Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Bolívia e Perú 18 dias de ônibus gastando pouco


Posts Recomendados

  • Membros

Olá pessoal do mochileios.com a muito tempo vem sonhando em realizar uma viagem pela America do Sul, assim como muitos aqui no grupo e, conhecer a tão sonhada Macchu Picchu!!! No mês de setembro de 2014 pude realizar o meu grande sonho ::otemo:: e, assim partir rumo a cidade perdida dos incas. Acompanhei vários relatos de pessoas que me ajudou bastante a traçar minha rota e prever os gastos ::sos:: . Moro em Campinas/SP e. queria gastar o mínimo possível então a viagem de ônibus apareceu como a alternativa mais em conta, já que as de avião estavam muito mais caras. A idéia era partir de ônibus de Campinas para Campo Grande/MS, depois pegar um ônibus para Puerto Guijarro, Santa Cruz, La Paz, Copacabana, Cusco, MP, La paz, Santa Cruz, PG, Brasil!!! Bem, no dia 10/09 partir via viação andorinha para Campo Grande peguei o ônibus das 16:30, pois partindo dessa cidade só tem essa opção de horário, cheguei em Campo Grande por volta das 7 horas da manhã do dia 11/09 e, aí começou os imprevistos da viagem. :o

 

Levei cerca de 813 dólares em espécie na doleira, mais uns 600 reais, cartão de crédito internacional, para algum imprevisto.

 

Na mochila quechua levei:

Repente (nem usei)

Protetor solar (super necessário)

Protetor labial (super necessário)

Aspirina, cartela com 4 (muito útil, se puderem levem mais que 4)

Band daid (útil)

Algodão

Esparadrapo

2 pontinhos um de shampoo e outro com condicionador.

Sabonete líquido antibacteriano

Lenço umedecido (muito útil)

1 meia de snowboard

2 meias normais de algodão

1 segunda pele para parte de cima e outra para parte de baixo ambas da quechua

1 Calça jeans

1 corta vento da quechua

1 calça de esqui

4 camisetas de algodão

3 camisetas dri fit

1 toalha de natação

1 havaianas

1 bota de marca comum por 79 reais ( rsss )

Uma mochila comum cheia de biscoitos, água. .. bolo... é farofa!!! Rsrsrsrrs

Máquina digital

Celular

Carregador

T ( nem usei)

Cartão de memória

Não levei boné e tive que comprar lá ( muito útil )

 

 

 

