Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Buenos Aires - 5 dias (dezembro de 2014).


Posts Recomendados

  • Membros

Bom dia pessoal do mochileiros.com!

Ontem, ainda no aeroporto de Ezeiza, tentei fazer um relato, porém a conexão estava péssima e impossibilitou tudo. Agora, em casa, dá pra fazer. Espero ajudá-los com importantes informações.

Não posso iniciar o presente relato sem antes agradecer ao Jean, cujo relato de viagem em muito contribuiu com a minha. Sem contar sua atenciosidade ao responder os meus emails.

Vou começar pela compra das passagens, a qual fiz pelas Aerolíneas Argentinas. Não tive qualquer problema com a compra. Até pq eu sempre faço as compras de passagens com muita antecedência.

Caros amigos, tenho a obrigação de ajudá-los com informações que eu julgo preciosas. Saibam que já estive em 26 países. Não interpretem isso como uma exibição, pois esse não é o objetivo do relato. Mas peço que interpretem esses 26 países como "nossa! esse cara já levou muita porrada, com certeza!" logo, após levar minhas "porradas", tive que aprender alguma coisa, né? mas vamos continuar… e antes disso, informo que tive ano passado um aluno que é argentino. Ele me escreveu o que fazer em Buenos Aires. Ele me deu dicas do que os argentinos fazem. Não o que os turistas fazem, se é que me entendem. Um exemplo excepcional foi em relação a lugar pra comer e a compra de simples e deliciosos alfajores e dulce de leche (delícia). Observem, aqueles que ainda forem a Buenos Aires após o meu relato, que em BA existem várias casas de alfajores Havanna. Essas lojas impressionam, mas segundo o Cabral (meu ex aluno e amigo), essas casas são apenas caça turistas. E caçam mesmo! ele me disse que alfajores se compram em supermercados e são muito mais baratos. Ele me indicou a marca Terrabusi, que é a que os Argentinos comem. Eu gostei muito. Excelente qualidade.

Bem, chegando em Buenos Aires, um táxi me pegou (cortesia do Cabral) e me deixou no hotel. No hotel ainda, fiz a troca de dinheiro com o André, mesmo contato do Jean. Pessoal, não troquem dinheiro no Brasil. Lá vale muito mais e com o André, vcs não terão qq tipo de problema. Pontual, e com muita honestidade. Lembrem que em BA muitos passam notas de 50 e 100 pesos falsas. Optei pela segurança e bom preço. Se quiserem o contato do André, o qual passei pra outros amigos que irão a BA, podem pedir que eu recomendo. Fiquei no Apart Hotel And Spa & Congresso, localizado na Bartolomeu Mitre, 1824. Bem localizado. Ao lado do Congresso. A poucas quadras dos principais pontos turísticos. Café da manhã muito bom. Fiz as reservas na decolar.com. Cabe uma ressalva: eu e minha esposa adoramos o hotel. O café da manhã estava excelente! mas lendo alguns comentários do decolar.com, muita gente reclamava disso, daquilo e daquilo outro… embora respeite as avaliações, via que muita gente escrevia por puro capricho. Tem gente que reclama até se ganhar na loteria. Pra mim e esposa, foi um excelente custo X benefício.

No primeiro dia apenas demos umas voltas na região do centro a pé mesmo, para que eu me acostumasse com o mapa. Mas no segundo dia reservamos para ir ao Zôo de Luján, numa quinta feira, graças às dicas do Jean.

Existe muita polêmica quanto ao zôo, onde algumas pessoas dizem que os animais são dopados etc. Bem pessoal, eu já criei gatos, que são felinos… e esses bichos só sabem comer e dormir muito. Simples. O que eu vi foram tratadores que jogavam leite com açúcar na boca deles para "suborná-los". E tem mais: os tratadores bebiam a mistura de leite com açúcar na nossa frente, pois eles sabem dessa conversa de dopagem. Creio que quem deva estar dopado somos nós pra poder arrumar coragem pra entrar na jaula…srsrssr e o tigre inventou de "brincar" com o outro (aquela brincadeira sem graça de morder e atacar, tendo que ser interferida pelo tratador) na minha vez de entrar na jaula. Mas foi tudo bem. Pessoal, falo apenas por mim e pelo que eu vi no dia.

