment=5]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2226.JPG[/attachment]

 

[attachment=4]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2230.JPG[/attachment]

 

[attachment=3]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2232.JPG[/attachment]

 

Alguns quilômetros após a fronteira chegamos à aduana Argentina, como sempre nenhum problema e em menos de 30 minutos estávamos liberados, ainda demoramos, pois ficamos conversando com um dos oficiais que ao saber que éramos de Itajaí ficou contando que sempre passa as férias em Florianópolis e que não gosta de ficar em Balneário Camboriú pois tem muito Argentino no verão.

 

O trecho até Fiambala é longo e sempre em descida, atravessamos um trecho entre montanhas de diversas formas, já dando uma noção das paisagens que iriamos conhecer nos próximos dias.

 

[attachment=2]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2255.JPG[/attachment]

 

[attachment=1]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2271.JPG[/attachment]

 

Sobre a travessia do Paso San Francisco, realmente são 477 km sem postos de combustível, nosso carro se comportou muito bem, muito econômico, chegamos a Fiambala com meio tanque de combustível e o odometrô marcando 381 km de autonomia.

 

Esta é uma questão muito relativa, depende muito do veículo utilizado e da maneira como é conduzido, se fosse uma veiculo que fizesse uns 7 ou 8 km/l acredito que a recomendação de levar combustível extra seria válida, mas para carros econômicos acredito que não se aplicam.

 

Algo que deve ser levado em consideração nesta avaliação é que de Copiapó até a fronteira são 288 km em subidas, de 300 até quase 4.800 metros de altitude, sendo que mais de 150 km pode ser rodado a uma média de 80 km/h o que torna o trecho bem econômico, depois da fronteira até Fiambala é um trecho somente em descida e asfaltado o que também eleva muito a média de qualquer veículo. Aqui vale aquela teoria de que tudo que sobe tem que descer.

 

[attachment=0]Férias 2014 - Norte Argentina, Atacama e Salar de Uyuni 2277.JPG[/attachment]

 

Chegamos a Fiambala e não gostamos da cidade, seguimos até Tinogasta e lá fomos até um posto YPF, fizemos um lanche, abastecemos o carro, retiramos Pesos Argentinos num banco e fomos até o ponto de informações turísticas que fica na praça central, a moça que nos atendeu nos falou sobre a distância até as próximas cidades e nos recomendou dormir em Belén, ela mesmo ligou para um hotel na cidade e reservou um quarto, assim fomos novamente para a estrada e com a tranquilidade de ter o hotel reservado na próxima cidade. Chegamos ao hotel já era noite, tomamos uma Quilmes e fomos dormir, após um dia longo e cansativo, mas que valeu muito pena.

 

Todas os Pasos que cruzam a Cordilheira dos Andes tem suas peculiaridades, todos com histórias boas e ruins, mas muitas histórias, desde a época dos povos pré-hispânicos. É sempre um desafio cruza-los, seja da forma que for. Assim cruzamos nosso quarto Paso dos Andes, e recomendamos muito esta aventura.

Amigo curti cada detalhe do que escrevestes, esse paso eu não conhecia, as fotos são maravilhosas, sua narrativa faz o leitor se sentir parte na viagem!!! as vezes, lendo me vem uma pergunta que quero lhe fazer, mas logo na narrativa seguinte vc está esclarecendo aquele ponto. ::ahhhh:::mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...