Itens de higiene pessoal

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 82
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Chegando no guichê da andorinha descobrir que só teria ônibus para a fronteira (Puerto Suárez) as 2h do dia seguinte. ... resultado passei o dia todo na rodoviária de Campo Grande e as 3h quase 4 o ônibus chegou, pois estava atrasado não sei por qual motivo. Enquanto esperava o ônibus fiz amizades com várias pessoas da região, ouvir muitas histórias dei muita risada. ... enfim valeu a pena a espera, não via a hora de chegar na Bolívia. No ônibus já dar para você ir se adaptando ao idioma porque ele costuma ir cheio de boliviano. Esse ônibus passa em Corumbá deixa algumas pessoas na garagem da andorinha, ele não entra na rodoviária da cidade depois mais uns minutos e chegamos a fronteira com a Bolívia por volta das 10h da manhã. O ônibus não para na fronteira e, sim um pouco adiante. Você desce atravessa a ponte vai até o posto da polícia federal do Brasil e dar a saída do país, como fui de passaporte eles apenas carimbaram a saída com RG você terá que preencher um formulário. Depois você caminha de volta e espera na fila da imigração boliviana. Quando cheguei já tinha uma fila enorme e um monte de boliviano dando entrada ou saída do país. Tem um funcionário da imigração que passa entregando o formulário que deve ser preenchido de cor verde, depois de umas 2h você consegue ser atendido. Isso mesmo 2h! Rsrsrsrrs o processo é bem lento e demorado no lado boliviano. Quando chegar sua hora é só mostrar os documentos o formulário e pronto! !! Legalmente na Bolívia!!! Uhuuuuuu muita emoção nessa hora! !! Sério, estava iniciando a trip mais irada de minha vida, mulher,sozinha sem dominar nem o espanhol nem o inglês lá fui eu! !! Troquei alguns dólares na fronteira o suficiente para pagar o táxi até a Ferrobus e a passagem de trem. Paguei 6,96 cada dólar, achei pouco porque tinha comprado o dólar a 2,45 mais tudo bem foi o máximo que conseguir. Peguei um táxi até a Ferrobus por 20 boliviano, pois lir em outros relatos que o valor pago pela galera era esse. No táxi o motorista já veio perguntando se era brasileira. .. e na maior cara de pau me queixou assim.... fiquei plasma!!! Atenção meninas, os bolivianos são super safados e acham que mulher brasileira é 'fácil' .... no decorrer da viagem recebir várias cantadas, muito chato tudo isso mas bola pra frente, dei o devido fora no taxista, peguei minhas bagagens e, ao chegar na estação só tinha eu um nativo e um guarda. Rsrsrsrrs o trem sairia apenas as 18:30 como era sexta feira não tinha trem da morte, a passagem era bem salgadinha, apesar de estar preparada para pagar o valor resolvir arriscar e perguntei ao guarda se tinha ônibus pra Santa Cruz de la sierra, ele disse que sim e que as estradas estavam boas e que não havia perigo algum, sendo assim fui pra terminal de buses que fica pertinho da Ferrobus, cerca de 5 minutos. Lá chegando fui abordada por vários vendedores de passagem, com suas fotos de ônibus cada uma mais linda que a outra. Como tinha ouvido relatos aqui pra não confiar nas fotos e ir pelo valor. ... paguei 50 boliviano na passagem para Santa Cruz na empresa San Miguel. O ônibus era muito velho, pneus carecas sem algumas lâmpadas. ... ah e sem banho! Mas tudo bem.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

O ônibus iria partir no mesmo horário do trem as 18:30 e chega por volta das 4h da manhã. Ah esquecir de falar tanto em Campo Grande quanto em Puerto Guijarro e Suárez e Santa Cruz i calor é insuportável! !!! A rodoviária em si não passa de um barracão com alguns balcões de cimento. Bem simples, não tem mais nada além disso e um banho o qual você paga 1 boliviano. Bem sujinho mas não foi o pior da trip. Enquanto esperava o ônibus fiz amizade com um senhor peruano (eu e minhas amizades. Tenho que parar com isso Rsrsrsrrs). Contei a ele da minha viagem, dos locais que queria visitar. .. pronto o calor gamou e pensou que tinha muita chance comigo pra me livrar dele foi mais difícil porque ele comprou a passagem no assento ao meu lado e.... enfim 17h ouvindo esse velho porque não conseguia dormir e correr o risco de ser roubado ou coisa pior sei lá. Depois volto no velho. Os bolivianos não são nem um pingo pontuais. ... o ônibus que deveria sair as 18:30 saiu as 19h. Bem sujinho. .. por sinal mais pelo valor que paguei. .. tem o da empresa IDI que são melhores porém mais caros também. Enquanto esperava o ônibus fui mexer no meu smartphone que logo chamou a atenção do povo que ficava me olhando e com conversas paralelas na surdina daí pensei: tô f.... eles vão me roubar. ... rsrsrdr pra piorar escuto uma conversa do vendedor de passagens: o ônibus para no posto daí pegamos o aparelho .... rssss pense numa pessoa que surtou!!! Rsrsrsrrs fui no banho peguei todo o dinheiro e escondir naquele lugar rssssss e o celular dentro da meia ficou bem desconfortável caminhar com o celular no pé mais lá fui eu... cheia de coragem mais no fundo querendo voltar por Brasil! Rsrsrsrrs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

