Ir para conteúdo

Alta do cambio e viagem marcada!


Posts Recomendados

  • Membros

Olá, pessoal!

 

Estou com viagem marcada para abril-maio/2016. Serão 18 dias já contanto dias de ida e volta. Vou passar por Amsterdam (3) > Paris (5) > Londres (4) > Roma (4) e estipulei levar 1600 euros (para pagar hostels, deslocamento interno e custo diário). O que vocês acham? É o suficiente? Estou vendo de ficar em hostels e fazer uma viagem bem econômica, sem passeios pagos (um que outro), com lanches bem baratos também.

 

Estou preocupadíssima ::essa:: com essa variação do cambio e tenho acompanhando diariamente. Vejo que alguns economistas estão pessimistas quanto a baixa, então me pergunto se compensa já comprar o máximo que eu puder para evitar uma variação mais alta (teria essa possibilidade, já que tenho um valor guardado para esta viagem). Já li a respeito de comprar em parcelas, mas morro de medo de pagar pra ver.

 

O que vocês acham sinceramente? Já comprei até agora 100 euros dos 1600 que estimei!

 

Já estou com as passagens compradas, então não posso e NEM QUERO hehe cancelar!

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Segundo o relatório focus que consulta centenas de economistas e bancos, a média das previsões é que a cotação do Dólar/Euro vai se estabilizar na casa dos R$ 4.00 e 4.50 respectivamente e que vai ficar variando ao redor deste valor por um longo período, ao menos até o final de 2016.

 

Agora se a previsão vai se concretizar, é outra história... : :?::?::?::?:

 

Sinceramente, ninguém sabe o que esperar com certeza do câmbio no próximo ano. Mas neste momento a minha primeira sugestão seria não viajar e usar este dinheiro economizado para ganhar um monte de dinheiro com juros e viajar daqui a 1 ou 2 anos quando a previsão é o dólar e euro baixarem, só os juros pagariam um terço da viagem daqui a 2 anos...

 

Cancelar a passagem você sempre pode, vai te custar a multa, mas pode ser uma boa opção se o custo da viagem estiver ultrapassando o seu limite de gastos, pois se enfiar numa dívida do cartão crédito ou empréstimo do banco para pagar a viagem geralmente acaba custando bem mais do que a multa por cancelar a viagem.

 

Mas se você quer viajar de qualquer jeito e a qualquer custo neste momento de alta e se tiver dinheiro suficiente para não precisar se endividar depois, eu tentaria já ir comprando o que for possível, e deixar num VTM, e se depois baixar, paciência, resta se conformar...

 

Você está comprando eles em espécie ou no VTM? Antes de pensar em ficar comprando um monte de Euros em espécie, pense a respeito de onde você vai guardar este dinheiro por 8 meses? Você vai guardar eles em baixo do colchão por 8 meses correndo o risco de alguém roubar? O prejuízo pode ser bem maior do que se a cotação subir...

 

Você tem 3 locais caros (Amsterdam, Paris e Londres), o que joga a média de gastos um pouco para cima, mas o seu orçamento seria viável, desde que você consiga comprar os deslocamentos internos a um custo baixo.

Link para o comentário
  • Membros
Segundo o relatório focus que consulta centenas de economistas e bancos, a média das previsões é que a cotação do Dólar/Euro vai se estabilizar na casa dos R$ 4.00 e 4.50 respectivamente e que vai ficar variando ao redor deste valor por um longo período, ao menos até o final de 2016.

 

Agora se a previsão vai se concretizar, é outra história... : :?::?::?::?:

 

Sinceramente, ninguém sabe o que esperar com certeza do câmbio no próximo ano. Mas neste momento a minha primeira sugestão seria não viajar e usar este dinheiro economizado para ganhar um monte de dinheiro com juros e viajar daqui a 1 ou 2 anos quando a previsão é o dólar e euro baixarem, só os juros pagariam um terço da viagem daqui a 2 anos...

 

Cancelar a passagem você sempre pode, vai te custar a multa, mas pode ser uma boa opção se o custo da viagem estiver ultrapassando o seu limite de gastos, pois se enfiar numa dívida do cartão crédito ou empréstimo do banco para pagar a viagem geralmente acaba custando bem mais do que a multa por cancelar a viagem.

 

Mas se você quer viajar de qualquer jeito e a qualquer custo neste momento de alta e se tiver dinheiro suficiente para não precisar se endividar depois, eu tentaria já ir comprando o que for possível, e deixar num VTM, e se depois baixar, paciência, resta se conformar...

 

Você está comprando eles em espécie ou no VTM? Antes de pensar em ficar comprando um monte de Euros em espécie, pense a respeito de onde você vai guardar este dinheiro por 8 meses? Você vai guardar eles em baixo do colchão por 8 meses correndo o risco de alguém roubar? O prejuízo pode ser bem maior do que se a cotação subir...

 

Você tem 3 locais caros (Amsterdam, Paris e Londres), o que joga a média de gastos um pouco para cima, mas o seu orçamento seria viável, desde que você consiga comprar os deslocamentos internos a um custo baixo.

 

 

Oi Adriano!

Obrigada pela resposta! ::otemo::

 

Muito coerente seu ponto de vista, no entanto não cogito atualmente cancelar a viagem, pois pra mim seria sinceramente um balde de água fria, tendo em vista que já estou com muitas coisas pesquisadas e engatilhadas. Tenho a quantia suficiente para essa viagem, mesmo com a alta (logo não teria que me endividar ou arcar com um parcelamento) e é claro que nesse caso, o que busco é uma forma de economizar e FIXAR o valor da viagem o máximo possível nesse momento de instabilidade.

 

Já tenho o VTM, no qual eu pretendo colocar 70% desse valor estipulado e os outros 30% em espécie, além de levar um extra através do meu limite no cartão de crédito (para alguma emergência). Hostels pretendo pagar lá com o VTM/espécie OU no cartão de crédito mesmo e os deslocamentos de um país para outro (respectivamente, TREM, TREM E AVIÃO) pretendo comprar aqui ainda. Aliás, esses 100 euros que já comprei foram no VTM.

 

A única coisa é que com essa variação absurda da moeda, esses 8 meses até a viagem acabaram acelerando, caso eu não queira ter mais surpresas desagradáveis quanto ao custo. :shock:

Link para o comentário
  • Colaboradores

Se você já tem a quantia reservada para a viagem eu aconselharia a comprar já... não que eu veja possível uma alta exorbitante do Euro, mas justamente evitar surpresas desagradáveis. Como é muito mais provável uma alta do que uma baixa acentuada, não vejo motivo para aguardar... único porém é estar preparado (apenas psicologicamente claro) caso a Europa "quebre" e o Euro vá para R$ 1,00 .... impossível até de imaginar não é?

 

Então... manda vê...reserva logo a grana. Se cair... paciência, é como comprar passagem aérea achando que foi uma barganha e no outro dia aparecer uma promoção de 30% menos... faz parte.

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...