Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

rpn

MIAMI, KEYWEST E ORLANDO: CONHECENDO A FLÓRIDA SEM GASTAR MUITO!

Posts Recomendados

Olá viajantes!

 

Em julho de 2015 realizamos nossa segunda viagem para os Estados Unidos e dessa vez o destino escolhido foi a Flórida. Iniciamos por Miami Beach, onde ficamos três dias, depois fomos conhecer as famosas Keys da Flórida, indo até KeyWest e por fim Orlando onde visitamos os parques da Universal, SeaWorld e Buch Garden e é claro, nas horas vagas fizemos algumas compras, isso tudo economizando onde era possível e nesse post vou contar como é possível, mesmo com o dólar nas alturas, conhecer a Flórida gastando pouco!

 

IMG_20150719_105226.jpg?resize=600%2C450

 

O PLANEJAMENTO!

 

Conseguimos passagens pela TAM saindo de Campo Grande e chegando em Miami com breve escala em São Paulo por R$ 1.536,75 ida e volta já com as taxas e pudemos dividir em 05 vezes sem juros no cartão de crédito.

 

Os hotéis foram reservados com antecedência através dos sites hoteis.com e booking.com.

 

Compramos com antecedência ingressos para os parques de Orlando através do site da decolar.com e pudemos dividir tudo em 06 vezes sem juros.

 

Então vamos ao relato!

 

 

 

O VOO

 

Decolamos de Campo Grande às 03:43h com destino ao Aeroporto de Congonhas em São Paulo, onde chegamos às 06:25h e fomos direto para o local de ontem partem os ônibus gratuitos da TAM que interligam o Aeroporto de Congonhas ao de Guarulhos. Chegamos em Guarulhos por volta das 08:30h, realizamos o check-in no terminal 3, que foi inaugurado recentemente, e já fomos para área de embarque internacional. A aeronave da TAM não era confortável, com poltronas apertadas e que quase não reclinavam e sistema de entretenimento fraco, com poucos filmes, além de serviço de bordo que deixou a desejar. Mas como o voo não era diurno e não era tão longo sobrevivemos, rs!

 

O avião pousou em Miami às 18:15h e ainda estava bem claro e quente. Usamos o transporte público para nos deslocar do aeroporto até Miami Beach. Essa é obviamente a forma mais barata de se deslocar entre o aeroporto e seu hotel e é a nossa primeira dica para economizar em Miami.

 

 

 

COMO IR DO AEROPORTO DE MIAMI PARA MIAMI BEACH USANDO O TRANSPORTE PÚBLICO (ÔNIBUS)

 

Nos três dias que ficamos em Miami Beach preferimos não alugar um carro tendo em vista que por lá nem sempre os hotéis possuem estacionamento e os que possuem cobram taxas altíssimas pelo uso do mesmo. Além disso estacionar nas ruas é bem caro e é complicado achar um vaga e a verdade é que em South Beach você pode fazer tudo a pé ou de bicicleta. Então essa é a segunda dica para economizar em Miami. Se você for no intuito de curtir Miami Beach e suas lindas praias e atrações não vai precisar de carro. Deixe para alugar um quando for se deslocar para Orlando.

 

O ônibus 150 Metrobus faz o trajeto aeroporto de Miami – South Beach e faz parte do sistema Metrobus da cidade. Os veículos possuem porta-bagagens, assentos confortáveis e wi-fi gratuito. A passagem custa U$ 2,35 e pode ser comprada em uma máquina no ponto de ônibus. Não demorou para vir e o trajeto levou cerca de 30 minutos.

 

Para encontrar o ponto basta pegar o MIA Mover, um monotrilho gratuito que liga os terminais do aeroporto e descer na Metrorail Station. Basta seguir a sinalização dentro do aeroporto com as indicações MetroBus e ao chegar a estação de ônibus procurar pela placa Route 150.

