Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

dani.peredelski

Las Vegas - Sozinha nas Baladas!

Posts Recomendados

Em julho de 2014, minha família decidiu que iriamos viajar para Las Vegas! Como a cidade é conhecida pelas noites agitadas o primeiro relato será sobre as baladas.

 

Fiquei cinco dias em Vegas e fui em quatro baladas, então vou citar somente as que conheço, a escolha foi feita por pesquisas na internet, as que ficavam próximas ao hotel (Harrah's) e indicações.

 

Em Vegas você precisa ter um inglês razoável pois as pessoas são um pouco mais impacientes e não é que nem Disney que sempre tem um funcionário brasileiro pra ajudar, então já esteja preparado.

A primeira dica é que assim que se hospedarem, procurem o Concierge do seu hotel, eles são verdadeiros anjos que colocam você na guestlist (lista de convidados) da balada e conseguem descontos e vips, além de darem ótimas dicas para passeios.

 

10505507_10204567150126637_3279466989380610981_n.jpg.2dd4ab565a4a8cc3a3c3def7a118f030.jpg

 

Assim que localizei onde ficava o concierge do meu hotel, pedi informações sobre a balada TAO que ficava no hotel Venetian pois tinha lido que era muito boa, a atendente me falou que poderia fazer vip para homens e mulheres e colocou meu nome na lista e pediu que eu chegasse cedo porque ela sempre ficava lotada e que fosse bem arrumada, de salto alto e vestido. As baladas começam a ficar cheias as 21:00.

 

Depois de cinco minutos de caminhada cheguei no hotel por volta das 22 hrs, tava um pouco cheio mas assim que achei o funcionário e ele encontrou meu nome na lista e colocou uma pulseira e não precisei ficar em fila, entrei sem maiores problemas e percebi que eles estavam dificultando a entrada de quem estava em grupos muito grande, de dez ou mais pessoas.

 

 

A parte de baixo é um restaurante e em cima a balada, fui ver os preços das bebidas e fiquei chocada, uma garrafa de vodka saia uma fortuna, pedi então uma Budweiser por uns dez dólares e fui tentar descobrir pra que servia aquela pulseira, depois de um leve sufoco pra tentar me comunicar com o bartender pois a musica absurdamente alta, descobri que a pulseira significava open bar até a meia noite, OBAAAAAAAAA! Isso sim é Las Vegas baby! Pedi uma vodka com cranberry (detalhe: no bar tem aquela mangueira que despeja a vodka, muito americano mesmo) e fui começar a curtir a noite.

 

 

A balada é totalmente diferente das que conheço no Brasil, no estilo máfia asiática, toda em preto e vermelho, tocava música eletrônica e cheia de efeitos especiais, com chuva de papel picado e neve artificial, pirotecnia, gaiolas com dançarinas, bastões com luzes e o ponto alto foi uma pessoa vestida de globo de luz que refletia a balada toda.

Lá não é tão grande mas os camarotes são bastante espaçosos, as garçonetes circulavam de lingerie e tinha uma sacada incrível com vista pra Strip (avenida principal).

 

 

IMG_20140711_040302988.jpg.3794215ea59833094adcaf73e350a642.jpg

 

A única coisa que não gostei foi o banheiro feminino, ele ficava na parte de cima e eram portinhas individuais no corredor da balada, em cada um tinha a privada e a pia e estavam bem sujos, como só tinha uns quatro ou cinco havia uma fila bem grande, mas o pessoal que conheci falou que o masculino estava tranquilo e limpo.

 

IMG_20140711_043450372.jpg.4f78464b52fffdc4a004e72356ad8aeb.jpg

 

 

 

Vamos então para a segunda noite, tinha passado o dia todo no Grand Canyon e acabei chegando super tarde e não tinha dado tempo de marcar alguma balada pra noite, então tomei um banho, me arrumei e atravessei a strip com destino ao hotel Mirage pra ver o que tinha de bom lá.

