Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

lais.ferreira.92167789

É arriscado uma mulher viajar sozinha pela Itália?

Posts Recomendados

Boa tarde,

 

Gostaria de fazer uma viagem pela Europa, iniciando pela Itália. Não tenho nada decidido. Não sei quanto tempo vou ficar e nem quais países vou visitar. A única coisa que sei é que quero conhecer coisas novas e viver experiências novas. O único problema é que, por ser mulher, fico insegura no quesito segurança, e gostaria, portanto, de saber se alguém, também do sexo feminino, já fez alguma viagem sozinha pela Itália e teria conselhos para me dar.

 

Muito obrigada, :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já viajei sozinha para alguns países europeus, inclusive a Itália, e nunca tive nenhum problema.

 

Por sinal, minha primeira viagem à Europa foi justamente sozinha e para a Itália. Nessa primeira viagem estive em Roma e Florença. Em Roma, inclusive, eu fiquei hospedada na região da Estação Termini (que alguns acham uma região meio mal encarada, o que eu não concordo) e não cheguei a experimentar nenhum problema relacionado à segurança. E teve inclusive um dia que eu voltei para o hotel quando já tinha passado das 23 horas, e eu estava "tontinha" por ter bebido uma jarrinha de 500 ml de vinho tinto, e ainda passei por dentro da estação para verificar os horários dos trens para Florença, e não me aconteceu nada!

 

Também já estive sozinha em Lisboa, Paris, Londres, Munique, e Viena e da mesma forma a segurança nunca chegou a me preocupar. Em Londres, por exemplo, da vez que eu fui sozinha, eu tive de sair do hotel às 6h da manhã para pegar o metrô até o aeroporto pegar um voo bem cedo, e eu fui sozinha do hotel até a estação de metrô quando ainda estava escuro.

 

Você basicamente tem de ter dois cuidados:

 

1) Cuidar dos seus pertences como cuida em qualquer lugar no Brasil. Cuidar especialmente para não ter seus pertences como carteiras, etc,furtados (e não assaltada, como no Brasil) e para não cair nos "golpes" fáceis contra os turistas, como o golpe da cigana com o anel, a lista para assinar abaixo assinado em favor de alguma causa esquisita, o golpe do "diretor de moda" de alguma grife famosa que te quer dar de "presente" uma "sobra" da semana da moda de Milão ou Paris em troca de dinheiro para abastecer o carro (esse é o golpe mais bizarro de todos, e não sei como tanta gente cai nessa lorota!!). Na Europa, a maior parte desses casos ocorre sem violência, são mais casos de aproveitadores da ingenuidade ou da distração alheia.

 

2) E especialmente na Itália (e na França também), você estando sozinha, e se for percebida como brasileira, tem de cuidar porque o "macharedo" vai "cair em cima" sem dó nem piedade!... Já fui abordada dessa forma pelos "gladiadores romanos" que ficam na frente do Coliseu, por um guardinha que fazia a segurança na "Conciérge" em Paris , etc, etc, e até por um funcionário da SNCF, a companhia de trem francesa. Em Paris também fui parada numa ponte sobre o Sena que fica em frente ao Louvre, por um cara que insistia em me convidar para sair com ele em algum café. Esse foi o mais insistente e foi complicado eu conseguir sair da vista dele! Na Alemanha, a coisa é bem menos evidente e o máximo que me ocorreu foram dois caras que quiseram sair em uma foto minha e comigo, num dia de Carnaval (LOL) na Marienplatz.

 

Esses alemães me pareceram os mais ingênuos, os que estavam mesmo com apenas a intenção de uma simples conversa ou interação. Os franceses e os italianos, ao contrário, me passaram a impressão de que além do galanteio, tinham interesse também em uma forma de ganhar dinheiro de uma turista brasileira em troca de "diversão", hehe, se você entende o que eu quero dizer...Em qualquer caso, se achar a companhia indesejável e não quiser embarcar numa "aventura" incerta e não sabida, o que eu sugiro é fazer como eu faço, e nunca dizer que você está sozinha. Invente qualquer desculpa, dizendo que esta indo ao encontro de um parente em alguma loja ou museu, que tua mãe, teu pai ou teu irmão, teu marido (mesmo que você não tenha nenhum marido), enfim, estão te esperando no hotel (e nunca diga qual é), etc. Se for necessário para se "livrar" do assédio, diga que seu hotel fica na região X, quando você está no hotel na região y, no extremo oposto, hehe. Nem sempre vai funcionar! Em Paris, eu acabei esbarrando com o tal cara da ponte sobre o Sena um dia depois, dentro do Museu D'Orsay!! O maluco me reconheceu, quis vir atrás de mim, mas eu cortei na hora e me fui para o outro lado das exposições.

 

 

 

 

Espero ter ajudado!

 

Abs,

 

Cris

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Boa tarde,

 

Gostaria de fazer uma viagem pela Europa, iniciando pela Itália. Não tenho nada decidido. Não sei quanto tempo vou ficar e nem quais países vou visitar. A única coisa que sei é que quero conhecer coisas novas e viver experiências novas. O único problema é que, por ser mulher, fico insegura no quesito segurança, e gostaria, portanto, de saber se alguém, também do sexo feminino, já fez alguma viagem sozinha pela Itália e teria conselhos para me dar.

 

Muito obrigada, :D

 

Lais, fiz uma viagem recentemente sozinha pela Italia durante quase 30 dias (de Sul a Norte). E te digo que viajar sozinha foi uma das experiências mais incríveis da vida... Todo cuidado é pouco, em qualquer lugar do mundo. Mas pode ficar tranquila e partir pra aventura ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

2 horas atrás, Nilce Gomes Cardoso disse:

quero viajar sozinha para Itália roma,florença e Veneza não falo nem um idioma  quero umas dicas como comprar passe de trem ,como relacionar com os  italianos etc 

 

Passagens de trem entre Roma, Florença e Veneza você compra antecipado pela internet no www.trenitalia.com.

No dia da viagem, é só chegar na estação de trem com uns 30 minutos de antecedência levando o comprovante da passagem impresso, achar o seu vagão e assento, sentar e esperar chegar no destino.

 

Quanto a se relacionar com os italianos sem falar nenhum outro idioma alem do português, vai ser um pouco complicado, você vai passar por alguns perrengues, mas também não é nada impossível que você não consiga resolver com um pouco de paciência da sua parte, mínima, celular com google maps e tradutor.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...