Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

México 15 dias - Cidade do México, Oaxaca, Mérida, Tulum, Cozumel, Playa del Carmen


Posts Recomendados

  • Membros

Fala galera!

 

Acabei de chegar de duas semanas incriveis no Mexico e gostaria de compartilhar algumas informações com vocês! Vou escrevendo pouco a pouco e vou tentar ser sucinto.

 

[t3]Passagens[/t3]

 

Promoção TAM Rio - Cidade do México (SDU - CGH - GRU - MEX) 1600 reais (1200 + 400 de taxas) Ida 24/10/2014 Volta 09/11/2014

Na época havia outras promoções para Cancun também por preços similares. Mas como a princípio queria ficar menos tempo nessa parte mais turística, escolhi Cidade do México. Depois, ao elaborar o roteiro, decidi também ir para a Riviera Maia, o que só poderia ser feito por avião, devido a grande distancia. Resolvi então que valia a pena gastar mais um dimdim indo pra lá :cry::D

 

Onibus empresa ADO (acho que a melhor do México) Cidade do México - Oaxaca 555 pesos (111 reais) 6:30h de viagem

Empresa boa, organizada. Onibus relativamente confortavel (havia um onibus ainda mais confortavel por um preço um pouco maior). Fui de madrugada.

 

Aeromexico (1) Ida Oaxaca - Cidade do Mexico - Mérida (2) Volta Cancun - Cidade do México 1000 reais (com taxas)

Essa passagem eu comprei meio em cima da hora (leia-se 2 semanas antes) e poderia ter ficado mais barata, mas valeu pela comodidade e praticidade de ir e voltar por lugares diferentes.

 

Onibus empresa ADO Chichen Itza - Tulum 320 pesos

A partir de Mérida, fiz um tour a Chichen Itza, e resolvi pagar um pouco a mais pra ir direto de Chichen para Tulum, já que Chichen ficava quaaaase no meio do caminho e Tulum era a cidade mais próxima. Na teoria seria 1:30h de Mérida a Chichen e 2h de Chichen a Tulum. Só que não foi bem assim... ::putz:: rs Mais a frente eu explico o porquê...

 

Os outros gastos foram bem menores com por exemplo vans, então não vale a pena mencionar aqui.

 

[t3]Roteiro[/t3]

 

24/10/14 sex Ida pro México (vôo às 19h)

25/10/14 sab Cidade do México (chegada 7h da manhã)

26/10/14 dom Cidade do México

27/10/14 seg Cidade do México

28/10/14 ter Oaxaca

29/10/14 qua Oaxaca

30/10/14 qui Mérida (saída às 9h de Oaxaca, chegada às 17h em Mérida)

31/10/14 sex Mérida

01/11/14 sab Mérida

02/11/14 dom Chichen Itza

03/11/14 seg Tulum

04/11/14 ter Tulum

05/11/14 qua Cozumel

06/11/14 qui Cozumel

07/11/14 sex Play del Carmen

08/11/14 sab Play del Carmen

09/11/14 dom Volta pro Brasil

 

Ficou um roteiro digamos justo, mas suficiente pra ver o melhor do México. Infelizmente não se pode ter tudo na vida (pelo menos não em duas semanas)...

 

[t3]Moeda e gastos[/t3]

 

Como a maioria já deve saber, a moeda do méxico é o Peso Mexicano. E na época da viagem estava 1BRL = 5MXN, mas você não vai levar real pro México. Não vi nenhum lugar que aceitasse. Só utilize essa equivalência para entender os preços em pesos mexicanos abaixo. Eu levei dólar apenas, só em espécie, não usei cartão nem saque já que o governo tinha aumentado a taxa de tudo. Se você usar bastante milhagem de cartão, acho que vale a pena usar o crédito, além de ser mais cômodo e seguro. Débito não vale a pena, saque menos ainda. Pra quem tem medo de usar a dolera ou money belt, foi muito tranquilo pra mim. Sempre deixava no locker dos hostels e não senti perigo nenhum. Quando estava na minha cintura também foi tranquilo (embora menos cômodo). Salvo na Cidade do México, que é estupidamente hiper-mega-lotada e onde você vai ficar mais de olho aberto :shock: , nas outras cidades não senti perigo algum.