Para ir ao Luján existem vários tipos de excursão. CUIDADO!!! são caçadores de turistas. Pra vcs terem uma idéia, uma empresa estava cobrando de mim a quantia de 1935 pesos para duas pessoas, com direito a ingresso e transporte. E o hotel, queria 1400 pesos por pessoa. FUJAM, É UMA ROUBADA!!!

Sabem como fui ao Luján? fiz reserva no site da Fabebus (http://www.fabebus.com.ar), a qual cobrou 68 pesos por pessoa por trecho, o que resultou em 272 pesos de transporte para mim e esposa. Somando-se a isso, o Luján custa 300 pesos a entrada. Logo, gastei 872 pesos com transporte e entradas. Vão ao Luján de segunda à quinta. Final de semana fica lotado. Fui numa quinta e peguei tudo vazio.

Voltando à Fabebus, é uma van limpa e com ar condicionado. Bem confortável, que te deixa na porta do Luján e te busca lá. Chegando ao zôo, vc deve informar a eles o horário no qual deseja retornar. Levem comida e água. Eu levei empanadas, alfajores e água. Só deixei pra comprar lá um refri. Lá tem vários lugares para parar e comer. Excelente passeio. Ah! o Fabebus se pega perto do Obelisco, num terminal de vans. Tive que andar uns 600m do hotel até lá. Não nos matou. E olhem só o que eu economizei? a minha economia valeu apenas DOIS almoços em excelentes churrascarias. Logo, tirem suas conclusões. Eis abaixo as fotos do terminal e do zôo.

20141218_175900.jpg.1b79485bec7311947672836da7b604d3.jpg

20141218_105023(0).jpg.160f0638ebde605489fcab14ef616bff.jpg

20141218_131329.jpg.1736d397c8b467681a04782568fe1f27.jpg

 

 

 

Continuando, após o Zôo, fomos ao hotel e depois comemos no Siga La Vaca. Eu, particularmente, embora tenha comido bem, esperava mais. Talvez tenha sido o dia. Mas pra quem tá com muita fome, vale a pena. Apenas informo que os argentinos não comem lá. É mais pra turistas. Argentinos comem na Don Julio (excelente), La Cabrera, La Caballeriza (não comi nessa) e no El Obrero. Vou falar mais adiante sobre elas.

 

Pessoal, no terceiro dia, fui na Floralis Generica, no cemitério de La Recoleta, no El Obrero almoçar e à noite, no Sr. Tango.

Bem, Andamos muito nesse dia. A mulher tava quase me pedindo arrego e me batendo. Mas ela, no fundo, é excelente pra se fazer viagens e aguentou o tranco.

Sabe, abusei de mapas e aprendi a andar de ônibus e metrô. O metrô de Buenos Aires, infelizmente, não nos leva em toda a cidade, como o de Paris…mas após a Floralis e o cemitério, demos uma parada no shopping Recoleta Mall, onde tomamos um delicioso sorvete de dulce de leche na Freddo. Tava em promoção 1/4 de quilo por 30 pesos. Acreditem: É sorvete pra caramba. Dá pra se fartar. E tava um sol de matar nesse dia… e andamos, viu!

Planejávamos almoçar na La Cabrera, mas como vi um ônibus que ia pra La Boca (152), mudei repentinamente os planos e fomos almoçar no El Obrero. É importante um guia pra saber que ônibus tomar. Eu fui com um pequeno guia, em inglês, do Lonely Planet.

O El Obrero é um lugar simplório, mas não julguemos pela capa. Pessoas como Diego Maradona, Messi, Batistuta comem lá. E pessoas como Mick Jagger, Bono Vox e outras celebridades, já estiveram lá. A carne é excepcional. Sabem como descobri esse local? procurando. E achei no site do viajante comilão e estava no guia que eu levava o endereço e como chegar.

