Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Primeira tentativa * Pico do Paraná


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Pico Itapiroca

 

Paz e luz!

 

Nos juntamos mais uma vez galera, agora para subir até o ponto mais alto do sul do Brasil.

O Pico do Paraná na proa!

Este link é da nossa trip anterior, a primeira trip, subimos o monte Roraima no começo do ano (2014).

http://www.mochileiros.com/monte-roraima-3-amigos-ferias-um-mes-antes-da-viagem-t95435.html

Desta vez o grupo nosso aumentou, vieram juntos o Tayfran, o Zaca e a Barbara.

 

Bom, comecei a trip perdendo o voo, cheguei atrasado no aeroporto e o Rafael embarcou sozinho para Curitiba.

IMG_20141021_143708.jpg.106605c5e62cd6c864ba131bd4c65ef7.jpg

 

Consegui um assento no próximo voo e fiquei imaginando o monte de merda ele iria me falar quando chegasse lá, embarquei e segui viagem.

Não sabia quando os outros chegariam e acabei chegando quase junto com os dois caras que vinham do Rio Grande do Sul.

IMG-20141021-WA002.jpg.b8fcb26722aa8d9d0a6acc2a64d093ef.jpg

 

O Tainan e a Barbara viriam um pouco mais tarde de São Paulo, enquanto isso fomos comprar o rango da trip, já que dessa vez não contávamos com a ajuda do José.

O jeito era comprar, carregar e cozinhar.

Voltamos para o aeroporto e os dois chegaram na sequencia.

O pico da noite foi o bar que o Rafael nos levou para comer carne de onça.

Cerveja boa, vento frio e carne crua!

Estávamos no Paraná, no Armazem Santa Ana, bar que parecia ter parado no tempo, lembrava um celeiro misturado com uma mercearia dos anos 80.

Lugar tipico e muio foda! Ta ai o endereço para quem quiser conhecer:

Armazém Santa Ana Av. Sen. Salgado Filho, 4460 - Uberaba Curitiba - PR

IMG-20141024-WA065.jpg.1206977fd61d9803de2a2c67fa1a21c5.jpg

 

Lotamos a casa do cara, dormimos para sair cedo no dia seguinte.

Pé na estrada gurizada!

Pouco tempo depois nem lembrava das ruas lotadas de São Paulo, começavam a aparecer as araucárias e a paisagem se misturava com as montanhas.

IMG_5534.JPG.964cbed597fa326bab2c9e89952a11f0.JPG

Em menos de 15 minutos já estávamos na entrada do parque, pagamos 10 Dilmas para entrar, fomos avisados de como eram as trilhas e os procedimentos a seguir.

IMG_5546.JPG.04742da0fd489e435a129b564c0c9b49.JPG

Não prestei atenção em nada e fiquei por conta de quem estava mais próximo ao cara, ouvi um monte de coisas e não intendi nada!

Juntamos a tralha e encontrei um escaravelho perto de onde deixamos o carro. Um bom sinal já que nunca tinha visto um inseto daqueles.

IMG-20141024-WA074.jpg.c5bb8e6d48d279d8c5dce9a92292c752.jpg

A entrada da trilha esta bem marcada, bem fácil de segui-la, então começamos a subida.

IMG-20141024-WA007.jpg.907d4d42e09e0f6505287daaa1cba881.jpg

Minha maior preocupação era atrasar o grupo, estou me recuperando de uma fratura no pé e ainda não tinha feito nada do tipo.

Voltando para a trilha, alguns pontos o mato está bem fechado, mas o chão marcado continua pisado.

IMG_5573.JPG.a3f37e95bda3f627ecb114ba50865797.JPG

Apesar de ser montanha o caminho é muito parecido com o de algumas trilhas que fiz na Serra do Mar em São Paulo, cheio de mata atlântica, bromélias e a umidade é bem alta e quando o caminho começa a ficar mais inclinado parece que havia chovido algum tempo antes.

 

IMG-20141024-WA049.jpg.dc42cef43a06e04fffa372b6266d2d11.jpg

 

Para minha surpresa encontrei um pássaro no inicio da trilha, escondido no mato caminhando no chão.

Além disso vi uma pena fincada na terra, uma pena grande e algo tanto quanto inusitado para se observar.