Enfim, a cotação oficial na época estava em torno de 1USD = 13.5MXN. A cotação praticada lá variava de 12.60 a 13.15. Em Playa del Carmen vi cotações mais baixas de 12.60, no aeroporto da Cidade do México (por incrível que pareça) a cotação estava boa comparada ao resto do país, 12.80. E nos bancos ScotiaBank a cotação era a melhor, cheguei a ver 13.15. Resumo: troque dinheiro sem medo no aeroporto da Cidade do México! Se conseguir trocar no ScotiaBank, melhor ainda! Mas se for trocar na rua também ta tranquilão! ::otemo::

 

Estimar gastos é sempre complicado, por isso tenha sempre um cartão habilitado como plano B (ou A rs). Felizmente estava com um dinheiro guardado e coloquei a estimativa bem pra cima. Levei dólar até demais na verdade, sobrou muito, e como a cotação estava horrível na época (1USD = 2.60BRL na casa de câmbio) foi um mal negócio pra mim ficar com dólares encalhados, mesmo que para uma próxima viagem... ::putz:: Devia ter feito uma estimativa mais humilde e ter usado o cartão de crédito no final. Mas enfim, ta sussa! :wink:

 

Antes de ir aos gastos médios, um conselho: países com moedas desvalorizadas têm preços que "assustam" no início mas se você for parar pra pensar na maioria das vezes é micharia em Real... Quando o cara me cobrava 100 pesos por um táxi pro aeroporto eu pensava "hijo de p%@$... ta querendo me passar a perna...", mas depois eu parava e pensava "cara, são 20 reais... no Rio de Janeiro eu pagaria bem mais!". Às vezes eu me pegava querendo economizar demais, pechinchando o equivalente a 3-5 reais por algo que valia a pena. Resumo: pechinche sim!! Eles são muito malandrinhos em taxis, guias, produtos em lugares mais turisticos. Mas não exagere, e nem se impressione com os números altos. Se quiser comprar algo compre! Afinal você pode nunca mais voltar lá de novo!

 

Preços médios:

 

Lanches - 50 a 100 pesos

Um café da manha na rua ia de 50 a 70 pesos. Subway caprichado no aeroporto 100 pesos.

 

Almoço/Jantar - 70 a 250 pesos

Na média, gastava 150 pesos com uma refeição boa, 1 água e propina. Mas comi em vários lugares mais simples pagando 70 pesos (sem bebida, sem propina ::bruuu:: ). Minha refeição mais cara foi 250 pesos na Quinta Avenida em Playa del Carmen, sinceramente não valeu a pena...

 

Duzia de ovos + pão no supermercado - 50 pesos

Água no supermercado/lojinhas - 11 pesos

Cerveja - 13 pesos (supermercado/lojinhas), 20 (hostel), 40 (restaurantes melhores)

Hostel - 150 a 200 pesos

 

Hotel 500+

Não fiquei em nenhum Hotel, e nem pesquisei preços. Como estava sozinho, obviamente hostel era melhor pra sozializar. Maaaas, se eu estivesse com namorada, acho que ficaria em hotel em algumas cidades porque o preço não era tão mais alto. Por exemplo, em alguns hostels, um casal pagaria quase 400 pesos num quarto com poucas camas, em hoteis, vi preços de 500 pesos. Então se você quiser um pouco mais de conforto com a digníssima, acho muito válido pesquisar alguns hoteis, ela vai agradecer ::kiss::

 

Taxi - 40 a 100 pesos

Meus taxis mais caros foram do centro para aeroporto 100 pesos. No geral usei pouco taxis.

 

Tours - 150 a 500 pesos

Aqui vale a pena você pesquisar!!! Na Cidade do México tinha tour para Teotihuacan por 1000 pesos! ::ahhhh:: Fiz por conta própria e gastei 200! ::lol4:: Evite empresas muito conhecidas. Os hostels geralmente vão te indicar empresas com preços bons. Muitos gringos que estavam viajando por 6-12 meses faziam tudo por conta própria querendo economizar ao máximo. Bem, eu trabalho, guardo dinheiro, espero ansiosamente por minhas férias, então prefiro ter um pouco de tranquilidade e prefiro pagar um pouco a mais por tours (especialmente quando eles têm guias que vão te contar toneladas de coisas interessantes!!!) , e as vezes é só um pouco mesmo, 10-20 reais. MAS PESQUISE!

