Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
PriPri Nunes

Eurotrip - Novembro 2014 - Planilha, roteiro e fotos! 21 dias - Madri, Barcelona, Paris, Amsterdan, Bruxelas, Bruges, Londres e Liverpool!

Posts Recomendados

Caiodin brigado!! Eu tô adorando essa experiência de contar minha viagem! Tô demorando um pouquinho pra postar porque essas duas últimas semanas está sendo bem puxada pra mim e eu não tenho tido tempo de editar o texto pra postar aqui! Mas hoje vou tentar colocar mais um pedacinho aqui!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Dia 7 - Paris[/t3]

[t1]Pontos de Interesse: Jardim du Luxembourg, La Sorbonne, Pantheon, Saint Chappelle, Conciergie, Notre Damme, Pont de l'Archevêché, D'orsay, Pompidou[/t1]

 

Esse dia foi um dos que mais andamos em Paris! Só pela quantidade de lugares visitados já dá pra perceber né?! ::lol3::::lol3::

Saímos de casa super cedinho, acho que às 8hrs já estávamos no Metrô. Nossa primeira parada foi no Jardim du Luxembourg. Não tinha ninguém lá! Mas também era cedo e o tempo estava meio nubladinho e bem friozinho ainda! Para tirar fotos foi ótimo mas ele deve ser muito mais divertido e bonito no verão! Ali deve ser um ótimo lugar para comprar uma garrafa de vinho, uns queijos, estender uma canga e ficar vendo a vida passar.

 

16532839249_0d5ea5716f.jpgJardins du Luxembourg by priscilla_gansa, on Flickr

 

16717636041_744b43c779.jpgJardins du Luxembourg by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois dos Jardins iniciamos nossa super caminhada. Minha primeira parada seria na melhor loja para comprar comésticos de Paris:

ATENÇÃO MENINAS!! CITYPHARMA filial Rue du Four nº 26!

Se você não quer gastar, sugiro nem passar pela porta. Eu já havia me programado para comprar algumas coisinhas, e até que consegui me controlar. ::mmm:

Depois me arrependi de não ter comprado mais e quando voltei lá de novo, no meu último dia em Paris, terça-feira 11/11 a loja estava fechada porque era feriado na cidade! ::putz::::putz:: Em Paris tem muitas cityfarmas espalhadas pela cidade, entrei em muitas, mas essa realmente é a melhor. Os preços são excelentes. Para chegar lá é só pegar o metro e descer na estação Mabillon - linha 10. Ah e ainda tinha uma vendedora portuguesa que era muito atenciosa!

 

O que eu comprei:

Mascara de hidratação miraculous recovery Jhon Frieda – por 8,90

Sabonete liquido Nettoyant Uriage 1L – por 8,00. Eu só uso esse sabonete para o rosto, é excelente para controle da oleosidade. Aqui no RJ eu pago 70,00 em um vidro de 250ml. ::ahhhh::::ahhhh::

Agua Termal Vichhy – 5,00 me arrependi de ter comprado só uma.. mas fiquei com medo de lotar a mochila e não conseguir trazer..

Demaquilante Créaline Bioderma 2 X 500ml – 16,00 em tudo que é lugar em Paris apenas uma unidade custa esse preço. No Brasil nunca vi bioderma, mas o lugar mais barato que já comprei foi no Morangão por 70,00 reais.

 

16532824849_387b76c93f.jpgProdutinhos! by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois que sai da loja linda e saltitante ::hãã2:: com as minhas comprinhas fomos andando até a La Sobornne para tirar uma fotinho na fachada!

 

16511681187_759c52c5cc.jpgSorbonne by priscilla_gansa, on Flickr

 

Seguimos e entramos no Pantheón. Se você tiver comprado o Museum Pass e tiver com tempo sobrando vale a pena entrar, mas se não for este o caso pode passar batido. Ficamos lá pouco tempo. É bem pequeno. O que achei interessante foram as coisas que vendem nas barraquinhas, tinha uns bonequinhos da Joana D'arc lindos, mas pro meu orçamento era caro!

 

Seguimos andando para a Île de La Cité e nossa primeira parada foi na Sainte-Chapelle. Os vitrais são um deslumbre. Vale a pena entrar! Acho que a visita guiada deve ser bem bacana, fiquei ouvindo um guia que tava com um grupo e gostei bastante!