 

%C3%94nibus-Miami.jpg?resize=500%2C375

 

HOSPEDAGEM

 

O ônibus 150 nos deixou bem próximo ao hotel que nos hospedamos. Escolhemos um hotel chamado Princess Ann Hotel, localizado em South Beach, bem no “olho do furação”. Um hotel simples porém limpo, ótima cama e travesseiros, TV LCD 47″, canais por assinatura, bom banheiro, apenas a ducha muito baixa, eu com 1,83m precisava me abaixar para lavar a cabeça, mas nada que prejudicasse o banho, localizado no coração se Miami Beach a uma quadra da praia. Ponto de ônibus próximo. Não possuiu estacionamento. Café da manhã estilo americano e igual todos dias, servido no lobby de forma improvisada, mas de graça! O quarto que fiquei (315) era bem silencioso. Disponibilizam cofre nos quartos.

 

IMG_20150719_082748.jpg?resize=281%2C375

 

O QUE FAZER EM MIAMI BEACH

 

Nosso principal objetivo em Miami Beach era curtir dois dias completos de praia antes de seguir para o sul da Flórida, onde visitamos KeyWest e depois para o norte da Flórida, onde visitamos Orlando.

 

Curtir praia em Miami Beach é algo totalmente diferente de curtir praia aqui no Brasil. A primeira grande diferença é a limpeza, que infelizmente por aqui , muitas das vezes não é das melhores. Não há vendedores ambulantes e nem mesmo barracas. Na verdade próximo a cada ponto de Guarda-vidas há uma barraca, porém ela vende apenas água, sucos e batidas, não vi cerveja por lá. Nelas não se encontra nenhum petisco. Se o banhista quiser comer algo deve sair da praia e procurar algo em alguns dos restaurantes ou lanchonetes da orla e arredores. Outro detalhe é a segurança. Deixamos nossas coisas na areia, incluindo celular e carteira e ninguém nem mesmo chegou perto. E não fomos os únicos, praticamente todo mundo faz isso por lá.

 

IMG_20150719_105212.jpg?resize=600%2C450

 

Um detalhe interessante é que o Americano e os imigrantes que moram por lá não usam sunga, preferem um calção mesmo e as mulheres não usam biquíni e sim maiô. Praticamente todas as pessoas de sunga e maiô eram brasileiras. Como era pleno verão a temperatura ambiente estava bem alta, por volta dos 34 graus e a água estava bem morna. Estava simplesmente deliciosa!

 

Miami Beach é uma cidade ótima para curtir atividades ao ar livre, ver gente bonita, curtir a vida noturna, fazer passeios no mar, explorar a gastronomia e curtir os carros esportivos caríssimos , que dificilmente são vistos em tanta quantidade em outro lugar do planeta.

 

IMG_20150719_114859.jpg?resize=600%2C450

 

Passear a pé ou em um bicicleta alugada é a melhor forma de conhecer a Ocean Drive, a avenida beira-mar de South Beach e uma das principais da cidade. Outra rua de muito sucesso é a Lincoln Road. É a rua comercial de Miami Beach e concentra lojas das grifes mais caras e famosas do mundo.

 

IMG_20150719_172022.jpg?resize=600%2C444

 

Como Miami é um destino onde o mar e as ilhas fazem parte do dia a dia, fazer um passeio de barco é uma ótima pedida. Nas águas de Biscayne Bay você vai conhecer as casas dos milionários e de diversos artistas. Se sua viagem for em época da temporada da NBA outra boa pedida é assistir um jogo da equipe local, os Miami Heat no AmericanAirlines Arena. Por lá também sempre há shows com os maiores artistas do mundo. Tivemos sorte de estar por lá no show do Sam Smith e é claro que não perdemos a oportunidade.

