Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Construindo uma Espiriteira (Fogareiro a Álcool)


Posts Recomendados

  • Membros
Calavera, pensei justamente em fazer um fogareiro de lata (tipo de Farinha Láctea da Nestlé), usando aquela mistura de parafina e algodão by Mestre do Mato. Tem uma panela aqui em casa q já tá muito batida, vai receber esta nobre função, de servir de misturadô de parafina com algodão.

 

O princípio daquele combustível do Mestre do Mato é exatamente o mesmo dos "fogareiros" com latinha de atum que eu expliquei acima.

Lata de Farinha Láctea é muito grande. Tenha em mente que a maioria dos fogareiros que vemos por aí são bem menores, para não perder calor. O que vc pode fazer, é queimar o combustível sólido em um fogareiro menor (o mestre do mato usa uma lata de atum) e usar uma lata de achocolatado (Ou mesmo a de Farinha Láctea) furada como suporte para a panela/quebra vento (O fogareiro vai dentro).

 

É que a idéia era pegar uma lata maior pra queimar mais combustível (consequentemente, gerando mais calor) mas agora fiquei pensando no lance de usar lata grande só como suporte de panela msm. Quase comprei uma espiriteira clássica a álcool líquido, mas correr o risco de ver álcool incandescente pra todo lado por causa de um esbarrão na espiriteira realmente não seria uma boa...

 

Luciano, quanto ao esbarrão, algumas pessoas põe lã de vidro ou areia na espiriteira. O material absorve o álcool e libera aos poucos durante a queima (é o papel da farinha no CHUD).

 

Sobre queimar muito combustível sólido na lata, vai ver que é desperdício. A não ser que você vá cozinhar para um batalhão. Repare que na "espiriteira" à parafina que eu expliquei como fazer, o conteúdo de uma latinha de atum é suficiente para cozinhar uns dois ou três copos de arroz.

Se você queima pouco combustível em um recipiente grande, o calor se dissipa facilmente e você desperdiça combustível novamente.

Fogareiros com latas grandes são os que queimam madeira, que gera pouca caloria. O que não é o caso da parafina. No caso do álcool, então, faz-se um miojo com poucos ml.

::hãã2::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 844
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

oi Raquel blz. tambem comprei uma espiriteira ROA muito boa e o alcool de carro tem o poder calorifico muito bom.custou 9,90 é encontrada nas lojas que vendem artigos para pesca..ok abraços

Posted Images

  • Membros

Entendi Calavera! ::cool:::'>

Eu comprei um fog pra cartucho rosqueável, mas estou pensando em fazer uma engenhoca pra perrengues. Agora, com estes toque, tô pensando em fazer um fog de lata de molho de tomate, pra usar a lata maior como suporte pra panela. Claro, todos com os devidos furos pra oxigenar a chama. Sobre misturar areia no álcool eu ainda nao conhecia! Mas já tem uma panela véia reservada pra fazer o mix de parafina com algodão.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Galera, boa noite !!!

Sou novo aqui (me registrei ontem!) mas já faz tempo que leio os tópicos do site... Aliás, PARABÉNS a todos que escrevem !!! O site é muito bom !

Como normalmente acampo com a patroa, ainda não peguei trips muito "roots"... vamos mais em camping mesmo. Mas pretendo melhorar - ou piorar - as trips...hehehe

 

Quanto as espiriteiras, já fiz e testei várias, feitas de latas e modelos diferentes (a maioria, vista no site http://zenstoves.net)

De longe, o melhor modelo é a Cyclone (a álcool - eu uso o de posto mesmo. é mais forte e mais barato). É muuuito forte (a chama sobe cerca de 20 cm acima da lata sem a panela em cima) - e o fogo sai em forma de ciclone, como o nome diz...

Pra terem uma idéia, ela tem que ser feita com lata de aço (de milho, ervilha...) porque se for de alúmínio o calor entorta as pontas.

 

o fogo pega todo o fundo da panela, e ferve a água bem rápido. E é econômica.

Já fiz arroz com calabresa nela, fica show ! Dá pra cozinhar bem !

 

Fiz o teste com 1 litro d'água na panela e 150ml de álcool na espiriteira

A água demorou mais ou menos 3 minutos para ferver, e ficou fervendo por mais uns 40 min até acabar o álcool.

 

Nas próximas msgs vou por fotos !

 

Dêem uma olhada no modelo, e como faz.

http://zenstoves.net/Cyclone.htm/Cyclone.htm

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Realmente a Ciclone parece ser muito eficiente, mas eu nunca me meti a fazer pelas dificuldades na construção.

 

Olhem, hoje fiz um experimento com areia dessas que se põem para gato fazer xixi. Elas são bastante absorventes e acredito que seja uma forma interessante de evitar que o álcool derrame, causando um acidente.