 

16717640191_7f356c0fb3.jpgSaint Chapelle by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois entramos na Conciergerie e fomos checar a exposição que estava acontecendo. Não lembro bem, mas era a exposição de algum Santo. Gostei muito da Conciergerie , a arquitetura do prédio é linda.

Depois seguimos para a visita principal da Île de La Cité – a Catedral de Notre Dame. Fiquei apaixonada pela Catedral ::love:: .Eu particularmente amo arquitetura gótica, então fiquei hipnotizada ali dentro! Não subimos nas torres, no Museum Pass também está incluído, mas havia uma fila gigantesca! E como nosso dia ainda tinha muitos lugares a serem visitados e eu não tenho muita paciência de ficar em fila, vimos as gárgulas somente lá de baixo! Mas entramos no subsolo. Desnecessário. :|

 

16717687201_02485fda4f.jpgNotre Dame by priscilla_gansa, on Flickr

 

16532823989_996a2202d9.jpgVitral Notre Dame by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois da maratona na Île de La Cité almoçamos um panini em uma das centenas de lojinhas de baguete que tem no bairro. Lá achei um bom lugar para comer. Vi restaurantes com preços mais atrativos!

Depois de comer fomos até a Pont de l'Archevêché ela fica bem próxima a notre dame. Achei a ponte linda!No mês que fomos estava uma campanha publicitária bem forte para os turistas fazerem um selfie na ponte ao invés de pendurar o cadeado, e assim fizemos! Todos aqueles cadeados dão um charme todo especial a ponte, mas essa tradição meio que virou uma praga em Paris. Qualquer ponte que você vai tem muitos cadeados pendurados, e até na Torre! Mas mesmo não pendurando, achei um cadeadinho pendurado que bem que podia ser o nosso: Eurotrip 11/2014 ::love::::love::

 

16717682821_eeb477ee30.jpgPont de l'Archevêché by priscilla_gansa, on Flickr

 

16717676561_10ce8c8d5d.jpgEurotrip 2014 by priscilla_gansa, on Flickr

 

Após descansarmos um pouquinho na praça fomos caminhando margeando o Sena em direção a Rue du Rivoli. Entrei em várias lojinhas na região e achei os preços das bugigangas bem em conta. Comprei coisas lindas! Avental de cozinha, jogo americano, paliteiro, uma torre grande, imã, chaveiro.. ou seja, tudo o que você precisa para entulhar a sua casa! ::lol3::::lol3::::lol3::

 

Fui na Rue du Rivoli de novo pois queria ir na CyraLydo um loja de cabeleireiro com preços sensacionais! O número da loja acho que é 22 e a estação mais próxima é Saint Paul - linha 1.

 

ATENÇÃO!! Aqui começa meu surto por produtos de cabelo. ::hahaha::::hahaha::

Todo ano eu sempre trago shampoo e condicionador o suficiente para durar até a próxima viagem – geralmente uns 6 meses, mas dessa vez surtei e terminei a viagem com 12 itens de cabelo na mochila! Sim, meu cabelo é DURO, não dá pra usar Seda Ceramidas. ::tchann::::tchann::

Por esse surto consumista o Deus mochileiro me castigou com uma mochila super pesada, e com diversas sacolas que tive que carregar durante meus deslocamentos. No último dia da viagem quando peguei o metrô em Londres para ir pro aeroporto e fui durante 1:15 em pé até Heathrow tentando me equilibrar com os pesos jurei nunca mais fazer isso!! ::toma::

 

Na CyraLydo comprei apenas um shampoo e um condicionador intense repair da l’oreal por 16,00 cada! Nessa loja tem produtos da L’oreal, Matrix, Swarzpoff e outros que eu não conhecia. Kerástase eu resisti e não comprei pq não achei o preço sensacional, na faixa de 25 a 30 euros.

Depois pegamos o metrô e fomos pro D’orsay, amei! Acho que foi o museu que mais gostei em Paris. Uma pena que não tivemos tempo de ver todo o acervo :/ Chegamos tarde já.. e perto das 18 já começaram a expulsar as pessoas

 

16693033196_bb9718c597.jpgD'Orsay by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois fomos pro Centro Pompidou que fechava mais tarde. Para quem gosta de arte moderna é fantástico. Eu curti muito também.

 

16531471100_f9267afaab.jpgPompidou by priscilla_gansa, on Flickr

Adorei esse trabalho!! Queria colocar no meu quarto todos esses globos!