 

IMG-20150720-WA0001.jpg?resize=600%2C338

 

MAIS DICAS PARA ECONOMIZAR EM MIAMI

 

As praias de Miami são as mais bonitas da Flórida, conhece-las é uma forma de economizar por lá, já que é um passeio com custo praticamente zero. Os únicos gastos serão com alimentação, bebidas e guarda-sol. Para diminuir esses gastos é só passar no Walmart ou em algum dos supermercados de Miami Beach e comprar água, refrigerantes e comida para levar para praia. Outra opção é fazer como nós, ficar hospedado em um hotel bem próximo da praia e sempre que der fome é só dar um pulo no hotel para se alimentar daquilo que foi comprado nos supermercados.

Outra dica é comprar um guarda-sol pois o aluguel deles na praia não é nada em conta.

Negociar com os promotores dos bares e restaurantes da Ocean Drive, sempre é possível conseguir algum desconto ou alguma bebida gratuita. A comida não é tão cara, mas para economizar ainda mais dá para pedir uma porção de batata fritas ou uma pizza.

A maioria dos hotéis americanos não oferecem café da manhã gratuito, porém em quase todos há microondas, frigobar e às até fogão nos quartos. O ideal é escolher um que ofereça café da manhã, já que mesmo que não seja como os dos hotéis do Brasil já quebra um galho. Além disso, eles já deixam algumas frutas como maças e bananas embaladas para que os hospedes levem para os passeios. Não precisa ter vergonha. Todo mundo pega.

Caso o hotel escolhido não ofereça café da manhã o ideal é fazer compras em um supermercado logo no primeiro dia. Tomar café da manhã em lanchonetes e restaurantes pode ser extremamente caro.

Você também pode optar por comprar comida congelada e usar o microondas do hotel. Isso é tão comum que no mercado a atendente vai te oferecer talheres de plástico. Fizemos isso algumas vezes e economizamos bastante.

Se preferir comer fora é possível sim achar um restaurante com bons preços. Basta bater perna e não ter vergonha de olhar os preços e se achar muito caro sair e procurar outro. As redes de fast food são uma boa pedida, já que os preços são sempre muito menores que os dos restaurantes comuns. Os restaurantes costumam anunciar uma “oferta do dia”, com preços promocionais. Além disso os pratos nos EUA são grandes e dependendo do tamanho da fome dá para dividir um lanche entre duas pessoas tranquilamente.

Nós economizamos também não alugando carro em Miami. Isso porque nossa intenção era apenas curtir praia. Deixamos para fazer compras em Orlando e em um dia livre que tivemos em Miami na volta de Orlando. Se sua intenção for parecida com a nossa deixe para alugar o carro do dia que for partir para Orlando ou para outra cidade, assim você economiza com o aluguel do carro, estacionamento e combustível e se precisar ir algum lugar mais longe e não quiser usar o transporte público pode chamar um táxi ou então usar o Uber. Usamos o Uber em Miami e é impressionante como há carros deles para todo lado. Além disso é muito mais barato e confortável que os táxis tradicionais e você paga através do aplicativo mesmo, com débito em seu cartão de crédito.

 

Espero que estejam gostando!

 

Continua no próximo post!

 

Próxima parada Key West!

 

http://mochilaobarato.com.br/miami-keywest-e-orlando-conhecendo-a-florida-sem-gastar-muito/

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal esse relato, estou indo mês que vem estudar em fort lauderdale. Estou receioso porque nunca dirigi fora do Brasil, apesar dos relatos que é tranquilo andar por la penso no custo que isso irá trazer. Aguardo a continuação pois quero conhecer Key West.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado Eduretxt!

Fica tranquilo que dirigir por lá é muito mais tranquilo que aqui.

Assim que der termino o relato.

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

KEY WEST, UM PEDAÇO DO CARIBE NA FLÓRIDA!

 

Olá viajantes!

Em julho de 2015 realizamos nossa segunda viagem para os Estados Unidos e dessa vez o destino escolhido foi a Flórida. Iniciamos por Miami Beach, onde ficamos três dias, conforme relatado do post anterior e depois fomos conhecer as famosas Keys da Flórida, indo até Key West com um carro alugado. Economizamos o máximo possível e nesse post vou contar como é possível, mesmo com o dólar nas alturas, conhecer as Flórida Keys gastando pouco!