No caminho o ônibus faz várias paradas daí entra um monte de vendedor com suas comidas. Não comprei nada porque realmente a higiene passa longe... passei a noite acordada com medo de dormir e sumir algo ou acontecer algo pior, ainda mais que tinha um peruano tarado dom meu lado Rsrsrsrrs. Se derem pra vocês levar algo pra aquecer as pernas leve, pois os ônibus não tem calefação daí você sente um friozinho nada de matar mais chatinho. Enquanto não chegava em Santa Cruz fui imaginando como me livrar do velho que já estava pensando em me acompanhar na trip. Chegamos em Santa Cruz as 5h, muito frio!! Daí pensei é a hora de me livrar do velho, enquanto ele pegava sua bagagem me mandei correndo que ele nem se deu conta! !! Rsrsrsrrs. .... o ônibus para em frente a rodoviária, uma estaçãozinha daí você caminha um pouco e pimba cheguei e dei com a mesma fechada e um monte de gente sentado na porta esperando abrir, que ocorre lá pelas 7h se não me engano. Enquanto isso tome vento gelado pra dentro. Se forem fazer o mesmo caminho que o meu, peguem um ônibus que saia mais tarde de Puerto Guijarro assim você não precisa ficar esperando a rodoviária abrir. Enquanto esperava conhecir um rapaz da Argentina que gostava muito do Brasil já tinha morado em SP. ... ficamos conversando um pouco até que abriram as portas e fui correndo para o banho, muito sujo, pra variar um pouco rssss. Comir alguns biscoitos que tinha trazido do Brasil, se puderem levar levem até chegar em La Paz aonde você encontra coisas mais limpas você vai ver muita falta de higiene. Os quichês só abrem as 8h. Assim que abriram fui ver a passagem para La Paz e...... só havia ônibus no período da tarde! !! Ou seja passei a manhã toda na rodoviária de Santa Cruz que por sinal tem mais pinta de rodoviária do que a de Puerto Guijarro. Existe uma verdadeira sinfonia dos vendedores de passagens que ficam gritando o tempo todo atrás de passageiros. .. sucreeee... la paz la paz .... Potosí. .. rssss me acabava de rir da sinfonia! ! A essa altura meu celular não tinha mais carga logo procurei uma tomada pra carregar e não encontrei em lugar nenhum daí fui na la house ( tem duas na rodoviária) e por 4 bolivianos a hora fui mandar notícias pra família antes que eles fossem no fantástico dizer que fui sequestrada rssss daí descobrir porque não havia localizado tomadas. É que na Bolívia ao contrário daquir você paga tudo. ... se quiser carregar o celular tem que pagar 4 bolivianos e não adianta tentar colocar o USB no computador que não pode. Na lan house você pode comprar uns refri ou ruffles... na parte de cima tem as lanchonetes. .. Como meus biscoitos haviam acabados e estava tonta de fome fui sondar o que tinha nas lanchonetes e confesso que não gostei do que vir, tudo muito sujo, gordurento... mas como estava tonta de fome resolvi encarar um almoço depois de rezar umas 10 mil vezes pedindo para não ficar doente porque queria curtir a viagem! Rsrsrsrrs por 10 bolivianos me veio um prato de bife, descartei a sopa de entrada porque era muito feia! !! O prato vem um bife de carne cheio de óleo, um ovo frito, arroz branco, alface, tomate, batata frita e uma bolota amarela de milho que nem arrisquei a experimentar. Só para vocês terem uma idéia eles pegam a batata frita por exemplo com a mão e taca no seu prato, tudo isso de baixo de um calor infernal, suor escorrendo. .... temperinho!! Comir a carne, um pouco do arroz e do ovo tudo banhado com muito óleo e descartei o resto. Ah guardanapo no máximo lhe dão um com muita pena! !! Conhecir uma brasileira que ia para Potosí lá de Brasília, ficamos conversando, rindo da sinfonia doa vendedores e da minha coragem em encarar a comida Rsrsrsrrs ela ficou apenas no suco e um sanduíche com um pão duro e borrachudo! ! Rsrsrsrrs nos despedimos e peguei o ônibus das 14:30 que saiu depois das 15 sem banho por 120 bolivianos. Logo conhecir meu companheiro até La Paz, um boliviano que adora o Brasil e que acha que não temos discriminação, que todos têm os mesmos direitos