Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Relato Chile - Santiago / Viña del Mar / ValParaíso - Período: 24/08/2015 a 03/09/2015


Posts Recomendados

  • Membros

Fala, pessoal.

 

Aqui vai um breve relato de uma viagem feita ao Chile, de 10 dias, envolvendo as cidades de Santiago, Viña del Mar e Valparaíso.

 

Período da viagem: 24/08/2015 a 03/09/2015

 

Eu gostaria de escrevê-lo sem realizar comparações com o Brasil, mas creio que seja impossível.

 

SEGURANÇA (O que é isso mesmo?!)

 

Apesar dos moradores locais indicarem para tomarmos cuidado, não andarmos tarde da noite nas ruas, evitarmos algumas áreas...o fato é que a sensação de segurança existe. Nos disseram lá que na verdade há furtos, e não assaltos. Eles não vão vir com uma arma e tomar sua carteira. O que eu percebi é que "perigoso" pra eles...é um nível totalmente diferente do nosso. (Desculpe, a comparação foi inevitável.)

 

Por várias vezes voltamos de meia noite, caminhando, do Pátio BellaVista para o Centro. O pessoal usa celular tranquilamente no metrô. Há carabineiros (como são chamados os policiais de lá) em cada esquina.

Óbvio, "A ocasião faz o ladrão", de modo que não devemos facilitar.

 

Fácil de reconhecer um brasileiro, pois estes olham para todos os lados, enquanto caminham, como bandido que acaba de sair da prisão. Como vivemos assustados... =/

 

TRANSPORTE

 

O metrô é o principal meio de transporte da cidade. Ele corta toda Santiago. Não andamos de ônibus, porque o hostel que ficamos (eu e minha esposa) era no centro de Santiago, onde era possível conhecer os principais pontos turísticos de Santiago andando mesmo. Para lugares mais distantes usamos o metrô.

 

O metrô é limpo, seguro, rápido, eficiente, pontual, barato. A cada 3 minutos, creio (não cronometrei), deve ter uns vagões parados na estação, para você. É muito prático.

 

Completamente fácil de utilizar. É possível pegar, nas próprias estações, mapas que mostrarão quais as linhas e as estações.

Para andar no metrô você precisa comprar tickets avulsos, ou pagar 1.200 pesos pela compra do cartão BIP, onde você pode recarregar em qualquer estação.

 

Valores dos tickets:

- Em horário de pico: em torno de 800 pesos (não lembro com exatidão)

- Em horário sem ser de pico: em torno de 700 pesos (não lembro com exatidão)

 

Os táxis também são bastante utilizados. Mas CUIDADO: diversos foram os relatos de brasileiros que encontramos lá, que foram ludibriados por taxistas. Problemas que ocorreram: O passageiro dava uma nota, e o taxista dizia que tinha recebido menos. Alguns brasileiros chegavam até a tirar foto no momento de entregar a nota, para não ocorrer isso. Outro problema encontrado, também comum no Brasil, é a cobrança de valor bem superior ao real. Um casal de brasileiros pagou 20 mil pesos em um trajeto que dava 6 mil pesos, para vocês terem ideia. As casas de câmbio de lá indicam tomar cuidado, porque taxistas passam moedas falsas. (ENFIM, todo cuidado é pouco ao andar em táxi).

 

O trânsito é bem louco, então não vale a pena (nem é necessário) alugar carro. O povo adora buzinar no trânsito.

 

ALIMENTAÇÃO

 

E aqui vai uma opinião particular, minha e de minha esposa: a comida é horrível =).

 

Existem diversos restaurantes, de todo preço. Mas em média, a alimentação não é barata, ao menos quando comparada com a da cidade de João Pessoa/PB, onde vivo. Portanto, se for, leve um reserva para se alimentar. Ficamos em um hostel, com cozinha, então...indo no supermercado e fazendo uma coisinha na cozinha para comer..fica mais barato.

 

Comemos nos seguintes restaurantes/lanchonetes:

 

- Peztoro

- El galindo

- El galeón

- Castillo del Mar

- Dominó (onde se vende um cachorro-quente muito bom)

- La Bohemia

- Mr. Jack

 

Entre outros...

 

Destes citados, o mais barato foi o "La Bohemia", que não tem fama entre os brasileiros. Pagamos 4.500 pesos por uma refeição com Entrada + Prato Principal + Sobremesa. Se a comida era boa? Nem nesse, nem no melhor restaurante que fomos. =) Falta nosso tempero.

 

No Peztoro tem um "Pastel de Raiva", que gostamos (óbvio que se fosse com nosso tempero, seria infinitamente melhor). O pastel deles tem formato diferente do nosso. Normalmente é servido numa tigela, como se fosse um suflê. Especialmente esse pastel, tinha carne de caranguejo dentro. Raiva = Caranguejo.

 

No El galeón comemos, por indicação, um "Estilo Cancato, com o peixe Congrio". Legalzinho...hehehehe.