 

Guias - 150 a 250 pesos

Pechincheeeeeeeeee! Se encaixe em algum grupo, chore um desconto pelo grupo! Se você fizer passeios por conta propria, vai acabar tendo que procurar um guia, e por favor FAÇA ISSO! O México é estupidamente rico em cultura! Não vá pra um lugar bonito só pra tirar uma foto e dar umas voltas, principalmente nos templos (sim, templos, no México não há pirâmides, só no Egito rs). Deixei de pagar 150 pesos a um guia porque era no máximo 30min de explicação e eu estava sozinho, depois me arrependi demais! ::putz::

 

Mergulho de cilindro em cozumel - 90USD (2 mergulhos)

Tinha colocado uns 6 mergulhos no orçamento, era a coisa mais cara da minha viagem, mas acabei fazendo só dois...

 

Parques - 70 a 100 USD

Na Riviera Maia há muitos parques (XelHa, XCaret etc), mas não fui em nenhum, nem pesquisei muito preços. Com certeza eles são maneiros, talvez numa proxima viagem eu vá em 1 ou 2, tipo quando tiver 45 anos com filhos rs Sinceramente, acho muito pega turista. É muito caro comparado às outras atrações culturais e/ou naturais do México. Acho que parques assim você pode ir em outros países. Enfim, foque no que só o México pode te mostrar! :wink:

 

Cenotes - 40 a 150 pesos

Perto de Mérida fui em alguns cenotes, eram no quintal das pessoas rs foda rs todos custavam 40 pesos. Já na Riviera Maia, os cenotes são muito mais organizados, maiores, e bonitos. O mais barato (Casa Cenote) foi 40 pesos, os melhores (Gran Cenote, Dos Ojos...) 150 pesos. Pra mim foram as paradas mais bonitas do México! Mas a água é fria :P

 

Concluindo, no total, em 15 dias, gastei em torno de 1250 dólares, geralmente 1000 pesos (200 reais na época) por dia com TUDO. Uma viagem econômica mas sem perrengue e com algum conforto. Somando com as passagens, deu uns 5850 reais. Acho que a maior e única economia seria não ter usado avião para me locomover dentro do México, mas, como disse, para atravessar o país em 2 semanas, era o único jeito. Além disso, o dólar a 2.60 não colaborou... :cry:

 

[t3]Peculiaridades do México[/t3]

 

Propina - É a gorjeta. Lá tem propina pra tudo! Resturante, hostel, guias... É uma cultura diferente. A conta vem sempre sem a propina, e eles geralmente deixam explícito que esperam recebê-la ao dizeram "la propina no esta inclusa senhor...". Eu deixava sempre 10%, mas teve um lugar que não deixei porque o garçom foi inconveniente.

 

Comida - Eu não gostava de pimenta, agora adoro rs Segundo eles, "se não tem pimenta, não serve...". Sempre pergunte se "pica", e mesmo assim às vezes o "não" deles quer dizer "sim" :oops: Gostei de lá porque todo lugar tinha arroz, feijão, carne, frango, porco e salada. Em muitos países não se acha arroz ou feijão ou os dois... No geral, a comida é mais pesada, muito molho, frituras... Mas é ótima! O milho é a base da alimentação deles, sendo a tortilla o acompanhamento básico de todas as refeições. Pra ter uma idéia algumas civilizações antigas acreditavam que os deuses criaram o homem a partir do milho misturado com seu próprio sangue... só isso... rs

 

Cenotes - Se não me engano, um guia falou que no México há cerca de 2mil cenotes! Isso se deve a geologia de certas regiões. Muita gente tem um cenote como piscina no quintal de casa e cobram uns 40 pesos pela entrada. Outros são mais turísticos (como o Ik Kil, perto de Chichen Itza, sensacional!) e enormes, custando entre 100 e 150 pesos. Pra mim, foi uma das paradas mais bonitas do México! Os que vi na Riviera Maia eram sensacionais!!