O mais importante de tudo foi que comemos até sair pelos ouvidos e a conta veio hiper barata (306 pesos… lembram da economia que fiz com o Fabebus?). Gente, é lá onde argentinos e celebridades comem. Tudo muito bem servido. Sem miséria! nem a presença das celebridades que citei os fez crescer os olhos. Mantiveram como sempre foram. Vale a pena. Fotos abaixo…

20141219_111626.jpg.b2f2293cef696eb7be4864a31b8ae3cb.jpg

20141219_141257.jpg.e2036693d2b36c4348e35110a652d5f4.jpg

 

 

Quanto ao Tango, vão no Sr Tango. Excepcional!!! não optei com jantar, pois segundo amigos que estiveram em BA, o jantar não vale a pena. Disseram que não era farto e era mais propaganda (não sei vcs, mas pra mim comida é algo sagrado e tem que ser farto). Logo, optei somente pelo show…e o dinheiro que eu gastaria com o jantar, me serviu para outro grande almoço (e ainda sobrou). COMPREM OS INGRESSOS NO SITE!!!! não caiam em excursões. É a segunda vez que aviso!!! o preço do ingresso no site (http://www.senortango.com.ar) está incluso o transporte de ida e volta. Basta ligarem do hotel mesmo e pronto! não tem erro! Olha, muito bom o show. Os amigos de BA e o argentino mandaram que eu fosse no Sr Tango. A mulher, nem preciso dizer, ficou maluca. Ah! se optarem por excursões, em vez de comprar no site, preparem o bolso, tá? Bill Clinton e Chris O'Donnel já estiveram lá.

 

No sábado fomos no El Caminito, almoçamos no La Cabrera, fomos na Barbie Store, pra matar uma vontade da Roberta (mulher adora barbie desde menina), fomos tb no Teatro Cólon. Muito cuidado com os dançarinos de Tango. Já postei aqui, no meu relato de Pequim, Macau e Hong Kong, que as pessoas dão boas dicas aos amigos chegados, pai, mãe, esposa, marido etc… nunca a alguém que nunca viram na vida, como nós.

Como já sou vacinado pelas porradas (como escrevi no início), e com a ajuda do amigo Jean em seu relato, assim que chegamos em El Caminito (ônibus 152 ou 64, que dá pra pegar pouco atrás da casa rosada e solta no ponto final), já vieram "dançarinos de tango" querendo me colocar chapéu e plumas na Roberta. Eu, gentleman que sou, coloquei-os pra correr e pronto. Mas infelizmente não consegui avisar a um casal de compatriotas sobre essa armadilha e depois estavam eles, pagando 100 pesos para cada "dançarino". Logo, TIREM SUAS FOTOS E PRONTO!!! ah! as lembranças deixamos pra comprar outro dia, pois lá tava um assalto.

Quanto ao Teatro Cólon, só fui pra não dizer que não conheci, mas eu não gostei. Talvez pq estava morrendo de sono, pois nesse dia eu andei. Mas não achei tão interessante. Só que turista tem que ir lá. Muito caro! Preferi a Casa Rosada, que além de ter sido 0800, era muito mais interessante.

Almoçamos no La Cabrera. Pegamos metrô e andamos bastante até lá chegar. Restaurante muito bom. Quando vc chega, espera uns 40 min se não tiver reserva (meu caso), mas lá fora, de cortesia, tem champagne e frios pra degustação. Lembram dos dinheiros que eu deixava de gastar? pois bem… uma parte foi gasta nesse restaurante e valeu a pena. Mil vezes comer lá do que no tango. Pra chegar lá, não adianta… mapa na mão e sebo nas canelas. Fotos abaixo.