 

E aí, pessoal, é gosto. Uma outra pessoa que conheço adorou a comida. Vai de paladar.

 

AAAAAH, vale a dica: as porções individuais lá são enormes. Então, peçam uma porção individual que dá para dividir para duas pessoas. Como a comida é ruim e você comerá pouco, dá pra comer até 5 pessoas e sobrar pra o "perro".

 

No Dominó, comemos um bom cachorro-quente. Aproveitei para provar o mesmo com o famoso abacate...e achei terrível. Minha esposa até que gostou...(até agora estranho falar "esposa"....recém casado, 1 mês só)

 

No Mr. Jack, comemos hamburguer. Excelente hamburguer gourmet. Vale a pena.

 

Não comemos a centolla no mercado central. É muito cara e eu sou pobre. Mas no "Castillo del Mar", pedimos uma tábua...onde veio um monte de comidas que não sei o que eram, mas entre essas tinha a carne da centolla. Pra quem comeu Kani, no sushi, tem o mesmo sabor. =P

 

Não tomamos o mote con huesillos, porque parece um feto guardado dentro de um copo. Eu queria provar, mas sempre que eu olhava...meu estômago dava voltas.

 

VIÑA DEL MAR

 

Linda cidade. Mar impróprio para banho. Cassinos para quem tem dinheiro. A cidade é linda.

 

VALPARAÍSO

 

A princípio você sente um choque, porque parece que a cidade toda é favela. Mas aí você se acostuma e começa a sentir o clima da cidade. Ela começa a ficar mais colorida e mais bonita. É bem interessante: na frente da casa você vê uma casa comum, com apenas o térreo. Mas aí você passa na rua de trás, e olha pelas costas daquela casa...e você vê que ela tem, na verdade, 6 andares. Vocês vão entender do que estou falando.

 

É uma cidade portuária, de modo que é preciso ter cuidado ao andar perto do porto. Não deixar muito as coisas a mostra.

 

VALLE NEVADO E FARELLONES

 

Muito legal, principalmente Farellones. Entre estas duas estações, há uma chamada "Curva 7", que é onde o pessoal para para descer e brincar na neve, com as pranchas alugadas. Então, se você quer se divertir na neve....este é o lugar! E você não paga nada além do aluguel da prancha.

 

Se você quiser brincar em Valle Nevado e Farellones, você paga, além de tudo, a entrada nas estações...o que não sai barato. O aluguel da roupa, luvas e botas...sai, no pacote, por 25 mil pesos, por pessoa.

 

Pessoal, preparar algo e levar para comer, porque tu lá em cima é caríssimo. Cuidado ao levar salgadinho do tipo Cheetos. Com a altitude, as embalagens estouram. Então, leve-os sempre dentro de uma sacola.

 

Levem óculos escuros.

 

O POVO CHILENO

 

Bom, o único contato que tivemos com chilenos foi no próprio Hostel, em restaurantes, e os guias dos passeios. Aparentemente é um pessoal muito gente fina, e a relação entre brasileiros e chilenos parece ser boa.

 

Não há nada de mal que se falar. Ah, tem: eles fumam muito, então, ao andar na rua é um sacrifício respirar. Típico de países frios.

 

Povo educado, e atravessam as ruas apenas das faixas de pedestre. Muito interessante isso.

 

Tirando isso, povo gente fina.

 

CLIMA

 

Este período de agosto e setembro é justamente quando acontece a mudança de clima do frio para uma temperatura mais agradável. Setembro para frente é possível usar roupas comuns, sem casacos.

 

O POVO BRASILEIRO NO CHILE

 

Aqui vem um assunto polêmico, mas que é preciso ser tocado. Brasileiros, assim como eu, temos que entender que estamos anos luz atrasados em relação ao Chile. Devemos ser humildes e aceitar, ok? Chile tem o melhor IDH da América Latina, o povo é educado.

 

Beber na rua é proibido, e ainda assim, segundo nos contaram, um brasileiro saiu bebendo de um bar e foi chamado a atenção por um cidadão. Ele retornou com raiva para o garçom e disse "joga essa merda fora" e saiu com raiva.

 

A nossa imagem lá fora não é bonita. Aos que vão ao Chile, que leem este relato, por favor...façam a diferença. Sejam educados, cordiais e simpáticos. É sua obrigação. É bonito ser assim. Saiba pedir algo ao garçom com educação, sem arrogância. Antes de chamá-lo, escolha tudo o que quer. Eles odeiam ficar esperando. Certamente vão virar as costas e sair. Mas é assim que é lá...não é que sejam mal educados. E lembre-se: os estrangeiros são vocês. Repito: sejamos educados. Zombam de nossa imagem e com razão. Precisamos mudar isso.

 

 

 

E assim termino o relato. Qualquer dúvida, só perguntar.

 

Grande abraço e excelentes viagens para todos.

 

Thiago Menezes.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...