Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Murilo Pagani

Santa Marta - O que fazer por lá!

Posts Recomendados

Bom dia, galera!

 

Recentemente estive em Santa Marta, e espero ajuda-los com essas dicas!

Morei por 3 meses em Medellín, e também conheci Bogotá e Cartagena, qualquer dúvida que tiverem é só entrar em contato!

 

Uma cidade com aproximadamente 400 mil habitantes, cercada pelo mar do caribe e por muitos vilarejos, Santa Marta é um dos principais destinos para quem viaja pela Colômbia. É a cidade mais antiga da Colômbia e a segunda mais antiga da América do Sul, além de ser um dos polos econômicos mais importantes do litoral colombiano.

 

Apesar de grande, Santa Marta em si não possui muitos atrativos turísticos, suas praias não são muito bonitas e em um dia é possível conhecer seu centro histórico. O que a faz ser um lugar cheio de turistas é o fato de ter uma localização privilegiada, e servir como base para se conhecer muitos lugares. Portanto, se você pretende conhecer as praias cristalinas da Colômbia, com certeza estará em Santa Marta nem que seja apenas de passagem.

 

Chegando

 

O aeroporto é longe da cidade, uns 15 quilômetros mais ou menos. Um táxi custa em média 20.000 pesos colombianos, mas para a nossa alegria há ônibus frequentes que custam 1.700 pesos colombianos.

 

Para as pessoas que vão para Cartagena, uma dica interessante é utilizar o transporte oferecido pelos hostels. Normalmente é uma van e custa cinco mil pesos a mais do que comprar a passagem direto na rodoviária. A vantagem? A van irá te buscar no hostel em que está hospedado e o deixará no hostel em que se hospedará na outra cidade. Assim, você não precisa ir até as rodoviárias, já que nas duas cidades elas são longe de tudo.

 

Onde hospedar-se

 

Os dois principais lugares são El Rodadero e Centro, o primeiro custa um pouco mais. O bairro El Rodadero possui a praia mais frequentada de Santa Marta, porém é mais longe do centro histórico e dos demais acessos para outros lugares. Fiquei hospedado na parte central e recomendo. Há muitos bares, restaurante e supermercados – além disso, no centro você pode pegar ônibus para todos os lugares que pretende ir.

 

Fiquei no hostel “La Brisa Loca”, perto do Parque Bolívar e da Baía de Santa Marta. É um party hostel, portanto se está afim de sossego e descansar é melhor procurar outro lugar. Os quartos compartilhados mais baratos custam vinte mil pesos, com ventilador. O hostel possui bar (também servem refeições), piscina e um terraço com muitas redes para descansar. Se está afim de festas é o lugar certo!

 

O que fazer

 

Praias – As praias em Santa Marta não são bonitas, portanto não espere encontrar o mar azul e cristalino do caribe. Para aproveitar o calor que faz na cidade, é melhor ir a outros “pueblos” pertos da cidade.

 

Parque Tayrona – Esse é um dos principais motivos de quem vem a Santa Marta. O Parque, fica a 35 km de Santa Marta e o trajeto pode ser feito de ônibus. Você pode ir bem cedo e aproveitar o dia ou então passar a noite por lá. As praias são bem bonitas e há muitas trilhas, o preço para entrar no parque é 35.000 pesos colombianos para estrangeiros.

 

Minca – Esse pueblo fica a uma hora de Santa Marta. Para chegar é necessários ir em táxis ou vans coletivas que saem do centro. É uma vila bem pequena, e por ser perto de Santa Marta fiz um bate volta, mas se você preferir pode se hospedar por lá, há alguns hostels com preços bem parecidos com os de Santa Marta. O principal atrativo do lugar são as cachoeiras.

 

Centro Histórico – A parte histórica da cidade pode ser percorrida em poucas horas, apesar de não estar muito bem conservada vale a pena conferir.

 

Taganga – A vinte minutos de Santa Marta, é uma vila de pescadores bem simples e tranquila. Como costuma receber muitos turistas, a orla da praia é bem estruturada com restaurantes, bares e alguns hostels bem próximos. Saindo da orla, esqueça essa estrutura e até mesmo as ruas asfaltadas.

 

Ciudad Perdida – Santa Marta também serve de base para que vai fazer a trilha até a Cidade Perdida. A cidade algumas vezes comparada a Machu Picchu, fica dentro do Parque Nacional Natural Sierra Nevada e para chegar até lá é necessário fechar algum pacote com agências de turismo ou com pelo menos um guia. Há diversas opções de trekking que vão de quatro a seis dias e preços em torno dos trezentos dólares.

 

O texto foi originalmente publicado no meu blog!

http://www.voltologo.net/santa-marta-dicas-praticas/

 

Boa viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde, :)

Estou indo em setembro para colombia, meus planos inicais era ir pra medellin, mas to pensando em trocar por santa marta...

prefiro praia e o ambiente mais rustico, o que vc acha??

queria fazer o tayrona...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...