COMO IR DE MIAMI A KEY WEST DE CARRO

 

Key West fica a aproximadamente 255 quilômetros de Miami e a estrada até lá é uma das mais bonitas por onde já passamos, sendo necessário transpor nada mais nada menos do que 42 pontes! Basta pegar a US 1, Overseas Highway e o trajeto tem duração media de 3 horas e meia, já que na maior parte do trecho a pista é simples e a velocidade máxima permitida é baixa. Por um lado a viagem fica um pouco cansativa por ser feita em baixa velocidade e muitas vezes atrás de caminhões e sem possibilidade de ultrapassagem, por outro isso faz com que seja possível apreciar melhor a paisagem e realizar algumas paradas para tirar fotos, já que a estrada por si só já é um excelente motivo para dar essa esticada até Key West. Abaixo o mapa da Keys da Flórida:

 

keys-mapa.jpeg

 

A parte mais interessante do caminho começa em Key Largo, a primeira key, famosa por ser um local para mergulhos. A próxima é a Islamorada, cuja atividade principal é a pesca. A terceira ilha é a Marathon . Depois Big Pine Key e Lower Keys consideradas os melhores lugares do mundo para mergulhar. A última é Key West, que fica apenas a 140km da Ilha de Cuba.

 

key_west_estrada_florida.jpg

 

CONHECENDO KEY WEST

 

A ilha de Key West tem aproximadamente 6,5 km de comprimento e 3,2 km de largura e é uma cidade calma, com belas praias, repleta de histórias e voltada para o turismo. Está localizada a aproximadamente 90 milhas de Cuba, sendo o local habitado mais ao sul dos Estados Unidos.

 

Chegamos na ilha e fomos direto para o hotel. Em Key West a hospedagem é extremamente cara, mesmo em hotéis e pousadas mais simples. Escolhemos pelo custo benefício uma pousada chamada Blue Parrot Inn e realizamos a reserva através do site hoteis.com. Confortável, limpa e bem localizada, a pousada fica próxima a rua principal e com acesso a pé para os principais atrativos (para quem gosta de andar). Não possui estacionamento mas encontramos vaga na rua bem em frente. O café da manhã é simples, no estilo americano dos hotéis americanos.

 

Deixamos o carro estacionado em frente a pousada e fomos conhecer a cidade a pé mesmo. Em vários locais é possível alugar uma bicicleta e até mesmo motos de baixa cilindrada. Eu recomendo, principalmente se estiver calor, pois sofremos um pouco caminhando sob o sol forte. Também é possível conhecer os pontos turísticos de carro, o inconveniente é encontrar lugar para estacionar em cada um deles e além disso, é preciso pagar para estacionar nas ruas da cidade. A última opção é utilizar o ônibus turístico que percorre os principais pontos de interesse.

 

O primeiro local que fomos foi o Southernmost Point, o ponto mais ao Sul dos Estados Unidos. No local há um monumento que indica a distância de 90 milhas de Cuba. Havia lido que de lá era possível ver a ilha caribenha, porém mesmo com o tempo bom não vimos nada.

 

IMG-20150722-WA0006.jpg?resize=253%2C450

 

Bem ao lado fica a Higg’s Beach, praia de águas mornas e calmas e com um longo pier de madeira que pode ser acessado pelo mar.

 

higgs-beach.jpg

 

De lá resolvemos ir até o Fort Zach Taylor. Uma base militar que cobra entrada pra que o turista possa conhecer suas instalações e que guarda uma das mais belas praias de Key West. A entrada para pedestre custou U$ 2,50, mas é possível entrar de carro e inclusive levar alimentos, já que é permitido fazer pic-nic próximo a praia.

