Ir para conteúdo

Curitiba ao Nordeste de Moto


Posts Recomendados

  • Membros

Realizarei viagem ao nordeste numa Virago 250, com minha esposa. A idéia inicial é Fortaleza, mas conforme for planejando, podemos repensar, bem como repensar a data da viagem.

Pretendo fazer um passeio econômico.

Caso tenham dicas, já realizaram o trajeto ou talvez estejam dispostos a se aventuar, aguardo seu contato.

Alguns colegas já estão contribuindo em outro tópico, mas toda a contribuição é bem vinda.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 59
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Ilso, Rainer, se eu fosse vcs dois, antecipava a data desta viagem e entrava no nosso grupo para " EXPEDIÇÂO AMAZONICA 2005 ", esta viagem vai ficar nas nossas vidas pra sempre, imagine a MAIOR TRILHA DO MUNDO, bom o convite ta feito, abraços a todos.

 

Ilso, amanha te envio a foto da camiseta.......fui......

 

Flamel

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Ilso, desculpe não ter respondido a mais tempo, estou um pouco atarefado por aqui. Estou relachando um pouco aqui no mochileiros, espero que tenha gostado das fotos das camisetas, crie um para vc e sua esposa e mande fazer em policromia, fica num preço bem legal.

 

Então garoto, como vc já sabe, eu moro atualmente em Teresina, o Fredo em Garça interior de São Paulo, Guimarães em Bhte e o Roger em Cuiabá.

 

Bom, eu saio de Teresina dia 28/06, vou pelo sul do Piauí, passo em várias cidades dentro do Piauí que da 926 km até a divisa com a Bahia, percorro 510 km dentro do estado da Bahia, passo por Brasilia, Goiânia e de lá finalmente chego em Rio Verde que fica a 237 km de Brasilia. Rio Verde é nosso ponto de encontro rumo a Manaus, me encontro com o Guimarães e Fredo. Este percursso que fiz soma um total 2242 km. ( Aja hipoglos )

 

Depois de Rio Verde, vamos direto para Cuibá encontrar com o Roger, de lá subimos para Porto Velho onde ficaremos uns 2 dias, depois passamos por Humaíta já no Amazonas onde vamos percorrer 570 km sem abastecimento (e o trecho mais esperado da viagem) e também o mais perigoso devido a falta de estrutura da estrada e as centenas de pontes de madeiras em pessimo estado, mas vamos tomar cuidado redobrado. Quando chegarmos em Manaus, depois de 3 dias por este trecho critico, vamos atravesar o Rio Amazonas de balsa e ficar uns 3 dias em Manaus, depois vamos de barco até Santarém + ou - 3 dias de navegação pelo Rio Amazonas. Em Santarém-PA vamos ficar no máximo 2 dias e vamos até a famosa cidade de Alter do Chão, o lugar é mágico, muito falado na midia. De Santarém vamos descer a rodovia CUIABÁ/SANTARÉM BR 163, também muito precaria em termos de asfalto, vamos rodar uns 1500 km de estradas ruins sem asfalto, quando tem asfalto os buracos tomam conta, pura adrenalina e emoção.

De Santarém vamos para Cuiabá, passando em varias cidades. As condições da estrada é esta que te falei acima. Mas tudo em nome da aventura. Se a condição fisicas permitir quero dar uma ida na chapada dos Guimarães. De lá cada um vai pra sua casa, eu retorno para o Piauí, o Roger fica em Cuiabá o Fredo e o Guimarães descem juntos para Bhte e Garças-SP. Basicamente é este o trajeto, tem muitos detalhes que não citei, nosso principal inimigo vai ser o desconforto de pilotar em média 500 a 700 km por dia em determinados trechos, o resto é festa.

Depois lhe envio algumas fotos dos trechos que conseguimos com outros colegas nestes 6 meses de planejamento.

