Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Fim de semana na Praia do Forte e Imbassaí - BA


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Promoção pra Salvador. Ok, muito obrigado, recuso não. Estivemos em Salvador dois anos atrás, a ideia agora era explorar outras áreas. Escolhemos passar o fim de semana na Praia do Forte e Imbassaí

 

Chegamos em Salvador de noite, no horário previsto. Chovia. Pegamos o carro e disparamos para a Praia do Forte. O trajeto é fácil. Choveu forte em algumas partes.

 

Chegando na Praia do Forte, o GPS falhou, mas encontramos a albergue facilmente. Lugar bem legal. Fazia algum tempo que não ficávamos em albergue e gostamos bastante. Saímos logo para dar uma volta pelo centrinho, que tem acesso logo ao lado. Jantamos, já bem tarde, uma pizza na Cia do Forte. Massa fina e cara, mas gostosa.

 

Acordamos no sábado sem despertador no sábado. Café da manhã do albergue era surpreendentemente bom! Disparamos para Imbassaí, que era nosso foco principal da viagem. Acabamos não indo para a parte final, entramos uma rua antes. Perguntamos, paramos o carro e então cruzamos o rio por pontezinha. Era o acesso de um bar, na verdade. Chegamos na praia. Ventava forte, havia algum sol. Belo lugar. Mar batendo forte também. Caminhamos pela praia em direção ao sul até a foz do rio. Bem legal. Sol foi abrindo, mas com muitas nuvens e muito vento.

 

large_20140906-008.jpg

 

A foz do rio é linda, lugar bom mesmo de passar o dia. Rio, mar, ondas, águas calmas. E tem infra.

 

large_20140906-012.jpglarge_20140906-019.jpglarge_20140906-020.jpg

 

Curtimos um pouco e caminhamos de volta. Pegamos o carro e partimos para conhecer o Vilarejo do Diogo. Entramos no lugar e ficamos procurando praia. Não tem. Vilarejo é só o vilarejo mesmo. Na verdade foi falta de pesquisa prévia da minha parte.

 

Seguimos para a Praia de Santo Antônio. No caminho, demos carona para uma mãe com filho, da beira da estrada até lá. Chegamos na praia. Bem legal também. Pouca infra, apenas alguns bares nos arredores. O sol já estava mais forte, mas ainda assim com vento e o mar batendo tal qual Imbassaí. Decidimos ir andando para o sul, em direção ao que supúnhamos ser o Diogo. Andamos cerca de 1 hora, até o Palladium, um resort local. Quando vimos de bem longe, parecia uma área de barracas de praia. Chegando mais perto que vimos que poderia ser hotel. Achávamos que rolaria alguma barraca de praia também, sei lá. Não rola, é só para hóspedes. Foi maneiro andar tanto tempo sem ver qualquer infra nas praias. Retornamos pela praia sob sol de meio-dia e, descuidadamente, sem ter passado protetor solar. O vento amenizava muito as coisas, entretanto.

 

large_20140906-024.jpg

As dunas. Atrás vem a praia.

 

large_20140906-027.jpglarge_20140906-035.jpg

Ida e volta. E mais ninguém!

 

Curtimos um pouco a praia de Santo Antônio num quiosque local. Bem pouca gente.

 

Já no começo da tarde retornamos para a Praia do Forte. Largamos o carro no albergue mesmo e fomos passear. O lugar é mesmo muito legal para bater pé, circular. Passeamos bastante, comemos acarajé e tapioca, vimos uma galera fazendo um som muito legal na praça. Tudo isso em meio a paradas para algumas cervas e curtição do momento.

 

large_20140906-045.jpg

A famosa pracinha

 

large_20140906-064.jpg

Casório no fim da tarde

 

Domingo amanheceu com chuva. Bem mais que previsto. Quando ela finalmente parou, saímos para passear pela área. Tava bem nublado.

 

large_20140907-002.jpg

A praia na maré baixa

 

Primeira parada foi no Projeto Tamar. Já conhecíamos o de Floripa. Esse também é muito bacana, curtimos um bom tempo por lá. Em seguida, fomos andar um pouco pela praia, enquanto a maré estava baixa. Sol foi abrindo aos poucos. Retornamos ao centrinho e paramos para comer uns acarajés já perto da praia. Ainda caminhamos um pouco pela cidade, um tanto fora do centrinho, e pelo lago local.

 

large_20140907-015.jpglarge_20140907-022.jpg

Tartarugões e tartaruguinhas

 

large_20140907-025.jpg

Ainda maré bem baixa

 

large_20140907-035.jpg

Lagoa Timeantube

 

No começo da tarde seguimos viagem. Primeira parada foi em Itacimirim. Queria só pra ver a Praia da Espera, onde o Amyr Klink chegou depois da sensacional aventura de cruzar o Atlântico num barco a remo. Li esse livro há muito tempo (100 dias entre céu e mar) e até hoje é meu preferido dele.

 

large_20140907-039.jpg

Praia da Espera

 

De lá seguimos caminho de volta e fizemos nossa última parada do dia, em Barra do Jacuípe. Da outra vez em que estivemos em Salvador, esse lugar estava na nossa lista, mas deixamos para outra ocasião por premência de tempo. Eis que ela chegou. Curtimos o fim de tarde por lá. Lindo lugar, encontro do rio Jacuípe com mar. Parece que tudo fecha às 16hs, e toda a galera se manda do lugar. O que é até bom, por outro lado. Você curte todo aquele espetáculo com quase ninguém ao redor. Mas acabamos indo embora pouco depois disso também.