 

Praias - Sensacionais! Só fui em praias em Play del Carmen e Tulum (VÁ À AKUMAL!), caribão... agua morninha, clara, show!

 

Lutcha Libreeeee! - Tosco... kkk Mais comuns na Cidade do México. Peculiar é uma palavra boa pra esse "esporte" rs Alguns movimentos são maneiros, às vezes é até engraçado, mas é um teatro meio pastelão... Enfim, vale a pena assistir uma.

 

Táxis - Dificilmente usam taxímetro. Como já disse, geralmente são malandrinhos, mas não são perigosos (em geral)... Porém, conheci uma australiana que estava viajando sozinha e quando saiu do táxi o cara arrancou e levou o mochilão dela... Ficou só com a roupa do corpo e uma mochila pequena com as coisas mais importantes. Bem, você não deve usar muito, mas só fique de olho.

 

Mergulhar (de cilindro) em Cozumel - Um dos top 5 destinos para mergulho de cilindro do mundo! Realmente foi foda!

 

[t3]Cidade do México[/t3]

 

Em outubro/novembro tava moh friaca de manhã e de noite, o sol só aparecia depois das 11h. Levei dois casacos finos e passei frio. A cidade é um monstro, mais de 22 milhões de habitantes, 4ª mais populosa do mundo, "mais ou menos" empatada com São Paulo. Achei tenso rs É uma cidade mais perigosa sim, assim como a maioria das grandes capitais. Me alertaram muito sobre o metrô por exemplo, sempre tomava cuidado com a carteira, e à noite é mais vazio, não aconteceu nada, mas senti que é mais perigoso mesmo. No entanto, o metrô é sensacional! Cobre muito bem a cidade, muitas linhas que se cruzam, sendo meio confuso no início, mas depois tranks. Você vai usar metrô pra tudo! Só se for muito tarde da noite que é mais prudente usar taxi. Se for usar táxi, poucos usam taximetro, então negocie o preço antes! Eles são malandrinhos, mas não senti perigo nenhum. Além disso, é barato, mesmo eles te cobrando um pouco mais. Evite metrô nos horários de pico, é estupidamente lotado, e o perfil da galera é estranho... Lembre também que é uma cidade monstra e o trânsito pode ficar bem ruim se você for de taxi ou ônibus em alguns horários.

 

Fiquei no Hostel Cathedral (Mundo Jovem), no Zócalo. Tinha ótimas reviews. Achei mais ou menos, já fiquei em melhores, mas valeu. Fiquei num quarto de 4 camas no segundo andar, muito perto do restaurante que tem no 1º andar, que toca música mexicana alta o dia todo, mas de noite eles fecham antes de você dormir, tranquilo... O terraço é muito maneiro, é bem espaçoso, tem um bar, todo mundo socializa lá e há duas portas sempre fechadas pro som não incomodar as pessoas dos andares de baixo. É um hostel grande, uns 5 ou 6 andares. Bom café da manhã, ovos, salsicha, pão, suco, leite, cereais... Como disse, valeu.

 

Dia 1

Cheguei sábado 7h da manhã. 9hs de vôo a partir de SP, mas deu pra descansar um pouco. No aeroporto, troque seus dolares sem medo, a cotação é boa. Pra chegar no Zócalo eu tinha três opções: táxi, metrô (5 pesos, há uma estação do lado do aeroporto) ou ônibus (MetroBus se não me engano, 30 pesos). Evite o metrô na chegada à cidade, principalmente se for horário de pico. Eu não fiz isso e foi foda... lotado... ::putz:: Pegue o MetroBus, super tranquilo e barato.

 

Fui a Catedral (bacaninha), Palácio do Governo (a única coisa lá são os murais de Diego Rivera, fiquei de pão duragem e não paguei 150 pesos ao guia, me arrependi, tem bastante informação lá e são bem bonitos!), Templo Mayor (entrada 59 pesos, bem legal, fui lendo só as plaquinhas e gostei, não vi nenhum guia também), Calle Madeiro (calçadão bem movimentado com vários artistas de rua fantasiados, bacana), Palácio de Belas Artes (no fim da Calle Madero. Tem algumas exposições pagas mas é gratuito para a área comum, que tem vários murais bacanas e painéis digitais explicando). Não fui à Casa dos Azulejos, mas é um ponto turístico famoso. Dá pra fazer tudo isso em um dia porque é tudo perto.

