Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
PriAbdias

Praia do Forte, Morro de São Paulo e Salvador com crianças.

Posts Recomendados

A Bahia é um estado com paisagens contraditórias, mas, se você estiver próximo ao litoral, certamente encontrará cenários muito bonitos. Como no restante do nordeste, as praias são calmas e de águas mornas. Vale a pena conhecer!

Nosso grupo foi composto de 6 adultos e 4 crianças (9, 3, 3 e 2 anos). Saímos do Rio de Janeiro no dia 6/5 e retornamos em 11/5. Foi uma viagem curta, mas bem proveitosa.

PRAIA DO FORTE

6 a 8/5 - Em Salvador, alugamos carros para ir do aeroporto até a Praia do Forte (cerca de 60km/rumo norte). Como viajamos em grupo, optamos por alugar um imóvel de temporada ao invés de nos hospedarmos em hotéis. O custo-benefício foi melhor: alugamos uma casa bastante confortável e na divisão por casais, o valor ficou bem acessível.

Além da praia, pode se conhecer os Projetos Tamar e Jubarte e a Reserva de Sapiranga. Também têm várias opções de restaurantes, sorveterias e lojinhas para quem curte comprar lembranças. Vale também fazer um passeio de bicicleta com a família. É um lugar muito agradável.

MORRO DE SÃO PAULO

8 a 11/5 - Saímos bem cedo da Praia do Forte, mas, ainda assim, pegamos um engarrafamento absurdo até o mercado de onde saem as barcas. Por sorte, conseguimos devolver os carros no aeroporto e apanhar uma embarcação que saía às 10h30. Apanhamos uma lancha pequena. A viagem durou cerca de 2 horas; foi bastante tranquila; as crianças dormiram o tempo todo e ninguém passou mal.

Em morro, já se entra pagando! Taxa de preservação ambiental: R$ 15. Pechinchamos o valor do “táxi” (carrinho de mão para levar as malas), pagando R$ 10 por mala. Nossa pousada ficava próxima à fonte do Imperador, perto do centrinho, mas um pouco longe das praias.

O lugar é espetacular, até para nós que moramos num estado com diversidade de praias e belezas naturais. Dá vontade de ficar ali e não voltar mais. Não há carros, ouve-se os sons da natureza, os moradores todos se conhecem; existe um clima muito despojado, natural, familiar... Infelizmente, pegamos dias de MUITA chuva e não conseguimos aproveitar o máximo do lugar. Mas, mesmo assim, fomos às praias, andamos pela ilha e nos arriscamos num passeio rsrs.

Pois bem, fizemos um passeio de caminhonete para Garapoava, contratado com o famoso e simpático guia turístico “Alemão”. A caminhonete passa pelo interior da ilha, cortando quilômetros de paisagens intocadas. Pelo caminho, o motorista vai parando explicando e mostrando curiosidades da vegetação. De repente, “no meio do nada”, eis que surge uma vila e até um resort. Paramos num restaurante local onde comemos peixes, camarões e lagostas fresquinhos – um sabor inigualável! À tarde, quando a chuva parou, apanhamos um barquinho até um bar flutuante. A paisagem é maravilhosa!

Algumas pessoas conhecidas reclamaram da comida em MSP, mas nós tivemos sorte. Algumas dicas: rodízio de pizza (Carpaccio) – quando enjoar de comer peixe!; tem um selfservice no centro que fornece papéis e lápis de cor – a comida é boa e as crianças ficam confortáveis tendo o que fazer depois da comida (não lembro o nome, fica próximo da Carpaccio, do lado esquerdo); Restaurante Santa Luzia, na 3ª praia, fazem sucos naturais por um preço ótimo (R$6 “copão”);tem uma cafeteria do lado esquerdo descendo para as praias que têm cafés e bolos muito bons.

Enfim, nossa passagem por Morro foi curta (3 dias), mas deixou saudade. É um lugar lindo e que merece ser conhecido por todo brasileiro.

Fechamos um transfer de volta com uma empresa que fica na 3ª praia (é uma lojinha pequena logo na curva da 3ª praia). Foi bom porque conseguimos fechar a travessia, um city tour em Salvador e transfer até o aeroporto. Além de tudo, não queríamos fazer a volta por barco já que todos dizem que a volta é muito sacrificante e tinha chovido todos os dias.

Apanhamos um barco até o atracadouro, de lá uma van nos levou para o terminal marítimo de Bom Despacho onde pegamos uma barca para Salvador. Achei que essa viagem fosse ser bem mais demorada, mas não. Levou cerca de 3h15 e foi bastante tranquila, ninguém passou mal, fomos conhecendo as paisagens, enfim...

 

SALVADOR

11/5 - Ao chegar em Salvador, uma van estava nos esperando. O guia/motorista – sr Domingos, muito atencioso e conhecedor da cidade! - foi fundamental, pois conseguimos aproveitar o tempo que tínhamos até o horário do voo (20h30) conhecendo os principais pontos turísticos da cidade. Não fizemos nada correndo e conseguimos otimizar o tempo para ver um pouco de Salvador (Centro Histórico, Pelourinho, Elevador Lacerda e Farol da Barra).

É isso! Pesquisando o que se quer fazer/ver, dá para curtir bastante a viagem. Destinos super recomendados para quem vai com crianças. Enjoy it! ::love::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia, estou pretendendo ir passar o réveillon na Praia do Forte, e vou com a minha filha de 02 anos, você poderia me dar algumas dicas do local, onde é melhor se hospedar (melhor custo beneficio), qual localização a praia é melhor, li que comida é muito caro lá, o que vc achou? Vcs fizeram as refeições em restaurantes ou fizeram no imóvel? Na vila existem supermercados? Quero ferias bem tranquilas, então se vc puder me ajudar agradeço muito.

Obrigada

Silvia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...