 

Fort_Zachary_Taylor.jpg?resize=600%2C287

 

A praia é muito bonita e tranquila e com águas mornas no verão. Além disso é possível visitar as instalações militares do forte.

 

IMG-20150722-WA0000-e1446927252201.jpg

A CELEBRAÇÃO DO PÔR DO SOL

 

Key West é conhecida por ter o mais bonito pôr do sol da Flórida. Todos os dias ocorre a Sunset Celebration, uma festa para celebrar esse fenômeno natural. Centenas de pessoas, turistas e moradores locais, se reúnem na Praça Mallory onde há diversas apresentações de artistas de rua e artesãos e artistas plásticos expõem suas obras. Além disso, músicos garantem a trilha sonora perfeita para apreciar o momento. Todos sentam no chão e aguardam o momento em que o sol começa a se esconder no horizonte, e assim, depois que o sol se vai, todos aplaudem!

 

IMG_20150721_195209.jpg?resize=600%2C450

 

Logo após o sol se pôr, todos vão em direção a Duval Street, a rua principal da cidade e que reúne várias lojas, galerias de arte, cafés, bares, restaurantes e é claro, lojas de souvenir. Para quem gosta, é possível encontrar charutos cubanos por bons preços em algumas lojas.

 

A Key lime pie é a iguaria mais famosa da ilha. É uma torta de limão feita com ingredientes locais e que tem um sabor diferente das tortas de limão produzidas em qualquer outro lugar. Vale a pena provar.

 

Não recomendo um “bate e volta” de Miami a Key West em apenas um dia. Há muito para ser visto e para fazer na ilha. Passar ao menos uma noite é o indicado. Se o orçamento e o tempo permitir, duas ou três noites são o ideal.

 

Uma coisa interessante no trajeto entre Miami e Key West é que você verá a indicação de abrigos em caso de furacões. Isso porque a região é rota dos furações que anualmente passam pela Flórida. Então, se você deseja visitar as Flórida Keys entre 1º de junho a 30 de Novembro, verifique antes se não há previsão de tempestades ou furacões, pois essa é a época da temporada de tempestades.

 

Espero que estejam gostando!

 

Continua no próximo post!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ORLANDO PARA ADULTOS: UNIVERSAL, SEAWORLD E BUSCH GARDENS – IMPERDÍVEIS!

 

Olá viajantes!

Em julho de 2015 realizamos nossa segunda viagem para os Estados Unidos e dessa vez o destino escolhido foi a Flórida. Depois de conhecer Miami Beach e Key West, seguimos de carro para Orlando. Mesmo com o dólar nas alturas, foi possível economizar em Orlando e conhecer alguns de seus parques gastando pouco. Nesse post vamos dar dicas de como economizar por lá!

 

COMO IR DE KEY WEST PARA ORLANDO DE CARRO

 

Orlando fica a aproximadamente 631 quilômetros de Key West. É uma viagem bem longa e demorada, até porque como dissemos no post sobre Key West, a estrada que passa pelas Keys na maior parte do trecho tem pista simples e a velocidade máxima permitida é baixa. Saindo das ilhas a estrada passa a ser de mão dupla e o trânsito flui melhor, entretanto não dá para dirigir acima da velocidade permitida, já que existem diversos radares e a Highway Patrol, Polícia Rodoviária Americana, estaciona viaturas em pontos estratégicos e vai atrás dos apressadinhos. Então, a menos que você queira ser parado e multado, respeite os limites de velocidade! Nós gastamos cerca de 8 horas de viagem entre Key West e Orlando. O ideal é sair logo após o café da manhã para não chegar em Orlando muito tarde e já no outro dia começar a maratona de visitas aos parques e outlets.