 

Dia 2

Domingo é um bom dia pra visitar museus. Mexicanos e estrangeiros residentes não pagam, por isso fica tudo cheio. Na Cidade do México eles não ligam muito, deixam todo mundo passar, já em outras cidades eles te cobram. Finja que é mexicano e entre dichavadamente junto com um grupo de locais rs Se você for muito branquelo(a) talvez eles te cobrem kkk Fui no Bosque de Chapultepec (se não me engano, maior parque urbano da América Latina, enorme! se tiver mais tempo e for domingo tente alugar uma bike e passear por lá, muito bacana), Castelo de Chapultepec (59 pesos entrada normal, bem bonito, 1h de visita), Museu Nacional de Antropologia (59 pesos entrada normal. SENSACIONAL!!!! Melhor coisa da Cidade do México pra mim! Levei 4:15h pra ver tudo! Ficaria até mais tempo! É enorme e muito interessante! Te mostra a evolução da humanidade de uma maneira incrível!). Se for domingo e você entrar sem pagar, chegue no Castelo de Chapultepec bem cedo (quando abrir), depois faça o primeiro andar do Museu de Antropologia com calma, saia, almoce, volte e faça o segundo andar! Se não conseguir fazer isso, OK, faça tudo de uma vez, mas é bastante informação! Fora do Museu geralmente tem uma aprensentação dos Voladores de Papantla (uns malucos que ficam pendurados de cabeça pra baixo girando e descendo num poste rs). Se você quiser comprar máscaras de Lutcha Libre compre nas barraquinhas no Bosque de Chapultepec, custavam todas 80 pesos, menos preço de todo o México. Fui às 17h a luta livre na Arena México (sempre aos domingo). Acho que os melhores dias eram terça e sexta, em locais diferentes. Se algum cambista te abordar antes de entrar, não compre ingresso com ele, compre na bilheteria mesmo. Não se pode entrar com câmeras digitais (eles guardam pra você), mas celular sim :? O bairro da Arena México era mais pobre. Fui de táxi porque estava atrasado, mas voltei de metrô (tinha uma estação a 3 ou 4 quarteirões), mas sempre de olho aberto e andando rápido. A lutcha libre é bem palhaçada, meio circo, achei meio tosco... alguns movimentos eram maneiros, mas no geral é bem pastelão, mas valeu!

 

Dia 3

Visita a Teotihuacan. No hostel tinha uma empresa que fazia tour pra lá, acho que era uns 50USD e tinha outra empresa no Zócalo que fazia o tour por 1000 pesos! Bem caro! Como decidi não ir a Basílica de Guadalupe (não pesquisei como ir a partir de Teotihuacan, mas acho que seria necessário retornar ao Terminal de Ônibus Norte), tinha tempo pra fazer Teotihuacan por conta própria. Acordei 6:30 pra chegar bem cedo porque me avisaram que era bem quente lá. Peguei o metrô no Zócalo em direção ao Terminal de Ônibus Norte (2 baldeações). Chegando no Terminal, haverá infinitos guichês, é o penúltimo à esquerda. Destino: Piramides. Preço 84 pesos ida e volta. O ônibus te deixa e te pega na porta do sítio arqueológico. Estava com dois gringos do meu hostel e encontramos um guia que cobraria 250 pesos pra cada por uma visita de 2hs. Achamos meio caro, mas o guia fez uma boa impressão. Falamos com outros guias que abaixaram o preço pra 200 pesos. No fim encontramos mais 3 caras e voltamos ao primeiro guia e conseguimos 80 pesos por pessoa!!! :o Fiquei o dia inteiro tentando entender como que de 250 caiu pra 80 pesos :? O sítio é grande, tava um calor infernal! Lá é meio deserto, não tem muita vegetação, então leve ou compre um chapéu! E água! Foi bem interessante, valeu muito a pena. A vista de cima dos templos é show. Fizemos o caminho de volta e fui comprar a passagem CdM-Oaxaca (555 pesos) num stand da ADO no Zócalo. Depois fiquei no hostel bebendo até a hora do ônibus (meia noite). Como estava muito tarde fui de táxi (36 pesos) para a rodoviária.

