Ir para conteúdo

Peru - 25 dias - MAI JUN 2015 - Sozinha - Mochila nas costas e pé na estrada


Posts Recomendados

  • Membros
Tem quem reclama do barulho do rio no booking... vai entender! ::hein:

 

Ah.... essa gente da cidade grande, não sabe o que é relaxar com um bom barulho de rio. ::hein:

As imagens do trilho do trem me lembraram aqueles filmes de aventura da sessão da tarde, que nostálgico, e que estradinha emocionante essa hein?? ::hahaha::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 94
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Nesse dia, a meta era conhecer a cidade perdida dos incas, Machu Picchu. ::love::

 

Acordei bem cedo, tomei um belo café da manhã e fui direto a parada dos ônibus que sobem a Machu Picchu.

*Comprei umas coisas em uma vendinha pra levar... água, bolachas...

 

Tem muitos ônibus, muitos mesmo, chega a impressionar o tamanho do fluxo. Fui ao guichê e comprei minha subida um pouco contrariada com o preço, mas paguei. Eu já estava cansada... se eu não subisse com um “ônibus de ouro” eu teria que alugar um burro pra andar comigo em Machu Picchu. ::lol4::

 

38.JPG.a94b1670e771d6f2142f7c224f444bd3.JPG

 

Entrei em Machu Picchu umas 7h30. O tempo estava péssimo, muita neblina, não dava para ver quase nada. Subi muitos degraus, parei e sentei em uma pedra com o mapa na mão. Fiquei por ali um bom tempo torcendo para a neblina baixar um pouco e aproveitando o tempo para analisar o mapa. Depois de muito pensar, decidi fazer a rota sem guia.

Sem pedir licença, a chuva começou a atrapalhar todos os meus pensamentos. Levantei e entrei em uma “casinha” próxima a mim, onde tinham algumas pessoas abrigando-se da chuva. Pensei em muitas coisas nesse momento... lembrava de mim sentada planejando, analisando a melhor época do ano pra ir, e mil outras coisas... pra chegar lá e chover, chover, chover... ::Cold:: Confesso que fiquei em choque. :oops:

 

47.JPG.4c3b1f21eab7c74e6fa35811ea467476.JPG

 

Mas... demorou um pouco, mas a chuva foi melhorando e eu decidi iniciar meu roteiro pela cidade perdida.

Fiz um roteiro bem diferente, contrário da maioria dos grupos e o meu “tour” não tinha tempo determinado. Consegui pegar vários lugares com pouca gente e em alguns casos, esperei “esvaziar”. Eu me interesso pela cultura Inca e outras histórias há muito tempo, então consegui entender o que era tudo aquilo. Mas mesmo assim, em alguns pontos eu tinha dúvidas e ouvia algum guia ou até pedia informação a algum funcionário do parque (eles sabem de muitas coisas). Acho que no meu caso deu certo não fazer a visita guiada, mas acho importante fazê-la para conhecer um pouco da história ou uma nova versão dela. Mas no meu caso, valeu a pena ir sozinha. Gostei.

Muitas pessoas me perguntam por que não subi ao Wayna Picchu. Não subi, por que não queria, minha vontade era andar por todas aquelas “casinhas” com calma e entrar dentro delas e não as ver de cima. Acho muito legal, mas não estava com vontade nem pique.

Só sei que o tempo melhorou e não me atrapalhou mais, a chuva definitivamente foi embora. Foi muito bom, subi e desci umas mil vezes por aquelas ruas, até cansar. Me dei por satisfeita as 15h00 e parti rumo as escadarias para retornar a Machu Picchu Pueblo. A descida foi tranquila, cansa descer, mas sem problemas, tirei de letra ;) kkkkkkkk

 

50.JPG.318c61e2be6aaa28cdc98526c3cb2a4d.JPG

DSC05806.JPG.efbae50c0ed1a9dfbf11811429d2b416.JPG

DSC05807.JPG.b307c59567f52098b43603c12ce012e5.JPG

DSC05837.JPG.3b80bc531969f3354a8c32c2ef144c48.JPG

DSC05839.JPG.9a6fdbb8adc742af6c7f60af6b6c77cb.JPG

DSC05847.JPG.4856147bcc5e5f6e12dc3867ed2258b6.JPG

DSC05862.JPG.2f90cdce3da1f2b129c60c83a182bec4.JPG

DSC05886.JPG.55d268e33cd41c7b3c4a33467ab8d797.JPG

DSC05892.JPG.fde7f79b0185754657d9ef1e11e044b6.JPG

 

Cheguei em MP Pueblo preocupada que tinha que fazer a trilha no dia seguinte e definitivamente não queria fazê-la sozinha.