 

HOSPEDAGEM

 

Escolhemos ficar perto dos Parques da Universal e da I-drive. O hotel escolhido foi oBaymont Inn & Suites Universal Studios, um Hotel confortável, com boas camas, bom banheiro, TV LCD, canais por assinatura, bem próximo a Universal, sendo possível ir a pé e economizar os 17 dólares de estacionando (dois quilômetros andando). O Café da manhã estilo americano e sempre disponibilizam maçãs já embaladas para os hóspedes levarem aos parques. O acesso à Disney também é fácil, porém somente de carro ou através do serviço de transporte gratuito oferecido pelo hotel.

 

ATRAÇÕES DE ORLANDO PARA ADULTOS

 

Não tivemos a oportunidade de conhecer Orlando e a Disney em nossas infâncias. Depois de adulto essa viagem também nunca foi uma prioridade. Entretanto uma boa promoção de passagens aéreas nos deu a oportunidade de visitar a Flórida. Logo pensamos: mas o que vamos fazer em Orlando? Não temos nenhum interesse de conhecer o Castelo da Cinderela ou ficar tirando fotos com o Pateta ou a Minnie! Então fomos pesquisar quais as atrações de Orlando para adultos que viajam sem crianças. Após muitas pesquisas decidimos visitar apenas os parques Universal Studios, Universal Islands of Adventure, SeaWorld e Busch Gardens. Os parques das Universal devido a quantidade de atrações relacionadas a filmes e a suas eletrizantes montanhas russas. SeaWorld pelo interesse em ver os shows com golfinhos, baleias e demais animais marinhos. E por fim Busch Gardens por ser o parque com as melhores montanhas russas dos Mundo.

 

Além dos parques temáticos, Orlando possui diversos outlets com preços compatíveis com o de Miami, com a facilidade de serem localizados próximo aos hotéis, não sendo necessário deslocar grandes distâncias como em Miami. Perto da I-drive, por exempolo, há vários outlets com uma variedade muito grande de lojas e excelentes preços.

 

Há diversos parques aquáticos em Orlando. Acabamos não visitando nenhum, mas nos arrependemos disso.

 

PARQUES UNIVERSAL STUDIOS E UNIVERSAL ISLANDS OF ADVENTURE

 

A Universal possui dois parques em Orlando e um fica bem ao lado do outro, havendo uma ligação entre eles através do Expresso Hogwarts, o trem do filme Harry Potter. Há diversas atrações para adultos, aliás, quase todas são interessantes não só para crianças e adolescente, como também para adultos. Se as filas não estiverem muito grande e você chegar ao parque bem cedo e sair de lá quando ele fechar, é possível visitar os dois parques em um só dia. Preferimos utilizar dois dias para conhecer os dois parques. Aí vai de cada um e do tempo disponível.

 

UNIVERSAL STUDIOS

 

As principais atrações desse parque são: o The Wizarding World of Harry Potter – para os Fãs de Harry Potter é a principal atração do parque e mesmo quem não é fã vai ficar deslumbrados com ela. O Beco Diagonal é uma espécie de bairro onde há o comércio voltando aos bruxos em Londres, com bancos, bares, restaurantes e a famosa loja onde são vendidas as varinhas mágicas e onde você poderá escolher a sua. Uma das principais montanhas russas do parque fica aqui: Harry Potter and the Escape from Gringotts é uma mistura de montanha russa com simulador de realizade virtual. Essa atração é imperdível e uma das melhores de todos os parques que eu fui. Hogwarts Express: é o trem que liga o Beco Diagonal (que fica no Universal Studios) com a vila de Hogsmeade (que fica no parque Islands of Adventure). Tudo é reproduzido como se fosse a estação King´s Cross em Londres. O passeio dura pouco porém é muito interessante;

 

IMG-20150803-WA0063-e1449338859405-496x375.jpg?resize=496%2C375

IMG-20150803-WA0055-e1449338954842-500x313.jpg?resize=500%2C313

 

Revenge of the Mummy: Outra atração imperdível! Uma das melhores montanhas russas da Universal; Transformers The Ride-3D: é um simulador 3D no mesmo estilo do do Harry Potter and the Escape from Gringtts. É muito divertido e realístico.

