Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

JULHO/2014 - Mochilão sozinho durante 30 dias por Bolívia, Peru e Chile


Posts Recomendados


  • Respostas 47
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Imagina, Feer. Não tem problema, é um prazer, de verdade!

 

Fala Matozo, que bom que o relato está ajudando.

Sobre o furto do celular, foi o seguinte: eu tinha acabado de chegar em Cochabamba e depois de uma boa ducha saí para conhecer um pouco da cidade. Ao sair, não questionei ao recepcionista se havia algum lugar da cidade no qual deveria ter mais cuidado, o que para mim foi um erro e que não cometi novamente no resto da viagem! Estava em uma energia muito boa e um pouco desatento. Então, mais ou menos três pessoas participaram do furto, sendo que duas me distraíram e o terceiro pegou o celular do meu bolso sem que eu percebesse. A calçada estava cheia de comerciantes no chão dos dois lados e muitas pessoas passavam pelo pequeno espaço que sobrou. Eu imaginei que era apenas um momento para esperar e dar passagem aos demais, quando na verdade era exatamente isso que eles queriam que eu pensasse que estava acontecendo para pegar o celular do meu bolso da frente da calça jeans. Na delegacia conheci uma mulher que teve sua bolsa furtada em uma espécia de lanchonete, quando se distraiu. E em Cusco também conheci uma outra mulher com caso parecido.

 

Cara, sobre preparo físico, eu posso te dizer que já fui atleta, mas que hoje por estudar e trabalhar com Esporte somente pratico alguns exercícios com uma certa frequência. Te falo que foi cansativo, mas fazendo com calma e no seu ritmo imagino que fica bem tranquilo, ainda mais pela energia de estar indo conhecer MP, né?! Haha!

 

Em respeito do caminho inverso, eu cogitei e até questionei um cara aqui no fórum sobre os possíveis prós e contras, mas sinceramente não sei te dizer o porque escolhi realizar dessa maneira. Eu acho que um pouco de intuição, sabe?! De verdade, não consigo encontrar um porque se não a simples escolha. Mas te digo que, pelo que percebi, o Salar do Uyuni seria mais ou menos 50 dólares mais barato (bem considerável) e o resto não havia tantas diferenças de preços, talvez seja uma das coisas que poderia ter feito diferente.

E em relação a ficar mais tempo, eu realmente gostaria de ficar um ano nessa viagem, pra me aprofundar ainda mais em tudo. Mas sendo mais objetivo, imagino que La Paz seja um dos lugares que poucos dias a mais seria interessante, a Isla del Sol não tem muito mais para visitar mas a paz e tranquilidade do lugar me encantou, eu poderia ter explorado mais as redondezas de Cusco e San Pedro de Atacama se tivesse mais dinheiro também seria legal ter ficado mais alguns momentos.

 

Respondendo as últimas perguntas: Maria, como disse o Matozo, essa é uma câmera da marca e edição 'GOPRO 3+ silver'. Considero um dos melhores investimentos, tanto para viagens como para outros momentos. Ela perde em profundidade (zoom e etc) porém ganha em amplitude e isso faz com que algumas fotos fiquem sensacionais. Eu comprei em São Paulo, uma semana antes de embarcar, lá na Santa Ifigênia. Paguei R$ 970 com um cartão de memória de 64GB, que voltou completamente cheio (sendo que gravei dois CD's durante a viagem com 4GB cada um).

Ao todo foram 1700 fotos e 330 vídeos, ou seja, se quiserem ver algo específico, seja vídeo ou foto, me avisem que eu vejo se posso ajudar.

 

 

Minha viagem só aconteceu, porque sanei TODAS as dúvidas que eu tinha aqui nesse fórum, sendo assim, por favor, continuem a perguntar e será um prazer ajuda-los.

 

Grande abraço :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi Rui, obrigada por compartilhar sua experiência, seu relato é simples e objetivo. Pretendo passar 20 dias em julho do próximo ano, e no sentido inverso ao que você fez.