 

[t3]Oaxaca[/t3]

 

Adorei essa cidade. Foi a mais mexicana do meu roteiro. Se você for passar o dia dos mortos no México, você TEM QUE PASSAR EM OAXACA! Ela é famosa por isso mas infelizmente não consegui passar os dias 31/10, 1-2/11 lá ::putz:: Esse foi o maior arrependimento da minha viagem... Esses dias caíam na sexta, sábado e domingo, mas na quarta-feira as ruas já estavam movimentadas e todos os hostels lotados! Já tinha muita gente fantasiada na rua, com o rosto pintado de caveira, tava uma vibe muito legal! Infelizmente pela logística do meu roteiro iria passar o dia dos mortos em Mérida...

 

Dia 4

Cheguei em Oaxaca às 6:30. Peguei um táxi (40 pesos) para Casa Angel Youth Hostel (muito bom o hostel!). Paguei um tour para o Monte Alban (150 pesos) que me pegaria no hostel às 10h, então deu pra tirar um cochilo. A entrada no Monte Alban custou 59 pesos. Foram 2h com um guia muito engraçado. Bem bacana o sítio, muito interessante. Cheguei de volta à cidade 14:30. Fui almoçar e dar uma volta pelos mercados Benito Juarez e 20 de Noviembre. Muito maneiro! Muita coisa diferente nesses mercados! Doces, comida, máscara de luctha libre (120 pesos cada, devia ter comprado mais na Cidade do México :( ).

 

Dia 5

Tour Mitla - Tule - Teotitlan del valle - fábrica de Mescal - Hierve el agua 200 pesos. Esse tour durou o dia inteiro e foi muito barato. Não gostei tanto porque eles deixavam a gente em alguns lugares sem explicar nada, tipo "vocês têm meia hora pra tirar fotos..." Devia ter pago um pouco mais pra ter tido um serviço melhor, mas era a empresa que trabalhava com o hostel... Na fábrica de Mescal comprei 3 garrafinhas por 200 pesos pra trazer pro Brasil. É tipo tequila, mas é uma bebida exclusiva de Oaxaca, então aproveite! rs

 

[t3]Mérida[/t3]

 

Mérida já fica numa região mais turística (4hs de ônibus de Cancun). Sinceramente, sair de Oaxaca, uma cidade com toda a cara de México, e chegar em Mérida, uma cidade meio sem graça, me deixou bem triste... Realmente me arrependi de não ter ficado mais em Oaxaca, mas pra cumprir todo o roteiro não seria possível. Na minha opinião, se você estiver com tempo curto, corte Mérida! Tudo que ela pode oferecer você vê melhor em outros lugares! Em teoria, a principal "vantagem" é que ela é "próxima" de Chichen Itza (1:30h), mas nem valeu tanto a pena por isso. Teria sido melhor ter ido a Chichen a partir de outra cidade como Cancun ou Playa del Carmen.

 

Dia 6

Esse dia foi quase todo perdido em aeroportos e vôos... O táxi do centro de Oaxaca para o aeroporto foi 120 pesos. Vôo Oaxaca 8:48h - Cidade do México - Mérida 15h. Mas devido ao mau tempo na Cidade do México (o que é frequente nos meses de outubro,novembro...) só chegui chegar em Mérida quase 18h. Peguei um táxi pro hostel fora do aeroporto (1km de caminhada), paguei 100 pesos. Dentro do aeroporto era mais caro, mas não perguntei quanto... Fiquei no hostel Nomadas Me assustei um pouco com o quarto de 20 camas... O hostel no geral é bom, os funcionários são solícitos, há uma atividade diferente a cada dia e ele fica perto da Plaza Principal, mas foi estranho ficar num quarto tão grande, mas no fim foi tranquilo. À noite fui dar uma volta e me decepcionei ao ver que a cidade não tinha nenhuma animação comparada a Oaxaca... Faltava 1 dia pro dia dos mortos e as ruas mortas... Demorou um pouco também pra achar um restaurante com preço razoável, havia muitas opções mais turísticas com refeição de no mínimo 200 pesos.