e não sofre nenhuma discriminação. ... rsrsr deixei ele continuar pensando assim porque não quis falar mal do Brasil nem acabar com a idéia que ele tinha da gente. Contei a ele que o que tinha acontecido com o velho e ele não muito contente com a recepção que tinha tido de seu país falou que realmente o povo de lá é muito safado, que era para tomar cuidado, principalmente com as bagagens (aliás isso foi o que mais ouvir dos nativos do Perú e Bolívia) no decorrer da viagem ele ia me contando um pouco do seu país e rimos muito. Nosso ônibus passou perto do 'tráfico' dava pra ver as folhas de coca secando, muitos caminhões no caminho segundo ele para transportar a coca.... perguntei se havia perigo do ônibus ser parado pelos traficantes ele me garantiu que não pois se ninguém mexer eles ficam na dele. Falou da fiscalização que é tapa buraco, só de fachada. .. Também deu para ver vários prostibulos na estrada todos com uma luz vermelha muito forte. Tudo isso foi bem estranho, porque como no Brasil a coca é proibida, ver ela sendo consumida (a folha) assim livremente pelas pessoas e comercializada foi bem estranho no início. A subida começou, o frio aumentando, tomei uma aspirina pra não passar mal com a altitude. .. muito frio na madrugada. ... levem algo para aquecer as pernas... Depois de muitas horas de viagem em um ônibus sem banho cujo vendedor me garantiu de pé junto que tinha banho, foi feita uma parada e o povo começou a descer do ônibus e eu seguir o fluxo.... rsrsrdr quando desço dou de cara com uma vista linda, muitas montanhas e..... um monte dw homem de costas para o ônibus .... na hora pensei: deve ser algum ritual de adoração ao nasçer do sol.... da natureza. ... sei lá. ... rssss .... a louca! ! Logo descubro que eles estavam fazendo xixi e que aquilo era tipo um banheiro a céu aberto ao ver as cholas se agachando para fazer xixi. Rsrsrsrrs foi muito cômico! !! Eu toda fascinada na paisagem. ... seguimos nossa viagem e mais algumas horas chegamos em La Paz! ! Ufa.... Até que fim, fui numa lan house da noticias s família aí você podia carregar i celular no computador sem pagar mais nada. Estava tudo indo bem quando a cabeça começou a rodar, pensei ou é fome ou o mal da altitude, na dúvida fui correndo comer algo na rodoviária mesmo. .... a essa altura do campeonato não estava me importando muito com limpeza. Pedir um bolo de chocolate com matte de coca e logo já estava bem melhor, paguei 6 boliviano. Depois fui sondar o horário e valor da passagem para cusco, os ônibus também partem no período da tarde! Não sei porque na Bolívia os ônibus saem no período da tarde e não nos dois turnos, isso faz você perder muito tempo com deslocamento. .... saindo da rodoviária já fui abordada por vários taxistas peguei um para o Loki Hostel por 15 a corrida. Chegando no hostel dormir um pouco, tomei banho afinal estava desde a 3 dias na base do lenço umedecido Rsrsrsrrs. O loki é um ótimo hostel, paguei 60 boliviano no quarto feminino com 4 camas, limpo, café a vontade, chá de coca, Internet.... armários com cadeados no quarto e recepção. ... amei!!! Logo depois fui bater perna pela cidade. Ah... enquanto eu quase derreto em Santa Cruz em La Paz quase congelo. Estava fazendo 0° e sensação de -4!!! A cidade é bem melhor que Santa Cruz mais limpinha e bonita. Peguei um mapa no hostel e fui conhecer o teleférico, que fica pertinho do loki, tudo bem se não fosse uma subidinha que lhe tira o fôlego. O segredo é ir devagar, você cansa menos, no caminho comprei uma garrafa de água por 6 boliviano. A umidade em La Paz é bem baixa e a cidade muito poluída o que torna a respiração difícil. Sentia meu nariz muito seco, o ar chegava entrar queimando. . Mas no mais estava bem, não sentir muito a altitude. Cheguei ni teleférico uma fila enorme paguei 2 bolivianos o percurso. Do alto você enxerga toda a cidade é bem legal. Uma novidade para os bolivianos que se maravilhavam pela vista fornecida pelo passeio.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...