A balada chamava OAK e a porta estava lotada de gente, não tinha fila: era só uma muvuca, um cordão de isolamento e os seguranças selecionando quem iria entrar e quem ficaria pra fora, assim e sem mais.

Como eu estava perdidona, perguntei para duas meninas que estavam na porta como funcionava, elas me falaram que tinham reservado, mas que poderia ficar com elas e tentaríamos entrar juntas, não deu cinco minutos estavámos lá dentro e vips, OBA!

 

IMG_20140712_052532707.jpg.40123108a88b87baff4f95d3fc0c7239.jpg

 

 

Elas estavam numa despedida de solteiro com uns amigos, então ficamos conversando, eles disseram que tiveram que esperar quase duas horas na porta, é assim, se eles vão com sua cara você entra logo se não espera a boa vontade deles te liberarem, isso se liberarem pois muita gente fica pra fora por não estarem qualificado para os "padrões" da balada.

O noivo estava pendurado em duas mulheres e uma diferença gigante entre baladas do Brasil e Vegas é que rola uma bagunça absurda, pra não dizer outra palavra, é um esfrega esfrega lascado, fiquei chocada, um nível bem mais baixo do que rola nos funks do meu Brasil. Eles me contaram que beijo na boca significa quase um relacionamento sério e por isso ficam "chocados" com o que vêem em micaretas ou baladas daqui e eu fiquei chocada com o que vi lá.

 

Tocava eletrônica e hip hop, nessa noite com participação do Ja Rule o show foi muito bom e o pessoal estava animadão.

A cerveja corona estava treze dólares e o banheiro era limpo e grande, com várias opções de cremes, escovas, desodorantes etc... no começo estranhei, mas depois entendi como funciona o esquema.

Quando você entra no banheiro vem uma funcionária e te trata como uma rainha, distribui o papel, enxuga suas mãos, pergunta como você está e por ai vai, ela oferece todos os produtos que tem na bancada pra você experimentar, mas é claro que tem um preço, sempre tem uma caixinha de tips (gorjeta) pra você contribuir e assim poder justificar todo mimo, esse tratamento é comum em todas as baladas, só não vi na TAO.

Enfim, depois de me divertir a noite toda, o pessoal me chamou para ir em outra balada no dia seguinte, mas como eu queria ir na Bank deixei pra próxima.

No próximo post eu falo das outras baladas que fui, inclusive a minha preferida, Marquee :)

Até.

 

Mais posts em : http://danisoviaja.blogspot.com.br/

IMG_20140711_042106667.jpg.78464ea8265f2797e6acae7613c888d7.jpg

IMG_20140711_034205858.jpg.72314f82892b5d282b6f432bba0f3cac.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

LAS VEGAS - BALADAS PT. II

 

Estava passeando em Vegas de tarde, quando recebi um panfleto sobre a balada The Bank, no hotel Bellagio, como parecia ser bem legal e PERTO DO HOTEL, já pedi pro concierge colocar meu nome na guest list e garanti minha pulseira de open bar.

Uma dica que aprendi lá pro segundo dia foi que enquanto eu jogava no cassino do meu HOTEL (Harrah's no caso) eu poderia beber drinks e cerveja de graça, não sei se pra todos os hoteis são assim, mas o meu era.

Então como eu estava pobre dura, colocava uma nota de cinco doláres na máquina e ia jogando de centavo em centavo, assim eu poderia ficar pedindo pro garçom me trazer uma garrafa de corona de vez enquando, principalmente antes de ir pras baladas.

Chegando na The Bank, entrei rápido e já peguei meu drink, achei a pista pequena e os camarotes grandes.

Como não estava muito cheio ainda, encostei no bar e fiquei só observando.