Uma pena tão leve nunca ficaria daquela maneira a não ser que um humano a colocasse daquela forma.

Uma boa simbologia sobre liberdade aparecia e sumia já no inicio.

E me parecia ser de uma ave de rapina, provavelmente algum gavião ou coruja.

Julguei novamente um sinal de sorte, mais tarde descobri que o Tayfran a encontrou e a colocou naquele local.

 

IMG_5600.JPG.333315ff3de73c9c0702470da0713b69.JPG

 

Caminhamos cerca de 30 minutos e a trilha já começa a ficar um pouco mais inclinada, alguma subidas, pedras e raízes.

Era o que esperava daquele lugar, até então estava tudo muito fácil e queria um pouco de diversão.

IMG_5595.JPG.1344ec9545c3189e87c12b5eac5d3bc6.JPG

 

Algumas paradas para descansar e apreciar a vista, logo alcançamos o ponto onde está a bica e encontramos além dela um cachorro.

IMG_5602.JPG.07e18e9f6e464e92a92aec9b74462e3c.JPG

 

O Tayfran tirou um carrapato dele e ele nos seguiu até a volta no dia seguinte.

IMG_5604.JPG.116f3e829b2660e295ed84abe9869da4.JPG

 

Descançados, agora a subida começava de verdade, muitas raízes, um pouco de lama e os grampos fixados na rocha.

Melhorou muito o nível da subida!

Já havia lido alguns relatos sobre os grampos e acredito que tudo vai da condição física de cada pessoa.

O que li até então me pareceu bem lúdico, tanta a rocha quanto os grampo estavam molhados e subimos sem nenhuma dificuldade.

É sem dúvidas a parte mais divertida da subida.

Não sei como fica a parte ante do cume do Pico do Paraná que também tem grampos e outras coisas para se apoiar e subir.

Essa era teta!

 

IMG_5613.JPG.b3a637aa7a0127714f18e561a9ffa7dc.JPG

 

Deixando os grampo e subindo mais um pouco, esse é o ponto onde tem uma corda fixa para ajudar na subida.

Bem legal a sensação, só segurar firme e vai numa boa.

 

IMG-20141024-WA045_edit.jpg.e9ca509141ad994ccafd03218085fb9e.jpg

 

Mais meia hora de caminhada e encontramos esta placa.

IMG-20141024-WA032.jpg.29c3558ed18a16d567ee010fcc98d552.jpg

 

Decidimos ir para Itapiroca ( É a quinta montanha mais alta da Região Sul do Brasil, formação rochosa de granito e gneisse, altitude de 1805 m.)

Naquele momento já sentia qeu arrastava a perna, me incomodava um pouco caminhar. E eles sempre me animando a continuar, ajudou muito!

A neblina ficava um pouco mais densa e fazia frio.

IMG_5628.JPG.d66501fb09573bc5418ef5b894cce1bd.JPG

 

Procuramos um ponto para montar o acampamento e estava tudo encharcado.

A água parecia não escoar naquele local e onde se pisava com força brotava água da terra.

A paisagem já havia mudado completamente outra vez e não dava para ver muita coisa.

Só era possível sentir o vento cortando nossas roupas e as gotas de água caindo nos olhos.

 

Olhamos várias vezes e procuramos o melhor lugar para montar o acampamento, o melhor jeito foi atrás dos arbustos para evitar um pouco o vento.

Encontramos uma barraca com a armação quebrada e ficamos na dúvida se a pessoa havia subido e a deixado para continuar sem levar peso ou se a barraca havia simplesmente quebrado e a pessoa resolveu deixar ali.

O Tainan levou uma lona e os caras cortaram a barraca e conseguiram forrar e manter o chão seco em um lugar que não conseguia admitir que era possível.

Naquele momento já não racionava por causa do frio e da dor que sentia no pé.

A fome também já estava brava!

IMG_5629.JPG.63eb19dc6fc9b230769fba5e4499abe3.JPG

 

Os brothers foram engenhosos montando o acampamento.

Ventava muito e ficou muito bem preso, resistiu a noite de água e ventania.

A grande discussão no mercado agora estava espalhada no chão, pelo menos 3 não cominam nada que os outros 3 comia.

