Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Roteiro - 25 dias (jan/fev) - Casal - Bolívia/Chile/Peru


Posts Recomendados

  • Membros

Oi pessoal, vou postar aqui meu roteiro de viagem. São 25 dias, de muita folga, por isso nosso roteiro é totalmente flexível. A única passagem comprada é Porto Alegre> Santa Cruz de La Sierra. Somos um casal e nossa previsão de dinheiro para levar é de $1.200 dólares + R$4.500 reais, será que dá?

 

DIA 29/01 – QUINTA

PORTO ALEGRE – SANTA CRUZ

 

Saída de Porto Alegre às 06h30. Chegada em Guarulhos às 08h05

Saída de Guarulhos às 11h05. Chegada em Santa Cruz de la Sierra (VVI) às 12h10

 

Lembrete: mudar o relógio, fuso diferente.

 

Roteiro:

1. Ir para o Terminal de Bus comprar a passagem para Sucre – os ônibus começam a partir das 16h, com uma viagem em média de 7h (preço médio de B$40,00-60,00). Empresa recomendada foi a Copacabana. 1.Câmbio: Dentro do terminal bimodal tem uma casa de câmbio com uma cotação boa. Podemos largar nossas mochilas no guarda volumes do terminal e usar a tarde para conhecer Santa Cruz.

2. Há ainda a opção de fazer esse trajeto de avião por B$365,00 (mais ou menos R$130,00 reais). O avião sai do próprio aeroporto, seria muito bom que comparessomos no dia que chegassemos. Site para comprar as passagens: http://www.boa.bo/brasil/inicio

3. Se optarmos por fazer avião, devemos dormir em Santa Cruz, pois só há voos pela manhã. Para chegar até nosso local de hospedagem devemos usar ônibus (B$4,00), é muito mais barato que táxi. Não há pontos de ônibus, você fica parado na esquina e quando ver o ônibus faz sinal para ele parar.

4. Casa de câmbio: nas ruas René Moreno e Junin. Em frente ao Terminal Bimodal tem uns tiozinhos que fazem cambio também, parece suspeito, mas é tranqüilo

5. Opções de hospedagem:

a) Residencial Ikandire II, Calle Barron nro 571, 9999 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia - este hotel econômico está localizado a 10 metros do mercado Los Pozos, em Santa Cruz de la Sierra. Oferece acesso Wi-Fi gratuito nas áreas comuns e um terraço. O aeroporto de Viru Viru fica a 14 km de distância. Preço: R$ 32 reais para nós dois.

b) Hostal Los Aventureros, Tercer Anillo Interno No 600, entre Beni y Alemania, 4493 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia - Você pode usufruir de WiFi gratuito, localizado a 25 minutos de carro. Banheiro Privativo.Preço: R$49,00 reais para nós dois.

c) Jodanga Backpackers Hostel, El Fuerte 1380, 9999 Santa Cruz de la Sierra, Bolívia - dispõe de piscina e quartos com Wi-Fi gratuito. O estabelecimento oferece café-da-manhã, além de uma cozinha de uso comum. O Parque Urbano está a 200 m de distância do local.O Jodanga Backpackers Hostel está a 12 km do Aeroporto Viru Viru e a 25 minutos de caminhada do centro da cidade. Preço: R$ 62 reais para nós dois.

d) Alojamento Oriente, Calle Junín, 362. Recomendado pelo livro. Preço: B$90,00 com banheiro para nós dois.

6. O que visitar:

a) Plaza 24 de septiembre – é a praça central de Santa Cruz.

b) Samaipata - Onde morreu Ernesto Che Guevara. O local de exuberante natureza tem um museu arqueológico e o turismo explora a "Rota de Che".

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

DIA 30/01 – SEXTA

SUCRE

 

Vindo de avião, provavelmente chegaremos por volta das 9h da manhã em Sucre. O aeroporto é distante do centro, táxi custa entre B$30 e 35 (dura entre 15 e 20 minutos). Já o ônibus (linhas F e 1) dura entre 45min e 1h30, mas custa apenas B$1,30.