 

Quando saímos do Pompidou fomos jantar no Flunch tem uma filial quase em frente a uma das entradas. O flunch é um lugar pra comer barato e se entupir de comida em paris. Lá você escolhe um dos pratos e depois tem um buffet livre com arroz, macarrão com 2 molhos, batata frita, purê e uns 3 tipos de legumes. Bom pra tirar a barriga da miséria pra quem tá achando tudo caro em Paris. Bati um pratão de macarrão com purê e fritas, e um grelhado. Bate entope mesmo. A qualidade da comida é normal. Não espere sabor, espere encher a PANÇA! ::lol3:: Gosto de comida que se faz em casa mas não aquela comidinha da vovó :) Ainda dá pra acrescentar cafezinho e sobremesa pagando mais 2,00 euro. A jarrinha de vinho da casa acho que era 2,00. Mas se você optar pelo prato do dia ganha um refri. Eu sei que minha conta deu 10,00 nos dois dias. Essa notinha aí embaixo é da filial perto do Moulin Rouge.

 

16693296366_cc54d02a60.jpgFlunch by priscilla_gansa, on Flickr

 

Após comermos horrores fomos no Monoprix ali em frente também e compramos coisas para deixar no apê e fomos para casa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Dia 08 - Paris[/t3]

[t1]Pontos de interesse: Trocadéro, Champ de Mars, Museu Rodin, Musée de l'Armée (Napoleão), BateauxMouche, Champs Elysées e Arco do Triunfo [/t1]

 

Nesse dia levantamos um pouquinho mais tarde por volta das 08:30, pegamos o metro e fomos até o trocadéro. Ficamos ali um tempinho apenas tirando fotos da Torre Eiffel. E olha... realmente dali se tem uma visão fenomenal da torre! Fiquei me perguntando como um monte de ferro amontoado podia ser tão charmoso!? ::love::::love::

 

16540508910_fe365b2d95.jpgTrocadéro by priscilla_gansa, on Flickr

 

16541808389_829358546e.jpgTrocadéro by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois de uma horinha ali fomos caminhando por todo o Campo de Marte. Para os apaixonados deve ser um passeio ainda mais lindo ::love::::kiss::::love::

Andamos até chegar no Museu Rodin. É uma caminhadinha boa mas dá pra ir andando tranquilamente, aliás pra mim em Paris, o ideal é caminhar sem limites. A cidade é linda e os prédios belíssimos, você nem sente o tempo passar. Em paris, de acordo com o meu cel, andávamos em média 15km por dia, e nem sentíamos!

No Rodin só visitamos os jardins, não cheguei a entrar no museu pois todas as pessoas me disseram que não valia a pena. E como o Pensador já está ali na entrada dos jardins não vimos necessidade de ir. O Jardim é lindíssimo! Além das esculturas espalhadas ele é muito bem cuidado. Na parte de trás tem umas espreguiçadeiras que são ótimas para dar uma paradinha e fazer um lanchinho antes de seguir caminho.

 

16105618414_3d9f20cf39.jpgIMG_7630 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16520658077_99c0c3fda1.jpgJardins - Museu Rodin by priscilla_gansa, on Flickr

 

16541829039_24c897b104.jpgJardins - Museu Rodin by priscilla_gansa, on Flickr

 

16702037636_2e7f192cd5.jpgJardins - Museu Rodin by priscilla_gansa, on Flickr

 

Ahhhh um parêntese sobre essa foto aqui em cima! O que eu mais amei em Paris e Londres foi andar pelas ruas e parques com todas essas folhas no chão! Descobri que eu amo o outono! ::love::::love::

 

Depois do rodin fomos para o Museu das Armas onde está localizado o tumúlo do Napoleão. É muito interessante, principalmente para quem curte história, mas não é uma visita indispensável se você tiver pouco tempo na cidade.

 

16702041406_266ba958d8.jpgMusée de l'Armée by priscilla_gansa, on Flickr

 

Terminamos a visita por volta de 13:30 e saímos correndo para tentar almoçar alguma coisa perto da Pont d’alma onde está localizado o terminal do BateauxMouche. Não achamos nada em conta nas redondezas e por falta de tempo de ficar procurando um lugar para comer, pois queríamos pegar o barco de 14:30, acabamos comendo em uma carrocinha na Pont d'Alma com um podrão maravilhoso!! Era um sanduba (baguete) com uma carne frita não identificada com cebola, pimentão, curry por 5,00. Fiquei com medo de passar mal ::xiu:: mas foi tudo tranquilo e delicioso!!! ::otemo::::otemo::

 

O passeio no bateaux mouche (13,50) foi furada – Primero porque o tempo estava muito cinza e sem graça, e segundo, porque o vento forte aliado a alguns pingos de chuva não nos deixava raciocinar direito de tanto frio ::Cold::::Cold::. Mas em um dia de sol deve ser um ótimo programa! O passeio dura um pouco mais de 1hr. Vale a pena dá uma olhada no site pra ver os horários de saída e se programar, principalmente no inverno que as saídas não são tão frequentes. No inverno as partidas garantidas eram às 11h, 14:30, 17:30 e 20:30.

