Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Centro de Urubici - Serra do Corvo Branco de Bike


Posts Recomendados

  • Membros

A Serra do Corvo Branco foi assim batizada devido à presença abundante de uma ave local, o Urubu Rei, um belo pássaro de plumagem clara, apelidado erroneamente pelos locais de Corvo Branco. O equívoco não foi corrigido e é dessa forma que a serra íngreme, de curvas acentuadas e altitude de 1740m é conhecida até hoje.

 

598dcb82f3217_SerradoCorvoBranco.jpg.4ad675e04dff04a01f6052b5575275ec.jpg

 

Além do tráfego habitual de veículos que realmente precisam transitar por ela, a serra atrai também inúmeros turistas, que se aventuram em suas curvas apenas para disfrutar a bela paisagem e fotografar o momento.

 

Minha opção de acesso não foi a mais comum e muito menos a mais fácil, resolvi fazer o percurso de bicicleta! O ponto de partida foi o centro de Urubici e de lá pedalamos por 6h, rodando nesse período 60 km (ida e volta), tudo isso com o objetivo de tornar a visita a esse cartão postal ainda mais especial.

 

Um dos pontos de grande interesse do caminho é a passagem pela comunidade de São José. O tempo parece ter parado por ali e observar o gado pastando, os laguinhos contornando a estrada e até os porcos que andavam livremente, ajudou a esquecer um pouco o cansaço. ::mmm:

 

598dcb830df71_ComunidadedeSoJos.jpg.74e8e5c3b2b6850fd8cc6aa15035d700.jpg

 

Se te disserem que esse pedal é fácil, não acredite! O terreno em 70% do trajeto é asfaltado e nos 30% restantes oscila entre terra e pedras soltas (meu pesadelo!), na opinião de uma iniciante como eu, o grau de dificuldade é bem grande sim! Principalmente na ida, onde as subidas são mais frequentes e longas. Os 3 últimos quilômetros da ida são os piores, muito íngremes e com muita pedra solta, mas a recompensa pra quem resolver enfrentar as pirambeiras é a belíssima vista que a serra proporciona, emoldurada por um corte de 90m, feito na rocha pelo homem, o maior corte rodoviário trincheiro do país.

 

598dcb831bcdb_InciodaSerra.jpg.b7d84d734eab4ffad4f81543faca0f9b.jpg

 

No período de nossa visita, havia ocorrido uma queda de barragem na serra, tornando-a interditável a partir do ponto do desmoronamento, porém, o conceito “interditável” é bem relativo e enquanto permanecemos por lá, observamos algumas motos que de forma bem irresponsável se arriscaram a transpor o obstáculo, correndo o risco de irem parar no fundo do abismo. Felizmente, não presenciamos nenhum acidente.

 

Aproveitamos a pausa pra fazer um lanche e observar aquele presente da natureza. A volta foi mais fácil, mas me pareceu infinita devido ao cansaço acumulado. Nossa chegada foi devidamente brindada com cerveja! A sensação de conquista pessoal se sobrepôs ao desgaste físico e foi realmente muito prazeroso concluir algo que parecia estar tão acima do meu limite.

 

O trajeto que percorremos é parte do já tradicional “Pedal Serras Catarinenses”, que acontece 1 vez ao ano e está indo para sua 4a edição. Quem tiver interesse (e preparo físico) pode obter maiores informações acessando o link abaixo. São dois dias de pedal bem pesados! No primeiro dia ocorre a subida à Serra do Rio do Rastro e no segundo, o desafio é ir do centro de Urubici até Anitápolis (passando pela Serra do Corvo Branco).

 

Informações sobre Pedal Serras Catarinenses:

:arrow:https://www.facebook.com/pedalserrascatarinense?fref=ts

 

Quem precisar de mais informações sobre Urubici e arredores pode consultar no meu blog:

:arrow:http://www.mochilamundoafora.com.br

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros

Olá Jully!

Muito bacana o relato desse pedal, me tirou algumas dúvidas.

 

Estou programando para visitar a Serra do Corvo Branco nos feriados de Set ou Out, aproveitando para conhecer também a Serra do Rio do Rastro. E em ambas encarar a subida e descida de bike. ::mmm:

 

Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá Boschi, tudo bem?

 

Fiquei apaixonada pela região, recomendo demais!

A Serra do Rio do Rastro eu também conheci, mas essa confesso que foi de carro! Rss!

Caso vc tenha interesse em fazer o pedal em grupo, dá uma olhada nessa página do face, acho que nesse período set / out vai um pessoal pra lá...

https://www.facebook.com/pedalserrascatarinense?fref=ts

E se quiser informações sobre a Serra do Rio do Rastro ou sobre trekkings na região, tenho alguns textos no meu blog: http://www.mochilamundoafora.com.br

Capricha nas roupas de frio ::Cold:: e tenha uma ótima viagem!

 

Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...