 

parque_universal_studios_mapa.jpg?resize=600%2C443

 

ISLANDS OF ADVENTURE

 

As principais atrações são Jurassic Park River Adventure, The Amazing Adventures of Spider-Man, The Incredible Hulk Coaster e The Wizarding World of Harry Potter. Essa última representa o vilarejo Hogsmeade dos livros e filmes do Harry Potter. Assim como as atrações voltadas a história do bruxinho que ficam no outro parque, as desse parque reproduzem com perfeição o mundo mágico criado por J. K. Rowling.

 

IMG-20150803-WA0052-e1449339030437-458x375.jpg?resize=458%2C375

 

Jurassic Park River Adventure é uma atração legalzinha e o que mais gostamos foram as partes em que os brinquedos são de molhar, pois era verão e o calor estava insuportável. The Amazing Adventures of Spider-Man é um simulador impressionante, com efeitos especiais tão bem feitos que fica difícil acreditar que tudo aquilo não é realialidade. Por fim The Incredible Hulk Coaster uma das melhores montanhas russas de Orlando. Muito rápida e com loopings radicais. Se você curte adrenalina não pode deixar de ir!

 

universalislands.jpg?resize=600%2C450

busch-gardens1.jpg?resize=500%2C325

 

Esse parque é o mais radical da Flórida e talvez do mundo, já que as maiores montanhas russas do mundo ficam lá. O parque fica em uma cidade chamada Tampa, a aproximadamente 1 hora de carro de Orlando. As montanhas russas Kumba, Montu e Sheikra são as mais famosas. Possui uma espécie de zoológico integrado ao parque com animais exóticos de todas as partes do mundo, já que no início era apenas um zoológico. Com o tempo a administração foi acrescentando outras atrações. O Busch Gardens Tampa é atualmente uma combinação de montanhas-russas radicais, um dos melhores zoológicos dos Estados Unidos com mais de 12 mil animais, shows ao vivo, restaurantes, lojas e jogos; de maneira a oferecer muita diversão para visitantes de todas as idades.

 

busch-gardens-montanha-russa1.jpg?resize=500%2C375

IMG_20150726_112724.jpg?resize=500%2C285

 

SEA WORLD

 

 

Sempre quis conhecer esse parque por causa das apresentações com os golfinhos e baleias. O parque foi inaugurado em 1973 e suas atrações buscam informar aos visitantes a necessidade da preservação dos nossos oceanos. Os espetáculos são maravilhosos com golfinhos, orcas, leões-marinhos, focas e uma enorme variedade de animais além de emocionantes montanhas russas. As apresentações acontecem com hora marcada, então assim que chegar ao parque consulte os horários e faça seu planejamento para não perder nada!

 

IMG_20150723_133510.jpg?resize=600%2C342

 

COMO COMPRAR INGRESSOS PARA OS PARQUES COM ANTECEDÊNCIA

 

Os ingressos podem ser comprados diretamente na bilheteria dos parques em Orlando. Entretanto, se você quiser comprar adiantado, sem a necessidade de escolher uma data específica para o uso do bilhete e ainda pagar em reais e parcelado no cartão de crédito, a melhor opção é comprar através do site da Decolar. Quando viajamos foi possível comprar em 6 vezes sem juros mas atualmente (dez/2015) a decolar está possibilitando dividir em até 15 vezes sem juros. Para economizar compre combos como o Universal 14-Day 2-Park , com o qual você poderá visitar os dois parques da Universal por até 14 dias seguidos ou o Parques SeaWorld em Orlando que combina a entrada para o SeaWorld e para o Busch Gardens. Como a compra será debitada em seu cartão de crédito em reais, provavelmente você pagará menos do que pagaria usando o cartão de crédito nas bilheterias, já que nesse caso incidiria o IOF de 6,38% mais a cotação do dólar considerada pela administradora do cartão, que costuma ser mais alta que a oficial. Os ingressos chegam via e-mail e basta imprimir ou mostrar ao funcionário da catraca na tela do celular mesmo.