 

16726869932_e954541b05.jpgBateaux Mouche by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois que terminamos o passeio fomos para a Champs Elyseés, caminhamos sem compromisso somente babando as vitrines. A única loja que entramos foi na Disney e na Sephora - eu, a louca da maquiagem! ::hahaha::::hahaha:: Mas com os preços em euro já adianto que não tem nada muito interessante lá, sai com meus bolsos intactos! ::lol3::::lol3::

 

16727957965_cbbe96c302.jpgChamps Elysées by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois de bater perna chegamos no Arco do Triunfo, e subimos por volta de 17:30hrs. Nos programamos para subir nesse horário afim de ver a torre acendendo lá de cima, e foi uma decisão acertadíssima. É lindo a hora que as luzes são acesas! E lá do arco você consegue ter uma visão ótima da cidade toda iluminada também. Nesse dia fomos para casa cedo, antes das 19h já estávamos no metrô pois queríamos descansar já que no outro dia iríamos levantar as 6:30 para chegar na Disney antes dos portões mágicos se abrirem! :D:D

 

16702054686_110cfea663.jpgChamps Elysées - Arco Triunfo by priscilla_gansa, on Flickr

 

16108002103_3ba4c1756c.jpgTerraço - Arco do Triumfo by priscilla_gansa, on Flickr

 

16108000323_8de85f1cb2.jpgTerraço - Arco do Triunfo by priscilla_gansa, on Flickr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Dia 09 - Paris - Disney[/t3]

 

Esse dia não tem muito o que contar, Disney é Disney né gente?!! O que eu vou dizer são algumas dicas mas que talvez, para quem já pesquisou sobre a Disney Paris podem não ser nenhuma novidade!

 

Como chegar:

Para ir pra Disney é só pegar o RER A e descer na estação Marne-la-Vallée – Parc Dsneyland. A viagem é bem rapidinha, em torno de 40 minutos, e por isso achei o valor cobrado bem carinho (15,20 - ida e volta). Para comprar o bilhete é só ir na máquina e colocar a estação que você irá descer que ele já vai te dar o valor do bilhete, ou ir na bilheteria mesmo. Mas as máquinas são muito simples de usar e dão troco também.

Ah uma coisinha que ainda não comentei é que as estações são bem grandes mas muito bem sinalizadas. Só preste atenção quando for pegar os trens RER porque uma linha RER pode ter mais de 2 trajetos diferentes. Para saber qual caminho o trem irá percorrer é só olhar no letreiro luminoso em quais as estações a luz laranja está acesa. Onde estiver apagado ele não para.

Achei neste blog uma foto do painel para vocês entenderem melhor -> http://www.andrezadicaeindicadisney.com.br/2013/05/como-chegar-na-disneyland-paris-ou-euro.html

 

Na primeira foto a estação Marne-la-Vallée está apagada, então o trem não para lá

 

16702450076_8bd9b88889.jpgRER by priscilla_gansa, on Flickr

 

Já nesta, a estação está com a luz acesa. É esse o nosso trem! ::otemo::::otemo::

 

16540937880_829c6b73f1.jpgRER by priscilla_gansa, on Flickr

 

Ah, isso vale para todos os RER, incluindo aquele que vai para Versailles, é só checar antes de embarcar. :)

 

Ingressos:

Você pode comprar o ingresso pra visitar somente um parque ou os dois. Em um dia de baixa temporada dá pra ir nos dois tranquilamente. Foi o que fizemos. Compramos o ingresso – 1 dia 2 parques. Dica importante: compre pelo site francês! O preço é mais em conta e você ainda pode comprar as ofertas especiais!!! Neste exato momento por exemplo, a promoção que tá rolando é comprando 1 ingresso de adulto você ganha o da criança.

Pra comprar o ingresso você precisa entrar pelo site:

http://idf-parc.disneylandparis.fr/billets/

 

A única coisa que você vai precisar para concluir é de um endereço na França, pode colocar o endereço do seu hotel sem problema nenhum. Ninguém vai pedir seu comprovante de residência na entrada! A diferença acho que é de 10 euros, fora as promoções.