20141218_154047(0).jpg.e9319d36976d2dab7331e5a516ac54ab.jpg

20141220_111224.jpg.95e47dd4092259bc7d340101faf92547.jpg

20141220_151505.jpg.d201f3a7f8ba192a34dcb025209deae7.jpg

 

 

Finalmente, no domingo, ontem, 21/12/14, foi o nosso último (e não menos proveitoso) dia.

Fizemos o check out às 11:00h e deixamos as malas no hotel ao custo de 0800. É claro que fiz questão de deixar uma propina (nada a ver com o Brasil…rsrsrsrs), pois a equipe nos deu toda atenção do planeta. Nada mais do que justo.

Fomos sentar um pouco perto do Obelisco, fomos almoçar no Don Julio (Jesus Cristo, que restaurante é aquele???) e ao voltarmos, lembramos que, aos domingos, dava pra entrar na casa rosada. Dito e feito. Dia tranquilo, mas aproveitamos ao máximo.

Pra chegar no Don Julio, devemos descer na mesma estação para chegar no La Cabrera, estação Scalabrini Ortiz, linha D. Andamos até a rua Guatemala e viramos à direita… anda-se umas três quadras e lá está o Don Julio. Segundo o Cabral, é a melhor escolha. E ele acertou em cheio. Ah! façam reserva. O lugar enche literalmente e teve gente que não pôde entrar pq não tinha reserva. É muito fácil. Do hotel liguei e dei o nome e horário. Chegando lá, estava a mesa com o meu nome. Pessoal, assim que cheguei, levaram à mesa um cesto de pães feitos na casa. Os mesmos, literalmente, queimavam os dedos. Como adoro pão, ali mesmo me conquistaram. Restaurante excepcional e com preços ótimos. A carne era de matar. Pedimos linguiça, bife mariposa e papas fritas… não é nem bom ficar lembrando agora, pois no Brasil não tem daquilo. A conta deu 513 pesos e eu e a Roberta comemos MUITO! pedimos linguiça de entrada, a qual comemos com pão quente (e trouxeram mais depois)… realmente fechei a Argentina com chaves de ouro.

Depois fomos na casa rosada e pronto. Voltamos ao hotel pra pegar as nossas malas e esperar o táxi. Contratei o taxi Ezeiza, pois custou 350 pesos. Se eu fosse de ônibus turismo, iria andar uns 1,3 km até Puerto Madero com as malas e pegar o ônibus gastando 260 pesos (os dois). Não! preferi o táxi no hotel. Vejam se vale a pena. Dependendo, o hotel pode arrumar um táxi mais barato. Eu deveria ter perguntado o preço pelo hotel.

Esqueci… levei sabem quanto? R$1.300,00. Troquei por pesos com o André e, acreditem, tive uma viagem farta… mas a experiência (por causa das porradas) valeu e muito. Minhas provas de fogo em viagens foram Inglaterra e China. Nesses países eu me virei bem e aprendi a gastar com qualidade.

Ainda sobraram alguns pesos, os quais, após o almoço entreguei nas mãos da Roberta e disse que era dela. E como mulher, ela comprou uma recordação pra enfeitar a estante, uma água (comprem água em supermercados) e o restante… Victoria Secret's no Ezeiza, que estava em promoção. Levei um cartão de crédito para emergência, mas o intuito era não usar. E não usei (só no free shop no Brasil). O free shop do Ezeiza tem os mesmos preços do Brasil, porém, no Brasil, vc não paga o IOF e pode colocar em 2 ou 4 vezes no cartão. Logo, optei por comprar perfumes e chocolates aqui mesmo.

Seguem fotos…

20141221_155544.jpg.1814d717b79781d45a386b56689f1b1d.jpg

20141221_125221.jpg.b7c9e4f6deda3c4a6af6faf9e7b6366d.jpg

20141217_185506.jpg.9ac83c093ea1ae111f88ccb7d04b18c8.jpg

20141219_170144.jpg.524cd4c1fa74dec9db9fe835d0f090b5.jpg

 

Consideraçoes finais:

Amigos, nós comemos muitas empanadas, e eram uma delícia. Na esquina do hotel tinha a loja das empanadas americanas. Nós adoramos. E são muito baratas.