 

DICAS PARA ECONOMIZAR E APROVEITAR MAIS NOS PARQUES

 

Single Rider: essa é uma opção para quem quer “furar” as filas, que muitas vezes são enormes e demandam mais de uma hora de espera. Antes de entrar na fila “normal” verifique se não há uma fila com a placa escrita “Single Rider”. Se houver e você não se importar de sentar separado dos seus amigos e familiares, ao invés de ficar muito tempo na fila normal, vai ficar apenas poucos minutos nessa e às vezes vai entrar imediatamente no brinquedo e o melhor, sem pagar nada mais por isso. Mas atenção, nessa fila você sempre será separado do seu grupo, mas pode acontecer de irem no mesmo carrinho porém em fileiras diferentes, já que essa fila é para preencher os lugares vazios, pois muitas vezes em uma fileira que cabem 4 pessoas, por exemplo, o grupo que a ocupa é formado por 3 pessoas, assim sobra um lugar e é ali que você irá se sentar. Vale muito a pena e é uma forma ótima de economizar, pois para ter acesso a esse tipo de “vantagem” muita gente compra o passe específico para furar filas.

All-Day Dining Deal: Nos parques SeaWorld e Busch Gardens há uma ótima opção para economizar com alimentação. Com o All-Day dining Deal você poderá comer a vontade em vários restaurantes do parque, estando incluído também bebidas como refrigerantes e sucos, quantas vezes você quiser durante todo o dia pagando uma tarifa de U$ 29,00. Pode parecer caro, mas tendo em vista que seu dia será muito longo e você sentirá muita sede, pode ter certeza que saíra muito mais barato que comprar comida e bebidas avulso. Assim que você entrar no parque irá ver algumas pessoas oferecendo essa opção. A identificação é por uma pulseira que você deve mostrar ao caixa dos restaurante. Nós usamos e eu recomendo!

Copo Refil Universal: Por U$ 11,99 você compra esse copo que pode ser recarregado durante todo o dia em várias maquinas de refrigerante, suco e chá espalhadas pelo parque. Vale muito a pena, principalmente nos dias de calor. E guarde seu copo para o outro dia de parque da Universal, pois pagando mais U$5,99 você consegue validar o free refil por mais um dia! Além disso o copo é bem bonito e você irá guardá-lo como lembrança.

Levar lanches para os parques – Nos parques SeaWorld e Busch Gardens há a opção do All-Day dining Deal, mas nos da Universal não há. Então para quem não pretende gastar os U$ 29,00 em SeaWorld e Busch Gardens e para todos que vão aos parques da Universal é muito importante levar alguns lanchinhos como barrinhas de cerais, sanduíches, biscoitos e frutas. Comida custa caro nos parques e os próprios hotéis costumam disponibilizar frutas já embaladas para serem levadas aos parques.

Harry Potter primeiro e depois o restante do parque: Nos parque das Universal as atrações mais procuradas são as do Harry Potter. A dica é chegar cedo, de preferência no horário de abertura dos parques e ir direto para essas atrações, já que as filas estarão menores e após curtir tudo por lá ir conhecer as outras atrações.

Baixe os aplicativos dos parques: todos os parques que visitamos possuiam aplicativos para Android e IOS com mapas, horários das atrações e tempo de esperas em fila. Os aplicativos inclusive se conectam ao GPS e informam a sua localização no parque. Em muitos pontos também há wi-fi liberado.

E assim chegou ao fim nossa viagem pela Flórida!

 

Esperamos com esse relato ajudar àqueles que querem conhecer Miami, Key West e Orlando a economizar um pouco nesses tempos de real desvalorizado.

 

Qualquer coisa é só perguntar.

 

Abraços!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...