Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
odiliofap

Empresas de Ônibus na América do Sul

Posts Recomendados

Teria como vocês me informarem os sites em que pesquiso as passagens aéreas?

vou fazer este roteiro:

 

Meu Deus, é muita coisa. Mas, o que vcs conseguirem me ajudar, estaria ótimo. Ou se sabem de alguma site que posso consultar todos esses trechos. Eu achei um, mais sai apenas de São Paulo.

 

Porto alegre - Punta del Leste

Punta del Leste - Montevidéo

Montevidéo - Buenos Aires

Buenos Aires - Córdoba

Córdoba - Ushuaia

Ushuaia - Santiago

santiago - Viña del Mar

Viña de Mar - Valparaiso

Valparaíso - Deserto do Atacama

Deserto do Atacama - La Paz

La Paz - Assunção

Assunção - Blumenau

 

Me ajudem por favooooooooooooooor!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ricardo,

 

Sempre uso o www.kayak.com. Dá pra fazer pesquisa em quase todas as companhias (menos as low-cost), o preço que apresenta já vem com as tarifas inclusas, dá pra fazer roteiros multi-cidades e com flexibilidade de datas.

Pra esse roteiro que vc quer, além do kayak, recomendo olhar no site da gol (www.voegol.com.br) e da pluna (flypluna.com). Essas duas empresas não são listadas no kayak.

 

Um abraço,

 

Pavan.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

jah vi em varios sites das empresas mas nao aparece nada..

Alguem conhece uma empresa que faça:

 

Puerto Iguazu - Salta

ou

Puerto Iguazu - S.S. Jujuy

 

Ou se tiver algum outro jeito de ir pra essas cidades..

 

Obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Pessoal!

 

Estou organizando meu primeiro mochilão (que acontecerá em Janeiro/2010) . Pois bem, sairei de Porto Alegre com destino a Santiago. O roteiro ainda nao tenho definido com extrema certeza. Isso por nao saber qual o melhor caminho e, o mais importante: A EMPRESA.

Pesquisando, consegui descobrir as 4 empresas que fazem transporte pela América Latina partindo daqui. São elas:

 

* Flecha bus

* Pluma

* Chilebus

* EGA

 

Não somente neste tópico, mas em outros do site e em alguns blogs, a maioria das pessoas que já viajou pela Pluma reclama muito. Alguns até discordam, mas foi o bastante para eu ficar com "os dois pés atrás". Li aqui mesmo que a EGA é uma ótima opção!

Gostaria de saber a opnião de quem já viajou por essas empresas, e se for o caso, dicas de baldiação na argentina para ter o mínimo de surpresas desagradáveis durate a viajem.

 

Desde já. obrigado pessoal!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, das empresas citadas eu ja andei em 2

 

Pluma - De São Paulo a Foz do Iguaçu

Achei o serviço horrivel, onibus ruim, muito sacoleiros no onibus (mais isso depende da rota), nao recomendo

 

FlechaBus - De Puerto Iguazu a Tucuman / De Tucuman para Mendoza (ARG)

Viagem muito boa, serviço bom, fui de semi-cama que seria o nosso Convencional com a poltrona enclinando + e apoio para os pés.

 

As outras empresas nao posso falar nada, e saindo de porto alegre tbm nao sei!

 

Bom nao sei se ajudou mais é isso que eu sei! ::hãã2::

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gabriel outra dica de empresa é a Andesmar e Crucero del Norte, não sei se elas vao direto pra Santiago, mas se você for fazer paradas na argentina eu recomendo.

 

Andesmar - Mendoza a Buenos Aires

Comprei o serviço cama, melhor que andei na argentina, pode ser um pouco mais caro e com certeza vale apena. Funcionários excelentes, onibus limpo e bom.

 

Crucero del Norte - Buenos Aires a São Paulo

Otimo serviço, tambem cama. (As 52 horas de viagem passou mais rápido que as 20 horas de Pluma) ::ahhhh::

 

Se você for fazer alguma parada na Argentina, eu recomendo Mendoza que se nao me engano é caminho de Santiago. Otima cidade, fui no verão e recomendo.

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguém pode me fala como faço para ir de Curitiba, para Puerto Iguazu(ARG)sem gasta muito....mas não se prendam muito no dinheiro,

preciso ir para lá.....

 

Vlw desde já

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por TMRocha
      Estou aproveitando esse espaço para contar um pouco de como foi a minha experiência de intercâmbio nesse país que é tão próximo de nós, mas mesmo assim tão diferente.

      Entenda um pouco sobre a experiência que obtive após estudar espanhol por um mês no Uruguai.
       
      Para não perder tempo, estou dividindo os tópicos desse dessa forma:
      1) Alguns dados interessantes do Uruguai; 2) Por que estudo Espanhol?; 3) Minha Experiência de Intercâmbio no Uruguai; 4) Minhas Considerações. Após isso o Índice dos posts dessa viagem; E por fim o relato propriamente dito! 1) Alguns dados interessantes do Uruguai
      O Uruguai é um país pequeno e muito charmoso, com cidades arborizadas, campos extensos, praias limpas e um povo muito cordial e amistoso. O país faz fronteira com a Argentina e com o Brasil, no estado do Rio Grande do Sul.

      Os verões são quentes, com temperaturas que variam entre os 23 e 38ºC, já os invernos são frios e a temperatura gira ao redor dos 15ºC, com algumas madrugadas geladas abaixo de zero. Com um clima temperado, o Uruguai possui estações bem definidas, atendendo a todos os gostos.

      Os uruguaios gostam de futebol, mate e churrasco. É muito comum vê-los com uma garrafa térmica sob o braço e o mate na mão andando pelas ruas, nos shoppings, em todos os lugares. São pessoas alegres, receptivas e solícitas, que estão sempre prontas pra ajudar.

      Mate uruguaio.
      O país conta com pouco mais de 3,3 milhões de habitantes, sendo que destes, 1/3 vive na sua capital, Montevideo. A economia é estável e vale ainda citar que o Uruguai é um dos países mais seguros e possui uma das mais altas taxas de qualidade de vida de toda a América do Sul.

      Fonte Pesquisada:
      http://www.brasileirosnouruguai.com.br/conheca-o-uruguai
      2) Por que estudo Espanhol?

      Olá, me chamo Thiago e acho que deve fazer ao menos uns três anos que estudo espanhol  [04/10/2017] e pouco a pouco estou melhorando meu conhecimento nesse idioma tão interessante. Com o espanhol tive a oportunidade de conhecer outras culturas que antigamente estavam fechadas para mim.

      Vestimenta típica para festas musicais de alguma região do Equador.

      Touradas, na Espanha.

      Murga, uma apresentação típica do carnaval uruguaio.

      Festa dos Mortos, no México.
      Descobri novos povos, outras comidas típicas que antes não fazia ideia que existiam e ainda tive a oportunidade de me aventurar por um novo país: o Uruguai, onde fiquei morando por um mês em uma casa de família super simpática enquanto estudava espanhol de forma intensiva em uma academia de ensino uruguaia.
      3) Minha Experiência de Intercâmbio no Uruguai
      Minha ideia inicial era fazer um intercâmbio junto ao CACS para a Espanha, mas como a crise estourou pesado em 2014 esse plano acabou caindo por terra, então continuei juntando mais algum dinheiro e resolvi fazer isso por conta própria junto a CVC, e numa das opções apareceu o Uruguai, país que decidi passar um mês inteiro realizando o intercâmbio de espanhol.