Então o jeito foi fazer tudo por partes, e acabou dando certo.

Todo mundo ajudou e saiu uma massa com atum e cogumelos e 1kg e 1/2 de cebola! hahaha

Fora isso um vinho para esquentar o esqueleto e muito chocolate.

Cortaram as meias da Barbara e agora que estou escrevendo me pergunto o motivo, estava tão cansado que não me lembro porque fizeram isso.

IMG-20141024-WA122.jpg.c8b1bd5323b7760b563c7087c549f1c0.jpg

 

Sem dúvida alguma foi a noite que mais passei frio na vida, o vento levantava a barraca a noite toda e fazia muito barulho.

Água escorria pelas paredes, e conseguia sentir a umidade do lugar.

Já acampei em lugares mais altos e mais frios.

Não passei frio nem na trilha Inca no Peru, e agora graças a meu excesso de confiança dormi mal!

Os outros 4 não reclamaram tanto quanto eu e o Stelle.

 

Acordamos tarde no outro dia, e não tínhamos tanta comida o quanto pensávamos.

Nem água e menos ainda tempo para desmontar o acampamento e descer cerca de 1:30, depois subir mais 3 horas até o pico do Paraná e voltar para a base caminhando cerca de 6 horas.

Eu fiquei na pilha para subir, mas os outros tinha que voltar para casa e pegar voo naquela noite.

Então optamos por aproveitar a vista e explorar o local.

Ah, o cachorro fico junto o tempo todo, e acabou dormindo la em cima também,não sei como ele resistiu o frio e a chuvinha sem proteção.

IMG_5721.JPG.8e2e5a5b6aabeda2943b7dc44a6fdba3.JPG

 

Logo na entrada nos pediram para trocar o livro de cume que estava na caixa de metal do Itapiroca, fomos procura-la.

Mas antes a vista imponente do pico do Paraná, que estava justo na nossa frente com o sol forte e cima e algumas nuvens a sua volta.

Fiquei impressionado com a beleza daquela cadeia de montanhas, pouco tempo atrás nunca havia ouvido falar do lugar e agora estava ali parado boquiaberto e contemplando a força da natureza.

 

Fomos trás da tal caixa e logo a encontramos, bem fácil.

Trocamos o livro antigo que estava completo e colocamos o novo com nossos nomes.

Descemos a mata em frente a pedra com a caixa e seguimos uma trilha mais fina que está logo na frente.

A vegetação começa a ficar mais fechada e o calor ajudava bastante na caminhada.

IMG_5733.JPG.f539358a413a6dca716bc3381abee3ce.JPG

 

Saímos em um mirante, ou vários deles.

Dali já era possível ver estávamos rodeados de montanhas e que havia muita coisa se para explorar, o lugar é incrível.

 

IMG_5744.JPG.29824090e8aee6fda572f00b329e3ac5.JPG

 

Acho que neste exato momento a Barbara já estava planejando o seu sumiço.

IMG-20141024-WA143.jpg.411f2e171334f1cd9315c2042c401617.jpg

 

Depois disso voltamos até a parte mais alta de onde estávamos para pegar a trilha de volta e ela não aparecia, então começou a gritaria.

 

Barrrrrbara! Barabaraaaaa! OÔhh Borabara!!!! E nada... ::ahhhh::

 

O Rafael:

"...ela não reponde, não não pode ser..."

Eu:

"...não tem lugar para ela cair aqui..."

Só vi o Tainan sumindo, procuramos por marcas em todos os cantos e nada de sinal de escorregão e menos ainda dela. ::sos::

Mais uns 5 minutos gritando e nada.

De repente:

"...ela tá aqui." "...aqui onde caralho!?"

"...não sei, mas ela ta respondendo."

"...então ta bem né?"

"...tá sim!"

 

Eles finalmente apareceram, neste lugar se sobe para depois descer.

Acho que ela foi descendo porque vi o acampamento. 8) Na verdade não faço ideia do que aconteceu.IMG-20141024-WA157.jpg.5075938f5127e24e11e2e8d596d93bf3.jpg

Sei que ela deu um susta na gente! hehehe ::hahaha::

 

Então já íamos descer. A descida sempre é mais fácil, estava bem tranquilo com a situação.