 

Aqui também vale a dica do ônibus, são muito mais em conta que os táxis. Os ônibus costumam sair do mercado central, na esquina das C. Junín e Ravelo, próximo a Igreja San Fransciso.

 

1. Opções de hospedagem:

a) Casa de Huespedes San Marcos, Calle Aniceto Arce 233, 9999 - Acesso Wi-Fi gratuito está disponível.A propriedade está localizada a 600 metros da Surapata Park. Preço: R$ 47,00

b) Hostal Recoleta Sur, Calle Ravelo esq. Loa, 0000 Sucre, Bolívia - Localizado a 100 metros do centro histórico de Sucre e da Praça 25 de Mayo, o Hostal Recoleta Sur oferece quartos com banheiro privativo e recepção 24 horas. Fornece Wi-Fi gratuito e café-da-manhã com frutas e mate. Preço: R$62,00 reais para nós dois.

c) Amigo Hostel, Calle Colón, 125. Indicação do livro. Café da manhã incluso, localizado a 2 quadras da Plaza 25 de mayo. Preço: B$35 por pessoa em quarto para 6.

d) Backpackers Sucre Hostel, Calle Loa 891.

2. O que visitar:

a) Plaza 25 de mayo – praça principal

b) Casa de La Libertad, fica na Plaza 25 de mayo.

c) Museo y Convento de La Recoleta, Calle Polanco, 162, na Plaza Anzures. Entrada B$10. Situado em uma das partes mais altas da cidade, à sombra dos morros Sica Sica e Churuquella, o mirante da Recoleta oferece uma linda visão de Sucre. Sustentado por belo conjunto de colunas, o lugar está junto à praça onde a cidade foi fundada.

d) Mercado Central - Um dos lugares mais movimentados de Sucre, o Mercado Central e as ruas que o cercam oferecem de tudo: comidas, produtos eletrônicos artesanatos e roupas. Entre as calles Ravelo e Junín, a duas quadras da Plaza 25 de Mayo. Aberto das 7h às 19h30 (de segunda a sábado) e até as 12h (aos domingos).

e) Parque Bolívar - Aberto no século 17, e modificado no século 18, o Parque Bolívar é o mais bonito e agradável espaço verde de Sucre. Decorado por réplicas da torre Eiffel e do Arco do Triunfo, o parque ainda exibe, junto à sua paisagem, o imponente prédio da Corte Suprema de Justiça e a Fonte de Águas Dançantes, que aos fins de semana promove um espetáculo de som e luz para os nativos e visitantes. Está a quatro quadras da Plaza 25 de Mayo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 31/01 – SÁBADO

SUCRE – UYUNI

 

Roteiro:

1. Se dirigir ao Terminal de Buses para comprar a passagem para Uyuni – comprar as passagens nos guichês da rodoviária, não dos cambistas. A viagem de 6h tem preço entre B$ 70-80. Seria bom viajarmos a noite para ganharmos tempo e economizarmos em hostel.

 

2. Guarde muito bem o ticket das suas mochilas quando coloca-las no bagageiro do ônibus. Pois eles embaçam demais com quem está sem o papelzinho, já que um mundo de gente sobe e desce o tempo todo pelo caminho. Outra dica é, toda vez que o ônibus parar, fique de olho, pela janela, na sua mochila, já que carregam tralhas de toda espécie e, “sem querer” poderiam confundir na hora de pegar. Muitos tentam subir com as mochilas e levá-las no colo.

3. Nesse dia mesmo precisamos fechar o Tour do Salar para na manhã seguinte partimos. As agências costumam ficar abertas até tarde, fechando por volta das 22h. indicações: Cordillera, EsmeraldaTours, Andrea Tours (MAIS BARATA) e Colque. Preço por volta de B$800,00 incluindo o tranfer para Atacama.

4. Comprar suprimentos para os próximos 3 dias longe da praça principal porque é mais barato: água, papel higiênico, lenços de papel, lenços úmidos para o banho de gato, lanches.