Jantei maravilhosamente por 15 soles depois de rodar bastante atrás de comida boa e barata, foi quando lembrei o nome do hostel que minhas amigas de Cusco estavam. Fui até lá e encontrei-as ::otemo::

Elas disseram que iam sair as 7h da manhã, bem cedo pra mim, já que eu teria que estar na hidroelétrica somente as 14h, mas como eu não queria ir sozinha e elas estavam dispostas a andar devagar (tudo que eu queria), resolvi ir com elas e daria um jeito pra esperar a van na hidroelétrica.

 

Decidido isso, fui dormir no maravilhoso hostel Casa Machu Picchu.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Muito bom relato, fiz roteiro parecido em abril, ms com mais tempo, menos MP, que já conheço. Entrei aqui para esclarecer porque o cartão do BB não funciona. Descobri isso da outra vez, paraguay, peru, colombia l e el salvador são iguais para o banco, houve muitas fraudes, e o banco levou prejuízo.

Para irmos a esses países sem problemas, temos que falar com o gerente para fazer um pedido de autorização especial para um determinado pais desse válido por 60 dias. Depois disso, volta o bloqueio.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Muito bom relato, fiz roteiro parecido em abril, ms com mais tempo, menos MP, que já conheço. Entrei aqui para esclarecer porque o cartão do BB não funciona. Descobri isso da outra vez, paraguay, peru, colombia l e el salvador são iguais para o banco, houve muitas fraudes, e o banco levou prejuízo.

Para irmos a esses países sem problemas, temos que falar com o gerente para fazer um pedido de autorização especial para um determinado pais desse válido por 60 dias. Depois disso, volta o bloqueio.

 

Olá Fabiano, boa noite!

 

Pois é... problemas com cartão não são legais ::grr::

 

No meu caso, fui ao banco ANTES da viagem ao Banco do Brasil, realizei o desbloqueio especificando que estaria no Peru por 25 dias, formalizei as datas e fui informada que estava tudo OK, que meu cartão estava desbloqueado para ser utilizado no PERU no período determinado. Não sei se esse foi o desbloqueio especial, mas no banco não fui informada de desbloqueio especial nenhum, muito menos na central BB para extrangeiros. Ninguém me informou nada especial, apenas que meu cartão estava maravilhosamente funcionando e que estava tudo certo para minha viagem, o que foi uma mentira até o fim...

 

Inclusive deixei no Brasil uma procuração assinada por mim, dando todos os poderes para minha mãe fazer qualquer alteração na minha conta bancária. Durante minha viagem, minha mãe tentou resolver pessoalmente o problema falando diretamente na minha agência e em outras centrais de atendimento. NADA resolveu.

 

Repito que quem resolveu meu problema foi a casa de câmbio Western Union, essa sim eu vi eficiência no serviço.

 

O Banco do Brasil não prestou nem para responder meus e mails, nem para me dar informações adequadas, como por exemplo que o BB faz transações financeiras em conjunto com a Western Union.

 

Tenho todas as provas dos mil trâmites que fiz para resolver meu problema sem ajuda desse Banco #@!$&% do Brasil ::bruuu:: E essas provas estão sendo utilizadas para resolver o caso na justiça. Pormenores contarei no relato.

 

Portanto amigos, independente de qualquer desbloqueio especial, procurações e mil outras opções de segurança, cuidado ao confiar no BB. Principalmente se for seu único banco e seu único cartão.

 

Obrigada pelo auxílio Fabiano, é importante sabermos opções que deram certo né? ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Gabi,

 

adorando o seu relato até aqui! E esperando ancioso pela continuação.

 

Comentando, estive em MP em 2009 e fiz um bate-volta-loko de que me arrependo amargamente até hoje, tenho a desculpa de ser meu primeiro mochilão e tal, mas como gostaria de ter feito como você!!! Queria mais tempo em MP, até visitei tudo que podia, mas não curti o lugar como (hoje) eu curtiria... no fim só me resta o arrependimento que me impulsiona a um dia tentar retornar e acertar dessa vez, já que tenho um pouquinho mais de experiência....

 

Então para os que vão copiem a Gabi, reservem um dia inteiro para visitar MP que é idilíco (adorei essa palavra), e durmam em Aguas Calientes e só no dia seguinte retornem. Vã o com calma e aproveitem!!!

 

Agora um fato sobre a trilha que me lembro bem, eu não acelerei como você... e só cheguei a noite... com uma lanterninha que não ajudava nada... e com mais um casal (super gente boa) agarrados a mim para tentar enxergar o caminho final.... fiz em umas 3 hs e meia.

 

Gabi, estamos todos anciosos pela próxima etapa da viagem! não demora viu!

 

Abraço

Noiscasa

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Uma vez tive que bater boca na central de cartões, eles dizem que está liberado, mas não está nesses 4 paises.

Culpa de gerentes desprepaparados, tenho sorte por ser cliente private, nao me enganam.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Gabi,

 

adorando o seu relato até aqui! E esperando ancioso pela continuação.