 

Ilso, uma viagem dessa tem que ser muito bem planejada, pois podem acontecer muitos imprevistos pelo caminho, o grupo tem que ser unido, eu Flamel, Fredo, Guimarães já tivemos um contato em Bhte no mes passado, pra vc ter uma idéia o grupo é perfeito, parece que nos conhecemos a anos, muito legal mesmo!!![:D] O Roger parece ser muito gente boa também, é o casulinha da turma e vai se encarregar de lavar nossas roupas e desatolar as motos, rsrsrsrsrs.[:D]

 

Cumpade, final do ano o pessoal está vindo para Teresina e vamos até os lençois Maranhenses, desta vez vamos levar as esposas, namoradas ou amantes, rsrsrsr. Elas estão sendo de grande ajuda e incentivadoras pra esta viagem dos sonhos de qualquer estradeiro.

 

Estamos também com uma outra aventura mais audaciosa que esta, vamos percorrer a Transamazonica que praticamente não existe no mapa, se programe ai e te convido a participar, ok.

 

[^]Cumpade, abraço ai pra vc e a patroa, estou aqui as ordens. Tá sumido lá do nosso tópico, aparece!!!!![:P]

 

Fui.................

 

Flamel by Piauí[:D][:D]

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Eduardo.

Eu vou de qualquer jeito. Até de bicicleta. Agora coloquei na cabeça e não quero saber... he he he;

Fiz uma viagem de 300 km nela e aprovou. Mudei o banco do carona para um maior conforto. Vou parando em aproximadametne 150 km e revesando na pilotagem com minha mulher. Assim cansa menos. Mas ela é bem confortável para viajar mesmo a uns 100-110 km/h.

O ruim é que teremos que levar pouca bagagem. Somente o essencial e para os 30 dias será pouca coisa.

Meu único receio ainda é ter que ir numa moto só. Não estou achando um companheiro para ir junto. Mas vamos embora.

Se alguém tiver sugestão de camping que alugam barracas ou hoteis baratos, favor enviar-me.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Amigo Viragueiro Ilso !!

 

Eu tive uma virago 250, e com ela nós (eu + minha namorada Adriana) viajamos um montão, só aí pra sua cidade fomos umas 4 vezes de Viraguinho ... Também conheci Goiás (Brasília) e quase toda Minas Gerais... Essa moto só me deu alegria !

 

A Virago é uma motoquinha forte e valente, econômica (a minha fazia com garupa e bagagem cerca de 30km/L !!) e até "confortável" se for na manha sem pressa. Acho que o único ponto fraco da Virago (e de qualquer custom) é que ela exige um asfalto no mínimo bom, o que é difícil de encontrar aqui no nosso país...

 

Em 2 viagens que fizemos (Serra da Canastra e Norte de Minas) tivemos que pegar alguns trechos de terra (e até trechos sem asfalto, ou seja, só tinha buraco) e foi sofrível, não dava pra passar de uns 20 Km/h, tomamos vários chãos durante as curvas por causa dos cascalhos...

 

Pode ficar tranquilo, dá pra ir com a Viraguinho até o fim do mundo, desde que tenha asfalto, hehehe.

 

Eu ví que trocou o banco da garupa (fundamental) outra coisa, não sei se vc tem, mas depois que instalei um parabrisas o conforto para pilotar aumentou bastante... outra coisa que melhorou bem foi o comando avançado (e olha que não sou grande, tenho 1,73m) pois deixa as pernas mais esticadas melhorando a circulação e diminuindo as dores nos membros inferiores.

 

Bom ... é isso aí, se precisar de mais dicas ou informações é só falar, terei um imenso prazer em ajudá-los !!

 

Um abraço,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Oi Michel.

Realmente achei boa a Virago. Já fiz uma pequena viagem de 600 km (ida e volta) e é incrível o conforto. Só dá o cansaço normal de uma viagem de moto.

Na minha instalei o parabrisa, mas ainda não acertei a altura certa para ela. No Domingo farei uma viagem de 140 km e vou regulando. Tá jogando o vento muito para o capacete, como se desse uma pressão.

Coloquei outro banco de garupa. Mandei fazer. Ficou melhor que o anterior, com certeza. A suspensão da Virago é que deixa a desejar, mas no asfalto liso vai bem.

Quanto ao comando, não preciso. Sou baixinho e a moto está na medida para mim.

Iremos na manha, sem pressa. tentarei chegar até Fortaleza, mas se ver que não dá, iremos até o destino que conseguirmos.

Tem conhecimento de alguma peça mecânica que costuma dar problemas na virago?

Grato pela ajuda... se quiserem/puderem ir em agosto até fortaleza seria bom...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...