5. No salar não aceitam dólares, só bolivianos. Outra coisa importante é que você precisará pagar algumas entradas à parte, como a Isla del Pescado (B$ 60) e Reserva Eduardo (B$150).

6. Opções de hospedagem:

a) Hotel Avenida. Avenida Ferroviária,11, em frente a estação do trem. Preço: B$100 para dois com banheiro.

b) Hospedaje El Salvador, Avenida Arce, 346. Prático para quem chega de madrugada ou de manhã por ser junto ao terminal de bus. Preço: B$100 para dois.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 01/02, 02/02 e 03/02 – DOMINGO, SEGUNDA E TERÇA

SALAR DE UYUNI – SAN PEDRO DE ATACAMA

 

Pacote de 3 dias: 1 dia – Uyuni; hotel de sal; Isla Del Pescado. 2 dia – lagunas cañapa, hedionda e ramadita, e árvore de pedra, até a laguna colorada. 3 dia – gêiseres, sol de manaña, banhos termais, deserto salvador dali, laguna verdade. Preço médio entre B$700-800. + B$150 – da entrada na Reserva Eduardo

 

Lembrete: hora de mudar o relógio, no Chile há fuso horário diferente.

 

Na fronteira: Dica 1- vão querer que você pague propina de B$15,00. Dica 2 - quando você entra no país, eles te entregam dois papéis, geralmente um amarelo e um azul. Observe que um deles é o papel da imigração. Guarde esse papel e o proteja com a própria Vida! Dá um trabalhão se perder essa porcaria. Dica 3 - não pode levar da Bolívia para o Chile nada de origem vegetal ou animal (frutas, folhas de coca por exemplo).

 

 

1. Opções de hospedagem em SPA:

a) Hostel El Toconar, Ignacio Carrera Pinto 692, 1410000 San Pedro de Atacama, Chile - oferece acomodações em San Pedro de Atacama e seus quartos têm WiFi gratuito e vista para a montanha e para o jardim. Os quartos têm banheiro, sendo alguns compartilhados e outros privativos, e amenidades de banho. Preço: R$63 reais para cada um de nós.

b) La rosa Atacama, Calle Gustave Le Paige, 202. Preço: P$8.000 para cada um em um quarto para oito pessoas.

c) Hi Hostel Atacama, Calle Caracoles, 360. Preço: P$7.000 para cada um em um quarto para 6 pessoas.

d) Hostel Florida - Tel: 851021 End: Tocopilla 406 – Bacana, boa localização.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 04/02 – QUARTA

SAN PEDRO DE ATACAMA

 

Em qualquer época do ano é recomendável levar roupas leves para os passeios diurnos, além de um abrigo para as noites mais frias. Protetor solar é produto indispensável para proteger-se da forte radiação solar do deserto. Os passeios a lugares mais altos, como El Tatio, exigem uma dose extra de roupas como jaqueta corta-vento, gorros, cachecol e luvas.

 

Como é o último dia por aqui,a dica é fazer o passeio Vale de La Luna e Vale Muerte (P$6.000 + P$2.000 para entrar no local). A dica para esse passeio é levar protetor solar, pelo menos 2 litros de água e um bom casaco para o final do dia. Se optarmos por mais um dia em SPA, um passeio legal é a Laguna Cejar (da pra fazer de bike, são 25km em linha reta), é uma lagoa com tanto sal que não afundamos.

 

Para comprar alimentos para o café da manhã, cozinhar, água e refrigerantes, fuja do centro da cidade. Caminhe pela rua principal - Caracoles - até o fim. Você vai encontrar uma vendinha (mercadinho, boteco, quitanda, armazém) onde tudo é mais barato.

 

Passamos mais uma noite e vamos embora no outro dia pela manhã para Iquique (450km -10h – P$13.000 = R$54,00). São cerca de 8h de viagem. DICA: Compre as passagens de ônibus direto na rodoviária no dia anterior, que fica bem perto do centro, dá para ir à pé e fica muito mais barato do que fechar em agências ou no hostel.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 05/02, 06/02 – QUINTA E SEXTA

SAN PEDRO DE ATACAMA - IQUIQUE

 

Aqui há um centro histórico legal para conhecermos, praia e a Zona Franca. Da pra fazer parapente por um preço legal.