 

Comentando, estive em MP em 2009 e fiz um bate-volta-loko de que me arrependo amargamente até hoje, tenho a desculpa de ser meu primeiro mochilão e tal, mas como gostaria de ter feito como você!!! Queria mais tempo em MP, até visitei tudo que podia, mas não curti o lugar como (hoje) eu curtiria... no fim só me resta o arrependimento que me impulsiona a um dia tentar retornar e acertar dessa vez, já que tenho um pouquinho mais de experiência....

 

Então para os que vão copiem a Gabi, reservem um dia inteiro para visitar MP que é idilíco (adorei essa palavra), e durmam em Aguas Calientes e só no dia seguinte retornem. Vã o com calma e aproveitem!!!

 

Agora um fato sobre a trilha que me lembro bem, eu não acelerei como você... e só cheguei a noite... com uma lanterninha que não ajudava nada... e com mais um casal (super gente boa) agarrados a mim para tentar enxergar o caminho final.... fiz em umas 3 hs e meia.

 

Gabi, estamos todos anciosos pela próxima etapa da viagem! não demora viu!

 

Abraço

Noiscasa

 

Olá ! Obrigada, fico feliz que está acompanhando e gostando do relato ::otemo::

 

Não conhecia a palavra idílico, também gostei :D

 

Estou trabalhando muito... sabe como é voltar de viagem e ter que por as contas em dia né? .... ::lol4:: Mas estou tentando acelerar o relato, é que como ainda aconteceu o episódio do meu computador cair no chão, estou tendo que separar todas as fotos de novamente... Mas logo mais sai... estou me esforçando ::tchann::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Uma vez tive que bater boca na central de cartões, eles dizem que está liberado, mas não está nesses 4 paises.

Culpa de gerentes desprepaparados, tenho sorte por ser cliente private, nao me enganam.

 

Realmente Fabiano é um problema isso... e muito bom você divulgar essas informações por que muitas pessoas devem ter problemas por causa disso, como eu... rs e os funcionários do banco realmente são muito despreparados, eu falei com muitas pessoas e só você, aqui no mochileiros explicitou essa situação da liberação especial. Como pode ninguém do banco informar isso? :roll: Complicado...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Saí de Machu Picchu Pueblo as 7h30 da manhã com as minhas amigas de Cusco. Eu estava muito feliz que não amanheceu chovendo ::otemo::

 

IMG_2306.JPG.111a4bbe15798ee13fff629fa42639e5.JPG

IMG_2336.JPG.2e8e83e79b42f12be12c0476c56e8e99.JPG

 

Caminhamos devagar por que as meninas estavam com malas, eu estava apenas com a mochila pequena, mas achei ótimo caminhar com calma. Vi a paisagem muito melhor na volta sem pressa, foi lindo demais.

 

IMG_2316.JPG.a67566bf0b04f865eefd553931e88550.JPG

 

Às 10h30, quando estávamos perto da hidroelétrica, avistei um restaurante super bonitinho, com redes coloridas penduradas e um senhor simpático na porta oferecendo transporte para Cusco (às 14h, mesmo horário do meu), agradeci e disse que eu já havia comprado. Ele, muito atencioso, disse para que eu ficasse no restaurante esperando para dar a hora da van, aceitei e ele colocou uma mesa pra mim na área externa, e eu me senti muito à vontade, uma energia excelente. Passei as horas vendo o movimento, a galera chegando pela trilha, muitos parando por ali também, foi ótimo. Restaurante Intihuatana – Lá tem bebida, comida à 10sol (prato do dia), banheiro, mesas, cadeiras e redes para descansar, recomendo para quem quer relaxar um pouco antes de pegar a VaN ;)

As amigas que fizeram a trilha comigo não pararam no restaurante, seguiram viagem por que estavam com transporte público e não queriam chegar muito tarde em Cusco, o transporte turístico é direto, por isso mais rápido.

 

IMG_2327.JPG.c7a4896cd191cbcf41abbd35187dbe8d.JPG

IMG_2324.JPG.81a931a58a97a364dcda4bb871e7d663.JPG

 

Saí do Intihuatana umas 13h15 e fui para a hidroelétrica no local combinado, uma parada de vans super movimentada. Logo, encontrei os responsáveis por me levar a Cusco e começou a enrolação... Saiam todas as vans, menos a minha... estavam esperando uma galera que se atrasou na trilha, saímos 15h30 de lá, “atrasados”, com um motorista que estava a fim de ir rápido... Correu tanto que chegamos as 21h00 em Cusco... 5h30 de viagem. ::essa:: Por isso que digo que a viagem demora 7h, o tempo da ida... por que na volta... meus amigos mochileiros... eu rezei pra todos os santos naquelas curvas... foi muita emoção. ::ahhhh::

 

IMG_2334.JPG.a29ec17576a3f253a3c1d0eeae638ad5.JPG

 

Chegando em Cusco o frio havia começado de verdade naquele Peru maravilhoso... um vento fortíssimo e muito frio. ::Cold::

 

Corri para o Hostel Kurumi, banho e cama. Uma canseira que só Machu Picchu pode lhe proporcionar... ::lol4::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...