Os ingressos também são divididos de acordo com os dias que você pode usar:

 

1 dia, 1 parque, dia de semana – 45 Euros

1 dia, 1 parque, fim de semana – 55 Euros

1 dia, 1 parque, dias especiais – 65 euros

1 dia, 2 parques, dia de semana – 60 Euros

1 dia, 2 parques, fim de semana – 70 Euros (comprei esse, não sabia se iria a disney no sábado ou na segunda – planejava ir no dia que estivesse com a melhor previsão de tempo – fomos na segunda)

1 dia, 2 parques, dias especiais – 80 euros

 

Dias de Semana = Ingresso Mini

Dias de Semana + Fins de Semana = Ingresso Magic

Dias de Semana + Fins de Semana + Dias Especiais = Ingresso Super Magic

 

16541074740_77860e648d.jpgschedule-tickets by priscilla_gansa, on Flickr

 

-> Todos os ingressos tem data de validade de um ano a partir da compra. Então compre com antecedência, não tem porque você pegar fila na hora, e acredite elas são grandes!!! Se não quiser pagar o IOF no cartão, você pode comprar nas lojas da FNAC em Paris (li no site isso, não confirmei in loco).

 

O Parque

 

16540826758_c2690de21c_z.jpgmapa_disneylandparis by priscilla_gansa, on Flickr

 

A Disney Paris, é dividida em 2 parques. A Disneyland que é o principal parque do complexo e corresponde à Disneyland da Califórnia (dizem, nunca fui!). Algumas das atrações são: o castelo da Bela Adormecida ::love:: , Piratas do Caribe, a Mansão Fantasma, Star Tours, a montanha russa Space Mountain (que quebrou bem quando estava chegando a nossa hora de ir! Ódio! ::grr::::grr:: ).

 

16727227562_a8726d5a56_z.jpgIMG_7676 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16521022157_b715d04dc7_z.jpgDSCN0792 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16540831510_ec71db2fec.jpgDSCN0824 by priscilla_gansa, on Flickr

 

No Walt Disney Studios, você irá encontrar a montanha russa Rock’n’Roller Coaster (bem legal), o elevador que despenca da atração Twilight Zone Tower of Terror – fila gigante, mas tem fast pass, a atração com efeitos especiais do filme Armageddon - achei bobão :roll: , cineminha pras crianças e etc.

 

16540820230_6e7fdf7da6.jpgIMG_7661 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16727164632_aa9602beec.jpgIMG_7657 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16727178392_d3e1a9fa9d.jpgDSCN0748 by priscilla_gansa, on Flickr

 

Eu gostei muito do parque nos divertimos muito!! ::otemo::::otemo::

Mas eu também nunca havia ido a Disney! ::lol4::::lol4::

 

Em baixa temporada e em dias de semana dá pra ir nos dois parques somente em um dia. Dá pra ver tudo, mas lógico q não dá tempo de andar em todos os brinquedos!!

Lá também funciona o Fast Pass, para quem não conhece, o FP é um sistema de gerenciamento das filas das atrações - Para usar o sistema basta você inserir o ingresso do parque ("ingresso normal") na máquina que fica ao lado das atrações para que ela imprima o seu ticket - FastPass

No FP constará a indicação do horário que ele poderá ser utilizado. Como fomos em baixa temporada e em dia de semana muitas máquinas estavam desligadas mas algumas estavam funcionando, a maioria delas eram nas atraçoes que a fila era superior a 1h.

 

Com relação a comida achei bem caro lá dentro. Fast food até dá pra gastar, Comi uma pizza media com um refri e uma sobremesa por 10 euros. E no fim da noite comprei uma pipoquinha só por conta do pote da Disney por 5,00 euros. Mas uma dica é: leve o que você quiser pra comer e beber! Lá não é proibido! Pode entrar com comida e bebida à vontade! Inclusive com garrafas grandes! Não sabia disso :( . Vi gente comendo até marmita!

 

Passamos um frio do cão nesse dia também! ::Cold::::Cold:: Como achava que iria ficar eufórica correndo de um lado pro outro e que sentiria calor e depois não teria onde enfiar meu casacão fui só com um fleece, que ainda era um dos mais finos que havia levado! Nesse dia apesar do sol aparecer de vez em quando e a temperatura indicar 5º, o vento era muito mais forte do que em Paris!