 

1. Opções de hospedagem:

a) Backpackers Hostel Iquique, Amunátegui 2075. Localizado em frente à Praia de Cavancha, o Backpacker's Hostel Iquique apresenta uma cozinha de uso comum totalmente equipada e sala de estar com TV e DVD player, além de salão de jogos. O Wi-Fi está disponível gratuitamente nas áreas comuns. Preço: R$33,50 por pessoa em quarto compartilhado, ou R$92,00 para quarto privado para nós dois.

2. Onde ir:

a) O centro histórico é conhecido como Casco Viejo, seu coração é a Plaza Prat, onde está um dos símbolos de Iquique, a Torre Reloj.

b) Parapente por P$40.000 em 30 minutos de voo no Alto Mole. Agência local.

c) Zona Franca – Zofri. Aberto das 11h às 21h

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 07/02 – SÁBADO

IQUIQUE – ARICA – TACNA - AREQUIPA

 

Não há ônibus direto para Tacna, é possível pegar às 13h, um ônibus no Terminal Rodoviário de Iquique para Arica. Os ônibus Iquique x Arica são de hora em hora. São cerca de 5h de viagem, por P$5.000 = R$21,00 reais.

 

Para ir de Arica para Tacna há 2 opções: táxis compartidos (4 ou 5 passageiros) = 4.000 pesos ou ônibus = 2.000 pesos, com saída do Terminal Internacional de Arica. Esses taxistas têm algum esquema com a galera da fronteira, são táxis especiais que podem transitar entre os dois países (Chile e Peru) e eles fazem um serviço à parte, pegando nossos passaportes para tirar cópia, preencher uns papéis e juntar a documentação de imigração. Esse táxista larga na rodoviária de Tacna.

 

De Tacna até Arequipa são 6 horas de viagem por B$36-40, infelizmente só há ônibus duas vezes ao dia para esse trajeto. Existe a possibilidade de fazer esse final de trecho de avião (Peruvian Airlines) por $63 dólares, em caso de alguma emergência, duração de 30 min.

 

Todo esse trecho leva em torno de 11h. ônibus TEPSA.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 08/02 e 09/02 – DOMINGO E SEGUNDA

AREQUIPA

 

1. Opções de hospedagem:

a)Hostal Bubamara, Calle Bolîvar, 402 – ótima recomendação no Booking.O Hostal Bubamara oferece acomodações em Arequipa com café da manhã e WiFi gratuitos. Fica a 1 minuto a pé do Convento de Santa Catalina, a 3 quarteirões da Igreja de São Francisco e a 4 quarteirões da Praça Principal de Arequipa, que conta com várias lojas e restaurantes. Preço: R$22,00 reais para cada.

b)Wild Rover Backpackers Hostel, Alfonso Ugarte 111. Preço: 20 Soles em um quarto para 6 pessoas.

c) The point Hostel, Calle Palacio Veijo, 325. Preço: 19 Soles em um quarto para 10 pessoas.

2. O que fazer:

OBS: As agências em Arequipa fecham em torno de 19h00 – 19h30.

a) Cañón Del coca: é um tour de um dia, pelo preço médio de S.90-150, incluindo transporte, guia e refeição, mas não o ingresso que custa S.90 aos latinos americanos. O passeio sai geramente às 3h-3h da manhã, chegam em Chivay as 6h30-7h. Depois são mais 2h até o mirador. Esse mesmo passeio é possível fazer sozinho, pegando um ônibus para Cabanaconde, o mais conveniente é pegar os das 3h30, a linha operada é da empresa Milagros, passagem por S.17. Observação: Levar roupas quentes, gorros, capuz. Além do frio, o vento é muito forte.

b) Plaza de Armas. A grande praça principal de Arequipa, ótimo exemplo da arquitetura espanhola colonial, é encantadora. Branca e enfeitada por palmeiras que lhe conferem um ar andaluz, ela abriga a catedral da cidade. Como pano de fundo, lá está o imponente El Misti, com suas neves eternas. É um cartão postal; em todo lugar você vê essa foto!