 

Dia 7

Resolvi conhecer os cenotes nesse dia. Você tem que pegar uma van (25 pesos ida + 25 volta) pra um lugarejo próximo (1h) de Mérida e de lá contratar um "truck" (tipo uma moto com uma parada na frente pra 4 pessoas sentarem) pra te levar aos cenotes. Você realmente precisa desse truck porque os cenotes são afastados e as estradinhas bem ruins, muita pedra. Perrengue demais inventar de ir andando. O lugar mais famoso se chama Cuzama mas a mulher do hostel me aconselhou a ir em outro pois, segundo ela, em Cuzama eu seria recebido por uma horda feroz de "guias" que iriam me cobrar muito mais do que o justo. Por isso, segui o conselho dela e peguei uma van para um lugarejo chamado Homun. Mal cheguei e um guia já me abordou no seu "truck". Estando num grupo, sai mais barato, mas foi tranquilo pra mim. Combinei com ele de ir em 3 cenotes, e ele me deixou "livre" para pagar o quanto eu achasse justo. Disse que a mulher do hostel tinha dito que 150 pesos era um valor justo, mas que eu poderia pagar mais (achei ele muito tranquilo e simpático). Ele me levou em 2 cenotes (Ojo Verde e o outro não lembro o nome) fodas, era muito verde/azul! E depois numa gruta, que não gostei tanto porque era toda fechada. Os cenotes são no quintal das pessoas, que te cobram geralmente 40 pesos pela entrada, por Homun ser um lugar menos turístico. Lembre de levar snorkel!!! Eu devia ter comprado um logo! No final, fiquei umas 3:30hs com o guia, paguei 300 pesos a ele pela simpatia e pela paciência. Tenho que certeza que em Cuzama teria um serviço muito pior pagando bem mais. À noite haveria o Passeo de las Animas (almas), uma caminhada/desfile pela cidade até o cemitério onde as pessoas vão fantasiadas de caveira, rostos pintados. Foi muito legal. A comemoração do dia dos mortos é algo muito diferente e peculiar do México. Foi um dos pontos altos da viagem com certeza, mas tenho certeza que em Oaxaca teria sido muito melhor.

 

 

To be continued...

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

JcSantosJr, muito bom seu relato, estou aguardando mais detalhes.

 

E aí brother, comprei minhas passagens saindo so RJ, por R$ 1600 para 3-16/05/2015.

Como faço para ir da Cidade do México para Oaxaca? Vi que tem o ADO como comentou, sabe me dizer qual a rodoviária que sai?

Depois de Oaxaca quero ir para Ixtapa, tem onibus direto?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Falae ae cara!

No Zócalo tinha um stand de venda de passagens, comprei lá. E o metrô sai na rodoviária, mas como estava muito tarde peguei um taxi, mais seguro. Não lembro o nome da estação ou da rodoviária não, mas isso você vê lá tranquilo, quando comprar a passagem eles te informam. Peguei o ônibus de meia noite, cheguei 6:30h da manhã. Pra Ixtapa não sei cara, mas deve ter sim.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

JcSantosJr estou ansiosa pelo resto do seu relato. As informacões são super valiosas, ainda mais pra quem pretende ir ao México em breve e tem um roteiro parecido com o seu.

Thiagoperne estou indo para o México no mesmo período que você, mas não tenho companhia. Qual o seu contato? Caso vc tbm queirq cia para o período poderíamos combinar. Meu e-mail: [email protected].

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Priscila Moreno,

Vou te mandar e-mail. :)

 

JcSantosJr,

Mermão,

Acho que vou assim: DF (3 dias), Oaxaca (3 dias) será suficiente? vc ficou apenas 2 dias, Ixtapa (3 dias)... tá faltando outros locais e tenho ainda mais 3 dias. Me indicaram Palenque. Se fosse possível e tivesse mais tempo com certeza eu iria para Cancun.