 

Fiquei encantada com a Parada com os personagens... e eu juro.. meus olhos encheram d'água! ::love::::love::

 

16727069781_d11715567b.jpgIMG_7765 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16108275013_a35b3fd3b0.jpgIMG_7750 by priscilla_gansa, on Flickr

 

Demos sorte ainda que pegamos o primeiro dia com o show de natal do Frozen! Gente foi lindo demais o encerramento! Deu para assistir o encerramento do parque, e depois pegar o RER de volta para casa tranquilamente.

 

16108539263_289218e8d1.jpgIMG_8028 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16105922784_189c71e1bb.jpgDSCN0876 by priscilla_gansa, on Flickr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ao pessoal que tem acompanhado o relato, eu já to com quase tudo escrito, mas a falta de tempo não tem me permitido atualizar aqui... Porque para ficar bonitinho demanda um tempinho pra editar, selecionar as fotos.. mas agora vou tentar postar mais um pouquinho do relato :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Dia 10 – Paris[/t3]

[t1]Pontos de Interesse: Montmartre, Sacre Cóeur, Moulin Rouge, Love Wall, Subida Torre Eiffel[/t1]

 

Último dia em Paris e dia de subida na torre! E graças a deus no nosso último dia em Paris e no dia que havíamos comprado o ingresso pra torre foi um dia lindo de céu azul! ::otemo::::otemo::

Iniciamos nosso dia pelo bairro de Montmartre. E Antes de contar sobre os lugares que visitamos vou abrir um parêntese sobre uma situação desagradável que presenciamos em Paris e que explicará o motivo de eu não ter a mínima vontade de voltar a cidade. :?

 

Pegamos o metrô para ir até uma estação que deixava próxima a Sacre Coeur. Quando estávamos na metade do trajeto começou um aviso sonoro no vagão comunicando que a linha só estava funcionando até determinada estação por motivos de manutenção. Até aí já tinha ficado chateada porque não havia qualquer informação nas estações falando sobre isso, e se é manutenção, o mínimo que você tem que fazer é avisar em todas as estações. Mas, tudo bem, peguei o mapa e vi que não ficaríamos tão longe e que daria pra ir andando. Quando o metrô parou na última estação em funcionamento e todos desceram, uma mulher oriental (imigrante, não era turista) foi falar com a funcionária do metrô de que não havia avisos nas estações. A reação da guarda foi a de gritar com ela ::vapapu:: , esbravejando que isso não era problema deles e que as pessoas que se virassem. ::hein:::hein: Expulsou ela e todo mundo da estação quase a base de cacetete. ::toma::::toma::

E diante de uma cena tão esdrúxula, as únicas pessoas que foram em defesa da mulher que diga-se de passagem, foi extremamente educada ao fazer a reclamação foram imigrantes como elas e turistas. Os franceses viraram as costas como se nada daquilo estivesse ocorrendo na frente deles e foram embora. ::grr::::grr::

Por eu ter me hospedado fora do circuito turístico eu vi muita segregação racial. Vários lugares eu não me sentia bem, sentia a tensão no ar. Dificilmente você verá um Parisiense dividindo uma mesa com um imigrante. Eu, particularmente, não sofri com nenhuma ignorância ou arrogância de franceses, mas também não precisei pedir informação em momento nenhum. Mas isso me incomodou demais. Eu sou uma pessoa que simplesmente detesta qualquer tipo de preconceito,

e por conta disso, em nenhum dia me senti acolhida na cidade. Ao mesmo tempo que achava tudo lindo, não me sentia a vontade em estar ali.

Um mês depois que voltamos de viagem aconteceu o atentado no Charlie Hebdo. :cry: Óbvio que nada justifica qualquer tipo de atentado mas eu entendo as raízes desse ódio. Imigrante em Paris é tratado como lixo, eles não se misturam. Ao contrário de Londres e Amsterdan que você vê todo mundo junto e misturado. Bom, essa foi a minha percepção. Voltando ao relato.

 

Chegamos na Sacre Coeur através da escada que fica ao lado esquerdo. Visitamos seu interior e tiramos muitas fotos lá do alto. Depois descemos pela escada principal.

 

16621296189_b0e761318d.jpgSacre Couer by priscilla_gansa, on Flickr

 

16620058330_3301c52673.jpgSacre Coeur by priscilla_gansa, on Flickr

 

Mais uma vez aqui você vai encontrar ambulantes insuportáveis. ::vapapu:: Continue usando a técnica cara feia + resmungo! ::grr:: Andamos em todas as lojinhas do bairro, compramos algumas lembrancinhas. Fomos na ::love:: Love Wall ::love:: , muito lindinha! E depois andamos até a fachada do Moulin Rouge.