Pergunta: qual foi a intenção de parar em Cochabamba? indica o local?

Nas caminhadas longas em MP e Isla, leva-se a mochila?

Fiquei com a impressão de que você é vegetariano, e como eu sou vegana, tenho receio de passar a viagem a pão e água; você teve alguma dificuldade? alguma dica?

Por fim... foi a viagem dos SELFIE's, hein? rs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá, Silvia! Espero que eu possa te ajudar!

Como você pode perceber, eu não gosto muito de passar as minhas impressões sobre os lugares, exatamente para tentar não influenciar suas decisões, uma vez que posso falar de algo que aconteceu comigo e com você, acontecer o oposto. Mas vou tentar responder sua pergunta sobre Cochabamba com um meio termo. Eu decidi ir pra lá porque era caminho de La Paz e seria bom usar a cidade para um dia de descanso já que estaria viajando por muito tempo. De fato para isso funcionou, porém, para mim, somente para isso. Tudo que eu vi lá, não foi exclusivo e consegui conhecer a cultura e costumes do país em outras cidades e de uma maneira até mais atrativa.

 

Sobre MP e Isla, cabe à você essa decisão. Em ambas caminhadas, é possível deixar a mochila principal no hostal de Cusco, quando falamos de MP e de Copacabana quando falamos de Isla, e levar simplesmente a mochila de ataque. Mas você pode ver pelas fotos que a minha decisão não foi essa. Imagino que na balança estão: segurança, comodidade, conforto, ter todos os pertences, entre outros. E então, cada um pesa esses aspectos como achar mais conveniente.

 

Sobre a comida, posso te dizer que não foram mil maravilhas, mas também não foi de todo mau. Quando temos alguma restrição alimentar e queremos economizar pode ser complicado. Eu, particularmente, não tenho muito tempo ruim, e na maioria das vezes comi arroz, salada e batata (algumas vezes com ovo, o que pra você não serve) e me sentia satisfeito. Mas é possível encontrar bastante legumes e também grãos. Se tiver tempo e vontade para cozinhar, perfeito. Se não tiver, terá que procurar e alguns momentos gastar um pouquinho a mais. Não creio que você terá muitas dificuldades, talvez no início, portanto aos poucos vai entendendo o comércio, vai conhecendo lugares para comprar suas comidas e etc. Existem mercadões em todas as cidades que vendem de tudo.

 

E por fim, foi sim, haha! Muitos selfies, haha! :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Muito bom o seu relato Ruy!

 

La pergunta: na volta de Machu Picchu, você saiu que horas de lá? Para deixar a mochila no hostel em AC, tem que pagar mais uma hospedagem ou dá pra pagar só uma taxa pra guardar a mochila? E na volta, quando chega na hidroelétrica, é fácil conseguir transporte de volta pra Cusco? Você disse que arrumou uma van, queria saber se é fácil assim ou se foi sorte mesmo.

 

Grato desde já!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Fala Alexandre! Fico feliz que esteja te ajudando.

 

Seguinte: não é necessário pagar nada, nem uma hospedagem a mais e nem taxa para deixar as malas. Em todos as hospedagens da viagem, ofereciam esse serviço sem necessidade de pagar taxas. Eu desci de MP às 13h, fui até o hostal, peguei minha mochila, almocei e voltei para a Hidrelétrica. Eu imagino que eu tenha dado uma pequena sorte de encontrar uma van precisando de UMA pessoa para ir sentado na frente ao lado do motorista com todo conforto e pagando o mesmo preço do trajeto que fiz na ida. Portanto, sei que é comum realizar o trajeto de volta por uma van de algum tour, já que elas nunca estão completamente cheias e os motoristas aproveitam pra tirar uma grana a mais. Ou seja, não sei se terá toda essa sorte, mas conseguir um trajeto direto você consegue sim!

 

Se tiver mais dúvidas, pode falar. Valeu, abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...