      Montevideo, capital do Uruguai.
      Lá fiz muitos passeios pela capital Montevideo e ainda conheci outras cidades próximas como Punta del Este, Colonia del Sacramento e Salto del Penitente (em Minas). Nesta última cidade andei a cavalo, me aventurei em uma tirolesa e até me arrisquei num rapel [que na verdade foi uma falha total!].

      Academia Uruguay, onde estudei no meu intercâmbio.

      Praça Independência, Montevideo.

      Monumento Los Dedos, em Punta del Este.

      Colônia do Sacramento, vista do alto de um Farol.



      Nas últimas três fotos acima: Eu me arriscando nos esportes de aventura em Salto del Penitente, no Uruguai.
      Com o intercâmbio conheci mais do comportamento dos uruguaios e descobri que eles são um povo incrível, cultos, organizados, super trabalhadores, que gostam da natureza e realmente amam o seu pequeno país.
       
      E claro, como um bom viajante também passei por alguns perrengues mais complicados, em especial para me adaptar com o clima e a comida típica do país, que é muito diferente da brasileira.

      Milanesa Pollo Napolitana con fritas.

      "Pasta". Esse é o nome que os uruguaios dão para o macarrão.

      Carne de Javali, uma iguaria típica de Salto del Penitente.
      O mais importante é que tive boas experiências que serão lembradas por mim até o meu último dia de vida. Mesmo em todo esse texto não foi possível relatar sequer um décimo do que fiz e do que senti por lá. Resumindo...
      "Ter a oportunidade de aprender um novo idioma é o mesmo que se abrir para novas oportunidades no presente e no futuro."
      Acho que isso resume um pouco do aprendizado que tive por lá. E pensando nisso, resolvi organizar esse tópico para que incentive novos viajantes ou até mesmo outras pessoas que pretendam aprofundar mais o seu conhecimento nessa língua.

      Sem mais delongas, abaixo estou colocando o índice organizado de toda essa maratona que fiz por lá, sem claro, deixar de ensinar um pouco do espanhol também e contando praticamente tudo que aconteceu no país, desde a minha saída do Brasil até a chegada no outro mês.E para fechar com chave de ouro, só falta esse assunto
      4) Minhas considerações:

      Desejo um agradecimento especial à família que estava me hospedando: O Álvaro, a Stela, a Fernanda e também aos dois hóspedes gringos que ali estavam e me ajudaram muito, o Míchel da Suíça, e a Kelsy, dos Estados Unidos. E também para toda a equipe da Academia Uruguay que me ajudou bastante.
       
      Desejo que todos vocês aproveitem a vida, trabalhem bastante e que viagem sempre que puderem. A todos os leitores, espero que tenham sempre uma boa viagem!
       
      A seguir:
      - Índice do Relato dessa viagem;
      - Relato propriamente dito.
    • Por TMRocha
      Dessa vez não estarei falando sobre um relato de viagem próprio meu, e sim do meu irmão mais novo, o Fernando [apelidado carinhosamente por nós de Nando ou Nandinho].

      Confira como foi a sua espetacular viagem em sua moto Yamaha Ténéré 250cc saindo de Contagem (MG), seguindo do Brasil até a América do Sul com rumo a Antofagasta, no Chile.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo ou em uma de suas respectivas partes:
      http://tudorocha.blogspot.com/2018/02/viagem-tenere-250cc-pela-america-do-sul.html
      Lista de Episódios:
       
      [PARTE 1] [PARTE 2] [PARTE 3]
      [PARTE 4] [PARTE 5] [PARTE 6] [PARTE 7]

      Infelizmente ele teve um ano de 2017 muito difícil e passou por muitos perrengues, por isso, para compensar tantos problemas ele resolveu realizar uma verdadeira aventura em 2018, pra já começar o ano de forma diferente e mais inspiradora.
       
      Sua meta era chegar a Antofagasta, no Chile, passando também por Foz do Iguaçu [PR] para conhecer as Cataratas pelo lado brasileiro e em seu caminho ele ainda queria encontrar a Mão do Deserto no Deserto do Atacama [Chile] e o maior Salar do mundo, que fica em Uyuni, na Bolívia.

      A moto que ele utilizou para essa aventura foi uma Yamaha Ténéré 250cc, já bem rodada e com sua manutenção em dia.

      Yamaha Ténéré 250cc.
      [Para que sua leitura fique fluida e confortável, a partir de agora começarei a contar como foi essa viagem em 1ª pessoa]
      Dia 1: Sábado, 20 de Janeiro de 2018
      Após andar por quase 200 km em minha moto, uma Yamaha Ténéré 250 [que diga-se de passagem, está rodando pela América do Sul pela 2ª vez] resolvi fazer minha primeira parada no atendimento da concessionária de Formiga (MG), às 7:19h. Por enquanto estava tudo tranquilo, friozinho, de boa e com a moto boa, em suma, tudo funcionando bem!

      Continuando... Segui viagem por pouco mais de 2 horas e nesse meio tempo deu pra ver alguns cânions. Nossa! É bonito pra caramba, deve ser muito doido andar de lancha lá, entre eles, pena que não parei pra tirar fotos nessa parte do caminho. Após isso resolvi parar para tomar mais um cafezinho.

      MG-050, entre Furnas (MG) e Passos (MG).
      Às 9:48h fiz mais uma parada na concessionária para tomar água e um cafezinho. Acho que passei por uns 6 pedágios de R$ 2,90 cada um, caro pra caramba! Pensei em vir por aqui para economizar, mas ao que parece era melhor ter vindo por São Paulo.
       
      Uma coisa legal que fiz nessa viagem, ao menos enquanto estava no Brasil, era avisar de tempos em tempos a minha família o que estava fazendo para que eles ficassem mais tranquilos, já que essa aventura foi realizada totalmente sozinho.

      Às 10:14h passei por Itaú de Minas (MG). Até esse momento já tinha rodado uns 318 km. E a gasolina por aqui é bem cara, simplesmente R$ 4,50 o litro. Finalmente, às 13:46h, após simplesmente 505 km rodados no mesmo dia, cheguei em São Sebastião do Paraíso (MG), praticamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo.


      Parei para almoçar e segui pela estrada novamente. Dei conta de fazer todo esse trajeto porque a estrada estava boa e eu ainda tinha muita energia.
       
      Fui tão no embalo que segui direto por mais quase 4 horas e acabei chegando em Sertanópolis (PR), praticamente na divisa entre São Paulo e o Paraná, às 18:31h. Minha ideia era passar por Londrina, mas acabei passando direto. O pessoal da minha casa já estava louco e quase que suplicava para que eu parasse de andar na moto.


      Feito tudo isso chegou a hora de descansar, pois amanhã tinha mais estrada para percorrer nessa aventura!