 

16807421455_0af687daf2.jpgLove Wall by priscilla_gansa, on Flickr

 

Gostei muito do bairro, super agradável caminhar pelas ruazinhas do bairro, embora as inúmeras ladeiras tornem o passeio um tanto cansativo! :wink:

Gostaria de ter me hospedado por ali. Almoçamos no flunch que fica ali pertinho dentro de uma galeria. Depois pegamos o metro e antes de irmos para Torre Eifell passamos novamente na loja da Disney na Champs para comprar meu pato donald’s ::hãã2:: que tava mais barato lá (30,00) . Nosso horário de subida era o de 15:30. Ah aqui nesse ponto da viagem além dos meus cosméticos carregaria dois ursos de pelúcia grandes! A locomoção já começava a ficar comprometida! ::lol4::::lol4::

 

Ah compramos os ingressos para subir a torre antecipadamente pelo site http://www.toureiffel.paris/, como demos sorte com o tempo acho que foi uma decisão acertada. ::otemo:: Mesmo em Novembro, os dois dias que estivemos na Torre vi filas imensas para comprar e subir. E Paris tem muita coisa para se ver e fazer ao invés de se perder tempo em filas, não é mesmo?! O nosso ingresso foi o que dá acesso ao rooftop. Só chegar na hora marcada apresentar o ingresso e subir. Até o 2º andar, onde para o 1 elevador é tranquilo, depois para subir até o topo tem um filinha chata :? , independente de você ter pago antecipadamente ou não, você vai ficar na fila pra chegar lá em cima.

 

16187551063_9d410852e4.jpgDSCN0995 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16806339652_27f8f394f4.jpgIMG_8233 by priscilla_gansa, on Flickr

 

Levamos mais ou menos uns 30 minutos na fila. Então, se a sua intenção for assistir ao por do sol lá de cima compre o ingresso com pelo menos 1hr de antecedência se for baixa temporada, se for alta eu recomendaria duas. Existem diversos sites que você pode ver o horário que o sol se põe, programe sua visita com base nisso. Os ingressos neste horário costuma ser o que acaba mais rápido. Comprei o meu com 2 meses de antecedência, e poucos dias depois já não tinha mais. Portanto, programe-se!

Lá no topo você tem uma visão perfeita da cidade, mas também o vento é muito forte e o frio é de matar ::Cold:: . Não tem muito o que fazer lá do topo além da vista. Ficamos poucos minutos lá em cima, menos de meia hora. Já no segundo andar eles colocaram pisos de vidro muito legais! E tem umas lojinhas, café, restaurante mas pra quem tem dinheiro!

 

16806347112_2b362cdee8.jpgChão Vidro Tour Eiffel by priscilla_gansa, on Flickr

 

Descemos um pouco antes das luzes acenderem as 18hrs. E mais uma vez foi lindo o momento em que as luzes se acendem! Me despedi de Paris comendo um crepe de nutella (4,00) aos pés da torre.

 

16806400991_59839cfa27.jpgIMG_8448 by priscilla_gansa, on Flickr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

[t3]Dia 11 – Amsterdan[/t3]

[t1]Pontos de Interesse: Dam, Citytour Sandemans, Leidsplein [/t1]

 

Acordamos muito cedo nesse dia pois o nosso trem para Amsterdan saía às 8:30. Os trens TGV da Thalys (trens de alta velocidade) saem da estação Gare du Nord. Ao chegar na estação de metrô é só seguir a sinalação (TGV), e subir a escada rolante. Só procurar no painel gigante o número do trem e a plataforma, entrar no seu vagão e aguardar o funcionário vir checar seu bilhete. A regra para pagar barato é comprar com antecedênica máxima :) . Compre diretamente pelo site da cia. Neste caso, quem opera o trecho é a Thalys https://www.thalys.com/ pois se você comprar na RailEurope pagará a taxa deles desnecessariamente. A thalys começa a vender com 90 dias de antecedência e a Eurostar (Londres) com 180 dias. Passagens de trem na Europa não adianta ficar esperando promoção, quanto mais perto fica, mais caro. Compramos com os 3 meses de antecedência. Pagamos 35 euros nesse trecho. A viagem acho que durou umas 2hrs. Dormi o tempo todo pra variar! :D