Para andar de ônibus e metrô em Buenos Aires, é aconselhável comprar um cartão, que custa 20 pesos, e carregá-lo. Um cartão foi suficiente. Carregamos e andamos toda a cidade. Transporte lá é baratíssimo. É necessário paciência para aprender a andar de ônibus. Mas no terceiro dia, eu estava como um habitante local… lembram da experiência? mas mesmo assim, levamos porrada nos dois primeiros dias para aprender a andar… e andamos, viu? Levem sempre água e comprem em supermercados. Eu trouxe pro Brasil Alfajores Terrabusi e Dulce de Leche. Com 1300 reais, fizemos uma das melhores viagens da nossa vida. Amamos tudo! muito temos que aprender com os argentinos, principalmente em relação a patriotismo e orgulho cultural. Mas muito estamos à frente deles, porém, não é objetivo meu aqui falar de governos esquerdistas como temos lá e aqui. Fujam dos restaurantes que cobram barato por entrada, prato principal e sobremesa. São apenas pega turistas. Quanto mais próximo vcs comerem nestes locais, maior será a armadilha (locais como Obelisco, Casa Rosada etc). Em Puerto Madero é a mesma coisa. Eu comi em excelentes restaurantes, com comidas muito fartas e onde os argentinos comem. Logo, nenhum foi perto de locais de pontos turísticos. Procurem fazer o que os argentinos fazem, não o que os turistas fazem. A Roberta mandou avisar às mulheres para levarem chinelo nas bolsas, pois uma hora andar cansa e os pés pedem arrego. Andem com uma mochila contendo água, chinelo, protetor solar etc. Um casaco não seria mau negócio, pois às vezes pode esfriar. O melhor lugar pra se comprar lembranças, pelo que vimos, foi numa feirinha de domingo perto da Casa Rosada.

Creio que isso é tudo. Abaixo uma foto do Empanadas Americanas, situado na Av Callao, cruzamento com a Bartolomeu Mitre (em frente ao hotel). Mas tb tem outra na Corrientes. Experimentem a pizza e a empanada de queijo e presunto. E pra terminar, os argentinos se esforçam pra nos entender (eu só falo inglês e nada sei de espanhol) e são muito simpáticos, diferentemente dessa rixa sem objetivo por causa de futebol. Vivam cada dia. Voltarei a BA, com certeza.

Precisando de dicas, estou aqui para isso. Meu email é [email protected]. Tenho obrigação de ajudar a quem precisa, pois quando preciso, é aqui que busco ajuda tb. Algumas fotos podem ter saído repetidas e/ ou de cabeça para baixo, mas creio que tenha sido o site mesmo, pois elas não se encontravam assim no momento em que as anexei. Faz parte.

Espero que gostem do relato e que o mesmo seja útil. Façam uma boa viagem e que Deus os guarde.

Mizangelo Elias de Barros e Roberta Maia de Queiroz Mello.

20141218_182221.jpg.24603130293a273f182f549d80c3ae91.jpg

20141218_154047(0).jpg.968885d95285cf78e4a5bde93e51b25d.jpg

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 198
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

eai meu amigo Mizangelo!!!

 

Seu relato ficou show, fico feliz em saber que deu tudo certo com a viagem e que você e a Roberta aproveitaram cada momento ao máximo, obrigado pelo agradecimento presente em seu relato, fico mais feliz em saber que pude ajudar o casal de alguma forma!!! ::otemo::

 

Ahhh depois quero ler seus outros relatos, to estudando inglês e daqui a um ano e meio vou procurar um país que possa oferecer um intercâmbio mais em conta!!! heheh

 

Felicidades a você, a Roberta e a sua filha, desejo muitas viagens a sua família, muita saúde e que Deus os abençoe cada vez mais!!!

Grande abraço meu amigo!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oh Mizangelo, tudo bom !!!