      Também não valia a pena andar mais porque estava bem escuro e chovia muito:

      Vídeo 01:

      Dia 2: Domingo, 21 de Janeiro de 2018
      Estando aqui preferi mudar a rota para seguir rumo a Foz do Iguaçu. Já passei por lá no passado, mas tinha visto as cataratas apenas pelo lado argentino e dessa vez resolvi conferir como ela era pelo lado brasileiro. [Um dado não muito bom que descobri por aqui era que tinha previsão de chuva para todos os dias]

      Perto das 11:40h parei em Corbélia (PR) para almoçar e conversar um pouco com a minha mãe pelo zap.

      Ela disse que meu pai deu azar e teve um pane na moto dele. Nada sério, mas quer era algo chato de se resolver. De bucho cheio continuei com minha viagem e passei por Matelândia, no Paraná.

      Já em Foz do Iguaçu, às 13:25h procurei por uma pousada para ficar, ajeitei as minhas coisas e saí para dar uma volta pela cidade. Saí depois das 15:00h e cheguei próximo de lá perto das 18:30h.

      Vídeo 02: Com eu muito feliz com as expectativas!

      Vídeo 03: Com eu meio triste depois da realidade!

      E a família não perdoou!

      Eu tinha visto que estava chovendo e protegi o celular e a carteira, mas esqueci da doleira e acabei molhando tudo. Mas o que importa mesmo é que consegui avistar as cachoeira pelo lado brasileiro, e percebi que é muito mais bonito do que o lado argentino, é realmente incrível!
       
      [Então, bora ver o que pude ver nesse meio tempo: Entre os vídeos da Expectativa e da Realidade!]
       
      Coisas interessantes vistas pelo caminho:

      Vídeo 04:

      Vídeo 05:

      Vídeo 06:

      Esse é um quati, um animal típico dessa região:
       
      Vídeo 07:

      Vídeo 08:

      Vídeo 09:

      Dessa vez o som das cataratas estava tão forte que nem deu para ouvir o que eu estava dizendo.
      Vídeo 10:

      Vídeo 11:

      Mais fotos de Foz do Iguaçu:





      Só tenho uma coisa a dizer sobre esse lugar, é um verdadeiro espetáculo da natureza, uma maravilha natural do mundo que fica no Brasil.




      Cara de conquista realizada:

      Lembrando em, essa era a minha lista de lugares a serem visitados:

      - Cataratas do Iguaçu, PR - Brasil [Visitado]
      - Salar del Uyuni, Bolívia
      - La Mano del Desierto, Deserto do Atacama - Chile
      - Antofagasta, Chile

      :: Ao menos o primeiro destino dessa lista já estava completo. Ainda faltavam mais três para se conhecer::

      Depois disso voltei para a pousada e dei um jeitinho como um autêntico brasileiro para resolver o problema das coisas molhadas enquanto eu aproveitava para fazer meu lanche noturno.

      Vídeo 12:

      Após toda essa aventura descansei um bocado e aproveitei para conversar com meu pai e um dos meus irmãos pelo zap. Também tracei a minha rota para o outro dia e estudei como fazer o seguro da carta verde, mas apesar de chegar no local já estava tarde e lá estava fechado.

      Vídeo 13:

      Esse foi o resumo da minha noite:


      E ainda teve o Templo Budista que estou afinzão de ir. Não pude por causa dos contratempos... e que amanhã não irá abrir!

      Ainda com aquela labuta de colocar minhas coisas para secar dos temporais daqui!
       
      Vídeo 14 [Parte 1]

      [Vídeo 15 - Parte 2] Nada que um elástico não resolva!

      Terminado o dia, a meta para o próximo seria ir para Assunção, no Paraguai, mas como já estendi muito esse relato, continuarei na próxima parte.
       
      E antes de ir embora, meu trajeto ficou assim até o momento:


      Continue acompanhando, pois ainda tem muito mais relato para se contar!
    • Por TMRocha
      O Uruguai é um pequeno país que faz fronteira com o Brasil através do Rio Grande do Sul.

      Saiba o que fazer por aqui, em especial em sua capital: Montevideo.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo:
      https://tudorocha.blogspot.com/2018/07/montevideo-uruguai-dicas-de-roteiro.html
      Conhecendo o Uruguai
      O Uruguai é um país pequeno e muito charmoso, com cidades arborizadas, campos extensos, praias limpas e um povo muito cordial e amistoso. O país faz fronteira com a Argentina e com o Brasil, no estado do Rio Grande do Sul.

      Os verões são quentes, com temperaturas que variam entre os 23 e 38ºC, já os invernos são frios e a temperatura gira ao redor dos 15ºC, chegando a ter algumas madrugadas geladas abaixo de zero. Com um clima temperado, o Uruguai possui estações bem definidas, atendendo a todos os gostos.

      Os uruguaios gostam de futebol, mate e churrasco. É muito comum vê-los com uma garrafa térmica sob o braço e o mate na mão andando pelas ruas, nos shoppings, em todos os lugares. São pessoas alegres, receptivas e solícitas, que estão sempre prontas pra ajudar.

      Mate uruguaio.
      O país conta com pouco mais de 3,3 milhões de habitantes, sendo que destes, 1/3 vive na sua capital, Montevideo. A economia é estável e vale ainda citar que o Uruguai é um dos países mais seguros e possui uma das mais altas taxas de qualidade de vida de toda a América do Sul.
      Quando Ir?

      Se a dúvida é quando ir pro Uruguai e qual a melhor época pra viajar pra lá há uma simples questão que faz toda a diferença: o clima. Os dias mais quentes coincidem com a alta temporada e consequentemente com preços mais elevados. Por outro lado, fora desse período, muita coisa fecha e você pode encontrar algumas cidades “às moscas”.
       
      Durante a temporada de verão, as praias e cidades balneário ficam cheias de turistas. O foco é o litoral. Nos dias mais frios, dá pra aproveitar cidades que não dependem do mar, como Montevidéu e a charmosa Colonia del Sacramento.

      Resumindo, a melhor época para viajar para o Uruguai coincide com o nosso verão, de Dezembro ao Carnaval. Novembro e Março também são boas alternativas, já que os dias ainda estão quentes e o movimento ainda não acabou. Se você for em outro período é bom ficar atento a quais cidades vai visitar.
      Montevideo, a capital do Uruguai

      Montevideo é a capital e maior cidade do Uruguai e também a sede administrativa do Mercosul, localizada na zona sul do país, às margens do rio da Prata. É a cidade latino-americana com a melhor qualidade de vida e se encontra entre as 30 mais seguras do mundo.
       
      Apesar de não ter tantos prédios com arquitetura esplendorosa como Buenos Aires, Montevideo é uma cidade bastante interessante para o turismo, com a maior parte de seus pontos turísticos podendo ser percorridos à pé.
      Como chegar?
      O principal meio de entrada no país é por Avião [através do Aeroporto de Carrasco], mas também pode-se chegar a Montevideo de carro ou ônibus.

      Montevidéu está a cerca de 2.000 km de São Paulo e 868 km de Porto Alegre. A viagem de ônibus de São Paulo a Montevidéu demora cerca de 30h e é um pouco cansativa. Atualmente, existem duas empresas que fazem o trajeto, que saem de São Paulo, Curitiba, Joinville, Camboriú, Florianópolis, Porto Alegre e Pelotas: EGA e TTL.