 

O que vc acha? os dias em cada e os locais? Indica outro?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Thiagoperne, se você vai ficar só no "interior" do México, então fique 4 dias na Cidade do México cara. 3 dias foram muito corridos pra mim, por exemplo não consegui ir no museu da Frida Karlo e do Diego Rivera e nem passear pelos bairros mais bacanas lá. Em Oaxaca, é 1 dia pra conhecer o Monte Alban (tours geralmente de 10h a 14h) e os mercados, e outro dia pra fazer um tour pra visitar Arbol de Tule, Sítio Arqueológico de Mitla e Hierve el Agua. Mas a cidadezinha é muito bacana, então 3 dias também seria ótimo pra você sentir a cidade com calma. Não pesquisei sobre Ixtapa... San Cristóban de las casas é um destino popular tb, assim como Palenque, mas Palenque já é mais longe, tem que ver se vai caber nas suas 2 semanas, acho que dá...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Jc, valeu pelas dicas!

Olha só oq eu eu to pensando e ir mas claro tudo pode mudar... pois ainda faltam 6 meses, e cara acabei de descobrir q vou ficar muito pouco. kkkk

 

04/05 - Cidade do México - (Pela manhã tenho compromisso, mas a tarde penso em pegar um BUS de Turismo e fazer um TOUR pela cidade)

05/05 - Cidade do México - (Pela manhã: Teotihuacan e creio que até as 15hs, já esteja de volta)

06/05 - Cidade do México - (Pela manhã: Toluca ou Tula e creio que até as 15hs, já esteja de volta, buábuá queria ver os dois, e teria Puebla tb)

07/05 - Cidade do México - (Pela Manhã/ início da tarde, pelo menos: Museu Frida, Bellas Artes e Antropologia; Na parte da tarde (penso que ir a noite para Rodoviária pois fazer o voo noturno seria muito perigoso o tempo que ficaria esperando o Bus, uma vez que já sairiamos do Hotel e sem falar que chegaria no hotel de madrugada e provavel não teria acesso ao quarto)... ir para Oaxaca. O que acha?

 

08/05 - Oaxaca - Arbol de Tule, Sítio Arqueológico de Mitla e Hierve el Agua

09/05 - Oaxaca - Mont Alban

10/05 - Oaxaca - Manhã /Tarde: Conhecer a Cidade :) (Tarde/ noitinha: ir para Ixtapa - Zihuatanejo)

Além disso se desse queria ver os povoados das Sierra Norte, pois me indicaram).

 

 

11/05 - Ixtapa - Zihuatanejo -

12/05 - Ixtapa - Zihuatanejo -

Esses eu queria muito, pois as praias são lindas pelo menos por foto, e tb me indicaram. E pelo que estou vendo, são os lugares mais próximos da "minha região" com praia. Mas tudo pode acontecer, indo pra lá ou não, ainda teria os dias 13-15/05, e são muitas opções que interesso... Tulum, Mérida, Cancun, Palenque... quem sabe... rs. E tem San Cristobal tb, que vc não tem sido o primeiro a indicar. Comigo o roteiro a gente fecha na semana da viagem, e depois ainda quando está lá, tudo muda kkkk

 

A preocupaçaõ maior neste momento é a grana... tipo, será que vai dar, será que vou ter. kkk MAS ISSO existe em todas viagens q faço. Economizando um dia sim e o no outro gastando mais, nunca faltou. Mas todas suas dicas, são bem vindas. Valeu brother, qualquer coisa vai comentando... que vou anotando.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Museu Frida, Bellas Artes e Antropologia são em direções diferentes. Na verdade, o Bellas Artes não lembro onde era. Mas vá no de Antropologia beeem cedo, logo quando abrir, ele é o mais pica, depois almoça e escolhe um segundo pra ir.

 

Cara, Ixtapa e Zihuatanejo são pra um lado, San Cristoban e Palenque são pra outro! Se você está com tempo curto e sem grana dificilmente vai conseguir. Teria que pegar avião, e isso encarece muito a viagem. Acho que vc deveria ir numa direção só. Sobre Tulum, Mérida, Cancun, é muito mais longe! Vai gastar uma grana violenta pra percorrer todos esses lugares.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...