Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Alfândega - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados


  • Respostas 151
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros
Oi,

 

a lei brasileira prevê que apenas quem viaja ao exterior poderia comprar moeda estrangeira. Esse controle é feito pelo cruzamento dos dados que as casas de câmbio enviam ao Banco Central com a relação das pessoas que viajaram para fora do país, a qual provém da Polícia Federal. Aí, se for percebida alguma coisa errada, entra a receita querendo saber da sua renda. Em geral, uma pessoa viajando normalmente não terá problema por conta de ter perdido o recibo. A menos que seja um daqueles casos de se tentar fugir com grandes montantes na cueca! ::lol4::

 

Isto está incorreto! Ao contrário do que muita gente pensa, não existem limites para compra e venda de moeda estrangeira, nem para o transporte de dinheiro para o exterior. É necessário apenas que a origem do dinheiro trocado seja lícita e que o objetivo da transação seja declarado no contrato de câmbio, assinado no ato da compra de moeda estrangeira.

 

Valores de até 10.000 reais em moeda brasileira ou estrangeira podem ser transportados livremente em viagens internacionais; quantias superiores a esse montante, entretanto, precisam ser declaradas junto às autoridades. O viajante deve preencher a Declaração de Porte de Valores (DPV) e apresentá-la na alfândega, junto com a passagem, o passaporte e o contrato de câmbio.

 

Mais detalhes no link: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/cambio/noticias/como-comprar-vender-moeda-estrangeira-brasil-568482

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Como é um fórum de viajantes, repassei a informação fornecida pelo Banco do Brasil, para a venda de moeda estrangeira a pessoa física, desse modo, não se trata de incorreção mas de resumo para atender às necessidades do fórum. Também não foi dito que há limite para as transações, apenas que a Receita vai correr atrás de quem apresentar movimentações suspeitas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Acho totalmente desnecessário levar uma grande quantidade de U$. Levei só o necessário para despesas que não se aceita cartão/vtm/débito.

Me surpreendi com os valores cobrados pelos Santander. Para abastecer o VTM o dólar sai por R$ 2,17. No saque o banco usou a cotação de R$ 2,03.

Uma grande diferença no fim das contas.

 

abs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Olá, tenho algumas dúvidas sobre a isenção de impostos.

 

Vi no site da receita [http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/viajantes/ViajanteSituacaoEspecial.htm] que brasileiros que passam um ano no exterior e retornam conseguem isenção de "Ferramentas, máquinas, aparelhos e instrumentos, necessários ao exercício de sua profissão, arte ou ofício individualmente considerada".

 

No meu caso, supondo que eu permaneça um ano no Canadá, estudando em uma universidade com o visto para estudante, isso garante que eu possa trazer um notebook sem pagar impostos de importação? Ele é considerado "ferramenta do ofício - estudante"?

 

 

Outra questão: também posso levar meu celular Samsung Galaxy Ace (sem nota fiscal) e não declará-lo sem prejuízos?

 

grato

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros de Honra

as três últimas perguntas são básicas é só ler as normas.

Se estiverem dentro da medida vai como bagagem de mão, caso contrário é despachado. Se passar da cota tem que pagar a diferença, qualquer produto que se leve tem que ter nota. Ver a relação de produtos isentos que são de uso pessoal. Um relógio, um celular isto vai no bolso etc.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Olá,

 

Estou reunindo informações para viagem aos EUA, volto em véspera de carnaval via Miami->Guarulhos, chego às 19:40 (horário de Brasília), já passei 2 vezes lá (GRU) voltando da Europa, porém foi em 2011, passei sem problemas no NADA a DECLARAR, com 2 notebooks, roupas de grife relógio, etc, de exagero mesmo, só os 2 notebooks.

 

As minhas perguntas são: Como anda a Alfândega em GUARULHOS? Estão pegando pesado nos vôos provenientes dos EUA? Por ser véspera de feriado, pode ser que a fiscalização fique mais intensa? O horário também justifica a intensidade da fiscalização?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...