      Também é possível chegar a cidade de barco, desde Buenos Aires, na Argentina. Existem duas formas de chegar: direto de Buenos Aires em uma viagem de 3h30 de barco rápido ou via Colônia do Sacramento, em uma viagem combinada de Barco + Ônibus. As três companhias que fazem o trajeto de barco de Buenos Aires a Montevideo são: Buquebus, Colônia Express e Seacat Colônia.


      Para ir de carro do Brasil para Montevidéu, existem duas principais opções: Entrar no Uruguai por Jaguarão ou pelo Chuí.

      Para entrar pelo Chuí, o turista deve sair de Pelotas e pegar a BR-392 com destino ao Rio Grande do Sul e então a rodovia BR-471 até o Chuí. Do Chuí, deve-se pegar a rota 9 até Montevidéu. Este caminho percorre o litoral do Uruguai com belas praias.
       
      Para entrar por Jaguarão, o turista deve sair de Pelotas e pegar a rodovia BR-116. Chegando em Jaguarão, deve-se pegar a Rota 8 até Montevidéu. Este caminho é mais curto em distância.
      O que fazer em Montevideo?
      Antes de começarmos a falar sobre a cidade, saiba de duas coisinhas bem importantes:

      ¡La propina!

      Você pode não saber, mas no Uruguai é muito comum que em diversos serviços, seja paga sempre uma propina, isto é, a gorjeta. Fique de olho para não pagar mico, já que quem pede a "propina" considerará que você foi rude ou que ele te atendeu mal, caso não receba nada.

      É comum dar gorjetas ao pagar a conta dos restaurantes, bares, lanchonetes e dos táxis. Em supermercados e Fast Foods como o McDonald's e Burger King isso já não é feito. No Brasil, 10% do valor da conta é um número de referência para quase todas as gorjetas. Apesar disso, No Uruguai é normal as gorjetas não serem exatamente os 10% do valor da conta, mas sim um valor que gire entre 5% e 15%, dependendo da avaliação do comprador.

      Câmbio
      Uma boa dica para que seu câmbio renda melhor é comprar uma parte no Brasil e o restante no Uruguai, assim certamente você pagará uma taxa melhor.

      Existem muitas coisas para se fazer em Montevideo, mas por enquanto, vamos nos centrar sobre os passeios essenciais para quem quer curtir e conhecer melhor a cidade em apenas alguns dias.

      Conhecendo o país em poucos dias...
      Plaza Independencia

      A principal praça da cidade, a Plaza Independencia, ou Praça Independência, em português, fica na divisa entre o Centro de Montevidéu e a Cidade Velha. No meio da praça eleva-se a estátua de General Artigas, herói nacional. Embaixo dela estão os seus restos mortais, no Mausoléu localizado no subsolo, que é vigiado por dois guardas durante todo o período de visitação. Ao redor da Plaza Independencia estão o Teatro Solís, o Museu da Casa do Governo [museu dos presidentes do Uruguai] e a Puerta de la Ciudadela.
      Bus Tour

      Uma boa ideia para se conhecer um pouco da cidade é realizar um City Tour de Ônibus pela capital, que é oferecido normalmente em um desses idiomas: Português, espanhol ou inglês. Na Plaza Independencia existe uma cabine que oferece esse serviço.
      Ciudad Vieja

      A Ciudad Vieja, ou Cidade Velha, em português, é o centro histórico de Montevideo. Lá estão diversas empresas públicas e estatais, além de bares, restaurantes e museus. Entre os destaques estão o Museu Al Pie de la Muralla, que conta a história de Montevidéu antiga, o Cabildo de Montevidéu, Casa General Fructuoso e o Palácio de Artes Decorativas Tarancó.

      É lá que também estão a Catedral Metropolitana de Montevideo, a Praça da Constituição e o Banco de la República Oriental del Uruguay, um edifício suntuoso e muito bonito. Você pode passear pela Cidade Velha de Montevidéu e terminar com um belo almoço no Mercado do Porto.
      Mercado del Puerto

      O centro gastronômico de Montevidéu, o Mercado del Puerto, ou Mercado do Porto, em português, reúne diversos restaurantes especializados em parrillas, além de lojinhas de artesanato e alfajores. É um lugar imperdível para quem visita a cidade. Ao lado, está o Museu do Carnaval, que conta a história do carnaval no Uruguai.
      Letrero de la Ciudad

      O famoso letreiro da cidade fica em Pocitos, em um jardim logo no começo da praia. As cores do letreiro são mudadas de acordo com os eventos do mês. É a queridinha do Instagram e quase todo mundo que foi para Montevidéu tem uma foto com o letreiro da cidade.
      Palácio Legislativo

      Inaugurado em 25 de agosto de 1925, o edifício é o mais imponente marco arquitetônico da cidade, rico em detalhes e história. Tem 27 cores diferentes de mármore que ornamenta tanto a parte externa como interna. O palácio legislativo é a sede do parlamento uruguaio e fica aberto ao público através de visitas guiadas que costumam acontecer durante os dias da semana.
      Praya de Pocitos

      A Praia de Pocitos é rodeada de prédios residenciais com areia fina e branca e é a mais concorrida pelos turistas durante o verão. Pocitos é o bairro residencial e comercial mais povoado de Montevidéu, contando com muito comércio, restaurantes e serviços. Também é muito frequentada por turistas e moradores da cidade.
      Conocer el Carnaval Uruguayo

      O Uruguaio é o país com o carnaval mais longo do mundo, com uma duração de mais de 40 dias de festa. Ocorre geralmente de Janeiro a Março, com muitas celebrações em sua capital, Montevideo.

      O festival é realizado no mesmo estilo europeu, com elementos culturas bantu e também Angola Benguela importado com os escravos nos tempos coloniais. As principais atrações do carnaval uruguaio incluem dois desfiles coloridos chamados de Desfile de Carnaval e Desfile de Llamadas o Comparsas.

      Durante os 40 dias, teatros populares chamados tablados são construídos em muitos lugares ao longo das cidades, sobretudo na capital uruguaia. Tradicionalmente, os diferentes grupos de carnaval, chamados principalmente de murgas, lubolos ou parodistas, realizam uma espécie de ópera popular nos tablados, isso tudo ao som do tamboril, executado por foliões que também usam os trajes do festival.

      Conhecendo o país em muitos dias...

      Caso queira aprender mais sobre a cultura do país e também seu idioma, uma boa ideia seria fazer um intercâmbio de algumas semanas ou até mesmo de alguns meses.
      Estudar línguas em um intercâmbio

      Fazer um curso de idiomas no exterior é um excelente método para aprender ou aperfeiçoar uma nova língua. Assim, você vivenciará a cultura e o dia-a-dia do país e terá a experiência em aprender o que acontece dentro e fora da sala de aula.

      Uma boa opção de escola é a Academia Uruguay, uma das mais tradicionais do país, que é especializada  em ensino do idioma espanhol para estrangeiros. É certificada pelo Instituto Cervantes, [email protected] Internacional e pelo MEC – Ministério de Educação e Cultura do Uruguai.