IMG_5801.JPG.f1bf8b3a99ae85e2c9ecc6471e00099b.JPG

 

Comemos os últimos sandubas e o Stelle se despendido do cão com a uma cara de Hannibal Lecter.

Uma parada para descansar e tomar um café, o sol tinha sumido na metade do caminho e dali fomos direto até a base.

IMG-20141024-WA165.jpg.ae9d7e022a6155368278ef1e83009f7c.jpg

 

E isso ae galere, fim da linha, banho de gato e cerveja. Botas no lixo!

Ciao roupa suja e pé na estrada para voltar para casa, isso nunca vai acabar!

 

IMG_5815.JPG.d03d090659fba531bc5947db3d7ea5bc.JPG

 

Gostaria de finalizar o meu relato com uma frase de um chileno que diz muito a respeito do estilo de vida que decidi adotar.

 

Onde você se encontra hoje é onde você deve estar. Confie. Todos os lugares são apenas parte de uma viagem.

Alejandro Jodorowsky

Ótimas viagens a todos!

IMG_20141021_215608.jpg.f22afc59ce22ff37d8d9317f9063e958.jpg

IMG_5549.JPG.aa91ebdc0145726d26ae2271efe40fc7.JPG

IMG_5567.JPG.2e494a62f4c74fd6754b24968b886ca7.JPG

IMG_5592.JPG.419d9b46d6ea417ac7b43a4e773faa88.JPG

IMG_5617.JPG.e33413da2cbad4d754e5cd1cdf7d0bf5.JPG

IMG_5622.JPG.0b877790bc3a40e01c4f15f9e2edceff.JPG

IMG_5625.JPG.0f2d7836b512269c5d1cafab23d6b611.JPG

IMG-20141024-WA034.jpg.bf310054cb768497b62879b64bcfd904.jpg

IMG_5636.JPG.0ad69a151d6daf528b6ec3447a832e49.JPG

IMG_5646.JPG.b6c6c942a9ce762412226cd647a22128.JPG

IMG_5649.JPG.518f69f3d62c4be40aa954bcf0371494.JPG

IMG_5657.JPG.fd3ae95e6c1e880be2fd4bad3efa4f3d.JPG

IMG_5672.JPG.eb74265bf2a27c300c924de702159ba1.JPG

IMG_5678.JPG.143ec08c6d97db7ac8e201b3c64fa74a.JPG

IMG_5681.JPG.542b053b5e620f7372e73cd488169b48.JPG

IMG_5724.JPG.fdcf698510ee78a856ffd1a16cb0cc6f.JPG

IMG_5729.JPG.99e4d74012521e0dc415a8e7d0f9ff17.JPG

IMG_5754.JPG.f37d147164d759a6d646d5cbbf51c6fc.JPG

IMG_5761.JPG.bbe64932cd8f1f722b0930d4fa426baf.JPG

IMG_5787.JPG.903b794fbbdcc1cc2fc7044e219b80ee.JPG

IMG_5791.JPG.7a89d8cb95a09237d1006da2b2ad6446.JPG

IMG-20141024-WA159.jpg.e0dd54ca42f2e2ea8524ea3c33dcf4df.jpg

IMG-20141024-WA164.jpg.502d1ec38ea96ef8bf129d944fb99693.jpg

IMG-20141024-WA161.jpg.3dcb7ad80c2812cb8884b556f416279b.jpg

IMG_5808.JPG.2d858caa95716b450b1ccca0268dbfc7.JPG

IMG-20141024-WA051.jpg.5454de00ec1278e6d1bd4bde569f475b.jpg

IMG-20141024-WA056.jpg.57cc90a2d11995dad62b653ea0ed060d.jpg

IMG_5809.JPG.75e690e74fae92cda3b923091bd361cb.JPG

IMG_5811.JPG.93bb3ee1e281a7ab14a2bbc5018227b1.JPG

IMG_5814.JPG.c182f2e3d0f2e78a886f07a5bcbead9f.JPG

IMG_5822.JPG.555c2abc92f3051d8ec6b01f0a5e8f62.JPG

IMG-20141024-WA004.jpg.5bfa15e526deeb1c6887c2afee0c5c07.jpg

IMG-20141024-WA006.jpg.367f378d676eef74cf8084d0720b1109.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...