 

Nisso, umas amigas me chamaram no Whatsapp e fui responde elas, quando encostou um cara do meu lado e começou a puxa assunto, papo vai e papo vem, ele perguntou de onde eu era, falei que do Brasil, ai ele: eu também. HAHAHAHA, mundo pequeno!!!! Ele era carioca e tava morando um tempo nos Estados Unidos, e tinha acabado de GANHAR 300 dólares no cassino, sortudo. Ficamos dançando na balada, até que meus ouvidos se recusavam a escutar mais música eletrônica, e decidimos ir embora.

 

dormindo na rua

Como ele estava hospedado num HOTEL PERTO do meu, fomos caminhando junto, e é incrível a quantidade de pessoas que acabam dormindo no meio da avenida, pessoas bem vestidas na valeta, acabei vendo como o filme "se beber não case" é fichinha perto do que vivemos lá.

 

Para o último dia de viagem, pedi para o concierge ver o que ele conseguia para a balada Marquee no HOTEL COSMOPOLITAN, pois antes de viajar pesquisei que era uma das melhores baladas de Vegas.

Como ia com um amigo, ele conseguiu, mulher vip e homem 20 dólares.

Essa foi a única balada que tinha fila pra entrar e o segurança me falou que só entrava com nome na lista, demorou um pouco mas quando entramos, não foi cobrada a entrada do meu amigo, iuuuupii!!! O acesso para a balada era por elevador, quando entrei lá fiquei CHOCADA, a balada é SENSACIONAL! A melhor que fui na minha vida, sem dúvidas. A música era contagiante, pessoal bem vestido, pista grande, na área externa tinha uma piscina, os camarotes com hidromassagem, telas de led em todo canto, banheiro lotado de produtos e milhões de efeitos especiais, enfim, só vivendo pra saber do que eu estou falando.

 

 

Depois da balada, lá pras três da manhã tinha marcado de encontrar um pessoal pra ir jogar no cassino, o problema é que só em pontos estratégicos meu wifi funcionava, então, fui pra um desses pontos e surgiu um monte de doidos dançando no meio da rua, puxando a galera, coisas que só encontra em Las Vegas mesmo, como já estava atrasada me despedi e continuei andando até que uma americana me parou no meio da rua perguntando porque eu estava sozinha e se ela podia me acompanhar, achei estranho mas disse que tudo bem, então ela se apresentou, perguntou de onde eu era e viemos conversando até que do nada surge o namorado dela todo simpático, como eu estava próximo ao HOTEL e precisava atravessar a strip que estava super agitada e não tinha passarela próxima, ela parou os carros da avenida para que pudessemos atravessar, foi cena de filme, eu correndo com sapato na mão, os carros buzinando e os três rindo muito.

Me despedi e fui pra jogatina de novo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O negócio é já ter comprado passagem de ida e volta, fechei escola em San Diego, hospedagem... tudo. Quero arrumar a cnh de uma amiga que é a minha cara. Será que rola?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dani,

 

você está de parabéns pelo seu espírito descolado de de sair sozinha e conversar com as pessoas. País estrangeiro tem que ser assim mesmo. Tem muita coisa diferente pra assimilar de uma vez só!

Esse jeito de dançar se esfregando rola em todo os EUA. Bem diferente das baladas no Brasil! ::mmm:

 

Abraços, Linhares

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Linhares,

 

Acho q a vida é feita de momentos, então qualquer oportunidade q aparece temos q agarrar com unhas e dentes.

Aprendi que viajar sozinha e se jogar em lugares assim é incrivel e sempre quero fazer mais.

 

Se quiser saber de mais historias dá uma olhadinha no meu blog e sempre que der eu venho aqui no forum contar tambem.

 

http://www.danisoviaja.blogspot.com

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que demais! Adorei o espírito. Fui com a minha esposa agora em Março e fomos em três baladas!

Fomos na Omnia, Hakkasan e na XS. Todas elas são demais! Quem vai para Las Vegas não pode deixar de conhecer pelo menos uma dessas baladas. São incríveis!

 

Ah, dica para os homens. Usem sempre sapato. Nada de tênis nem de sapatenis. Eles são bem rígidos para deixar entrar nas baladas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...