      Essa escola está localizada na capital do país e oferece exclusivamente cursos de espanhol para estrangeiros, oferecendo cursos individuais e em grupo para estudantes de todos os níveis, do "iniciante" ao "avançado" e inclusive para professores de espanhol e iniciantes brasileiros.

      Em todos os níveis, os professores usam uma grande variedade de situações de aprendizagem, misturando a comunicação oral em diferentes situações, a compreensão do material áudio e vídeo, a leitura de textos, etc. Cada nível contém um conteúdo dedicado à vida social, cultural, política e à história do Uruguai e da América Latina. As aulas incluem passeios extra-curriculares semanais opcionais, com o objetivo de imergir o aluno na cultura do país.

      Paseo de las Antorchas: Um dos inúmeros passeios indicados pela Academia Uruguay.
      Vale lembrar que a escola ainda oferece diversos tipos de hospedagens. Um tipo bem interessante é se hospedar dentro da própria escola, com quartos individuais para cada aluno ou quartos para casal. Também é possível optar por ficar em um hotel, hostel ou na casa de amigos e parentes. Outra opção para uma imersão ainda maior seria a de se hospedar na casa de uma família uruguaia.
      Nas Redondezas
      Depois de tudo o que escrevemos, é certo que já sabemos que Montevideo possui atrações muito interessantes e charmosas, mas convenhamos, quem não quer conhecer um pouquinho mais de um país? Para isto, confira agora mais algumas excelentes opções de passeios que podem ser feitos sem se afastar tanto assim da capital uruguaia.

      Mas antes disso, confira a dica abaixo:
      Cecília Regules Viajes
      Caso tenha interesse em fazer excursões de forma mais simples e facilitada, uma boa opção é a Agência da Cecília Regules, que fica na Plaza Independencia. Para chegar lá faça assim:
       
      - Atravesse a Plaza Independencia [seguindo o sentido para onde a estátua do cavaleiro está apontada].



      - Passe pelo Portal da Ciudad Vieja e atravesse a rua...

      - Pertinho dali [à esquerda] está uma galeria, procure por uma plaquinha com algumas ofertas de Tours pelo Uruguai. É bem fácil pois a placa chama muita atenção.


      Os preços da agência também são muito bons [uma dica é levar algum dinheiro do Brasil, pois assim o seu poder de compra irá aumentar bastante na hora de fechar algum passeio].

      - Entre na galeria e depois vire à direita, e pronto, já está de cara na agência.



      Uma vantagem daqui em relação a outras agências de turismo é que eles atendem as pessoas em português, espanhol, inglês e até mesmo em outras línguas, como francês, italiano e alemão. Isso ajuda bastante pra quem não tem nenhum domínio da língua espanhola.

      Cecília [à esquerda] e uma moça alemã que estava trabalhando na loja [à direita] na foto.
      Caso queira conhecer mais sobre essa agência clique no link abaixo: https://www.ceciliaregulesviajes.com/es/agencia
      Todos os destinos descritos abaixo nesse tópico também possuem excursões realizadas por eles. Então, se estiver na capital do país não deixe de conferir seus serviços, pode ser que você queira realizar algum de seus passeios.

      Sem mais delongas, vamos continuar...
      Punta del Este, Uruguay

      Punta del Este, localizada no departamento de Maldonado, é a cidade mais visitada do Uruguai. Está entre os 10 balneários de luxo mais famosos do mundo e é um dos mais charmosos da América Latina, oferecendo tanto praias oceânicas (oceano Atlântico) quanto de rio (Rio da Prata).

      É uma cidade sofisticada com suntuosos casarões, modernos edifícios de grande altura, um porto com grande infra-estrutura e capacidade de desembarque, locais comerciais de importantes marcas, restaurantes, cassinos e vida noturna agitada.

      Tem como os seus principais pontos turísticos: Punta Ballena, Museo Casapueblo, Monumento Los Dedos e o Puerto de Punta del Este.
      Colonia del Sacramento, Uruguay

      Colonia del Sacramento é possivelmente a cidade mais charmosa do Uruguai. Tem um “quê” colonial de Tiradentes e Paraty. Declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1995, a cidade fundada por portugueses e disputada durante anos por Portugal e Espanha faz um convite a voltar ao passado através de uma caminhada por seu centro histórico.
      Cabo Polonio, Uruguay

      Até pouco tempo, Cabo Polonio não tinha energia elétrica nem água encanada. Hoje alguns hotéis já recebem eletricidade e outros usam energia solar ou eólica, mas o charme continua o mesmo. Para chegar nessa pequena vila, encravada dentro de um parque nacional, é preciso “pegar carona” em caminhões adaptados que cruzam as dunas. Durante o verão, o público é bem jovem e muita gente se hospeda por aqui.
      Salto del Penitente (Minas), Uruguay

      O Parque Salto del Penitente é um dos principais destinos turísticos do departamento de Lavalleja, na cidade de Minas. O lugar é privilegiado pela sua paisagem montanhosa. O parque é um lugar mágico e maravilhoso e possui uma quantidade de atividades para fazer que realmente atendem a todos os gostos.

      Por um lado tem-se a beleza natural da queda d'água, onde é possível nadar e relaxar quando a temperatura assim permite, e por outro também é possível praticar o turismo de aventura, realizando cavalgadas dentro do parque e da Villa Serrana, caminhadas por três trilhas de diferentes exigências ou quem sabe se arriscar num rapel ou ainda atravessar de um lado ao outro na enorme tirolesa que o lugar abriga.



      Também é possível se hospedar nos alojamentos ou ainda acampar com uma barraca em áreas delimitadas pelo pessoal da organização do parque.
      Buenos Aires, Argentina

      Buenos Aires é a capital da Argentina e também a segunda maior área urbana da América do Sul, ficando atrás apenas de São Paulo. É uma das cidades mais europeias de nosso continente, devido à sua evolução histórica, com uma sociedade formada a partir da vinda de imigrantes italianos, ingleses e judeus russos.

      Buenos Aires, assim como as grandes cidades do mundo, possui inesgotáveis opções de turismo. A seguir estão listados alguns dos famosos pontos turísticos que existem por aqui: Casa Rosada, Plaza de Mayo, Av. 9 de Julio, Caminito, Teatro Colón, Museu de Arte Latinoamericana, Museu Nacional de Belas Artes, Puerto Madero, La Bombonera, Floralis Generica e por aí vai...
      Entendendo as comidas do Uruguai:
      Para um brasileiro comum, que não tem conhecimento algum da culinária do país, é possível que ele fique achando que os uruguaios comam apenas refeições baseadas em um prato de carne gigante, com muita batata e queijo derretido, mas não é bem assim, existe muito mais a ser explorado e acredite, saber isso fará muita diferença, especialmente para quem deseja ficar por aqui por mais tempo.

      Observe agora uma boa lista do que é possível se comer por aqui.
      Salgados:

      Las Empanadas: As empanadas, seja na Espanha ou em quase todos os países da América Latina, é o equivalente ao nosso pastel em português, sendo uma preparação de massa individual de massa de farinha recheada e assada em forno ou frita. 

      A empanada típica tem a forma de uma meia-lua, devido a ser iniciada com uma rodela de massa que é recheada e dobrada sobre si mesma; o recheio pode ser de carne, aves, pescado, vegetais ou frutas.