 

large_20140907-053.jpglarge_20140907-058.jpglarge_PANO_20140907_160803.jpg

Barra do Jacuípe

 

Nosso voo era somente no dia seguinte cedo de madrugada, então fomos para o Ibis do aeroporto relaxar e dormir cedo.

 

Fim de festa, assim foi mais um fim de semana explorando algum canto do Brasil.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 11 meses depois...
  • 2 semanas depois...
  • Membros de Honra

Oi, Moacir. Dez dias em Imbassaí, para mim, seria muito. Mas cada um tem seu ritmo e interesses. A praia oceânica de Imbassaí me parece meio forte para nadar, mas tem o rio logo atrás, que me pareceu ótimo. Com de dias vc pode explorar os arredores (Praia do Forte, Itacimirim, Santo Antonio, Conde, etc.).

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros de Honra

Voltamos a Imbassaí no feriado de 12/out. Na verdade, fizemos base lá. A ideia era conhecer algumas praias, sobretudo Siribinha. Tinha feito algumas pesquisas sobre o litoral norte baiano e achei que valia esticar até lá para explorar algumas praias. Mais acima tem Mangue Seco, que optei por deixar para alguma viagem a Aracaju (fica mais perto de lá). A previsão do tempo não era muito boa para esse dia, mas o céu amanheceu com sol entre nuvens. Tinha chovido forte de madrugada anterior.

 

São pouco mais de 100 km desde Imbassaí. até Conde. Sinalização muito boa na estrada com referência às praias. Entramos e seguimos para a praia de Sítio do Conde. A praia é a principal da cidade e não cativou, mas isso já era esperado. Nosso foco era Siribinha. Voltamos e seguimos para lá. Passa por Poças no caminho, um vilarejo com praia, mas que também não cativou. Chegando em Siribinha (final da estrada de terra), vários barqueiros vieram nos abordar sobre o tal passeio de barco no rio. Começaram pedindo 50 e foram caindo. Negociei e fechei 20 só para levar, mas acho que deveria ter negociado mais, sinceramente. Não consegui menos de 40 reais ida e volta, mas achei bem caro (esses 40). Então fechei de levar somente, voltaríamos a pé.

 

Achei Siribinha bem legal, é praia de rio com mar, coisa que eu adoro. Tenho criado grande atração por praias de rio com mar. As barracas em Siribinha ficam todas no rio, algumas dezenas de metros distante da foz. Fui na foz quando ainda havia sol (sem máquina), achei muito bonita. Havia algumas pessoas naquele momento, e mais ninguém, nenhuma estrutura. Lugar de muita paz.

 

12142313_421744704702728_1555302279_n.jpg

Rio Siribinha

 

Nós ficamos na barraca mais afastada da chegada dos barcos, no canto mais próximo da ida para a foz. Curtimos bastante. O tempo fechou de vez de tarde, então fechamos a conta e voltamos a pé pela praia. Ninguém mais no caminho. Deu cerca de meia hora até a praia de Siribinha, onde havíamos deixado o carro.

 

A ideia para o dia era conhecer ainda Barra do Itariri, mas optamos por voltar para Imbassaí. Curtimos o fim de tarde na praia de Imbassaí.

 

As praias de Conde me pareceram bem desertas. Mesmo Sítio do Conde, a praia principal, se você andar alguns metros para algum canto, vai desertificar rapidamente. Tem muito espaço. Mas o mar não é azul, não é esse o forte local. Siribinha eu achei muito bacana.

 

Reservamos o domingo para curtir a praia local. Imbassaí. Havia muita gente, sobretudo na área do rio com palmeiras de sombra, mas havia espaço para todos. Mesmo na área do rio, basta você se afastar da área coberta que você se estabelece e curte. Trocamos de lugar algumas vezes para curtir diferentes ambientes, mas sempre debaixo de sol. Creme-pra-que-te-quero! Antes disso, passamos no mercado e compramos um pack de cercas e um saco de gelo para abastecer nossa bolsa térmica. Curtimos o dia de leseira assim.

 

12070916_903454789723026_381832394_n.jpg

Por do sol em Imbassaí

 

Na segunda-feira partimos para Santo Antonio. Estacionamentos a 10 paus. Largamos o carro e fomos andando até Sauípe, que era nosso objetivo. Coisa de meia hora. É +- como esperávamos, mega resort e praia apenas interessante. Mas com várias piscinas naturais bem legais na maré baixa. Esticamos até uma lagoa, que fica um pouco antes do Rio Sauípe. Bem legal a lagoa. Curtimos a praia por ali mesmo. Depois voltamos andando, passeamos um pouco por dentro do complexo de resorts de Sauípe. É interessante, mas não é nossa praia.

 

11374172_1508413542785039_1279640472_n.jpg

Sauípe na maré baixa

 

Voltamos para Santo Antônio, pegamos o carro e partimos para a Praia do Forte para curtir fim de tarde. Compramos presentes de dia das crianças para os sobrinhos na lojinha do Projeto Tamar, comemos tapioca e acarajé na praça, curtimos a garotada do Olodum (acho muito legal!) no finzinho de tarde. E fim de feriado, era hora de voltar!

 

Pegamos um trânsito de feriado já esperado na volta. O Waze indicou 1:15 de início, mas acabou levando 1:45. Com aquela tradicional educação brasileira, com vários carros trafegando pelo acostamento. Um deles, ao nosso lado, em alta velocidade e pelo acostamento, se espatifou numa mureta. Ao menos foi sozinho.

 

E assim foi mais um feriado explorando algum canto do Brasil.

 

[todas as fotos são do Instagram da Katia]

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...