 

Ao chegar na estação central de Amsterdan compramos o cartão GVB 72h por 16,50. Este cartão dá acesso aos trams (bondes – só usamos eles!), metro, e onibus ilimitados. Foi ótimo! E embora Amsterdan seja minúscula e você consiga fazer tudo andando, só andávamos de tram pra cima e pra baixo! Foi muito amor pelo tram ::love::::love::

Ficamos no Hotel Mosaic City Centre. Alugamos pelo booking, em uma promoção, e a diária foi 40 euros o casal. O hotel ficava no Jordaan, próximo a Leidseplein, menos de 1km andando, e umas 3 ou 4 estações de tram. O quarto era novo, espaçoso e o banheiro muito bom. O café da manhã não estava incluso mas tinha uma máquina de expresso, capuccino, chocolate gratuita. E no frio de Amsterdan era um mimo que eu apreciei :D Super recomendo o hotel. ::otemo::::otemo::

 

Chegamos Às 11:00 no hotel e como nosso quarto já estava liberado fizemos o check in sem problemas. Deixamos nossas coisas e fomos para a Dam Square. Como iríamos fazer o city tour pela Sandesmans às 13:30 e não teríamos muito tempo pra comer fomos logo no tradicional Febo. Ótimos croquetes! Curti essa friturinha! Só colocar o valor em moedas na estufinha e pegar seu croquete ou sanduiche!

 

16621280019_f3c25c41f6.jpgFebo by priscilla_gansa, on Flickr

 

O city da Sandemans é excelente!! É só entrar no site e vê o ponto de partida em cada cidade. http://www.neweuropetours.eu/ Ah o tour é gratuito! ::cool:::'> ::cool:::'>

O guia era ótimo e o passeio flui super bem. Recomendo fazer porque ele te dá uma boa visão da cidade! Ah só um detalhe de um acontecimento durante o tour. Quando chegamos na Red Light por mais que o guia tenha falado que era proibido tirar fotos das meninas na vitrine um turista velho tarado tentou tirar escondido.. resultado só escutamos uma das meninas batendo na vitrine para alertar “os homens” que fiscalizam e não vimos mais o turista! ::tchann::::tchann::

 

Bom, eu, Priscilla, particularmente não curti a red light, não achei legal. Achei degradação da mulher, meio que um zoológico humano, saí de lá meio incomodada com aquilo e não voltei mais. E amsterdan pra mim é tão maravilhosa que não tem porque ficar perdendo tempo ali olhando as mulheres se você não vai consumir este tipo de serviço. Mas, acho que cada um tem que ir lá e ver. E isto é apenas uma opinião pessoal ok? :wink:

 

O city durou quase a tarde toda, e termina no bairro do Jordaan bem próximo a Casa de Anne Frank.

 

16185058644_ec0d9f931f.jpgDSCN1096 by priscilla_gansa, on Flickr

 

16619829468_f5b253ca7e.jpgDSCN1121 by priscilla_gansa, on Flickr

 

Depois de terminado o tour fomos pra Leidseplein, praça onde fica os bares, para comer e beber. Fomos no maior achado de Amsterdan! Sports Bar, ele fica quase em frente a um BK e ao ponto do Tram. Costela a vontade por 10,00 euros!! ::ahhhh::::ahhhh::::ahhhh:: Costelas gigantes!! ::ahhhh::::ahhhh:: Comi muitooo!! Ahhh e super saborosas! Mais gostosas que Outback, de verdade!! ::hahaha::::hahaha::

 

16600510047_3e7ab0c9f0.jpgHummm by priscilla_gansa, on Flickr

 

Mas como em toda Amsterdan, a cerveja é cara! 5,50 uma caneca! :cry: Eeeeee saudades de Barcelona que eu pagava a mesma caneca por 1,50! ::lol3::::lol3::

 

Saímos de lá por volta de 21hrs e voltamos para o hotel pois o dia seguinte prometia ser um dia lindo de sol e queríamos aproveitar pois dias de sol em Novembro em Amsterdan são raros!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aguardando a continuação do relato!!!

 

Pri, vou pra Europa (Itália, França e Espanha) em Novembro/15 e vendo seu relato gostaria de perguntar: o que você achou do clima em Novembro? Estou com receio, principalmente com relação à Paris. O frio é do tipo insuportável, ou dá pra aguentar?

 

Obs.: Considere que moro em Curitiba/PR, então temperaturas entre 10ºc e 18ºc são tranquilas kkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×