      La milanesa a la napolitana: Esse é um prato originário de Buenos Aires, na Argentina, e consiste em carne, geralmente de vaca, coberta de salsa, tomate e queijo.

      La Pascualina: A Torta Pascualina ou simplesmente Pascualina [maneira de nomeá-la em países como a Argentina e Uruguai] é uma tarta, normalmente salgada, típica da Ligúria [mais propriamente do Genovesato] que é preparada em várias localidades italianas com diferentes características [às vezes também em versões doces]. Assado no forno, é típico da época da páscoa.
       
      No final do século XIX, uma grande imigração italiana chegou ao Uruguai e Argentina e este alimento com o passar do tempo tornou-se parte da comida típica do Rio da Prata.
      Refeição Principal:

      El asado / barbacoa / parrilla / parillada: É uma técnica culinária pela qual os alimentos [geralmente pedaços de carne] são expostos ao calor do fogo ou às brasas, para que cozinhem lentamente.

      O calor é gradualmente transmitido para a comida, que geralmente é suspensa sobre o fogo ou perto das brasas. O fogo é obtido a partir de carvão ou madeira, embora também existam grelhadores a gás.

      As madeiras mais comumente usadas são madeiras nobres como carvalho, mesquite, quebracho ou coroa, que queimam em altas temperaturas e por um longo tempo. Embora a carne mais utilizada seja a bovina, também são usadas a carne de porco assada, cordeiro, cabrito, peixe, frango, camarão e salsichas diversas.

      La Pasta: No Uruguai, esse é o equivalente ao nosso habitual macarrão. Aqui, podem ser divididos entre los fideos, los ravioles, los ño quis e por aí vai. O que muda, basicamente, é o formato do macarrão.

      El Chivito: O famoso Chivito uruguaio é uma combinação única de carne, queijo, presunto, bacon, ovo, alface, tomate e maionese cobertos por dois pães. É um símbolo da gastronomia uruguaia e fez-se famoso de uma forma quase que insólita.

      Pizza a metro: Uma forma diferente de se comer pizza quando se está com muitas pessoas é comprá-las no metro, algo típico daqui, em especial em sua capital, Montevideo e em outras cidades grandes do país, como Punta del Este. Algo interessante é que em alguns estabelecimentos são oferecidas pizzas para uma única pessoa, que costumam ter um formato retangular, ao invés do redondo, que estamos acostumados.

      Pratos leves:
      Vou colocar aqui pratos mais leves, que facilmente poderiam substituir uma refeição tradicional.

      Los Panchos: No Uruguai, o pancho seria o equivalente ao nosso cachorro-quente, porém com algumas diferenças. Normalmente possuem uma linguiça fina e com uns 30 cm de comprimento, queijo por cima e um pão mais comprido e o estreito que o que comemos por aqui no Brasil.

      Milanesa al Pan: Basicamente um pão com uma carne enorme, os uruguaios adoram comer carne!
      As Sobremesas [Los Postres]:

      La pastaflora: Essa é uma tarta artesanal típica das gastronomias argentina, paraguaia e uruguaia. Geralmente é composta de uma massa coberta com doce de marmelo, embora outros recheios como batata-doce, goiabada ou doce de leite também possam ser usados.
       
      É adornado com tiras finas da mesma massa, dando um padrão de grade romboidal na camada doce. O cozimento é cozido e é um acompanhamento típico para o lanche ou mate, ou a qualquer hora do dia.

      Las Tartas: Uma tarta [do francês tarte], também chamada de torta ou simplesmente de pastel, é um tipo de sobremesa redonda, doce ou salgada, feita com uma massa em um molde de paredes baixas, que é assado e recheado ou coberto com vários ingredientes que geralmente são misturados com ovos, leite ou creme. Equivale ao nosso bolo.

      [Ficou um pouco estranho e confuso, mas é isso mesmo - Para eles o nosso pastel equivale a empanadas e o nosso bolo é chamado de pastel por eles]

      Los Alfajores: O Alfajor é um doce de origem árabe, e por aqui foi melhorado com doces de origem uruguaia [como o doce de leite].
      As Frutas:
      Abaixo está uma lista com algumas das frutas que são comuns no país.

      E para fechar os alimentos...
      As Bebidas:

       
      E isso é apenas um pouco do que existe nesse país. Caso tenha a oportunidade de conhecer o Uruguai pessoalmente, tenho certeza que você será capaz de encontrar outros tipos de alimentos e refeições que existem por lá.
      Outras coisas para se fazer em Montevideo:
      Se você chegou até esse ponto já percebeu que existe um verdadeiro mundo a ser explorado na capital uruguaia, mas nem por isso acabamos de citar tudo. Confira agora outras atividades que também podem ser muito interessantes, principalmente se resolver ficar aqui por mais tempo.
      Los Casinos

      Seja em Punta del Este, Montevidéu, Colonia del Sacramento ou outras cidades do país, uma grande atração para nós brasileiros são os casinos. O mais famoso deles é o Casino Conrad, em Punta del Este.
      Los Parques de Montevideo

      A cidade é muito arborizada e possui alguns parques grandes. Os mais famosos são o Parque Rodó [muito acessível, você pode entrar pela rambla], o Parque del Prado, onde acontecem diversos eventos e onde está o jardim botânico da cidade, e o Parque Battle.
      Estádio Centenário y Museo del Fútbol 

      O Estádio Centenário foi sede da Primeira Copa do Mundo, em 1930, onde o Uruguai se consagrou campeão. Lá também está o primeiro museu do futebol do mundo, reconhecido pela FIFA.
      Mercado Agrícola de Montevideo

      O Mercado Agrícola de Montevideo é bastante visitado por turistas e locais. Lá você encontra frutas, temperos, secos e molhados e guloseimas de todas as espécies. Além disso, o mercado tem cervejaria, sorveteria e restaurantes. Ideal para quem quer provar todos os sabores do Uruguai em um só lugar.
      Shoppings de Montevidéu

      Os principais shoppings de Montevidéu são o Shopping Punta Carretas, que antes abrigava um presídio e o Shopping Montevideo no bairro do Buceo. Bacana para quem quer ver umas vitrines e dar uma volta por aí ou quem sabe até apenas curtir um cineminha com o(a) companhaeira(o) ou com os amigos.
      Bodegas de Vino

      Existem algumas bodegas que abrem as portas para os visitantes regularmente, como a Bodega Bouza e a Bodega Juanicó. Nestas bodegas você poderá conhecer o processo de fabricação dos vinhos uruguaios, além de degustar os vinhos produzidos na vinícolas. Além disso, há a opção do almoço completo harmonizado com o vinho da casa. Imperdível para quem gosta de experiências gastronômicas.
      Presentación de Tango

      Apesar de a Argentina ser uma referência nesse estilo de música, os uruguaios também não fazem feio e possuem apresentações regulares nos mais diversos pontos da cidade, com destaque especial para os bares mais populares.
      Fortaleza del Cerro de Montevideo

      A Fortaleza del Cerro é um museu militar que fica no ponto mais alto da cidade (134 metros sobre o nível do mar), o único morrinho que a gente vê com facilidade nessa Montevidéu predominantemente plana. A área hoje abriga o Museu General Artigas que fica aberto ao público em alguns dias da semana. 