c) Mirador de Sachaca - A 3 km do Arequipa. Tome um táxi. Para ter a mais completa vista panorâmica da região é preciso pagar entrada e subir, a pé, vários lances de escada, pois o ponto de observação fica no topo de uma torre.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 10/02 - TERÇA

AREQUIPA - CUSCO

 

No dia 09 comprar a passagem para Cusco. A empresa de ônibus TEPSA foi muito bem recomendada no mochileiros para fazer o trajeto Arequipa x Cusco. Pegar um ônibus confortável e preferencialmente noturno, pois são 10h de viagem (O preço da passagem está por volta de R$100)

 

Dica: Evite a cambada que te cerca no terminal de buses! Eles com certeza vão tentar levar vantagem sobre a gente. Passe reto e defina seus passeios e ingressos lá na plaza de armas, pechinchando nas agências! Se não tiver reserva de hospedagem, não esquente! Tudo acontece na Plaza, procure se hospedar o mais próximo possível. (do Terminal até a Plaza de Armas, o valor da corrida é S/3,00, não pague mais, ande até a rua fora da rodoviária para pegar o táxi; a noite o preço pode subir até s/8,00).

 

No da de nossa chegada precisamos comprar o Boleto Turítico, com ele podemos ir a todas as ruínas por S.130. Já comprar a entrada para MP por S.128 na sede do Dircetur. Avenida do Sol, 103/102, logo na primeira ou segunda quadra no início da avenida, próximo a Praça de Armas.

 

Atrações do boleto:

 Igreja e Convento de Santa Catalina

 Igreja e Convento de San Domingo/Koricancha

 Sacsayhuamán

 Qenko

 Tambomachay

 Pukapukara

 Complexo Arqueológico de Tipón

 Complexo Arqueológico de Piquillacta

 Complexo Arqueológico de Raqchi

 Pisac

 Ollantaytambo

 Chinchero

 Moray

 Museu de Arte Contemporânea

 Museu de História Regional ou Casa do Inca Garcilaso de La Veja

 

Para trocar dinheiro, há diversas casas de cambio na Av. El Sol.

 

1. Opções de hospedagem:

a) Wild Rover Cusco, Calle Matara. Preço: S.23 por pessoa em um quarto para 16 pessoas.

b) Loki Hostel Cusco, Cuesta Santa Ana, 601. Preço: S.23 por pessoa em um quarto para 14 pessoas.

c) Hospedaje Felix, Tecsesocha 171. Preço: S.20 por pessoa.

2. O que fazer:

a) Pedra dos 12 ângulos

b) Mercado Central

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

DIA 11/02 - QUARTA

QUENQO, SAQSAYWAMAN, PUKAPURA E TAMBOMACHAY - PISAC

 

Essas ruínas podemos conhecer a pé (8km). Quando chegarmos em Tambomachay pegamos um ônibus (S.3,50) até Pisaq onde dormiremos. Pisaq também tem ruínas, mas um pouco mais afastado.

 

Vale sagrado Exclusivo (se estivermos bem de grana): na Escola de Licenciados de Cusco falar com a recepcionista que quer contratar um guia para nos acompanhar pelo Vale Sagrado. Guia por 60 Soles + 100 Soles do carro para o dia todo. Preço bem justo e o custo-benefício infinitamente maior que o Citytour num ônibus com mais 50 pessoas e sem um guia só pra gente. Outra vantagem bacana é que, saindo mais cedo (antes dos ônibus), pegamos as atrações vazias. Trajeto: Saqsayhuaman - Q'enqo - Pukapukara (que ficam pertinho de cusco e não demora muito pra ver) - Pisac (pelo menos 2,5 horas de visita. Lugar incrível) - Ollantaytambo (1,5 horas de visita.). Fim do tour.

 

1. Opções de hospedagem:

a) Linda Flor, Calle Vigil s/n, esquina con Calle Pardo, Pisac, Peru. Preço: R$37 reais para nós dois.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...