 

Eu li e gostei do seu relato, parabéns !!!

 

Eu gostaria de te perguntar, só para ter uma noção, quanto que você pagou na passagem de ida e volta pra BsAs?

É que estou pensando em fazer um mochilão pra BSAS lá pra Abril ou Maio, e vendo as passagens aéreas ( guarulhos - BsAs ) estou achando um pouco caro (tudo acima de 700 reais), não sei?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Fala Fernando, tudo bem?

Olha, eu paguei cerca de R$1.600,00 com as taxas, para dois adultos. Fiz as compras no site da Aerolíneas. Cara, não é uma Singapore Airlines, mas cumpre muito bem a missão. Na América pra mim, a Lan é o que há de melhor.

Mas sabe como eu compro passagens? olho no decolar.com e depois, no site das empresas. às vezes o decolar, mesmo com as taxas, sai mais barato do que na própria empresa aérea, porém, às vezes não. Mas faça pesquisas em mais de uma empresa aérea. Às vezes tem épocas em que isso despenca. Acompanhe tb o site www.melhores destinos.com (mas case as datas e veja na própria empresa, em vez de pagar taxas de graça pro submarino viagens). O negócio é ter paciência.

Pra te animar um pouco, sabe como eu fui pro México? eu planejava ir pra Ushuaia e estava quase clicando em comprar. Porém, deu uma louca e por acaso vi quanto seriam as passagens, na mesma data, pra Cancun. Pra minha surpresa, TUDO (passagens, taxas de embarque e taxa do decolar.com) deu apenas R$1.240,00. Sem pensar duas vezes, comprei e pronto. Basta pesquisar.

Precisando, é só perguntar.

Mizangelo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Mizangelo...esse valor de R$ 1600,00 foi de GRU - BsAs?

E que a minha situação é um pouco mais complicada, que vou ter que pega o avião de Salvador. Daí eu estou vendo se eu compro a passagem direto ida-volta (salvador - bsas) ou separado em 2 trechos ida-volta (salvador-GRU) e, depois, ida-volta(GRU-BSAs) no mesmo dia e em horários que se encaixem. E estou vendo aqui, qual que mais compensaria.

Mas pelo preço que vc pagou na passagem, acho que não foge muito (nessa faixa de 800 reais/pessoa pra cima), eu acho?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Não. O meu trecho foi GIG-AEP e EZE-GIG (cheguei no aeroparque e saí pelo Ezeiza). Olha Fernando, talvez se vc separar os trechos assim, pode ser que fique mais caros.

O preço tá nessa faixa mesmo. Às vezes acha-se mais barato, porém existem armadilhas tais como uma taxa de embarque mais cara (dependendo do site) e assim por diante. Meu caro, NADA resiste a um bom planejamento. No meu relato da viagem à China eu creio (não lembro mesmo) ter dito que comprei as passagens em fevereiro. Para viajar em janeiro do ano seguinte.

O importante é se planejar e fazer casamentos de datas e horários.

Vc tem milhas??? isso pode te ajudar.

Em 2012 fui em Toronto (não fiz relato dessa viagem não sei pq), e consegui as passagens apenas com milhas acumuladas no cartão de crédito (compro tudo no cartão já "mau intencionado" por causa das milhas.

Forte abç. Se quiser, pode mandar email que te respondo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Ah entendi, é que eu estava pensando em comprar separado os 2 trechos, porque, geralmente, as passagens de GRU- Salvador ficam em torno de 300 reais (com taxa), dai a passagem mais barata de GRU-BsAs, que eu achei, foi de 700 reais (com taxa), sei lá, às vezes compensaria, considerando o trecho todo SSA-BsAs.

Complicado que, não sei o que acontece, mas eu acho que, o que encarece é a taxa de embarque da Argentina.

 

Como você falou, nada subtitui uma boa pesquisa e um bom planejamento.

Mas Misangelo, muito obrigado pela ajuda !!! abç

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...