      Fontes Pesquisadas:
      http://www.brasileirosnouruguai.com.br/conheca-o-uruguai
      https://www.recetasgratis.net/Receta-de-Milanesa-napolitana-receta-11895.html
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Empanada
      https://es.wikipedia.org/wiki/Tarta
      https://es.wikipedia.org/wiki/Torta_pasqualina
      https://www.puntadeleste.com/es/informacion/punta_del_este/gastronomia/pancho
      http://www.uruguai.com/gastronomia/chivito-uruguaio.html
      https://www.puntadeleste.com/es/informacion/punta_del_este/gastronomia/alfajor
      https://www.profedeele.es/actividad/vocabulario/comida-alimentos-bebidas/
      https://www.essemundoenosso.com.br/10-motivos-para-conhecer-o-uruguai/
      https://www.essemundoenosso.com.br/quando-ir-pro-uruguai-melhor-epoca/
      https://www.viagensecaminhos.com/2013/04/montevideo-uruguai.html
      https://www.brasileirosnouruguai.com.br/montevideu/como-chegar/
      https://www.brasileirosnouruguai.com.br/blog/o-tema-das-gorjetas-no-uruguai/
      https://www.brasileirosnouruguai.com.br/blog/o-que-fazer-em-montevideo/
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Carnaval_do_Uruguai
      https://www.ci.com.br/guia-mundo/paises/uruguai/cidades/montevideo
      https://www.viagensecaminhos.com/2013/04/montevideo-uruguai.html
      https://www.brasileirosnouruguai.com.br/intercambio-no-uruguai/
      https://www.busturisticomontevideo.com.uy/
      https://www.viagensecaminhos.com/2011/06/punta-del-este-uruguai.html
      https://es.wikipedia.org/wiki/Salto_del_Penitente
      https://www.tripadvisor.es/Attraction_Review-g1933338-d3228268-Reviews-Parque_Salto_del_Penitente-Minas_Lavalleja_Department.html
      http://www.melhoresdestinos.com.br/o-que-fazer-buenos-aires-dicas.html
      https://www.viveruruguay.com/2016/03/dicas-montevideu-museu-fortaleza-cerro.html
       
    • Por Natália C. Santos
      Serro de Santa Lucia - Santiago 
      Fala galera Mochileira!!!
       
      Preciso deixar aqui um pouco da minha contribuição para esse site tão maravilhosa que me ajuda em diversas formas!!!
       
      Em setembro de 2017 fiz minha primeira viagem internacional. O destino escolhido foi o Chile... amei muito o lugar e pretendo voltar e fazer a patagônia um dia!
       
      O destino foi escolhido de forma espontânea, precisava tirar férias... eu tinha programado ir ao Peru, mas estava receosa da fazer uma viagem de 25 dias sozinha pelo Peru , mexendo aqui no Mochileiros.com descobri um grupo no Whatsapp de uma galera que iria fazer o Chile em Setembro, me animei e me juntei a eles! Obrigado @thiagocmuniz !! Ia fazer a minha viagem praticamente sozinha e ir encontrando esses brasileiros no decorrer da viagem de acordo com o roteiro de cada uma... mas por sorte, meu roteiro bateu perfeitamente com uma menina maluca e gente boa e a companhia dela fez toda a diferença nessa viagem, ficamos juntas em todos os momento de alegria, bebedeira e desespero (mochilão sem desespero não é mochilão de verdade). Então eu só tenho a agradecer a esse site por me permitir conhecer pessoas e me proporcionar viagens sem igual.
      Agora vamos ao que interessa! 
      Meu cronograma foi assim: 
      08/09 (Sexta) - Rio - Santiago - Cheguei em Santiago
      09/09 (sábado) - Santiago - Passeio pelo centro de Santiago, comidas e Balada!! \o/
      10/09 (domingo) - Santiago - Ressaca, ressaca, ressaca e chuva
      11/09 (segunda) - Santiago - Eu ouvi neve??? - Farellones
      12/09 (terça)  - Santiago - Calama - Atacama - Dia de câmbio e deslocamento
      13/09 (quarta) - Atacama - Ventania e passeio cancelado 
      14/09 (quinta)  - Atacama - Passeio de Bike / Laguna Cejar
      15/09 (sexta) - Atacama - Termas Puritama / Tour Astronômico 
      16/09 (sábado) - Atacama - Piedra Rojas  e Fiesta Patria \o/ - Siiim, pude dançar no Ataca
      17/09 (domingo) - Atacama/Santiago - Geiser Del Tatio / desespero!  perdi o passaporte. E agora?
      18/09 (Segunda) - Santiago - Rio - Até a próxima
       
      Vou tentar simplificar um pouco os meus gastos:
      Levei tudo em dólar. Quando comecei a comprar os dólares a vantagem em relação ao real era enorme, mas quando cheguei lá o dólar desvalorizou bastante e a diferença não foi tão grande.
      eu realizei do Rio 3 compras de 300 dólares com cotações bem diferentes. Fiz a média do que gastei nas 3 compras do dólar e a média do valor do meu dólar em relação ao real ficou em 3,30...
      O cálculo para saber se está vantajoso real ou dólar na cotação que peguei:
      1 dólar = 622 pesos
      1 dólar = 3,30 reais
      1 real = 185 pesos
      3,30 * 185 = 610,5 pesos
      Nesse cálculo o dólar estava 21,5 pesos mais vantajoso. Diferença bem pouca, mas toda economia é válida =D
      Fiz somente 2 Câmbios no Chile - dia 09/09 o dia seguinte que cheguei e 12/09 antes de ir para o Atacama... E foi a melhor coisa!!! No Atacama o Real estava valendo 155/160 e o dólar estava 600 pesos  Então, evitem trocar dinheiro no Atacama... Como eu fui prevenida, fiz os meus cálculos de quanto ia gastar e troquei 50 dólares a mais por garantia e com isso emprestei (ambiei) pesos com as amigas que levaram a menos.
      ATENÇÃO! NÃO FAÇA CÂMBIO NO AEROPORTO!! - Quando cheguei no aeroporto de Santiago estava uma vergonha o câmbio!!! o Dólar estava 540 e o Real estava 145 e ainda paga uma taxa lá d 1% se não me engano.
      Para sair do aeroporto eu paguei no cartão de crédito 6.500 pesos (+- 35,00 reais) num transfer muito bom que fechou para mim e mais 2 casais de brasileiros que conheci no avião. O tranfer me deixou na porta do Hostel, se não me engano o nome era Delfos... é amarelinho.
      GASTOS:
      Transporte aéreo: Rio - Santiago Rio (Latam) - R$ 1117,00 + Santiago - Calama - Santiago (Sky Airlines) R$ 420,00 (atenção, acredito que foi mais vantajoso comprar em Pesos do que em dólar, a conversão estava melhor pelo meu cartão assim)
      Hospedagem: Santiago - Che Lagarto (4 diárias) - Total - R$ 240,00 com café da manhã bem bom - Cama em dorm. c/8 (Paguei pelo feminino e fiquei no misto para acompanhar a amiga nova.
      San Pedro Atacama - Chill Hostel (5 diárias) Paguei pelo Airbnb -  R$ 203,00 - Cama em dorm c/6 (feminino) 
      Gastos durante a viagem: Como eu disse anteriormente, eu levei 900 dólares. Durante a viagem gastei 690 dólares + 26 mil pesos no cartão
      Por que eu utilizei o cartão? Foram 6.500 pesos do Tranfe pois não tinha pesos em espécies quando cheguei e 19.000 pesos (+- 100 reais) de um jantar simples com pizza média e  bebida no dia 11//09, pois cheguei tarde de Farellones e não consegui trocar dinheiro.
      Arredondando: O total dessa viagem foi de R$ 4.400,00.
       Não considerei uma viagem cara, pois se tratando do Chile, consegui fazer o meu dinheiro render (exceto pela passagem aérea que dei bobeira e logo depois que comprei ficou 400 reais mais barata).
       