Pra os que não leram toda a discussão, outros materiais podem ser usados, como lã de vidro e perlite. Como tinha a areia aqui em casa resolvi testar com ela, para ver se não soltava mal-cheiro ou algo do tipo.

Os testes foram bastantes favoráveis. Deixei ela acesa até acabar o álcool para queimar um pouco e ver se tinha algum problema. Mas, por enquanto, nem um.

 

Aproveitei e fiz um pára-vento que retém bastante o calor, inspirado em um que vi aqui no fórum. O conjunto ferveu a água da canaca (500ml) em 5min com "uma tampinha" de álcool hidratado 92,8%.

Está a maior gambiarra porque foi só para testar o modelo. Seguem as fotos:

 

 

20110619143807.jpg

 

 

20110619143913.jpg

 

Por sinal, estou pensando em deixar de lado as espiriteiras com pressão. Elas permitem cozinhar mais rápido, mas gastam bem mais álcool e são um tanto instáveis. As outras são bem mais fáceis de usar e de construir. No final, acho que são mais vantajosas...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Olá galera.

Sou novo no Mochileiros.com, mas pratico montanhismo há mais de 20 anos, hoje em dia encarando travessias como a do PARNASO e só enfrentando altos riscos para prestar socorro. Depois de passar raiva com equipamento a gás, tornei a espiriteira a álcool, que era reserva, em titular para todas as viagens. Estive no início deste mês no Morro da Igreja, em Urubici-SC, local onde foram registrados os recordes de temperaturas negativas no Brasil, estava atrás de neve que não encontrei, mas encarei todas as madrugadas a baixo de zero, com geadas de congelar o sobre teto, com ventos que variam o tempo todo de moderados a fortes e que geram uma sensação térmica muito abaixo do indicado no termômetro. Neste ambiente extremo, experimentei algo que para minha surpresa deu certo, os tabletes de álcool sólido, utilizados como acendedores de churrasqueira, em uma dessas espiriteiras feitas de latão, comprada por R$10,00, encontrada em loja de ferragens. Botei o tal tablete, fiz uma bela macarronada no azeite com salame fatiado, mesmo a noite e num frio de rachar. Não sei se irá variar de um fabricante para outro, mas as pastilhas ficaram acesas por volta de 30 minutos. Fiz a experiência devido à praticidade, à segurança, a redução considerável de peso e também de volume, pois o recipiente (de plástico c/ tampa de rosca) da marca que comprei continha 04 tabletes, com peso líquido total de 60g. e era do tamanho desses potes pequenos de papinha p/ bebês. Busco constantemente reduzir custo, peso e volume do equipamento, as espiriteiras simples com os tabletes de álcool sólido são uma experiência que darei continuidade.

Abraço a todos.

Omar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Interessante seu relato, Boechat.

Todos os relatos anteiores que eu tinha lido, falavam num desempenho do álcool em barra inferior ao líquido. E parece que não foi assim desta vez. Este álcool em barra derrete? É que estou pensando em fazer uma espiriteira de reserva pros perrengues, mas tenho medo que combustíveis como parafina e álcool sólido derretido venham a tornar a brincadeira perigosa.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá Luciano.

A pastilha se incendeia, não se liqüefaz, se abafada apaga e permanece sólida, não havendo risco de escorrer. Não fiz testes comparativos entre o álcool sólido e o líquido, talvez os faça, mas continuo interessado no primeiro, me parece muito mais seguro. Pretendo com o tempo testar pastilhas de vários fabricantes para ver se elas tem comportamento parecido. É claro que todo cuidado com fogo é pouco, como também é importante testar tudo que será levado para sua aventura antes. Observações são bem vindas. Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros
...tabletes de álcool sólido, utilizados como acendedores de churrasqueira... o recipiente (de plástico c/ tampa de rosca) da marca que comprei continha 04 tabletes, com peso líquido total de 60g. e era do tamanho desses potes pequenos de papinha p/ bebês.

Pela descrição foi Fiat Lux. Caro ein?! :?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Foi o Fiat Lux, mais estou estranhando os resultados nos teste, tempos de queima inconstantes e inferiores a 15 min. Acho que quando acampei usei dois tabletes sem querer, pois só agora percebo que essas coisas grudam umas nas outras e que com isso tive maior intensidade e duração de queima. Continuarei com testes, pois os tabletes são até agora a forma mais segura e compacta de combustível que encontrei. Realmente é mais caro, mas a questão da segurança está na frente do resto para mim, pois vou para lugares distantes de tudo, que envolvem mais de 24hs de deslocamento até algum socorro e inclusive as vezes vou sozinho. Já lidei com vítima de queimadura e não quero me tornar uma também. Grande abraço. Omar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Silnei unpinned this tópico

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...