      Eu já saí do Brasil com passeios fechados (todos eu paguei somente quando cheguei)
      Farellones que reservou foram as meninas do grupo, não me recordo o nome da agência, mas o guia e o vendedor eram brasileiro: Vendedor Patrick +55 19 98166-7899
       No Atacama foi tudo com a Maravilhosa  Carla Boechat do blog fuigosteicontei.com.br que estava morando lá na época e fechou tudo para mim
       
      O que levei?
      Vestuário:
      2    calças térmicas - 2º pele
      3    leggins
      1    Calça Moletom
      1    short 
      3    Blusas - manga longa
      4    blusas - manga curta
      2    blusas alça 
      1    blusa 2° pele 
      2    fleeces 
      1    Corta Vento 
      7    Meias
      2    luvas
      1    cachecol
      1    tênis (All Star)
      1    Bota (Nord Outdoor)
      1    Chinelo
      1    óculos sol e grau
      2    biquínis
      10   calcinhas
      2    Sutiãs 
          calcanheira
       
      Higiene:
      1    Shampoo
      1    condicionar
      1    creme para pentear
      3    ampolas Pantene - Muito útil
      1    papel higiênico
      1    lenços umedecidos
      1    Sabonete corpo e rosto
      1    pinça
      1    gilete
      1    Bepantol
      1    Batom de cacau
      2    Toalhas
      1    Pente
      2    Protetor solar corpo e resto
      1    desodorante
      1    Repelente
      1    Escova de dente
      1    Pasta
      1    fiodental
       
      Saúde 
      band aid
      Nebacetim
      esparadrapo
      Gases
      Algodão
      Dipirona
      Tylenol
      Resfenol / Benegripe
      Dorflex
      Imosec
      Cataflan
      Diamox
      Benalete
      Alcool em gel
      descongex / loratadina
      Neosoro / Rinosoro
      Vonau Flash (enjoo}
      Colírio
      Antissépticos cicatrizantes para machucados em geral (spray)
      Estomazil, Eno
      Obs: Usei vários desses.. principalmente pq uma amiga se machucou no Atacama e deixei boa parte da minha farmacinha com ela.
       
      Outros:
      doleira
      2    Cadeados
      1    carregador de celular
      1    caderno
      1    caneta
      1    copias dos documentos
      1    travesseiro
      1    adaptador / T - Não precisei
          Lanterna
          Pilhas
      Sobre o clima de setembro
      Peguei muuuito frio em Santiago.. Houve nevasca no domingo, que foi ótimo para a minha vista em Farellones na segunda! a maioria dos dias em Santiago era difícil ficar sem luva e cachecol.
      Mas no Atacama é deserto, neh? Era muuuuuito quente durante o dia e muuuuuito frio a noite! (Não subestime o frio do Tour Astronômico! é muito frio mesmo e vc vai precisar de todas as camadas).
      Próximo capítulo:  Enfim, chegou o dia!

    • Por Mochileiros.com
      Destinos da América do Sul
      Argentina
      - Aconcágua
      - Chapelco
      - Córdoba
      - Buenos Aires
      - Bariloche
      - El Bolsón
      - El Calafate
      - El Chaltén
      - Glaciar Perito Moreno
      - Glaciar Vinciguerra
      - Glaciar Viedma
      - Huella Andina
      - Lago Nahuel Huapi
      - La Plata
      - Mar del Plata
      - Mendoza
      - Norte da Argentina
      - Parque Nacional Los Alerces
      - Parque Nacional Los Glaciares
      - Parque Nacional Nahuel Huapi
      - Parque Provincial de Ischigualasto
      - Península Valdés
      - Puerto Iguazú
      - Puerto Madryn
      - Purmamarca
      - Rosário
      - Salta
      - San Martín de Los Andes
      - San Miguel de Tucumán
      - San Salvador de Jujuy
      - Tigre
      - Tilcara
      - Ushuaia
      - Villa la Angostura
       
      Bolívia
      - Amazônia Boliviana
      - Chacaltaya
      - Downhill em Coroico
      - Estrada da Morte
      - Huayna Potosí
      - La Paz
      - Oruro
      - Potosí
      - Santa Cruz de la Sierra
      - Sucre
      - Salar de Uyuni
      - Travessia Kotia - Huayna Potosí
      - Trem da Morte
      - Valle de la Luna
      Chile
      - Arica
      - Aysén
      - Cajón del Maipo
      - Deserto do Atacama
      - Iquique
      - Ilha de Páscoa
      - Parque Nacional Lauca
      - Pucón
      - Punta Arenas
      - Puerto Montt
      - Puerto Natales
      - Puerto Williams
      - Puerto Varas
      - Reserva Natural Tamango
      - Santiago
      - Santuário El Cañi
      - Torres del Paine
      - Trekking Dientes de Navarino
      - Valparaíso
      - Viña del Mar
      - Vulcão Villarica
      Colômbia
      - Cartagena
      - Bogotá
      - Medellín
      - Parque Nacional de Chicamocha
      - San Andrés
      - Santa Marta
      - Trekking pelo Cânion de Chicamocha
       
      Equador
      - Baños
      - Cuenca
      - Galápagos
      - Quito
      - Riobamba
       
      Peru

      - Arequipa
      - Cordilheira Huayhuash
      - Cusco
      - Grande circuito no Cânion do Colca
      - Huaraz
      - Laguna 69
      - Lima
      - Machu Picchu
      - Paracas
      - Puno
      - Tacna
      - Trekking Ausangate
      - Trekking Quebrada Santa Cruz 
      - Trilha Salkatay
      - Trujillo
       
      Uruguai

      - Cabo Polonio
      - Colônia del Sacramento
      - La Pedrera
      - Montevidéu
      - Punta del Diablo
      - Punta del Este
      Venezuela
      - Caracas
      - Isla Margarita
      - Los Roques
      - Monte Roraima
       
      Tags de Roteiros Clássicos:
      - Mochilão Bolívia Chile Peru
       
      Tags com grupos de tópicos:
      - Destinos da Argentina
      - Destinos da Bolívia
      - Destinos da Colômbia
      - Destinos do Chile
      - Destinos do Equador
      - Destinos do Peru
      - Destinos da Venezuela
       
       
×